Revista 23

 

Embed or link this publication

Description

Cooperativa a sacavenense

Popular Pages


p. 1

janeiro 2007 n.º 23

[close]

p. 2

abertura editorial mais uma fase do processo tendo em vista a concretização do clube de saúde nas instalações da sede da cooperativa a sacavenense foi ultrapassada com a garantia do financiamento por parte de uma instituição bancária tem sido um processo lento mas seguro com a ponderação que um investimento desta ordem acarreta por isso mesmo e concluídas que foram aquilo a que podemos designar três fases do projecto lançamento da ideia aprovação por parte da câmara municipal de loures e garantia dos diversos financiamentos pensamos que é importante os sócios da cooperativa pronunciarem-se com clareza sobre o projecto do clube de saúde na sessão comemorativa de mais um aniversário iremos aproveitar para fazer perante os presentes um ponto de situação mas pensamos que é necessário ir mais longe e realizar uma assembleia para que os sócios exprimam as suas opiniões permitindo então um arranque definitivo para a realização de mais um sonho com impacto evidente na freguesia de sacav ém rápidas directas parabéns a militão veloso militão veloso comemorou com alegria e saúde os seus 74 anos de vida uma vida repleta intensa com uma extrema dedicação à causa desportiva quantas colectividades e clubes da nossa freguesia e não só não conheceram a generosidade e o apoio deste conhecido empresário com estabelecimentos em sacavém e no prior velho ligado ao comércio de equipamentos e troféus desportivos mais uma vez militão veloso juntou amigos no seu jantar de aniversário e ouviu da boca do presidente da câmara de loures carlos teixeira a promessa de no próximo aniversário receber as chaves da cidade de loures como reconhecimento do apoio ao movimento associativo a cooperativa a sacavenense reitera ao nosso amigo militão veloso desejos de muitos e bons anos na companhia de sua família e dos amigos a direcção o prazer da escrita título a guerra civil de espanha origens evolução e consequências autor francisco j romero salvadó editora publicações europa-américa este estudo oferece uma análise detalhada deste conflito e dos seus antecedentes examinando a polarização política e social que ocorreu no período de monarquia restaurada 1874-1931 e da segunda república 1931-36 explora a evolução da facção nacionalista e das forças republicanas a dimensão internacional da guerra e apresenta o seu amargo legado o estabelecimento de um regime ditatorial que tinha por principal objectivo a perseguição dos vencidos francisco j romero salvadó é professor de história moderna na london metropolitan university e especialista em história moderna de espanha uma inebriante viagem a uma época heróica de guerras intrigas e paixões intensas em 1894 a coroa portuguesa debate-se com dificuldades militares extremas no interior das suas colónias africanas carlos montanha jovem tenente do exército português é destacado para algumas das missões militares mais difíceis no coração de angola e é precisamente numa das viagens de barco lisboa-luanda que irá conhecer leonor a encantadora filha do governador da luanda carlos e leonor vêemse subitamente arrebatados por uma paixão intensa mas após a chegada a angola os conflitos de interesses que opõem a família de leonor ao jovem tenente e os desencontros forjados pelo próprio destino ameaçam a sua belíssima história de amor o tempo dos amores perfeitos traznos um tiago rebelo verdadeiramente apaixonante academia recreativa e musical de sacavém a banda da academia recreativa e musical de sacavém presenteou no passado dia 13 de janeiro os seus associados e a população de sacavém com um excelente concerto de ano novo através da interpretação de diversas obras musicais título da cor dos seus olhos autor sofia marrecas ferreira editora edições asa quando o comandante rodrigo abandonou a mulher e os filhos para ir viver na sua herdade do alentejo ninguém quis acreditar e quando se soube que tinha uma amante e mais tarde uma filha rosa todos pasmaram após a morte do velho homem quem irá substituir o elo que existia até então entre as duas famílias e como é que todos irão conseguir viver sob o mesmo tecto que rosa e sua mãe a bela felismina da cor dos seus olhos é a história de muitos amores alguns ódios e traições em que as mulheres através de subterfúgios e também com a sua coragem procuram enfrentar as culpas e os demónios herdados de forma a apagar o sofrimento e alcançar algo parecido com a felicidade numa linguagem capaz de traduzir os mais íntimos sentimentos em imagens plenas de sensações este é acima de tudo um romance sobre a sensibilidade humana quando confrontada com o peso da memória e da mudança sofia marrecas ferreira publicou anteriormente os romances mulheres de sombra e uma historia de família tendo ganho com o primeiro o prémio máxima revelação de 1996 sacavém no projecto pollen estimular o interesse para a ciência nos alunos do 1º ciclo do ensino básico é o principal do projecto pollen uma iniciativa de cariz europeu a ideia é criar cidades promotoras da ciência tendo em vista melhorar o ensino desta disciplina nas escolas sacavém foi a cidade escolhida para participar neste projecto título o tempo dos amores perfeitos autor tiago rebelo editora editorial presença o que tiago rebelo nos propõe neste admirável romance é ficha tÉcnica propriedade a sacavenense cooperativa de consumo crl rua antónio ricardo rodrigues 3 piso2 2685-022 sacavém tel 21 940 54 90 fax 21 941 96 86 e-mail coopsacavenense@netcabo.pt site www.coopasacavenense.pt.vu produção ordem de ideias cooperativa de informação comunicação e produção de eventos estrada nacional 10 n.º 68-2.º esq 2625-123 póvoa de santa iria tel 21 956 97 95 21 956 97 97 fax 21 956 97 96 e-mail ordemdeideias@mail.telepac.pt impressão arlindo silva-artes gráficas tiragem 3.000 exemplares distribuição gratuita coopsacavenense@netcabo.pt www.coopasacavenense.pt.vu 2 responsabilidade das afirmações constantes nos textos é de quem as profere

