Jornal Empresários

 

Embed or link this publication

Description

Edição Especial Serra Julho/2011

Popular Pages


p. 1

administraÇÃo pÁginas 6 e 7 infraestrutura garantida a abertura de novas vias de acesso e a melhoria dos serviços básicos oferecidos à população contribuem para atrair novas empresas para o município mantendo elevado o seu produto interno bruto caderno especial www.jornalempresarios.com.br julho de 2011 o polo industrial a ma i or iadasempresasdopoloindustrialdaserracontacom fi nanciamentodobandes banestes bndesefun re s habitaÇÃo pÁgina 9 indÚstria pÁgina 4 construção civil é suporte essencial novos conjuntos residenciais fazem parte da infraestrutura necessária ao desenvolvimento setor metalúrgico fatura r 20 bilhões grandes projetos geram emprego e ampliam a renda mas deixam um rastro de poluição em toda a região.

[close]

p. 2

2 julho de 2011 vitÓria/es 11 anos

[close]

p. 3

11 anos crescimento de produtor de abacaxi a serra passou a sediar empresas de porte vitÓria/es julho de 2011 3 em 40 anos muitos avanços o desenvolvimento do município começou na década de 70 com a implantação das primeiras grandes plantas industriais té meados da década de 1960 a serra tinha menos de 10 mil habitantes e disputava com os municípios do sul do espírito santo a comercialização de abacaxi até então o município não era conhecido como uma cidade industrial a história do desenvolvimento econômico é recente a transformação foi iniciada a partir da década de 1970 com a implantação do primeiro pólo industrial do espírito santo o centro industrial da grande vitória civit i em seguida a cidade foi contemplada com a primeira planta industrial do estado a então companhia siderúrgica de tubarão cst atual arcelormittal tubarão a partir da consolidação desses empreendimentos a serra vivenciou uma verdadeira explosão migratória sem precedentes inclusive quando é feito um comparativo com outras regiões do país o município vivenciou o surgimento de inúmeros bairros além de ir recebendo gradativamente mais empresas com consequente geração de emprego e renda prÓs e contra ­ mesmo com o instituto estadual de meio ambiente iema garantindo que o ar atmosférico da serra está dentro dos padrões de normalidade há controvérsias sobre o futuro do parque siderúrgico a partir de 2014 a arcelormittal a antiga cst vai emitir 19 milhões de toneladas de dióxido de carbono também conhecido como gás carbônico o dióxido de carbono é uma substância química formada por dois átomos de oxigênio e um de carbono conhecida na química como co2 o maior volume de poluente ocorrerá em função do processo de ampliação da produção que vai saltar de 5,6 milhões de toneladas para 9,5 milhões por ano o painel intergovernamental de mudanças climáticas ipcc avallia que a cada tonelada de aço produzido são geradas duas toneladas de dióxido de carbono a serra ainda tem uma parte do complexo de usinas da vale e do porto de praia mole dentro de sua área territorial por conta de uma lei estadual de 1919 que criou uma linha imaginária ligando a foz do rio santa maria em vitória e o pontal de carapebus na serra vitória vem pleiteando para si a região onde fica a arcelormittal vale e porto de praia mole a números 2º lugar no pib do estado suppin quer fim de terrenos vazios o centro industrial da grande vitória i e ii civit i e ii ainda possui áreas ociosas mas a superintendência dos projetos de polarização industrial suppin autarquia vinculada à secretaria de estado de desenvolvimento sedes e responsável pela comercialização alega não ter terrenos para vender a quem queira se instalar no local a explicação é que muitos empreendedores adquiriram os lotes empresariais e não se instalaram com isso o diretor-geral carlos roberto rafael informa que a suppin está com 25 ações ordinárias na justiça para a rescisão de contrato em razão do não cumprimento de obrigações contratuais na prática os processos judiciais visam a retomada das áreas as ações também compreendem pedidos à justiça para a reintegração de posse devido a invasões praticadas por terceiros a autarquia promete disponibilizar os terrenos para o setor empresarial tão logo ocorra uma definição favorável por parte do poder judiciário não existe uma previsão de quando isso ocorrerá a suppin entrou protocolou a inicial das ações há mais de três anos ainda na gestão do então diretor geral willian galvão 409 habitantes mil 435 milhões arrecadação de iss entre 2004 e 2009 inspiração veio da bahia a ideia de criar o centro industrial da grande vitória civit instalado no planalto de carapina na serra surgiu a partir de 1971 durante o governo cristiano dias lopes filho quando o estado entrou em crise devido a erradicação dos cafezais a força motriz da economia foi criada então a superintendência de projetos de polarização industrial suppin através de um desmembramento da então coordenação de planejamento a coordenação foi formada por manfred walter düenk bandes falecido em 2008 gilson gabriel findes e duarte fonseca de aquino cvrd além de gutman uchoa de mendonça na busca de modelos a comissão visitou o polo industrial de aratu ba mas o projeto baiano foi descartado e foi feito um totalmente local manfred düenk como engenheiro civil fez o desenho do civit dentro do que foi definido pela comissão 60 arrecadação de iptu entre 2004 e 2009 milhões a região de laranjeiras densamente povoada concentra grande comércio varejista empresário tem orgulho de ser o pioneiro a fibrasa foi a primeira empresa a apostar no crescimento econômico da serra instalando-se no centro industrial de vitória civit i em 1972 tão logo o polo industrial ter sido criado o empresário sérgio rogério de castro tem o orgulho de ter acreditado na pujança econômica da serra em uma ocasião que os empreendedores ainda se instalavam em vitória ou em vila velha ao contrário da moderna planta industrial que a fibrasa possui no mesmo local onde produz atualmente embalagens rígidas a fábrica pioneira começou produzindo sacaria de ráfia esses sacos formados por pequenas tiras de material plástico entrelaçados vieram substituir os tradicionais sacos de juta a sacaria de juta estava se tornando inviável para embalagem devido ao crescente preço da fibra têxtil vegetal o pioneirismo do empresário coincidiu com a abertura do mercado para a sacaria de ráfia a visão pró-ativa da empresa desde os seus primórdios é apontada pelos dirigentes como a explicação para o crescimento em quase quatro décadas de existência sérgio rogério de castro acreditou no futuro da região

