Jornal Empresários

 

Embed or link this publication

Description

Edição Janeiro/2012

Popular Pages


p. 1

imprensa pÁg 26 foto arquivo je mobilidade urbana pÁg 10 jornal empresários completa 12 anos e inaugura nova sede o jornal lança neste ano um novo veículo de comunicação diário como parte do seu projeto de expansão ir e vir nos ônibus do transcol custa r 4,90 e estudantes protestam os estudantes exigem redução da tarifa e um transporte mais seguro confortável e vias em bom estado ® do espírito santo ano xiii nº 145 www.jornalempresarios.com.br janeiro de 2012 foto bruno de menezes o escultor israel borges é um bom exemplo da profissionalização do carnaval de vitória que gera emprego e renda páginas 18,19 e 20 foto saulo cruz/agÊncia cÂmara foto arquivo je economia pÁg 25 consumo pÁg 14 césar colnago diz que o preço da energia elétrica é muito alto o parlamentar condenou as práticas abusivas das concessionárias e defendeu maior transparência supermercados ganham r 0,18 com a venda de cada sacolinha o presidente do sindiplast-es leonardo de castro criticou a iniciativa e disse que a lei foi ignorada.

[close]

p. 2

2 janeiro de 2012 vitÓria/es 12 anos carlos amorim polÍtica econÔmica antonio delfim netto contatodelfimnetto@terra.com.br permanece a dúvida esse início de novo ano pouco avançaram as conversas dos líderes europeus resultando em algum fato novo que ajudasse a responder à dúvida sobre a capacidade de sobrevivência da zona do euro à crise que a envolve não se trata apenas de uma situação insidiosamente construída desde a introdução do euro como a moeda dos 17 países que a ela aderiram a trágica constatação é que suas lideranças políticas permanecem perplexas sem entender que os pequenos remendos que acompanham cada reunião da comunidade são insuficientes para dar oxigênio a uma idéia politicamente ousada mas necessária para a tranquilidade de um continente que tem arbitrado militarmente suas idiossincrasias há 25 séculos com enorme custo de vidas humanas e destruição do capital trabalho congelado do passado muitos economistas criticaram a introdução do euro pela ausência de um forte suporte fiscal que é o garante de qualquer federação mas poucos anteciparam que o euro sem um poder fiscal centralizado e capaz de sustentar políticas redistributivas entre os estados membros continha em si a semente dos problemas o dinamismo diferenciado de cada um acabou levando a déficits em conta corrente que só podem ser eliminados ou pela redução da taxa de crescimento dos países devedores ou pelo seu endividamento externo o primeiro remédio é amargo logo todos preferiram o segundo puderam utilizá-lo pelas condições do mercado financeiro que permitiram o aumento da alavancagem produzida pelas inovações cujos riscos eram muito mal avaliados e pela simpatia das taxas de juros dos papéis soberanos dos países à virtuosa taxa da alemanha há alguma injusti n editorial carnaval e economia carnaval deste ano em vitória se caracteriza por sua estréia na relação dos eventos que geram emprego e renda e contribuem para aumentar o nível de arrecadação tributária do poder público isto ocorre porque os órgãos responsáveis pela organização deixam de lado o amadorismo estimulando o profissionalismo como no rio são paulo salvador e recife embora ainda não existam muitos números o que é perfeitamente aceitável por se tratar de uma atividade em sua fase inicial estima-se que haverá significativo ganho na economia principalmente no setor de serviços como transportes hotelaria e alimentação sem contar com o trabalho informal de milhares de pessoas envolvidas já passa do tempo de o espírito santo encarar as festas populares e também outras atividades turísticas como importantes para sua economia o carnaval se insere perfeitamente no conceito de indústria criativa que tem no capital intelectual seu maior fator de crescimento afinal de con o tas é nos sambas-enredo na confecção de fantasias e adereços no ritmo da batucada e na criação das coreografias que a criatividade aflora o carnaval é uma grande fonte de criatividade primeiramente através dos seus variados profissionais técnicos da sua cadeia produtiva que trabalham nos diversos outros setores da economia criativa e também pela sua importância cultural que transborda para esse setor quando a moda e o design por exemplo incorporam a estética do carnaval em seus produtos ao citar esta definição o professor joão luiz de figueiredo coordenador do núcleo de economia criativa da escola superior de propaganda e marketing do rio de janeiro defende um maior disciplinamento das atividades inerentes ao carnaval a fim de formalizar as ações como fatores de desenvolvimento econômico diz ele muitos trabalhadores da indústria criativa ainda são informais e não têm acesso a programas de qualificação profissional isso é especialmente importante no carnaval segundo o professor cada vez mais o profissional criativo que se mobilizar em direção ao negócio deverá incorporar conhecimentos de economia e administração para desenvolver o seu negócio isso é um tema muito delicado especialmente na produção artístico-cultural porém a relação entre economia cultura e criatividade é um fator neste início de século xxi o perigo disso é faltar incentivos para a inovação com o carnaval deste ano mesmo com problemas financeiros de algumas grandes escolas talvez um reflexo decorrente da ausência de planejamento e organização administrativa o espírito santo dá a largada para a profissionalização de fato das ações espera-se que essa visão seja mantida nos próximos anos para que os festejos não sejam vistos unicamente como elemento de diversão isto somente será possível por meio de estímulos que envolvam a mão de obra utilizada a melhoria de serviços especialmente nos setores de transporte e alimentação e em segurança pública ça quando se julga o pacto de estabilidade e crescimento pec estabelecido no tratado de maastricht cujos princípios deveriam ser observados pelos estados que pretendiam usar o euro em 1997 o pec objetivava um equilíbrio fiscal que em condições normais não deveria produzir um déficit estrutural maior do que 0,5 do pib e equilíbrio dentro do ciclo podendo chegar a 3 em momentos de crise adicionalmente a relação dívida bruta/pib não deveria ser superior a 60 no período preparatório essas condições foram relativamente bem cumpridas pelos aspirantes ao euro apenas para dar um exemplo em 1991 a grécia tinha um déficit estrutural de 12 e em 1999 ele caiu para pouco menos de 2 o mesmo aconteceu com a itália de 12 em 1991 para 1,5 em 1999 o que não funcionou foi o controle de bruxelas que aceitou uma interpretação maligna os déficits estruturais não deveriam ser superiores a 3 não importando em que estágio estivesse o ciclo econômico na última reunião da comunidade européia não houve avanço sobre maastricht mas apenas a ratificação do que fora acordado e não cumprido o que seguramente não é muita coisa a tragédia mostra que é preciso avançar no aprofundamento de um federalismo fiscal que torna irrelevante o déficit em contas correntes dos países devedores através de mecanismos de transferência como existem em todas as federações com isso os devedores não têm que sacrificar seu crescimento ou alternativamente aumentar o seu endividamento público e privado antonio delfim netto é professor emérito da fea-usp ex-ministro da fazenda agricultura e planejamento É publicado por nova editora empresa jornalística do espírito santo ltda me insc municipal 1159747 cnpj 09.164.960/0001-61 endereço praça san martin 84 salas 111 e 112 edifício alpha ville trade center praia do canto vitória espírito santo cep 29055-170 diretor e jornalista responsável marcelo luiz rossoni faria rossoni@jornalempresarios.com.br editor roberto junquilho editor@jornalempresarios.com.br contato comercial décio barcelos comercial@jornalempresarios.com.br telefones 27 3224-5198 27 9999-2958 site www.jornalempresarios.com.br telefone 27 3224-5198 impressão gráfica jep 3198-1900 diagramação liliane bragatto redacao@jornalempresarios.com.br repórter fotográfico antônio moreira colaboradores antonio delfim netto jane mary de abreu e-mail jornal@jornalempresarios.com.br as opiniões em artigos assinados não refletem necessariamente o posicionamento do jornal.

