Dissertação Mauro Cesar

 

Embed or link this publication

Description

Dissertação Mauro Cesar

Popular Pages


p. 1

ministÉrio da educaÇÃo universidade federal do rio grande-furg pÓs-graduaÇÃo em biologia de ambientes aquÁticos continentais laboratÓrio de ecologia de vertebrados terrestres diversidade e padrão de atividade de anfíbios anuros em ambientes úmidos costeiros no extremo sul brasileiro mauro césar lamim martins de oliveira dissertação apresentada ao programa de pós-graduação em biologia de ambientes aquáticos continentais para obtenção do título de mestre em biologia de ambientes aquáticos continentais rio grande fevereiro de 2011

[close]

p. 2

ministÉrio da educaÇÃo universidade federal do rio grande-furg pÓs-graduaÇÃo em biologia de ambientes aquÁticos continentais laboratÓrio de ecologia de vertebrados terrestres diversidade e padrão de atividade de anfíbios anuros em ambientes úmidos costeiros no extremo sul brasileiro aluno mauro césar lamim martins de oliveira orientador alexandro marques tozetti rio grande fevereiro de 2011 i

[close]

p. 3

dedico este trabalho aos meus pais augusto césar martins de oliveira e dulcinéa lamim martins de oliveira que me apoiaram a continuar meus estudos e concretizar meus objetivos ii

[close]

p. 4

agradecimentos ao dr alexandro marques tozetti meus sinceros agradecimentos não apenas pela orientação firme e segura demonstrada na elaboração deste trabalho mas também pelo incentivo confiança conhecimentos e amizade nesses anos de convivência sua experiência e conhecimento em ecologia de anfíbios e répteis são fatores de motivação para se buscar o autoaperfeiçoamento ininterrupto o senhor é um grande exemplo de pesquisador além de ser um grande amigo ao meu grande amigo maurício colega sempre presente nos momentos difíceis da realização deste trabalho sempre com bom humor e disposto a enfrentar qualquer problema aos técnicos do laboratório de zoologia francis tatiane e elis pela amizade e apoio exemplos de profissionalismo atenciosos e sempre muito prestativos aos inúmeros alunos de graduação e colegas de mestrado que ajudaram nas coletas de campo e na manipulação dos animais capturados sem a ajuda dessas pessoas o trabalho se tornaria impossível devo a eles o sucesso desta empreitada aos órgãos financiadores cnpq e capes pelo apoio financeiro na realização deste trabalho e pela bolsa de mestrado aos meus pais que me deram a vida e que sempre foram um exemplo de perseverança em especial ao meu pai cel augusto césar pelo apoio incondicional e paciência iii

[close]

p. 5

À minha namorada cibele e aos meus três irmãos pelo apoio e força que me deram na execução desta pesquisa sem vocês este trabalho não seria o mesmo À deus que rege e ilumina o meu caminho dando-me força nos momentos difíceis iv

[close]

p. 6

Índice capítulo 1 ­ introdução geral 1 introduÇÃo 2 2 objetivos gerais 7 3 material e mÉtodos 8 3.1 Área de estudo 8 3.2 amostragem 12 3.3 manipulação de animais 13 3.4 coleção de referência 14 3.5 análise dos resultados 14 4 referÊncias bibliogrÁficas 16 capítulo 2 uso do hábitat e diversidade de anfíbios anuros em ambientes úmidos costeiros do extremo sul brasileiro resumo 26 abstract 27 1 introduÇÃo 28 2 material e mÉtodos 29 2.1 Área de estudo 29 2.2 coleta de dados 30 2.3 análise de dados 31 3 resultados 33 4 discussÃo 40 5 referÊncias bibliogrÁficas 47 capítulo 3 padrão de atividade de anfíbios anuros em ambientes úmidos costeiros do extremo sul brasileiro v

[close]

p. 7

resumo 60 abstract 61 1 introduÇÃo 62 2 material e mÉtodos 64 2.1 Área de estudo 64 2.2 avaliação da atividade de anuros 66 2.3 análise de dados 67 3 resultados 68 4 discussÃo 80 5 referÊncias bibliogrÁficas 82 vi