[close]

p. 4

4 julho de 2011 vitÓria/es 11 anos indÚstria municÍpio É sede das grandes plantas industriais a produção de placas e bobinas de aço é destaque na economia nacional setor metalúrgico fatura r 20 bilhões o município concentra 33 das indústrias da região metropolitana da grande vitória sendo o maior parque industrial do espírito santo faturamento das principais indústrias metalúrgicas com parque produtivo dentro do município da serra ultrapassou r 20 bilhões em 2010 a principal delas é a arcellomittal tubarão a antiga cst localizada no bairro jardim limoeiro e que sozinha faturou no ano passado r 16,9 bilhões resultado 20 superior ao de 2009 a unidade da arcellormittal produz e comercializa placas e bobinas de aço cujas vendas de aços planos e longos atingiram a marca de 10,6 milhões de toneladas de produtos apresentando crescimento de 12,2 a arcelormittal tubarão possui uma área total de 13,5 milhões de metros quadrados sendo que a usina ocupa responde por 7 milhões de metros quadrados de área dentro do município os produtos saem da empresa através do porto de praia mole e pela malha rodoferroviária que corta a serra a empresa ainda gera energia própria e chega comercializar no mercado livre de energia elétrica mais de 100 mw por mês equivalente a 9 do consumo do espírito santo a segunda indústria siderúrgica na serra em faturamento é a sol coqueria que comercializou r 1,05 bilhão no ano passado a sol coqueria tubarão é uma joint-venture entre a arcelormittal 99 e sun coke intl 1 a empresa fornece coque mix de carvões minerais tratados sob calor e pressão para a arcelormittal tubarão e arcelormittal monlevade os altos índices de poluição podem ser vistos a olho nu ministério público aperta o cerco contra as empresas poluidoras na serra o instituto estadual de meio ambiente iema tem duas unidades de averiguação da qualidade do ar de oito na grande vitória uma fica em carapina e outra em laranjeiras as duas ostentam Índice de qualidade do ar iqa abaixo de vitória vila velha e cariacica no último indicador do final de junho o iqa de carapina era 34 e o de laranjeiras 38 o maior material particulado no ar foi constatado em cariacica 66 seguido do bairro ibes em vila velha 59 segundo o iema o parametro da serra é considerado como sendo bom o jornal empresários tem abordado o assunto em várias edições acompanhando o trabalho do iema do ministério público e de outras fontes a constatação é que as grandes plantas industriais instaladas na ponta de tubarão são responsáveis por uma terça parte da poluição atmosférica da grande vitória de acordo com dados contidos no inventário de fontes da grande vitória divulgados em maio pelo iema segundo a medição a arcelormittal é responsável pela emissão de 55,8 do dióxido de enxofre so2 10,9 dos óxidos de nitrogênio nox e 44,7 do monóxido de carbono co2 despejado no ar da grande vitória a vale foi responsabiliza pela emissão de 36,9 da emissão de nox 4,4 do co2 e 14,1 de so2 estas substâncias são tóxicas e capazes de provocar irritação e inflamação nas vias respiratórias reduzirem a capacidade do sangue no transporte de oxigênio e de diminuir as defesas do organismo relatório do projeto vigiar desenvolvido pelo ministério da saúde em parceria com as secretarias de saúde dos estados afirma que a baixa qualidade do ar apresenta um efeito nocivo à saúde com destaque para as doenças respiratórias e cardiovasculares a pretensão do iema é que será apresentado à população um estudo sobre o dna do pó preto mais grosso e encontrado em abundância nas casas da grande vitória essas análise estão sendo realizadas nos estados unidos e deverão ser divulgadas ainda neste ano já com relação às partículas respiráveis a pm 2,5 consideradas mais agressivas à saúde humana continuam sem prazo para serem classificados e quantificados a emissão dessas partículas é medida mas o volume permitido no estado através do conama é de 30 microgramas acima do recomendado pela organização mundial de saúde oms que é 20 o mais grave é que a legislação ambiental brasileira é da década de 80 quando a maioria dos estudos sobre os efeitos à saúde não havia sido realizada objetivos a ecosoft empresa responsável pela elaboração do inventário informa que os resultados do inventário objetivam dar subsídio ao avanço da quantificação e espacialização das principais fontes emissoras de poluentes atmosféricos da região da grande vitória aprofundando o conhecimento das matrizes emissoras de poluentes dos municípios o É a maior coqueria horizontal do mundo com quatro baterias de 40 fornos cada produzindo 1,55 milhões de toneladas de coque por ano a eluma faturou r 44,06 milhões em 2010 e ficou em terceiro lugar no ranking das empresas serranas do ramo siderúrgico a eluma produz semi-manufaturados de cobre e suas ligas com faturamento de r 29,34 milhões a knm industrial ocupou o quarto posto em receita no ano anterior a knm é uma empresa de fabricação de caldeiraria pesada oriunda da malásia e que adquiriu a antiga hitachi zosen corporation fundada na serra em 1976 por investidores japoneses cdmec vê a serra como líder na produção industrial a serra concentra um terço da indústria 33 da região metropolitana o que representa o seu maior parque industrial capixaba segundo o presidente centro capixaba de desenvolvimento metalmecânico cdmec antônio falcão de almeida a posição do município é de liderança pois concentra 17,4 de toda a indústria existente no estado afirmou dos 85 associados do cdmec 24 são do município da serra a concentração industrial ocorre nas regiões de carapina e conta com a arcelor mittal tubarão 32,82 civit 13,75 e laranjeiras 47,22 que somam 93,79 do emprego industrial do município as maiores especializações da indústria do município em termos estaduais são nos segmentos metalúrgico 62,20 material plástico 56,2 material elétrico e de comunicações 54,3 e construção civil 32,80 em nível metropolitano esses mesmos segmentos se destacam apresentando índices de especialização ainda mais elevados também se situam na serra os portos internacionais de tubarão e praia mole e é cortado pela br 101 que garante uma logística privilegiada como afirma o empresário a nossa visão de futuro para a serra é a melhor possível pois a sua infraestrutura está sendo complementada com um grande empenho da administração pública em prover o município de novos corredores de transporte ele ainda lembra que a partir da implantação do laminador de tiras a quente ltq da arcelor pequenas indústrias e parques tecnológicos estão se multiplicando no município e vão necessitar de mão-de-obra especializada.