[close]

p. 3

12 anos vitÓria/es janeiro de 2012 3

[close]

p. 4

4 janeiro de 2012 vitÓria/es 12 anos comÉrico setor registra seguidos aumentos na Última dÉcada varejo tem maior peso no pib no segmento veículos e peças o espírito santo se destaca com um aumento de 29 para 54 nos últimos 10 anos contribuição da atividade varejista para a trajetória do pib cresceu no decorrer da ultima década nesse cenário em que de acordo com o instituto brasileiro de geografia e estatística ibge as vendas do comércio ampliado registraram aumento médio anual de 9,0 no período de oito anos encerrado em 2010 ante expansão média de 3,7 do pib em âmbito nacional o comércio varejista ampliado cresceu 82,3 de 2003 a 2010 trajetória favorecida pelas melhoras qualitativas e quantitativas registradas nos mercados de crédito e de trabalho em especial os ganhos reais de renda dos trabalhadores e pelo fortalecimento dos programas de transferência de renda do governo federal por segmento do comércio o desempenho do setor varejista foi impulsionado principalmente pelas vendas nos segmentos veículos motos partes e peças hipermercados supermercados produtos alimentícios bebidas e fumo e móveis e eletrodomésticos responsáveis em conjunto por 65,3 pontos percentuais da expansão do comércio ampliado no segmento de veículos o espírito santo se destaca registrando um aumento de 29 para 54 as vendas de veículos motos partes e peças elevaram-se 123 no período exercendo contribuição de 34,5 para o crescimento do indicador geral ressaltando-se que sua participação na composição do índice agregado passou de 28,1 em 2003 para 34,6 em 20104 a evolução das vendas nesse segmento refletiu em parte o alongamento dos prazos médios das concessões para aquisição de veículos que passou de 405 dias em janeiro de 2003 para 568 dias em dezembro de 2010 e a trajetó a ria média dos preços do segmento em patamar abaixo da inflação no período considerado a evolução das vendas relativas a hipermercados supermercados produtos alimentícios bebidas e fumo e a móveis e eletrodomésticos traduziu em especial o fortalecimento recente da demanda interna a análise regional revela que o setor varejista registrou comportamento heterogêneo nos estados considerados na pesquisa mensal do comércio pmc ocorrendo aumentos médios de 6,5 ao ano no rio grande do sul a 22,1 no acre as taxas expressivas assinaladas nos estados do norte e nordeste principais regiões beneficiadas pelos programas de transferência do governo federal em relação ao segmento veículos motos partes e peças destaquem-se suas contribuições para as elevações das vendas do comércio ampliado no espírito santo onde o peso do segmento no comércio do estado aumentou de 29 para 54 no período analisado a relevância do setor nestes estados está relacionada em parte aos impactos das alíquotas do imposto sobre a propriedade de veículos automotores ipva mais reduzidas registradas no espírito santo 2 e no paraná 2,5 e da isenção do ipva no primeiro ano para carros novos em goiás em vigor desde 2002 em oposição as vendas do comércio ampliado no rio de janeiro e em são paulo foram os menos sensibilizadas pelo supracitado segmento em relação aos demais componentes do indicador geral do comércio ampliado ressalte-se no rio de janeiro o crescimento de 142 nas vendas de outros artigos de uso pessoal e doméstico influenciado pelo crescimento de importantes redes varejistas no estado no rio grande do sul os segmentos artigos farmacêuticos médicos ortopédicos de perfumaria e cosméticos e equipamentos e materiais para escritório informática e comunicação registraram expansões respectivas de 80,7 e 331 no período exercendo na ordem contribuições de 3,8 e 3,0 para o crescimento do comércio do estado o segmento tecidos vestuário e calçados apresentou o desempenho mais expressivo no ceará contribuindo com 5,8 da expansão do comércio no estado as vendas de combustíveis e lubrificantes que exerceram impactos negativos no espírito santo rio de janeiro paraná e rio grande do sul elevaram-se na ordem 35,2 e 27,1 em santa catarina e no distrito federal respondendo por 5,1 e 4,6 das variações dos respectivos indicadores gerais fecomércio vibra com pesquisa do ibge o volume de vendas no comércio varejista do espírito santo em sua última avaliação em novembro apresentou uma expansão de 7,8 ano de 2011 em relação ao acumulado de 2010 segundo números da pesquisa mensal do comércio pmc do ibge crescimento maior do que o brasileiro que apresentou taxa de 7 no volume de vendas os índices foram revelados em comunicado expedido pela empresa de assessoria de imprensa que presta serviços para a federação do comércio de bens serviços e turismo do espírito santo fecomércio/es para conferir esta informação o jornal empresários constatou junto a lojistas um posicionamento totalmente inverso ao resultado da pesquisa festejada pela fecomércio na região da praia do canto por exemplo várias lojas fecharam as portas este mês por causa do péssimo resultado das vendas no último trimestre de 2011 muitos comerciantes se utilizaram do expediente de antecipação de créditos junto à rede bancária para fazer face as seus compromissos financeiros pagamento de imposto e obrigações sociais a operação é bem simples mas representa alto custo para os empresários os lojistas solicitam e as agências bancárias antecipam os valores das vendas a crédito e com cheques pré-datados mas para o presidente da fecomércio josé lino sepulcri que avaliou os dados da pesquisa com outra ótica os indicadores foto arquivo je josé lino sepulcri da fecomércio apontaram um ritmo mais moderado das vendas reais do comércio varejista no fim do ano na comparação com o mesmo período do ano anterior esse ritmo tende novamente a ganhar força a partir do segundo trimestre de 2012 onde os efeitos da queda dos juros e da retirada das medidas de restrição ao crédito devem impactar positivamente sobre o consumo das famílias comenta josé lino segundo o ibge das oito atividades comerciais analisadas no espírito santo o segmento de artigos farmacêuticos médicos ortopédicos e de perfumaria teve a maior contribuição à taxa geral do comércio varejista com expansão da ordem de 26,8 no acumulado de janeiro a novembro sobre igual período de 2010 e de 26,5 no acumulado de 12 meses para o presidente da fecomércio a atividade continua mantendo um ritmo de crescimento acima da média o que pode ser justificado tanto pelo crescimento da massa real de salário como pelo caráter de uso essencial de seus produtos.