[close]

p. 3

aniversÁrio cooperativa homenageia associados m ais uma vez por altura do aniversário da nossa cooperativa no decorrer da sessão solene que tem lugar a 31 de janeiro vamos homenagear os nossos associados com 50 e 25 anos de envolvimento na vida da a sacavenense representam gerações muitos destes e de outros cooperantes entraram para a sacavenense pelas mãos de seus pais ou de seus avós e por isso mesmo são símbolos de entrega e dedicação a uma obra que ao longo dos anos não só teve capacidade de resistir às intempéries dos tempos como conseguiu encontrar dentro de si mesmo a imaginação para adoptar as mudanças que a própria sociedade impunha a sócia nº 559 maria de lurdes mateus pinto receberá o emblema de 50 anos os restantes sócios de 25 anos 3

[close]

p. 4

desporto atletismo vii circuito da cooperativa a sacavenense cerca de 800 atletas e 37 equipas a prova do vii circuito do centenário da cooperativa a sacavenense integrada na 23.ª corrida das colectividades do concelho de loures foi um enorme sucesso decorreu na manhã fria do domingo dia 7 de janeiro tendo contado com a entusiástica participação de cerca de 800 atletas representando 37 equipas destaque para a presença dos açorianos do boavista do pico distribuídos pelos diversos escalões etários os atletas percorreram diversas ruas da cidade e localidades da freguesia o evento contou com a presença do presidente da câmara de loures engº carlos teixeira para a história ficam as classificações finais até ao 5º lugar classificaÇÕes individuais benjamins femininos 1.ª meuri mia do gd os patuscos de vialonga 2.ª rute furtado do sporting da reboleira 3.ª elisabete antónio do gd os patuscos de vialonga 4.ª nídia melo da ad leões apelaçonenses e 5.ª márcia morais do gd os patuscos de vialonga benjamins masculinos 1.º andré oliveira do grd os fixes 2.º josé valdo do gd os patuscos de vialonga 3.º andré teixeira do ca das patameiras 4.º sandro cardoso do gd os patuscos de vialonga e 5.º rui barros do acr da mealhada infantis femininos 1.ª liliana cabral do sporting da reboleira 2.ª nair ramos do sporting da reboleira 3.ª neusa reis do sporting da reboleira 4.ª amélia vitorino do acr da mealhada e 5.ª vanessa simões dos ingleses fc infantis masculinos 1.º luís borges do sporting da reboleira 2.º rui gominho da fundação cebi 3.º alexandre quaresma de a sacavenense 4.º luís barros de a sacavenense e 5.º gonçalo cláudio do fc alverca iniciados femininos 1.ª filomena sambe do sporting da reboleira 2.ª maria barros da arcd de vila de rei 3.ª nádia mendes do fc alverca 4.ª jessica soraia do fc alverca e 5.ª débora santos do fc alverca iniciados masculinos 1.º alexandre santos da arcd de vila de rei 2.º miguel marques da fundação cebi 3.º diogo silva do fc alverca 4.º fábio ferreira do grd os fixes e 5.º imilton varela de a sacavenense juvenis femininos 1.ª alina segarceanu do fc alverca 2.ª débora durães da acr da mealhada 3.ª solange pina do fc alverca 4.ª marta gomes da ad leões apelaçonenses e 5.ª elcia rodrigues juvenis masculinos 1.º miguel santos da arcd de vila de rei 2.