[close]

p. 8

vii

[close]

p. 9

capítulo 1 introdução geral

[close]

p. 10

1 introduÇÃo o estudo da biodiversidade mesmo que restrito à avaliação da composição e distribuição de espécies está entre os objetivos básicos da estratégia global para a biodiversidade wilson 1992 a definição de estratégias para sua conservação depende diretamente da construção de conhecimentos básicos sobre os ecossistemas o fato de que para muitas regiões neotropicais não existem nem mesmo listas de espécies confiáveis tem dificultado o estabelecimento e a avaliação de hipóteses relativas à estruturação de suas comunidades garcia vinciprova 2003 esse fato culmina em limitações para a definição de estratégias de conservação de espécies inclusive aquelas sob riscos nesse sentido os anfíbios merecem especial atenção uma vez que em função de características biológicas intrínsecas representam um dos grupos de vertebrados com o maior número de espécies ameaçadas stuart et al 2004 beebee griffiths 2005 dentre essas características está incluída sua limitada tolerância a variações ambientais findlay houlahan 1997 bridges semlitsch 2000 pounds et al 2006 e sua relativamente pequena capacidade de dispersão gibbs 1998 demaynedier hunter 2000 nas últimas décadas o declínio de populações naturais de anfíbios tem sido registrado em todo o mundo entretanto a taxa com que essa redução evolui ainda não é conhecida em detalhes stuart et al 2004 aparentemente esse declínio está relacionado aos efeitos da ação antropogênica sobre o ambiente especialmente a destruição de habitats naturais dood smith 2003 cushman 2006 o fato de haver registros desse declínio até mesmo em ambientes bem preservados como nas unidades de conservação young et al 2

[close]

p. 11

2004 demonstra a importância dos fatores extrínsecos ao habitat e g mudanças climáticas poluição nesse processo carey alexander 2003 outro fator relacionado ao declínio de populações é a proliferação de doenças infecciosas emergentes miller et al 2009 sendo a quitridiomicose causada pelo fungo batrachochytrium dendrobatidis um importante responsável pelo declínio populacional dos anfíbios fisher et al 2009 kilpatrick et al 2009 além disso em determinadas regiões a redução nas populações é atribuída a invasões biológicas como a de espécies não autóctones de predadores e ou competidores sala et al 2000 que em alguns casos podem levar a extinções locais kats ferrer 2003 entretanto muito pouco se pode avaliar sobre a real existência bem como quais são os fatores associados ao declínio populacional em determinadas regiões muitas vezes o que se acredita ser um declínio nada mais é do que flutuações demográficas naturais houlahan et al 2000 nesse sentido são imprescindíveis os estudos sistematizados e realizados preferencialmente a médio e longo prazo para o monitoramento dessas populações infelizmente no brasil assim como para a maior parte da região neotropical a escassez de dados disponíveis sobre aspectos ecológicos das comunidades de anuros ainda é marcante além disso um número considerável de estudos realizados no país com comunidades de anfíbios utilizou uma combinação de métodos de captura diferentes sem a quantificação do esforço relativo de cada um deles e g haddad sazima 1992 pombal 1997 eterovick sazima 2000 bernarde machado 2001 loebmann haddad 2010 isso faz com que apesar da relevância de suas informações 3

[close]

p. 12

apresentem poucas possibilidades de comparação com dados de novas amostragens e a detecção de variações populacionais heyer et al 1994 além disso a maior parte dos estudos se concentra em ambientes florestais e g haddad et al 1988 zimmermann rodrigues 1990 haddad sazima 1992 oliveira gascon 2006 oliveira 2007 menin et al 2008 narvaes et al 2009 tendo se expandido no últimos anos para o cerrado e g brandão araújo 1998 colli et al 2002 brasileiro et al 2005 2008 ribeiro jr bertoluci 2009 e caatinga e.g arzabe 1999 vieira et al 2009 loebmann haddad 2010 pouca atenção tem sido dada a outras regiões e ou biomas brasileiros o que se deve em parte à concentração do número de herpetólogos na região centro-sudeste do país sem dúvida o potencial para o desenvolvimento de novos conhecimentos sobre a anurofauna brasileira é enorme o brasil é o país com a maior riqueza de espécies de anfíbios anuros do planeta com cerca de 900 espécies catalogadas sbh 2010 e uma taxa de endemismo próxima a 70 vale um destaque para ambos os biomas da mata atlântica com cerca de 515 espécies e do cerrado com cerca de 200 espécies iucn 2010 incluídos na lista dos 25 principais hotspots de biodiversidade do mundo duellman 1999 myers et al 2000 estes são justamente os dois dos biomas mais estudados do ponto de vista herpetológico no país entretanto nas últimas décadas houve também um acréscimo no número de estudos sobre a anurofauna em outras regiões brasileiras em especial no rio grande do sul até então havia incertezas até mesmo sobre o real número de espécies de anuros no estado uma das importantes iniciativas para a compilação da lista de espécies do estado foi proposta por machado maltchik 2007 nesse estudo foram 4

