Jornal Empresários

 

Embed or link this publication

Description

Edição Junho/2012

Popular Pages


p. 1

® do espírito santo ano xiii nº 150 www.jornalempresarios.com.br foto bruno de menezes junho de 2012 transporte pÁg 5 a primeira etapa do campeonato nacional de canoa havaiana que será realizado em vitória no dia 8 de julho tem o patrocínio do governo do estado prefeitura de vitória casamorada engenharia e o apoio da rede gazeta unimed Órbita sport center e inspire página 17 justiça obriga ceturb a licitar transcol a ação foi movida pelo advogado luís fernando moreira economia pÁg 6 foto arquivo je guerino diz que fim do fundap não afetará o desempenho do bandes para o presidente do banco guerino balestrassi a instituição ficará mais forte saÚde pÁg 15 empresa leva serviço hospitalar em domicílio a said-care possibilita a continuidade do tratamento hospitalar no domicílio do paciente e conta com profisionais especializados entrevista pÁg 10 e 11 neucimar fraga de olho no segundo mandato o prefeito de vila velha mostra realizações e os novos projetos serviÇo pÁg 9 foto arquivo je esporte nÁutico ganha patrocÍnio sebrae atende mais de 27 mil empresas para 2012 o órgão pretende dar assistência a 28.470 empresas melhorando a gestão de negócios economia pÁg 7 casagrande não impede queda na arrecadação do icms a redução ocorre desde o governo anterior segundo a secretaria da fazenda e o confaz.

[close]

p. 2

2 junho de 2012 vitÓria/es 12 anos carlos amorim polÍtica econÔmica antonio delfim netto contatodelfimnetto@terra.com.br objetivo saudável m toda proximidade das reuniões do conselho de política monetária temos tido a oportunidade de ler análises muito bem fundamentadas com sugestões ao banco central de como deveria proceder para conservar o juro básico no nível em que se encontrava ou quem sabe elevar um tantinho o patamar porque o seguro morreu de velho e ninguém pode garantir que num futuro próximo não tenhamos surpresas desagradáveis com a meta da inflação de uma forma geral os argumentos arrolados pelos brilhantes analistas dos mercados financeiros estão fora da realidade dos fatos não foi diferente nesta última semana de maio quando o copom decidiu reduzir a selic de 9.0 para 8.5 a menor taxa básica de juros desde que ela foi instituída no longínquo mês de julho de 1986 acontece que muitos analistas ainda não se convenceram que o nosso banco central tem hoje mais conhecimento da situação da economia mundial do que a maioria dos críticos de sua política há dificuldades gigantescas nos estados unidos onde a recuperação do crescimento tem sido muito lenta a eventual saída da grécia da zona do euro não será uma coisa tão simples como se imagina num momento em que o resto do mundo parece estar caindo aos pedaços fora do continente europeu a Índia já dá sinais claros de que seu ritmo de crescimento está murchando e a china que era a grande aposta de recuperação asiática já emite também os sinais de arrefecimento no ritmo de expansão da economia entrando numa faixa de controle mais baixo dos e editorial viés perigoso s denúncias do presidente do tribunal de justiça do espírito santo pedro valls feu rosa dando conta de um poderoso esquema de corrupção e favorecimento envolvendo lideranças políticas e empresariais do estado começam a tomar o viés da impunidade minimizadas que são por atitudes de atores importantes no cenário estadual como resultado a solicitação de uma força tarefa federal para apurar os fatos foi negada diplomaticamente pelo ministro da justiça josé eduardo cardozo o escândalo registrado em abril passado na prefeitura de presidente kennedy no sul do estado levou à prisão o prefeito reginaldo quinta e várias outras autoridades sob a acusação de um desvio de dinheiro público que se eleva a r 50 milhões a operação realizada pela polícia federal revelou fortes indícios de uma rede de fraudes em vários municípios do espírito santo envolvendo conhecidas lideranças o que levou o presi a dente do tribunal a solicitar ajuda federal com a recusa do ministro cardozo cabe agora ao ministério público e ao tribunal de contas com a colaboração da polícia federal esclarecer os fatos tornados públicos pelo desembargador feu rosa que desde a sua posse tem se pautado por atos direcionados a devolver a credibilidade ao poder judiciário o viés de descaso costurado por lideranças políticas junto ao ministério da justiça deveria reforçar em contrapartida o papel a ser desempenhado pelo ministério público representante legal da sociedade e a quem cabe a condução de investigações desse tipo deixar passar em branco as fortes denúncias do desembargador feu rosa é contribuir para que a impunidade se espalhe ainda mais ampliando o cenário de desconfiança para com os políticos que já toma conta do país como pode ser observado em campanhas que tomam conta das redes sociais vários artifícios são utilizados para encobrir as denúncias um deles é colocar o foco principal na prefeitura de presidente kennedy no prefeito reginaldo quinta e seus assessores a mídia é usada largamente através do noticiário diário e de analistas descompromissados com a realidade mas estreitamente ligados a grupos geradores de informações específicas o que leva a população a um desconhecimento dos fatos para que isso não aconteça todas as vertentes das denúncias têm que ser consideradas porque somente desse modo se chegará a uma dimensão maior da verdade o esquema de fraudes segundo o presidente do tribunal de justiça se estende a outros municípios e por sua gravidade não podem ser esquecidos para que a sociedade mude sua ótica para com a classe política e acredite que seus integrantes estão realmente voltados para os interesses coletivos se isso não ocorrer a democracia fica rota e a sociedade mais podre níveis de atividade para tentar fazer um pouso suave o que é provável mas não altera o fato que o mundo está murchando o brasil como parte do mundo está se posicionando para enfrentar as consequências dessa aterrissagem chegar a uma taxa de juro real próxima dos níveis internacionais ­ como vem defendendo a presidente dilma roussef ­ é um objetivo mais do que saudável ele é absolutamente necessário para uma melhor e mais eficiente organização produtiva geradora do crescimento econômico não tem nada a ver com as tentativas de criar um estado de guerra com o sistema bancário e sim com as restrições institucionais construídas pelos governos mas que hoje vão sendo superadas o nível da taxa de juros real não é uma constante da natureza o juro depende fundamentalmente das instituições que garantem a segurança do credor da evolução da política monetária e do comportamento fiscal dos governos o brasil está construindo agora as condições para libertar-se da taxa de juro teratológica produzida pelo desespero de alguns momentos e que se perpetuou pela cômoda política monetária que se seguiu É por isso que devemos apoiar a firme decisão do governo dilma de enfrentar o problema do juro real inicialmente com a mudança da política monetária e em seguida pela correção dos fatores que impediam a sua livre determinação antonio delfim netto é professor emérito da fea-usp ex-ministro da fazenda agricultura e planejamento É publicado por nova editora empresa jornalística do espírito santo ltda me insc municipal 1159747 cnpj 09.164.960/0001-61 endereço praça san martin 84 salas 111 e 112 edifício alphaville trade center praia do canto vitória espírito santo cep 29055-170 diretor e jornalista responsável marcelo luiz rossoni faria rossoni@jornalempresarios.com.br editor roberto junquilho editor@jornalempresarios.com.br contato comercial décio barcelos comercial@jornalempresarios.com.br telefones 27 3224-5198 27 9999-2958 site www.jornalempresarios.com.br telefone 27 3224-5198 impressão gráfica jep 3198-1900 diagramação liliane bragatto redacao@jornalempresarios.com.br repórter fotográfico antônio moreira colaboradores antonio delfim netto eustáquio palhares jane mary de abreu e josé dirceu e-mail jornal@jornalempresarios.com.br as opiniões em artigos assinados não refletem necessariamente o posicionamento do jornal.