[close]

p. 5

11 anos vitÓria/es julho de 2011 5

[close]

p. 6

6 desenvolvimento com grandes Áreas desocupadas a serra oferece boas condiÇÕes para a instalaÇÃo de projetos empresariais aaa aaa 11 ano município garante a a serra adotou uma moderna infraestutura e se modernizou nos últimos anos possui um amplo parque industrial movimentando diversos segmentos da economia É o segundo produto interno bruto pib entre os 78 municípios do espírito santo além de contar com portos se encontra proximo do complexo portuário da região metropolitana de vitória o município é cortado por ferrovias e rodovias estaduais e federa e montou projeto para a instalação de um aeroporto internacional de passageiros e cargas o município se consolidou como um território privilegiado para a localização industrial no espírito santo a br 101 e os ramais ferroviários que dão acesso aos maiores parques industriais e aos maiores portos do estado do espírito santo usinas de pelotização de minério de ferro e siderúrgicas entre praia mole e tubarão proporcionaram impacto no município que na década de 1960 contava com cerca de 400 mil moradores além das empresas siderúrgicas a serra desponta com um moderno parque industrial onde está a indústria química e da metalmecanica neste último segmento são produzidas peças tubos metálicos máquinas equipamentos e serviços industriais a cidade possui diversas estações remotas de transporte e estocagem que vão desde centros de distribuição de grandes redes de varejo e de atacado até um importante terminal intermodal a crescente expansão da economia está trazendo a total independência do município inclusive com a geração de oportunidades para a instalação de redes hoteleiras de padrão internacional a cidade está sendo procurada por essas empresas para a instalação de modernos hotéis que vão oferecer atendimento de elevado padrão além de contar com um setor industrial forte a serra possui praias tradicionais como manguinhos jacaraípe e nova almeida além de bicanga e praia de carapebus os turistas encontram aspectos históricos como as ruínas da igreja são josé do queimado inaugurada em 19 de março de 1849 o local foi palco de uma revolta dos escravos além das grandes plantas industriais o município desponta como um dos maiores polos da construção civil no espírito s superporto em praia mole a serra defende o envolvimento da região metropolitana e do município de santa leopoldina no projeto de instalação de um superporto de águas profundas para contêineres no terminal de praia mole a proposta original é da intersindical da orla portuária com apoio da companhia docas do espírito santo codesa e prefeitura de vitória o superporto poderá atender a evolução crescente no tamanho das embarcações oferecendo dessa forma a continuidade da competitividade do espírito santo na movimentação de navios de grande porte a observação é do secretário de desenvolvimento econômico da serra jessé moura marques par isso ele disse que já conta com um projeto trata-se da construção de uma supervia com um traçado menor do que quatro quilômetros interligando o superporto de praia mole à retroárea até então a previsível movimentação acentuada de veículos de carga para atender ao novo terminal vinha sendo alvo de críticas como a economista e consultora portuária martha ferreira a consultora alega que o excessivo fluxo de caminhões criará um caos no sistema viário segundo o secretário a supervia irá transpor o trânsito e os veículos pesados irão com rapidez para as retroáreas a serem instaladas na serra cariacica e santa leopoldina essas áreas ficam atrás no morro mestre Álvaro destacou a medida vai consolidar o surgimento de novos empreendimentos que irão atender a movimentação de cargas gerando emprego renda e proporcionando o desenvolvimento econômico da grande vitória e santa leopoldina resumiu ele disse que a serra tem áreas vazias e que poderão ser transformadas em retroárea portuária praia mole apresenta boas condições para um superporto lideranças que impulsionam o desenvolvimento do município automÓveis a vitoriawagen da serra é a primeira concessionária volkswagen a seguir os novos padrões de layout da montadora foram investidos r 20 milhões a diretora é juliana braz desde 2004 a rede é do grupo líder que possui seis lojas no estado quÍmico ernesto mosaner junior é o diretor executivo no espírito santo de duas unidades da elkem participações indústria e comércio ltda carboderivados e carboindustrial localizadas no civit i no município da serra ele comemora a marca de cinco mil dias sem acidentes sindicato o empresário leonardo de castro é presidente do sindiembalagens no espírito santo canal de benefício para empresas associada a desfrutarem dos benefícios e dos serviços disponibilizados pelos órgãos credenciados e reconhecidos nacionalmente uniÃo a associação dos empresários da serra ases foi constituída em dezembro de 1977 resultado da união de empresários e lideranças da economia local para articular e encaminhar reivindicações coletivas É presidida por adão cellia classe a primeira concessionária do grupo lider instalada na grande vitória a cvc na serra representa um marco importante na consolidação do grupo no espírito santo o fundador do grupo é josé braz mineiro de muriaé onde surgiu o grupo.