[close]

p. 13

listadas 84 espécies sendo esse número posteriormente elevado para 91 espécies de anuros veja colombo et al 2007 zanella et al 2007 kwet 2008 rosset 2008 iop et al 2009 caldart 2010 esse número corresponde a cerca de 10 das espécies de anuros registradas para o brasil sbh 2010 das quais dez foram consideradas ameaçadas de extinção garcia vinciprova 2003 esse panorama sem dúvida ressalta a importante contribuição do rio grande do sul na composição da diversidade de espécies de anuros brasileiros para o estado a expressão carência de estudos não se trata de mais um clichê mas sim uma realidade dentre as espécies ameaçadas no estado três ocorrem na planície costeira uma delas melanophryniscus dorsalis já foi recentemente registrada no município do rio grande quintela et al 2007 no extremo sul brasileiro e que representa uma notória lacuna para o conhecimento herpetológico do estado mma 2004 2008 o extremo sul brasileiro mais especificamente a planície costeira abriga uma grande variedade de ambientes apesar do predomínio de áreas úmidas e.g complexos de lagoas e banhados a região também conta com lagoas temporárias mosaicos de dunas campos e matas de restinga waechter 1985 o município do rio grande por exemplo enquadra-se plenamente nessa caracterização compondo a costa doce o maior complexo lacustre do mundo composto pelas lagoas mangueira mirim e pela laguna dos patos além disso a região conta com a maior praia arenosa em extensão do mundo com aproximadamente 240 km de costa para o oceano atlântico e com grandes trechos de ecossistemas costeiros relativamente bem preservados dunas restingas e campos litorâneos o município também abriga a estação 5

[close]

p. 14

ecológica do taim e no seu limite norte regiões adjacentes ao parque nacional da lagoa do peixe que é apontada pela convenção de ramsar como uma das onze áreas brasileiras de relevância internacional do ponto de vista ambiental ramsar 2011 apesar de sua relevância do ponto de vista ambiental rio grande possui extensas áreas naturais ainda não estudadas e que de acordo com o relatório nacional para a convenção sobre diversidade biológica do ministério do meio ambiente são prioritárias para a realização de estudos básicos sobre sua biodiversidade veja mma 2004 isso reforça o papel da região como elemento chave para a preservação dos ambientes no extremo sul brasileiro a necessidade de estudos também é reforçada pela intensidade com que seus ambientes naturais vêm sendo alterados como em todo o estado as áreas úmidas campos banhados e matas de restinga vêm sofrendo pressões trazidas especialmente pelo o avanço das áreas de cultivo de arroz plantações de eucaliptos e pinheiros bem como da pecuária guadagnin 1999 há na região uma situação agravante devido à recente ampliação do porto do rio grande fazendo com que a cidade possua o maior complexo portuário do sul do brasil com isso indústrias potencialmente causadoras de impactos ambientais vêm sendo atraídas para a região dentre elas a do papel e celulose spg 2007 nesse sentido este estudo foi delineado de modo a obter informações básicas e inéditas sobre as comunidades de anuros de ambientes úmidos da planície costeira do extremo sul do brasil mais especificamente o estudo foi realizado no balneário cassino entre abril de 2009 e março de 2010 por meio de amostragens regulares com metodologia sistematizada favoráveis à 6

[close]

p. 15

descrição e à comparação com comunidades de anuros de outras regiões brasileiras bem como repetições futuras para detecção de flutuações populacionais mais especificamente o estudo buscou avaliar a influência de dois ambientes costeiros bastante representativos dunas costeiras e restingas nos aspectos ecológicos da assembléia de anuros no extremo sul brasileiro foi explorada a relação entre a diversidade e abundância de espécies e o uso do habitat bem como a relação dos padrões de atividade com os fatores bióticos e abióticos desses ambientes a dissertação está dividida em três capítulos o capitulo 1 presente capítulo faz uma apresentação geral do trabalho com uma abordagem detalhada das bases teóricas relacionas ao estudo e aspectos de sua metodologia como os demais capítulos foram formatados em artigos detalhes específicos sobre a metodologia e do embasamento teórico foram descritos apenas neste capítulo introdutório capítulo 1 o capítulo 2 apresenta a composição de espécies de anuros encontrada comparando a diversidade riqueza e abundância relativa das espécies entre dois ambientes i campos associados aos cordões de dunas e ii formações arbustivas de restinga finalmente o capítulo 3 discorre sobre a influência dos fatores ambientais sobre a atividade dos anfíbios anuros naqueles dois ambientes 2 objetivos gerais este estudo tem teve como objetivo caracterizar as comunidades de anfíbios anuros em áreas úmidas temporárias ou permanentemente alagadas associadas a dois ambientes i campos associados aos cordões de dunas e ii formações arbustivas de restinga em uma porção relativamente bem 7

[close]

Comments

no comments yet