[close]

p. 3

12 anos vitÓria/es junho de 2012 3

[close]

p. 4

4 junho de 2012 vitÓria/es 12 anos economia reduÇÃo de custos É o objetivo foto arquivo je empresas fretam ônibus para se livrar do vale transporte Ônibus particulares garantem ao trabalhador mais conforto segurança e pontualidade Ônibus do transcol sempre lotados roprietários de micro e pequenas empresas estão evitando o vale transporte considerado muito caro para a qualidade do serviço oferecido pelo transcol e contratam empresas de ônibus particulares para levar seus trabalhadores aos postos de trabalho os empresários levam em consideração itens como segurança conforto e pontualidade empresas terceirizadas da vale e de outros grandes grupos estão preferindo colocar seu pessoal diretamente nos locais de trabalho com essa prática reduzem o custo e evitam transtornos provo p cados pelo não cumprimento de horários o canteiro da vale na ponta de tubarão é um exemplo para ter acesso ao local de trabalho o trabalhador tem que pegar um ônibus do transcol e seguir para um terminal de lá ele apanha outro transporte para chegar até a guarita da vale fica mais fácil segundo empresários a contratação de uma empresa particular para a realização desse serviço que oferece mais conforto e segurança para o trabalhador além da pontualidade o coordenador comercial da empresa de transporte mar lim azul alan souza afirma que o volume dessas contratações está crescendo e para atender à demanda a empresa está realizando uma reengenharia em sua frota É mais fácil para o empresário poder contar com um serviço sem atropelos afirma alan problemas estudo realizado pelo instituto de desenvolvimento industrial do espírito santo ideies revela que os empresários preferem contratar pessoas residentes próximo do local de trabalho para reduzir custos pelo não fornecimento de vale transporte uma vez que o funcionário é estimulado a ir para o trabalho de bicicleta ou mesmo andando o estudo revela que a mobilidade do trabalhador da indústria com o transporte direto fornecido pelas empresas através de ônibus fretados atinge a 6.184 da arcelormittal tubarão na serra 3.800 da vale em vitória 695 da chocolates garoto em vila velha e 201 funcionários da arcelormittal em cariacica o contingente de trabalhadores também impacta enormemente a mobilidade urbana da grande vitória pois significa aproximadamente mais de 272 ônibus no sistema viário metropolitano esse tipo de transporte gera problemas no trânsito porque concentra todo o seu fluxo nos horários de entrada e saída do trabalho e ainda para piorar o impacto no trânsito seus deslocamentos coincidem com os horários mais sobrecarregados do sistema de transporte coletivo a pesquisa afirma que esse tipo de mobilidade na indústria representa quase 12 do total de trabalhadores do setor e o volume de veículos utilizados nesses deslocamentos sobrecarrega as vias da metrópole e deve ser considerado no planejamento e gestão do trânsito off mÍdia eustáquio palhares eustaquio@iacomunicacao.com.br chicago ainda é aqui espírito santo encena já há alguns anos uma farsa que remete à fábula da roupa invisível do rei a cena política é notoriamente dominada pelo poder econômico não que isso se diferencie do que parece ser a regra geral do brasil mas o que impressiona é a prevalência de versões que não conseguem mascarar ou encobrir os relatos cochichos ou desabafos à meia voz que dão conta de um estado aparelhado por grupos econômicos que se investem de donatários modernos que controlam os marionetes políticos não apenas políticos como também de autoridades que se colocando muitas vezes acima da lei ou mesmo valendo-se da eventual ambivalência da lei usam-na numa exegese de conveniência para dar curso a perseguições ou promoções de interesses inconfessáveis o macartismo instaurado até pouco tempo no estado assegurou a vigência de um absolutismo que transformava qualquer exercício elementar da crítica em uma evidência de conluio com o crime organizado ora o que rola nas redações mas não necessariamente nas publicações nos circuitos de uma massa críti o ca que diletantemente troca informações sobre tenebrosas transações sem se dispor a exercer qualquer arremedo de cidadania são descrições de falcatruas enriquecimentos abruptos que não condizem com as trajetórias dos personagens que protagonizam tais relatos o medo de retaliações inspira a conveniência das omissões das caras de paisagens que por isso mesmo transformam-se em covardes conivências os insistentes rumores de riquezas acumuladas instantaneamente no curto espaço de gestões à frente de setores públicos importantes mostram sua consistência na razão direta da ostensiva ­ e inexplicável ­ prosperidade de tais personagens se esses fatos estão ao alcance de pessoas medianamente informadas por que não inspiram a cívica indignação de quem de direito no sentido de apurá-los a omissão guarda relação direta viva com a conivência com o hipócrita jogo de formalidades onde o instinto da sobrevivência ou seja o medo de não se expor a retaliações amordaça qualquer ímpeto republicano o presidente do tribunal de justiça desafinou ousando atra vessar o coro dos submissos interessante é que sua atitude gerou suspeita até em observadores aparentemente neutros que judiciosamente tentaram ver nas atitudes do magistrado um comportamento suspeito de abrigar outros propósitos ciosos das formalidades tais críticos pontuam o que seriam um extrapolamento das funções do chefe do judiciário num contraste com tantas informações que lhes chegam mas que não merecem acolhida por serem rebaixadas à categoria dos boatos e reproduzindo sem qualquer criatividade um tosco expediente político sugerem que a autoridade estaria sendo motivada meramente por um projeto eleitoral no caso então eleitoreiro a cena política do espírito santo é patética com a submissão a lideranças que se mostram tanto mais fortes na medida em que mesmo sem o poder formal mantêm a autoridade claro que providencialmente escoradas na possibilidade de uma futura retomada de mandato tais autoridades se nutrem pelo temor não por acaso aliás aliados ocupam posições estratégicas em cortes e tribunais onde podem exercer as retaliações a propósito de meramente dar curso às suas atividades o desfecho da eleição municipal de vitória talvez dissipe a péssima impressão deixada pelo pt ao tentar se estadualizar ou seja render-se ao pragmatismo de contar com um aliado repudiado pela direção nacional que acabou por fazer valer sua decisão É decepcionante perceber que no espírito santo personalidades se transformam no processo que deveria ser modelado pelos debates e discussões democráticas tais personalidades encarnam projetos que se colocam acima do debate sadio que exige o contraditório como a antítese filosófica que forja sínteses consistentes legítimas postam-se como instituições um bom modo de se alienar é acompanhar as informações formais de uma mídia que progressivamente descamba para a espetacularização e pelo assédio à morbidez numa opção por critérios editoriais que lhes poupa de assumir outros compromissos enquanto isso os grandes grupos econômicos manipulam livremente seus interesses mesmo à conta de eventuais incidentes como a já folclorizada deban dada da baosteel do es quando faltou o mínimo de brio para se aprontar as verdadeiras razões dessa atitude ou nas manobras para se evitar a federalização de ações cujo controle os guardiões de plantão temem perder se extrapolarem os paroquiais limites da capitania o governador renato casagrande recebeu um forte aceno recente de apoio à sua reeleição quatro oito anos ,tudo passa a história tem a irônica característica de dar a devida dimensão de fatos e pessoas à medida que delas se distancia mesmo ressalvando-se o contexto da época claro que o titulo desse texto homenageia o colega fred brum que produziu uma antológica paródia descrevendo a promiscuidade que grassava no tribunal de contas valendo-se da metáfora de uma chicago alcaponiana fora do estado fred não teve a oportunidade de testemunhar o naufrágio em que submergiu a corte mesmo em uma época em que o poder no estado era exercido tão absolutistamente que não parecia crível que tal situação fosse tão solenemente ignorada eustáquio palhares é jornalista