º ricardo fernandes do fc alverca 3.º vítor carranca do fc alverca 4.º nuno bilhó da ad leões apelaçonenses e 5.º bruno rodrigues do grd os fixes juniores femininos 1.ª marisa borges do sporting da reboleira 2.ª cármen tavares do sporting da reboleira 3.ª sandra protásio do grd os fixes 4.ª cláudia antónio do fc alverca e 5.ª paula bernardo da arcd de vila de rei juniores masculinos 1.º imerson pinto da joma 2.º josué silva do sporting da reboleira 3.º joão brito do arcd de vila de rei 4.º fábio pinto do grd os fixes e 5.º rui luís do sporting da reboleira seniores femininos 1.ª graça soares da ur do dafundo 2.ª susana adelino do ccd da câmara municipal de loures 3.ª luciana pereira da ad leões apelaçonenses 4.ª paula silva do gs de s domingos e 5.ª mónica vieira individual seniores masculinos 1,º hélio fumo da joma 2.º bruno fraga do gdr da reboleira 3.º josé gaspar da ur do dafundo 4.º luís rações dos unidos caxienses e 5.º josé gomes dos ingleses fc veteranos femininos f35 1.ª paula fernandes da ur do dafundo 2.ª paula rocha da ur do dafundo 3.ª luísa monteiro do fc alverca 4.ª isabel santos da f paz e amizade e 5.ª cidália santos do ga super estrelas veteranos femininos f45 1.ª anabela pereira cs marítimo 2.ª ermelinda mineiro da ad leões apelaçonenses 3.ª rosa pratas do naz da abóbada 4.ª ilda serra do naz da abóbada e 5.ª isabel reis da ur do dafundo veteranos femininos f53 1.ª -fátima abreu do boavista do pico açores 2.ª ana portela da ur do dafundo 3.ª perpétua oliveira do grd os fixes 4.ª fernanda lucas da ad leões apelaçonenses e 5.ª alzira pereira da eiragym veteranos masculinos m35 1.º -antónio santos do gd macedo oculista 2.º josé carlos do fc alverca 3.º paulo pinheiro do gd macedo oculista 4.º virgílio gomes do gd macedo oculista e 5.º hélder rebelo do grd os fixes veteranos masculinos m40 1.º eugénio neto gdr da reboleira 2.º carlos alves do boavista do pico açores 3.º josé martins do grd o s fixes 4.º paulo rola do naz da abóbada e 5.º josé afonso do grd os fixes veteranos masculinos m45 1.º amílcar duarte do boavista do pico açores 2.º jorge reis da ur do dafundo 3.º josé louro do boavista do pico açores 4.º antónio vale da f paz e amizade e 5.º joão gomes da ad leões apelaçonenses veteranos masculinos m50 1,º silvestre gomes da ur do dafundo 2.º filipe silva do gd macedo oculista 3.º josé alcobia do grd os fixes 4.º aires pratas do ccd da câmara municipal de loures e 5.º antónio pais do sporting da reboleira veteranos masculinos m55 1.º manuel chamusca de a sacavenense 2.º mário gonçalves do linda-a-pastora sc 3.0 antónio araújo do gd macedo oculista 4.º carlos duarte do naz da abóbada e 5.º joaquim adelino do ccd da câmara municipal de loures veteranos masculinos m60 1.º joão portela da ur do dafundo 2.º carlos silva da ur do dafundo 3.º antónio monteiro da ur do dafundo 4.º joaquim francisco do ca das patameiras e 5.º bernardino pereira do valejas atlético clube classificação por equipas 1.º grd os fixes 2.º sporting da reboleira 3.º fc de alverca 4.º ur do dafundo e 5.º ad leões apelaçonenses 4