[close]

p. 5

12 anos vitÓria/es janeiro de 2012 5

[close]

p. 6

6 janeiro de 2012 vitÓria/es 12 anos tributos presidente da entidade sugere alteraÇÕes no icms sebrae quer menos imposto a idéia é ampliar o diálogo com as prefeituras a partir deste ano aproveitando as eleições municipais de outubro o presidente do sebrae luiz barretto defendeu articulações para o fim da cobrança do imposto sobre circulação de mercadorias e serviços icms por meio da substituição tributária a ideia é que esse trabalho comece já em 2012 a substituição tributária ocorre quando uma empresa normalmente indústria ou atacadista recolhe o imposto no caso o icms devido pelos demais integrantes da cadeia produtiva até o consumidor final no caso do icms o governo de cada estado determina qual a empresa e os produtos sujeitos a essa tributação o problema é mais grave para as participantes do simples nacional levantamento de 2010 do sebrae e da fundação getúlio vargas mostra que dependendo do local e do produto o aumento entre o imposto pago no simples nacional e o via substituição tributária se aproxima de 700 esse é um tema importante que devemos tratar porque o problema minimiza uma série de efeitos positivos da lei geral da micro e pequena empresa em alguns estados essa redução alcança até 40 dos efeitos positivos da lei comentou o presidente do sebrae ele também defendeu a entrada de novas categorias econômicas no simples nacional especialmente do setor de serviços barretto exemplificou a importância do apoio aos micro e pequenos negócios e falou foto bernardo rebello/asn economia retoma crescimento a economia brasileira deverá retomar a sua trajetória de crescimento a partir do primeiro trimestre deste ano em sua terceira alta consecutiva o indicador serasa experian de perspectiva da atividade econômica mostrou crescimento de 0,2 em outubro de 2011 frente ao mês imediatamente anterior atingindo o valor de 98,3 o indicador divulgado dia 27 de dezembro mostra em um período dos próximos seis meses em que patamar se encontrará a economia brasileira quando o índice está em nível superior a 100 o indicador aponta que o ritmo de crescimento tenderá a exibir uma trajetória de aceleração nos próximos meses desta forma o resultado divulgado em dezembro mostra que após ter entrado em estagnação neste segundo semestre a economia começa a crescer os economistas da serasa experian indicam alguns fatores que deverão ajudar no processo de recuperação do dinamismo da atividade econômica eles citam a atual trajetória de alívio monetário reduções da taxa básica de juros e reversão das medidas macroprudenciais e a adoção de novas isenções fiscais redução de iof nos empréstimos às pessoas físicas reduções de ipi na linha branca entre outros além disso o aumento de 14,3 do salário-mínimo que passou a vigorar a partir de 1º de janeiro de 2012 será importante para a recuperação o indicador serasa experian de perspectiva pretende antever em um período de seis meses em que fase do ciclo estarão algumas variáveis econômicas como atividade econômica concessões reais de crédito aos consumidores e às empresas e inadimplência da pessoa física e jurídica cenÁrio mundial para confirmar as previsões no dia 27 de dezembro a impensa britânica divulgou que o brasil deve superar o reino unido e se tornar a sexta maior economia do mundo segundo projeções do centro de pesquisa econômica e de negócios cebr na sigla em inglês a queda do reino unido no ranking das maiores economias continuará nos próximos anos com rússia e Índia empurrando o país para a oitava posição o jornal the guardian atribui a perda de posição à crise bancária de 2008 e à crise econômica que persiste em contraste com o boom vivido no brasil na rabeira das exportações para a china o daily mail outro jornal que destaca o assunto,diz que o reino unido foi deposto pelo brasil de seu lugar de sexta maior economia do mundo atrás dos estados unidos da china do japão da alemanha e da frança segundo o tabloide britânico o brasil cuja imagem está mais frequentemente associada ao futebol e às favelas sujas e pobres está se tornando rapidamente uma das locomotivas da economia global luiz barretto pretende debater novas formas de arrecadação tributária do aumento da receita do simples nacional no início em 2007 a arrecadação da união estados e municípios era de r 8,3 bilhões até outubro de 2011 já foram arrecadados r 34 bilhões citou ele destacou que de agosto de 2007 a outubro de 2011 governos federal estaduais e municipais obtiveram cerca de r 130 bilhões por meio do sistema É um regime em que todos ganham as empresas a sociedade e o governo pois aumenta a formalidade e sua base de arrecadação avaliou o presidente do sebrae também defendeu tratamento diferenciado por parte dos municípios ao empreendedor in dividual principalmente nas licenças para funcionamento das atividades falou ainda da importância do acesso de micro e pequenos negócios às compras municipais a idéia segundo barretto é ampliar o diálogo com os municípios a partir de 2012 aproveitando as eleições o presidente do sebrae também anunciou a realização entre os dias 26 e 30 do próximo mês de março de um seminário nacional em brasília sobre desenvolvimento municipal a partir do incentivo às micro e pequenas empresas a ação será promovida em parceria com entidades municipalistas.

