Eco da Tradição - Julho 2012

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

eco da tradiÇÃo ano x nº 131 julho 2012 guaporé se prepara para a 77ª convenção tradicionalista venâncio aires apresenta a logomarca e site da chama 2012 opiniÃo gelso miola fala de suas experiências página 2 grupos e artistas que se destacaram em outras edições do festival viajam pelo mundo enquanto outros se preparam para as etapas classificatórias interregionais terão transmissão ao vivo foto gabriel schimidt tá no enart tá no mundo entrevista o zagalo da dança tradicional página 4 cursos cfor básico e avançado página 6 cbtg sustentabilidade do tradicionalismo gaúcho 2 página 7 fala tchÊ tema anual iniciaram as classificatórias regionais do enart foi dado o primeiro passo para a realização do sonho o eco da tradição foi a fundo no festival deixou de lado a ideia da dança tradicional e perguntou para os participantes o que mais te marcou ao realizar o sonho de chegar a final do enart tantas histórias de vida esforço dedicação alegrias tristezas decepções descobertas o enart é muito mais que um festival a partir deste mês vamos conhecer mais da vida dos que fazem este evento contracapa a importância de um título página 14 abrace a sua família tradicionalista o mtg engajado na campanha de combate à corrupção tema quinquenal de orelha em pÉ prestação de contas das rts página 15 a nÃo Ão digarupÇ cor jogo tradicional da bolita e sua aplicação pedagógica folguedos populares ­ cavalhadas festejos farroupilhas energia e extrativismo

[close]

p. 2

2 ano x edição 131 julho de 2012 editorial erival bertolini presidente opiniÃo por josé gelso miola patrimônio nosso rua guilherme schell 60 porto alegre rs cep 90640-040 email imprensa@mtg.org.br www.mtg.org.br mtg-rs.blogspot.com wp.clicrbs.com.br/mtg contato 51 3223-5194 expediente supervisÃo geral erival bertolini direÇÃo geral joão pereira direÇÃo de redaÇÃo rogério bastos diagramaÇÃo bastos produções expediÇÃo luiz felipe moreira jornalista responsÁvel fúlvio lopes 16.200 revisÃo fábio nascimento impressÃo correio do povo tiragem 3 mil exemplares chegamos ao mtg nos rodeios e nem a confratercom o firme propósito de har nização nos finais de tarde nos monizar o movimento tradicio acampamentos não vejo a pronalista gaúcho mantendo tudo va do couro prova do ovo prova o que estava sendo feito e bem das argolas etc mas vejo rasfeito e revendo o que estava tra padinhas até duas três quatro zendo desconforto e não estava horas da manhã e os que ficam contribuindo com a preservação no acampamento não podendo da nossa cultura dormir e descantomasar os rodeios mos as medidas os rodeios dejá conhecidas de devem ter tempo vem ser para uma todos e estamos entidade demonspara a troca de caminhando a trar as habilidades experiências e passos largos de seus associapara colocarmos preservação das dos para os outros todas as nossas e receber uma raízes metas em prátirecordação aqueca para que isso les que melhor se seja possível cada um deve fa apresentarem devem ter tempo zer a sua parte hoje o que nos para troca de experiências fortapreocupa são os rodeios criou lecendo a amizade os conhecilos e o fiel cumprimento da le mentos e preservando as raízes gislação que rege este segmenvejam atentamente o to que dizem as leis do rodeio o rodeio é um patrimô bem como a legislação tradinio sul-rio-grandense que tem cionalista cada um deve assucomo firme propósito preservar mir a sua responsabilidade o a nossa cultura nossos usos e leite ainda não derramou mas a costumes assim como os valo panela está no fogo depois de res deixados por nossos ante derramar É tarde fique atento passados não vejo tertúlia livre pensem nisso saúde e paz mtg engajado na campanha de combate à corrupção lançamento da campanha será no final de julho em guaporé no final do mês de julho dia 28 as 13h30min paralelo à convenção tradicionalista acontecerá o lançamento da campanha do mtg de combate à corrupção os tradicionalistas que ainda não conseguiram assimilar o tema quinquenal o mtg engajado na campanha de combate à corrupção terão a oportunidade durante o lançamento de receber o material informativo o foco da campanha é voltado para os tradicionalistas cada um em seu espaço na sua vida nas suas relações agir de forma a não se deixar levar por facilidades por interesses escusos por vantagens pessoais indevidas a corrupção pode se manifestar nas pequenas coisas a mãe da corrupção é a mentira devemos sempre mesmo que isso custe algum dissabor trabalhar com a verdade a vitória a quem melhor desempenhar a tarefa e não a quem melhor mentir ou enganar mérito a quem o merece e não a quem por algum engano ou por alguma artimanha tenha sido beneficiado acusar políticos empresários e outros de corrupção sem uma devida análise pode nos levar à formar juízo sem antes nos certificarmos dos fatos agredir os outros é somente uma maneira de encobrir as nossas falhas e defeitos como diz jarbas lima a sociedade é frase do mês por elomir malta o tempo é como um rio você não pode tocar a mesma água duas vezes porque a água que passou não passará de novo aproveite cada momento da vida encontre tempo para viver `frank wright mtg presidente erival bertolini vice presidente de administraÇÃo paulo souza vice presidente de cultura marilane pires mendes vice presidente de eventos josé gelso miola vice presidente de finanÇas edson debom um organismo vivo o indivíduo é parte do todo quando desonesto contamina a sociedade o voto concretiza a cidadania exerce a democracia diz a vontade geral votar é escolher um igual com os mesmos valores com os mesmos princípios votar é sentir orgulho do representante É ter satisfação em identificá-lo por isso honesto vota em honesto não nos responsabilizamos pelas opiniões publicadas no jornal no exercício de minha em pequena escala de forma função como vice presidente de muitas vezes rudimentar se os eventos do movimento tradicio valores que o mercado paga por nalista gaúcho tenho andado e uma saca de 60 kg de milho por andado muito pelo rio grande exemplo giram em torno de 10 do sul especialmente pelo inte ou 12 dólares lembrando que o rior do estado aliás com muito rio grande do sul já foi consideprazer alegria e satisfação em rado o celeiro do brasil em cima poder desempenhar esta tarefa do que produzia a pequena prooferecendo ao movimento nes priedade aliás a nossa história te período um pouco do tempo foi construída em cima de muito que retiro de minha vida pesso trabalho perseverança honra e al meus afazeres e meus negó dignidade e aqui o homem do cios pois como soldado deste campo sempre desempenhou verdadeiro exército de voluntá um papel fundamental em nosrios dedicados à causa do tra sa economia e na sociedade dicionalismo acredito que toda como um todo esta mística que envolve o rio hoje o que se vê é o grande do sul desde os primei êxodo rural que só cresce altísros habitantes de nosso estado simos impostos que sacrificam o processo de demarcação de e muitas vezes inviabilizam a nossas fronteiras as guerras e atividade econômica das emrevoluções e em tempos mais presas e por outro lado no enatuais o nosso tradicionalismo tanto os governos tirando muigaúcho organizado através de tas vezes de quem com seu suor suas células menores que são produz para simplesmente enos centro de tratregar sem um dições gaúchas mínimo de esfor o campo os nossos ctgs ço ou utilizando veio para a sem esquecer critérios duvidotambém de tantas sos à quem não cidade e nela personalidades trabalha ou por permaneceu e que o rs ofereceu não querer ou ao brasil os quais por não precisar nós que somos deixaram marpois o governo cados para semsimplesmente fruto desse pre na história de dá sem fazer processo nosso país seus perguntas um ciexemplos como dadão ou cidadã administradores aposentado que políticos empresários poetas por décadas trabalhou dignaescritores e tantos outros que mente e contribuiu para com o estiveram na vanguarda dos progresso de nosso país custa mais importantes acontecimen aos cofres do governo um terço tos e decisões o que levou o do que custa alguém que prabrasil a ter o reconhecimento ticou um homicídio e automae destaque pela posição que ticamente ao ser preso passa ocupa hoje no cenário mundial a ter um inexplicável privilégio mereça ter um cuidado e preo de receber o que só podemos cupação muito grandes pois a entender como um troféu por nossa história e o nosso passa conta do crime praticado do são ricos demais e merecem em meio a tudo isso é toda a nossa atenção além da que temos mais do que nunca necessária preservação nestas a certeza de que enquanto traandanças tenho observado um dicionalistas devemos assumir enorme e triste esvaziamento o nosso papel devemos estar do campo por todo lado o que sintonizados e em perfeita harse vê são propriedades aban monia com os anseios da sodonadas mangueiras casas e ciedade e o movimento tradigalpões com o mato tomando cionalista gaúcho que tem sua conta e penetrando pelas fres origem no campo está ligado à tas de portas e janelas na re nossa cultura e acima de tudo gião norte do rio grande do sul aos nossos valores deve sim especialmente nos municípios tomar posição mostrando à soque margeiam o rio pelotas e ciedade ao que veio quais as uruguai nos parece ser esse suas razões de existir enquanto problema ainda maior comuni instituição e este cenário medades e vilas que simplesmente lancólico de corrupção desinão existem mais outras que gualdades e dilapidação de mais parecem lugares fantas nossas riquezas e valores podemas lugares que a trinta anos rá ser alterado e tomar um novo atrás eram maiores e mais mo rumo quando o rio grande do vimentados que alguns muni sul retomar a posição que no cípios recém emancipados o passado já lhe pertenceu e os campo veio para a cidade e nela homens de bota e bombacha e permaneceu e nós que somos as mulheres de saia rodada tem fruto e temos origem no campo papel fundamental neste proconhecemos as razões disso cesso temos de nos tornar a mutudo de como viabilizar uma pedança que queremos ver quena propriedade que produz mahatma gandhi o mtg em sintonia com os anseios da sociedade

