Jornal Empresários

 

Embed or link this publication

Description

Edição Junho/2011

Popular Pages


p. 1

polo de vila velha pÁgina 14 vitÓria pÁgina 13 jornalismo pÁgina 4 suppim nega especulação preço do lote chega a r 450 por m² beira mar tem 36 semáforos excesso de sinais retém o fluxo de veículos off mídia o bastidor da notícia com eustáquio palhares ano xii nº 138 www.jornalempresarios.com.br junho de 2011 depois de superar dificuldades geradas pela falta de planejamento o prefeito neucimar fraga trabalha para transformar vila velha em um novo polo de desenvolvimento econômico do estado priorizando a mão de obra local em entrevista exclusiva ao jornal empresários ele fala das principais ações páginas 8 e 9 empresas emprego e ren da legislaÇÃo pÁgina 7 e editorial siderurgia pÁgina 10 a 4ª usina da samarco a empresa vai produzir 30,5 milhões de toneladas/ano de pelotas de minério de ferro débito trabalhista tem nova exigência o senado aprovou o estabelecimento de uma certidão negativa que as empresas serão obrigadas a apresentar que amplia o volume de documentos obrigatórios.

[close]

p. 2

2 junho de 2011 vitÓria/es 11 anos carlos amorim polÍtica econÔmica antonio delfim netto contatodelfimnetto@terra.com.br terras raras oltou a ocupar espaço na mídia esta semana o problema do virtual monopólio chinês na produção e comercialização das chamadas terras raras um conjun to de minerais também denominados elementos químicos-metálicos que contém insumos fundamentais das novas tecnologias dos equipamentos de comunicação de geração e transmissão da energia alternativa ao petróleo como as turbinas eólicas baterias elétricas de automóveis etc no brasil afloraram notícias sobre a localização de jazidas daqueles elementos no nordeste e em território maranhense enquanto no mundo há uma verdadeira corrida de mineradoras para novos projetos há pouco mais de 30 anos os eua eram o maior produtor mundial e tinham o domínio absoluto do mercado de terras raras os chineses usando mão de obra barata métodos primitivos e incentivos apropriados perceberam que havia uma oportunidade a vista dos altos custos da produção americana e investiram para aumentar a sua oferta a preços que eliminaram a competição o mercado revelou sua miopia e oportunismo transferiu toda a sua demanda para a china os chineses aperfeiçoaram a tecnologia da produção organizaram-na e mantiveram seus incentivos hoje garantem mais da metade da produção mundial e respondem por 97 da oferta nos mercados controlam a sua exportação com quotas que vêm diminuindo para reservá-lo para uso doméstico o que lhes dá vantagem competitiva nas tecnologias de última geração olhado superficialmente o v editorial democracia ou autoritarismo em ter muita coisa para fazer o senado acaba de aprovar projeto de lei estabelecendo a certidão negativa de débitos trabalhistas já aprovada pela câmara dos deputados que vai agora à sanção da presidente dilma rousseff de acordo com a justificativa para aprovação da medida a certidão é uma forma de agilizar os processos trabalhistas que se encontram em fase de execução e visa pressionar as empresas para o cumprimento das decisões tomadas pelo poder judiciário sem essa certidão as empresas com processo na justiça do trabalho não poderão participar de licitações É que esse setor do judiciário não possui mecanismos de coerção e estímulo para que o devedor pague uma dívida irreversível olhando-se por esse prisma nada mais justo portanto o projeto de lei aprovado já que beneficia os trabalhadores hoje segundo dados oficiais de cada 10 trabalhadores que ganham ação trabalhista na justiça só três recebem seu crédito a medida porém antes de ser colocada em prática precisa de muita reflexão porque acaba por vezes prejudicando o empresá s rio que para pagar a dívida precisa de investimentos e não pode ficar sujeito aos entraves que a nova lei criaria isso porque não se pode jogar para o setor empresarial a solução de problemas que pertencem ao judiciário emperrado por uma estrutura velha e excessivamente burocrática com a medida joga-se mais um pouco de massa na estrutura já excessivamente burocratizada do estado brasileiro a impor a seus cidadãos normas que muitas vezes contrariam a própria constituição porque cria empecilhos ao direito de defesa essa atitude torna ainda mais atual o pensador alemão max weber o grande analista da burocracia que mostra que por trás de uma ação com cara de democracia muitas vezes se colhem resultados fechados e autoritários a consolidação das leis trabalhistas clt necessita urgentemente de alterações sendo um dos pontos de destaque a execução das sentenças cabe portanto ao poder judiciário a instituição de mecanismos visando o seu bom funcionamento mas isso sem ferir preceitos constitucionais como o direito de defesa que não pode ser impedido sob qualquer justificativa sabe-se que o débito trabalhista está definido como a falta de pagamento de obrigações estabelecidas em sentença condenatória da justiça do trabalho transitada em julgado assim como daquelas constantes no termo de ajuste de conduta celebrado perante o ministério público do trabalho ou de termo de acordo firmado perante comissão de conciliação prévia a adoção da certidão negativa sem uma profunda reflexão sob re sua aplicação poderá prejudicar o empresariado em seu direito de defesa e gerar prejuízos em seus investimentos a certidão deverá ser exigida de empresa também nas hipóteses de recebimento de benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios na alienação ou oneração de bem imóvel e no registro de alterações da empresa a certidão também será exigida quando houver a averbação de obra de construção civil no registro de imóveis cerca-se dessa forma todo o setor empresarial de uma forma autoritária e sem uma justificativa plausível a não a de querer parecer bem junto à massa de trabalhadores fato parece sugerir que os dois os agentes competitivos nos eua e o estado chinês agiram racionalmente os pri meiros reduziram seus custos o segundo deu emprego à sua mão de obra excedente logo tudo pareceria que ía terminar no melhor dos mundos a não ser que entre seus inegáveis talentos deng xiao ping tivesse também o de conhecer o futuro é difícil explicar porque ele disse em plena crise do petróleo nos anos 80 os senhores têm o petróleo mas a china tem as terras raras É absolutamente legítimo e economicamente correto estimular atividades onde a dimensão do mercado interno presente ou futuro permite a absorção de tecnologia capaz de construir num prazo razoável vantagens comparativas para que seus produtos possam competir no exterior sem a ajuda do estado indutor o fundamental é a existência da capacidade para absorver a tecnologia de ambientála no estado da arte e principalmente ter a perspectiva de segura demanda interna futura sem esta última o incentivo necessário para o início do processo tem pouca probabilidade de sobreviver deveria ser óbvio que os estímulos chineses taxa de câmbio desvalorizada taxa de juros muito baixa e amplo crédito para exportação oferecidas a quem investir localmente e transferir tecnologia têm funcionado com sucesso porque ela é o mais apetitoso mercado interno do mundo e o mesmo vai repetir-se com a Índia antonio delfim netto é professor emérito da fea-usp ex-ministro da fazenda agricultura e planejamento É publicado por nova editora empresa jornalística do espírito santo ltda me insc municipal 1159747 cnpj 09.164.960/0001-61 endereço rua ferreira coelho 330 sala 613 edifício eldorado center praia do suá vitória espírito santo cep 29052-901 diretor e jornalista responsável diagramação marcelo luiz rossoni faria rossoni@jornalempresarios.com.br colaboradores contato comercial márcio carreiro fernandes redacao@jornalempresarios.com.br antonio delfim netto décio barcelos jane mary de abreu comercial@jornalempresarios.com.br representante df go e to bueno comunicação ltda francisco bueno fbueno@buenocomunicacaodf.com.br srtvs qd 701 bloco o sala 658 asa sul brasília-df cep 70.340-000 e-mail jornal@jornalempresarios.com.br site www.jornalempresarios.com.br telefone 27 3224-5198 impressão gráfica jep 3198-1900 editor roberto junquilho editor@jornalempresarios.com.br repórter fotográfico antônio moreira primeira via andreia pegoretti reportagem telefones 27 3224-5198 27 9999-2958 telefone 61 3223-6999 as opiniões em artigos assinados não refletem necessariamente o posicionamento do jornal.