[close]

p. 7

12 anos tributos arrecadaÇÃo federal deve atingir r 1,51 trilhÃo vitÓria/es janeiro de 2012 7 carga tributária cresce 1,5 para o coordenador de estudos do ibpt gilberto luiz do amaral a carga tributária de 2011 terá recorde histórico instituto brasileiro de planejamento tributário ibpt estima que a carga tributária de 2011 crescerá 1,5 ponto porcentual em comparação a 2010 o levantamento foi realizado a partir de dados divulgados pelo instituto brasileiro de geografia e estatística ibge no passado que demonstram variação nula do pib brasileiro no terceiro trimestre do ano passado em 2011 a carga tributária baterá recorde histórico chegando próxima a 36 do pib e superando o resultado de 2010 que mesmo após a revisão era o maior já registrado afirma o coordenador de estudos do ibpt gilberto luiz do amaral o ibge reviu o valor nominal do pib de 2010 passando de r 3 674 trilhões para r 3,770 trilhões com isto a carga tributária de 2010 que era 35,13 caiu para 34,24 o aumento da carga tributária em 2011 segundo o ibpt devese ao fato de que a arrecadação tributária cresceu mais do que o pib enquanto a arrecadação tributária nominal em 2011 tem registrado um crescimento de mais de 16 o pib apresenta variação nominal de 11 a previsão do instituto é de que a arrecadação total chegue a aproximadamente r 1,51 trilhão os tributos que têm maior arrecadação nominal são icms 19.86 do total inss 18,23 imposto de renda 16,80 e cofins 10,65 o crescimento nominal da arrecadação neste ano será de aproximadamente r 220 bilhões percentualmente os tributos de maior arrecadação nominal e maior crescimento em 2011 são contribuição social sobre o lucro líquido csll 29,12 imposto de importação 22,84 imposto de renda 21,04 ipi 19.48 inss 17,06 cofins 14,41 e icms 10,31 o que É ­ carga tributária é a quantidade de tributos impostos taxas e contribuições das três esferas de governo federal estadual e municipal que incidem sobre a economia que é formada pelos indivíduos empresas e os governos nos seus três níveis o sistema tributário brasileiro é composto por 61 tributos federais estaduais e municipais especialistas da área consideram essa quantidade um exagero o que contribui para a complexidade das normas que regulamentam os tributos isso faz com que empresas principalmente as de grande porte tenham departamentos especí o ficos para cuidar exclusivamente da administração tributária países desenvolvidos têm uma estrutura tributária mais eficiente com uma menor quantidade de tributos isso no entanto não necessariamente implica em dizer que eles cobram menos impostos em termos porcentuais do produto interno bruto pib todo valor adicionado aos produtos e serviços produzidos pelo país.

[close]

p. 8

8 janeiro de 2012 vitÓria/es 12 anos gastronomia restaurante reabre e ganha luxo e sofisticaÇÃo o mercador com mais estilo além da tradicional cozinha italiana os frequentadores podem saborear pizzas e pratos com toques contemporâneos m dos mais sofisticados restaurante de vitória o mercador reabriu as portas depois de passar vários meses em reforma ganharam seus freqüentadores que podem desfrutar de maior comodidade tanto no que se refere à gastronomia quanto à decoração uma das responsáveis pelo projeto é a paulistana andrea de cesare advogada por formação e especialista em imagem e marketing corporativo por vocação atua há mais de 20 anos na área de gestão de imagem corporativa para diversos segmentos da economia meu trabalho vai desde a criação de conceitos marcas até a finalização de projetos já existentes dando um toque singular que aliás é uma das principais demandas das empresas interessadas em buscar uma identidade única e exclusiva no mercado consumidor diz andrea uma das novidades no mercador é o agendamento de u foto antÔnio moreira as instalações foram ampliadas e ganharam nova decoração além de uma forneria andrea de cesare comandou a reforma transporte vallet service além de detalhes que traduzem o estilo e o requinte da casa um dos mimos pode ser visto nos toaletes o banheiro feminino é identificado com uma sandália da louis vuitton enquanto o masculino ganhou uma sofisticada gravata da mesma marca outra mudança significativa foi o repertório musical do restaurante os salões possuem música ambiente com ritmos variados que vão dos clássicos da mpb e bossa nova a ritmos que misturam o jazz com os hits famosos da atualidade a nova direção da casa afirma que conta com uma equi pe treinada para prestar um bom serviço seja na recepção dos clientes apresentação de vinhos na adega ou no preparo dos pratos e para finalizar o cardápio continua ainda clássico mas ganhou sofisticadas atualizações para uma cozinha italiana porém com toques contemporâneos ali o público vai encontrar um requintado cardápio de massas carnes e aves nobres além de risotos e opções de pratos elaborados à base de peixes e frutos do mar assinado pela chef pamela tello o menu contempla ainda a oferta de entradas saladas e sobremesas e a forneria com dicas refinadas de pizzas e massas a adega do restaurante o mercador conta mais de 2.500 rótulos entre tintos secos suaves e espumantes com sugestões de bebidas do novo e do velho mundo há entre as infinitas sugestões a linha de rótulos da romanée-conti produzidos na vinícola da borgonha na frança ­ referência mundial em vinhos outra opção francesa é a linha de vinhos da região de bordeaux também consagrada como um dos ícones mundial na categoria potencialidade e longevidade as sugestões desta vinícola podem ser degustadas com preços variados na adega já entre os champanhes a seção com rótulos em tamanhos especiais representam o alto luxo a sugestão é o espumante da krug ­ preparada basicamente sob encomenda num vinhedo que produz apenas dois mil rótulos por ano o brasil recebe pouquíssimas garrafas e o mercador possui uma dessas preciosidades na sua adega o mercador possui três salões no térreo com capacidade para mais de 100 pessoas planejado nos mínimos detalhes para surpreender o público seu mobiliário de marcenaria se harmoniza com um jardim vertical composto por plantas da mata atlântica além de uma charmosa cozinha aparente frente toda em vidro a casa passa a contar com charmoso bar no lugar da habitual delicatessen no salão principal o cardápio conta com drinques de frutas frescas licores finos além de petiscos assinados pela chef pamela tello a gerência do restaurante o mercador está sob a responsabilidade de juliana bessa que veio de são paulo para ocupar o cargo serviÇo o mercador localizaÇÃo rua aleixo neto telefone 27 3315 5633 restaurante almoço ­ todos os dias de 12h às 15h30 jantar das 19h à meia-noite forneria todos os dias das 18h à meia-noite