[close]

p. 5

12 anos vitÓria/es junho de 2012 5 aÇÃo popular o advogado luÍs fernando nogueira moreira classificou o procedimento em vigor como negÓcios com critÉrios suspeitos ceturb vai ter de licitar linhas do transcol na decisão o juíz jorge henrique valle do santos diz que a empresa não fez as licitações espontaneamente porque não quis juiz jorge henrique valle dos santos da 3ª vara da fazenda pública de vitória decretou a nulidade de todos os contratos de concessão do transporte coletivo da grande vitória no mesmo ato o magistrado concedeu o prazo de 12 meses para que a companhia de transportes coletivos da grande vitória ceturb realize processo de licitação pública com esta finalidade a sentença foi publicada nove anos depois que o advogado luís fernando nogueira moreira entrou com ação popular contra a ceturb em sua decisão o juiz jorge henrique decretou a inconstitucionalidade de trechos da lei estadual nº 5720/1998 que permitiu a renovação do prazo das concessões vigentes pelo prazo de 15 anos a partir do dia 18 de agosto de 1998 segundo o advogado a empresa nunca realizou licitação pública para a concessão de linhas de transporte coletivo até agora ceturb funcionou como uma espé o cie de negócios entre amigos ferindo preceitos constitucionais com este procedimento totalmente fora de ética diz na sentença o juiz afirma que a companhia estatal teve tempo suficiente para se adequar à constituição e promover as licitações não o fez espontaneamente portanto é necessária a intervenção judicial para o restabelecimento da legalidade por tratar-se de um ser viço essencial o juiz concedeu um prazo de 12 meses para a deflagração e execução da licitação além da assinatura dos contratos de adesão na forma da lei o advogado luís fernando nogueira moreira pleiteia a anulação dos atuais contratos desde 2003 mas segundo ele nunca encontrou interesse por parte do pessoal da ceturb agora há essa expectativa positiva com a decisão judicial o advogado afirma que as subconcessões de serviço de transporte urbano patrocinadas pela ceturb foram ilegais tendo em vista a desobediência aos preceitos inscritos na legislação pertinente sendo assim a empresa estatal de forma contrária ao que prescreve a lei favoreceu as demais empresas requeridas processo na ação popular luís fernando requereu a decretação da nulidade da resolução do conselho de administração da ceturb de nº 26/98 com declaração incidental da inconstitucionalidade do art 52 da lei estadual 5.720/98 bem como de todas as permissões subconcessões ou qualquer ato que não tenha respeitado o regime das licitações ou concorrência pública ele pediu ainda a condenação da ceturb na obrigação de não fazer vedando-lhe a efetuação ou prorrogação de permissões sem a prévia abertura de licitação e em obrigação de fazer consistente na elaboração de contrato de adesão e de editais de licitação que estabeleçam os direitos e deveres das partes contratantes e ainda a decretação da extinção de todas as permissões ou prorrogações sem licitação prévia com retorno à concedente de todos os bens reversíveis direitos e privilégios transferidos o imediato retorno da titularidade do serviço público à ceturb em virtude da nulidade das permissões e a desobrigação da ceturb em indenizar as empresas requeridas uma vez que de ato nulo não decorrem direitos nomes arrolados na aÇÃo popular ceturb cia de transp urbanos da grande vitoria haroldo dario ribeiro viacao serrana ltda viacao serena ltda santa zita transportes coletivos ltda unimar transportes ltda viacao satelite ltda seletrans ltda flavia transportes urbanos ltda granvitur fretamento e turismo ltda viacao praia sol ltda brisa mar transportes urbanos ltda viaÇao netuno ltda serramar transportes coletivo ltda metropolitana transportes ltda expresso santa paula ltda fonte 3ª vara da fazenda pública estadual

[close]

p. 6

6 junho de 2012 vitÓria/es 12 anos economia o banco de desenvolvimento vai admnistrar novo fundo guerino diz que bandes fica mais fortalecido com o fim do fundap a instituição perde r 18 milhões que representam parte de seu custeio foto arquivo je guerino está otimista com as novas possibilidades a situação do banco de desenvolvimento do estado do espírito santo bandes não fica vulnerável com a extinção do fundo de desenvolvimento das atividades portuárias fundap pelo menos este é o pensamento do presidente desta instituição financeira guerino balestrassi para quem o fim desse fundo é uma oportunidade para o banco se fortalecer como entidade de fomento empresarial o bandes será fortalecido ampliando sua capacidade de financiar a industrialização do estado de fato diz balestras si para ele a perda de r 18 milhões/ano em decorrência da unificação da alíquota do icms das importações em 4 que determina o fim do fundap a partir de janeiro de 2013 não afetará as atividades da instituição esses recursos representam parte do custeio do bandes que tem um orçamento de r 44 milhões para este ano segundo guerino balestrassi desde 2004 estamos reduzindo o custeio e hoje temos uma estrutura enxuta além disso temos um colchão de liquidez de r 50 milhões que significa três anos sem o fundap explica estamos administrando outros fundos e adotando medidas para superar o impacto que representa o fim do fundap na economia do estado será criado um novo fundo com r 300 milhões que virão com a verba compensatória de r 3 bilhões do governo federal via bndes e o governo do estado irá capitalizar o bandes com mais r 200 milhões diz ele com esses recursos o banco terá condições de continuar atuando como órgão financiador de empresas e municípios agora chegou a nossa vez co mo órgão de desenvolvimento o banco será fortalecido com possibilidade de alavancar mais recursos considerando esses novos recurso e seu patrimônio líquido de r 156 milhões a extinção do fundo de desenvolvimento das atividades portuárias fundap foi selada em abril deste ano com a aprovação pelo senado federal de projeto de lei unificando a alíquota de icms em 4 das operações de importações em todos os estados com a medida o governo federal espera acabar com chamada guerra dos portos e incentivar a indústria nacional o governo do espírito santo posicionou-se contrário para evitar a perda na receita estimada em r 1,8 bilhão/ano além de debandada para outros estados de empresas de comércio exterior ampliando dessa forma o nível de desempre go junto a isso existem perdas também nos municípios alguns deles totalmente dependentes do incentivo para bancar seu custeio o programa o fundap é um programa de fomento criado em 1970 que beneficia empresas com sede no espírito santo que realizam operações de comércio exterior tributadas com icms empresas industriais com sede no estado que utilizam insumos importados também podem se habilitar aos financiamentos com recursos do fundo bastando comprovar a regularidade fiscal e tributária o bandes atua como gestor na contratação dos financiamentos a alíquota de icms fundap é de 12 até janeiro de 2013 quando será unificada em 4 em todo o país o recolhimento do icms acontece no dia 26 do mês seguinte ao da emissão da nota fiscal de venda o juro pago pelo financiamento é de 1 ao ano dos 12 da alíquota do icms 8 são destinados aos financiamentos às empresas fundapeanas 3 vão pa ra os municípios e 1 fica com o governo do estado investimento as empresas fundapeanas devem investir 9 do valor financiado em projetos que irão gerar desenvolvimento renda e emprego no espírito santo as operações devem ser realizadas por empresas que tenham sede no território do espírito santo serviÇo o bandes funciona com 105 agências nos municípios possui 190 funcionários m e tem 40 mil clientes sendo 21 mil diretos e 20 mil do nossocrédito telefone 27 3331-4444 colunista convidado joão luiz de menezes tovar tovar@metronengenharia.com.br o fundap e o impacto na economia do estado o início dos anos 70 aproximadamente 40 anos atrás o governo federal erradicou os cafezais do espírito santo principal economia do estado e nossa maior fonte de receitas o governador da época cristiano dias lopes solicitou de alguns empresários tradicionais alternativas para o espírito santo vencer a grave crise financeira a proposta dos empresários e que contou com a aprovação do governo foi à concessão de incentivos financeiros e não fiscais às empresas sediadas no estado que realizassem importações pelos portos capixabas excluindo produtos representativos produzidos no espírito santo n o financiamento seria feito pelo bandes com parte dos recursos do icms dessas importações com o compromisso da empresa investir no estado essa criativa lei ­ denominada fundap ­ foi fundamental para qualificar o espírito santo na logística de comércio exterior outras alternativas precisam ser criadas para substituir essa lei que tantos benefícios e desenvolvimento trouxeram para a economia capixaba as demissões de centenas de trabalhadores com renda média de r 4 mil/mês e a migração de empresas que operam em comércio exterior segundo dados do sindiex são preocupantes setores de transporte de cargas armazenagem e ou tros sofrerão um baque o go verno federal estuda compensações através empréstimos do bndes e antecipação de royalties essas compensações são apenas uma possibilidade nada de concreto foi apresentado além disso são recursos a serem pagos ao bndes e receitas dos royalties o importante é o compromisso do governo federal realizar investimentos em infraestrutura que tanto o espírito santo carece a conclusão das obras do aeroporto uma novela que os capixabas assistem há anos as ampliações das br-101 e 262 melhorias no porto de vitória e uma parceria para construção de um porto de águas profundas dariam ao espírito santo uma in fraestrutura compatível com o seu potencial de crescimento as medidas do governo do estado em realizar parcerias público-privadas e transformar o funres em um fundo estadual são importantes e devem ser incorporadas a outras tais como a capitalização do bandes um órgão importante de fomento do estado que sofrerá com a perda do fundap ­ para dar continuidade às operações de financiamento repassando recursos do bndes e do novo funres ­ versão 2012 o governo do estado deveria convocar o empresariado capixaba ­ o sindiex já se posicionou como colaborador para colher outras propostas criativas seguindo o bom exemplo do governador cristiano há 40 anos praticando a parceria público-privada com sucesso que resultou em um mecanismo que mudou o perfil do espírito santo passando-o da monocultura do café para um estado industrializado e referência nacional em comércio exterior essas medidas darão ao espírito santo a musculatura necessária para competir com outros estados da federação na atração de empresas e desenvolvimento de negócios joão luiz de menezes tovar engenheiro civil sócio e diretor da metron engenharia etds exsecretário da fazenda exsuperintendente do sebrae e expresidente do bandes e banestes