[close]

p. 3

11 anos vitÓria/es junho de 2011 3

[close]

p. 4

4 junho de 2011 vitÓria/es 11 anos off mÍdia pressão a pressão por estádios e intervenções urbanas que aparelhem satisfatoriamente as cidades sedes da copa 2014 está dando panos pra mangas paira a suspeita de que as providências estão sendo deliberadamente retardadas para depois ganharem caráter de urgência atropelando os controles essenciais da boa gestão pública há também os que defendem uma flexibilização da lei 8666 o grande marco regulatório de concorrências e licitações públicas porque ela se restringe à consideração do preço e nem sempre o menor preço garante tanto a qualidade como mesmo só a entrega do serviço ou obra aliás muito antes da história da copa esse questionamento está rolando eustáquio palhares eustaquio@iacomunicacao.com.br importância a produção de alimentos orgânicos prospera lenta e gradualmente com o setor buscando se organizar a expectativa é de que os produtos mais do que uma gôndola venham um dia a ter um supermercado exclusivo luiz toniato presidente da chão vivo acha que o setor experimentará um bom impulso com a instalação de uma central de apoio à comercialização o órgão deverá monitorar produção e demandas em tempo real permitirá a transferência de excessos de determinados locais para outros onde se registra escassez por pressão da demanda crédito marco azevedo do conjunto flamboyant/aquamania renitente estudioso do turismo e suas tendências acha que o centro cultural que a findes erguerá no topo do seu edifício com um restaurante de 360º é uma modesta contribuição que a entidade oferece ao turismo o turismo demanda 52 atividades a maioria industrial e de cada r 100,00 investidos no setor cerca de 70 são transferidos em encomendas à indústria a findes aliás instalou recententemente o seu comitê de economia criativa uma pauta extremamente atualizada que trabalha com a geração de valor em ativos intangíveis sejam registros culturais artísticos design e afins antÔnio moreira descarte o estádio de joanesburgo modernoso erguido para a copa de 2010 será demolido tornou-se um elefante branco com um custo de manutenção alto o que recomenda a sua derrubada portugal está fazendo o mesmo com um estádio construído especialmente para a eurocopa papel É incrível mas as pesquisas de fluxo turístico do espírito santo em qualquer temporada não creditam mais 3 do volume à compra do destino através de agências de viagens tipo do busines por sinal que está com os dias contados a partir da possibilidade de compras pela internet quem é do ramo mesmo certamente vai se virar como consultor disponibilizando um conhecimento de roteiros e destinos que sempre pode agregar valor à viagem do cliente não se trata apenas da funcionalidade da opção a diferença de preços é impressionante via a breve inauguração de três concessionárias uma audi uma bmw e uma harley davdson na reta da penha consolida a imagem da via como a avenida paulista de vitória precocemente degradada pela construção da sede da petrobrás que parece ter atropelado princípios elementares de impactos urbanos ao erguer uma instalação daquele porte em uma área urbana de tal densidade vá saber os bastidores de uma transação dessa fosse implantada na periferia metropolitana poderia revitalizar áreas distantes enobrecendo-as e valorizando-as excesso analistas consideram de quatro para um a relação entre o volume de imigrantes atraídos para cada uma oferta de emprego se as obras de implantação de siderúrgicas e mineradoras projetam um contingente de 30 mil pessoas mobilizadas no pico das construções permanecendo uns 30 que eventualmente serão aproveitados nas operações e manutenções industriais tem-se aí uma população de 120 mil pessoas que incharão a densidade demográfica do sul do estado claro que com tanto progresso tanta renda decorrente de salários e impostos o setor público estará folgadamente aparelhado para prover as políticas públicas de educação saúde transportes saneamento segurança e controle ambiental alheamento o potencial de mobilização das redes sociais ainda está por ser apropriado de modo mais constante até que a conectividade passe a ser o grande dado social permitindo não apenas as manifestações como a comunicação em vários sentidos isso logo logo colocará a tradição política em cheque como ficará a representação política se conectado o cidadão pode opinar e expressar a sua própria vontade o que não se viu alias por falta de hábito compreendese ­ nas discussões sobre temas importantes como o kit gay o novo código florestal.

