Dissertação Fabiane Bergmann

 

Embed or link this publication

Description

Dissertação Fabiane Bergmann

Popular Pages


p. 1

universidade federal do rio grande instituto de ciências biológicas pós-graduação em biologia de ambientes aquáticos continentais atividade de forrageio do gavião-caramujeiro rostrhamus sociabilis vieillot 1817 aves accipitridae no extremo sul brasileiro fabiane borba bergmann orientador alexandro marques tozetti rio grande 2012

[close]

p. 2

universidade federal do rio grande instituto de ciências biológicas pós-graduação em biologia de ambientes aquáticos continentais atividade de forrageio do gavião-caramujeiro rostrhamus sociabilis vieillot 1817 aves accipitridae no extremo sul brasileiro aluna fabiane borba bergmann orientador alexandro marques tozetti dissertação apresentada ao programa de pós-graduação em biologia de ambientes aquáticos continentais como requisito parcial para a obtenção do título de mestre em biologia de ambientes aquáticos continentais rio grande 2012

[close]

p. 3

dedicatÓria dedico esta dissertação aos meus pais carolo bergmann e nelcina borba bergmann que sempre me amaram e me apoiaram em todas as situações.

[close]

p. 4

agradecimentos agradeço aos meus pais carolo bergmann e nelcina borba bergmann pelo amor amizade paciência compreensão e incentivo para perseguir os meus objetivos ao meu orientador alexandro marques tozetti pelos ensinamentos repassados dedicação paciência e atenção também agradeço pela confiança depositada em mim nos momentos difíceis os quais não foram poucos tenho muita admiração por ti pela maneira que tens de lidar com as pessoas e com as dificuldades e é claro por teu trabalho sempre sério e muito criativo a todos os professores da pós-graduação em biologia de ambientes aquáticos continentais por transmitirem a mim os seus conhecimentos ao meu namorado amigo e colega de trabalho hugo amaral por me ajudar na elaboração da minha dissertação desde o campo à escrita pela paciência amizade e principalmente pelo amor dedicado as estagiárias debora pinto e cíntia chivittz pela ajuda de campo incansável nos dias de calor frio sol ou chuva sempre com um sorriso no rosto e pela oportunidade que me deram de eu ser sua co-orientadora com certeza aprendi muito com estas meninas agradeço também a todos os demais estagiários do laboratório de ecologia de vertebrados terrestres e aos amigos e técnicos elis regina lopes leitzke francis de mattos almeida e tatiane penteado gonçalves agradeço à colega de mestrado simone da silva ximenez que se tornou uma amiga especial por me ajudar nas saídas e nos momentos complicados por me ouvir e falar muitooo foi uma das pessoas que tornaram meus dias mais alegres na passagem pelo mestrado também agradeço aos amigos maurício beux e thairize gonzales pelas ajudas extras necessárias para a execução e elaboração da dissertação a minha amiga anne gomes sacco e ao técnico guilherme ceolin pela grande ajuda nas análises estatísticas a pró-reitoria de pós-graduação da furg pela concessão das bolsas reuni que permitiram e facilitaram a minha permanência no mestrado aos proprietários das áreas de estudo por disponibilizarem suas propriedades para a realização deste estudo e à ana carolina canary responsável técnica da estação ecológica do taim aos motoristas da sanc da furg pelo apoio logístico a deus por iluminar e guiar o meu caminho nos momentos difíceis enfrentados durante este período e a minha família que é base do que sou e que sempre me incentivou a ir atrás dos meus ideais.

[close]