[close]

p. 5

1º prémio infantil concurso de presépios realizou-se mais uma vez o concurso de presépios da cooperativa a sacavenense nas categorias de adulto e de infantil foram apresentadas seis obras correspondendo a cinco concorrentes e que revela um esforço criativo de envolvimento que nos apraz registar o júri atribuiu o 1º prémio na categoria de adulto ao presépio de ana paula ferraz e na categoria de infantil a romário silva mas bem poderíamos dizer que todos foram vencedores pelo interesse e empenho demonstrado 1º prémio adultos 5 5

[close]

p. 6

projecto clube de saÚde jÁ tem financiamento garantido a palavra aos sócios mais um passo foi dado tendo em vista a concretização de um projecto ambicioso mas dinâmico a construção das piscinas e clube de saúde com a garantia de financiamento por parte de uma instituição bancária neste caso o bcp perante este cenário os sócios serão chamados a pronunciarem-se numa assembleia geral extraordinária para um envolvimento o mais profundo de tudo e de todos oi em 2002 com o lançamento do primeiro número da revista da cooperativa que a ideia da construção das piscinas e clube de saúde da cooperativa saiu à luz do dia não saconstrução de piscinas e clube de saúde antecedendo igualmente todo um conjunto de acções de sensibilização junto de vários organismos oficiais e instituições particulares e estatais no dia 9 desse mês teve lugar uma sessão pública de apresentação das grandes ideias que norteavam a construção do clube de saúde e das piscinas e de onde constava igualmente um conjunto de valências de apoio e de lojas âncoras É bom lembrar ainda que o complexo de piscinas f nesse ano deram-se os primeiros passos para que técnicos avalizados apresentassem um ante-projecto de ocupação dos espaços da cave igualmente foi constituída uma comissão de obras com associados da bíamos que o processo seria tão demorado mas a persistência em concretizar este sonho permitiu ir resolvendo as dificuldades e ganhar cada vez mais adeptos cooperativa para dar o aconselhamento necessário em outubro de 2002 foi possível entregar ao director do departamento de actividades urbanísticas da câmara municipal de loures o projecto de clube de saúde apontava para uma área bruta de construção na ordem dos 815.000 metros quadrados dos quais mais de metade encontra-se descoberto a nível de rua 6

[close]

p. 7

projecto o complexo comportava dois espaços um de aprendizagem e outro de manutenção um tanque para adultos e outro infantil chapinheiro para crianças locais de vestiário balneários zona de terapia e manutenção com sauna banhos turcos fitness zonas anexas com cafetaria salão de estética entre outros serviços em fevereiro de 2003 foi dada a conhecer a comissão de honra das obras que tinha entre outros mota amaral então presidente da assembleia da república dr manuel canaveira campos presidente dos instituto antónio sérgio engº carlos teixeira presidente da câmara municipal de loures fernando marcos e vítor simões presidente da junta e da assembleia de freguesia de sacavém em dezembro de 2003 a empresa gota azul responsável pela elaboração dos projectos respondeu às últimas dúvidas colocadas pelo serviço nacional de bombeiros bem como de outras entidades em fevereiro de 2004 na sessão solene do aniversário da cooperativa o presidente da câmara de loures carlos teixeira manifestava o seu apoio a projectos estruturantes como o das piscinas e avançava já com a ideia de futuras parcerias quanto à sua utilização no final de 2004 mais um passo era dado com um primeiro parecer positivo da câmara de loures a fase seguinte teve a ver com a elaboração do pro jecto de especialidades e os contactos com as instituições bancárias e finalmente a 19 de janeiro de 2006 o clube de saúde teve o aval definitivo da câmara de loures essencial para que os contactos com as instituições bancárias tivessem lugar num outro patamar É bom recordar que os custos do projecto ascendem a mais de 750 mil euros pagos num período de dez anos agora depois de diversas diligências chegou a resposta favorável de uma instituição bancária não estando o processo encerrado foi dado um passo de gigante o próximo será os sócios debaterem o arranque definitivo deste grande projecto numa assembleia geral convocada em breve para o efeito 7

