Montmartre Pourquoi Pas?

 

Embed or link this publication

Description

Jornal da APUSM Ano 45 Nº 06 Julho de 2012

Popular Pages


p. 1

santa maria rs brasil ano 45 nº 06 julho de 2012 montmartre pourquoi pas cláudia rizzatti na noite de 14 de julho o departamento cultural da apusm e a aafra associação da cultura francesa les amis de la france dos amigos da frança ao dar continuidade aos eventos culturais previstos para o mês de julho de 2012 programou uma noite sob o tema montmartre pourquoi pas montmartre por que não no qual os convidados foram levados a uma viagem a um dos bairros mais artísticos de paris páginas 20 e 21

[close]

p. 2

opinião a importÂncia das pesquisas associaÇÃo dos professores universitÁrios de santa maria fundada em 14/11/1967 av nossa senhora das dores 791 cep 97.050-531 santa maria/rs fone/fax 55 3223 1975 e 55 3221 4856 www.apusm.com.br e-mail apusm@terra.com.br prof dr osmar souza dos santos secretário da apusm dia do amigo ­ 20 de julho existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo fato de terem cruzado o nosso caminho algumas percorrem ao nosso lado vendo muitas luas passarem mas outras vemos entre um passo e outro todas chamamos de amigo há muitos tipos de amigos cada folha de uma árvore caracteriza um deles o primeiro que nasce do broto é o amigo pai e a amiga mãe mostram o que é ter vida depois vem o amigo irmão com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós passamos a conhecer toda a família a qual respeitamos e desejamos o bem mas o destino nos apresenta outros amigos os quais não sabíamos que iam cruzar os nossos caminhos são sinceros verdadeiros sabem quando não estamos bem sabem o que nos faz feliz este dá brilho aos nossos olhos música aos nossos lábios pulos aos nossos pés mas também há aqueles amigos por um tempo talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora estes costumam colocar muitos sorrisos na nossa face durante o tempo que estamos por perto falando em perto não podemos esquecer dos amigos distantes aqueles que ficam nos galhos mas que quando o vento sopra sempre aparecem uma folha e outra o tempo passa o verão se vai o outono se aproxima e perdem algumas de nossas folhas algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações mas o que nos deixa feliz é que as que caíram continuam por perto alimentando a raiz com alegria lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam o nosso caminho desejo a todos vocês folhas da minha árvore paz amor saúde sucesso prosperidade hoje e sempre simplesmente porque cada pessoa que passa em nossa vida é única sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós há os que levaram muito mas não há os que não deixaram nada diretoria executiva presidente ailo valmir saccol vice-presidente ney luis pippi 1º vice-presidente honório rosa nascimento 1º secretário osmar souza dos santos 2º secretário antônio reske filho 1º tesoureira nílvia gladis oliveira porto 2ª tesoureira maristela lovato conselho de curadores titulares wanderlei josé ghilardi denis rasquin rabenschlag antonio carlos freitas vale de lemos suplentes odone santos da luz carlos josé antonio kümmel felix joão rodolpho amaral flôres administrador roberval bresolin cra /rs 23454 jornal apusm fui aluno da agronomia da universidade federal de santa maria durante dois anos porque iniciei meu curso em passo fundo onde nasci após concluir meu curso passei a ser professor na ufsm fui pesquisador do cnpq durante vários anos depois passei a ser diretor do mestrado em agronomia faz cinco anos que estou no colégio politécnico da ufsm como pesquisador do cnpq executando várias pesquisas e orientando quem queira produzir plantas em hidroponia desde 1971 que venho publicando artigos científicos obtidos das pesquisas em diversas revistas de vários países para dar idéia da minha dedicação coloco a lista dos números de artigos publicados em cada ano 1971 ­ 3 1973 ­ 1 1974 ­ 2 1975 ­ 2 1976 ­ 1 1977 ­ 2 1978 ­ 1 1979 ­ 1 1982 ­ 2 1983 ­ 1 1984 ­ 1 1986 ­ 2 1990 ­ 10 1991 ­ 1 1993 ­ 6 1994 ­ 4 1995 ­ 1 1996 ­ 2 1997 ­ 1 1999 ­ 1 2000 ­ 3 2001 ­ 5 2003 ­ 3 2004 ­ 3 2005 ­ 10 2006 ­ 4 2007 ­ 7 2008 ­ 4 2009 ­ 1 2010 ­ 1 2011 ­ 5 2012 ­ 2 a soma de todos os artigos publicados atinge 93 porém já estou com vários encaminhados para publicação em diversas revistas brasileiras pretendo ainda enviar mais artigos para publicação em função das pesquisas que estou realizando no colégio politécnico da universidade federal de santa maria certamente que muitas pessoas devem imaginar o que foram colocados nos artigos publicados diante disso confirmo que iniciei e ainda mantenho as pesquisas com plantas de alface arroz irrigado aveia centeio cevada ervilhaca eucalipto feijão forragem fumo hortelã meloeiro menta milheto milho soja trigo e triticale pouco antes de me aposentar passei a fazer pesquisas na hidroponia sendo o primeiro cidadão a iniciar esse sistema de produção admito que ainda sou o mais especialista do brasil nessa área e que tenho publicado vários livros 1 cultura da soja boletim técnico editado pelo departamento de fitotecnia da ufsm no ano 1975 com 127 páginas e ilustrado 2 micronutrientes biocrop editado pela microquímica indústrias químicas ltda de campinas sp no ano 1989 com 101 páginas e ilustrado 3 a cultura da soja 1 editada pela editora globo do rio de janeiro no ano 1995 com 299 páginas e ilustrada 4 micronutrientes na cultura da soja editado pela microquímica indústrias químicas ltda de campinas sp no ano 2000 com 27 páginas e ilustrado 5 hidroponia da alface editado pela imprensa universitária da ufsm no ano 2000 com 160 páginas e ilustrado 6 cultivo sem solo ­ hidroponia editado pelo centro de ciências rurais da ufsm no ano 2002 com 107 páginas e ilustrado 7 curso de planejamento análise e avaliação de experimentos e redação científica editado pelo colégio politécnico da ufsm no ano 2008 com 114 páginas e ilustrado 8 hidroponia editado pelo colégio politécnico da ufsm no ano de 2009 com 392 páginas e ilustrado 9 produção hidropônica doméstica de plantas editado pelo colégio politécnico da ufsm no ano 2011 com 40 páginas e ilustrado pretendo ainda publicar o novo livro cultivo hidropônico com 25 capítulos escrito por vários professores e meus ex-alunos quero também destacar duas datas importantes no mês de julho 1 dia do amigo ­ 20 de julho ­ desejo muita paz e saúde aos meus amigos 2 dia do agricultor ­ 28 de julho ­ valorizo todas as atividades dos agricultores porque sempre me dediquei a criar dados positivos para produção de plantas e frutos informativo mensal da associação dos professores universitários de santa maria fundado no dia 30/03/1971 jornalista responsável planejamento gráfico edição reportagens entrevistas tratamento gráfico e diagramação fabiane gomes mtb/rs 13.627 fone 55 3221-4856 ramal 25 jornal@apusm.com.br coordenação osmar souza dos santos comercialização carlos adalberto a vargas impressão zero hora porto alegre tiragem 3.000 exemplares o jornal da apusm aceita a colaboração da comunidade universitária distribuiÇÃo gratuita e dirigida aos associados 02 jornal da apusm julho de 2012