p. 5

resumo o gavião-caramujeiro rostrhamus sociabilis possui ampla distribuição no continente americano e apresenta dieta especializada em moluscos gastrópodes pomacea aparentemente o comportamento de forrageio da espécie e até mesmo seu comportamento seminômade está relacionado às variações sazonais na disponibilidade de presas bem como a fatores climáticos o objetivo desse estudo foi descrever a estratégia de caça e avaliar as associações entre a atividade de forrageio do gavião-caramujeiro e os aspectos ambientais temperatura pluviosidade velocidade do vento profundidade do corpo d água e tipo de vegetação observações diretas feitas entre janeiro de 2010 e março de 2011 em banhados do extremo sul brasileiro revelaram que para a captura dos moluscos as aves usaram predominantemente a estratégia de caça do tipo still hunting 79 apesar de apresentar especializações morfológicas para a extração dos moluscos da concha a avaliação do tempo empregado pelas aves na procura e captura 55 s e na manipulação 92,4 s das presas sugere que esta última é a etapa mais lenta do processo de alimentação aparentemente a otimização do processo de forrageio aumento no número de moluscos ingeridos é feita por meio de redução no tempo de repouso entre sucessivas investidas de captura mal sucedidas 141 s enquanto que o tempo de repouso entre as investida com sucesso foi maior 240 s o gavião-caramujeiro apresentou uma alta taxa de eficiência de caça 76 comparada com outras aves de rapina entretanto os dados sugerem certo grau de seletividade quanto à região inicial do forrageio distâncias máxima entre os substratos de forrageio de menor que 1 m em 50 dos registros sendo os mais utilizados chão 45,6 dos registros e moirão 40 dos registros observações indiretas realizadas entre fevereiro e dezembro de 2010 revelaram que a atividade de forrageio apresenta baixa relação com as variáveis climáticas testadas além disso foram utilizados preferencialmente banhados com cobertura vegetal rasteira alagada o que pode aumentar a acessibilidade aos moluscos palavras chave alimentação banhados predação ecologia trófica.

[close]

p. 6

abstract the snail kite rostrhamus sociabilis has wide distribution over the american continent and presents a specialized diet of gastropod molluscs pomacea apparently the foraging behavior of the species and even its semi-nomad behavior is related to the seasonal shifts in the availability of prey as well as climatic issues the goal of this study was to describe the hunting strategy and evaluate the associations between foraging activity of the snail kite and environmental aspects temperature rainfall wind velocity depth of the body of water and vegetation direct observations made between january 2010 and march 2011 in waterlogged areas revealed that for the capture of the molluscs the birds used predominantly the still hunting strategy 79 despite presenting morphological specificities for the extraction of the molluscs from their shell the evaluation of the time spent by birds in the search and capture 55 s and the manipulation 92.4 s of the preys suggest that the latter is the slowest stage of the feeding process apparently the optimization of the foraging process increase in the number of molluscs intake is made by means of reduction in the resting time between successive onsets on ill succeeding captures 141 s while the resting time between successful onsets was longer 240 s the snail kite presented a high hunting efficiency 76 when compared with other birds of prey however data suggests a certain degree of selectivity as the initial foraging region maximum length between foraging substrates less than one meter in 50 of the records being the most employed ground 45.6 of the records and fence posts 40 of the records indirect observations made between february and december 2010 showed that the foraging activity presents little relation with the tested climatic variables furthermore waterlogged areas with undergrowth vegetation were preferentially utilized which can increase the accessibility to molluscs key words feeding wetlands predation trophic ecology.

[close]

p. 7

sumÁrio introdução geral referências capítulo 1 abstract resumo 1 2 introdução material e métodos 2.1 Área de estudo 2.2 avaliação direta 2.3 avaliação indireta 2.3.1 caracterização dos locais de forrageio 2.4 análise de dados 3 resultados 3.1 avaliação direta 3.2 avaliação indireta 3.2.1 caracterização dos locais de forrageio 4 discussão 4.1 avaliação direta 4.2 avaliação indireta referências instruções aos autores para publicação anexos anexo 1 anexo 2 10 15 21 23 24 26 28 28 29 31 31 32 34 34 35 38 40 40 42 46 52 58 58 58

[close]

p. 8

lista de figuras figura 1 localização geográfica do município da área de estudo diagrama de ordenação biplot das amostras ao longo do 1º vertical e do 2º horizontal eixo da análise de componentes principais acp gerado a partir da análise de sete classificações de características dos banhados marambaia e senandes vetores das variáveis das classificações dos locais de forrageio vas vegetação arbustiva em solo seco vaa vegetação arbustiva em solo alagado vrs vegetação rasteira em solo seco vra vegetação rasteira em solo alagado vf vegetação flutuante lae lâmina d água exposta pro profundidade do corpo d água círculo marambaia e quadrado senandes figura 2 viii