[close]

p. 8

secÇÕes horário 3.ª e 5.ª feiras 18,30 às 19,15 e das 19,15 às 20,00 horas animaÇÃo infantil pré-primária e primária 3/4 aos 10 anos inscrição 10,00 mensalidade:pré-primária 62,50a buscar à escola às 15 horas 82,50b primária 2 a 3 horas/dia 35,00a 50,00b tempo inteiro 80,00a 100,00b a filho de sócio b não sócio horário dias úteis das 8,30 às 19,30 horas actividades apoio e orientação de trabalhos de casa e atelier de artes plásticas pinturas artesanato música dança reciclagem danÇa oriental inscrição 15,00 mensalidade 1 x semana sócio/filho sócio 20,00 não sócio 25,00 horário 6.ª feiras das 21.00 às 23.30 horas tai ji quan tai chi chuan inscrição 15,00 mensalidade sócio 20,00 não sócio 25,00 horário 2.ª feira 20,30 às 21,30 horas 5.ª feira 20,00 às 21,00 horas ginÁstica inscrição 12,50 danÇas de salÃo inscrição 15,00 mensalidade 1 x semana sócio/filho sócio 17,50 não sócio 37,50 horário 2.ª e 4.ª feiras das 21.00 às 23.00 horas mensalidade manutenção e step sócio 25,00 sócio 14,00 não sócio 22,00 crianças filho sócio 24,00 não sócio 37,00 horário manutenção 5.ª feira 20.15 às 21.00 h step veteranas 3.ª feira 20.15 às 21.00 h 2.ª feira 09.00 às 09.45 h 4.ª feira 09.00 às 09.45 h crianças dos 3 aos 14 anos 2.ª e 4.ª feiras 09.15 às 10.30 h 2xsemana não sócio 37,50 veteranas ginástica 2xsemana informática 1xsemana 2xsemana 12,00 10,00 16,00 gqbcab escola de mÚsica piano c/formação musical inscrição mensalidade 1 hora/semana grátis 87,50 apoio ao ensino inscrição 10,00 pagamento grupo individual 5.º e 6.º ano 10,00 h 13,00 7.º 8.º e 9.º ano 11,00 o 14,00 10.º e 11.º ano 13,00 r 15,50 12.º ano 14,00 a 16,50 ensino superior 20,00 Álgebra linear e análise i e ii horário de 3.ª a 6.ª feira 10.00 às 13.00 h 15.00 às 16.00 h guitarra inscrição mensalidade 1 hora/semana horário 5.ª e 6.ª feira 10.00 às 13.00 h 15.00 às 16.00 h grátis 50,00 dos 3 aos 7 anos 16.45 às 17.30 h dos 8 aos 14 anos 17.30 às 18,15 h 24,00 ctctctct capoeira inscrição 10,00 mensalidade sócio/filho sócio 30,00 não sócio 45,00 horário 3.ª e 5.ª feira das 21 às 22.30 horas karatÉ inscrição 12,50 mensalidade crianças filho de sócio 12,50 não sócio 22,50 adultos sócio 17,50 não sócio 27,50 q&b informÁtica inscrição 10,00 windows word excel powerpoint mensalidade 2.ª e 5.ª feira 20 às 21 h sócio 42,00 n/sócio 48,00 8

[close]

p. 9

secÇÕes aulas de tai ji quan uma nova actividade na cooperativa o tai ji quan tai chi chuan é uma arte tradicional chinesa de movimento interno que procura devolver no praticante uma sensação de reencontro com as suas raízes e com o equilíbrio natural enquanto cultura física a sua acção é particularmente relevante ao nível do aparelho cárdio-respiratório do incremento da tonicidade muscular em especial no que toca às pernas da correcção postural do aumento da resistência tudo isto contribuindo para uma maior calma e descanso da mente reflectindo-se no bem estar pessoal a cooperativa a sacavenense oferece a quem o desejar a possibilidade de frequentar estas aulas ministradas por um mestre devidamente habilitado as aulas serão dadas nos seguintes dias 2ªs feiras das 20,30 às 21,30 horas e às 5ªs feiras das 20,00 às 21,00 horas o valor mensal a pagar é o seguinte sócio 20 euros e não sócio 25 euros logo que exista um número mínimo de inscrições terão começo as aulas que esperamos possa decorrer ainda durante o mês de fevereiro 9 9