[close]

p. 9

12 anos vitÓria/es janeiro de 2012 9

[close]

p. 10

10 janeiro de 2012 vitÓria/es 12 anos mobilidade urbana protestos paralisam a cidade ir e vir no transcol custa r 4,90 o aumento no preço das passagens pesa no bolso de15 milhões de passageiros/mês transportados pelo sistema esconforto e insegurança são duas das principais características do sistema de transporte coletivo da grande vitória responsável pela movimentação de 15 milhões de passageiros mês que pagam para transitar em ruas esburacadas e em veículos superlotados neste mês houve mais um aumento de r 0,15 no preço das passagens provocando insatisfações generalizadas e protesto de estudantes que paralisou ruas de vitória obrigando os órgãos de segurança a intervirem para conter os manifestantes os estudantes exigem melhorias e a lista de reivindicações inclui a redução da tarifa de ônibus reabertura da comissão parlamentar de inquérito cpi do transcol a revisão imediata da tarifa mais transparência nos gastos e melhorias no transporte público o aumento no preço das passagens do sistema transcol representa mais r 2,2 milhões por mês no faturamento das empresas um dos críticos mais acirrados é o vereador de vitória fabrício gandini leia sua opinião na coluna ao lado os novos preços das passagens dos ônibus vigoram desde o dia 8 a tarifa do sistema transcol passou de r 2,30 para r 2,45 e em vitória a passagem passou de r 2,20 para r 2,35 os novos valores foram aprovados no dia 6 de dezembro as tarifas dos ônibus seletivos do transcol também foram reajustadas e terão valores que variam de acordo com as distâncias percorri d foto arquivo je opiniÃo pÚblica fabrício gandini aumento questionável concessão de um serviço público deve seguir rigorosas normas de publicidade durante todo o tempo da exploração das atividades mas há informações que ainda não chegam ao cidadão comum no caso do transporte público qual é o lucro das empresas operadoras de ônibus sempre ouvimos dizer que os insumos aumentaram que existe necessidade de reequilíbrio financeiro do contrato mas não temos as mesmas informações públicas sobre esses custos e os lucros obtidos na exploração desse serviço a propósito o que deve ser considerado lucro aceitável em se tratando de um serviço essencial para a população quanto representa o acréscimo de 15 centavos na passagem se utilizarmos dados de 2007 de circulação de passageiros pagantes esse aumento pode gerar um crescimento de receita para o sistema na casa de r 1 milhão as empresas de transporte afirmam que trabalham com uma margem mínima de valores mas não facilitam o acesso às planilhas de custos e ganhos para se ter uma ideia a dificuldade de se obter uma planilha relativa ao serviço prestado em vitória em 2010 foi tamanha que demorou meses para o re a os veículos do sistema transcol trafegam superlotados por vias esburacadas das as linhas de vila velha cariacica e viana passam de r 3,40 para r 3,70 as linhas de jacaraípe e praia grande na serra passarão de r 3,90 para r 4,25 as demais linhas de seletivo do município da serra passarão de r 3,70 para r 4 os passageiros dos seletivos de vitória vão passar a pagar r$2,50 o aumento de 6,5 nas passagens do sistema transcol foi decidido em uma reunião do conselho gestor dos sistemas de transportes públicos urbanos de passageiros da região metropolitana da grande vitória o órgão é integrado por representantes do governo estadual estudantes centrais sindicais empresários além da federação das associações de moradores do espírito santo famopes destruiÇÃo um ônibus destruído ninguém ferido e grande susto e correria no se gundo dia de protesto dos estudantes a polícia usou bombas de efeito moral e balas de borracha para dispersar o grupo que protestava contra o aumento da passagem de ônibus eles ocuparam avenidas de vitória a polícia interrompeu o trânsito em outros trechos e isolou o movimento os estudantes se dispersaram e o movimento na pistas voltou ao normal enquanto as investigações prosseguiam no dia 18 deste mês a polícia apresentou o estudante eduardo ramos de 20 anos como autor da ação que destruiu um ônibus durante os protestos ele vai responder ao processo em liberdade apesar de toda a movimentação contrária ao aumento no preço das passagens o governo anunciou que a nova tarifa vai continuar valendo cebimento de uma resposta a um requerimento de informações e a documentação foi enviada sem qualquer assinatura ao analisar os dados vi que faltavam veículos do sistema porta a porta já incluídos no custo do sistema se faltavam veículos também não haveria despesas com motoristas combustível e ainda com o custo de quilometragem rodada e com o desgaste dos veículos denunciei o ocorrido ao ministério público pois as empresas estavam cobrando por um serviço que não prestavam só consegui notar essa distorção pois o sistema ali era pequeno estavam descritos dez veículos para o porta a porta mas só existiam seis surge a dúvida será que o que está na planilha é real a qualidade do serviço de transporte também é questionável pagamos uma tarifa por um serviço de deslocamento de um ponto ao outro que deveria oferecer um mínimo de conforto e segurança realizamos o deslocamento mas não há conforto nem segurança para os usuários do sistema a luta dos estudantes deveria ser de todos aqueles que usam o transporte público fabrício gandini é vereador de vitória