[close]

p. 7

12 anos vitÓria/es junho de 2012 7 economia o governador renato casagrande sem Êxito adota medidas para reduzir o impacto provocado pela reduÇÃo da atividade comercial queda na arrecadaçao de icms a secretaria da fazenda se nega a comentar as causas geradoras de menor participação do estado no icms nacional ados do conselho nacional de política fazendária confaz revelam que a participação do espírito santo na arrecadação nacional do icms caiu de 3,15 em 2007 para 2,84 em 2011 a previsão para este ano é uma participação em torno de 2,97 representando um decréscimo de 10.4 no bolo total do icms do país a secretaria de estado da fazenda informa por sua assessoria de imprensa que a redução na participação do espírito santo nos anos de 2009 e 2010 em relação ao icms total arrecadado no brasil aconteceu principalmente por conta da crise financeira mundial pois parte significativa da arrecadação deste imposto no espírito santo está vinculada à importação o secretário da fazenda maurício duque não quis comentar o assunto com o jornal empresários até o fechamento desta edição a assessoria de imprensa da d secretaria da fazenda deixou em aberta a solicitação de entrevista com o secretário a fim de esclarecer os motivos causadores da redução nos níveis de arrecadação entre as causas três merecem destaque excesso de incentivos fiscais refinanciamento de dívidas e uso de créditos fiscais em 2011 segundo a fazenda estadual o espírito santo começou a recuperação sendo um dos estados com maior variação na arrecadação de icms com variação nominal de 18,07 em relação a 2010 enquanto que para o total dos estados brasileiros a variação nominal foi de 11,21 tem sido observada a mesma tendência para o ano de 2012 o espírito santo opera até o final deste ano o fundo de desenvolvimento das atividades portuárias fundap esse incentivo financeiro funcionava como polo de atração para empresas importadoras contempladas com financiamentos de longo prazo a taxas reduzidas e possibilidade de quitação de dívidas com altos descontos com a extinção do fundap que ocorrerá a partir de janeiro de 2013 com a unificação da alíquota do icms em 4 e não os 12 cobrados atualmente ­ o estado terá que encontrar soluções para compensar as perdas que se elevam a r 1,8 bilhão por ano o governo criou uma comissão especial para analisar o assunto o que envolve alterações no banco de desenvolvimento do estado do espírito santo bandes no gerenciamento do funres um dos projetos para compensar as perdas com o fim do fundap é a estadualização do fundo de recuperação econômica do estado do espírito santo funres fundo de fomento ao desenvolvimento do espírito santo composto por recursos provenientes de renúncia fiscal do imposto de renda e do icms o projeto está dependendo de autori zação do governo federal o objetivo do funres é promover o crescimento e a modernização da economia estadual por meio do apoio financeiro às empresas a intenção é transferir o funres para a administração estadual como forma de desburocratizar a sua gestão depois avaliar que tipo de repasse será feito para o seu caixa os recursos poderão vir de parte do icms e até mesmo dos royalties do petróleo hoje o funres administra pouco mais de r 100 milhões remanescentes de financiamento de diversos projetos em anos anteriores arrecadaÇÃo de icms nÃo incluindo multas juros e dÍvida ativa sefaz 2007 r 5,8 bilhões 2008 r 6,9 bilhões 2009 r 6,3 bilhões 2010 r 7,1 bilhões 2011 r 8,4 bilhões confaz 2007 r 5,8 bilhões 2008 r 7,1 bilhões 2009 r 6,6 bilhões 2010 r 6,9 bilhões 2011 r 7,7 bilhões os números da secretaria da fazenda não batem com os registros do conselho nacional de política fazendária confaz fonte sefaz e confaz dados da participaÇÃo da arrecadaÇÃo de icms participação 2007 3,15 2008 3,20 2009 2,94 2010 2,68 2011 2,84 2012 2,97 es dados 2012 ­ 1º trimestre icms multa juros e dívida ativa fonte ministério da fazenda/confaz/cotepe

[close]

