Jornal Principia 4ªed.

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

clube de astronomia rincipia trazendo a ciência ao seu dia-a-dia adquire novos telescópios confira na página 5 saiba quais as vantagens dos novos equipamentos campo grande universidade federal de mato grosso do sul edição 4 · 2009 a palavra da reitora por célia maria da silva oliveira reitora da universidade federal de mato grosso do sul desafios e novos projetos marcam e consolidam a nova gestão da universidade federal de mato grosso do sul ufms ampliação no número de cursos implantação dos programas de pós-graduação e a expansão de campi no interior do estado são alguns dos projetos em processo de viabilização dentre as perspectivas para o ano de 2009 está a instalação do projeto de extensão casa da ciência no parque das nações indígenas em campo grande em um espaço a ser cedido pelo governo do estado a ciência terá a sua casa e este espaço será dedicado à popularização difusão e ao estímulo de jovens a prosseguir na carreira científica e tecnológica para toda a comunidade campograndense será uma conquista pois a casa da ciência representará um local de lazer observação e cultura o projeto abrigará telecentro anfiteatro pavilhão de exposições e um pátio para observação astronômica aberto à visitação iniciativas como essas serão fomentadas na universidade pois representam um espaço democrático para o debate e a disseminação de conteúdo científico no momento em que a universidade está em fase de expansão o empenho de docentes alunos e técnicos administrativos será fundamental para que seja possível consolidar projetos e fazer com que nossa instituição se fortaleça o crescimento da ufms depende do esforço coletivo de todos já somos a maior universidade de mato grosso do sul com 11 campi no interior do estado 91 cursos de graduação distribuídos na capital e no interior 22 programas de mestrado e oito programas de doutorado sendo deste total dois doutorados interinstitucionais os números são representativos expressam um novo tempo e demonstram a responsabilidade social na nova gestão institucional assim em 2009 que projetos como o casa da ciência se fortaleçam e se consolidem junto à comunidade interna e externa da ufms tereré filosófico participe por mayara a de barros monitora da casa da ciência e coordenadora do projeto tereré filosófico na última quinta-feira de cada mês temos a oportunidade de compartilhar o nosso conhecimento por meio de debates saudáveis relacionados às temáticas atuais mediados por palestrantes de diversas áreas o que nos propicia discutir temas interessantes polêmicos e estimulantes os temas abordados são de grande relevância entre eles ciência tecnologia educação ambiental direitos humanos arte e cultura visamos com estes encontros à troca de experiências conceitos e idéias para que resulte em uma rica e fértil discussão que permita o exercício pleno da cidadania a concretização da democracia e a construção de uma sociedade mais justa e solidária queremos sua participação contribua conosco dê a sua opinião ajude-nos a fazer de nossa universidade um ambiente de formação e transformação traga seu tereré e participe desta roda cidade universitária caixa postal 549 cep 79070-900 fone 0xx67 3345-3679 fax 0xx67 3345-7450 campo grande ms brasil email jornalprincipia@gmail.com · casadacienciacg@gmail.com http www.casadaciencia.ufms.br

[close]