[close]

p. 3

ano x edição 131 julho de 2012 3 legislaçÃo rodeios devem seguir regulamentações estadual e federal lei nº 12.567 de 13 de julho de 2006 cercados com material resistente e com piso de areia ou grama altera a lei nº 11.719 de 07 de janeiro de 2002 que instituiu oficialmente o rodeio crioulo como um dos componentes da cultura popular sul-rio-grandense o governador do estado do rio grande do sul faço saber em cumprimento ao disposto no artigo 82 inciso iv da constituição do estado que a assembléia legislativa aprovou e eu sanciono e promulgo a lei seguinte art 1º altera a redação do parágrafo único do art 1º da lei nº 11.719 de 07 de janeiro de 2002 que passa a ser a seguinte art 1º parágrafo único entende-se como rodeio crioulo o evento que envolve animais nas atividades de montaria provas de laço gineteadas pealo chasque cura de terneiro provas de rédeas e outras provas típicas da tradição gaúcha nas quais são avaliadas a habilidade do homem e o desempenho do animal art 2º ficam acrescidos à lei nº 11.719/02 os seguintes artigos art 1º a aplicam-se aos rodeios crioulos as disposições gerais relativas à defesa sanitária animal incluindo-se os atestados de vacinação contra a febre aftosa e de controle de anemia infecciosa eqüina art 1º b caberá à entidade promotora do rodeio ou aos participantes conforme o caso a suas expensas prover i infra-estrutura completa para atendimento médico com ambulânda de plantão e equipe de primeiros socorros com presença obrigatória de clínico-geral ii médico veterinário habilitado responsável pela garantia da boa condição física e sanitária dos animais e pelo cumprimento das normas disciplinadoras impedindo maus tratos e injúrias de qualquer ordem iii transporte dos animais em veículos apropriados e instalação de infra-estrutura que garanta a integridade física deles durante sua chegada acomodações e alimentação e iv cancha das competições e bretes art 1º c a encilha e demais peças utilizadas nas montarias bem como as características do arreamento não poderão causar injúrias ou ferimentos aos animais devendo-se observar as diretrizes do movimento tradicionalista gaúcho mtg obedecer às regras internacionalmente aceitas e respeitar a tradição gaúcha § 1º as cintas as cilhas e as barrigueiras deverão ser confeccionadas em lã natural ou em couro com dimensões adequadas para garantir o conforto dos animais § 2º fica expressamente proibido o uso de esporas com rosetas pontiagudas nazarenas ou qualquer outro instrumento que cause ferimento nos animais incluindo aparelhos que provoquem choques elétricos § 3º os laços utilizados deverão ser confeccionados em couro trançado sendo proibido o ato de soquear o animal laçado § 4º nas provas do pealo e da cura de terneiro a derrubada do animal deverá ser feita nas formas tradicionais evitando-se ferimento nos animais art l° d a entidade promotora do rodeio deverá comunicar a realização das provas ao mtg com antecedência mínima de 45 quarenta e cinco dias bem como à secretaria de estado da agricultura e abastecimento com antecedência mínima de 30 trinta dias indicando o médico veterinário responsável parágrafo único a liberação das pistas para laço e demais provas campeiras dependerão do certificado de adequação técnica emitido pelo mtg que será conferido após avaliação geral de infra-estrutura e de segurança para os participantes e para os animais inclusive no que tange ao fornecimento de água e ao cercamento das mangueiras e das pistas de provas art 1° e os organizadores de rodeio ficam obrigados a contratar seguro pessoal de vida e invalidez permanente ou temporária em favor das pessoas envolvidas diretamente com as provas campeiras que incluem laçadores ginetes amadrinhadores breteiros juízes e narradores lei no 10.519 de 17 de julho de 2002 art 7o no caso de infração do disposto nesta lei sem prejuízo da pena de multa de até r 5.320,00 cinco mil trezentos e vinte reais e de outras penalidades previstas em legislações específicas o órgão estadual competente poderá aplicar as seguintes sanções i ­ advertência por escrito ii ­ suspensão temporária do rodeio e iii ­ suspensão definitiva do rodeio brasília 17 de julho de 2002 181o da independência e 114o da república fernando henrique cardoso marcus vinicius pratini de moraes josé carlos carvalho este texto não substitui o publicado no d.o.u de 18.7.2002 art 1º f o descumprimento do disposto nesta lei implicará aos infratores sanções que vierem a ser estabelecidas em regulamento art 3º esta lei entra em vigor na data de sua publicação palÁcio piratini porto alegre 13 de julho de 2006 germano antÔnio rigotto governador do estado rodeio e dá outras providências considerando outrossim que é função institucional do ministério público a proteção do patrimônio público social e cultural além de outros interesses difusos e coletivos notadamente da cultura sul-rio-grandense nessa incluída o conjunto de princípios valores e atividades identificadas como constituintes da cultura gaúcha considerando que um dos objetivos da gestão estratégica do ministério público é atuar em redes de cooperação com setores público privado e terceiro setor considerando ademais que o mtg tem por objetivo congregar os centros de tradições gaúchas e entidades afins e preservar o núcleo da formação gaúcha e a filosofia do movimento tradicionalista decorrente da sua carta de princípios e expressa nas decisões dos congressos tradicionalistas identificando-se desta maneira clara afinidade na missão institucional de preservar e promover a cultura gaúcha considerando ainda a necessidade premente de zelar pela segurança dos participantes dos rodeios e pela integridade física e sanidade dos animais e em conseqüência de otimizar a fiscalização do cumprimento estrito das normas correspondentes o presidente do movimento tradicionalista gaúcho determinou para que as coordenadorias regionais através do seu coordenador fiscalize o fiel cumprimento da lei em vigor e da nossa legislação tradicionalista no que tange aos usos e costumes presidência da república casa civil subchefia para assuntos jurídicos dispõe sobre a promoção e a fiscalização da defesa sanitária animal quando da realização de

[close]

p. 4

4 ano x edição 131 entrevista julho de 2012 proseando com tenÊncia o `zagalo das danças tradicionais acadêmico de educação física na unisinos e professor de ginástica nas modalidades power jump jump fit e ki-max em academias marco aurélio machado avila é praticante de jiu-jitsu mas sua paixão mesmo é a dança gaúcha começou dançando no ctg estância de sapucaia sapucaia do sul depois lanceiros da zona sul porto alegre e por último no ctg aldeia dos anjos gravataí as viagens foram o ponto alto de sua vida tradicionalista ou melhor a recompensa pois sempre sonhou em mostrar seu trabalho em outras querências no brasil participou de festivais de folclore em são paulo pernambuco minas gerais bahia e goiás além de várias edições do festival de passo fundo no exterior esteve na argentina 1992 e 2010 canadá 1996 e 2001 estados unidos 1996 espanha 1997 portugal 1997 1998 frança 2007/2011 china 2009/2011 bélgica 2011 e holanda 2011 e em 2012 na bélgica frança e holanda novamente pra ele conhecer o mundo não tem preço eco ­ quando começastes no tradicionalismo e esta belíssima carreira de instrutor de danças marco trabalho como instrutor de danças gaúchas desde 1988 começando com o grupo mirim do ctg estância de sapucaia em 1989 passei a dançar no grupo adulto do ctg lanceiros da zona sul onde fiquei até o final de 1990 fazendo grandes amigos lá como já estava namorando com a cármen em 1991 me transferi para o ctg aldeia dos anjos de gravataí onde estou até hoje passei a instruir a invernada mirim desta entidade e desde o início de 1994 sou o posteiro e instrutor deste grande ctg completando em 2012 19 anos a frente do grupo adulto gostaria de agradecer aqui a duas pessoas que são exemplos de conduta e que me inspiraram na minha carreira tradicionalista que são argeu de esteio um dos meus primeiros instrutores e ao paulinho gnoatto de gravataí meu padrinho de casamento parceiro e motivador de todas as horas eco ­ que grupos trabalham hoje marco hoje trabalho com os ctgs estância da serra osório gildo de freitas porto alegre thomaz luiz osório pelotas guapos do itapuy campo bom rancho de gaudérios farroupilha mata nativa canoas estância do campo gran o velho `lobo sempre esteve presente nos títulos do brasil no futebol marco Ávila dos 10 títulos estaduais do aldeia esteve presente em 9 de estância velha e tarca montenegro eco ­ dos grupos trabalhados cite passagens interessantes que marcaram na sua vida marco fui instrutor do grupo juvenil do ctg aldeia dos anjos campeão estadual em 2010 durante o 8° juvenart participei de nove dos dez títulos estaduais do ctg aldeia dos anjos 1 987,1992,1994,1996,1997,2000,20 01,2005,2006 e 2009 e hoje sou o diretor do grupo tive grandes trabalhos premiados como estância do montenegro 3° lugar 1996 estância da serra 5° 1999 3° 2000 e 4° 2001 tebanos do igaí 4° lugar 2002 gildo de freitas 3° 2003 e 5° 2005 união gaúcha 5° 2001 e 4° 2006 e em 2007 ivi maraé 5° lugar em nível nacional tive o grato prazer de ter trabalhado em goiás no ctg querência de rio verde sendo vice-campeão brasileiro em 2003 e 2005 com o grupo adulto em 2009 trabalhei em toledo/pr no ctg chama crioula onde fomos campeões na categoria mirim e finalistas na adulta e juvenil também no mesmo ano uma parceria no ctg tarca nativista de pato branco/pr resultou nos títulos nacionais da categoria adulta e chirú muito gratificante os grandes amigos que consegui nesta jornada campeão nacional novamente com o ctg tarca nativista nas categorias adulta e juvenil no ano de 2011 eco ­ por que na tua opinião é tão difícil se chegar a um consenso quando se trata de danças tradicionais marco porque como é um meio de competição não temos a visão do todo em primeiro plano a oportunidade de fazer parte do grupo de autores do livro danças tradicionais lançado pelo mtg foi algo realmente importante no sentido de ver o meio das danças no rs como um todo buscando a melhoria na propagação dos conhecimentos referentes a este assunto e a facilidade de acesso o grande lucro de tudo isso foi poder aprender com meus colegas de trabalho e compartilhar experiências planejamento estratégico 2006/2015 por rogério bastos sugestão de leitura releituras da histÓria do rio grande do sul por fraga cirne organizadores sandra da silva careli e luiz cláudio knierim o livro foi impresso na corag numa realização do instituto gaúcho de tradição e folclore ­ igtf em parceria com a faculdade porto-alegrense ­ fapa textos de doze autores que abordam os seguintes temas os nativos charrua/minuano guarani e kaingang o protagonismo indígena e as relações interculturais em territórios de planície serra e planalto do rio grande do sul os jesuítas no território gaúcho de comandância militar à província a administração do rio grande de são pedro 1737-1824 os açorianos no rio grande do sul uma presença desconhecida Época das charqueadas 1780-1888 caminhos da colonização alemã no rio grande do sul políticas de estado etnicidade e transição caudilhos e fronteiriços a revolução farroupilha e seus vínculos rio-platenses da colônia ao império uma análise da política externa brasileira aspectos da revolução federalista no contexto político de júlio de castilhos a colonização no período republicano ­ segunda fase e o começo do tradicionalismo gaúcho no dia do lançamento 24 de maio luiz cláudio knierim informou que o livro estará à disposição especialmente aos jovens do tradicionalismo gaúcho por meio eletrônico presidência.igtf via-rs.net no ano de 2006 foi apre mando-se a isso o encontro de sentado o planejamento estraté blogueiros e twiteiros da cultura gico para os 10 anos seguintes gaucha batizando em janeiro de forma que o tradicionalismo de control +tchê gaúcho pudesse se enxergar guaporé sediará no por dentro visto de fora seria dia 28 de julho as 14h na casa possível ver coisas que no coti de cultura do município o 7º diano não observamos foi um encontro de comunicadores e trabalho minucioso dedicado o 2º encontro de blogueiros e chefiado por josemar basso da twiteiros da cultura gaúcha office marketing onde será discutido em um paio 1º ennel a produção contro aconteceu compartilhada de planejamento em tramandaí informações e coestratégico em 2005 trazennhecimentos com do um diagnóstiresponsabilidade comunicação co preliminar dos buscamos paie tecnologia principais fatores nelistas de granque impedem o de importância ­ devem estar crescimento do e conhecimento à serviço das tradicionalismo na área da informanoelito savamação as vagas tradições ris dizia em marsão limitadas e ço de 2005 È esperamos que o gaúchas preciso subir na pessoal faça suas montanha para inscrições dentro olhar o horizonte referindo-se do prazo à real missão dos ctgs do rs pela primeira vez faremos uma É preciso decidir se o ctg é um grande discussão do quanto lugar para reuniões de culto às a tecnologia da informação é tradições gaúchas de simples importante para o tradicionalisdiversão e entretenimento ou mo gaúcho mas que deve ser um ponto de apoio à comunida usada com responsabilidade a de onde está inserido qual será presença de cezar freitas direa resposta tor de jornalismo do grupo rbs um dos itens do plane e luis grisólio gerente comerjamento estratégico se refere á cial do jornal o metro do grupo comunicação o mtg esteve bandeirantes mostram a impormuito tempo longe dos meios tância do assunto que será trade comunicação mas com as tado faremos a transmissão ao redes sociais essa distancia vivo via internet do evento com as bases foi diminuindo estamos produzindo veio a transmissão ao vivo via artigos para o portal somos do internet do enart que fizemos sul jornal o gauchão do pade forma inédita em 2009 2010 raná o macanudo gaúcho de e 2011 um feito eternizado na novo hamburgo além de forhistória do tradicionalismo cum necermos material para o blog prindo com a profecia de bar do mtg cbtg clicrbs/mtg o bosa lessa que viu um novo bolicho do volmir diretamente ismo nascendo em 2010 além de tantos outros que rea aproximação com os produzem as noticias postadas meios de comunicação vem se manter os meios eletrônicos consolidando aos poucos res sempre atualizados e com resgatamos os encontros de co ponsabilidade fizeram com que municadores que aconteciam meu blog pessoal chegasse à na década de 90 e que já haví marca de 250.000 pageviews no amos resgatado em 2005 mas final do mês de junho pararam em 2006 estamos ree até o mês que vem meus amiditando o evento em 2011 e so gos se deus quiser assine o rua guilherme schell 90 bairro santo antônio porto alegre/rs cep 90640-040 fone 51 3223 5194 lojafcg@mtg.org.br anote aÍ horário de atendimento 09 às 12 horas e das 13 às 18 horas de segunda a sexta-feira maio plena parcial especial estudantis te ano aí valor r 749,01 r 644,16 r 399,51 r 119,90