[close]

p. 7

os vitÓria/es julho de 2011 7 a infraestrutura os números da serra santo possuindo também significativas atrações turísticas 643 milhões de receita em 2009 8,1 milhões em royalties entre jan e maio de 2011 o aeroporto previsto para a serra fica na bela região de jacaraípe e nova almeida projeto prevê aeroporto a serra montou estratégia para vir a sediar um aeroporto internacional de passageiros e cargas o projeto prevê negociação com a petrobras que necessita de cinco novos helipontos para atender à exploração de petróleo e gás natural no mar frontal ao rio de janeiro e espírito santo esse local para pouso e decolagem de helicópteros é o embrião do terminal internacional de cargas e passageiros que já teve o sinal verde da agência nacional de aviação civil anac anos atrás diz o secretário de desenvolvimento econômico da serra jessé moura marques ele ressalta que o projeto não exclui e nem interfere na continuidade das obras de expansão do aeroporto de vitória segundo o secretário a proposta visa suprir às necessidades futuras uma vez que a proposta prevê a expansão do fluxo de passageiros para os próximos 20 a 25 anos pista o terreno destinado ao empreendimento está localizado entre jacaraípe e nova almeida o diferencial com o atual aeroporto de vitória está na capacidade de receber aeronaves de grande porte com autonomia de vôo direto entre vitória e madri ou miami de acordo com o que consta na proposta apontada pelo secretário a pista do aeroporto da serra terá três quilômetros de comprimento e 45 metros de largura a pista do atual aeroporto de vitória é de apenas 1.750 metros de comprimento dessa forma o projeto da serra consegue oferecer pouso e decolagem seguros para aeronaves do porte de um boeing 747-400 de acordo com documento da petrobras a estatal prevê a construção e expansão de cinco aeroportos no rio de janeiro para movimentação de helicópteros a proposta é de a serra oferecer a o local para ser transformado no embrião do aeroporto internacional 14 milhões em royalties no ano de 2010 16 do pib estadual em 2008 38 milhões de repasse do fpm habitaÇÃo pioneiro na construção civil na serra o presidente do inocoop-es aristóteles passos costa neto começou o processo de expansão do setor construindo os primeiros conjuntos habitacionais aproveitando a nova infraestrutura do município cÂmara a câmara de vereadores da serra cumpre com a obrigação fazendo o dever de casa mas sendo parceira do desenvolvimento do município visando gerar emprego e renda É assim que o legislativo vem atuando diz o presidente raul cezar nunes investimento a serra se preparou para crescer atraindo atenção dos compradores já que os empreendimentos são 30 mais baratos do que em vitória É dessa forma que rodrigo almeida diretor da morar construtora resume o interesse em investir no município seguranÇa o empresário marcos félix preside o grupo vigauto que engloba as empresas vigserv e servinel sediadas na serra e destaques na área de segurança privada e consultoria empresarial ele é presidente do conselho regional de administração sindifer as empresas foram instaladas no município para ficar mais próximas às grandes plantas industriais sediadas na serra afirmou manoel pimenta presidente do sindicato das indústrias metalúrgicas e de material elétrico do espírito santo sindifer

[close]

p. 8

8 julho de 2011 vitÓria/es 11 anos legislativo a cÂmara municipal facilita as aÇÕes que visam o desenvolvimento desenvolvimento econômico ganha apoio de vereadores o município da serra possui leis específicas de incentivos fiscais para estimular novos empreendimentos câmara de vereadores da serra tem dado a sua contribuição para ampliar ainda mais o desenvolvimento econômico do município através da aprovação de novas legislações geralmente é o executivo quem manda para a gente e nós aprovamos temos vários tipos de incentivos vem para a câmara e nós fazemos a nossa parte todas as empresas que estão na serra e que tem algum tipo de incentivo passam pela câmara disse o presidente do legislativo municipal raul cezar nunes ele disse que a câmara não coloca obstáculos por ser parceira do município e do crescimento econômico na sua avaliação é através da boa vontade do legislativo que faz com que a cidade a cresça gere empregos e renda ele se recorda que na década de 1960 a serra era conhecida apenas por ser uma grande produtora de abacaxi não é que aquela serra do abacaxi acabou mas hoje é uma serra diferenciada acrescentou tudo começou com a implantação dos grandes projetos como a antiga cst e a instalação do centro industrial da grande vitória civit relembra a obrigação nossa é crescer com o município fazendo o nosso dever de casa reafirmou a cidade propor ciona aos investidores além dos incentivos estaduais como o fundo para o desenvolvimento das atividades portuárias fudap fundo para a recuperação econômica do espírito santo funres e programa de incentivo ao investimento no estado do espírito santo invest-es seus próprios incentivos incentivo municipal entre esses o presidente da câmara citou o que foi aprovado pelos vereadores como a lei municipal de incentivos fiscais 1.845/95 a legislação tem por finalidade proporcionar incentivos em geral entre fiscais e não fiscais para a instalação ou ampliação de novos empreendimentos produtivos na serra a legislação de incentivo municipal oferece ressarcimento de parte do investimento realizado na aquisição do terreno sob regime de compra cessão de direi o vereador raul cezar nunes preside a câmara municipal da serra to e aforamentos inclusive do imposto sobre o imposto sobre transmissão de bens imóveis por ato oneroso inter vivos itbi também é oferecido do valor devido a emolumentos e as taxas de licença para execução de obras particulares e da taxa de licença para localização o incentivo ainda inclui isenção do pagamento do imposto predial e territorial urbano iptu no prazo de até 60 meses após o início das atividades do grupo empresarial É oferecido também a redução em 50 do valor devido da taxa de funcionamento pelo prazo de cinco anos e a prefeitura da serra fica autorizada por esse dispositivo legal a prestar assessoramento às empresas nos contatos com órgãos públicos dentro do objetivo de viabilizar as negociações para que novas empresas se instalem no município inclusive no que se refere à futura localização do novo empreendimento o presidente da câmara da serra garantiu que a soma de esforços dos poder legislativo com o municipal foi responsável pela transformação da cidade que hoje ostenta o segundo maior produto interno bruto pib do espírito santo além de destacar que a serra passou a ser um modelo de crescimento tanto dentro do estado quanto nacionalmente câmara discute pdm da serra o plano diretor municipal participativo da serra pdm já está na câmara municipal da serra para ser apreciado pelos vereadores o pdm já chegou na casa e eu calculo que iremos votar depois do recesso que se inicia em 17 de julho e voltamos em 1º de agosto disse o presidente do legisla tivo da serra raul cezar nunes o projeto do pdm encaminhado aos vereadores cria uma separação entre as áreas industria comercial e residencial além disso estabelece novas regras para a quantidade de pavimentos dos prédios permitindo a construção de edificações bem altas às margens da br 101 em parte da rodovia estadual es 010 e sem limitações a proposta do pdm apresentada pela prefeitura da serra ouviu diversos segmentos da sociedade e entidades de classe como a associação dos empresários da serra ases o resultado final trouxe a preocupação com a mobilidade urbana tanto que o pdm define vagas para estacionamento de veículos a interligação entre os bairros através de 65 ruas e avenidas e cria a obrigatoriedade para a construção de uma rede de ciclovia no município o pdm está vindo para somar e engrandecer o município É lógico que nós iremos analisar e melhorar alguma coisa se for necessário acrescentou o presi dente da câmara de vereadores para evitar erros que ocorrem em outras cidades do espírito santo e do brasil o pdm não permitirá a construção de prédios com mais de quatro pavimentos na orla para evitar que os mesmos faça sombra na areia da praia uma novidade que o pdm trará pelo menos no espírito santo é a obrigatoriedade para que todos os condomínios comerciais e residenciais ofereçam bicicletários definindo uma vaga para cada duas unidades que vierem a ser construídas a partir da aprovação do plano em algumas cidades locais ou do país existe uma política de implantação de ciclovias mas o projeto se esbarra na ausência de bicicletário o que evita que as pessoas se locomovam com bicicletas.