[close]

p. 10

histÓria o aniversário da a sacavenense ao longo dos tempos josé a b franco caros leitores da revista da cooperativa ais uma vez vai esta cooperativa estar em festa e comemorar o seu 107º aniversário no dia 31 de janeiro dia em que no ano de 1900 um punhado de homens e mulheres resolveram através de uma reunião erigi-la ficou até aos nossos dias e é sem duvida um longo e engrandecido percurso e muito me apraz reconhecer o quanto os habitantes desta localidade hoje cidade de sacavém e dos arredores foram beneficiários com a sua existência cujo objectivo primeiro era dotar os seus sócios dos bens de primeira necessidade com qualidade e a preços mais económicos os tempos mudaram e os objectivos da cooperativa são hoje bem diferentes dos seus primeiros tempos estando mais virada para iniciativas recreativas e culturais não nos podemos esquecer que sobreviveu todos estes anos graças a dinâmica de um punhado de homens que com uma férrea determinação se esforçaram para que pudesse chegar aos nossos dias porquanto outras menos felizes sucumbiram ao desgaste do tempo o que me levou a escrever estas linhas foi simplesmente o quanto foi diferente para os homens daquele tempo os festejos do seus aniversários nos seus primeiros passos e mostrar o quanto era florescente já naquele tempo mesmo face às vicissitudes que acompanhavam estas instituições como referi noutro artigo devido à perseguição de que foi alvo ainda dava lucro foi possível mesmo assim criar os alicerces para a sua sustentabilidade como vemos no jornal o século de 1901 de 25 março a sacavenense sociedade cooperativa de consumo reuniu ontem a assembleia geral desta florescente cooperativa para apresentação de contas e eleição de novos corpos gerentes a assembleia foi presidida pelo sr afonso henrique de sousa e melo secretariado pelos srs pedro josé gomes e victor daniel da silva aberta a sessão pelas 11h e 20 da manhã foi em seguida lida a acta da sessão transacta e posta a votação por unanimidade sendo aprovada Às 12h 20 entrou-se na ordem do dia foi lido o relatório da direcção e parecer do concelho fiscal sendo aprovado a receita geral proveniente de géneros vendidos aos associados foi de 5:745$460 reis e a despesa com a aquisição desses géneros foi de 5:228$317 reis produzindo um saldo de 517$143 reis em seguida procedeu-se à eleição dos corpos gerentes ou no ano de 1902 como relata o jornal voz do operário de 23 fevereiro a sacavenense em 14 do corrente reuniram em assembleia geral os sócios desta importante cooperativa de crédito e consumo para lhes ser presente pela direcção as contas da sua gerência referentes ao ano findo as quais acusaram uma valiosa receita de 10:723$668 reis que deram um lucro de consumo na importância de 587$880 reis as quantias pagas a fornecedores foram na importância de 9:293$034 reis em seguida procedeu-se à eleição dos corpos gerentes dando o seguinte resultado como vimos os valores do volume de consumo aumentaram num ano quase para o dobro factor demonstrativo de que cada vez mais os sócios recorriam à cooperativa para obtenção de bens de consumo face à importância da comemoração de mais um ano de existência desta prestimosa cooperativa o seu 107º ano esta associação centenária celebrará com o requinte que merece o respectivo aniversário do seu nascimento no dia 31 de janeiro mas se nos reportarmos aos primeiros anos de vida da cooperativa na celebração dos seus primeiros aniversários não aconteceu nessa data os sócios desta honrosa associação privilegiaram o momento festivo dos seus aniversários sempre próximo do dia da inauguração da loja a 22 julho de 1900 como demostra os relatos dos jornais vejamos pois a noticia de o século de 1901 em 29 julho a sacavenense sociedade cooperativa de crédito e consumo realizou-se ontem nesta utilíssima agremiação a festa do seu 1º aniversário a sede da cooperativa está situada no largo da saúde em uma vasta casa onde tem um grande estabelecimento de fazendas e mercearias e outro anexo de vinhos e bebidas tendo no centro delas o escritório onde se passam os vales de fornecimento no interior ficam os gabinetes da direcção a escrituração está muito bem montada e em ordem todas as guias de fornecimento etc tivemos ocasião de ver o diploma da sociedade que é de um bonito gosto são actualmente cento e setenta e tantos os sócios que formam esta cooperativa o largo da saúde esteve ontem todo enfeitado com postes e arcos com buxo e flores assim como a fachada da cooperativa tendo intercalado balões e bandeiras o interior da casa da cooperativa também estava gostosamente enfeitada com flores e verdura às 4h da manhã foi a alvorada anunciada com uma salva de 21 morteiros e girândola de foguetes tocando a sociedade instrução e recreio sacavenense Às 4h ½ da tarde começou a sessão solene numa vasta sala cedida pela estudantina para esse efeito presidiu o sr josé ignácio de sousa reis secretariado pelos srs augusto costa e josé lacerda depois do presidente abrir a sessão e falar sobre a festa de inauguração o sr dâmaso teixeira referiuse largamente às sociedades cooperativas sua utili m 10