p. 2

2 rincipia edição 4 · 2009 telecentro o seu espaço digital por willian r b da silva monitor da casa da ciência e coordenador do projeto de inclusão digital dentro de uma perspectiva atual que entende a universidade como espaço público o qual deve permitir e garantir o acesso de todos ao conhecimento o telecentro surge como um dos principais centros difusores desse objetivo atuando junto à ufms contribui para que esta exerça plenamente seu papel de instituição propagadora do conhecimento o telecentro projeto vinculado à casa da ciência tornou-se realidade em outubro de 2008 e desde lá oferece à comunidade acesso fácil e rápido às informações disponíveis na internet idealizado pelos professores da casa da ciência com o intuito de popularizar o acesso ao computador tanto da comunidade interna professores funcionários e acadêmicos quanto da comunidade externa mostra-se um projeto vigoroso e vitorioso ele não se preocupa exclusivamente em dar suporte à vida acadêmica mas também em democratizar o acesso à informação e principalmente à divulgação do conhecimento tecnológico prova disso encontra-se nos inúmeros cursos oferecidos gratuitamente por meio do telecentro há a possibilidade de os acadêmicos complementarem seus currículos profissionais com diversos cursos entre eles o de linguagem c o de chemsketch o de iniciação ao linux e o curso de html e já se discute a possibilidade de oferecer curso de inclusão digital e alguns de educação à distância em parceria com o clube de astronomia carl sagan planeja oferecer um curso para ensinar professores da rede de ensino da cidade de campo grande a reconhecer o céu noturno por meio do aplicativo stellarium software livre bastante difundido entre os astrônomos amadores que simula um céu virtual com um horário de funcionamento bem amplo atinge uma grande parte da população acadêmica que em seus intervalos de aula recorrem a ele para fazer suas pesquisas e a digitação de trabalhos acadêmicos diariamente o telecentro abre suas portas das 8h30min às 12h30min e reabre das 13h às 21h localiza-se na unidade xi bloco de química sala 2 e coloca nas mãos da comu nidade 16 computadores com acesso à internet ferramenta indispensável à vida moderna a qual possibilita que a comunidade esteja permanentemente informada sobre os acontecimentos do mundo se você deseja organizar um grupo de trabalho e/ou estudo ou até mesmo um curso aberto procure-nos estamos abertos para apoiar projetos com esta iniciativa para agendar atividades inclusive em horários noturnos e especiais entrar em contato pelos telefones 3345-3679 telecentro falar com cristiam ou déborah e-mail casadacienciacg@gmail.com site http www.casadaciencia.ufms.br localização do telecentro no campus ufms campo grande

[close]