[close]

p. 5

11 anos vitÓria/es junho de 2011 5

[close]

p. 6

6 junho de 2011 vitÓria/es 11 anos legislaÇÃo lei criada para facilitar tem efeito contrÁrio complicações do supersimples o regime especial de arrecadação tributária traz problemas para a maioria dos dirigentes empresariais ão funciona como era esperado esse é o entendimento de grande parte de empresários que aderiram ao simples nacional ou super simples em vigor desde 2007 com o objetivo de aprimorar a lei complementar 123 de 14.12.2006 que trata do estatuto nacional a microempresa e da empresa de pequeno porte o simples é um regime especial unificado de arrecadação de tributos e contribuições devidos pelas microempresas e empresas de pequeno porte que vem apresentando uma série de distorções em prejuízo para os empresários não houve até o presente momento tratamento creditício adequado às micro e pequenas empresas e mesmo a incidência de iof imposto sobre operações de crédito e financeiras perfaz-se nas mesmas bases e alíquotas das grandes empresas afirma o ad vogado tributarista aloízio munhão filho do escritório cardoso guimarães advogados associados de vitória para ele não se pode concordar com os argumentos de que a opção pelo simarquivo/je n antÔnio moreira alerta de especialista o fato concreto é que a opção pelo denominado simples nacional não deve prescindir de análise cuidadosa das variáveis atinentes ao negócio objeto da escolha não obstante necessário reconhecer que a legislação complementar atinente ao simples nacional dispõe sobre outros aspectos a saber compras governamentais específicas para empresas enquadradas incentivo ao associativismo como forma de viabilizar negócios fiscalização primariamente orientadora todavia nos aspectos tributários o planejamento é fundamental antes da escolha o ponto fundamental que tangencia os aspectos tributários da legislação do simples nacional diz respeito ao instituto da substituição tributária no âmbito do icms e por via de conseqüência os malefícios que tal prática acarreta na formação dos preços dos negócios não obstante a defesa incontinenti do instituto pelas administração tributárias estaduais as empresas enquadradas no simples nacional excluem da base de cálculo de sua receita bruta as compras cujo icms tenha sido objeto de substituição tributária somando-se a isso o fato de não poderem excluir do custo de seus estoques o crédito nas compras de mercadorias e insumos que não sofrem a incidência da substituição tributária com efeito o estado de são paulo principal produtor de manufaturas e insumos da federação caminha para tornar o icms tributo monofásico ou seja a maioria das cadeias produtivas a partir daquele estado são tributadas desta forma e sabemos que o espírito santo tem forte relação com são paulo como de resto toda a federação brasileira aloízio munhão filho advogado contador com mestrando em planejamento tributário é do escritório cardoso guimarães advogados associados as distorções do simples nacional atingem as micro e pequenas empresas no momento de calcular o imposto ples nacional seja a panacéia dos pequenos negócios munhão filho afirma ao compararmos a antiga lei do simples federal nº 9.317/96 em números absolutos houve um significativo aumento das alíquotas médias em face do faturamento das empresas enquadradas tais efeitos decorrem da situação concernente à base de cálculo dos cinco anexos da lei vale dizer a aplicação das alíquotas constantes das tabelas de cada setor de atividade econômica têm como referência o somatório do faturamento dos últimos 12 meses exceto o próprio mês de competência nesse passo dependendo da escala de faturamento médio a alíquota média poderá ultrapassar os percentuais do lucro presumido ou lucro real na indústria as contingências e inconsistências potencializamse as empresas enquadradas no simples não geram créditos salvo se a venda for para industrialização ou comercialização e ainda assim circunscrita ao montante dos valores efetivamente recolhidos a titulo de icms esclarece o tributarista e mais os preços médios daquelas empresas que adquirem produtos de indústria enquadrada no simples nacional serão maiores do que as que não adquirem face ao fato da flagrante cumulatividade na aquisição de matérias primas materiais auxiliares e insumos em geral pela impossibilidade como regra do creditamento dos tributos incidentes nas etapas anteriores da cadeia produtiva a lei complementar 123 veda a possibilidade de utilização de incentivos fiscais por parte das micro e pequenas empresas textualmente obstando a possibilidade de crescimento incentivo de forma direta dos pequenos negócios o advogado alerta para os perigos na hora da opção muito cuidado no momento da opção tributária o simples nacional tem meandros próprios sobreleva-se em uma espécie de hibrido tributário com incentivos para alguns aspectos e cadeias produtivas e desincentivo econômico em muitas situações empresariais aloízio munhão filho diz que é preciso ter cuidado na hora da escolha