[close]

p. 9

lista de tabelas tabela 1 parâmetros calculados para a avaliação da atividade de forrageio do gaviãocaramujeiro rostrhamus sociabilis obtidos em duas áreas de banhado no extremo sul brasileiro entre fevereiro e dezembro de 2010 tabela 2 autovalores e porcentagens da variância explicada pelos três componentes principais eixos 1 a 3 da variação nas características nos banhados marambaia e senandes a vegetação arbustiva em solo seco b vegetação arbustiva em solo alagado c vegetação rasteira em solo seco d vegetação rasteira em solo alagado e vegetação flutuante f lâmina d água exposta e g profundidade do corpo d água tabela 3 autovetores dos três componentes principais eixos 1 a 3 da variação nas características nos banhados marambaia e senandes vas vegetação arbustiva em solo seco vaa vegetação arbustiva em solo alagado vrs vegetação rasteira em solo seco vra vegetação rasteira em solo alagado vf vegetação flutuante lae lâmina d água exposta pro profundidade do corpo d água ix

[close]

p. 10

introduÇÃo geral a palavra rapina ou rapinante tem origem no latim mais especificamente na palavra rapere que significa capturar tomar com vigor ou força leslie 1997 granzinolli 2009 o termo ave de rapina é aplicado às aves predadoras a maioria delas apresentando hábito de caça diurno abutres águias falcões e gaviões havendo também aquelas com hábito predominantemente noturno como as corujas millidge 1999 de modo simplificado podemos considerar a predação como o consumo de um organismo a presa por outro organismo o predador em que a presa está viva quando o predador a ataca pela primeira vez begon et al 2007 dentro deste conceito predadores verdadeiros são aqueles que matam suas presas quase que imediatamente após atacá-las e consomem diversas presas ao longo de suas vidas townsend et al 2006 e dessa forma as aves de rapina são exemplos de predadores essas aves são caracterizadas não por matarem suas presas mas sim por possuírem bico adunco pés fortes garras encurvadas e olhos grandes características especializadas para capturar o alimento millidge 1999 as aves de rapina distribuem-se em três ordens accipitriformes falconiformes strigiformes gill e wright 2006 sendo que a ordem cathartiformes é muitas vezes inserida entre as aves de rapina mas existem estudos que mostram que este grupo é mais relacionado aos ciconiformes sick 1997 todas aquelas três ordens possuem representantes na região neotropical iucn 2011 por ocuparem os níveis mais elevados da cadeia trófica estas aves desempenham importante papel ecológico petty 1998 dentre eles podemos citar a regulação de populações de suas presas as quais estão incluídas desde invertebrados até pequenos mamíferos sick 1997 no brasil o maior número de espécies de rapinantes pertence aos accipitriformes 46 sendo accipitridae a família mais numerosa cbro 2011 as outras duas ordens que também ocorrem no país contam com cerca da metade do número de espécies de accipitriformes falconiformes com 20 espécies e strigiformes com 23 espécies crbo 2011 no rio grande do sul são registradas 32 espécies de accipitriformes 11 de falconiformes e 14 de strigiformes bencke et al 2010 enquadrada na ecologia comportamental de alimentação animal a teoria do forrageamento ótimo diz que o forrageio de um dado animal visa maximizar a absorção de energia por unidade de tempo ou seja o processo de encontrar capturar 10

[close]