[close]

p. 11

histÓria dade centros socialistas e escolares etc em seguida o sr agostinho de carvalho defendeu o principio associativo e a propaganda escolar na mesma ordem de ideias falaram outras pessoas entre elas o nosso correspondente sr ouro Às 7h ½ terminou a sessão tocando a fanfarra sacavenense o hino 1º maio em seguida foi aberto o bazar pela fanfarra de santa iria tocando esta alternada com a de sacavém a concorrência era numerosa sendo a sede da cooperativa bastante visitada À meia noite e ½ terminou o arraial fazendo a barraca da kermesse bastante negócio ou ainda o jornal a vanguarda de 1901 em 29 julho que referenciava a festa de aniversário nessa data cooperativa a sacavenense realizou-se ontem o aniversário da inauguração desta cooperativa às 5h da manhã houve alvorada subindo ao ar grande numero de foguetes e tocando em frente da cooperativa a fanfarra academia instrução recreio sacavenense o hino 1º maio Às 5h da tarde foram os sócios desta sociedade à estação de sacavém esperar a sociedade grémio recreativo musical santariense executando estas duas sociedades quando chegaram em frente da cooperativa o hino 1º maio em seguida teve lugar a sessão solene que foi presidida pelo sr josé de sousa reis secretariado pelos srs augusto costa e josé jorge lacerda usaram da palavra os srs dâmaso teixeira agostinho de carvalho josé de macedo e joaquim ouro que foram muito aplaudidos pelo grande número de operários que assistiram a sessão fizeram-se representar os seguintes jornais diário de noticias mundo século folha da tarde e vanguarda também prestou o seu concurso para o brilhantismo da festa a sociedade de sta iria o leilão de prendas da kermesse promovida pela sociedade instrução recreio sacavenense esteve muito concorrida no largo em frente da cooperativa dançou-se animadamente a iluminação produzia bom efeito ou ainda o jornal voz do operário de 4 agosto de 1901 a cooperativa de crédito e consumo a sacavenense festejou no dia 28 do mês findo o seu 1º aniversário com alvorada pela fanfarra de recreio e instrução sacavenense e de tarde a fanfarra de sta iria que abrilhantou os festejos que o seu concurso houve sessão solene na qual se pôs em relevo o que são as cooperativas quando delas resida a boa direcção e que todos os associados cumpram com o seu dever todos os oradores foram unânimes em aconselhar a fundação de um centro socialista dizendo que era preciso que o operariado se filiasse nele e que se fizessem recensear afim de terem representantes não só na câmara municipal como também no parlamento também chamaram a atenção para se fundar uma associação de classe pois que são neles baluartes que os operários se reúnem e discutem as violências deprimentes que se cometem no fim da sessão executaram as fanfarras o hino do 1º maio indo em seguida tocar no coreto alternadamente até à ½ noite o largo e frontaria da sede da cooperativa estavam ornamentados com festões flores bandeiras e balões que à noite produziu um belo efeito todas as despesas correram por conta dos associados que para isso se quotizaram tudo correu da melhor ordem o que honra os operários desta localidade no ano de 1903 voltou a festa de aniversário da cooperativa a ser próxima da data da inauguração da loja como vemos no jornal de o século de 24 julho a sacavenense passa no próximo domingo 26 o 3º aniversário da inauguração dos armazéns desta cooperativa havendo por esse motivo alvorada anunciada por uma salva de 21 morteiros e tocando nessa ocasião a banda da sociedade instrução e recreio de sacavém ao meio-dia haverá sessão solene em que tomam parte alguns dos mais apreciados oradores do movimento associativo e à tarde toca em um elegante coreto vistosamente ornamentado a sociedade musical 3 de agosto do poço do bispo que se presta a cooperar na festa a rua onde se acham instalados os armazéns da cooperativa é ornamentada com buxo bandeiras e à noite será vistosamente iluminada com balões e tigelinhas ou como refere o jornal a vanguarda de 27 julho cooperativa de crédito e consumo de sacavém para comemorar o 3ª aniversário da fundação desta cooperativa realizou-se ontem na respectiva sede uma pomposa festa promovida por uma comissão dalguns sócios da mesma cooperativa tendo essa festa um grande brilhantismo Às 4h ½ da manhã houve alvorada anunciada por uma salva de 21 morteiros tocando neste acto a sociedade filarmónica de sacavém Às 4h ½ da tarde continuaram as festas que prosseguiram até às 10h da noite a mesma sociedade filarmónica e a sociedade musical 3 de agosto de 1885 do poço do bispo tocou alternadamente num elegante coreto bem ornamentado e vistosamente iluminado com balões à veneziana colocado em frente da sede a rua e a fachada da mesma sede também estavam ornamentadas com mastros bandeiras e arcos de verdura e flores foi grande a concorrência dançando-se animadamente a sociedade musical foi alvo de repetidos aplausos a festa deixou gratas recordações ficando a comissão promotora dos festejos muito reconhecida para com a mesma sociedade à qual às 7h da noite foi oferecido um delicado copo de água a sociedade tocou ao retirar o hino do 1º de maio há uma explicação possível para a importância que foi atribuída à inauguração da loja como símbolo de comemoração para festejar o aniversário da cooperativa e não a data da primeira reunião É que para estes homens a abertura da loja aos sócios foi a razão da sua existência como instituição esse facto era sem duvida um marco fundamental do nascimento da cooperativa razão pela qual satisfazia concretamente as suas mais desejadas necessidades tão carenciadas tais como a aquisição dos produtos mais baratos a qualidade destes etc e esse objectivo fora cumprido na abertura da loja a 22 julho de 1900 11