p. 3

edição 4 · 2009 rincipia 3 produtos naturais um caso de amor por maria carolina s marques farmacêutica formada pela universidade federal do ceará/ce mestre pela universidade de lavras/mg doutoranda do programa de pós-graduação em saúde e desenvolvimento da região/ufms e professora de universidade católica dom bosco/ucdb acredito que o melhor meio para explicar o porquê desse meu amor pela área de produtos naturais seja começar explicando onde e como tudo isso aconteceu em primeiro lugar desejo proporcionar com esta contribuição expositiva o despertar nos acadêmicos de qualquer área em participar de monitorias iniciação científica e projetos de extensão para muitos pode parecer só uma forma de ganhar dinheiro por meio das bolsas que normalmente são adquiridas no aporte desses tipos de trabalho no entanto posso afirmar que o que se ganha é muito mais do que isso independentemente da área de atuação e do trabalho desenvolvido todos eles ampliam a visão sobre qual é o nosso papel nesse contexto e para você aluno poderá direcionar a sua futura atuação profissional a monitoria e a iniciação científica permitem aos alunos irem além da sala de aula deixase de ser um mero receptor de informações para ser o construtor de conhecimentos ou seja você passa a apresentar um diferencial tão importante nesse universo cada vez mais competitivo falo por experiência própria durante a minha graduação como os demais profissionais deparei-me com as mais diversas disciplinas umas com que não tive muita afinidade e outras pelas quais me apaixonei à primeira vista assim dentre essas a farmacognosia disciplina que tem como foco o estudo da planta ao medicamento despertou em mim o interesse a necessidade a sede de ampliar meus conhecimentos estendê-lo ao campo do conhecimento científico o que me impulsionou no ano seguinte a ser monitora a partir desse momento entrei na área de produtos naturais foi na monitoria que aprendi e desenvolvi trabalhos de pesquisa tive a oportunidade de me aperfeiçoar nas técnicas laboratoriais o que nem sempre é possível nas aulas práticas rotineiras das disciplinas e principalmente compartilhei da experiência e da sabedoria de meus professores naquele momento sem saber comecei a traçar o meu futuro profissional da monitoria fui para a iniciação científica depois já formada comecei a atuar como professora o que me levou mais adiante ao mestrado e hoje ao doutorado em todas essas etapas trabalhando diretamente com essa linha de plantas ­ princípios ativos ­ química de produtos naturais porém ao longo desses anos de trabalho estudos e pesquisas algo sempre me incomodava qual tem sido o retorno disso às pessoas às comunidades enfim à sociedade será que o meu trabalho por mais simples que seja pode gerar produtos conhecimentos palpáveis úteis além de uma mera tese de doutorado e um título por essa razão foi tentando atender a esse meu anseio que em meu doutorado propusemos estudar as plantas utilizadas pela população buscando dar-lhes um respaldo científico por meio da investigação de suas atividades biológicas como também toxicológicas acreditamos assim que ao gerarmos um trabalho que mostre que essas plantas apresentam sim atividades biológicas como capacidade antifúngica antibacterina antioxidante ou quem sabe citotóxica[1 possamos daí gerar substâncias bioativas e com potencialidades para um fármaco à medida que essas plantas possam ser valorizadas e deixadas de serem vistas só como os chazinhos da vovó aliaremos a sabedoria popular à científica além disso procuramos atender também às nossas necessidades regionais pois todas as atividades supracitadas são importantes mas temos aqui em nosso estado e em nosso município campo grande a realidade da leishmaniose uma doença grave endêmica com poucos tratamentos disponíveis e com muitos efeitos adversos por esta razão estamos avaliando o potencial antileishmania de diversas plantas muitas típicas do cerrado por meio de testes in vitro[2 com as formas promastigotas[3 de cepas[4 de leishmania baseando-se nessa avaliação faremos o fracionamento extração e purificação de substâncias bioativas processo denominado de estudo fitoquímico biomonitorado dentro ainda da linha de valorização dessas plantas avaliaremos o potencial mutagênico[5 de alguns extratos gerando informações relativas à toxicidade dessas plantas nesse trabalho até o momento avaliamos as atividades biológicas de vinte e três extratos de onze espécies diferentes todas com uso popular e constatamos que há plantas com potencial antifúngico antioxidante e citotóxico e o melhor quatro extratos apresentaram atividade antileihsmania sendo um extrato com ic50 de 6,25 g/ml numa segunda fase iremos para o fracionamento do extrato mais bioativo considero portanto que as minhas experiências vividas desde a graduação possibilitaram construir o meu perfil profissional como docente e pesquisadora o que não significa que ele esteja já pronto e acabado pelo contrário a cada dia descubro que muito pouco sei e que nada sei entretanto este meu amor aos produtos naturais vem se consolidando ao longo desse tempo que convívio e vivencio este processo aprendendo e respeitando a importância que são para nós essas plantas maravilhosas que podem exercer papel fundamental na solução de problemas vivenciados por vezes tão próximos de nós glossário [1 capacidade citotóxica capacidade de intoxicar uma célula e/ou impedir o crescimento de um tecido celular [2 in vitro expressão latina que significa em vidro é utilizada para designar todos os processos biológicos que ocorrem em um ambiente fechado e controlado de um laboratório e geralmente em recipientes de vidro [3 promastigotas forma flagelada e extracelular do parasita do gênero leishmania apresenta corpo alongado medindo entre 14 e 20 mm e flagelo livre [4 cepas espécie ou raça de um determinado microorganismo [5 mutagênico um agente físico químico ou biológico que pode causar um dano na molécula de dna mutação ao entrar em contato com as células de um organismo trate bem a terra ela não foi doada a você pelos seus pais ela foi emprestada a você pelos seus filhos provérbio antigo do quênia

[close]