[close]

p. 11

12 anos vitÓria/es janeiro de 2012 11

[close]

p. 12

12 janeiro de 2012 vitÓria/es 12 anos mobilidade empresa especializada inaugura guichÊ justiça mantém empresa de transporte no aeroporto a rossi transporte receptivo está no mercado do espírito santo há mais de três anos s usuários do aeroporto de vitória contam desde o final de dezembro de 2011 com um serviço de transporte receptivo de qualidade oferecido pela infraero com o objetivo de melhorar o deslocamento de passageiros no espírito santo a empresa contratada a rossi transporte receptivo colocou um guichê na nova sala de desembarque do aeroporto em caráter experimental por um período de 90 dias quando é esperado significativo aumento da demanda o atendimento da rossi no aeroporto de vitória a convite da infraero começou no final de novembro do ano passado mas foi suspenso porque a prefeitura de vitória entendeu que a empresa não estava legalizada após decisão judicial favorável a rossi retomou suas atividades depois de comprovar que está totalmente legalizada empresa possui selo de qualidade a rossi transporte receptivo inspirou-se em empresas que funcionam em grandes centros como paris e londres para oferecer aos usuários um novo conceito em transporte diário com destaque para a comodidade agilidade e pontualidade aliados a um atendimento de alta qualidade com esse objetivo procura aprimorar o nível de qualificação de sua equipe com treinamento e cursos permanentes a empresa possui em seus quadros profissionais com o selo qualifica-es do governo do estado buscamos a excelência nos guichês de atendimento bem como em executar os serviços oferecidos e nossa equipe procura solucionar a necessidade especifica de cada cliente firma marcelo rossi a empresa está apta a atuar com carros executivos e atendimentos no transporte diario em eventos viagens city tours e traslados seus veículos são novos e segurados o o guichê de atendimento fica na sala de desembarque de passageiros do aeroporto e apta a operar os serviços a rossi está no mercado há mais de três anos e atua junto a clientes particulares à rede hoteleira da grande vitória e grandes empresas sediadas no espírito santo o contrato firmado com a infraero oferece aos usuários serviços de receptivo personalizado transfer e locação de veículo com motorista atendendo a demanda na temporada de férias a empresa possui uma equipe capacitada e treinada para desempenhar um serviço de alta performance com profissionais bilíngües e uma frota padroni zada utilizando modelo de sucesso em diversos países a rossi pratica um novo conceito de atendimento em transporte de passageiros certificada com o selo qualifica-es concedido pelo governo do estado na excelência em receptividade ao turista a rossi tem contratos firmados com diversas empresas conceituadas e de destaque no cenário econômico nacional a rossi acredita que o novo desafio aumenta a responsabilidade e a missão que tem em contribuir para o desenvolvimento da economia e do potencial turístico do espírito santo afirma marcelo rossi diretor da empresa a rossi transporte receptivo funciona com carros leves conduzidos por profissionais que recebem treinamento constante e também opera com vans micro-ônibus e outros veículos mediante contrato previamente acertado serviÇo rossi transporte receptivo telefone 27 3035-0898 9890-3459 3035-1989 site www.rossitransporteexecutivo.com.br vida leve jane mary de abreu janemaryconsultoria@gmail.com apaixone-se por você mesmo primeira vista incentivar uma pessoa a se amar antes de qualquer outra coisa parece uma exortação ao egoísmo mas não é o amor por si mesmo abre caminho para todos os outros amores antes de se apaixonar por você mesmo nenhum movimento na direção do outro será verdadeiro nem lhe dará satisfação plena por mais bem intencionado que você seja por mais que se dedique aos outros experimentará sempre uma sensação de incompletude sabe por que porque a gente só dá aquilo que tem se você ainda não tem amor por si mesmo o que poderá oferecer aos outros nada além de boas intenções entender isso é fundamental antes de se pensar na construção de uma sociedade mais amorosa É o que todos querem mas paradoxalmente é o que ninguém se esforça para realizar a mudança possível só pode acontecer no plano individual nunca no coletivo muito se tem falado no bullying o mercado editorial encontrou um bom motivo para vender livros e mais livros falando de uma coisa tão velha quanto o mundo mas que ganhou roupagem de nova todos nós À independente da idade já sofremos algum tipo de depreciação por parte de colegas de escola de trabalho entre amigos e familiares eu não sou uma exceção sofri bullying logo no começo da vida com o tamanho desproporcional da minha cabeça na escola ninguém sentava atrás de mim eu dificultava a visão dos que queriam ver a professora por azar eu gostava da primeira carteira chegava mais cedo para garantir o meu espaço ali de frente para o quadro negro a chiadeira era geral no silêncio eu questionava deus que maldade foi essa por que logo eu minha conversa com ele sempre foi franca nunca fui de pedir nada sempre achei a vida uma bênção mais do que suficiente mas quando a zombaria aumentava muito eu reclamava com a divindade sim e de tanto me encolher para tentar passar despercebida acabei ganhando até prêmio por bom comportamento mas o mérito era toda da minha cabeça que fazia silencio para ser esquecida todo mundo tem uma história parecida o fato novo no bullying é que ele está escancarando as mazelas de uma sociedade que elegeu o sucesso material como sua meta de vida e que vive escondida atrás de uma coleção infindável de máscaras sociais ­ todo mundo parecendo ser o que não é todo mundo produzindo sorrisos pré-fabricados para cada ocasião o amor foi esquecido deus foi esquecido por isso a violência está mostrando a sua face mais cruel a violência nada mais é que a ausência do amor e da divindade nos corações humanos a escola que poderia mudar o curso da história não está interessada em ensinar e praticar os valores humanos ainda só entende o lado poético do amor desconhece a sua força como energia criadora o que a escola tradicional ensina é insatisfatório superficial e incompleto incompleto e prejudicial porque estimula a competição o coleguinha passa a ser um concorrente que precisa ser vencido as crianças são incentivadas a chegar em primeiro lugar transformaram a vida num campeonato onde todos almejam ser campeões de alguma coisa não importa o quê obviamente elas são tentadas a lutar e a entrar em conflito para satisfazer seus egos inflados desde cedo com a idéia do campeão is so destrói a alegria e a afabilidade nas relações humanas qualquer competição é violenta porque cria pessoas pouco amorosas os efeitos deste tipo de educação alimenta hoje os noticiários ­ parece que todo mundo está brigando com todo mundo e tem uma coisa mais grave ainda acontecendo a criança é ensinada a viver no futuro ela é motivada a se preparar para viver o amanhã sendo que a vida acontece no presente no aqui e no agora É por causa disso que a morte apavora cada vez mais as pessoas quando o fim se aproxima a pessoa se dá conta finalmente do mal que fez a si mesma a vida inteira ­ eu não vivi e já estou indo embora isso é real mente desesperador chico xavier dizia que não podemos voltar no tempo para fazer um novo começo mas podemos a partir de agora construir um novo fim então podemos começar a mudar agora tudo que está aí com uma atitude que não custa um centavo e traz benefícios imediatos o silêncio o silêncio leva ao autoconhecimento ele é a chave para o despertar do amor em cada coração humano antes de saber quem vo cê é antes de ter a certeza de que você é filho de um deus perfeito e que portanto tem a perfeição em si mesmo você não será capaz de amar ninguém se você é um desconhecido para si mesmo como pode pretender conhecer as pessoas à sua volta através do contato consigo mesmo o ser humano acessa elevados níveis de consciência que por sua vez proporcionam o acesso a elevados conhecimentos e isso não é papo de místico não já na sua época albert einstein dizia penso 99 vezes e nada descubro deixo de pensar mergulho em profundo silêncio e eis que a verdade me é revelada portanto não perca mais tempo faça silêncio apaixone-se por você mesmo inicie agora mesmo a sua revolução silenciosa para um mundo melhor feito de pessoas éticas e amorosas gente de primeira classe jane mary de abreu é jornalista consultora de marketing político e empresarial e palestrante motivacional com foco no endomarketing descompressão de ambientes e espiritualidade no trabalho.