p. 8

8 junho de 2012 vitÓria/es 12 anos aÇÃo banco do brasil banco do nordeste caixa econÔmica federal furnas petrobras sÃo os parceiros governamentais do projeto convênio com a onu gera inclusão entidades governamentais e empresas privadas brasileiras vão disponibilizar r$34,5 milhões para projetos sociais a vançar no desenvolvimento de um sistema comercial e financeiro não discriminatório formular e executar estratégias que ofereçam aos jovens um trabalho digno e produtivo e ainda tornar acessíveis os benefícios das novas tecnologias em especial de informação e de comunicação com esses objetivos o sebrae assinou dia 30 de maio convênio de cooperação técnica e financeira com o programa das nações unidas para o desenvolvimento pnud o presidente do sebrae luiz barretto participou da assinatura do acordo durante a cerimônia de entrega do 4º prêmio objetivos de desenvolvimento do milênio odm realizado no palácio do planalto com a presença da presidente dilma rousseff além do sebrae instituições como banco do brasil banco do nordeste caixa econômica federal furnas petrobras e entidades do setor privado vão disponibilizar recursos da ordem de r 34,5 milhões para concretizar até 2015 as ações propostas pelo pnud o se brae repassará r 2 milhões nos próximos quatro anos entre os oito objetivos de desenvolvimento do milênio odm enumerados pelas nações unidas estão iniciativas para acabar com a miséria oferecer educação básica de qualidade para todos promover a igualdade entre os sexos e valorizar a mulher reduzir a mortalidade infantil melhorar a saúde da gestante combater a aids garantir a sustentabilidade ambiental e estabelecer parcerias mundiais para o desenvolvimento É nesse último objetivo que se insere a ação do sebrae cabe à instituição divulgar entre os gestores municipais e lideranças empresariais as metas do pnud no brasil a secretaria geral da presidência da república tem a incumbência institucional de coordenar e articular o relacionamento do governo com as entidades da sociedade civil o órgão propôs ao sebrae trabalhar em conjunto com foco nos objetivos do milênio segundo a analista de políticas públicas da instituição inês schwingel entre as ações para atin foto antÔnio cruz o convênio foi assinado na entrega do 4º prêmio objetivos de desenvolvimento do milênio na presença da presidente dilma gir os objetivos estão estudos e pesquisas a inserção dos odm nas articulações do sebrae com gestores municipais e lideranças empresariais e a implantação e acompanhamento dos indicadores do objetivo que trata das parcerias mundiais para o desenvolvimento a participação do sebrae se justifica pela seriedade das discussões referentes à sustentabilidade empresarial dos pequenos negócios e ainda uma maior competitividade das micro e pequenas empresas ex plica a analista opiniÃo pÚblica roberto penedo rcpenedo@hotmail.com o tempo na indústria da construção civil ­ vgv não mais uitos analistas financeiros talvez nunca tenham refletido s bre a real importância da variável tempo nas análises de investimentos o fato é que inexiste cálculo financeiro que não inclua a variável tempo utilizando uma analogia simples podemos afirmar que a taxa de juros é o veículo que transporta o dinheiro na estrada do tempo assim caso haja um erro de percurso o novo resultado do empreendimento poderá ser bastante diferente daquele planejado e o que tem haver isso com a indústria da construção civil há anos a análise de empreendimentos imobiliários vem obedecendo a um ranço cultural forte que é a sustentação analítica partindo de um extrativismo de terrenos e calculando os resultados dos empreendimentos na base da potencialização máxima do vgv valor geral de vendas este valor é calculado pela soma do valor potencial de venda em vários e diferentes períodos de tempo de todas as unidades de um empreendimento a ser lançado equívoco claro pois o valor de uma unidade monetária hoje não é o mes m mo um mês depois e por isso não poderia haver soma de valores em tempos diferentes portanto as análises no mercado imobiliário deviam parar de falar em vgv máximo ­ tese simplista e absorverem a cultura da análise das expectativas dos resultados baseadas nas mensurações da tir ­ taxa interna de retorno mesmo nestas análises baseadas na tir costuma haver uma mistura de conceitos que levam a números no mínimo desconfortantes não podemos falar simplesmente de uma tir do empreendimento pois elas podem ser várias o que se busca calcular efetivamente é a tir do empreendedor que represente o retorno do capital próprio vertido naquele empreendimento assim para um mesmo empreendimento onde é possível ter um mix diferenciado de composição capital próprio/terceiros a resposta nos sinalizará com tirs múltiplas para o empreendedor abandonando este âmago da questão da tir e voltando para a questão do tempo sabemos ser bastante conhecido pelos profissionais do mercado o processo de orçamentação para a montagem do cronograma de desembolso dos empreendimentos o grande problema não está ancorado do lado das determinantes dos desembolsos mas no conhecimento do mercado e no dimensionamento das demandas latentes e induzidas que em última instância irão determinar a velocidade das vendas e consequen temente o efetivo sucesso de cada empreendimento numa primeira crítica por não considerar a variação tempo em sua análise o critério do vgv pode esconder empreendimentos de menor vgv porém com investimentos menores prazos menores e retornos maiores uma segunda crítica é definida pela necessidade do empreendedor ter que além de checar sua real capacidade de investimento capital próprio financiamento ter também que observar os riscos que estão implicitamente desenhados no empreendimento como o de a receita estimada não acontecer no montante e no tempo conforme planejado o certo é que pouco se fala ou se projeta análises de sensibilidade pa ra alterações nas variáveis mais importantes desses fluxos de caixa estamos nos referindo às variáveis mais difíceis de serem determinadas com precisão que são a forma e velocidade das vendas no tempo como resultado a variável tempo importante condicionante da formatação do cronograma de entrada de recursos no fluxo de caixa do empreendimento aparece com capacidade para destruir em raros casos potencializar o resultado podendo até levar a posições de resultados negativos prejuízos quando se considera efetivamente nos desembolsos o custo efetivo do capital seja ele próprio ou de terceiros assim a história das análises de resultado dos empreendimentos imobiliários no brasil vai sendo escrita com certo amadorismo onde ainda hoje a exemplo dos bons tempos do velho bnh tempo de vacas gordas de financiamento imobiliário da casa própria ­ a empolgação de um bom momento do mercado age como uma cortina de fumaça fazendo com que os empreendedores se esqueçam de analisar efetivamente não somente o retorno do empreendedor no empreendimento mas também o contexto do mercado no momento em que acontecerá o seu processo de venda É importante ainda lembrar que não basta vender É fundamental ter qualidade nas vendas pois o fluxo de caixa do empreendimento é conformado pelas efetivas entradas de caixa e assim atrasos e inadimplência/desistência por incapacidade de pagamento destroem os resultados planejados quaisquer que sejam os critérios de análise utilizados os resultados ruins dos balanços das grandes e médias empresas do setor de construção civil em 2011 no brasil não apontam para uma bolha de mercado e sim para uma imprudência na análise de cada empreendimento isoladamente e do mercado como um todo o pior é que os reflexos destes empreendimentos mal posicionados no passado continuarão aparecer nos balanços de 2012 e 2013 destas empresas roberto penedo é economista

[close]

p. 9

12 anos negÓcios os micro e pequenos empreendimentos recebem atendimento tÉcnico de alto nÍvel vitÓria/es junho de 2012 9 sebrae atendeu a 27 mil empresas o trabalho é desenvolvido nas agências por técnicos especializados e por agentes credenciados nos municípios sebrae es atendeu em 2011 cerca de 27 mil empresas e empreendedores nova modalidade de constituição jurídica para empresas individuais com faturamento até r$60 mil por ano para 2012 o desafio do sebrae é atender a 28.470 empresas contribuindo para o surgimento e a gestão de negócios com maiores perspectivas de sucesso e permanência no mercado segundo a coordenadora do setor de atendimento individual do órgão janine chamon a presença física do sebrae através de suas agências aproxima a instituição de seu cliente favorecendo o atendimento presencial e a realização de eventos de capacitação existem agências nos municípios de vitória cachoeiro de itapemirim linhares colatina venda nova do imigrante e anchieta a programação do sebrae inclui cursos oficinas e palestras de maneira sistematizada cumprindo uma agenda trimestral definida a partir das expectativas e intenções dos clientes além de estar presentes através das agências o sebrae tem parcerias com outros municípios envolvendo prefeituras e representações empresariais foram realizados cursos oficinas e palestras em vários municípios entre eles jaguaré aracruz baixo guandu santa teresa e são mateus além destes o atendimento a empresários em outros o municípios está contemplado também nos projetos coletivos focados em segmentos específicos da indústria do comércio e serviços do turismo da cultura do artesanato e do agronegócio madeira e móveis construção civil suinocultura fruticultura e aquicultura são alguns dos setores cuja expressividade na economia local demandam uma atuação estruturada do sebrae segundo janine chamon com os projetos do sebrae surge a possibilidade de ampliação do atendimento gerado por meio do projeto comércio total destinado a este setor de atividade principalmente no que se refere à constituição do empreendedor individual o sebrae teve uma contribuição significativa na formalização dos 27.738 ei em 2011 em parceria com o governo do estado e dos municípios esta modalidade de registro prevista na lei 128/2008 contribui de maneira significativa para a inclusão social e econômica de profissionais autônomos que passam a ter acesso a aposentadoria licença maternidade auxílio-doença auxílio acidente entre outros benefícios além disso ao contarem com o registro do cnpj passam a adquirir produtos e mercadorias diretamente do fabricante com melhores preços e condições de pagamento há também a possibilidade de fornecer para o setor público contemplados em projetos de compras governamentais foto antÔnio moreira janine chamon do setor de atendimento individual do órgão ressalta a atividade presencial do sebrae/es desempenho em 2011 adr vitória cachoeiro linhares colatina venda nova do imigrante anchieta pessoas atendidas com orientações 9.653 6.841 3.186 2.521 3.297 1.407 pessoas capacitadas em cursos 821 683 362 305 140 124 pessoas capacitadas em oficinas 0 346 64 117 501 83 pessoas capacitadas em palestras 2.148 990 211 849 26 303 agentes aracruz baixo guandu jaguare santa teresa são mateus pessoas atendidas com orientações 1.818 826 1.461 257 812 pessoas capacitadas em cursos 189 84 56 0 73 pessoas capacitadas em oficinas 0 0 0 0 0 pessoas capacitadas em palestras 0 124 274 90 100