[close]

p. 7

11 anos legislaÇÃo empresas precisam do documento para participar de licitaÇÕes vitÓria/es junho de 2011 7 criada certidão de débito trabalhista o projeto visa agilizar os processos na área da justiça do trabalho em todo o país s senadores aprovaram na sessão do dia 15 de junho um projeto de lei para dar mais efetividade ao cumprimento de decisões judiciais em favor dos trabalhadores o pls 77/02 cria a certidão negativa de débitos trabalhistas documento que demonstrará se a empresa deixou de cumprir decisão judicial na esfera trabalhista e que será exigido de instituições que queiram participar de licitações e contratar com a administração pública a proposta segue agora pa mais um documento a certidão negativa de débitos trabalhistas caso seja sancionada pela presidente dilma rousseff vem somar-se a uma série de documentos necessários ao desenvolvimento das atividades empresariais atualmente são exigidos das empresas os seguintes documentos cartão de cnpj certidão certidão negativa de tributos federais certidão negativa da união o ra sanção presidencial pela legislação atual a empresa precisa ter as contas em dia com a previdência social e com o fundo de garantia por tempo de serviço para participar de uma licitação com a sanção da proposta também será exigida a certidão que comprove que está em dia com as decisões da justiça do trabalho na emissão da certidão serão consideradas apenas as decisões judiciais definitivas não sujeitas a recurso desse modo que os empregadores que estiverem recorrendo da decisão judicial poderão obter sua certidão negativa o objetivo é dar mais efetividade aos direitos dos trabalhadores e prestigiar as empresas que estão em dia com os direitos dos trabalhadores o secretário de reforma do judiciário do ministério da justiça marcelo vieira destaca que a iniciativa resgata a dignidade do trabalhador à medida que incentiva a quitação dos débitos É uma forma de se fazer cumprir a decisão judicial e contribuir para desafogar o judiciário afir ma o secretário no cálculo de custos e benefícios ­ avalia vieira ­ deixaria de ser economicamente vantajoso para a empresa descumprir a legislação trabalhista sob pena de não mais contratar coma administração pública segundo dados do tribunal superior do trabalho de 100 processos que chegam à execução só 31 trabalhadores recebem o valor devido a proposta aprovada pelo senado federal faz parte do ii pacto republicano de estado assinado pelos chefes dos três poderes em abril de 2009 negatgiva de débitos para com a fazenda pública estadual certidão de regularidade de tributos municipais do município de origem certidão negativa de débitos do inss ­ previdência social certidão de regularidade do fgts crf contrato social consolidado certidão negativa de falência concordata no caso de procuração cópia da ci e cpf do representante crédito trabalhista o superior tribunal de justiça stj reafirmou o entendimento de que nos processos de recuperação judicial compete ao juízo da recuperação decidir sobre o pagamento de créditos trabalhistas a justiça do trabalho nesses casos é competente apenas para julgar as questões relativas à relação trabalhista e apurar o crédito respectivo não podendo determinar a alienação ou disponibilização do ativo da empresa para satisfazer os reclamantes a segunda seção desta corte reconhece ser o juízo onde se processa a recuperação judicial o competente para julgar as causas em que estejam envolvidos interesses e bens da empresa recuperanda inclusive para o prosseguimento dos atos de execução ainda que o crédito seja anterior ao deferimento da recuperação judicial disse o ministro luis felipe salomão.

[close]

p. 8

8 vila velha as aÇÕes da prefeitura jÁ comeÇam a dar resultados positivos 11 ano neucimar atrai empresas e depois de superar problemas como a falta de planejamento o prefeito trabalha para inserir o município definitivamente o prefeito neucimar fraga mantém frequentes contatos com empresários e técnicos de vários setores para implementar novos projetos prefeito de vila velha neucimar fraga pretende transformar o município em novo polo de desenvolvimento econômico do espírito santo agora chegou a vez de vila velha afirmou ele durante en trevista ao jornal empresários relacionando uma série de projetos ousados onde estão priorizados a geração de emprego ampliação da receita e programas visando atrair novos empreendimentos para o município jornal empresÁrios de que forma as ações da prefeitura para maior crescimento econômico vão ampliar o nível de emprego no município neucimar fraga estamos falando de expansão econômica do município de vila velha durante muito tempo vila velha foi considerada uma cidade dormitório e isso porque seus moradores têm que deixar sua cidade para procurar emprego em outra cidade e isso acarreta uma série de problemas pois eles têm que se deslocar têm problemas com trânsito e isso acarreta prejuízos à sua saúde estamos trabalhando para que a cidade possa se sustentar eco o nomica e socialmente e quando nós falamos em situação econômica em novas oportunidades de investimento estamos falando da geração de renda da geração de receita e estamos falando também da geração de emprego da geração de oportunidades esse cenário é para agora ou para o futuro a expectativa nossa é que nesse novo momento a cidade está vivendo se reflita no dia a dia das pessoas e já estamos percebendo que com a expansão da construção civil já sentimos falta de mão de obra faltam pessoas pra trabalhar um exemplo é na região de terra vermelha onde somente um empreendimento está precisando de mil pessoas pra trabalhar e até agora só conseguimos 500 depois de dois meses de muito esforço estamos falando da construção civil e nós temos hoje em construção na cidade mais de dois milhões de metros quadrados e esses números vale destacar representam 140 mil metros quadrados de salas comerciais e isso é geração de emprego porque cada apartamento com 100 metros quadrados gera um emprego e cada sala comercial com 27 metros quadrados gera dois empregos então 140 mil metros quadrados equivalem a quase oito mil novos empregos na cidade e estas salas estão em construção nós estamos visando a geração de emprego na implantação na construção e estamos falando de quase 10 mil novos empregos com a construção dos prédios residenciais e também das salas comerciais com a intensificação das atividades portuárias da expansão industrial iremos agregar valores em algumas profissões que estavam sendo remuneradas muito abaixo do mercado e que estão sendo valorizadas como arquitetos engenheiros analistas topógrafos agrimensores então a partir de agora vila velha deixa de ser exportadora para ser importadora de mão de obra eu acredito que em alguns setores nós já importamos mão de obra e também estamos preocupados com isso assim vamos qualificar a mão de obra com parcerias com o senai ministério do trabalho instituto federal do espírito santo ifes ­ antiga escola técnica ­ que vou inaugurar agora no segundo semestre no bairro soteco vila velha era a única cidade do espírito santo com mais de 100 mil habitantes que ainda não tinha uma escola técnica vai ser mais uma ferramenta de qualificação de mão de obra na cidade nós temos que nos preparar para esse crescimento e estamos preocupados com isso além de gerar emprego estamos trabalhando para requalificar a mão de obra existente na cidade qual a projeção do impacto que isso vai gerar na receita do município já estamos sentindo esse impacto uma elevação significativa na receita de 2009 até 2011 com a organização administrativa que implantamos na cidade com investimentos na área de tecnologia da informática já percebemos uma elevação da receita que em 2009 foi de r 412 milhões e no orçamento de 2011 está prevista uma arrecadação de r 624 milhões e a julgar pela receita do primeiro semestre de 2011 a nossa expectativa é que se a receita se comportar da mesma forma que se comportou no primeiro semes tre é que nós poderemos chegar a quase r 650 milhões de receita no final deste ano mas com os novos investimentos com novos negócios que estão sendo atraídos para a cidade nós temos certeza que podemos duplicar a nossa receita e nos próximos quatro anos ultrapassaremos r 1 bilhão de receita a partir de 2015/16 existem mecanismos de atração para novas empresas quais os principais sim existem aprovamos recentemente uma lei na câmara que cria incentivos para atrair novas empresa e para empresas já existentes porque não é justo que os incentivos sejam somente para novas empresas enquanto que as existentes sejam esquecidas então o programa de incentivos apóia as empresas que chegam mas também garante a redução de iss itbi iptu e vamos implantar agora no segundo semestre um projeto chamado cidade empresarial que é um condomínio fechado principalmente de empresas não poluidores que tenham suas atividades voltadas para o setor de serviços que estarão localizadas na mesma área com