p. 4

4 rincipia edição 4 · 2009 clube de astronomia carl sagan nosso plano para o aia2009 por marco antonio v de oliveira monitor da casa da ciência e co-autor do projeto aia2009 do ca carl sagan intitulado com o pé no pátio e o olho no céu a casa da ciência de campo grande pretende no ano de 2009 alcançar objetivos sólidos na área de difusão da ciência com ênfase na astronomia realizaremos observações noturnas em parques da cidade atividades conjuntas com instituições de ensino exposição de astrofotografia entre outras atividades nosso objetivo neste ano de 2009 é introduzir uma cultura de contemplação do céu noturno e tudo o que há nele mostrando o quanto é importante estudarmos astronomia para entendermos nosso próprio planeta e ainda esclarecer conceitos desta ciência tão antiga e cativante público previsto 10.380 parcerias · parque ecológico anhanduí · parque das nações indígenas o projeto terá carga horária de 735 horas 8 noites de observação em escolas públicas ou privadas 3 noites de observação em parques 25 painéis sobre o tema uma viagem pelo espaço será organizado por três professores e doze acadêmicos estes monitores da casa da ciência início maio/2009 término novembro/2009 por que vemos sempre a mesma face da lua por marco antonio v de oliveira É uma pergunta tão frequente e que intriga muita gente não a lua não está parada muito menos a terra o que acontece é um fenômeno chamado tidal locking que em português se traduziria próximo de acoplamento de maré a lua além de girar em torno da terra também gira em torno de si mesma e com o mesmo período as marés existentes na lua causaram um aumento no período de rotação da lua até que as marés não se deslocassem mais tornando a sua translação sincronizada com a própria rotação É comum acontecer nos satélites naturais e algo semelhante acontece com mercúrio o qual tem o fator rotação/translação dias/ano igual a 3:2 o da terra é 365:1 vocabulário translação movimento elíptico que um corpo realiza ao redor de outro rotação movimento giratório realizado por um corpo ao redor do próprio eixo seja um leitor do blog por johnathan c miguel monitor da casa da ciência um novo espaço já está disponivel para todos é o blog do clube de astronomia nele pretendemos compartilhar com vocês as experiências de situações interessantes sobre uma grande paixão a astronomia através dele você poderá acompanhar as principais atividades e novidades do nosso clube chamado de clube de astronomia carl sagan em homenagem a um grande divulgador da ciência além disso você poderá encontrar fotos dos eventos ter acesso às atividades desenvolvidas notícias sobre a astronomia e ter a oportunidade de assistir às palestras desenvolvidas pelo clube além de participar postando comentários ou enviando sugestões o clube de astronomia é um dos projetos da casa da ciência esperamos que todos participem tanto do clube quanto das outras atividades realizadas pela casa da ciência entre e fique à vontade http cacarlsagan.blogspot.com 19 anos do telescópio espacial hubble por suelem akemi nakazato yoza monitora da casa da ciência para marcar seus 19 anos de história o telescópio espacial fotografou um peculiar sistemas de galáxias conhecido como arp 194 localizada na constelação de cerpheus cerca de 600 milhões de anos-luz da terra este grupo contém várias galáxias interagindo juntamente com um rastro azul de estrelas gás e poeira que se estende por 100 mil anos-luz as imagens foram obtidas em janeiro de 2009 utilizando filtros azuis verdes e vermelhos simultaneamente o telescópio espacial hubble foi colocado em órbita em 24 de abril de 1990 pelo ônibus espacial discovery fez mais de 880 mil observações e capturou mais de 570 mil imagens de 29 mil corpos celestes ao longo dos últimos 19 anos.

[close]