[close]

p. 3

opinião as fronteiras do conhecimento cientÍfico prof antonio reske filho 2º secretário apusm tualmente ciência vem sendo conceituada como a investigação sistemática de um determinado campo do conhecimento através do estudo racional de fenômenos com o objetivo da analizar seus efeitos sobre a natureza e os recursos naturais e descobrir suas causas ao pesquisar a causa dos fenômenos a pesquisa científica busca encontrar elementos para formular teorias explicativas e o desenvolvimento de tecnologias que permitam a utilização prática dos conhecimentos adquiridos através da experimentação a tecnologia é normalmente a conseqüência da pesquisa científica mas a distinção entre ciência e tecnologia nem sempre é perfeitamente clara embora nem todas as tecnologias sejam produtos exclusivos da pesquisa científica elas devem satisfazer os requisitos de utilidade usabilidade e segurança consequentemente pode-se afirmar que ciência é a busca da verdade ao aplicar técnicas formais como o método científico na experimentação com o objetivo de formular teorias explicativas dos fenômenos observados e de sua interação e princípios entre os elementos do mundo fenomenal entretanto nem sempre as teorias existentes demonstram a verdadeira natureza dos fenômenos observados e os procedimentos corretos para transformar tais teorias em conceitos estruturais bem definidos utilizáveis para o desenvolvimento de tecnologias por exemplo a teoria do flogístico desenvolvida pelo químico e médico alemão georg ernest stahl dominou a estrutura da incipiente ciência da química até que antoine laurent lavoisier aprofundasse uma experiência de joseph priestley e constatasse que nem a água e nem o ar atmosférico eram elementos químicos georg ernst stahl apresentou a teoria do flogístico entre 1703 e 1731 segundo a teoria a do flogístico os corpos combustíveis possuiriam uma matéria chamada flogisto liberada ao ar durante os processos de combustão material orgânico ou de calcinação metais a absorção dos flogistos do ar seria feita pelas plantas o grande problema envolto na teoria do flogístico é que ninguém se dera ao trabalho de calcinar um metal em um ambiente fechado com uma atmosfera que contivesse oxigênio e/ou nitrogênio isto somente foi feito por antoine laurent lavoisier em 1773 que depois de abalizar os resultados de sua experiência enunciou o princípio na natureza nada se cria nada se perde tudo se transforma joseph william mellor [1873-1938 sempre aliou seus estudos sobre química inorgânica com um acentuado bom humor e uma grande tolerância e compreensão para com as teorias mal elaboradas com os erros comentando a teoria do flogístico e o fato que joseph priestley perderá a oportunidade de ser lembrado como o descobridor do oxigênio por ser fiel seguidor da teoria do flogístico mellor 1960 observa que devemos ter presente que algumas teorias científicas atualmente em uso poderão futuramente se revelar tanto ou mais absurdas que a teoria do flogístico e que faltou alguém observar que se o flogisto realmente existisse deveria ter peso negativo o que é e na época certamente já seria assim considerado um absurdo embora tivesse obtido uma amostra do ainda desconhecido oxigênio cinco anos antes da experiência de joseph priestley o químico sueco carl wilhelm scheele não foi capaz de conhecer a verdadeira natureza do oxigênio scheele descobriu também outros elementos químicos tais como o cloro 1770 o bário 1774 o manganês 1774 o molibdênio 1778 e o tungstênio 1781 entretanto não soube interpretar suas descobertas e continuou exprimindo suas teorias com base nas quase dogmática doutrina do flogisto observe-se que a química costuma ser definida como ciência exata quando se constata que seu desenvolvimento foi retardado durante décadas por uma teoria amplamente mas que logo iria se palavra da diretoria revelar inconsistente cabe o questionamento a que se pode esperar das teorias desenvolvidas nas ciências sociais administração contabilidade e economia são classificadas como ciências sociais e frequentemente surgem novas teorias ­ que muitos estudiosos subdividem em teorias explicativas e teorias justificativas ­ que pretendem propor novos caminhos para a pesquisa e o desenvolvimento de tecnologias sue llewelyn entende que estas disciplinas antes que ciências sociais representam meta-linguagem complexas llewelyn 2003 e que carecem de uma teoria que as explique e as conduza no rumo de seu desenvolvimento tal teoria deverá cobrir cinco níveis de teorização 1 teoria metafórica analisando micro argumentos ações produção social 2 teorias diferenciais avaliando os processos micro sociais 3 teoria conceitual analisando os indivíduos faz acontecer com os recursos econômicos 4 proposições da teorização cobrindo a organização social das relações entre os indivíduos às organizações e os ambientes e 5 estrutura da teorização avaliando as classes e gênero das relações de poder e a distribuição de recursos a grande fronteira do conhecimento científico é o fato de que todas as observações e interpretações são feitas por seres humanos o homem é um ser que faz questionamentos existenciais e que tem que interpretar a si e ao mundo em que vivem atribuindo-lhes significados cria representações significativas da realidade a qual chama conhecimento implica em desenvolver teorias para explicar o que observamos ­ ou que julgamos ter observado a história da teoria do flogístico é altamente explicativa tanto joseph priestley como carl wilhelm scheele prenderam-se em conhecimentos pré-existentes em que acreditavam e não souberam interpretar suas próprias descobertas referencial teÓrico llewelyn sue ­ what counts as theory in qualitative management and accounting research introducing five levels of theorizing bradford accounting auditing accountability journal [16]4:662-708 2003 mellor joseph william ­ química inorgânica moderna porto alegre editora globo 1960 ozu chikako ­ epidemiological aspect of accounting systems international transfer of accounting technology in the french speaking world osaka university of shizuoda management papers 1998 rocchi flavia ­ knowing the firm as an autopoietic system levels of analysis and economic parameters antwerp 21st congress of the european accounting association 6-8 apr 1998 saint exupÉry antoine de ­ cidadela rio de janeiro editora quadrante 1966 sterling robert r ­ toward a science of accounting houston scholar books 1979 zeff stephen adam buijink willem camfferman kees ­ true and fair in the netherlands inzicht or getrouw beeld bordeaux 22nd congress of the european accounting association 5-7 may 1999 jornal da apusm julho de 2012 03