[close]

p. 9

11 anos negÓcios empreendimentos imobiliÁrios mudam o perfil do municÍpio vitÓria/es julho de 2011 9 mercado promissor para a construção civil grandes empresas do setor identificaram o município da serra como um bom local para investir setor da construção civil na serra é promissor com o desenvolvimento econômico elevado a crescente atividade econômica abriu mercado para a construção de novas moradias com novos condomínios de casas e edifícios residenciais além de lojas e centros comerciais estão se destacando as empresas inoccop-es pioneira em montar novos empreendimentos na serra morar construtora e o grupo mata da praia/dacaza o grupo mata da praia/dacaza tinha como foco exclusivo a construção imobiliária nos bairros de mata da praia e jardim da penha mas essas áreas estavam se exaurindo assim o arquiteto desse grupo empresarial flávio zamborlini disse que a empresa decidiu ir para a serra isso fez com que saíssemos daquele município com isso encontramos o local que vai sediar o arquipélago de manguinhos na serra É uma área que terá empreendimentos de alto padrão e que encaixa no nosso tipo de produto não queríamos mudar o produto que nós fazemos fizemos uma parceria com a família dona da área e estamos lá construído as casas É um loteamento com 450 lotes e ca inocoop-es tem a marca dos desbravadores o instituto de orientação às cooperativas habitacionais no espírito santo inocoop-es foi o pioneiro em montar conjuntos habitacionais na serra tendo iniciado a construção dos primeiros empreendimentos há mais de 30 anos somos desbravadores resume o presidente do inocoop-es aristóteles passos costa neto como exemplo cita laranjeiras atualmente o bairro mais valorizado da serra laranjeiras surgiu de um empreendimento do inocoopes chamado residencial laranjeiras lembra o empresário citando os bairros barcelona serra dourada mata da serra porto canoa entre outros ele lembra que o inocoop-es empresa privada fundada em 1968 iniciou os empreendimentos na serra na década de 1970 isso teve muito a ver com os projetos de expansão da área industrial da serra houve a implantação da antiga cst e a vale já estava ali justificou de acordo com aristóteles a presença de grandes projetos industriais trouxe dentro da empresa a crença de que a serra seria uma região adequada para a expansão do setor habitacional para atender aos trabalhadores dessas grandes indústrias a filosofia da empresa é comercializar habitações populares com preço abaixo do praticado pelo mercado no entanto na serra ocorreu uma valorização das áreas o que levou ao inocoop-es a produzir também empreendimentos voltados para a classe média a empresa planeja lançar novos empreendimentos imobiliários no município ainda neste ano além dos que estão em fase de conclusão o novo será no local com 490 apartamentos de dois quartos e suíte e ficará no local denominado portal de manguinhos o aristóteles passos costa neto é um dos pioneiros no município sas explicou zamborlini esse é o primeiro empreendimento que está sendo feito pelo grupo mata da praia/dacaza atualmente estão sendo feitas as fundações das unidades ele antecipou que o grupo empresarial tem projetos para executar novas construções de unidades habitacionais na serra a morar construtora se destaca foram entregues 48 empreendimentos outros sete se encontram em fase de construção foram entregues 36 edifícios seis condomí rodrigo almeida da morar tem grandes empreendimentos na região nios com 701 casas três condomínios de prédios residenciais com 20 edifícios e 806 apartamentos um centro comercial um centro empresarial e um hotel os sete empreendimentos em construção totalizam quatro condomínios de prédios residenciais com 26 edifícios e 1.880 apartamentos dois centros empresarias e um edifício no total somam 1.950 apartamentos e 335 salas ou lojas comerciais o diretor da morar construtora rodrigo gonçalves de almeida destacou que flávio zamborlini arquiteto do grupo dacaza apresenta novos projetos o principal atrativo para a empresa atuar na serra é o crescimento do município o município se preparou para crescer com rodovias e infraestutura e também possui uma grande quantidade de empregos isso tem atraído os empreendimentos imobiliários as pessoas tem interesse em ir para a serra onde vão encontrar um imóvel 30 mais barato do que encontrariam em vitória É assim que rodrigo almeida resumiu o interesse de atuar na serra funres financia projetos localizados em terrenos alugados por ilana dadalto m rezende e gustavo passos corteletti face à tendência atual de que os grandes empreendedores não sejam os proprietários do imóvel onde está sendo instalado o projeto tem-se buscado atenuar a demanda por áreas através da implantação de centros industriais por parte do setor público e de pólos industriais privados dotados da infra-estrutura coerentes com o objetivo de oferecer condições de competitividade ao conjunto do sistema produtivo em setembro de 2010 alinhado com essa tendência o geres órgão gestor dos recursos do fundo de recuperação econômica do espírito santo funres aprovou as condições para financiamento através de debêntures conversíveis em ações de projeto localizado em terreno alugado com base nas conclusões dispostas no estudo realizado pelos assessores técnicos da secretaria executiva do órgão gustavo passos corteletti e ilana dadalto moulin rezende partiu-se no estudo da premissa de que os objetivos do funres de promover o crescimento e a modernização da economia estadual não restariam contrariados se a empresa candidata a receber os recursos do fundo apresentasse o projeto industrial não sediado em terreno próprio pelo contrário verificou-se que um projeto que contemple a locação para suas operações apresentará reflexos positivos na redução do montante de capital necessário para a sua implantação aumentando a liquidez ini cial elevando o nível de capital de giro próprio demandando com isso uma menor necessidade de captação de recursos onerosos de curto prazo do ponto de vista da análise econômica financeira do projeto a estratégia de não imobilizar grandes somas na aquisição do imóvel em favor do caixa e/ou similar caixa recursos esses altamente necessários para a consecução de um nível de produção e comercialização satisfatório e para possibilitar mais rapidamente o seu ponto de equilíbrio break-even-point revelou-se um fator de preponderância para o sucesso de todo e qualquer empreendimento sob o outro enfoque partindo da tipicidade das debêntures conversíveis em ações importa ressaltar que a concretização do em preendimento como exitoso na visão do investidor dependerá de outras variáveis muito específicas tais como a decisão sobre o exercício da conversão das debêntures em ações e o momento da saída do fundo como acionista da sociedade beneficiária dos recursos somem-se ainda outras variáveis tradicionais de risco do negócio como por exemplo rol de garantias fatores de natureza econômica financeira mercadológica de gestão etc a alternativa encontrada que não feche as portas do funres para empresas que queiram desenvolver projetos em terrenos alugados e ao mesmo tempo resguarde o fundo do mínimo de garantia de que seu objetivo último seja alcançado isto é fixação do investimento no território capixaba durante o prazo em que o fun do for acionista e/ou debenturista foi o estabelecimento da condicionante que o contrato de locação do imóvel deve ter prazo igual ou superior a 15 anos contados da data do protocolo do projeto final pela empresa no banco operador dos recursos resumidamente ao longo de seus 40 anos de existência o sistema geres/funres vem se atualizando permanentemente tornando-se um instrumento valioso não para a recuperação como o seu nome original destaca mas como um elemento que transcende o campo do desenvolvimento para buscar a almejada sustentabilidade necessária ao atual momento vivenciado pelo espírito santo É nesse aspecto que reside a grande contribuição do estudo elaborado pela secretaria executiva do geres.