p. 5

edição 4 · 2009 rincipia 5 novos telescópios na ufms quais os benefícios por cleison f amorim monitor da casa da ciência em comemoração ao ano internacional da astronomia no mês de abril a pedido da casa da ciência chegaram à ufms no campus de campo grande dois novos telescópios que serão utilizados pelo clube de astronomia carl sagan melhorando significativamente as observações do céu que ocorrerão ao longo do ano os novos modelos que chegaram foram um celestron c10 ngt e um celestron c8 sgt xlt antes disso a casa da ciência já contava com dois telescópios um nexstar gt 114 e um nexstar gt 80 ambos da celestron com isso vem a pergunta quais os benefícios as melhorias que teremos no quesito observação astronômica são principalmente a melhor visão dos planetas como por exemplo observar os anéis de saturno com uma melhor definição e resolução a observação de aglomerados estelares nebulosas e objetos profundos com melhora significativa na visibilidade lembramos que as observações não dependem exclusivamente dos novos telescópios mas também de fatores locais como a poluição atmosférica e luminosa o benefício principal será o aumento da divulgação da ciência em nossa cidade a astronomia não é uma prática comum na região mas possui enorme apelo junto à população portanto ajudará na difusão da ciência em comunidades sem acesso a esse tipo de atividade e informação criando assim um elo entre a universidade e a sociedade com uma comunidade motivada conseguiremos mudar a realidade que as ciências em especial a astronomia passam hoje pelo brasil afinal temos muito a descobrir pela frente com o incremento gerado pelos novos telescópios não só campo grande mas também todo o mato grosso do sul ganha força como um dos grandes divulgadores da ciência no nosso país a exemplo de são paulo e rio de janeiro em busca de planetas rochosos por tatyana i w oshiro monitora da casa da ciência no dia 6 de março de 2009 foi lançado o telescópio kepler a bordo de um foguete delta ii em cabo canaveral com um período de 372,5 dias em órbita heliocêntrica o tempo da missão foi estimado em 3 anos e meio mas se tudo correr bem a mesma poderá ser prorrogada até 2014 o telescópio tem 0,95 m de comprimento e uma câmera acoplada de 95 megapixels formada por 42 dispositivos de carga acoplada ccd na sigla em inglês correspondentes à área de 700 cm seu campo estelar abrange partes das constelações de lira e cisne o objetivo da missão é encontrar exoplanetas rochosos semelhantes à terra e isso será feito através do monitoramento de 100 mil estrelas de magnitude entre 9 e 16 em um campo de visão de 105 graus quadrados com precisão de 20 ppm partes por milhão para detectar o enfraquecimento do brilho dessas estrelas provocado pelo trânsito de planetas com dimensões semelhantes às da terra uma vez que os cientistas não poderão ver os planetas diretamente de acordo com jim fanson o principal responsável pela missão kepler planetas como o nosso reduzem o brilho da estrela na qual orbitam em aproximadamente 84 ppm para detectar um exoplaneta terrestre a redução do brilho deverá durar de 3 a 12 horas e ser periódica os cientistas da missão desejam obter a máxima precisão possível na coleta dos dados pois com eles os astrônomos poderão determinar o tamanho a massa e outras características de exoplanetas recém descobertos entretanto apesar de o telescópio ter sido projetado para encontrar planetas com características como as da terra ele não poderá detectar a presença de vida em nenhum deles como disse a astrônoma debra fischer da san francisco state university a missão kepler permitirá pela primeira vez sabermos se planetas rochosos como o nosso são comuns fora do sistema solar e os astrônomos poderão obter uma medida estatística da ocorrência de planetas desde as dimensões da terra até as de netuno orbitando estrelas normais a até duas unidades astronômicas ua uma ua equivale à distância média entre o sol e a terra já são mais de 340 planetas detectados fora do sistema solar a maioria já descoberta é de gigantes gasosos como júpiter e agora os astrônomos estão mais perto de encontrar exoplanetas rochosos parecidos com a terra porém apesar de ser esse o objetivo da missão é impossível prever o que o telescópio kepler irá encontrar.

[close]