[close]

p. 4

alfredo quites antoniazzi ­ ufsm augusto maciel da silva ­ ufsm acontece sorteios tv 21,5 a cada mês a apusm realiza sorteios mensais de uma tv monitor 21,5 para cada grupo de 20 novos associados angelita machado leitão ­ unipampa/itaqui carlos artur saldanha dias ­ unipampa/bagé carlos roberto griego de moraes ufsm cesar addis valverde salvador ­ ufsm charline hübner ­ fisma cristina kologeski fraga ­ ufsm daniela camargo ­ iffarroupilha são borja daniela dias kuhn ­ cesnors palmeira das missões débora cristina nichelle lopes ­ unipampa/uruguaina ederli marangon ­ unipampa/alegrete edna nunes gonçalves ­ iffarroupilha/santo augusto eduardo lopes cabral maia ­ ufsm elieser xisto da silva schimitz ­ ufsm evandro steffani ­ ufsm fabiano bisognin franco ­ ufsm fernando teixeira nicoloso ­ ufsm jorge rodrigo massing ­ ufsm laura zucuni guasso ­ iffarroupilha/santa maria luiz gustavo teixeira de souza ­ ufsm marcelo da luz colome ­ ufsm márcio paulo cenci ­ unifra marcos juliano hübner fisma mariane magno ribas ­ ufsm michele vargas garcia ­ ufsm rosa cristina prestes ­ ufsm rosane bohrer adornes ­ iffarroupilha/julio de castilhos vanessa siqueira peres da silva ufsm ganhador mês de julho/2012 novos associados daniel gustavo allasia piccilli engenharia sanitária ambiental ufsm os dez associados que mais indicarem a apusm até o dia 15/10/2012 ganham belíssimos prêmios no jantar do dia do professor no dia 19/10/2010 55 3223-1975 ou 3026-3565 associação dos professores universitários de santa maria www.apusm.com.br twitter.com/apusm www.formspring.me/comunicaapusm www.facebook.com/apusm.santamaria av nossa senhora das dores 791 santa maria/rs cep 97050531 04 jornal da apusm julho de 2012