[close]

p. 10

10 julho de 2011 vitÓria/es 11 anos mercado empresas atendem grandes marcas nacionais material plástico tem produção alta a fibrasa e a polydomus utilizam avançada tecnologia para produzir embalagens e outros tipos de materiais usados em vários setores polydomus chegou no civit na década de 70 projetada inicialmente para ser construída no polo industrial de jacarepaguá no rio de janeiro a polydomus acabou sendo implantada na década dos anos 1970 no centro industrial da grande vitória civit na serra foi quando eu soube dos incentivos fiscais que ainda vigoravam vim aqui para examinar e fiquei encantado eu morava no rio mas sou capixaba relem bra o presidente da empresa fernando vaz a visita ao civit i ocorreu em 1973 no ano seguinte fundou a empresa e em 1976 emitiu a primeira nota fiscal de venda foi a quarta empresa a efetivar obras no parque industrial serrano e a terceira a iniciar o processo produtivo a polydomus é uma empresa do ramo de material plástico são embalagens plásticas flexíveis personalizadas atualmente são feitos sacos sacolas filmes rótulos e envelopes plásticos com fita adesiva o foco é o mercado capixaba embora comercialize as embalagens no rio de janeiro minas gerais e bahia mas com clientes em várias unidades da federação complementa a polydomus gera 46 empregos diretos que atuam 24 anos É uma característica do setor porque as máquinas não podem ser desligadas e religadas caso isso ocorra o maquinário demora duas horas para entrar no status de trabalho prosseguiu nos 35 anos de produção a fábrica passou por um processo de ampliação do tipo de matéria prima utilizada quando iniciou as atividades a polydomus usava apenas o polietileno em versão de densidade alta e baixa agora adota também o polietileno linear com isso os produtos plásticos podem ser dotados de rótulos coloridos,através de impressoras rotativas flexográficas nesses três décadas e meia o máquina também passou por um processo de evolução tecnológica para se tornar um parque industrial mais moderno e veloz até meados de julho a polydomus recebe uma impressora de última geração com 16 toneladas e de grande porte isso permitirá a oferta de produtos sofisticados que não podem ser produzidos atualmente acrescentou o empresário a fibrasa foi a primeira empresa a apostar na serra e instalou a sua unidade industrial no centro industrial da grande vitória civit i em 1972 para produzir sacaria de ráfia uma embalagem flexível atualmente a empresa produz exclusivamente embalagens plásticas rígidas para a indústria de alimentos como potes tampas e copos para o mercado de margarina manteiga iogurte e demais derivados de leite além de copos sérgio souza rogério de castro é presidente do grupo fibrasa para sucos energéticos água mineral e embalagens para doces atendendo a todo o brasil a empresa montou a estratégia de ter uma segunda planta industrial disse o diretor da fibrasa sérgio souza rogério de castro a outra indústria está em pernambuco e permitiu dividir o mercado em duas partes a unidade pernambucana atende aos estados da região nordeste e a fábrica da serra atende o mercado do sudeste e do sul nas duas unidades emprega 630 funcionários sendo 252 na fábrica capixaba os empregados possuem conhecimento técnico uma vez que o maquinário é 100 automatizado a maioria tem formação através do senai grandes empresas de alimentos utilizam as embalagens produzidas pela fibrasa para comercializar seus produtos sérgio castro cita as marcas de margarina delícia cremosa primor soya mila copos de chá do mate leão manteiga selita itambé embalagens de temperos copos de água mineral campinho viva lindóia passa quatro nativa entre outras também está presente na base da embalagem de ovos de páscoa e em sabões como a marca cristal expansÃo ­ iniciado no ano passado a empresa está implementando o projeto de expansão que elevou a capacidade de produção da unidade da serra em 30 e exigiu um investimento de r 10 milhões a fibrasa produz 12 mil toneladas de embalagens por ano apenas uma pequena parte da produção é exportada para o marcado da américa do sul o empresário observou que o setor de embalagens sofre com a complexidade da logística por ser muito leve com isso o frete fica muito caro por ser leve e possui volume um contêiner que pode levar 25 toneladas acaba ficando cheio com apenas duas ou três toneladas de caixas contendo copinhos tampas e demais embalagens plásticas a fibrasa produz ainda baldes industriais para o mercado de alimentos e de tintas ele informou que a empresa avalia a construção de uma unidade especifica para a construção desses baldes também na serra a fibrasa é pioneira sempre apostou no estado e na região a empresa foi fundada por sérgio rogério de castro pai do atual diretor fernando vaz é diretor-presidente da indústria polydomus segmento químico fatura mais de r 300 milhões a serra se destaca no setor químico do espírito santo por abrigar 55 empresas de um total de 140 sediadas em todo o espírito santo a industrialização de produtos químicos é responsável pela geração de 1.854 empregos diretos segundo o presidente do sindicato da indústria de produtos químicos para fins industriais do estado do espírito santo sindiquímicos ernesto mosaner júnior o faturamento das grandes empresas na serra ultrapassa r 300 milhões ao lado do secretário-executivo do sindiquímicos josé luciano informa que o faturamento das empresas de menor porte está em fase de apuração para um cadastro destaca que empresas de menor porte se destacam como a indústria de cosméticos onde se encontram 16 indústrias da área de higiene e beleza esses dados estão sujeitos a alteração devido ao processo de recadastramento e atualização que está sendo feito ressalta a iniciativa permitirá à esses empresários de menor porte vir a ter uma central de manutenção e de ar comprimido em comum além de uma futura central de compras dessa forma o setor poderão reduzir custos e elevar competividade para complementar o projeto da entidade sindical prevê uma distribuidora em comum polo carboquÍmico ­ o polo carboquímico no espírito santo é centrado no município da serra que compreende duas unidades da elkem brasil carboderivados e carboindustrial ainda mais outras duas empresas de grande porte de um total de cinco empresas carboquímicas no estado quatro estão na serra acentua o presidente do sindicato as carboquímicas produzem insumos notadamente para o setor dústria farmacêutica além de uma outra de velas além de fabricação de produtos de limpeza a grande evolução da indústria química nos últimos anos na serra foi na área de química em geral principalmente de cosméticos a indústria carboquímica e a de adubos é antiga afirmou o presidente do sin diquímicos para o secretário-executivo a expansão como na área de cosméticos se deve a um nicho de mercado ernesto mosaner observou que a motivação para se instalar na serra se deve a fatores localizados como as facilidades proporcionadas pelo município ou o menor custo para a instalação ele ressalta que o mercado consumidor notadamente para produtos finais está em vitória e em vila velha ernesto mosaner é também o primeiro vice-presidente da findes ernesto mosaner júnior é presidente do sindiquímicos e diretor da elkem no estado siderúrgico permitindo a produção de ferro-liga e catodos para a indústria de alumínio além de insumos para a indústria de refratários de destilaria de alcatrão a serra ainda conta com empresas que maniputam componentes importados para a produção de adubos e fertilizantes voltados para o setor agrícola a serra ainda possui indústria de fármaco a aspen pharma in-