p. 6

6 rincipia edição 4 · 2009 ponto de vista bio glicerina problema ou solução eis a questão por adilson beatriz graduado em química tecnológica pela ufms 1995 doutor em química usp 2001 e pós-doutor em química 2001-2002 usp ribeirão preto sp o uso de matérias-primas de fontes renováveis pela indústria é essencial para o desenvolvimento sustentável da sociedade moderna por motivos óbvios a necessidade de se utilizar processos catalíticos[1 verdes para converter fontes renováveis em commodities[2 químicos e biocombustíveis ecologicamente corretos está mobilizando cientistas de todo o mundo entre os combustíveis renováveis mais promissores destaca-se o biodiesel este produto é um combustível alternativo limpo produzido pela reação de um óleo ou gordura com um álcool que reduz a viscosidade nessa reação chamada de transesterificação são formados ésteres metílicos ou etílicos de ácidos graxos biodiesel e glicerina ou glicerol[3 para cada 3 mols de ésteres metílicos ou etílicos é gerado 1 mol de bio glicerol aproximadamente 10 da massa total do produto no brasil existem dezenas de espécies vegetais que podem ser utilizadas para fabricação do biodiesel tais como mamona dendê girassol babaçu amendoim pinhão manso e soja dentre outras além de sebo bovino em 2004 foi lançado no brasil pelo governo federal o programa nacional de produção e uso de biodiesel pnpb tal programa objetiva incentivar a produção e uso do mesmo com enfoque na obtenção de combustíveis alternativos aos combustíveis fósseis e no desenvolvimento econômico do país em 13 de janeiro de 2005 foi publicada a lei 11.097 que dispõe sobre a introdução do biodiesel na matriz energética brasileira a lei tornou obrigatória a adição de 2 de biodiesel ao diesel b2 até 2008 e a adição de 5 b5 até 2013 de acordo com pesquisadores de renome no país estimou-se que a partir de 2008 com a introdução do b2 haveria um excedente de glicerina[3 da ordem de 80 mil toneladas/ano no mercado brasileiro muito além da produção atual na faixa de 30 mil toneladas/ano as previsões para 2013 com a introdução do b5 são de um excedente de 150 mil toneladas/ano de glicerol de acordo com programa da união européia até o final de 2010 combustíveis da frota de veículos dessa região deverão conter no mínimo 5,75 de biocomponentes de fontes renováveis se esse objetivo se cumprir a demanda européia por biodiesel poderá aumentar para mais de 10 milhões de toneladas por ano até 2010 gerando cerca de 1 milhão de toneladas/ano de glicerina como co-produto além disso se os estados unidos substituírem 2 do diesel convencional por biodiesel b2 em 2012 como previsto quase 365 mil toneladas extra de glicerol seriam acrescentadas no mercado a produção de biodiesel hoje ainda é pequena quando comparada ao que está por vir mesmo assim o mercado tem reagido fortemente ao aumento da viabilidade de glicerol estudos têm mostrado que o mercado de commodities do glicerol é muito limitado e qualquer aumento na produção do biodiesel causará queda acentuada de mais de 60 do seu valor no brasil em julho de 2008 por exemplo a cotação da glicerina bruta sem purificação era de r 450,00/ton 4 meses depois foi cotada a r 105,00/ton salvo outros fatores isso pode estar diretamente relacionado com a alta produção de glicerina oriunda da produção do biodiesel portanto é consenso que o destino do glicerol é um sério problema para a produção de biodiesel em grandes quantidades e é fundamental buscar alternativas para o consumo desse volume extra de glicerol na forma bruta e/ou como derivados de alto valor agregado após quase meia década de intensa atividade de pesquisa a engenhosidade química mundial desenvolveu uma série de métodos concretos para a conversão da glicerina em produtos úteis para a sociedade glicerol pode ser usado como combustível e também transformado em commodities químicos mais valiosos a natureza altamente funcionalizada da molécula do glicerol significa que o mesmo pode ser facilmente oxidado reduzido halogenado eterificado e esterificado obtendo substâncias químicas de interesse industrial por exemplo epicloridrina um produto químico empregado na produção de resinas epóxi e fenólicas[4 e outras importantes aplicações industriais atualmente é sintetizada comercialmente a partir do glicerol assim glicerol é usado como um substituto para o propileno utilizado no processo de produção tradicional de epicloridrina o qual usa matéria-prima não-renovável no brasil uma empresa do setor petroquímico anunciou que irá produzir comercialmente propileno a partir do glicerol a empresa trabalhou juntamente com um grupo de pesquisadores da ufrj no desenvolvimento da tecnologia que permite produzir o propeno verde usando-se o glicerol produzido na fabricação de biodiesel contudo vale ressaltar que não basta que a matéria-prima de determinado produto seja renovável para ser considerado produto verde todo o processo porém deve atender a certos princípios de sustentabilidade preconizados pela chamada química verde o estado de mato grosso do sul possui seu programa estadual de biodiesel e certamente terá de enfrentar o desafio de colocar o excedente de glicerol no mercado neste contexto a comunidade científica do estado tem o nobre dever de enveredar estudos para gerar estratégias sustentáveis visando à conversão da molécula simples e versátil do glicerol em uma variedade de produtos químicos de alto valor agregado tais estratégias devem contudo balizar-se em três elementos principais de sustentabilidade:

[close]

p. 7

edição 4 · 2009 rincipia glossário 7 social econômico e ambiental todos esses três aspectos devem ser totalmente satisfeitos para um determinado processo ser considerado verdadeiramente sustentável em nosso estado verificamos um aumento considerável no número de indústrias instaladas e a serem instaladas principalmente biorrefinarias de certa forma verificamos também o aumento no número de cursos de química e áreas afins uems e ufgd e com isso novos grupos de pesquisas estão sendo nucleados no estado com a vinda de recém-doutores a fim de estruturar tais cursos portanto não é utópico pensar que em um futuro bem próximo a comunidade científica regional estará preparada para apresentar soluções sustentáveis a problemas ambientais e tecnológicos incluindo a correta destinação para o volume extra de glicerol produzido pela indústria do biodiesel aliás é possível que algum dia nesse processo a glicerina venha a se tornar o produto principal e o biocombustível um co-produto esperamos no entanto que chegado esse tempo o biodiesel não se torne um problema por último as maiores contribuições vão ser trazidas pelos alunos de hoje cuja criatividade vai produzir avanços espetaculares [1 processos catalíticos são processos que utilizam um catalisador para acelerar a reação química resina epóxi é uma resina que possui uma vasta aplicação nas indústrias elétrica e eletrônica utilizada como isolante encapsulante adesivo possui alta rigidez dielétrica excelente aderência alta resistência química são extremamente versáteis após aplicadas e curadas as resinas se tornam muito resistentes e impermeáveis deixando os componentes encapsulados totalmente invioláveis [2 commodities são produtos primários ou com um grau muito pequeno de industrialização produzidos em larga escala e com grande importância econômica internacional pois possuem cotação e negociabilidade globais [3 glicerol/glicerina o termo glicerol aplica-se somente ao composto puro 1,2,3 propanotriol enquanto o termo glicerina aplica-se à purificação de compostos comerciais que contêm normalmente quantidades maiores ou iguais a 95 de glicerol É um álcool com três hidroxilas incolor viscoso higroscópico e de sabor adocicado é um importante intermediário no metabolismo dos organismos vivos sendo encontrado naturalmente na forma combinada como glicerídeos em animais gorduras vegetais e óleos [4 resina fenólica pode apresentar-se na forma líquida ou sólida as resole resinas fenólicas líquidas são empregadas na impregnação de diversos materiais papéis tecidos madeira etc na fabricação de adesivos vernizes podendo ser aplicadas a pincel por imersão borrifo entre outros as novolac resinas fenólicas sólidas são geralmente formuladas com carga plastificantes e outros aditivos depois de curadas tornam-se infusíveis resistindo até 150 ou 250ºc conforme a carga e os aditivos nomes interessantes de espécies por thabata leite brum de mello borine bolsista de extensão da casa da ciência atuante no projeto herbarium dbi todos os seres vivos do mundo têm um nome científico que contém sempre duas palavras a primeira é o gênero e a segunda o epíteto juntos eles formam a espécie desse ser quando se encontra uma espécie nova faz-se uma descrição desta dizendo o motivo desta ser diferente das outras já existentes e junto com isso dá-se o nome sempre em latim ou pelo menos soando como alguns cientistas homenageiam entes queridos a si mesmos ou a coisas de que gostam aqui vão algumas das homenagens mais curiosas prestadas dracorex hogwartsia que animal é um dinossauro esse animal tem seu nome em homenagem à série de livros harry potter pode ser traduzido como dragão rei de hogwarts proceratium google que animal é uma formiga africana depois de passar anos procurando espécies novas brian fisher usou o google earth para mapear onde estão as espécies de formigas do mundo quando achou uma nova homenageou a ferramenta han solo que animal é crustáceo pré-histórico esse representante dos trilobitas animais encontrados só em forma fóssil tem o nome de um dos personagens da triologia original de star wars motivo o gênero é uma homenagem ao povo han da china e é solo por ser o mais novo fóssil encontrado do seu grupo proceratium google a formiga africana que habita a ilha de madagascar gênero smeagol pertencente à família smeagolidae que animal é gastrópode esse gênero pertence à família smeagolidae uma óbvia referência a um dos personagens mais famosos da triologia de o senhor dos anéis macrostyphlus frodo e macrostyphlus gandalf que animal é um tipo de besouro ainda em o senhor dos anéis os dois foram nomeados pelo mesmo pesquisador morrone um grande fã do escritor batman o que é peixe australiano o autor do grupo whitley prestou uma homenagem ao cavaleiro das trevas nesse gênero de peixes mackenziurus johnnyi mackenziurus joeyi mackenziurus deedeei e mackenziurus ceejayi que animal é crustáceo pré-histórico trilobitas batizados em homenagem à banda ramones respectivamente johnny ramone joey ramone dee dee ramone cj ramone.