p. 11

e consumir o alimento com o máximo de calorias deve durar o mínimo de tempo possível macarthur e pianka 1966 diante disto os animais podem se dividir em especialistas os quais se alimentam de um tipo de presa preferido por isto só perseguem presas proveitosas mas despendem muito tempo e energia para buscá-las ou generalistas os quais perseguem uma maior gama de espécies de presas e dedicam menos tempo para buscá-las porém estas presas podem ser menos proveitosas begon et al 2007 neste contexto algumas aves de rapina apresentam especificidades quanto a sua dieta alimentando se exclusiva ou predominantemente de por exemplo peixes pandion haliaetus linnaeus 1758 sick 1997 serpentes circaetus gallicus gmelin 1788 gil e pleguezuelos 2001 ou moluscos rostrhamus sociabilis vieillot 1817 sick 1997 há também espécies generalistas como milvago chimango vieillot 1816 que se alimenta por exemplo de artrópodes anfíbios répteis e outras aves biondi et al 2005 falco sparverius linnaeus 1758 artrópodes répteis e aves cabral et al 2006 e tyto alba scopoli 1769 pequenos mamíferos insetos e outras aves roda 2006 a composição da dieta pode variar sazonalmente em função da disponibilidade de presas ou em relação à sua acessibilidade thirgood et al 2003 begon et al 2007 além disso a possibilidade de captura de presas pode apresentar relação direta com fatores climáticos e heterogeneidade da cobertura vegetal do habitat bennetts et al 2006 tanaka et al 2006 a cobertura vegetal pode influenciar na eficiência de captura das aves de rapina por obstruir a visão ou impedir o acesso às presas dificultando a captura das mesmas o sucesso de captura de presas por f sparverius e aquila pomarina brehm 1831 por exemplo foi maior em áreas de vegetação mais baixa do que naquelas onde a vegetação era mais alta toland 1987 mirski 2010 entretanto esse padrão não é observado para todas as espécies wakeley 1979 o que sugere que outros componentes do habitat possam interferir nesse processo por exemplo o efeito da fragmentação do habitat redpath 1995 a maioria das capturas feitas por rostrhamus sociabilis vieillot 1817 é realizada em habitat com vegetação esparsa e não em densa mesmo quando o habitat com vegetação esparsa não é o local com maior densidade de presas bennetts et al 2006 além disso locais com alta disponibilidade de poleiros e.g árvores permitem maior concentração de r sociabilis e maior frequência de forrageio do que 11

[close]

p. 12

locais com baixa densidade de poleiros tanaka et al 2006 a compreensão dos componentes comportamentais e da estratégia de forrageamento de aves com dieta especializada como a do gavião-caramujeiro podem trazer importantes elementos para o entendimento do processo de evolução da biologia alimentar das aves de rapina esses estudos são ainda mais importantes uma vez que o número de espécies de aves de rapina que forrageiam em ambientes aquáticos é menor do que as que o fazem em ambientes terrestres gill e wright 2006 o gavião-caramujeiro possui ampla distribuição no continente americano ocorrendo do sul dos estados unidos ao uruguai iucn 2011 a espécie ocorre em praticamente todo o território brasileiro e sempre associada às áreas úmidas sick 1997 o que integra grande parte do rio grande do sul rs É considerada uma ave seminômade se deslocando de acordo com a presença e profundidade dos corpos d água disponibilidade de alimento crescimento da vegetação taxa de nutrientes entre outras mudanças ambientais sykes et al 1995 esse gavião apresenta dimorfismo sexual sendo que o macho pode ser reconhecido por sua coloração escura acinzentada exibindo uma listra branca na base da cauda pele da face e patas alaranjadas belton 1994 já a fêmea e o jovem são parecidos possuem coloração marrom escuro e face ocre porém o jovem possui uma mancha supraocular branca os indivíduos adultos podem atingir em média um comprimento total de 38 cm narosky e yzurieta 2006 para a obtenção do alimento a ave sobrevoa corpos d água à procura de pomacea os quais são detectados visualmente as espécies de pomacea podem ser encontradas em ambientes de água doce estagnada ou de curso lento respiram por pulmões ribeiro-costa e rocha 2006 por isto sobem à superfície para respirar e ficam vulneráveis à predação do gavião-caramujeiro duas estratégias de captura de pomacea foram descritas para este gavião o still hunting e o course hunting beissinger 1983 de acordo com a estratégia still hunting o gavião fica empoleirado e avista o caramujo capturando-o através de um vôo curto enquanto que na course hunting o animal sobrevoa o curso d água em busca da presa e a captura a escolha do método a ser usado depende das características e dos fatores ambientais snyder e snyder 1969 os caramujos capturados são transferidos das garras para o bico ainda em vôo em seguida a ave procura um poleiro onde fará a remoção do molusco de sua concha a qual será descartada a extração do caramujo pelo gavião-caramujeiro consiste em remover o 12