[close]

p. 9

os vitÓria/es junho de 2011 9 e prioriza emprego e renda na agenda de desenvolvimento econômico do estado do espírito santo redução de custos com segurança por exemplo em uma área dotada com praça de alimentação agência bancária e outros serviços estas empresas terão também uma tarifa de iss diferenciadas além de iptu diferenciado dois shoppings serão construídos e um terceiro passa por ampliação em vila velha qual é a expectativa de emprego e renda com esses dois empreendimentos É importante destacar que como diz o ditado popular uma mão lava a outra na economia também é assim um investimento puxa outro e com tudo isso que estamos trabalhando que estamos planejando para o futuro da cidade desperta o interesse de homens de visão e nós temos muitos homens desse tipo em vila velha e no estado do espírito santo que veem oportunidades de negócios a fase que estamos vivendo neste momento a expansão da economia faz com que alguns projetos comecem a sair da gaveta e vários deles que não tinham viabilidade econômica no passado começam a virar realidade.estamos falando de crescimento do aumento do número de salas comerciais e isso envolve um universo de pessoas que vão precisar almoçar de ir ao consultório médico perto de sua casa de uma banca de advogado então um investimento puxa outro portanto esses shoppings vão contribuir muito para a geração de emprego e com o aumento da renda do município vão ser mais duas novas âncoras de desenvolvimento da cidade o senhor diria que chegou a vez de vila velha demoraram 476 anos para a gente poder anunciar que chegou a vez de vila velha chegou a vez de o povo canela verde ser inserido integralmente na agenda de desenvolvimento do estado do espírito santo quais os gargalos a serem superados já estamos superando vários gargalos e o principal deles é a falta de planejamento pois a cidade não se preparou para o crescimento que vive o brasil ao assumir o governo reunimos nossa equipe para discutir e elaborar projetos e descobrimos que vila velha tinha a ausência de muitas ferramentas uma delas um código ambiental era um gargalo em vila velha pois as empresas até de pequeno porte dependiam de um código ambiental do iema porque a cidade não tinha um e isso impedia a implantação de empresas isso nós já resolvemos e vila velha hoje já faz licenciamento próprio e isso é muito importante para o município também já regulamentamos através de um decreto o alvará de funcionamento que agora é de três anos as empresas não precisam fazer a renovação todo ano e isso dá segurança na área jurídica para as empresas assinarem seus contratos e desenvolverem suas atividades sem prejuízo para os seus negócios outro entrave muito grande era a nossa legislação que era muito rígida nós também não tínhamos um plano diretor de drenagem e vila velha sofre muito com alagamentos então estamos enfrentando todos esses problemas atualizando nosso código de posturas para que possamos urbanizar a cidade outro dado importante relacionado com um problema que estamos vencendo é a questão da mobilidade urbana vila velha durante os últimos anos foi ocupada de forma desordenada e isso trouxe um sério prejuízo na mobilidade urbana então com novos projetos novas intervenções em parceria com os governos estadual e federal estamos construindo a alça da terceira ponte já construímos o viaduto da lindemberg sobre a darly santos estamos revitalizando toda a rodovia carlos lindemberg que é o eixo econômico do município vila velha tinha um dado interessante era a única cidade do litoral do espírito santo que não tinha ligação direta com a br 101 hoje com a rodovia leste oeste estamos trabalhando essa ligação e isso vai facilitar o escoamento das mercadorias tabelas números de vila velha populaÇÃo 414.586 habitantes Área 212,392 km² densidade demogrÁfica 1.951,99 ha educaÇÃo 46 mil alunos e três mil professores fazem parte da rede de ensino infantil e fundamental bitantes por km² incidÊncia da pobreza 21,07 distritos vila velha argolas ibes jucu e são torquato orçamento crescimento o iss cresceu 36 sobre 2009 com r 91 milhões arrecadados o iptu aumentou 16 em 2010 itbi cresceu 63 relativamente ao ano anterior tributos re município quer porto de águas profundas o município de vila velha pode sediar um superporto para a movimentação de contêineres e cargas gerais neste mês o gerente de projetos do porto de roterdã na holanda marc evertse participou de uma apresentação do porto de Águas profundas do espírito santo o porto permitirá atracação de navios de grande porte com calado de até 23 metros segundo o prefeito neucimar fraga o projeto é inovador uma vez que o terminal ficará a três quilômetros da costa na altura do bairro interlagos na grande ponta da fruta a distância da costa é que permitirá atracação de navios capaz de receber maior volume de carga após assistir a apresentação o gerente do porto de roterdã mostrou-se interessado em intensificar as conversações visando investir no município o porto de roterdã um dos maiores do mundo está se ceita tributária municipal aumentou 32,58 em 2010 em relação a 2009 receita orçamento da prefeitura para 2011 r 802.534.901,00 frota tÁxi serviço de táxi é composto por 562 veículos muitos deles rastreados por satélite 100 guardas de trânsito concursados e 11 viaturas equipadas estacionamento trÂnsito estacionamento rotativo será implantado na glória e no centro com duas mil vagas Ônibus comitiva do porto de roterdã esteve reunida com o prefeito e empresários expandindo e o espírito santo passa a fazer parte de previsões de seus investimentos fora da holanda o porto projetado para vila velha terá uma zona de processamento para exportação zpe e a característica de um porto e polo industrial com localização privilegiada por estar próximo às duas rodovias federais br 101 e br 262 entre outras vantagens o investimento é de r 1 bilhão frota municipal de transporte coletivo 118 ônibus em 56 linhas terá 20 novos em 2011 e implantação de bilhetagem eletrônica

