Revista Na Mochila - Ed. 10 - Agosto/10

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

· na mochila brinquedos pedagógicos filhos empreendedores seu filho ouve bem ano 2 ­ 2010 ­ nº 10 revistar$5,00 ano 2 bebês prematuros a luta destes pequenos guerreiros tiragem auditada 10 mil exemplares a importância do brincar como os brinquedos ajudam no desenvolvimento pecia es l empreendedores o que você precisa fazer para criar filhos ·parto normal· ·e special· a emoção de vencer seus próprios limites ·

[close]

p. 2



[close]

p. 3

editorial não desista dos seus sonhos quando nosso cachorro morreu expliquei aos meus filhos que ele tinha virado uma estrela pedi a elas que escolhessem a estrela mais brilhante do céu e que aquela era o nosso sansão o assunto voltou à tona no ano passado com a morte do michael jackson e o céu ganhou outra estrela assim o céu vai se enchendo de estrelas e nestes dias de fechamento da revista enquanto escrevia a matéria sobre parto normal e o poder que as mulheres sentem ao dar à luz a uma criança chega a notícia de que um casal queridíssimo de amigos acaba de perder o filho em um acidente fiquei estarrecida ao imaginar a dor que minha amiga estava sentindo porque nenhuma mãe merece passar por isso É contra as leis da natureza mas se dar à luz torna uma mulher poderosa com força para enfrentar o mundo a perda de um ser tão querido constrói uma verdadeira fortaleza pois a cada dia essa mãe precisa acordar e encontrar forças para seguir a vida mesmo com um buraco imenso no peito.todos os dias nascem novas crianças e todos os dias mães perdem seus filhos famosas ou não essas carmens ciças beths nerlis marias são verdadeiras heroínas não podemos mudar suas histórias mas sim rezar por elas e eu sou da turma da oração lucy de miguel editora lucy@editoravetor.com.br voltando à questão de dar à luz aí sim sei que posso mudar a história de muitas mamães e essa é a bandeira que levantamos na revista conscientizar mais e mais mulheres sobre a importância de fazer um parto normal se eu perdi a minha vez e tive duas cesáreas ainda posso informar outras mulheres para que realizem o sonho pleno de ser mãe da forma mais natural possível nesta edição que inaugura uma nova fase da revista com layout mais arrojado espero que você também goste da matéria sobre filhos empreendedores porque entrevistamos um dos maiores especialistas neste assunto a mensagem mais importante que ele nos deixa é para que nunca se pare de sonhar e eu não desisto dos meus boa leitura blog e twitter da redação acompanhe nosso site e veja dicas de passeios e outras opções para se divertir com as crianças visite-nos www.namochila.com www.twitter/namochila 4 na mochila

[close]

p. 4

Índice 14 18 revista na mochila ano 02 ­ nº 10 já falei mil vezes se você pensa que só o seu filho é desobediente acalme-se em alto e bom som como identificar problemas auditivos 22 filhos empreendedores sete dicas para que as crianças nunca deixem de sonhar não deixe seu filho cair ter atenção é fundamental para que ele não se machuque especial elas têm a força conheça mulheres que foram atrás do sonho de ter o bebê de parto normal ou natural e conseguiram frutas fresquinhas e saudáveis estes alimentos não podem faltar no cardápio do seu filho a favor do desenvolvimento por que brincar é importante para as crianças pequenos guerreiros a luta dos bebês prematuros nos primeiros dias de vida e a alegria da superação homeopatia a especialidade que não trata da doença mas da pessoa como um todo 28 capa 6 32 37 42 48 53 na mochila