[close]

p. 10

10 12 ano entrevistaa o prefeito de vila velha diz que a cidade recebeu o maior volume de investimentos de sua histÓria com obras de melhoria nas Áreas de e neucimar fraga mostra realizaçõ foto antÔnio moreira a gestão atual do município foi avaliada entre as 42 melhores do país por pesquisa realizada em mais de cinco mil munic andidato à reeleição o prefeito de vila velha neucimar fraga pr começa a ensaiar os primeiros movimentos para motivar os eleitores a confirmarem nas urnas em outubro o seu segundo mandato ele se mostra bastante otimista e mostra números comparativos com administrações anteriores quando o município era apenas um dormitório hoje completa o prefeito vila velha apresenta índices animadores entre eles o de município com maior consumo per capita superando vitória a capital do estado leia a entrevista concedida com exclusividade ao jornal empresários jornal empresários ­ nesta etapa de definições para as eleições municipais de outubro como está o xadrez das negociações das alianças com outras lideranças políticas neucimar fraga ­ mês de maio é o mês do namoro junho é o mês do casamento tem muita gente namorando no processo eleitoral e neste processo tem que ter muito equilíbrio muita sabedoria estamos trabalhando uma ampla aliança e alguns partidos já sinalizaram o apoio à nossa candidatura como é o caso do pv pcdob psc ptb pt psb estamos mantendo uma conversa muito boa com o psb que faz parte do nosso governo ocupa espaço importante na administração e tem dado uma contribuição muito grande ao município de vila velha o que nós estamos definindo é o seguinte se o município vai bem na economia administrativamente se o município tem a maior carteira de investimentos da história do estado se o município dormitório é hoje o que mais atrai investimentos para o estado o que é que está errado nós temos que dar continuidade consolidar o projeto iniciado estamos trabalhando nesta direção com os partidos e o psb do governador renato casagrande é um parceiro do pr há muito tempo e isso ocorre em várias cidades do espírito santo esperamos contar com essa aliança em vila velha je ­ quais as outras lideranças que poderiam ser citadas nf ­ estamos conversando com o ex-governador paulo hartung que nos últimos dois anos de seu governo foi parceiro nosso e há uma possibilidade de caminharmos juntos no primeiro turno ou no segundo turno caso haja uma segunda votação o governador renato casagrande estará presente em nossa campanha através de c neucimar fraga diz que quebrou o monopólio político de famílias que sempre administraram vila velha seu partido o governador tem nos ajudado muito e acredita no nosso governo através dessa relação de confiança estamos fazendo boas parcerias no município que ficou isolado do governo do estado durante muitos anos e hoje está totalmente integrado aos programas do governador renato casagrande por isso acreditamos nestes apoios e também no do senador magno malta je ­ fala-se em muitas candidaturas mas em sua opinião quem são de fato seus oponentes os mais fortes nf ­ na eleição passada nós enfrentamos as famílias antigas de vila velha o município foi dominado por mais de 40 anos por poucas famílias e quando eu vi que acm antônio carlos magalhães famoso governador da bahia havia perdido o monopólio da política da bahia que jader barbalho havia perdido o pará e os sarney haviam perdido o maranhão eu percebi que nós podíamos fazer o mesmo em vila velha e quebramos o ciclo de rodízio entre as famílias que achavam que a cidade era o quintal de suas

[close]

p. 11

os vitÓria/es junho de 2012 11 educaÇÃo saÚde mobilidade urbana e projetos contra os frequentes alagamentos ões de olho no segundo mandato casas e tivemos sucesso no processo eleitoral de 2008 e vamos enfrentar em 2012 praticamente as mesmas famílias com o projeto que está dando certo na cidade je ­ o que o faz tão otimista em relação à campanha nf ­ olha imprimimos um governo de resultados pois conseguimos em pouco tempo fazer uma transformação muito grande na cidade.vila velha que era uma cidade dormitório hoje é a que mais recebe investimentos do estado vila velha não tinha uma boa relação com o setor produtivo e hoje amplia o volume de abertura de novas empresas não tinha boa relação com os governos estadual e federal e hoje temos as portas abertas e bons contratos e convênios e os investimentos públicos já alcançam a mais de r 500 milhões organizamos a gestão investimos em tecnologia melhoramos a receita aumentamos a arrecadação realizamos o maior investimento da história do município e estamos trabalhando para que este projeto continue os números não mentem e os fatos estão aí saímos de 2 de esgoto tratado para 50 a escola técnica já está funcionando estamos drenando e dragando quase 50 quilômetros de canais mais de 18 quilômetros de galerias na cidade pavimentando mais de 883 ruas construímos 215 campos de futebol 32 novas escolas 24 novas unidades de saúde vila velha é hoje a única cidade do brasil que tem o poder de consumo maior do que a capital do estado por tudo isso recebemos agora em 2012 um prêmio da federação das indústrias do rio de janeiro firjan classificando vila velha entre 5.500 municípios do brasil como uma das 42 cidades do brasil com um grau de excelência em gestão pública ou seja estamos organizados administrativamente com as finanças em dia estamos elaborando projetos ainda mais arrojados para enfrentar os alagamentos da cidade e fazendo um investimento maciço na saúde para atender às demandas cada vez maiores da população vila velha é o município que mais investe em segurança somos referência nacional em monitoramento ou seja temos números importantes a população tem a oportunidade de fazer a comparação do que a administração anterior fez e o que estamos fazendo se for feita uma análise técnica e não política tenho certeza de que nosso governo é incomparável em relação às últimas administrações na cidade além disso tenho muita convicção que só serei reeleito se for da vontade de deus portanto não tenho de me preocupar estou na paz je ­ em termos comparativos na área de saúde o que poderia ser citado como realizações na atual administração e na anterior nf ­ em 477 anos de história vila velha levantou 17 postinhos de saúde com uma área construída de 8.573 metros estamos construindo em nossa gestão em apenas quatro anos 14 novas unidades de saúde totalizando 15.976 metros quadrados de área construída vila velha não tinha um aparelho de raio x hoje a cidade tem o melhor serviço de rádio imagem do serviço público do estado do espírito santo temos mamografia ultrassonografia eletro temos o primeiro centro municipal de especialidades médicas do estado os nossos números são incomparáveis com os da história da cidade je ­ o que pode citar no setor de educação nf ­ estamos fazendo o maior investimento na área de educação da história de vila velha primeiro valorizando o professor em três anos e meio nós demos 34.38 de aumento 17 acima da inflação acumulada no período aumentamos o número de vagas nas escolas o município tinha 29 creches hoje temos 26 de uma modalidade e 7 de outra a gestão passada construiu 14 nós estamos construindo 33 je ­ vila velha passa por transformações importantes para melhorar a mobilidade urbana reduzindo o caos no trânsito e humanizando cidade que obras poderiam ser destacadas nf ­ a mobilidade urbana é um desafio para os governos e vila velha era uma cidade com um trânsito caótico em todas as regiões era insuportável depois de três anos e meio de governo temos obras importantes como a alça da terceira ponte com a construção do viaduto da darly santos haverá redução dos engarrafamentos no porto de vila velha no cruzamento com a lindenberg a construção da leste-oeste que está em execução dará fim ao engarrafamento no sentido de jardim américa com a nova es 388 que vai ligar barra do jucu ao seringal teremos uma nova via alternativa com as obras do canal do bigossi um investimento importante temos um novo fluxo sentido glória com a avenida perimetral que faz parte da continuidade da alça da terceira ponte vamos abrir uma via exclusiva para ônibus que v ai desafogar o trânsito na região de itapuã e com a pavimentação de mais de 800 ruas vamos melhorar o fluxo interno nos bairros da cidade que vão se tornar alternativas para evitar os engarrafamentos há outras obras importantes como os canais que estamos cobrindo os 32 quilômetros de ciclovias que estamos construindo implantando o projeto calçada legal vila velha é a cidade que tem o primeiro trecho dos corredores exclusivos para ônibus brts je ­ o tem sido feito para conter os frequentes alagamentos que atingem vila velha nf ­ tem áreas da cidade que estão abaixo do nível do mar como a grande cobilândia região de garanhuns uma parte de itapuã de santa rita fizemos um plano diretor de drenagem em parceria com a vale para enfrentar os alagamentos o segundo passo foi contratar os projetos que serão acompanhados por estações de bombeamento pois a cidade não tem nenhum equipamento desse tipo e sem estação de bombeamento nós não conseguimos transpor a água de chuva quando a maré está cheia fizemos o projeto do canal de garanhuns do canal da costa rio marinho temos estudos que apontam para uma necessidade de r 500 milhões para enfrentarmos alagamentos de vila velha já captamos 170 milhões e estamos em fase de execução dos projetos e algumas áreas já experimentam o fim do problema paralelamente a isso estamos limpando e dragando todos os canais da cidade estamos construindo a maior rede de galerias mais de 18 quilômetros je ­ o programa de atração de novas empresas um dos pontos fortes de sua gestão gerou bons resultados nf ­ nosso objetivo primeiro foi estancar a saída de empresas de vila velha que nos últimos 10 anos perdeu empresas importantes fizemos o plano de desenvolvimento sustentável que mostrou a necessidade de mudanças na legislação e redução de impostos ampliação de incentivos investimentos em infraestrutura e uma busca arrojada de empresas de fora do estado e do país hoje nós temos empresas chegando e dois grandes shoppings sendo construídos na cidade com capacidade de gerar mais de 10 mil empregos cípios brasileiros pela federação das indústrias do rio de janeiro frijan