[close]

p. 10

10 junho de 2011 vitÓria/es 11 anos indÚstria regiÃo sul do estado amplia produÇÃo de minÉrio de ferro a nova usina será erguida na área da empresa localizada em ubu município de anchieta no sul do estado samarco inicia nova usina durante as obras deverão ser criados 13 mil postos temporários de trabalho com aproveitamento da mão de obra local om a previsão de investimentos da ordem de r 5 bilhões a samarco mineração pretende elevar a capacidade da produção de pelotas de minério de ferro das atuais 22,2 milhões de toneladas/ano para 30,5 milhões de toneladas/ano atingindo um crescimento de 37 o objetivo será alcançado com a construção da quarta usina de pelotização p4p em ubu município de anchieta que funcionará juntamente com um terceiro mineroduto que sairá de minas gerais até o porto de ubu com 400 quilômetros de extensão conforme o gráfico abaixo a empresa celebrou de forma simbólica o início das obras no dia 25 de maio em solenidade que contou com a presença do governador c renato casagrande prefeitos da região deputados e empresários a samarco busca um desenvolvimento que preserve o meio ambiente e quem acima de tudo estimule o desenvolvimento humano envolvendo as comunidades de seu relacionamento dentro da linha de ação social disse o presidente da samarco josé tadeu de moraes o projeto da p4p contempla a construção do terceiro concentrador na unidade de germano minas gerais a implantação da quarta usina de pelotização e a adequação do terminal portuário na unidade de ubu espírito santo e ainda uma terceira linha de mineroduto ligando as plantas industriais de minas gerais e do espírito santo as obras deverão estar concluídas em 33 meses o terceiro mineroduto passará por municípios em minas e no espírito santo e terá capacidade para transportar 20 milhões de toneladas/ano o terminal portuário de ubu que possui capacidade para escoar 23 milhões de toneladas/ano passará por adaptações que aumentarão sua capaidade operacional para 33 milhões de toneladas/ano absorvendo todo o escoamento da produção durante o pico das obras deverão ser criados 13 mil postos temporários de trabalho 4.100 na unidade germano em minas e 4.800 na unidade ubu e mais quatro mil nas cidades nas quais passará o mineroduto faz parte da política da samarco a contratação de mão de ora local des a empresa a samarco é uma das principais empresas brasileiras de mineração a quinta maior exportadora do país e a segunda maior empresa do mercado internacional de pelotas de minério de ferro fundada em 1977 a samarco possui clientes em mais de 15 países de quatro continentes e gera cerca de dois mil empregos diretos e aproximadamente o mesmo número de indiretos a samarco tem dois acionistas a vale e a bhp billiton brasil ltda cada uma com 50 de participação acionária possui duas unidades industriais localizadas em minas gerais e no espírito santo interligadas por dois minerodutos com 400 quilômetros de extensão além de um terminal portuário em ubu e dois escritórios internacionais em amsterdam na holanda e hong kong na china taca o presidente da empresa segundo ele serão adotados os mais elevados padrões de proteção ao meio ambiente para que os resíduos efluentes e emissões para a atmosfera sejam tratados por meio de criteriosos sistemas de controle.