[close]

p. 5

ano x edição 131 movimento tradicionalista gaÚcho julho de 2012 recuerdos 5 santa maria foi palco da 4ª interiorização a diretoria do mtg e membros da equipe da funda cultural gaúcha fcg estiveram no dia 23 de junho em santa maria realizando mais uma interiorização o encontro aconteceu na sede da 13ª região tradicionalista durante o encontro de patrões onde os representantes das entidades puderam sanar suas dúvidas encaminhar processos de transferência de associados entre outros o prefeito de santa ma fotos chico macanudo gaúcho hoje vemos o governo tentar acabar com os pedágios mas em 2007 durante o 53º congresso tradicionalista celso souza soares presidente da orcav pedia a organização de uma frente nacional contra os pedágios celso souza soares dizia que os pedágios atentavam contra os princípios de liberdade do povo gaúcho quando falamos em aplicação da lei 12.567 nos rodeios isso já era visto em abril de 2007 com aplicação do certificado de adequação técnica cat que dá um mínimo de condições para que as canchas de rodeios funcionem preservando a integridade física dos participantes e dos espectadores em 2007 acontecia o 5º encontro de comunicadores do mtg em gravataí eo palestrante era antonio augusto fagundes com a moderação de manoelito savaris equipe do mtg em santa maria para a interiorização joão c cardoso e prefeito cezar schirmer e bertolini feliz por ver reconhecida a importância do tradicionalismo em santa maria bertolini que já foi coordenador da 13ª rt disse que esse convênio dará novo impulso às entidades da região enquanto isso na at estância do minuano acontecia o encontro de estudos de danças e o painel de indumentária ­ trajes atual e de Época onde instrutores e dançarinos debateram durante todo o dia pontos de vista sobre as correções e pesquisas relativas ao tema em março de 2007 falecia francisco jacques mattos o chico músico coreógrafo mas acima de tudo um mestre pra muitos que fizeram da dança o ar que respiravam chico foi gerente do mtg vice presidente da fcg e um dos autores do livro das danças tradicionais pouco antes de falecer em uma festa no ctg gildo de freitas vieram centenas de pessoas em caravanas do interior 2007 também ficou marcado pelo falecimento de hugo ramirez foi jornalista advogado e educador além de escritor com mais de 70 obras foi um dos idealizadores da estancia da poesia crioula em 1957 chama crioula logomarca e site são lançados a comissão organizadora do evento de acendimento da chama crioula 2012 que ocorre no próximo dia 18 de agosto em venâncio aires apresentou na noite desta terça-feira 26 no galpão morada velha do parque municipal do chimarrão a logomarca oficial do evento e um site específico para informações a cerimônia contou com a presença do prefeito airton artus do presidente do movimento tradicionalista gaúcho mtg erival bertolini do presidente do instituto gaúcho de tradição e folclore igtf rodi borghetti além de integrantes da comissão municipal secretários municipais vereadores e tradicionalistas de toda a região o evento aguardado com expectativa pela comissão de festejos farroupilhas do estado começa a ganhar sua cara através da logomarca e site a logo foi idealizada por altair wachholz e envolve o chimarrão tema do evento esse ano os cavalarianos que deverão chegar ao município para buscar uma centelha da chama além da própria chama que aparece nas cores do rio grande do sul com relação ao site do evento que já esta disponível no endereço www.chamacrioula2012.com.br o objetivo é orientar os visitantes sobre a localização do município a infraestrutura do parque municipal do chimarrão a programação do evento rede hoteleira a trajetória das cavalgadas que parti ria sr cezar schirmer também participou da reunião onde foi assinado um termo de convênio entre o município e a região tradicionalista incluindo os rodeios no calendário oficial esse convênio possibilitará o repasse de recursos e o apoio do poder público às entidades que realizam seus eventos o termo foi assinado pelo prefeito o coordenador da região joão carlos cardoso e pelo presidente do mtg erival bertolini que se declarou muito equipe técnica durante encontro de estudos de danças agendão de eventos 10 a 15/07 ­ rodeio do ctg sepé tiarayú ­ santa maria 13 a 15/07 ­ vii rodeio ctg sentinela do pago de alvorada 15/07 ­ xiii rodeio de muçum 14/07 ­ 2º canto pioneiro de cachoeira do sul 14/07 ­ 1º entrevero artístico do lomba grande 51 3596-2698 14/07 ­ interiorização do mtg santa vitoria do palmar 14/07 ­ cavalgada ecologica orcav ­ 10km ­ gustavo bierhaus 18/07 interiorização do mtg taquara 20/07 ­ os monarcas ­ ctg sentinela da querência ­ santa maria 21/07 interiorização do mtg santana do livramento 22/07 interiorização do mtg alegrete 22/07 ­ xviii festmirim ­ cpf piá do sul ­ santa maria 01/08 ­ quarteada em beneficio do albeni ­ 35ctg 03/08 ­ xv cavalgada do minuano ­ at estância do minuano ­ santa maria 05/08 ­ rodeio de dom feliciano envie-nos a agenda de sua entidade ou material sobre os eventos lÁ realizados que teremos o maior prazer e contribuir na divulgaÇÃo de suas atividades entidade cria escola do danças tradicionais objetivo é transmitir e valorizar a cultura deixada por grandes mestres como paixão côrtes e barbosa lessa o dtg morada de guapos da cidade de canoas em parceria com seu grupo de danças adulto pátria pampa vêm informar aos amigos conhecidos e todos aqueles que apreciam a nossa arte que a partir de 18/07 será dado início ao projeto para formação de futuros dançarinos e dançarinas o objetivo da escolinha de danças tradicionais é além da formação de novos dançantes transmitir um pouco daquilo que os grandes mestres paixão cortes e barbosa lessa ensinaram além de danças tradicionais contaremos com pessoas capacitadas para a orientação dos alunos quanto a trajes musicas e tudo que envolve essa nossa rica cultura o curso proposto é gratuito e para todas as idades cabe ressaltar que não se trata de um curso de fandango mas sim de uma escola de danças tradicionais gauchas informações 51 92189653 ou 84555033 quando a partir de 18/07/2012 onde dtg morada de guapos rua nerci pereira flores 179 bairro harmonia rão das 30 regiões tradicionalistas entre outras informações o site foi desenvolvido pela life s creative e traz ainda notícias atualizadas sobre o evento durante a apresentação a presidente da comissão local luce carmen mayer agradeceu o apoio da administração municipal da comissão estadual dos tradicionalistas venâncio-airenses e do comércio que já percebeu a grandiosidade de sediar um dos principais eventos tradicionalistas do estado erival bertolini e rodi borghetti declararam a felicidade com os rumos que toma a organização os dois ressaltaram a certeza de que venâncio aires fará um dos mais bonitos eventos de acendimento da chama crioula já assistidos no rio grande do sul o prefeito de venâncio aires airton artus destacou a luta de três anos para sediar o acendimento da chama crioula na capital nacional do chimarrão artus aproveitou o momento para agradecer a confiança na escolha do município e ressaltou o esforço do governo municipal para elevar a cultura gaúcha sem interferir na liberdade das dezenas de ctgs ptgs e piquetes do município o prefeito ressaltou a riqueza da música e da cultura tradicionalista os ensinamentos de honestidade hombridade e solidariedade que fazem do povo gaúcho tão diferenciado e reconhecido mundo a fora fonte site chama crioula 2012