[close]

p. 13

12 anos admistraÇÃo a presidente dilma atende reivindicaÇÃo de trabalhadores vitÓria/es janeiro de 2012 13 governo regulamenta o trabalho à distância categoria da tecnologia da informação será uma das mais beneficiadas com a medida foto arquivo je josé carlos rizk defende a decisão a partir de agora todos os trabalhadores que executam suas atividades fora do local de trabalho seja em casa ou à distância passam a ter os mesmos direitos daqueles que exercem suas funções dentro das empresas como hora extra adicional noturno e assistência em caso de acidente de trabalho a lei 12.551 sancionada em dezembro de 2011 pela presidente dilma rousseff alterou o artigo 6º da consolidação das leis do trabalho clt para equiparar os efeitos jurídicos do trabalho exercido por meios telemáticos e informatizados ao exercido por meios pessoais e diretos ou seja nas empresas o advogado josé carlos rizk filho afirma que é importante a formalização de todas as relações de trabalho na medida em que tal fato impulsiona a economia e conduz o trabalhador para a percepção de benefícios previdenciários e trabalhistas no caso do trabalho à distância persiste a dificuldade de controle sobre essa gama de trabalhadores os quais podem encontrar alguma dificuldade para observância de todos os seus direitos tais como hora extras adicional noturno entre outros explica para ele a decisão é vantajosa também para o empresário sob o aspecto de poder exigir e controlar esse trabalho de forma legítima e legalizada tendo em vista que poderá obrigar o cumprimento de todas as obrigações inerentes ao contrato de trabalho a categoria da tecnologia da informação será uma das mais afetadas pela mudança na lei uma vez que muitos profissionais da área praticam o trabalho à distância para o presidente do sindicato dos trabalhadores de ti sindpd antonio neto a regulamentação é favorável aos trabalhadores e também aos empresários participamos de muitos debates tanto na esfera estadual como na federal para enfatizar a importância da preservação dos direitos dos profissionais que atuam fora das empresas com a vigência da lei o trabalhador tem assegurados os direitos do registro em carteira e não pode mais ser tratado como pessoa jurídica o chamado pj avalia neto o controle das horas trabalhadas e a supervisão das tarefas desempenhadas podem ser feitas por meios eletrônicos as companhias são as mais interessadas em definir as regras para evitar o ônus de processos trabalhistas o controle da jornada dos profissionais online não será difícil pois o horário pode ser medido a partir do momento em que eles se logam à rede ou aos sistemas corporativos utilizados para realizar suas tarefas explica neto no caso dos que trabalham offline a maior dificuldade será contabilizar o tempo gasto para o desenvolvimento de projetos a negociação da convenção coletiva da categoria de ti começa agora em janeiro e esse assunto com certeza vai ser discutido completa neto ,

[close]