[close]

p. 5

a pesquisa científica com uso de animais josefino francesquetto ­ oab/rs 3.643 prof titular de direiro civil aposentado ufsm opinião maior biblioteca do mundo se escrita fosse que paradoxo seria intitulada o que ignoramos do universo e da vida só para desfazer mitos e fantasias essa biblioteca teria que dedicar-se séculos milênios queres ver um exemplo ­ vamos lá acreditas ainda que o homem nasce bom e a sociedade o deturpa se tu te lembras dessa frase desse conceito que serviu de fundamento filosófico para jean jacques chateaubriand ­ o enterro de atala ­ um índio e possivelmente influenciou marx e muitos outros é possível que admitas ser isso uma fantasia um mito o homem nasce bom e a sociedade o deturps ­ o homem nasce o homem nasce como nasce o homem nasce de uma mulher que sorri e canta dando risada enquanto seu bebê dá gargalhada pergunta-se se existiu essa mulher se existiu esse bebê o nascimento de um ser humano vamos admitir é de forma cruel cruel e dolorosa e a vida o homem o bebê nasce bom e perfeito a natureza é perfeita sem observar a natureza a vida o universo não a quem passou pela vida em brancas nuvens e em plácido sono adormeceu quem passou pela vida e não sofreu foi espectro de homem não foi homem passou pela vida não viveu autor desconhecido dá para chegar a uma ciência cognitiva mais perto da realidade e ,se o homem é uma pequena realidade no universo embora a mais fantástica conhecida ­ pelo cérebro inteligente talvez produto do próprio universo é possível concluir que o próprio universo não é perfeito nem acabado o sol por exemplo o nosso sol é perfeito e acabado pergunta-se o sol ou o sol é vida mas é morte também o câncer de pele é exemplo de que o acúmulo de insolação o produz e se não tratado pode levar à morte fato que é sabido e comprovado estamos próximos do que sejamos examinar e discutir a pesquisa científica com uso de animais seria possível que a ciência avançasse sem o auxílio e até o sacrifício de animais o homem desde os primórdios não sacrificou animais para viver e até sobreviver teria sobrevivido sem isso isso é cruel cruel como nascer 0 no reino animal como sobrevivem as espécies os maiores os mais fortes devoram É claro é evidente que o humano é naturalmente diferente mas não tão absolutamente diferente que possa dispensar certas ações dolorosas cruéis para obter algumas soluções para seus problemas para seus avanços prolongar esses temas seria até fácil mas o tempo também é cruel tanto para escrever quanto para ler por fim uma brincadeira séria primeiro o ovo ou a galinha pergunta-se tens a resposta creio que não tens a resposta porque a pergunta creio está mal colocada É possível que nem o ovo nem a galinha veio por primeiro mas o produto final tenha chegado após longas e longas evoluções este escrito que fica como tema aberto discutível aperfeiçoável foi lavrado em apoio desinteressado em tese ao professor titular aposentado air fagundes dos santos crmv ­ rs 305 co o título usar ou não usar animais em pesquisas científicas publicado no jornal da apusm/junho 2012 os ­ que fique claro gostaria que o mundo fosse perfeito que não houvessem crueldades nem sofrimentos temos que lutar para que ele mundo vida seja cada vez melhor jornal da apusm julho de 2012 05

[close]

p. 6

gastronomia hugo richter chef de cozinha ão há como negar que a velocidade com que o mundo evolui é muitas vezes mais rápida que nossa capacidade de processar essas mudanças por esse e outros motivos temos que administrar nosso tempo disponível de forma que muitas tarefas sejam realizadas o mais rápido possível e assim coisas que à primeira vista nos são corriqueiras acabam por ser atropeladas por outras prioridades almoço e jantar que já foram momentos a serem apreciados de forma mais sociável e calma incorporaram o ritmo acelerado do cotidiano atual e dessa forma nem temos tempo de pensar no que estamos perdendo tendo isso em mente já em 1986 o cozinheiro italiano carlo petrini deu início ao movimento slow food que dissemina a ideia de que todos têm o direito a uma boa alimentação e ao prazer que esta proporciona e com isso a responsabilidade de preservar ingredientes e preparações originais de cada região ou seja a herança cultural gastronômica local tal responsabilidade pode ser considerada um conceito amplo mas de forma alguma genérico o primeiro passo é o reconhecimento de que não somos meros consumidores mas que somos sim co-produtores no momento em que temos conhecimento das formas de produção estas ocorrendo de uma maneira limpa que não agrida o meio ambiente e valorizando o trabalho dos produtores locais dando-lhes condições para que se incentive a produção nos tornamos efetivamente mantenedores de um estilo de vida mais saudável e sustentável o movimento sediado na cidade de bra na itália forma uma resistência contra a padronização da alimentação buscando alterar a tendência atual de se ingerir algo que seja rápido e assim ganhar tempo carlo petrini afirma ser inútil forçarmos os ritmos da vida pois a arte de n sustentando novos hÁbitos viver compreende aprender a dar o tempo devido às coisas o que se procura é uma alteração de prioridades o resgate de um estilo de vida em que ferramentas afazeres e obrigações sejam usados em prol do desenvolvimento do ser humano e não o contrário dentre as várias ações desenvolvidas pelo slow food uma das mais interessantes é a arca do gosto a arca se trata de um catálogo mundial de ingredientes e preparações tradicionais e típicas de nações e regiões buscando evidenciar e divulgar sabores de características únicas que podem entrar em extinção mas que ainda tenham potencial comercial dessa forma pretende-se salvar elementos que caso não sejam mais utilizados venham a ser preteridos por outros produtos mais rentáveis e que assim se perca algum elemento da cultura gastronômica comer há tempos deixou de ser apenas uma necessidade fisiológica aceitar que somos elementos ativos na utilização e desenvolvimento dos recursos do planeta já é uma bela forma de se começar a fazer a diferença agindo em prol do desenvolvimento local chegará o momento em que o crescimento irá abranger círculos maiores que os nossos próprios pois estamos ligados por mais que computadores correios e linhas de telefone a própria gravidade conecta todos nós em um grande círculo e por mais que vivamos em tempos em que valorizemos a individualidade nunca ações locais se mostraram tão importantes na obtenção de resultados globais assim como as pessoas sempre cuidam mais daquilo que é seu vale lembrar que o mundo é o nosso quintal quem deseja se informar mais a respeito do movimento slow food acesse o site http www.slowfoodbrasil.com e conheça muito mais detalhes do que transmiti brevemente neste texto um abraço e até mês que vem quibebe ingredientes 1 abóbora cabotiá média 1 cebola grande bem picada 2 dentes de alho bem picados 250 g de charque de traseiro 1 xícara de cheiro verde picado finamente ½ xícara de óleo de soja sal pimenta-do-reino preta moída modo de preparo dessalgar o charque deixando de molho em água fria por 24 horas trocando de água por duas vezes picar o charque dessalgado em cubos pequenos e reservar partir a abóbora em quatro partes e remover as sementes em uma panela cobrir a abóbora com água e cozinhar em fogo médio até que esteja macia fritar a cebola até que fique bem marrom mexendo sempre para não queimar ao final adicionar e fritar rapidamente o alho picado e o charque picado retirar a abóbora da água e separar a polpa da casca bater a polpa formando um purê e adicionar à panela com a cebola alho e charque refogar em fogo médio até que esteja consistente ajustar o tempero com sal e pimenta finalizar com o cheiro verde picado sirva quente 06 jornal da apusm julho de 2012