[close]

p. 6

6 cursos ano x edição 131 julho de 2012 espaço do igtf cursos do mtg acompanhe e confira a agenda de cursos dos próximos meses do mtg para efetuar sua inscrição realize depósito no banco banrisul ag 0100 c/c 06.066982.0-3 dia curso em nome do movimento tradicionalista gaúcho após envie a cópia do comprovante de depósito para o email cursos@mtg org.br ou então por fax para 51 3223-5194 local r cavaleiros da paz a tribo do pé no estribo continuação v cavalgada internacional da paz aquiduana-corumbá ms até puerto suarez/bolívia 31/09 a 15/10/1995 no dia 6 de outubro as 3h levantamos acampamento encilhamos rumando em direção a fazenda barra mansa que fica as margens do rio negro aonde chegamos antes do meio dia nesta parada tomamos banho literalmente junto com os animais face a seca reinante era enorme o número de jacarés que se amontoavam nos leitos dos rios onde ainda tinham algumas poças de água a noite rolou grande tertúlia com paulo ary no violão e idaly na gaita grandes cantorias o sapo antônio carlos declamou chimarrão de glaucus saraiva o nico declamou penúltima china dele mesmo e eu declamei briga de touro de zeno cardoso houve chula os dinamarqueses cantaram o hino nacional da sua pátria os pantaneiros dr atanásio declamou tobiano capincho e o filho dele declamou santinha do altar dourado resolvemos nos recolher porque alguns já tinham tomado uns guaranás meio fortes e o dia seguinte já vinha se aproximando no dia 7 completamos uma semana de cavalgada fizemos alvorada as 3h saboreamos o chimarrão do tio flor montamos e ao grito de a cavalo indiada seguimos viajem rumo a fazenda rio negro tida como mãe do pantanal e onde foi gravada a famosa novela pantanal eu já sabia que o famoso cantor pantaneiro almir satter tinha uma fazenda por ali como ele é amigo particular do meu filho renato antes de iniciarmos a cavalgada telefonei para ele informando da nossa pretensão ele nos informou que a fazenda dele fica a apenas 20 km da pousada e gostaria que passássemos por lá e que se desse no jeito ele mesmo nos receberia não deu ele tinha compromisso na data mas mandou um peão nos entregar um capão carneado para a turma voltando ao roteiro no dia 07 à noite os dinamarqueses prepararam a bóia com toque gaúcho e a elma santana enfeitou as mesas seguindo os costumes da dinamarca o leitor pode observar que nos deslocávamos de fazenda em fazenda acontece que naquela região existem muitas fazendas face às grandes extensões de terra e água esta cavalgada na realidade só foi possível ser feita porque tínhamos um vaqueano que nos conduzia todo o tempo chamava-se roberto leopoldino de apelido prego ele conhecia tudo por ali tinha trabalhado como peão em muitas delas no dia 9 às 6h a cavalgada seguiu em direção a fazendinha que ficava um pouco mais afastada obrigando-nos a fazer o almoço na estrada loucos de fome no fim da tarde chegamos numa outra fazenda chamada santa eugênia onde acampamos quando íamos chegando algo diferente aconteceu só os cachorros nos receberam fomos chegando de vagarzinho e de vez em quando gritando ô de casa mas ninguém aparecia só quando chegamos bem perto das casas apareceu um homem abrindo uma porta e se surpreendeu com nossa presença sem falar levou o dedo indicador à boca fazendo o sinal de silêncio foi chegando perto e nos informou que estavam velando dentro da casa o corpo de um irmão do administrador da fazenda mas que podíamos ir chegando e nos acomodar com os cavalos num galpão que existia logo adiante mostrando passamos a noite naquela fazenda era de madrugada e nós saímos com os cavalos a passo lento diferente dos outros dias que normalmente saiamos aos gritos e fazendo brincadeira o nosso destino desta vez era a fazenda firmi passando pela fazenda sipi para pernoitar na fazenda japorá depois de termos desencilhado os cavalos preparamos a janta e nos reunimos a volta de um fogo feito no chão onde se desenrolou uma bonita tertúlia desta vez em homenagem ao aniversário do companheiro romera que completava 55 anos disse ele que foi o melhor aniversário de sua vida o dia do amigo é uma data proposta para celebrar a amizade entre as pessoas no brasil uruguai e argentina a data mais difundida para esta celebração é 20 de julho 14 renovação cartão de instru 18h às 22h 35 ctg ipiranga 5300 poa tor de danças tradicionais 15 curso de instrutor de danças 9h às 21h 35 ctg ipiranga 5300 poa tradicionais 21 renovação cartão de instru 18h às 22h sede do mtg guilherpoa tor de danças tradicionais me schell 60 b sto antônio 22 curso de instrutor de danças 9h às 21h sede do mtg guilherpoa tradicionais me schell 60 b sto antônio 21 cfor básico 2ª rt 9h às 18h quero quero ctg r são jerôbarreto leite 114 nimo julho horário r 50,00 r 55,00 r 50,00 r 55,00 r 35,00 04 e cfor avançado módulo 1/2 9h às 18h sede do mtg guilher poa r 05 me schell 60 b sto 150,00 antônio 11 cfor básico 5ª rt 9h às 18h ctg tropeiros da amiza sta cruz r de r princesa isabel 357 do sul 35,00 25 cfor básico 18ª rt 9h às 18h ctg tarumà r gen são r joão manoell 516 gabriel 35,00 9h às 18h agosto 15 cfor básico 26ª rt setembro a confirmar pelotas poa solidariedade o trovador campeoníssimo do enart está promovendo em parceria com o 35 ctg uma quarteada no dia 1º de agosto de 2012 albeni carmo de oliveira convidou os amigos para participarem da noite festiva no pioneiro os ingressos estão a disposição na secretaria do ctg onde 35ctg ipiranga 5300 quando 01/08/2012 quanto r$15,00 22 e cfor avançado módulo 2/2 9h às 18h sede do mtg guilher23 me schell 60 b sto antônio r 35,00 r agenda de interiorização seguindo o cronograma de atividades o mtg leva sua equipe para o interior do estado as principais ações da interiorização são assessoria jurídica ­ conselho de Ética tradicionalista orientações e informações processos de filiações pedido de cartão tradicionalista via o novo site em alguns países a exemplo dos estados unidos comemorase no primeiro domingo de agosto o dia internacional da amizade recadastramento entidades atendimento aos dpto cultural e dpto artístico dpto campeiro e esporte campeiro dpto de pesquisas e difusão cultural dpto de concursos culturais para peões e prendas orcav e outras orientações e informações administrativas.

[close]

p. 7

ano x edição 131 convençÃo tradicionalista julho de 2012 espaço da cbtg 7 definida programação da 77ª convenção tradicionalista chega a sua 77ª edição a convenção tradicionalista que acontece anualmente no mês de julho em cidades escolhidas na convenção anterior mediante manisfestação de interesse da região tradicionalista este ano o evento que mobiliza toda a comunidade de tradicionalistas acontece em guaporé lá serão debatidas as propostas apresentadas pelos congressistas visando melhorias ao movimento tradicionalista gaúcho bem como seu crescimento paralelo à convenção acontecem também o 7º encontro de comunicadores e 2º encontro de blogueiros e twiteiros da cultura gaúcha e o lançamento da campanha mtg engajado no combate à corrupção o evento acontece no ctg Última tropeada localizado à avenida silvio sanson 341 em guaporé programaÇÃo 27 de julho sexta feira 13 h ­ credenciamento 14 h ­ início das plenárias 28 de julho sÁbado 08 h ­ abertura oficial 09 h ­ reinicio plenária 11 h ­ encerramento credenciamento 13h30min lançamento da campanha de combate à corrupção local praça vespasiano corrêa 14 h 7º encontro de comunicadores da cultura gaúcha local casa de cultura 14 h continuação das plenárias 19 h ­ entrega dos certificados 29 de julho domingo 08 h ­ reinicio das plenárias 11 h ­ continuação da entrega dos certificados com o objetivo de motivar os jovens a cada vez mais fazerem-se presentes nas atividades tradicionalistas desenvolvidas pela coordenadoria regional da 30ª região tradicionalista o departamento cultural promove no dia 06 de julho de 2012 palestra sobre a caminhada tradicionalista o tema será desenvolvido pelos jovens murilo oliveira de andrade ­ 1º peão farroupilha do rs e raquel pinheiro pereira ­ 1ª prenda do rs o evento acontece nas dependências do ctg terra nativa em novo hamburgo com inicio programado para as 20 horas e 30 minutos caminhada tradicionalista na 30ª rt filma brasil estão abertas até o dia 31 de agosto as inscrições para o filma brasil concurso de roteiros realizado pela internet que teve sua primeira edição em 2009 o concurso de roteiros online distribui prêmios de r 135 mil para execução e finalização dos textos vencedores o primeiro colocado na categoria curta-metragem recebe r 50 mil e o primeiro lugar da categoria média-metragem recebe r 85 mil a organização do festival considera curta-metragem qualquer filme com duração entre 5 e 14 minutos médias-metragens são obras com duração entre 15 e 52 minutos não é preciso ter experiência ou portfólio pessoas físicas e jurídicas podem se inscrever os inscritos devem enviar um roteiro com o argumento ser sustentável é e um vídeo de até 90 segundos defendendo a ideia do filme mais informações na página do www.filmabrasil.com no 1º aparte falamos do conceito de sustentabilidade e dos e esteios do galpão do tradicionalismo que a nosso ver representa o movimento tradicionalista gaúcho neste 2º aparte vamos falar das estruturas e telhas do galpão ver figura bem como tentar responder as duas questões colocadas no 1º aparte as estruturas do galpão encravadas nos esteios dão o embasamento e suporte necessários à realização das atividades podemos dizer que podem ser simples ou complexas acho que mais complexas do que simples pois atuam em cenários diferentes e nem sempre são bem aceitas como deveria ser e era de se esperar poderíamos compará-las a placas de sinalização de uma estrada com as indicações dos caminhos e dos perigos e riscos de não obedecê-las estas estruturas também se sujeitam ao tempo às mudanças sofrem desgastes naturais envergam empenam descascam mas os defensores do tradicionalismo autêntico sem genéricos sempre a postos não as deixam ceder e provém sua manutenção constante por fim para cobrir o galpão as atividades completam o que podemos chamar de sistema do tradicionalismo em tese pode-se dizer que são os produtos gerados pelo tradicionalismo pois na verdade são mais visíveis tanto para os tradicionalistas como aos simpatizantes do movimento governos imprensa mídia e demais pessoas e entidades não tradicionalistas se de um lado tem certo grau de liberdade por estarem em cima do galpão de outro pela exposição sol chuva frio calor ventos etc sofrem maiores desgastes críticas reclamações restrições discórdias recursos até brigas terminado o galpão sem a pretensão de que esteja totalmente pronto porque necessária sua manutenção preventiva contínua e permanente principalmente dos esteios e estruturas vamos às respostas das questões inicialmente formuladas a sustentabilidade do tradicionalismo gaúcho 2º aparte o conceito de sustentabilidade é bastante abrangente e é deve ser entendido se aplicado junto com as práticas sob pena de se ter problemas e tem com os esteios estruturas e telhas que aos poucos vão envergando ex concessões se deteriorando ex faltam os pilas pra manter e pode levar o galpão abaixo ii o tradicionalismo gaúcho atende aos quatro requisitos básicos para um empreendimento humano ser sustentável e ou ter sustentabilidade ecologicamente correto economicamente viável socialmente justo e culturalmente aceito poderíamos aqui tratar extensivamente de cada requisito e até do que seja empreendimento humano em aderência ao tradicionalismo gaúcho mas não é o caso quanto a ser um empreendimento humano e no tocante aos requisitos de socialmente justo e culturalmente aceito nos parece que não restam dúvidas não significa dizer que está tudo bem e não há nada a fazer quanto a ecologicamente correto muitas ações precisam ser desenvolvidas assim como em toda a sociedade principalmente no que diz respeito à conscientização e consciência ecológica essa preocupação deve ser constante e motivo de programas contínuos das entidades tradicionalistas ou o comprometimento com o atendimento das mesmas necessidades das gerações futuras restará prejudicado no tocante ao requisito economicamente viável de pronto não é possível afirmar se o movimento o é como um todo não há dados e/ou informações que possam subsidiar qualquer afirmação pelo que se sabe através de informações de companheiros os pilas nas guaiacas da grande maioria das entidades andam escassos nesse sentido há um longo trabalho a ser feito entre outros pesquisa do potencial econômico e financeiro do movimento a nível nacional patrocinada pela cbtg e providências quanto à organização das entidades tradicionalistas para captação de verbas públicas gostaríamos de continuar porém a limitação de espaço e palavras nos obriga a tecer as considerações finais i todo galpão está sujeito aos desgastes naturais pela ação do tempo mudanças por isso a vigilância sempre atenta e a manutenção contínua ii é primordial o planejamento para a execução e controle de ações que visem alcançar/melhorar os quatro requisitos da sustentabilidade iii por fim a sustentabilidade do tradicionalismo gaúcho é determinante para a imagem e continuidade do movimento para que continue sendo esse fenômeno antropológico único no mundo na opinião de muitos estudiosos que tem identidade própria e resiste bravamente a todos os modismos e influências multiculturais se antes a resistência era em defesa de princípios de justiça igualdade liberdade humanidade e o sangue foi derramado por direitos e respeito hoje sem guerras sempre buscando o entendimento e a paz é em defesa da cultura gaúcha não mudou nem nunca mudará nossa bandeira quem sabe o gaúcho vai mudando se adaptando apenas a forma de balançá-la aos quatro ventos classificatórias para o fenart 2013 de 26 a 29 de julho acontece o xv femart festival matogrossense de arte e tradição gaúcha e será realizado no município de querência com apoio do ctg pousada do sulque pertence a 4ª região tradicionalista do mato grosso o femart que acontece nas etapas regional estadual e por fim na etapa final é uma da classificatória para o fenart festival nacional de arte outro estado que também realiza classificatória para a festa nacional que acontece em jataí/go em 2013 é o paraná o fepart está dividido em etapas com um circuito de 10 rodeios classificando para o rodeio nacional que acontece em 30 de novembro à 02 de dezembro em pato branco i o conceito de sustentabilidade pode ser aplicado ao tradicionalismo gaúcho pode e deve por ter a preocupação não só com as necessidades do presente mas por compromete-se com o atendimento das mesmas necessidades das gerações futuras em outras palavras este conceito está implícito/explícito entre outros na carta de princípios objetivo vii e na tese de barbosa lessa o sentido e o valor do tradicionalismo e graças à tradição essa cultura se transmite de uma geração a outra capacitando sempre os novos indivíduos a uma pronta integração na vida em sociedade entretanto conceitos e práticas nem sempre convergem na mesma direção se