[close]

p. 12

12 junho de 2012 vitÓria/es 12 anos polÍtica campanha comeÇa no prÓximo dia 5 a disputa eleitoral na grande vitória a sucessão no principal reduto eleitoral do estado já movimenta o cenário político no momento em que as alianças são definidas calendário oficial da campanha eleitoral deste ano começa no próximo dia 5 de julho quando as candidaturas serão formalizadas dando início ao período de captação de votos visando alcançar vitória no dia 3 de outubro quando os eleitores irão às urnas para escolher seus preferidos os précandidatos se movimentam nos bastidores em obediência à legislação antes de ir iriny lopes luiz paulo fotos arquivo je o às ruas para divulgar suas pretensões vitória vila velha serra e cariacica os mais importantes municípios da grande vitória têm candidatos definidos na capital três candidaturas têm chances de vitória a deputada federal iriny lopes do pt o ex-prefeito luiz paulo vellozo lucas e o deputado estadual luciano rezende do pps há ainda o deputado lelo coimbra do pmdb que en marcelo santos lúcia dornellas trou para segurar uma vaga para o ex-governador paulo hartung e agora com a desistência dele tenta manter a candidatura nos município de vila velha e serra a campanha deverá ser polarizada entre dois candidatos em vila velha disputam o atual prefeito sérgio vidigal pdt e o ex-prefeito e deputado federal audífax barcelos do psb os eleitores de vila velha escolherão entre o prefeito neucimar fraga do pr e o ex-prefeito max filho agora no psdb no dois municípios a disputa será das mais acirradas o deputado estadual marcelo santos do pmdb concorre em cariacica disputando com a também deputada lúcia dornellas candidatura que tem o aval do atual prefeito helder salomão do pt há ainda o vice-prefeito juninho que corre por fora com elevados índices de fortalecimento do seu nome sérgio vidigal audifax barcelos neucimar fraga max filho josé dirceu zedirceu.com.br espaÇo para a discussÃo do brasil energias limpas e desenvolvimento m dos grandes desafios colocados para os próximos anos é encontrar e implantar um modelo de desenvolvimento que concilie o crescimento econômico a redução dos impactos ambientais e a promoção da melhoria da qualidade de vidas das pessoas trata-se não de uma opção mas do único caminho possível diante da grave crise que o mundo atravessa os modelos de desenvolvimento atuais têm gerado não só crises financeiras mas também perdas ambientais irreversíveis com consequências desastrosas o aumento da temperatura da terra e a indiscutível necessidade de se reduzir as emissões de gases de efeito estufa colocam o mundo todo em alerta escassez de água comida e energia ameaçam condenar bilhões de pessoas à pobreza gerando instabilidade social e política diante desse cenário o incen u tivo à utilização de energias renováveis torna-se uma tendência internacional os países que conseguirem encontrar formas de diversificar suas fontes de energia utilizando tecnologias limpas de menor impacto sobre o meio ambiente terão as condições de produzirem um desenvolvimento significativo nas próximas décadas o uso de tecnologias limpas e de fontes de energia renováveis como a solar a eólica e a de biomassa deverão ser incentivadas a fim de se alcançar patamares de eficiência e segurança energéticas sustentáveis dentre os países que se destacam na busca por essa mudança de padrão energético está a china que hoje é a maior consumidora de energia do mundo embora a principal matriz energética chinesa ainda seja o carvão que atende a 67 de sua demanda o país tem buscado reduzir a dependência de fontes de origem fóssil desenvolvendo tecnologias para obtenção de energia eólica e solar a china já é líder mundial na fabricação de painéis solares e de turbinas eólicas e detém a maior capacidade instalada de energias limpas do mundo embora a participação de energias renováveis ainda seja pequena a magnitude e a velocidade dos chineses são impressionantes bem como os altos investimentos nesse setor a situação brasileira também é muito promissora o brasil é um dos países com a matriz energética mais limpa do mundo já que 90 de nossa energia elétrica é renovável e 46 de toda a matriz é limpa contudo embora já tenhamos consolidado a produção de energia a partir de fontes descarbonizadas como a hidrelétrica e a de biocombustíveis ainda há muito o que se fazer para atingirmos eficiência energética que pas sa necessariamente pela diversificação e integração entre diversas fontes de geração de energia nesse aspecto podemos destacar um vasto campo de possibilidades a ser aproveitado na produção de energia eólica segundo dados do atlas eólico nacional elaborado pelo governo federal o brasil tem potencial para gerar até 300 mil mw de energia elétrica a partir de parques eólicos ou o equivalente a 30 usinas hidroelétricas de itaipu hoje menos de 1 desse potencial é explorado sendo que as regiões nordeste e sul possuem as principais instalações do país o estado do espírito santo um dos maiores consumidores de energia do brasil também é um dos que possui maior potencial para desenvolver fontes alternativas de energia inclusive eólica conforme dados do atlas o governo do estado tem procurado conhecer as experiências exitosas de outros estados a fim de implementar estratégias de atração aos seus projetos de energias renováveis a ampliação da oferta de energia limpa no estado representa uma excelente oportunidade a ser explorada necessitando de investimentos e incentivos para se concretizar guardadas as peculiaridades de cada país vale a receita chinesa de investir fortemente para conseguir inovar e ampliar a produtividade reduzindo os custos a evolução dos campos ambiental e energético consolidará o mercado de renováveis como um grande vetor mundial definidor de novos patamares de desenvolvimento É portanto um campo imprescindível para o nosso futuro josé dirceu é advogado ex-ministro da casa civil e membro do diretório nacional do pt