[close]

p. 12

site da cooperativa recebe mensagens de muitos lados a página na net da cooperativa a sacavenense que sofreu remodelações de forma a tornar-se mais atractiva é um espaço de informação e de inter-relacionamento muito interessante com regularidade recebemos e-mail de associados da cooperativa e não só que nos expressam pontos de vista sobre a actividade desenvolvida e essencialmente o que nos parece ser muito positivo apresentam ideias e sugestões tendo em vista potencializar a nossa actividade exemplo disso é a opinião de ricardo pratas sacavém que manifesta a esperança de que a cooperativa se decida a melhorar a sua imagem exterior pois acredito que uma melhor imagem e um bom café no último piso como em tempos já se falou daria um aumento muito positivo de movimento na cooperativa enquanto o joão pedro sacavém diz que espera ansiosamente que o futuro da cooperativa se torne o presente todos os sacavenenses desejam o clube de saúde o mais rápido possível já o tiago silva sacavém expressa a sua satisfação pela criação do site que resume e dá a conhecer as actividades que a cooperativa tem ao serviço de sacavém enquanto a ana lúcia do prior velho reconhece que frequenta diariamente sacavém e desta forma poderei desfrutar dos eventos da cooperativa assim como das actividades que são muitas e variadas de mais longe do concelho de odivelas o pedro rodrigues que já morou em sacavém manifesta o seu desejo de ver o edifício da cooperativa arranjado e melhor aproveitado era algo que até podia dinamizar e melhorar a imagem da instituição para o público em geral sugestões ideias opiniões num espírito participativo contribuindo para o incremento da a sacavenense lembramos mais uma vez o endereço do site www.coopasacavenense.pt.vu

[close]

Comments

no comments yet