[close]

p. 8

8 14ª rt 1º peão farroupilha eduardo de souza dos santos 1º gurifarroupilha joão victordos santos freitas 1ª prenda mirim elaine b dos santos freitas 2ª prenda mirim joana fontana tatim 1ª prenda juvenil deise schenneider 2ª prenda juvenil laura vieira 1ª prenda eduarda rampanelli 2ª prenda tatieli r dos santos ano x edição 131 ciranda cultural de prendas julho de 2012 eleitos os novos peões e prendas das 1ª região tradicionalista 1ª prenda kelly pereira da rocha 2ª prenda danielle rodrigues pereira 3ª prenda marli cristina milnikel 1ª prenda juvenil natalia da rocha moreira 2ª prenda juvenil debora vieira rocha 3ª prenda juvenil kimberly moura da motta 1ª prenda mirim rafaela dos santos rodrigues 2ª prenda mirim thais barcelos 3ª prenda mirim gabrielly rodrigues dos santos 1º peão farroupilha thalles de medina rodrigues 2º peão farroupilha felipe silva da silva 3º peão farroupilha lucas da silva lopes 1º guri farroupilha leonardo malinverno menezes 2º guri farroupilha felipe da silva pereira piá farroupilha matheus malinverno menezes 1° peão bruno kamien ctg querência crioula 2° peão robson ribeiro ctg fronteira da amizade 3° peão vagner do amaral ­ ptg joão manuel os concursos ocorreram de maneira simultânea nas regiões ao longo do sábado dia 30 de junho e os candidatos enfrentara 3ª região tradicionalista 1° guri guilherme abreu ctg querência crioula 2° guri paulo henrique röpke ctg fronteira da amizade 3° guri bruno mendonça ­ ctg passo do ijui 1° pia ricardo brust ctg fronteira da amizade 2° pia teo roni dornelles ptg joão manoel 3° pia alexandre righi ­ cftg farroupilha 1° piazito rafael lunardi ctg querência crioula 2° piazito vitor sautier monteiro ctg sepé tiaraju 3° piazito lorenzo sarmento ­ cftg farroupilha 1° prenda adulta carolina ehler ctg querência crioula 2° prenda adulta diana riveiro ­ ctg fronteira da amizade 3° prenda adulta yaçana marcon ­ dn carlos bastos do prado 1° prenda juvenil eduarda ehlert ctg querência crioula 2° prenda juvenil larissa lunardi ctg fronteira da amizade 3° prenda juvenil barbara saicoski cn boitata 1° prenda mirim márcia eduarda m blanke ctg querência crioula 2° prenda mirim eduarda colpo ctg tropilha crioula 3° prenda mirim giovana perdomo cn boitata 1° prenda dente de leite vitória sautier monteiro ctg sepé tiaraju 2° prenda dente de leite gabriela lausmann ­ querência crioula 3° prenda dente de leite tayna ctg fronteira da amizade 1ª prenda adulta betânia dos santos zanetti 1ª prenda juvenil djuly p rutz 1ª prenda mirim pricila araújo fagundes 1ª prendinha mini mirim laura bandeira pires 1ª prendinha dente de leite amanda dos santos castro pia farroupilha kauã garcia silveira guri farroupilha leandro da silveira p pereira peão farroupilha josué bandeira garcia 21ª rt 26ª rt 1ª prenda parla cristiane macedo peão farroupilha josé antonio m boeira neto guri farroupilha jarbas dias xavier 1ª prenda mirim elisa silveira teixeira 2ª prenda mirim lara santos da silva piá farroupilha lucas duarte dos passos 4ª região tradicionalista 1ª prenda mirim camila félix barboza dtg emilio zuneda 2ª prenda mirim fernanda nascimento almeida ctg farroupilha 1º piá farroupilha bernardo augusto r leite ctg triplice aliança 2º piá farroupilha matheus da silva tortorella ctg amizade de vasco alves 1ª prenda juvenil milene pereira ribeiro dtg estradeiros 2ª prenda juvenil pâmela de lima da costa ctg aconchego dos caranchos 3ª prenda juvenil iasmin salbego ribeiro ctg honório lemes 1º guri farroupilha gregório antonio pizzutti correia junior ctg amizade de vasco alves 2º guri farroupilha leonardo soares dtg estradeiros 3º guri farroupilha gabriel trindade braga ctg vaqueanos da fronteira 1ª prenda joice nair dos santos da silva ctg vaqueanos da fronteira 2ª prenda andressa lucciane ceccon saueressig ctg patrulha do oeste 3ª prenda ana paula ribeiro salbego ctg triplice aliança 1º peão farroupilha sthéfano marçal jaques ctg oswaldo aranha 2º peão farroupilha ian baddo da mota dtg estradeiros 6ª região tradicionalista 1ª prenda mirim ­ caroline da silva baldez ­ ctg os teatinos 2ª prenda mirim ­ maria eduarda dossena ­ ccn sentinela do rio grande 3ª prenda mirim ­ darciele p silveira ­ ctg rodeio dos palmares 1ª prenda juvenil ­ camila escerdo ­ ccn sentinela do rio grande 2ª prenda juvenil ­ anarelli m de oliveira ­ ctg ­ rodeio dos palmares 3ª prenda juvenil ­ helen souza acosta ­ ctg tropeiro dos campos neutrais 1ª prenda rosangela bacher nunes ­ ctg farroupilha 2ª prenda daminiqui correa rueda ­ ctg rodeio dos palmares 3ª prenda karina dos santos cruz ribeiro ­ ctg tropeiro dos campos neutrais guri farroupilha ­ bernardo castanha de avila de lemos 1º peão farroupilha roger bacher nunes 2º peão farroupilha ­ juan oliveira rodrigues 28ª rt 1ªprenda adulta iole ferro da silva 1ªprenda juvenil gabriela tatto rogia 2ªprenda juvenil rafaela da silva pinto 3ªprenda juvenil larissa guth 1ªprenda mirim larissa bueno 2ªprenda mirim jordana da rosa 1º guri farroupilha cristhiam lovis 2ª guri farroupilha edmundo dionatam oliveira peão farroupilha gustavo pacheco zanatta

[close]