[close]

p. 5

fernanda casali foi a ganhadora da categoria kids no concurso seja capa da revista na mochila fotografia daniel auvray produção de arte daniela yamauti e lilian flaitt agradecimentos salão leelaa cabelo e maquiagem loja tbt tatibitati roupas nossa capa sempre aqui 08 curtinhas informação atualizada sobre o universo da criança 44 planeta melhor aprenda a fazer um avião com embalagem de shampoo mochila revistaa revista na mochila é uma publicação bimestral com distribuição dirigida em parceria com escolas particulares da cidade de sorocaba na tiragem de 10 mil exemplares auditada pela aspr auditores independentes www.aspr.com.br certificado a disposição dos interessados 56 minimercado novidades lançamentos livros dvds ano 02 ­ nº 10 ­ agosto 2010 diretoria executiva lucy de miguel cassiano ricardo cantero diretora comercial celda sanches 15 7835-8560 celda@editoravetor.com.br redação rafael tadashi e rose araújo editora de arte lilian flaitt fotos daniel auvray e dreamstime tratamento de imagens daniella yamauti e lilian flaitt jornalista responsável lucy de miguel mtb 24.662 impressão ibep gráfica vetor comunicação e editora rua braz laino 305 ­ jd emília comercial av pres kennedy 223 sorocaba ­ sp |fone 15 3211-0999 60 Álbum de família fotos das crianças pra guardar de recordação 64 escolas relação dos colégios parceiros da revista na mochila 66 cecília você vai também se apaixonar por ela para anunciar comercial@editoravetor.com.br na mochila 7

[close]

p. 6

curtinhas ensine a criança a lavar as mãos corretamente toda criança deve aprender desde cedo que lavar as mãos corretamente é a melhor forma para prevenir a propagação de germes e bactérias mas nem sempre os pequenos sabem como fazer isso a orientação é para que eles utilizem sempre sabonete de preferência um antibacteriano que são mais potentes contra a disseminação de doenças texto rafael tadashi 1 2 3 molhe as mãos com água coloque um pouco de sabão e esfregue as palmas esfregue os dedos e entre eles esfregue as unhas nas palmas das mãos 4 e por último esfregue as costas de cada mão enxágue com bastante água e enxugue com toalha limpa fonte dettol 8 na mochila dreamstime

[close]

p. 7

curtinhas texto rafael tadashi gordura na alimentação gestantes que consomem alimentos muito gordurosos têm mais chances de gerar bebês com problemas no coração e lábio leporino a descoberta resultado de uma pesquisa desenvolvida por cientistas da universidade de oxford na inglaterra indicou que a dieta da mãe pode afetar os genes da criança desencadeando as doenças congênitas no estudo que utilizou camundongos como cobaias o risco de doenças no coração dobrou e a incidência de lábio leporino aumentou em sete vezes no grupo de mães que foram alimentadas com dieta rica em gordura futebol x desenvolvimento em épocas de copa do mundo aumentam consideravelmente as matrículas em escolinhas de futebol embora a maioria dos treinamentos sejam moderados algumas crianças se submetem a atividades longas e exaustivas.vale lembrar que a sobrecarga de exercícios físicos diminui a produção de hormônios relacionados ao crescimento e/ou podem até causar pequenos traumatismos no interior de ossos e lesões em músculos e tendões esporte faz muito bem mas é preciso moderação 10 na mochila imagens dreamstime

[close]

p. 8

curtinhas texto rafael tadashi falar sério ajuda a desenvolver a linguagem É natural que os pais infantilizem a maneira de falar para serem mais facilmente compreendidos pela criança e até como forma de demonstrar carinho no entanto às vezes é produtivo falar sério já que isso ajuda a desenvolver a linguagem da criança estudos realizado pela universidade de amsterdã na holanda demonstram que a partir dos 3 anos de idade crianças que são tratadas com linguagem clara e objetiva desenvolvem um nível de comunicação mais eficaz e adquirem mais vocabulário se comparadas àquelas tratadas de modo infantil pelos pais ventilador é ótimo repelente de mosquitos o uso de repelentes químicos é a melhor maneira de afastar mosquitos e pernilongos que atrapalham o sono mas além do cheiro forte esses produtos podem causar irritações e intoxicações para evitar os efeitos colaterais cientistas da universidade de michigan nos estados unidos recomendam o uso de ventilador e não simplesmente pelo fato do vento afastar os insetos os pesquisadores descobriram que o ventilador ajuda a diluir e dispersar o dióxido de carbono que nosso corpo exala e que atrai os mosquitos e pernilongos 12 na mochila canstockphoto dreamstime