[close]

p. 8

8 rincipia edição 4 · 2009 tome ciência semana nacional de ciência e tecnologia 2009 ciência no brasil por sergio machado rezende ministro de estado da ciência e tecnologia o ministério da ciência e tecnologia responsável pela coordenação nacional da semana nacional de ciência e tecnologia snct tem a satisfação de apresentar o cartaz oficial da semana nacional de ciência e tecnologia de 2009 cartaz em anexo a semana nacional de ciência e tecnologia de 2009 ocorrerá entre 19 e 25 de outubro de 2009 o tema principal será ciência no brasil além de promover muitas atividades de divulgação científica divulgaremos e debateremos em todo o país questões relativas à ciência e tecnologia no brasil vamos refletir sobre o passado da nossa ciência e tecnologia conhecer e analisar a sua situação presente e discutir e planejar o seu futuro uma pesquisa nacional realizada pelo mct em 2006/2007 mostrou que 85 dos brasileiros desconhecem cientistas e instituições de pesquisa importantes no brasil precisamos alterar este quadro a snct 2009 buscará fazer com que a população brasileira conheça discuta e valorize a nossa c&t vamos criar um movimento em cada cidade brasileira para se debater nas escolas nas universidades nas instituições e entidades nos espaços públicos e com a população em geral a situação da c&t em cada região e no país sua história passada seu contexto atual e seus desafios futuros buscaremos também resgatar em cada canto do país as contribuições das pessoas do lugar para a c&t e para o conhecimento em geral em 2009 estaremos comemorando também dois importantes acontecimentos da c&t realizados por brasileiros a construção do primeiro balão de ar quente por bartolomeu de gusmão 300 anos atrás e o centenário de uma das pesquisas científicas mais importantes feitas no brasil a descoberta da doença de chagas por carlos chagas um feito importante e simbólico por aliar ciência básica sua aplicação e sua ligação com o desenvolvimento social É importante registrar que as atividades da semana nacional de ciência e tecnologia não se restringem ao tema principal abarcando todos os outros mas que se estimula a realização de atividades em todo o país em torno do tema proposto convidamos as instituições de pesquisa e ensino universidades ifets escolas de todos os níveis secretarias estaduais e municipais de c&t e de educação fundações de apoio a pesquisa órgãos governamentais museus e centros de ciência entidades científicas e tecnológicas ongs empresas cientistas professores técnicos estudantes comunicadores da ciência e a todos os interessados a colocarem a data da semana nacional de ciência e tecnologia de 2009 em suas agendas e iniciarem o processo de sua preparação casa da ciência coordenadora geral dorotéia de f bozano gestora isabela p cavalcante coordenador de capacitação hamilton perez s corrêa atchim por tatyana i w oshiro o ar que é expelido nos espirros pode atingir velocidades de 70 m/s 250 km/h ou 155 mph já reparou que quando uma pessoa espirra suas pálpebras se fecham É praticamente impossível manter os olhos abertos ao espirrar os nervos que servem para o nariz e para os olhos estão próximos e relacionados quando um deles recebe um estímulo geralmente desencadeia uma resposta no outro durante o espirro o ato reflexo de fechar os olhos é a resposta se as palpébras não fechassem provavelmente os olhos seriam expelidos da órbita ocular o fechamento dos olhos também funciona como um mecanismo de defesa para proteger os ductos lacrimais e vasos sanguíneos das bactérias e/ou impurezas expelidas pelas fossas nasais jornal principia organização marco antonio v de oliveira tatyana iume winkler oshiro chefe de edição e revisão hamilton perez s corrêa editoração e arte marco antonio v de oliveira colaboração cleison frança amorim marcela dos santos ortiz mayara almeida de barros suelem akemi nakazato yoza thabata leite brum de mello borine willian rolão borges da silva ufms reitora célia maria da silva oliveira pró-reitor preae milton augusto pasquotto mariani preae ministério da ciência e tecnologia pró-reitoria de extensão cultura e assuntos estudantis

[close]

Comments

no comments yet