p. 9

ano x edição 131 julho de 2012 9 30 regiões tradicionalistas do estado 7ª região tradicionalista 1ª prenda ariele cristine hannecker ­ dt clube recreativo juvenil 2ª prenda maiara tomasetto marcon ­ ctg laço da amizade 3ª prenda paola fonseca tonin ­ ctg sentinelas do pago 1ª prenda juvenil paloma d schacht ­ ctg unidos pela tradição rio-grandense 2ª prenda juvenil larissa n do nascimento ­ ctg lalau miranda 3ª prenda juvenil julia cervi ­ dt clube recreativo juvenil 1ª prenda mirim julia rigo ­ ctg sentinelas do pago 2ª prenda mirim gabriele winckler guedes ­ dt industrial 3ª prenda mirim ana carolina nery de lima ­ ctg dom luiz felipe de nadal 1° peão farroupilha marco antonio tomasini ­ ctg lalau miranda 2° peão farroupilha vitor wojahn ­ dt clube recreativo juvenil 1° guri farroupilha hugo gambatto almeida ­ ctg união campeira 2° guri farroupilha kauê marchio perin ­ ctg laço da amizade 3° guri farroupilha djonata h zanco ­ grupo tebanos do igaí 1ª prenda mariana santos soares ctg sentinela do rio grande 2ª prenda elisandra rodrigues krustiel grupo candeeiro 3ª prenda renata da silva nunes gag piazitos do sul 1ª prenda juvenil giovanna zoppas pierezan grupo candeeiro 2ª prenda juvenil laura amorim albano gag piazitos do sul 3ª prenda juvenil natasha sales bohrer ctg mata nativa 1ª prenda mirim gabrielle figueiredo ferreira gag piazitos do sul 2ª prenda mirim bruna m de souza ctg domadores do rincão 1ª chinoca daiani carlo da silva gag piazitos do sul 1º peão farroupilha saul j wiedemann ctg pedro fernandes 2º peão farroupilha willian m silverio ctg estância de sapucaia 1º guri farroupilha lenon maciel correa gag piazitos do sul 2º guri farroupilha matheus martinele nunes ctg sinuelo da feitoria am além da prova escrita provas oral artística cultural e campeira conheça os novos peões e prendas regionais 12ª região tradicionalista 5ª rt 1ª prenda mirim sindyane machado de souza 2ª prenda mirim júlia moreira macedo 3ª prenda mirim daniela lucas brocardo 1ª prenda juvenil camilla eidt schiedeck 2ª prenda juvenil mariana b quevedo de freitas 1ª prenda gabriela damé deeb uthman 1º guri farroupilha willian de souza gonçalves 1º peão farroupilha rodiego winck cunha 1ª prendinha luiza polhmann da silveira 2ª prendinha sabrina dos santos lopes 3ª prendinha júlia caminelli mairon 1º piá farroupilha henrique machado rusch 1ª piazito farroupilha bernardo teixeira da rosa 2ª piazito farroupilha eduardo souza dos santos 1ª chinoca joice silva duarte 1º xirú euclides silva da silva 1ª prenda juliane da cruz carvalho 2ª prenda pamela fernanda frese cristo 3ª prenda duane da silva souza 15ª região tradicionalista 13ª região tradicionalista 1ª prenda juvenil narriman caroline de ramos 2ª prenda juvenil thalia frese cristo 3ª prenda juvenil dienifer canabarro 1º guri farroupilha lucas jose werner 2º guri farroupilha mikael fernando frese cristo peão farroupilha frederico sá de farias 29ª rt 3ª prenda mirim eloisa carniel guidini 2ª prenda mirim paola da silva carniel 1ª prenda mirim ana laura ferrera doble 3ª prenda juvenil cassia ferron 2ª prenda juvenil julia ribeiro copetti 1ª prenda juvenil bárbara bergamo 3ª prenda amanda cristina bergamo 2ª prenda liliam carla bosi 1ª prenda taynara hella m ouriques dt querência das dores 2ª prenda natiele c righi ctg sentinela da querência 3ª prenda anne lara p de menezes da silva at poncho branco 1ª prenda juvenil alexandra mortari vianna ctg bento gonçalves 2ª prenda juvenil laura schmitt schlotfeldt a t poncho branco 3ª prenda juvenil vitória jacobi quatrin dt querência das dores 1ª prenda mirim caroline de oliveira vasconcelos ctg sentinela da querência 2ª prenda mirim luane r do nascimento ctg bento gonçalves 3ª prenda mirim claudia eliane c bandeira ponche verde ctg 1º peão farroupilha rafael santos da silva dtg noel guarany 2º peão farroupilha josé vinícius da silva ctg bento gonçalves 1º guri farroupilha helder m machado ctg bento gonçalves 2º guri farroupilha eduardo j da trindade at poncho branco 3º guri farroupilha kauã qhinhones da silva ponche verde ctg 1ª prenda juvenil luciana magalhães barcelos ­ ctg sinuelo da querência 17ª região tradicionalista 1ª prenda luise morais 1ª prenda adulta eduarda regina wagner ­ ctg querência da serra na foto ao lado nestor schoenel conselheiro do mtg helio boeri vice-coordenador da 17ª rt a 3ª prenda juvenil do rs maitê lorenzoni antonini a 1ª prenda juvenil 17ª rt luciana magalhães barcelos a 1ª prenda adulta 17ª rt eduarda regina wagner e casal coordenador da 17ª região tradicionalista ana paula de souza e josé eduardo fruet de souza crédito jornal cidade regional

[close]

p. 10

10 o dia do amigo foi adotado em buenos aires na argentina com o decreto nº 235/79 sendo que foi gradualmente adotado em outras partes do mundo ano x edição 131 notícias julho de 2012 18ª região tradicionalista piazinho yuri barbosa dias c.t.g prenda minha 1ª prendinha ­ camilly santana c.t.g sentinela do forte 2ª prendinha ­ julia modernel c.t.g querência xucra 3ª prendinha ­ tássila villar c.t.g prenda minha 1º piá farroupilha mathias daniel hahner 2º piá farroupilha eduardo skieves 3º piá farroupilha rodrigo batista filho 22ª região tradicionalista 1ª prenda mirim ­ bárbara dorneles corrêa c.t.g tarumã 1ª prenda juvenil ­ letiane munhoz c.t.g sentinela do forte 2ª prenda juvenil ­ geórgia oliva igisk c.t.g tarumã guri farroupilha ­ roger de vargas brião gan campo aberto 1ª prenda ­ andressa do prado martins gan campo aberto 2ª prenda ­ natália rodrigues silva c.t.g prenda minha 3ª prenda ­ elissandra ramos silveira c.t.g sentinela da fronteira 1ª prenda mirim leticia fernanda reichert 2ª prenda mirim joice biancheto rossetto 3ª prenda mirim giovanna tomasi 1º guri farroupilha erlo matheus borges 2º guri farroupilha matheus groth ferreira 1ª prenda juvenil daniela lourenço 2ª prenda juvenil nathália caroline kinast 3ª prenda juvenil patrícia pacheco fraga o dia do amigo foi criado pelo argentino enrique ernesto febbraro que se inspirou na chegada do homem à lua em 20 de julho de 1969 considerando a conquista não somente uma vitória científica como também uma oportunidade de se fazer amigos em outras partes do universo peão farroupilha ­ eduardo g bittencourt gan campo aberto 25ª região tradicionalista 1ª prenda mirim jenifer de oliveria lemos ctg sinuelo 2ª prenda mirim bruna marini dos santos ctg campo dos bugres 3ª prenda mirim laura e ludwing ctg rancho de gauderios 1ª prenda juvenil mariana terra aguiar ctg ginetes da tradição 2ª prenda juvenil graziele gianluppi ctg ronda charrua 3ª prenda mirim lara schutt gerrnann ctg sinuelo 1ª prenda daiane zamboni ctg ronda charrua 2ª prenda franciele dos reis da costa ctg sinuelo 1º piá farroupilha lucas c benvenutti ctg ronda charrua 1º guri farroupilha vitor hugo s de lima ctg campo dos bugres 2º guri farroupilha gustavo r soares ctg marco da tradição 1º peão farroupilha guilherme machado ctg ronda charrua 19ª região tradicionalista 1ª prenda mirim thaiane cararo momo ­ ctg rodeio da querência 2ª prenda mirim leticia nazari ­ ctg sentinela da querência 3ª prenda mirim dayara paola bernstein ­ ctg sinuelo dos ervais 1ª prenda juvenil dhara cristina beber ­ ctg fogo de chão 2ª prenda juvenil leticia gaik ­ ctg galpão campeiro 3ª prenda juvenil maria constância wolff ­ ctg sinuelo dos ervais há 4 mil anos os babilônios já faziam promessas na virada do ano ao invés de dietas eles juravam que tão logo acabassem as festas devolveriam os equipamentos de agricultura emprestados por amigos 30ª região tradicionalista 3ª prenda mirim gabrielly presser ctg serigote 2ªprenda mirim vitoria ilana cardillo ctg guapos do itapui 1ªprenda mirim renata s de vargas ctg essência da tradição 2ªprenda juvenil kahuana presser ctg serigote 1ªprenda juvenil bruna luely d m de oliveira ctg terra nativa 1º guri vinicius r de ramos ctg querência de nova hartz 1ªprenda camila silva dos santos ctg essência da tradição crédito ale lorenzi fotografia

[close]

p. 11

ano x edição 131 notícias julho de 2012 11 5ª rt medalha mérito à dança tradição é a memória cultural de um povo É um conjunto de idéias usos memórias recordações e símbolos conservados pelos tempos pelas gerações transmitidos de pais para filhos as danças estão impregnadas do verdadeiro sabor do rio grande do sul são legítimas expressões da alma gaucha sendo assim na noite do dia 17 de junho de 2012 durante a realização do 1º rodeio regional ­ enart 2012 na cidade histórica de rio pardo rs a coordenadoria da 5ª região tradicionalista na pessoa do coordenador sr luiz clovis vieira homenageou a invernada xiru do ctg lanceiros de santa cruz com a medalha mérito à dança inspirado no legado mantido pela família e em conservar valores culturais é que em maio de 2005 foi criada a invernada xiru deste ctg brotou de uma simples idéia com o intuito de que casais pudessem fazer da dança uma alegria para o seu dia a dia assim a invernada artística xiru do ctg lanceiros de santa cruz criou sua história com a colaboração de pessoas que ajudaram a escrever cada página deste livro neste ano completou 7 anos de existência formada por 11 casais de dança 32 troféus conquistados entre 1º a 5º lugares considerada duas vezes a 5ª invernada xiru do estado tem a sua frente desde a criação a capataz leila figueiredo e o instrutor daniel matheus theisen com esforço dedicação companheirisfoto divulgação mo cumplicidade e acima de tudo com amizade a invernada xiru do ctg lanceiros de santa cruz tem como principal lema fazer a vida acontecer e mostrar que não tem idade para fazer da dança uma expressão de alegria no último dia 09 de junho 40 integrantes das invernadas adulta e xirú do ctg gaúcho litorâneo de tramandaí embarcaram rumo à santiago do chile onde participaram de um festival latino americando de folclore batizado de projeto cultural cruzando os andes a empreitada contou com o apoio de diversos padrinhos e em nota a entidade agradece a todos que apostaram no grupo especialmente ao prefeito de imbé darci dias e ao vereador nilton gaudério que contribuiram na realização do sonho de 23ª rt ctg gaúcho litorâneo no chile instituto nacional da universidade do chile e no centro de integração do imigrante e na cidade de san bernardo na inuaguração do programa adulto maior as fotos da viagem estão disponíveis no perfil da entidade no facebook www.facebook.com/gaucholitoraneo cruzar a cordilheira dos andes divulgando a cultura e a tradição do rio grande do sul e do brasil que se fez representar pelos gaúchos além do festival o grupo também realizou apresentações embaixada do brasil em santiago do chile no foto divulgação o fegams ­ festival sul-mato-grossense de folclore e tradição gaúcha que este ano acontece de 12 a 15 de julho em chapadão do sul é um evento de tradição gaúcha e folclore sul-mato-grossense que visa à confraternização troca de conhecimentos fortalecimento da família integração do jovem com o seio da sociedade afim de que o integrado consiga contribuir para desenvolvimento da mesma o evento é também uma amostra cultural que busca fortalecer os valores locais como estratégia para a promoção socioeconômica sustentável referenciados na cultura do povo em mato grosso do sul será o maior evento do estado onde chapadão do sul sedia o fegams um grupo de 35 pessoas do ctg rincão da lealdade está de malas prontas para desembarcar na europa precisamente em portugal a partir do dia 11 de agosto quando fará apresentações da cultura gaúcha no xxviii festival internacional de folclore dos açores o festival é organizado pelo cofit ­ comitê organizador de festivais internacionais da ilha terceira de portugal e possui mais de 29 anos de experiência estarão presentes no festival 10 delegações internacionais e 14 grupos de folclore nacional o ctg de caxias do sul fará apresentações de danças e músicas do folclore gaúcho durante uma semana de programação artística na ilha terceira de portugal após 07 anos sem nenhuma delegação representando o brasil nesse festival fomos selecionados e escolhidos porque nosso trabalho é autêntico e por isso temos a responsabilidade de fazer belas apresentações diz rodrigo pasquali coordenador do grupo história o ctg rincão da lealdade é conhecido no meio tradicionalista por se tratar de um dos centros de tradições gaúchas mais antigo do estado e o pioneiro em caxias do sul foi fundado em 1953 por um grupo de amigos aos poucos o centro foi crescendo e passou a ocupar um lugar importante na comunidade caxiense pois todos os 25ªrt ctg rincão da lealdade representa o brasil em portugal banquetes recepções e visitas oficiais eram lá realizados o ctg foi descoberto por empresas de turismo que passaram a incluir nas suas excursões uma noitada no rincão da lealdade para ver e conhecer a cultura gaúcha a entidade tradicionalista teve a honra de recepcionar todos os presidentes da república e dois vices do período militar de humberto de alencar castelo branco a joão baptista figueiredo além de josé sarney e assim formou-se a história cinquentenária do ctg rincão da lealdade que mantém até hoje a sede original da época um museu com mais de 100 peças catalogadas e a sala de honra famosa por abrigar as autoridades atualmente possui 150 sócios ativos e cinco invernadas de danças distribuídas nas categorias mirim juvenil adulta veterana e iniciantes ou seja o ctg dá espaço para novos integrantes aprender a dançar e conhecer a cultura gaúcha os grupos de danças do ctg rincão da lealdade são grandes campeões de concursos culturais da região sul do país com mais 200 premiações nos últimos cinco anos entre elas campeão geral do 29º rodeio internacional de vacaria a entidade teve a missão de representar o rio grande do sul em festivais nacionais como por exemplo florianópolis-sc brasilia-df e recentemente em salvador-ba gaúchos e guaicurus estarão entrelaçando suas culturas o ctg de chapadão do sul que em 2012 realiza o evento vem passando por reformas para bem receber os participantes e ampliar as modalidades de competição serão quatro dias de muita adrenalina onde a beleza das danças e competições esportivas certamente irão emocionar os visitantes foto divulgação