[close]

p. 13

opérculo cortar a ligação do músculo columelar através de um golpe e puxar as partes moles para fora da concha todas as etapas da extração são auxiliadas pelo bico próprio para isto snyder e kale 1983 ao redor dos locais de pouso utilizados acumulam-se conchas e opérculos dos moluscos predados sick 1997 a presença de conchas sob os poleiros constitui um importante vestígio que permite a avaliação indireta da presença e da atividade de alimentação do gavião contudo existem relatos de que o gavião-caramujeiro possa eventualmente se alimentar de outros itens tais como filhotes de tartarugas caranguejos dilocarcinus e outros caramujos marisa e viviparus beissinger 1990 magalhães 1990 no extremo sul brasileiro a dieta dessa ave se baseia em pomacea canaliculata lamarck 1822 mollusca ampullariidae observação pessoal um molusco com ampla distribuição na américa do sul dillon 2000 sendo abundante no brasil argentina bolívia paraguai e uruguai cowie e thiengo 2003 fatores ambientais associados à água como a temperatura estebenet e martín 2002 stevens et al 2002 e a pluviosidade darby et al 2002 darby et al 2008 afetam diretamente a biologia da pomacea a densidade populacional de pomacea varia sazonalmente e em relação ao tipo de ambiente cowie 2002 bennetts et al 2006 burlakova et al 2010 o que associado ao ciclo reprodutivo de p canaliculata yochida et al 2009 podem gerar flutuações em sua disponibilidade para as aves refletindo em mudanças na atividade de forrageio dos gaviões-caramujeiros tanto no hemisfério norte takekawa e beissinger 1983 sykes 1987 stevens et al 2002 darby et al 2008 bennetts et al 2006 quanto nas regiões neotropicais collet 1977 beissinger 1983 snyder e kale 1983 bourne 1985 bourne 1993 beissinger et al 1994 estela e naranjo 2005 mapelli e kittlein 2011 no brasil foram realizados estudos sobre o comportamento alimentar de r sociabilis nos estados do mato grosso mato grosso do sul e bahia magalhães 1990 tanaka et al 2006 santos et al 2007 havendo falta de estudo no sul do país a planície costeira do extremo sul brasileiro abriga uma grande variedade de ambientes com predomínio de áreas úmidas tais como complexos de lagos e banhados waechter 1985 que no brasil de um modo geral têm sofrido fortes pressões antrópicas steinke 2007 no rio grande do sul estes ambientes têm sofrido impactos com o avanço das áreas de cultivo de arroz plantações de 13

[close]

p. 14

eucaliptos e pinheiros bem como da pecuária guadagnin e laidner 1999 esses ambientes estão tornando-se cada vez mais ameaçados de extinção e juntamente com eles suas espécies endêmicas por isto merecem destaque nos planos de conservação do estado maltchik et al 2003 dentro desse contexto enquadra-se r sociabilis que possui estreita relação com as áreas úmidas pois apresenta dependência dessas tanto para a sua alimentação quanto para outras atividades tais como reprodução e dormitório sendo assim neste estudo a atividade de forrageio dos gaviões-caramujeiros comportamento de caça e consumo de moluscos foi avaliada relacionando-a com características do habitat como a profundidade e o tipo de vegetação predominante nos corpos d água utilizados para forrageio bem como quanto às variáveis climáticas temperatura média do ar pluviosidade e velocidade do vento 14

[close]

p. 15

referÊncias begon m townsend cr e harper l 2007 ecologia de indivíduos a ecossistemas 4 ed são paulo artimed p 740 beissinger sr 1983 hunting behavior prey selection and energetics of snail kites in guyana auk vol 100 p 84-92 1990 alternative foods of a diet specialist the snail kite auk vol 107 p 327-333 beissinger sr donnay tj e walton r 1994 experimental analysis of diet specialization in the snail kite the role of behavioral conservatism oecologia vol 100 p 54-65 belton w 1994 aves do rio grande do sul distribuição e biologia são leopoldo unisinos p 584 bencke ga dias ra bugoni l agnes ce fontana cs maurÍcio gn e machado db 2010 revisão e atualização da lista das aves do rio grande do sul brasil iheringia vol 100 p 519-556 bennetts re darby pc e karunaratne lb 2006 foraging patch selection by snail kites in response to vegetation structure and prey abundance and availability waterbirds vol 29 p 88-94 biondi lm bÓ ms e favero m 2005 dieta del chimango milvago chimango durante el período reproductivo em el sudeste de la província de buenos aires argentina ornitologia neotropical vol 16 p 31-42 bourne gr 1985 field tests of micropatch and prey-size selection by snail kite ibis vol 27 p 141-147 15

[close]

Comments

no comments yet