[close]

p. 7

jurídico normativas do mpog e mpas relativas à aposentadoria especial são questionadas aplicação de normativas tem impossibilitado a concessão da aposentadoria especial aos servidores públicos federais aos órgãos da administração federal os requisitos para a concessão do direito através das normativas on srh/mpog 10/2010 e in mpas 01/2010 entretanto estes regulamentos apresentam ilegalidades que impedem a concessão da aposentadoria especial aos servidores pois não admitem as formas de comprovação do exercício de atividade especial anteriormente determinadas pela normativa on srh/mpog 06/2010 que foi revogada a on srh/mpog 06/2010 simplificava os meios de prova admitidos permitindo que o exercício de atividade prejudicial à saúde ou integridade física fosse demonstrado por exemplo mediante a apresentação de fichas financeiras onde constasse o recebimento de adicional de insalubridade dentre outras formas um dos principais fundamentos da ação judicial é o de que a on nº 06/2010 estabelecia as condições para a aposentadoria especial desde a edição do regime jurídico Único em vigência a partir de 1990 até a data da sua revogação já no texto das escritório wagner advogados associados na defesa dos direitos dos servidores públicos federais elaborou uma ação que questiona as normativas que tratam da aposentadoria especial expedidas pelo ministério do planejamento orçamento e gestão mpog e ministério da previdência e assistência social mpas as normas estabelecidas nos documentos têm inviabilizado na prática a obtenção desse direito pelos servidores de acordo com a constituição federal os servidores que submeterem-se a condições prejudiciais à saúde ou integridade física no exercício de suas funções têm garantida a aposentadoria especial esse direito assegurado pelo supremo tribunal federal em sede de mandados de injunção de regra é devido ao servidor que desempenhar tais atividades durante 25 anos nesse sentido o ministério do planejamento orçamento e gestão e o ministério da previdência e assistência social esclareceram o novas normativas não consta a aplicabilidade das mesmas no tempo anterior à sua criação em 2010 desse modo a on nº 06/2010 tem sua aplicação vetada apenas para o futuro sem ser-lhe retirado o efeito de reger no tempo em que estava em vigência e no período por ela determinado nesse sentido argumenta-se que é inviável a aplicação das normativas on nº 10/2010 e in nº 01/2010 retroativamente pois os laudos e documentos por elas requisitados para comprovação de trabalho em condições prejudiciais à saúde ou integridade física não foram elaborados ao passar dos anos o que impossibilita a concessão da aposentadoria especial a ação proposta pelo escritório wagner advogados associados então vem requerer o reconhecimento do direito dos servidores ao recebimento da aposentadoria especial através da aplicação da on srh/mpog 06/2010 no período de trabalho prestado a partir de 12/12/1990 até a sua revogação quando a on nº 10/2010 foi criada fonte wagner advogados associados através do processo nº 5002848-28.2012.404.7202 cadastre-se para receber nossos informativos e leia outras notícias em www.wagner.adv.br jornal da apusm julho de 2012 07

[close]