[close]

p. 12

12 ano x edição 131 tropeando versos julho de 2012 ampliando horizontes por josé luiz rodrigues dos santos juarez nunes lanÇou os contos de campo lançado em dezembro de 2011 o livro contos de campo de juarez nunes conselheiro do mtg é uma obra ficcional que trás à vida personagens reais que vemos nos galpões e nos faz mergulhar no passado o livro é dedicado aos gaúchos que têm saudade dos tempos em que ouviam os seus avós e seus pais ao redor de um fogo de chão ou de um fogão a lenha na esperança que algum personagem ou algum fato seja recordado daquelas estórias contadas por eles os textos descrevem situações vividas no interior gaúcho retratando o linguajar simples do homem do campo e por isso mantém as expressões naturais as corruptelas da língua portuguesa demonstrando a grande influência da imigração açoriana além dos espanholismos na língua herdados e disseminados pelos gaúchos fronteiriços foram baseados em fatos ocorridos em são francisco de paula rs e outras regiões do interior gaúcho e que acabaram sendo transmitidos pela tradição oral na família e pelos amigos o livro encontra-se a venda na livraria do maneco arco da velha e nobel em caxias do sul e em são francisco de paula na casa miragem a linguagem do verso gauchesco parte 2 reiterando o assunto paulista e a castelhana o sertasobre a nossa linguagem poéti nejo e o tango as décimas de ca lembro que devemos muito influência nordestina o verso de ao partenon literário e apoliná cordel com rimas pares tamrio porto alegre sendo o gran bém influenciam nossa poética de responsável pela linguagem delineando uma nova forma de abolicionista expressada dife expressar-se após a 2ª grande guerrente da parnasiana do centro do país mas o grande gênio ra onde as civilizações reconsem todos os tempos de nossa troem-se tomamos novo rumo a partir daí comecultura chama após a 2ª çamos a valorizar -se joão simões lopes netto que grande guerra nossos poetas surgem os declamase deu mal em começamos a dores que nos galtudo que tentou pões recitam sem na vida fora a valorizar nossos compromisso com cultura gauchespoetas a forma e sim com ca deixando-nos a espontaneidade um legado que nos torna exemplo sociológico tivemos na epc a representapara o mundo a partir dele de tividade de nosso verso crioulo sencadeia uma valorização do inaugurando novo modelo interhomem do campo seus mitos pretativo do texto explicitando e suas lendas enfim tudo o que melhor as metáforas quanto épise escrever parte da obra dele cas românticas ou de narrativas com o advento do rádio o rs de valorização de nossa vida fica no meio de duas correntes a pastoril e seu meio maquiagem uma história escrita na pele ­ parte 2 por paulo gonçalves a 48ª fefol acontecede 21 a 29 de julho e este ano o estado homenageado será o rio grande do sul o festival do folclore é um encontro da cultura brasileira além de preservar e manter a cultura popular o festival fomenta o comércio o turismo e os serviços na cidade e em toda região noroeste do estado de são paulo olímpia mantém e incentiva durante todo o ano grupos folclóricos locais os quais hoje são 15 quinze folclóricos e 3 três parafolclóricos o estudo de folclore no município faz parte do currículo escolar nas escolas públicas e privadas e para o futuro é almejada a criação da universidade livre de folclore na imagem ao lado estão os representantes das entidades que participarão do festival nilceia e dilceu ctg querência do imbé imbé magda e adriano ctg paixão rio grande do sul é homenageado em festival cortes caxias do sul cláudia e rogério gtc 20 de setembro xangri-lá rita e rodrigo ctg estância da serra osório e cintia e alexsander ctg potreiro grande tramandaí as crianças otávio gtc 20 de setembro xangri-lá isabella ctg estância da serra osório também irá participar do festival o grupo de arte essência nativa de são josé do sul/rs no séc ix a xii no ja poderíamos atribuir também o pão a pele branca é valorizada ser humano que procura ficar e para alcançar um padrão de belo para atrair o outro há ponpele clara mulheres usavam pó tos a serem observados fontes argiloso de farinha de arroz que a serem consultadas para falar chamavam de oshiroi usavam mais sobre a maquiagem adetambém uma pasta a base de quada para os envolvidos nas extrato de açafrão conhecida representação artísticas do tracomo beni feita para colorir a dicionalismo gaúcho mas do maça do rosto na europa os que moda os aspectos históriartifícios usados para alterar a cos devem ser levados em conbeleza era considerado feitiça sideração o conflito fica por conta dos conceitos ria pois seduzia a beleza de modernos de enfeitiçava os homoda que intermens rostos panos e ferem diretamenos promovimentos são te no uso de nosdutos para branquear a pele con demonstrações de sas prendas por fim potinuam fazendo poder demos definir sucesso com o a pintura como reforço de técnicas de coloração com a dispo um ritual para o combate nos sição de um número maior de tablados que são campos de cores como marrom amarelo e batalha e a beleza de rostos roxo que eram diluídos com tal panos e movimentos são deco que era a moda do momento monstrações de poder compeao lado de cremes para a pele te aos tradicionalistas regular rouges cremosos e papier pou a intensidade do uso de armas che que era usado para tirar o como a maquiagem para que o brilho o cinema vai ser o maior exagero não acabe descaracteresponsável pela massificação rizando os aspectos tradicionais da maquiagem pois o padrão da cultura do rio grande do sul de beleza das atrizes será co sendo importante observar com piado É a traves do cinema que cautela o forma como nossa soos produtos estéticos passam a ciedade se portava nos períodos ser criados para melhorar a ima representados e principalmente que o uso moderno não crie um gem corrigindo imperfeições a beleza passava por desvio aos motivos ideológicos etapas do natural ao químico que faz do tradicionalismo gaúdo divino ao profano do sau cho um guardião das coisas audável ao nocivo mas para al tenticas do estado cançar a beleza ideal uma pessoa vai do racional ao irracional os binômios foram traduzidos no passar dos anos e com o desenvolvimento da humanidade e evidenciados na pele de homens e mulheres as muitas formas criadas para ficar bela podem estar ligadas ao poder de atração que cores plumagens e cheiros naturalmente existentes nos animais usados para atrair o sexo oposto.

[close]