[close]

p. 11

11 anos metalmecÂnico fornecedores locais garantem alta produÇÃo vitÓria/es julho de 2011 11 suporte para grandes empresas o setor é responsável por 15,5 mil empregos diretos e indiretos movimentando r 8 bilhões por ano 17 do pib local maioria das empresas do setor metalmecânico instaladas no município da serra presta serviços para grandes plantas industriais da própria cidade o setor metalmecânico é um dos impulsionadores da economia na serra o município concentra mais de a manoel pimenta é o presidente do sindifer e vice-presidente da findes 150 empresas que são responsáveis pela geração de cerca de 15,5 mil empregos diretos e indiretos e faturamento anual superior a r 1,9 bilhões as empresas desse segmento fornecem mão de obra e matéria prima as empresas foram instaladas no município para ficar mais próximas às grandes plantas industriais sediadas na serra afirmou manoel pimenta presidente do sindicato das indústrias metalúrgicas e de material elétrico do espírito santo sindifer o fato de as empresas terem destaque nacional pelo alto nível tecnológico acaba contribuindo para que os empresários do setor metalmecânico consigam boas condições de competitividade diante de concorrentes de outros estados a demanda aumenta a cada dia e para garantirmos espaço no mercado é necessário investir em tecnologia e inovação único caminho para manter-se competitivo num mer cado globalizado diz luiz alber to souza carvalho vice-presidente do sindifer como prova da maturidade do setor metalmecânico as lideranças desse setor apresentam recorde de fornecimento de produtos e serviços 60,3 para a construção da oitava usina de pelotização da vale até agora o fornecimento local somam cerca de r 805 milhões esse alto índice de contratação local mostra a competência da indústria de base declara rusdelon rodrigues de paula diretor do sindifer gargalo um dos entraves do setor metalmecânico inclusive no município da serra é a falta de mão de obra qualificada a escassez de mão de obra capacitada prejudica a competitividade para amenizar esse problema as empresas investem cada vez mais na capacitação de seus profissionais declarou ma noel pimenta outro gargalo apresentado por as pequenas empresas do setor metalmecânico atendem as indústrias eles é o que denominam de apagão da mão de obra na área de engenharia no brasil de cada 50 estudante universitário apenas um cursa engenharia e a demanda por esses profissionais vem sendo cada vez maior no espírito santo o setor metalmecânico é um dos mais fortes e importantes da economia do estado com movimentação financeira de r 8 bilhões ao ano cerca de 17 do pib local e com um total.de 1.350 empresas o sindifer fundado em 1971 conta atualmente com 430 associadas.