[close]

p. 9



[close]

p. 10

educação por que as crianças precisam ouvir várias vezes a mesma orientação antes de obedecer rose araujo já falei mil vezes filho não mexe nessa tomada não sobe nessa escada menino já falei mil vezes para você guardar seus brinquedos se na sua casa essas palavras de ordem parecem ecoar sem fim saiba que você não está só muitos pais sentem a necessidade de repetir por diversas vezes uma orientação até que o filho obedeça ao que ele está dizendo os pequenos nem sempre têm facilidade em assimilar aquilo o que estamos pedindo e isso ocorre por diversas razões falta de atenção memorização e sobretudo compreensão da mensagem a aprendizagem é um processo extremamente complexo dependente do desenvolvimento de uma série de funções psicofísicas a exemplo da percepção atenção memória linguagem pensamento 14 na mochila

[close]

p. 11

sentimentos etc explica lígia márcia martins doutora em educação isso quer dizer que nenhuma criança nasce sabendo o que é certo ou o que é errado ­ e mais a fazer exatamente o que outros pedem por isso dependendo da orientação que é dada existe uma grande dificuldade da criança em atendê-la seja positivo você já prestou atenção à maneira como está dando ordens ao seu filho dizer não faça isso talvez não seja a forma mais eficaz de fazê-lo entender o que você está pedindo ao invés de dizer não quero que você fique no computador diga vamos ler um livro ver um filme um desenho que separei para nós ou está na hora de dormir o negativo já no início da frase pode significar o contrário do que se está querendo dizer por isso em vez de falar não pode comer sobremesa antes do almoço diga você pode comer a sobremesa logo após o almoço a diferença é sutil mas importante para a compreensão da criança não grite a entonação com que você profere as palavras também é muito importante para que os pequenos prestem atenção ao que você diz É preciso ser firme mas sem gritar ou ser agressivo os gritos para uma criança podem não parecer uma ordem já que é o tipo de comunicação que ela costuma utilizar ela pode não o ato de desobedecer já tem explicação científica segundo a neurociência ou ciência que estuda o sistema nervoso a criança tem dificuldade em obedecer a ordens principalmente as que começam pela palavra não tudo culpa do córtex pré-frontal a parte da frente do cérebro responsável por impedir a resposta aos estímulos de forma automática esta parte do cérebro só se desenvolve na adolescência por isso em vez de dizer não corra diga pare culpa do cérebro na mochila 15 imagens dreamstime

[close]

p. 12

educação compreender qual é o objetivo específico da regra explica ana elisabeth santos de oliveira lima educadora seja claro quando a criança não consegue entender a importância da orientação que está recebendo fica mais fácil ignorá-la por isso a clareza na sua expressão é muito importante para os pequenos quando a criança não identifica diferenças entre as situações nas quais atende ou não uma orientação é mais provável que as repetições por parte dos educadores sejam necessárias a criança precisa ser `educada para atender às solicitações que lhe são dirigidas e essa conquista não ocorre espontaneamente afirma lígia acabar agora é hora de jantar assim que ela estiver terminando de comer agora você precisa escovar os dentes e ir dormir quando fixamos muitas ordens geramos confusão nas crianças e elas não vão saber quais as que realmente devem ser seguidas salienta ana elisabeth nossas fontes · lígia márcia martins é doutora em educação pela unesp · ana elisabeth santos de oliveira lima é educadora especialista em jean piaget uma de cada vez nada de dar duas ou três ordens ao mesmo tempo dizer ao seu filho vá tomar banho depois venha jantar e logo depois vá para a cama pode confundi-lo experimente dizer cada coisa ao seu tempo vá tomar banho assim que a criança tenha certeza de que a criança está prestando atenção utilize palavras cujos significados sejam do seu domínio evite orientações longas e imprecisas ofereça alternativas comportamentais muito mais que negativas dizer à criança o que ela pode fazer é muito mais oportuno do que lhe dizer aquilo que não deve fazer aprendizagem para facilitar a 16 na mochila canstockphoto