p. 8

os informes apusm seguros e marketing pessoal são de apusmadm@terra.com.br marketing pessoal importante responsabilidade do administrador roberval bresolin cra/rs 23454 b apusm seguros pessoal é muito bateu o carro saiba como proceder caso não melhor que virtual haja vítimas este mundo conectado que vivemos hoje tem acontecido muito de no momento os causadores do acidente informarem que tem seguro e posteriormente se negarem a dar atendimento leve o veículo na oficina indicada pelo corretor ou seguradora segundo levantamentos feitos normalmente o serviço é mais rápido e existe a possibilidade de parcelar o valor da franquia além do mais a seguradora ao credenciar uma oficina esta oficina passa por uma criteriosa análise de qualidade em serviços ambos os envolvidos sem seguro se o causador do acidente não tiver segurado anote todos os dados dele para que você possa entrar em contato para enviar os orçamentos do conserto do seu carro faça três orçamentos no mínimo e encaminhe por carta com aviso de recebimento dando um prazo de cinco a dez dias para a resposta se não houver resposta ou caso ela seja negativa e seu prejuízo for de até 40 salários mínimos recorra ao juizado especial cível para a cobrança e atenção é comum ocorrer a seguinte situação quando o causador do acidente não constitui uma apólice de seguro a vítima que possui neste caso seguro assuma a responsabilidade do acidente para diminuir o prejuízo da outra parte por ela não possui seguro cuidado a apusm seguros alerta que essa prática é ilegal e é caracterizada como fraude pela seguradora vindo esta a mover um processo contra o segurado asta um pequeno descuido no trânsito e pronto acontece uma batida o importante é manter a calma e seguir alguns procedimentos básicos para evitar dor-de-cabeça primeiros passos assegure-se de que ninguém está ferido nem sente dores isso feito chame o responsável pela segurança na rodovia em que você estivar ou na cidade enquanto aguarda converse com os outros envolvidos no acidente visando entender as causas do ocorrido ou com testemunhas que possam contribuir para o encaminhamento do boletim de ocorrência bo caso a batida seja violenta não remova ninguém a não ser que aja risco de um dano maior a vida dos envolvidos em caso de estar incendiando o veículo e ligue imediatamente para o socorro e aguarde se o acidente não for grave retire os carros da pista e coloque-os em lugar permitido e seguro se não for possível remover os veículos espere pela polícia e chame um reboque pelo 0800 informado pelo seu corretor de seguros cuidado nem sempre as seguradoras reembolsam as despesas de guincho quando a polícia estiver no local conte o ocorrido para que seja feito o boletim de registro de acidente de trânsito brat esse documento ficará pronto em 48 horas e deverá ser retirado no batalhão de polícia militar indicado no registro que lhe será entregue no dia do acidente solicite ao corretor acionando o seguro se você for o culpado pela ocorrência entre em contato com o corretor e informe o fato e os dados da vítima para que possam marcada a vistoria nos veículos sinistrados no caso de você ser a vítima pegue os dados do causador do acidente e peça para ele telefonar para o seguro ainda no local para sua segurança anote o número do sinistro aberto e comunique para o seu corretor obs tire as suas dúvidas estamos aqui para assessorá-lo não deixe de nos ligar apusm seguros roberval bresolin www.apusmseguros.com.br apusmseg@terra.com.br 30263683 3221 1652 cada vez mais o aprimoramento de novas tecnologias nos meios de comunicação ou de se manter em contato com outras pessoas esta se tornando o meio preferido de contato entre as pessoas e em contra partida esta facilidade nos afastando cada vez mais do contato pessoal a comunicação virtual embora mais rápida de maior freqüência e de menor custo é um meio de comunicação e não o fim da comunicação em um certo momento no mundo dos negócios nada substitui o contato pessoal o chamado olho no olho em momento algum devemos deixar de utilizar estes meios virtuais de comunicação principalmente se pensarmos que graças a estes meio hoje podemos nos fazer presente em mais de um lugar ao mesmo tempo o que estou me referindo é que em certo momento o contato pessoal fará a diferença e este será insubstituível quando utilizamos os meios de comunicação eletrônicos disponíveis o relacionamento quase sempre é efêmero e não permite uma aproximação é como poderíamos dizer mais frio e do contrario quando ocorre o contato pessoal poderíamos dizer que ocorre um vínculo mais forte um contato mais humano o contato virtual com certeza aproxima as pessoas para um contato mais pessoal ele antecede esta aproximação mas nunca ele irá substituí-lo em um relacionamento virtual temos a impressão que é um relacionamento mais afastado e os relacionamentos tanto pessoais quanto profissional são construídos pela convivência e pelo contato pessoal estes relacionamentos serão mais duradouros para iniciar uma aproximação em nossa rede de relacionamento networking podemos começar este no mundo virtual com e-mail mensagens pelo celular acesso nas paginas de site isto é importante para ficar registrado mas em um determinado momento o contato pessoal ou por telefone também será importante para checar as informações recebidas ou para agradecer uma oportunidade com isso estará demonstrando atenção e a importância que você estará dando a outra pessoa n 08 jornal da apusm julho de 2012

[close]