[close]

p. 11

11 anos vitÓria/es junho de 2011 11

[close]

p. 12

12 junho de 2011 vitÓria/es 11 anos mata da praia o bairro tem o Índice de ocupaÇÃo de apenas 30 fotos arquivo/je localizado em uma das mais belas regiões do estado o bairro mantém os encantos de uma cidade do interior com praças parques e um clube privado a sustentabilidade mora aqui o bairro é formado por casas e apartamentos de alto nível com padrões indicados para preservação do meio ambiente planejamento inovador lançado há mais de 37 anos se mantém dentro dos padrões de sustentabilidade indicados por acreditados organismos da área privilegiando a qualidade de vida a partir da preservação do meio ambiente assim é o elegante mata da praia encravado na região da bela praia de camburi e em meio o à maior concentração de áreas verdes de vitória com ruas arborizadas e exclusivas para pedestres e preservação da vegetação nativa do local mata da praia possui características únicas na cidade uma delas é a distância mínima entre os prédios que deve ser de 16 metros o que garante ventilação abundante iluminação e maior privacidade as vias largas evitam a disputa por espaços entre os automóveis e contribui para um cenário de tranqüilidade e conforto o diretor do grupo mata da praia dacaza pedro zamborlini conta que desde o início houve a preocupação com o meio ambiente tanto foi assim que durante a implantação do empreendimento o material utilizado foi do lo com a área de mais de um milhão de metros quadrados a mata da praia fica na região de camburi cal naquele tempo a área estava degradada a mata da praia é considerado um dos endereços mais nobres de vitória.É formado por casas e apartamentos de alto padrão desde a sua criação em 1974 o bairro mantém os índices de ocupação sendo agregados várias opções de lazer como praças parques e clubes obedecndo ao projeto de um local para ser estritamente residencial concebido exclusivamente com recursos provenientes da iniciativa privada a prefeitura aprovou o projeto de urbanização da mata da praia através da lei municipal nº 2308 de 5 de junho de 1974 a partir de então foram definidos os limites do bairro que fica entre as avenidas fernando ferrari e dante michelini ao redor o bairro também conta com as avenidas adalberto simão nader desembargador dermeval lyrio carlos gomes de sá e rua rosendo serapião filho como limite com uma área total de quase 1,131 milhão de metros quadrados o bairro é dividido em quatro super quadras e 104 quadras composto por 1.566 lotes em 1984 o bairro foi entregue à prefeitura com toda sua infraestrutura concluída no mesmo pedro zamborlini é diretor de planejamento do grupo mata da praia dacaza ano foi instaurado o primeiro plano de diretor urbano de vitória que permitiu apenas a instalação de pequenos estabelecimentos comerciais no bairro como padarias e farmácias o diretor de planejamento do grupo mata da praia e dacaza pedro zamborlini acredita que a excelente posição da mata da praia se deve ao planejamento do bairro que foi criado para ser estritamente residencial há 30 anos o bairro mantém seu índice de ocupação em apenas 30 enquanto que em outros locais esse número varia entre 50 a 60 .

[close]

p. 13

11 anos mobilidade excesso de sinais contribui para mais engarrafamentos vitÓria/es junho de 2011 13 beira mar tem 36 semáforos especialista em trânsito aponta algumas falhas no sistema de sinalização eletrônica nas avenidas de vitória á excesso de semáforos e isso contribui para tornar o trânsito de vitória mais confuso a opinião é do professor da universidade federal do espírito santo ufes rodrigo rosa especializado em engenharia do tráfego que aponta várias falhas no gerenciamento desse sistema não apenas na capital mas em toda a grande vitória somente na avenida beira bar estão instalados nos dois sentidos da via 36 semáforos na avenida saturnino de brito na praia do canto a distância entre os semáforos chega a até 50 metros e na reta da penha no mesmo bairro há semáforos de 100 em 100 metros gerando engarrafamento e tumulto segundo rodrigo rosa o critério utilizado para a colocação de semáforos é mais político do que técnico ela cita um exemplo mais ou menos recente por que colocar um semáforo na entrada do sam s club na avenida beira mar pergunta ele para dar a resposta em seguida para facilitar a entrada de clientes do supermercado porque não existe nenhuma outra utilidade em um local já com muitos semáforos além disso ele condena o mau posicionamento dos semáforos em vitória e a ausência de monitoramento pode-se observar em vários trechos da cidade enormes filas de carros e nenhum pedestre passando na faixa indicada o que provoca engarrafamento e tumulto sem necessidade alguma afirma ele citando a as avenidas saturnino de brito e nossa senhora da penha na praia do canto dois dos locais com o trânsito mais tumultuado de vitória essa constatação é decorrente de análise realizada como matéria de aula por ele ministrada para alunos da ufes existe também a falta de sincronia entre os semáforos existentes e poucos equipamentos automatizados o que poderia ampliar a fluidez de veículos destaca rodrigo rosa para ele é necessária a adoção de medidas entre elas a contagem de tráfego e maior investimento para a abertura de novas vias de locomoção sobre a reativação do sistema de transporte aquaviário o professor ressalva que essa iniciativa poderá funcionar se as lanchas forem integradas ao sistema trtanscol caso contrário será um desastre porque os ônibus continuarão a trafegar pela terceira ponte diz além de contribuir para tornar o trânsito mais caótico o excesso de semáforos gera uma despesa significativa para as prefeituras cada sistema de sinalização custa entre r 40 mil a r 110 mil sobre esses valores deve ser colocado o custo com a manutenção h antÔnio moreira a falta de sincronia entre os semáforos é apontada como um dos grandes problemas