[close]

p. 13

na web diversão na rede brincando na rede neste site seu filho pode navegar à vontade e aprender muito É que o espaço foi criado para não apenas divertir mas ensinar também por meio de atividades lúdicas favorece a criatividade a imaginação e o raciocínio lógico e o legal é que todo o conteúdo publicado é enviado como colaboração tem enigmas humor conhecimentos gerais e até um espaço para educação financeira e consumo consciente ­ o quanto vale www.brincandonarede.com.br o que há de melhor na internet para brincar estudar ou aprender de maneira descontraída shrek eu você quer se transformar num ogro bom pelo menos de brincadeirinha neste site você pode ser o shrek ou a fiona basta subir uma foto sua ou capturar pela web cam e brincar de montar o personagem vai escolher o tom da pele a boca a roupa o ambiente e os companheiros depois escolha entre enviar para os amigos fazer papel de parede ou mesmo salvar sua nova foto no computador É bem divertido www.mcdonalds.com.br/shrekapp lição de casa esta árdua tarefa diária pode ficar bem divertida com a ajuda deste site que traz atividades que ensinam e divertem ao mesmo tempo.tem lições de matemática ciências geografia dicionários e até um tradutor de idiomas É bem bacana conhecer seu conteúdo este você pode deixar seu filho navegar sossegado www.criancas.uol.com.br/licaodecasa na mochila 17 imagens reprodução

[close]

p. 14

exames simples podem garantir que seu filho não tenha deficiência auditiva rafael tadashi saúde a maior expectativa dos pais e familiares com relação à comunicação do bebê é sem dúvida o momento em que as primeiras palavras serão pronunciadas vai dizer mamã papá vovó essa ansiedade pelos sons que serão emitidos pode ofuscar um problema que afeta entre 3 a 5 crianças em mil nasci18 na mochila escutando em alto e bom som das a deficiência auditiva embora a grande maioria dos déficits de audição sejam leves e reversíveis em alguns casos pode comprometer o próprio desenvolvimento da fala o aprendizado a memória e a socialização por isso os pais devem estar atentos desde o nascimento.

[close]

p. 15

primeiros cuidados desde o nascimento até os primeiros seis meses é muito difícil os pais ou as pessoas próximas ao bebê conseguirem detectar algum problema na audição da criança já que a rotina fica restrita a comer e dormir e poucas reações são esperadas no entanto ainda na maternidade é preciso fazer a triagem auditiva neonatal universal também conhecida como teste da orelhinha através desse exame o médico pode diagnosticar se há algum problema auditivo quando a criança é muito pequena os pais podem não perceber uma deficiência auditiva pois os sinais não são claros assim recomendase a triagem auditiva para todos os bebês antes da alta hospitalar após os seis meses de idade a criança já responde claramente quando é chamada se assusta com sons fortes vira a cabeça em direção ao som no entanto os pais podem perceber as perdas mais acentuadas ou seja perdas auditivas severas e profundas perdas auditivas leves e moderadas talvez também passem despercebidas pelos pais explica a vice-presidente da sociedade brasileira de fonoudiologia doris lewis após os seis meses os pais parentes e/ou educadores já podem observar as reações da criança na tentativa de detectar eventuais deficiências auditivas conforme exemplificado pela dra doris caso a criança seja chamada e não responda ficando claro que não escutou se não reage a estímulos sonoros como barulhos provenientes da rua ou da tevê ou demonstra total desatenção para eventos sonoros que costumam despertar o interesse dos pequenos músicas palmas etc é importante buscar orientações de um especialista e realizar os exames necessários afinal quanto mais tempo a criança ficar com a audição deficiente maiores serão as dificuldades no futuro além do exame auditivo neonatal universal é recomendado que a criança faça outro exame antes de entrar na escola pois o desenvolvimento cognitivo a capacidade de aprendizado e a socialização que são essenciais nesses primeiros anos escolares podem ser afetadas de modo irreversível se houver alguma deficiência grave na audição frisa doris deficiências mais comuns o problema mais comum em crianças e bebês são as perdas auditivas provenientes de infecções de ouvido as chamadas otites médias esta deficiência pode ser passageira ou pode durar por anos devendo ser tratada por um otorrinolaringologista em seguida vêm as perdas auditivas sensorioneurais de graus leves e moderados e que na mochila 19

[close]

Comments

no comments yet