p. 9

informática onforme prometi na coluna do mês passado este mês eu vou concluir as dicas sobre a criação e utilização de atalhos na Área de trabalho do windows na semana passada eu apresentei o conceito de atalhos e mostrei como criar um atalho na Área de trabalho para um programa que você usa com freqüência hoje você aprenderá a criar atalhos na Área de trabalho para pastas do hd do seu computador e para sites da internet você também aprenderá a configurar as propriedades de um atalho vamos aos exemplos práticos criando um atalho na Área de trabalho para uma pasta do seu hd a título de exemplo vamos supor que você queira criar um atalho para a pasta c documentos contratos a qual você usa freqüentemente para criar um atalho para uma pasta de arquivos siga os passos indicados a seguir 1 clique em iniciar todos os programas acessórios windows explorer 2 no painel da esquerda clique no drive c para exibir as pastas do hd do seu computador 3 na lista de pastas que é exibida no painel da direita dê um clique duplo na pasta documentos para abri-la 4 serão exibidas todas as pastas contidas dentro da pasta documentos 5 clique com o botão direito do mouse na pasta para a qual você quer criar o atalho 6 no menu de opções que é exibido clique em enviar para Área de trabalho criar atalho pronto será criado um atalho na Área de trabalho para a pasta que você clicou agora para abrir esta pasta basta dar um clique duplo no respectivo atalho bem fácil e prático criando um atalho na Área de trabalho para um site ou página da internet a título de exemplo vamos supor que você é um contador e precisa acessar com jornal da apusm julho de 2012 profissional certificado pela microsoft júlio battisti dicas práticas de windows e internet ­ parte 6 c freqüência o site da receita federal http www.receita.fazenda.gov.br para facilitar o seu trabalho você gostaria de criar um atalho na área de trabalho de tal maneira que quando você desse um clique duplo neste atalho já fosse carregada a página da receita federal para criar um atalho para um site ou página da internet siga os passos indicados a seguir 1 abra o internet explorer e acesse o site desejado que no nosso exemplo é http www receita.fazenda.gov.br 2 observe a barra de endereços do internet explorer antes do http tem o desenho de uma letra e azul dentro de uma folha branca 3 para criar um atalho para o endereço em questão basta clicar com o botão esquerdo do mouse nesta letra e e arrastá-la para a Área de trabalho para que você possa fazer isso a janela do internet explorer não pode estar maximizada pois se ele estiver maximizada a Área de trabalho estará encoberta e você não conseguirá arrastar o atalho para a área de trabalho 4 se a janela do internet explorer estiver maximizada clique no botão restaurar botão com o desenho de dois quadradinhos sobrepostos à esquerda do botão fechar bem no canto superior direito da janela 5 ao clicar no botão restaurar a janela do internet explorer deixa de estar maximizada e parte da área de trabalho passa a ser exibida 6 agora é só clicar com o botão esquerdo do mouse no e que tem à esquerda do endereço http www.receita.fazenda.gov.br manter o botão do mouse pressionado e arrastar este e para a área de trabalho ao largar o e na Área de trabalho o atalho será criado pronto de agora em diante tudo o que você precisa fazer para acessar a página da receita é dar um clique duplo no atalho recém criado bem mais fácil e prático do que ter que abrir o internet explorer digitar todo o endereço e pressionar enter você pode criar atalhos para qualquer site que você usa com muita freqüência configurando as propriedades de um atalho existem diversas propriedades que você pode configurar para um atalho por exemplo se você tem um atalho para um determinado programa e quer que ao usar o talho para abrir o programa que este seja aberto sempre em uma janela maximizada é possível fazer esta configuração através das propriedades do atalho para acessar as propriedades de um atalho clique com o botão direito do mouse no atalho no menu de opções que é exibido clique com o botão esquerdo do mouse em propriedades pronto será aberta a janela de propriedades do atalho observe que uma das propriedades é a lista executar nesta lista você tem as opções janela normal maximizado e minimizado se você escolher a opção maximizado o programa pasta ou site associado ao atalho será sempre aberto em uma janela maximizada este é apenas um pequeno exemplo das configurações que podem ser feitas através das propriedades de um atalho feitas as configurações desejadas basta clicar no botão ok para salvar as configurações feitas e fechar a janela de propriedades do atalho para acessar todas estas dicas só que para o windows 7 acesse o seguinte endereço http www.juliobattisti.com.br/artigos/windows7 a senha de acesso é carrapicho entre em contato envie suas críticas sugestões e por que não elogios através do e-mail webmaster@juliobattisti.com.br ou diretamente no meu site em http www.juliobattisti.com.br entre em contato envie suas críticas sugestões e por que não elogios através do e-mail webmaster juliobattisti.com.br ou diretamente no meu site em http www.juliobattisti com.br 09

[close]