p. 14

14 janeiro de 2012 vitÓria/es 12 anos consumo medida adotada em vitÓria gera nova fonte de renda para comerciantes supermercado ganha r 0,18 com a venda de cada sacola biodegradável ao consumidor a distribuição de sacolas está suspensa por decisão do ministério público que fez acordo com a acaps venda de sacolas biodegradáveis nos supermercados de vitória é uma nova fonte de renda para os comerciantes mais um peso no bolso do consumidor além de passar por cima da lei 9 622 de janeiro de 2011 que alterou a lei 8.745 de 2007 que disciplina o uso desse produto nos supermercados a lei sancionada pelo governador renato casagrande no dia 14 de janeiro de 2011 estabeleceu o prazo de um ano para que os estabelecimentos comerciais se adequassem às novas regras oferecendo sacolas recicladas ou oxibiodegradáveis ao consumidor o que era esperado conforme previa a lei 9.622 que alterou a lei 8.745 não aconteceu a associação capixabas de supermercados acaps fez um acordo com o ministério público e suspendeu a distribuição gratuita das sacolinhas passando a vender as sacolas biodegradáveis fabricadas na china isto provocou protestos incluindo o do promotor sant clair do nascimento que passou a investigar o assunto sendo afastado posteriormente do caso desde o dia 9 deste mês os supermercados de vitória deixaram de distribuir as sacolas consumo no mundo anualmente 500 bilhões a 1 trilhão de sacolas plásticas são distribuídas o que equivale a 1 milhão de sacolas produzidas por minuto no brasil 41 milhões de sacolas plásticas são consumidas por dia 1,25 bilhão por mês e 15 bilhões por ano no espírito santo são distribuídas 570 mil sacolas por dia só em vitória diariamente circulam cerca de 50 mil a cidade de vitória produz aproximadamente 9,5 mil toneladas de lixo por mês segundo a pesquisa da associação brasileira de empresas de limpeza pública e resíduos especiais abrelpe as sacolas plásticas de acordo com as estatísticas compõem aproximadamente 900 toneladas desses resíduos grande parte dessas sacolas são provenientes dos supermercados a foto arquivo je leonardo de castro diz que com o descarte correto a sacola plástica não polui de plástico colocando em prática um acordo ambiental firmado entre o ministério público do espírito santo mp-es e a associação capixaba de supermercados acaps a campanha todos embalados por um mundo melhor incentiva a substituição das sacolas por outras formas de acondicionamento de compras mais sustentáveis em especial pelas bolsas retornáveis fsturamento tomando por base a estimativa de que circulam por dia 50 mil sacolas nos supermercados da cidade e que cada sacola custa r 0,19 o faturamento diário com a comercialização desse produto atinge a r 9.500 r 285 mil ao mês e r 3,4 milhões por ano além de pagar essa conta o consumidor terá que comprar sacolas para lixo cujo rolo menor custa em média r 8 já que as sacolinhas eram utilizadas também para essa finalidade o presidente do sindicato da indústria de material plástico do estado do espírito santo sindiplast-es leonardo sou za rogério de castro entende que a decisão adotada pelos supermercadistas ao suspenderem a distribuição de sacolas plásticas ao consumidor com a justificativa de estar contribuindo para preservar o meio ambiente é equivocada todos nós temos que apoiar qualquer iniciativa para preservar o meio ambiente mas a suspensão do uso de sacolinhas é equivocada e seus resultados são nulos segundo ele os supermercadistas aproveitaram o modismo de preservação do meio ambiente para suspenderem a distribuição das sacolinhas ele afirma que o problema não está no uso mas no descarte das sacolinhas utilizada de forma correta há o favorecimento da indústria da reciclagem cadeia produtiva que movimenta a economia e gera cinco mil empregos diretos no espírito santo com maior estímulo incluindo ações educativas para o descarte correto e uma coleta seletiva com uma organização adequada as sacolas de plástico poderiam ser recicladas e retornar ao mercado romário araújo presidente da associação das empresas de reciclagem do espírito santo e do instituto ecociência afirma que os supermercados terão um lucro significativo com a venda das sacolas biodegradáveis com prejuízo para o consumidor ele questiona a justificativa de preservação do meio ambiente divulgada pelos supermercadistas afirmando que o consumidor vai continuar comprando produtos acondicionados em plásticos e principalmente sacos de lixo que poluem do mesmo modo para ele criou-se em torno da sacola biodegradável vendida nos supermercados algumas inverdades ela só é biodegradável em ambiente propício com temperatura adequada do contrário nada acontece diz ro mário o plástico informam leonardo e romário faz parte de uma rica cadeia produtiva que gera emprego e renda sem poluir o meio ambiente o plástico em contato com a terra ou a água é inerte não polui É 100 reciclável transformando-se em novos produtos ou em energia desde que não seja jogado em qualquer lugar é uma questão de atitude das pessoas dessa forma ele não vai boiar nos rios ou ocupar espaço nos aterros sanitários e não é verdade que os biodegradáveis simplesmente desaparecem a biodegradação gera gases como o carbônico e o metano afirma o presi dente do sindiplast-es sacola plástica tem a preferência projeto piloto ignora lei estadual pesquisa datafolha revela que 84 dos consumidores apontam as sacolas plásticas como meio mais frequente para carregar as compras em segundo lugar aparece a sacola de pano e nylon com 11 seguida de carrinho de feira 3 e caixa de papelão 2 o datafolha mostra ainda que 82 não concordam com o pagamento pelo uso das sacolas plásticas dos entrevistados 81 concordam em que a cobrança pelas sacolas plásticas daria mais lucro para o comércio 57 concordam em que a proibição da distribuição das sacolas prejudicará a população 96 em que o comércio distribua sacolas biodegradáveis caso as sacolas plásticas fossem proibidas para os que dizem que as sacolas plásticas são o melhor meio de transporte para as compras a resis tência da embalagem e sua reutilização são apontadas como as razões para a escolha o datafolha mostra que 88 dos usuários de sacolas plásticas costumam reutilizar essas embalagens 7 descartam as sacolas e 6 dizem que mandam para reciclagem em questão que permitia múltiplas escolhas os entrevistados que reutilizam as sacolas indicaram como finalidade do reuso o acondicionamento de lixo 96 o recolhimento de sujeira de animais 51 a utilização para transportar outros objetos 66 o uso para separar o lixo a ser levado à reciclagem 39 para armazenar mantimentos 26 guardar roupas 17 ou a utilização como matéria prima para confeccionar outros produtos 4 o presidente do sindiplastes leonardo de castro diz que a medida adotada passa por cima da lei número 9.622 de 13/01/11 que disciplina o uso de sacolas plásticas pelos supermercados pela lei os supermercados são obrigados a utilizar 30 de sacolas recicladas a fim de manter a cadeia produtiva em funcionamento e garantir o recolhimento de produtos nocivos ao meio ambiente o projeto-piloto nos su permercados de vitória estabelece a utilização de sacolas retornáveis ou 100 biodegradáveis a iniciativa é parte do termo de compromisso assinado pelo ministério público do estado do espírito santo mpes e os centros de apoio operacionais de defesa do consumidor cadc de implementação das políticas de educação cape e de implementação das políticas da saúde caps o ministério público do trabalho mpt/es a associação capixaba dos supermercados acaps a associação comunitária do espírito santo aces e associações de moradores o ministério público do estado do espírito santo mpes diz que iniciou um movimento para alcançar um modelo sustentável de gestão dos resíduos gerados a partir das atividades dos supermercados no espírito santo.

[close]

p. 15

12 anos vitÓria/es janeiro de 2012 15

[close]

Comments

no comments yet