[close]

p. 13

12 anos vitÓria/es junho de 2012 13

[close]

p. 14

14 junho de 2012 vitÓria/es 12 anos vida leve jane mary de abreu janemaryconsultoria@gmail.com silenciar a mente para ouvir a alma o escritor mineiro rubem alves vem uma observação interessante sempre vejo anunciados cursos de oratória nunca vi ninguém anunciando curso de escutatória todo mundo quer aprender a falar ninguém quer aprender a ouvir nossa incapacidade de ouvir é a manifestação mais constante e sutil da nossa arrogância e vaidade ouvir é uma atitude humilde um ato de amor significa que você considera o outro que está disposto a aprender com ele e mais do que isso significa que você se esqueceu de si por alguns momentos e está disponível ao que o outro tenha a lhe dizer quem sabe aprender com ele uma mente egóica não permite essa abertura por isso fala sem parar na tentativa de se sobressair ou ainda pior na tentativa de desqualificar aquilo que o outro está dizendo por conta disso pequenas violências são cometidas na convivência humana o sujeito nem acabou de falar e a pessoa à sua frente já está ensaiando mentalmente o que vai dizer em seguida isso quando ela não aguenta e interrompe a fala do interlocutor com uma colocação que considera mais brilhante o ego não d suporta nem sequer ser igual a alguém ele quer sempre ser melhor o primeiro o exclusivo você certamente já viveu esta situação telefona para alguém a fim de resolver uma questão e só consegue falar alô porque do outro lado da linha a pessoa inicia freneticamente uma conversa atendendo ao desejo incontrolável de ser a primeira a falar ignora completamente a necessidade do outro e age como uma criança egocêntrica primeiro eu É uma forma sutil de violência equivale a um empurrão ou a um grito de cala a boca o ego é impaciente tem necessidade de estar com a razão e é claro gosta de constatar que o outro está errado o ego também necessita estar sempre em conflito com alguém ou com alguma coisa para fortalecer a sensação de separação entre o eu e o outro sem a qual ele não consegue viver já que acredita ser o centro do universo há algum tempo percebi que o fenômeno da tagarelice cresce assustadoramente e desde então passei a ministrar cursos para ensinar as pessoas a ouvir com base na meditação tibetana e nas técnicas de respiração dos indianos a experiência me autoriza a dizer que a dificuldade com o silêncio está associada ao medo da escuridão não da escuridão do mundo exterior mas da escuridão que o ser humano traz dentro de si mesmo proveniente do medo de não saber quem é somos desconhecidos para nós mesmos essa é a grande tragédia humana a educação espiritual é confundida com religião nas famílias e na maioria das escolas espiritualidade e religião são coisas distintas uma coisa não tem nada a ver com a outra ensinar a criança a rezar antes de dormir é suficiente para a maioria das famílias o tempo dedicado a deus se resume a cinco minutinhos ou menos esse é o problema a criança aprende desde cedo a olhar para fora é incentivada a conhecer o mundo não ela mesma não aprende a lidar com as suas emoções e muito menos a se amar contraditoriamente ouve sem parar nos templos religiosos que é preciso amar o próximo como a si mesma É aí que a coisa se complica como ela pode amar o próximo se ninguém nunca lhe ensinou a se amar este amor por si mesmo só acontece com a introspecção e o silêncio essa é outra dificul dade porque toda criança silenciosa é considerada problema na sociedade ocidental cedo ou tarde ela acaba no psicólogo ou no psiquiatra enquanto as escolas não praticarem a educação em valores humanos enquanto o ensino não der ao coração a mesma importância que se dá hoje ao cérebro continuaremos vendo a produção em série de seres humanos robotizados barulhentos infelizes e violentos infelicidade e violência estão diretamente relacionadas o silêncio tem o poder de promover a conexão da pessoa com a sua essência divina tornandoa mais criativa amorosa e intuitiva quanto mais silêncio uma pessoa faz mais ela aprende a amar a si mesma e aos outros amando a si e aos outros automaticamente ela aprenderá a ouvir expressará um amor de qualidade e consequentemente contribuirá para uma melhor interação entre as pessoas sempre que há uma transformação na consciência individual há também uma transformação na consciência coletiva não existimos separadamente todas as coisas são interligadas os budistas sempre soube ram o que os cientistas estão confirmando agora com a física quântica ­ nada que acontece é isolado do resto apenas parece ser até agora se pensava que a briga do vizinho não tinha nada a ver comigo tem sim na medida em que ele joga no ar a energia da raiva e do desespero contamina todo o ambiente onde nós dois coexistimos da mesma forma quando emanamos o amor em pensamento palavras e ações disseminamos a harmonia contribuímos de fato para a cura do planeta que hoje está faminto de amor nesta questão não se pode esperar pelas políticas públicas ­ quem tem inteligência e bom coração que tome a dianteira faça silêncio não perca mais tempo com a tagarelice do mundo mude a si mesmo que o mundo muda logo em seguida aprenda a ouvir É quando esquecemos de nós que nos tornamos inesquecíveis jane mary de abreu é jornalista consultora de marketing político e empresarial e palestrante motivacional com foco no endomarketing descompressão de ambientes e espiritualidade no trabalho.

[close]

p. 15

12 anos saÚde empresa reÚne equipe multidisciplinar abrangendo vÁrias Áreas mÉdicas vitÓria/es junho de 2012 15 assistência hospitalar em casa é mais segura nternação de doentes fora do ambiente hospitalar é a especialidade da said-care serviço de assistência e internação domiciliar empresa que reúne médicos enfermeiros fisioterapeutas fonoaudiólogos e outros profissionais da área de saúde para a prestação desse serviço no domicílio do paciente este tipo de assistência funciona em outros grandes centros urbanos como belo horizonte rio e são paulo e agora chega ao espírito santo deliene del puppo pontes fonoaudióloga e gestora da empresa afirma que o simples fato de o paciente deixar o hospital é um fator significativo para melhorar o seu estado de saúde fora do hospital o fator psicológico do paciente se altera e isso contribui para que ele melhore diz ela os sócios da said care têm experiência na área e com a empresa pretendem ampliar a oferta de serviços serviÇo said-care localizaÇÃo avenida rosendo serapião de souza filho 595 loja 14 mata da praia telefone 27 3315-7793 a said-care é administrada por médicos e outros profissionais para continuar tratamentos com maior comodidade i e dar maior segurança a quem os contrata a said care tem como sócios além de deliene fonoaudióloga edmar pereira olympio médico angiologista e cirurgião vascular diretor técnico da empresa waleska cid silva médica especializada em saúde da família paula cristina de andrade pires olympio enfermeira e mestre em atenção à saúde coletiva carolina perim de faria nutricionista mestre em atenção à saúde coletiva e doutoranda em epidemiologia e saúde pública os serviços oferecidos pela empresa visam à continuidade do tratamento hospitalar no domicílio sob a responsabilidade de uma equipe multidisciplinar com a mesma qualidade e conhecimento técnico e usando moderna tecnologia esse tipo de assistência na casa do paciente evita a permanência prolongada em ambiente hospitalar e a interrupção dos cuidados ao pa foto antÔnio moreira equipe da said-care paula olympio waleska cid deliene del pupo e carolina perim ciente no momento da alta entre os benefícios posso destacar a diminuição dos riscos de infecção hospitalar a humanização do atendimento a redução de complicações clínicas só o fato de estar em casa com familiares contribui para melhorar a saúde do paciente diz a medica waleska cid silva serviÇos a internação domi ciliar afirmam os sócios da saidcare possibilita a recuperação de pacientes cuja necessidade de maiores cuidados e acompanhamento multidisciplinar contínuo ainda existe apesar da alta hospitalar acompanhamento do paciente portador de doenças crônicas e tem ainda os programas baby care para crianças e family care e também para paciente diabético além de consultas domiciliares conforme demanda específica o modelo de serviço de atendimento domiciliar oferece ainda tratamento centrado na participação da família em conjunto com a equipe multidisciplinar visa a manter a capacidade funcional e melhorar a qualidade de vida do paciente faz uso de medicamentos mas também utiliza outras terapias não medicamentosas e considera de extrema importância a inclusão da família no processo de promoção à saúde.

[close]

Comments

no comments yet