p. 10

espaço literário eloisa antunes maciel enquanto seu lobo não vem algumas meninas as mais espertas claro já arriscavam algumas saídas para escapar do lobo como bloquear ou dificultar o acesso da fera ao grupo que de certo modo,poderia aguçar a ferocidade do animal podendo provocar investidas presumidas como devastadoras sobre suas vítimas em potencial que tipo de saídas estariam sendo engendradas pelas espertas meninas do grupo eis uma delas esconder-se atrás de um obstáculo que dificultasse a investida do bichão algo que viesse a dificultar a identificação das possíveis presas pelo faro e outras artimanhas eram concebidas pelas espertinhas sendo ratificadas e adotadas pelo grupo como um todo e enquanto o seu lobo não vinha a roda girava a cantar o refrão vamos passear na floresta enquanto o seu lobo não vem e a menina encarregada de interrogar a fera continuava a exercer a sua tarefa mantendo o grupo informado sobre as respostas do lobo enfim tempo esgotado e a resposta não deixava dúvida estou indo o alvoroço era quase total algumas meninas se desorientavam outras punham em prática seus ardilosos planos para desorientar o lobo ou desviar sua atenção do grupo e a correria era simplesmente desconcertante ora o lobo perseguia uma menina apenas oracorria atrás de todas que ardilosamente se dispersavam desorientando o temidolobo diversas artimanhas eram postas em prática sendo que sem possibilidade de vencer uma dessas artimanhas o lobo enveredava por caminhos estranhos afastando definitivamente do grupo e também da floresta e o cântico de vitória era uníssono entre as ex-perseguidas enfim as meninas podiam passear livremente pela floresta ­ então abandonada pelo lobo decorridas dezenas de décadas ao rememorar essa brincadeira não posso furtar-me a uma ilação ante as expectativas desalentadoras que nos assombram ou simplesmente nos afligem tais como ameaças reais ou veladas que venham a abalar a tranquilidade de um determinado grupo seja este laboral funcional ou se simples convivência entre pessoas afins parece que as atuais meninas da roda carecem de iniciativas hábeis e eficazes para livrarem-se desses temidos perseguidores os tempos são outros e o lobo atual veste bem,usa sofisticados recursos de marketing faz uso de esquemas pré-estabelecidos embasados em teorias pouco acessíveis aos leigos e dificilmente inteligíveis ao povão talvez a mensagem providencial dessa brincadeira infantil possa sugerir mecanismos a que sejam identificadas artimanhas de diferentes matilhas de lobos espertos que tendem a ameaçar preferencialmente,pessoas necessitadas e/ou vulneráveis a essas ameaças contudo também vale lembrar que a prevenção é a melhor medida ­ e que o conhecimento da floresta em que nos embrenhamos é fundamental para que possamos identificar esses novos lobos bem como reconhecer sua lábia sem deixarmos de passear pela floresta enquanto algum lobo de plantão estiver de folga o título desta crônica é o mesmo da letra de uma cantiga de roda cantada e encenada por meninas do meu tempo e essa cantiga cantada em grupo tendia a encenar um falso temor coletivo por parte de suas partícipes cantantes e o refrão vamos passear na floresta enquanto o seu lobo não vem era entoado por duas ou três vezes antes de a roda parar para que o lobo fosse consultado isto é interrogado se estaria pronto para sair do esconderijo com efeito após duas ou três rodadas eis que uma das participantes afastava-se um pouco da roda e perguntava ao fictício lobo está pronto seu lobo a resposta do bicho representado por uma das participantes excluída provisoriamente do grupo era negativa até o final de uma série de perguntas inicialmente o lobo informava que havia saído do banho e portanto estava nu em pelo já ao ser interrogado pela segunda ou terceira vez estava vestindo as calças e daí por diante até a resposta decodificada como ameaçadora só falta a gravata e enquanto o seu lobo se aprontava a roda continuava a girar aproveitando aquela folga que antecederia a uma cruel perseguição a ser desencadeada por um lobo presumido como terrivelmente ameaçador e que ao conceder algum tempo às suas presumidas vítimas estaria fomentando uma expectativa de terror talvez com o intento de apenas apavorá-las esse adiamento tendia a aguçar a curiosidade sobre o perseguidor em perspectiva sendo que eloisa antunes maciel professora aposentada da ufsm escreve poesias contos e crônicas além de artigo de cunho científico integra diversas entidades literárias e sócio-educativas no país havendo participado de inúmeras antologias e obtido vários prêmios no país e ­ alguns no exterior mantém publicações regulares em periódicos de divulgação literária 10 jornal da apusm julho de 2012

[close]

p. 11

jornal da apusm julho de 2012 11

[close]

p. 12

conteceu no dia 30 de junho no salão cultural da apusm a xvi edição da noite dos queijos e vinhos da associação dos professores universitários de santa maria a o tradicional evento teve como intuito desenvolver a gastronomia e integrar seus associados o cardápio contou com uma seleção especial de vinhos da casa valduga uma das vinícolas mais famosas do brasil além de uma variada seleção de queijos acompanhamentos e pratos quentes 12 jornal da apusm julho de 2012

[close]

p. 13

representando a diretoria da apusm profª maristela lovato e prof honório rosa naascimento a noite contou com a apresentação do músico e compositor janú uberti apresentação de dança jornal da apusm julho de 2012 13

[close]

p. 14

saÚde fisioterapia estÉtica rpg pilates e acupuntura laura weber crefito 5 96.813f tirzÁ angeli crefito 5 17.609-f jordana de bona crefito 5 106.072-f e elizandra scremin coren 87.025 rua dr alberto pasqualini nº 70 sala 810 torre ribas santa maria shopping fone 55 3225.1000 desconto de 10 para associados serviÇos rua floriano peixoto 858 sala 201 santa maria/rs jzcontabil@gmail.com desc especial para associados apusm jz contábil av nossa senhora medianeira 1480 centro santa maria /rs fone 55 3222 7766 fax 55 3028 9666 6 x em todos os cartões desc de 5 à vista cartões construcard financiamentos de bancos e cartas de crédito contato@madeireiramedianeira.com.br informÁtica rua astrogildo de azevedo 91 fone 55 3307-3550 facebook.com/escolamusiartes desc especial para associados apusm av presidente vargas 1051 santa maria/rs 55 3026 8606 atendimento@bitotech.com.br www.bitotech.com.br desc especial para associados apusm confira nosso encarte mensal com as promoções no site www.agafarma.com.br e descubra a loja agafarma mais próxima de você av nossa srª das dores 418 santa maria/rs fone 55 3223 7370 www.aguativa.net desc especial para mensalistas santa maria/rs av presidente vargas 1599 fone 55 3222 23 00 av borges de medeiros 936 fone 55 3028-3226 bagé/rs av presidente vargas ao lado da ponte seca fone 55 3311-0067 multicores@hotmail.com jurÍdico rua general daltro filho 252 santa maria/rs 55 3217 3731 com serviço de atendimento externo telebusca e entrega desc de 10 para associados apusm ou a promoção direta para convênio 14 rua alberto pasqualini 70 13º andar santa maria /rs fone 55 3026 3206 wagner@wagner.adv.br kumon centro rua barão do triunfo nº 1040 55 3222 2414 kumon dores rua bento gonçalves nº 383 55 3027 1505 kumon camobi rua joão da fontoura e souza nº 262 loja 2 55 3027-9503 sua marca apusmcomunicação@terra.com.br entre em contato jornal da apusm julho de 2012

[close]

p. 15

jornal da apusm julho de 2012 15

[close]

Comments

no comments yet