[close]

p. 14

14 junho de 2011 vitÓria/es 11 anos desenvolvimento o preÇo alto de Áreas em vila velha afastou todos os interessados suppin nega especulação imobiliária os empresários aprovaram as alterações no processo superintendência de polarização de projetos industriais suppin revogou decisão em vigor até este mês e passa a conduzir todo o processo de comercialização de áreas para implantação de empreendimentos industriais no estado o diretor geral da suppin carlos rafael informou que o conselho de administração da autarquia aprovou essa providência que exclui a intermediação de terceiros a medida foi adotada depois que legalize consultores associados empresa escolhida em licitação para desenvolver o processo de vendas no polo industrial de garanhuns em vila velha estabeleceu o preço do metro quadrado em mais de r 400 muito acima dos preços de mercado por esse motivo não houve comprador para as áreas disponibilizadas a autarquia nega no entanto qualquer especulação imobiliária envolvendo o preço dos terrenos ao anunciar o redirecionamento do papel da suppin que é fomentar o desenvolvimento criar emprego e gerar oportunidades o diretor-geral da au tarquia afirma que o preço dos terrenos serão reduzidos em até 50 para se adequar à realidao polo de guaranhuns próximo à rodovia darly santos possui uma área total de 907.498 m² a de do estado não podemos discutir critérios de avaliação e por isso não sei o que foi priorizado para chegar a esses valores homologados pela comissão de avaliação imobiliáriacaim do governo estadual e pelo conselho de administração da autarquia diz ele carlos rafael informa que todo o processo foi decorrente de uma reunião com empresários e representantes da prefeitura de vila velha com a aprovação do conselho de administração da suppin queremos imprimir maior velocidade aos processos de comercialização com total transparência a partir de agora os interessados deverão manter contato diretamente com a suppin por meio de carta de intenção os terrenos em polos da suppin podem ser financiados de forma exclusiva pelo banco de desenvolvimento do espírito santo bandes de acordo com informações passadas na reunião com empresários realizada este mês no mesmo encontro foram sanadas diversas dúvidas quanto a garantias para financiamento dos terrenos aumento de bonificações e prazos para instalação dos empreendimentos o preÇo dos lotes com 50 de abatimento lote lote 16 lote 17 lote 42 lote 49 lote 44 lote 45 lote 46 lote 47 Área 2.342,4 m² 1.800 m² 1.800 m² 1.800 m² 1.631,2 m² 1.619,12 m² 1.796,00 m² preÇo r 540.278,66 r 664.186,38 r 836.389,80 r 798.032,05 r 377.086,17 r 417.288,48 os objetivos da suppin a superintendência dos projetos de polarização industrial suppin é uma autarquia vinculada à secretaria de estado de desenvolvimento sedes criada em fevereiro de 1971 para oferecer suporte à emergente política governamental de industrialização do espírito santo em substituição ao modelo econômico agrário-exportador predominante até então a suppin estuda e planeja geograficamente as áreas ou regiões de desenvolvimento prioritário para efeitos de instalação e ordenação de investimentos empresariais notadamente os de caráter industrial cabe à instituição a identificação de medidas necessárias para a harmonização entre crescimento urbano e industrial buscando a localização apropriada de um conjunto de empresas em núcleos de polarização contribuindo para a interiorização do processo de desenvolvimento visando a dinamização da economia do estado a suppin desenvolve um trabalho de legalização fundiária aproximando-se de órgãos públicos e privados de fomento visando a geração de renda e de empregos e ampliação de empreendimentos estratégicos ao desenvolvimento do estado além da diversificação de atividades econômicas e implementação de projetos destinados a melhor embasar o setor produtivo do espírito santo a localização do polo entre rodovias é privilegiada

[close]

p. 15

11 anos saÚde ainda neste ano sai uma nova pesquisa vitÓria/es junho de 2011 15 estudo confirma excesso de poluição os dados servirão de base para a adoção de medidas de contenção s grandes plantas industriais instaladas na ponta de tubarão são responsáveis por uma terça parte da poluição atmosférica da grande vitória de acordo com dados contidos no inventário de fontes da grande vitória divulgados em maio pelo instituto estadual de meio ambiente e recursos hídricos iema segundo a medição a arcelormittal é responsável pela emissão de 55,8 do dióxido de enxofre so2 10,9 dos óxidos de nitrogênio nox e 44,7 do monóxido de carbono co2 despejado no ar da grande vitória a vale foi responsabiliza pela emissão de 36,9 da emissão de nox 4,4 do co2 e 14,1 de so2 estas substâncias são tóxicas a e capazes de provocar irritação e inflamação nas vias respiratórias reduzirem a capacidade do sangue no transporte de oxigênio e de diminuir as defesas do organismo relatório do projeto vigiar desenvolvido pelo ministério da saúde em parceria com as secretarias de saúde dos estados afirma que a baixa qualidade do ar apresenta um efeito nocivo à saúde com destaque para as doenças respiratórias e cardiovasculares a pretensão do iema é que será apresentado à população um estudo sobre o dna do pó preto mais grosso e encontrado em abundância nas casas da grande vitória essas análise estão sendo realizadas nos estados unidos e deverão ser divulgadas ainda neste ano já com relação às partículas respiráveis a pm 2,5 consideradas mais agressivas à saúde humana continuam sem prazo para serem classificados e quantificados a emissão dessas partículas é medida mas o volume permitido no estado através do conama é de 30 microgramas acima do recomendado pela organização mundial de saúde oms que é 20 o mais grave é que a legislação ambiental brasileira é da década de 80 quando a maioria dos estudos sobre os efeitos à saúde não havia sido realizada objetivos a ecosoft empresa responsável pela elaboração do inventário informa que os resultados do inventário objetivam dar subsídio ao avanço da quantifica as maiores indústrias permanecem como grandes fontes poluidoras ção e espacialização das principais fontes emissoras de poluentes atmosféricos da região da grande vitória aprofundando o conhecimento das matrizes emissoras de poluentes dos municípios de abrangência dessa forma será possível utilizar tal conhecimento em ferramentas adequadas que subsidiem a geração de informações necessárias à tomada de decisões concernentes às emissões atmosféricas e qualidade do ar da região .

[close]

Comments

no comments yet