[close]

p. 12

12 julho de 2011 vitÓria/es 11 anos seguranÇa a elkem-carboderivados bate recorde histÓrico cinco mil dias sem acidentes a empresa investe constantemente em segurança e saúde para manter o bom desempenho de toda a equipe u ma marca histórica foi alcançada neste mês pela elkem-carboderivados empresa do setor carboquímico voltada para o beneficiamento de piche e fracionamento de alcatrão de hulha a empresa ultrapassou a marca de cinco mil dias mais de 13 anos sem acidentes pessoais com afastamento esse é um exemplo a ser seguido pois como afirma o diretor executivo da empresa ernesto mosaner júnior a meta alcançada é o resultado de um trabalho contínuo adotado ao longo de todos esses anos investimos constantemente na promoção da saúde e segurança mas se não fosse o empenho o comprometimento e a competência de todos os nossos colaboradores provavelmente não teríamos um resultado como este diz o diretor a elkem está localizada no centro industrial de vitória civit i no município de serra e possui na unidade carboderivados 55 funcionários que colocam em prática diariamente os ensinamentos relacionados às normas de segurança que são ministrados nos cursos e treinamentos de saúde e segurança essa marca foi precedida pelos significativos marcos de termos ultrapassado 1.000 dias sem acidentes por três vezes 1992 1996 2000 afir ma o diretor executivo a empresa segue o sistema de gestão integrado de acordo com a ohsas que estabelece a maneira pela qual os procedimentos internos de segurança devem fotos antÔnio moreira funcionários e diretor da empresa se reuniram para comemorar a marca histórica resultante do programa de saúde e segurança do trabalho ser seguidos para que os acidentes sejam evitados marcas como estas não ocorrem por acaso sendo fruto de um intenso trabalho de conscientização e de um não menos intenso empenho de todos os membros da família carboderivados que vem demonstrar mais uma vez o envolvimento e o nível de qualidade dos componentes desta grande família que sem dúvida são os grandes responsáveis por este sucesso informa ernesto mo saner júnior essa política se reflete no clima de euforia entre os funcionários como maria de lourdes martins bonifácio na empresa desde que esse recorde começou a ser conquistado há mais de 13 anos trabalhar aqui é maravilhoso e tenho orgulho de participar de um evento com o esse de cinco mil dias sem acidentes comemora simone amorim santoni silva expressa mesma opinião a empresa se preocupa não apenas na área de segurança mas investe no funcionário a fim de aprimorar seus conhecimentos e por isso me sinto privilegiada em trabalhar aqui assim também pensa o mecânico de manutenção davi mageski de freitas na empresa há 35 anos conseguimos essa marca com muito esforço de toda a equipe e principalmente o apoio da direção da empresa que investe maciçamente nos seus funcionários maria de lourdes mais de 13 anos sem ver um único acidente davi mageski o mecânico de manutenção tem orgulho da elkem empresa socialmente responsável a elkem-carboderivados adota uma série de medidas com o objetivo de diminuir os impactos ao meio ambiente e promover um desenvolvimento socialmente responsável É com esta preocupação que a empresa segue o sistema de gestão integrado de acordo com a iso 9001 2000 iso 14001 2004 e ohsas 18001 1999 os certificados são a garantia de que os critérios internacionais de qualidade exigidos estão sendo cumpridos desde 1992 a empresa é signatária do processo de atuação responsável com postura próativa nas questões ligadas à segurança e proteção ambiental com o intuito de promover um desenvolvimento sustentável além de praticamente anular a emissão de poluentes na atmosfera graças ao tratamento dos efluentes industriais antes que eles saiam da unidade a empresa capta toda a água das chuvas que cai sobre a indústria faz a descontaminação e a reutiliza para o aproveitamento próprio também são realizadas ações em prol do desenvolvimento cultural no município de serra como o projeto colorir inserido nas escolas municipais daquela cidade a iniciativa visa contribuir para formação de uma consciência cidadã e melhoria do processo educacional e assim gerar um maior entrosamento dos alunos na escola nos seus lares e comunidades nos últimos anos o projeto educacional vem se consolidando tanto que no início do programa implantado na escola serra dourada i onde haviam 980 alunos matriculados o índice de evasão era alto entretanto logo no primeiro e segundo ano do projeto a evasão caiu para zero o que é a especificação ohsas a especificação ohsas 18001 é um referencial que contém requisitos para sistemas de gestão segurança higiene e saúde no trabalho desenvolvida em conjunto por um grupo de organismos de certificação internacionais organismos de normalização nacionais e outras partes interessadas permite às organizações gerir riscos operacionais e melhorar a sua performance orienta a gestão dos aspectos de segurança higiene e saúde no trabalho das atividades e dos negócios de forma mais eficaz tendo em grande consideração a prevenção de acidentes redução de riscos e o bem-estar dos colaboradores benefÍcios a ohsas demonstra o seu compromisso com a segurança higiene e saúde no trabalho permite melhorar significativamente a eficácia das operações internas e consequentemente reduzir acidentes riscos e períodos de paragem a segurança do colaborador e a qualidade do ambiente de trabalho são significativamente melhoradas porque os objetivos e as responsabilidades são definidos e todos os colaboradores são preparados para lidar de forma eficaz com quaisquer riscos futuros simultaneamente a especificação ohsas 18001 assegura a conformidade com os atuais requisitos legais reduzindo o risco de sanções e ações judiciais produção diversificada a elkem-carboderivados é uma indústria carboquímica cuja produção pode ser classificada em três grandes grupos piches naftaleno e óleos especiais a unidade ocupa uma área de 200 mil m² sendo 60 destinada à preservação da fauna e flora nativas da região a empresa foi pioneira na produção do piche esteroidal o que facilitou o processo de fabricação de materiais refratários como cerâmica vidro e tijolo diminuindo os riscos de acidentes após passar por outros processos industriais a produção de metil naftaleno chega ao consumidor final em forma de inseticidas desodorantes sanitários e defensivos agrícolas já os óleos podem ser utilizados para o tratamento e preservação da madeira e também servir de insumos para a fabricação de desinfetantes fenol refinado cresóis e xilenóis.

[close]

Comments

no comments yet