p. 13

ano x edição 131 eco entrevista julho de 2012 fÓrum da dança 13 por rodrigo sartori no caminho da realização dos sonhos vamos conhecer um pouco mais 1ª prenda juvenil do rs amalia pletsch 15 anos que cursa o 2º ano do ensino médio e frequenta o ctg gaudério serrano de bento gonçalves 11ª rt eco o que tu sentiu quando ganhou o concurso quando pisei nas terras de passo fundo algo místico já se revelava no meu pensamento eu estava definitivamente preparada para mostrar o que eu havia aprendido e perceber tudo aquilo que ainda faltava aprender na minha vida terrena eu via rostos confiantes no trabalho árduo amigos e a minha família apostando todas as suas forças no mesmo quando cito apostas faço referência a aposta na minha felicidade na minha contemplação não no título propriamente dito anos de tradicionalismo deixaram-me com humildade no âmago e eu simplesmente coloquei a alma em ressonância para alegrar a serra e a minha entidade com a qual possuo um elo de ligação grandioso ganhar o concurso foi algo a mais de todas as recompensas que tive por muito tempo de preparação eco a quem tu dedica a vitória dedico a minha vitória a deus e a vida que ensinaram-me a ser feliz nas coisas que faço e alimentar a fé que vive dentro de mim eco o que tu acredita ser o papel do cargo que ocupas hoje como prenda quero reverenciar as características do sistema matriarcal que manteve por anos as famílias unidas e os lares em funcionamento mesmo em meio a um mundo de guerras e batalhas fazendo a valentia caminhar acoplado a delicadeza de ser mulher em cada aurora do dia representar esta nação destacada por todos os povos de forma simples acolhedora e encantadora sendo luz à iluminar o caminho dos demais eco o que tu achas que pode ser feito para trazer mais jovens para os ctgs o movimento tradicionalista gaúcho atualmente possui inúmeras opções para atrair jovens ao quadro social das entidades as músicas as danças os eventos culturais realizadas de formas lúdicas está quebrando o paradigma formado pelos adolescentes de que a cultura exterior é superior a autóctone quando se trata de globalização e modernidade as prendas e peões têm grande influência sobre isso porque por terem acesso mais frequente a comunidade escolar e conviver com uma faixa etária mais atingida pela aversão a cultura própria e local devem incentivar e mostrar o valor da tradição gaúcha com pequenos projetos como tertúlias e apresentações na semana farroupilha bem como a divulgação da grandiosidade do movimento os jovens sentem-se atraídos pelas entidades gaúchas como exemplo posso citar o colégio marista aparecida de bento gonçalves que em 2010 fez um pequeno projeto de dança reunindo 12 pessoas em 2011 o projeto do ano anterior levou 40 estudantes a pilcharem-se de forma correta aprenderem danças tradicionais e se interessarem pelo tradicionalismo fazendo-os a apoiar-me na preparação da ciranda cultural eco teu livro favorito olhai os lírios do campo Érico veríssimo pela história que dissemina o valor às coisas simples da vida eco nas horas vagas gostas de com o colégio a preparação para o vestibular conciliados com a dedicação ao departamento cultural e a meu cargo quase não restam horas vagas adoro conversar com os amigos ver filmes ler romances mas se a hora é vaga mesmo eu amo dormir eco teu maior sonho sempre digo que tenho duas filosofias de vida e dois grandes sonhos um é voltado ao tradicionalismo e hoje posso dizer que sonho-o acordada ser 1ª prenda juvenil do rio grande do sul também é uma realização pessoal outro sonho é auxiliar pessoas com problemas neurológicos e realizar pesquisas que melhorem a situação desta área da saúde haja vista que o mundo não possui recursos suficientes para exaurir alguns problemas causadores de tormentos humanos este anseio justifica o meu sonho de ser médica psiquiatra eco musica preferida confesso que não possuo música preferida aprecio inúmeras mas ao se tratar de gêneros musicais sem sombra de dúvidas as melodias gaúchas são as minhas favoritas eco planos para o futuro viver esta gestão e realizar trabalhos que resultem em bons frutos para o rio grande do sul concluir o ensino médio ingressar em uma universidade conceituada para o curso de medicina e em um futuro distante com certeza desejo constituir uma família que se deus quiser seguirá a fortalecer o tradicionalismo gaúcho eco como tu vê as redes sociais e a tecnologia a serviço das tradições a divulgação da cultura é a forma mais eficiente para disseminá-la e mostrando ao mundo o nosso valor seremos sempre uma cultura respeitada e isso com certeza é o primeiro passo para o desenvolvimento da nação brasileira porque só conquistaremos o respeito dos demais quando nos respeitarmos plenamente por este motivo as redes sociais e a tecnologia podem auxilar na divulgação da grandiosidade dos eventos voltados à tradição gaúcha na organização do próprio movimento além de fortalecer o nativismo que vive dentro dos gaúchos compartilhado através de postagens que tratem deste sublime sentimento segundo alguns dicionários da quem realiza grande parte das avaliações língua portuguesa a palavra encontro dos eventos artísticos com danças tradisignifica operação de encontrar ou en cionais no rs incluindo o maior de todos contrar-se neste escopo é que procura o enart mos denominar o novo modelo das reuforam estes motivos que nos niões que propomos levaram a escolher a a todos os admiradopalavra encontro para procuramos res dançarinos insdenominar a 1ª grande estabelecer uma trutores coreógrafos reunião que desenvolvee apaixonados pelas mos neste ano na cidanova perspectiva nossas danças tradide de santa maria pois de avaliação e cionais esta oportunidade para ao longo des entendimento acerca reencontrar amigos cote mais de um ano lanhecedores dançarinos da arte do dançar butando junto a equie professores se mostrou pe técnica do nosso muito salutar pois en sempre mtg procutre um mate e outro na ramos estabelecer uma nova perspectiva acolhedora associação tradicionalista de avaliação e entendimento acerca da estância do minuano pudemos conversar arte do dançar que os nossos grupos de sobre uma das paixões de grande parte danças tradicionais propiciam nos mais dos tradicionalistas as nossas danças diversos palcos que se apresentam nos tradicionais gaúchas so objetivo segue uma das diretrizes de e com a necessária sobriedanossa presidência que é oportunizar que de tolerância e respeito vivenciamos um todos os interessados sobre nossas dan grande envolvimento dos presentes dos ças tenham possibilidade de debater co mais diversos rincões demonstrando um nhecer e opinar acerca da forma como a amadurecimento salutar e necessário equipe técnica do mtg pensa avalia e se e que embora exista a concorrência e a posiciona também fomentar que a base disputa de chegar na frente relembramos de toda a estrutura do movimento seja ou que todos peleamos por um único ideal a vida então nada mais justo que as entida nossa cultura des tenham um canal aberto e direto com encontro de estudos de danças tradicionais 2012 encontro de comunicadores 7º encontro de comunicadores e 2º encontro de blogueiros e twiteiros a comunicação é indispensável para qualquer organização social todo sistema organizacional viabiliza-se graças ao sistema de comunicação nele existente que permitirá sua realimentação e sua vital sobrevivência frente aos desafios e obstáculos ela vai além da transmissão de informações É um processo de estabelecimento de relações entre os interlocutores o mundo de hoje se comunica muito mais que no passado na era da informação imediata as pessoas estão mais atentas ao discurso produzido por isso é preciso ter conhecimento mas principalmente responsabilidade no que se produz de discurso com tal preocupação o movimento tradicionalista gaúcho organiza o 7º encontro de comunicadores e o 2º encontro de blogueiros e twitteiros da cultura gaúcha durante a 77ª convenção tradicionalista na cidade de guaporé programaÇÃo sábado 28/07/2012 às 14h temário a tecnologia da informação à serviço das tradições gaúchas objetivos 1 organizar rede de comunicadores blogueiros e twiteiros comprometidos com a tradição gaúcha e com o folclore do rs 2 articulação de comunicação e interatividade entre os blogueiros e twiteiros interessados na produção compartilhada de conhecimento com responsabilidade 3 compreender a importância das ferramentas da comunicação na era da informação instantânea painelistas luis grisólio do jornal o metro e cezar freitas da rbs tv local casa de cultura de guaporé as inscrições devem ser feitas antecipadamente vagas limitadas.

[close]

p. 14

14 ano x edição 131 julho de 2012 palavra de prenda julho qual a importância pra ti da conquista deste título regional oraÇÃo do amigo senhor faça que eu partilhe a vida com meus amigos que eu seja tudo para cada um deles que a todos dê minha amizade minha compreensão meu carinho minha simpatia minha alegria minha solidariedade minha atenção minha lealdade que eu os aceite e os ame como são que eu seja um refúgio poderoso e um amigo fiel faça com que permaneçamos unidosas pela nossa eternidade que essa amizade floresça sempre como um belo jardim para que nós possamos nos lembrar com gratidão que sejamos todos cúmplices de bons e maus momentos que eu possa estar presente sempre que precisarem mesmo que seja só para dizer oi tudo bem com você senhor presente em meu coração eu peço que continue a nos guiar amparar e proteger senhor obrigado pelos amigos e amigas que transformam minha vida em luz e alegria que assim seja o espaço fala tchê é um fórum de debates interativo onde mensalmente divulgaremos as ideias de nossos internautas pessoas dos mais diversos rincões do rio grande dando opiniões sugestões críticas enfim contribuindo com o tradicionalismo organizado abrindo as porteiras ah livramento me espera num finzito de tarde um olhar de saudade a mirar da janela exatamente com estes versos encerrei minha apresentação artística dentre tantas jovens participantes da 42ª ciranda cultural de prendas realizada na hospitaleira passo fundo foram prendas dos quatro cantos do rio grande que abdicando de muitas atividades entregaram-se ao encargo de bem representar suas regiões e entidades e assim fizeram orgulhando não somente suas representações mas o rio grande a todas o nosso maior reconhecimento pois bem apenas nove formaram um novo ciclo da juventude tradicionalista do estado representando a exponencial figura da mulher gaucha juntamente com os peões e guris do rs ser prenda do rio grande do sul depois de anos devotados a causa maior que nos congrega ­ o tradicionalismo é certamente o mais terno sonho acalentado por qualquer guria tradicionalista por conseguinte nos comprometemos a fazer o nosso melhor nesta nova etapa portanto amigos é com muito carinho humildade e simplicidade que nos colocamos a disposição do rio grande das regiões das entidades dos tradicionalistas em geral e principalmente das prendas e peões que neste junho assumiram seus encargos nas regiões para auxiliarmos e ajudarmos na divulgação preservação e respeito das mais caras tradições do povo gaúcho pois somente unidos poderemos e conseguiremos desenvolver um profícuo trabalho efetuando a verdadeira participação do jovem no tradicionalismo organizado sendo assim a caminhada será longa mas o tempo não para e por isso livramento se prepara para esperar a todos num finzito de tarde em maio de 2013 no brilho mais precioso das jóias deste rio grande a ciranda cultural de prendas um beijo carinhoso raquel pinheiro 1ª prenda do rs gestão 2012/2013 estar na condição de 1ª prenda da 7ª região tradicionalista é o resultado de dias e noites de muito trabalho e dedicação a causa tradicionalista que agora se intensificam na busca por um objetivo maior ter nascido gaúcha e tradicionalista é o que me faz feliz ariele cristine hannecker 1ª prenda da 7ª rt dt clube recreativo juvenil passo fundo não apenas um título mas a faixa de 1ª prenda juvenil da 1ª rt servirá como passaporte para que nesse um ano de gestão eu possa crescer dentro do tradicionalismo e como pessoa também pois acredito que todos conhecimentos adquiridos durante este percurso serão de grande valia para o meu engrandecimento cultural natália moreira 1ª prenda juvenil da 1ªrt ctg chimangos porto alegre ser prenda em si já é uma tarefa árdua representar a região missioneira impõem muita responsabilidade mas acredito que com um grupo forte e unido poderemos alcançar nossos objetivos e representar mais uma vez com excelência nossa querida 3ª rt carol ehlert 1ª prenda da 3ª rt querência crioula giruá charla campeira além de ser um passo para a realização de um sonho este título trás a responsabilidade e o dever de lutar pelo fortalecimento do núcleo de nossas tradições bem como trabalhar pelo reconhecimento de nossa cultura diante da sociedade brasileira kelly rocha 1ª prenda 1ªrt dtg lenço colorado porto alegre o pão caseiro aumentou a minha autoestima,pois pude representar com muito brilho o ctg glaucus saraiva tornando-me motivo de orgulho para mim mesmo para meus familiares e para todos os meus amigos que de uma forma ou de outra ajudaram o meu sonho se tornar realidade este título regional confirmou aquele ditado popular que preceitua ser gaúcho não é apenas uma questão geográfica mas um estado de espírito um apego a essa terra maravilhosa e uma verdadeira filosofia de vida leonardo menezes 1º guri farroupilha da 1ª rt cearense existem algumas curiosidades da viagem à cavalo que muita gente não conhece então vamos mostrar algumas curiosidades para podermos entender esse processo de viajar no tempo não só no espaço viver a tradição é poder resgatar coisas que se perdem no tempo uma delas é o pão caseiro você já comeu um pãozinho saindo do forno em casa ajudou a sovar a massa ah bons tempos na campanha que pão os tropeiros e carreteiros levavam em suas viagens vamos saber mais sobre essa maravilha da culinária gaúcha e mundial em tempos mais antigos se costumava fazer o pão em casa um dia antes se colocava o fermento de molho no dia seguinte misturava-se o fermento com a quantidade necessária de farinha de trigo aos dois ingredientes juntava-se água morna açúcar erva doce graxa e sal tudo ao gosto do padeiro sovava-se a massa até ficar macia aparecendo bo¬lhas de ar e dando estalos este era sinal de que estava pronta cortava-se a massa em pedaços conforme o tamanho do pão que ia ser feito assim lhe dava a forma desejada desta massa ainda se preparava rosquinhas e biscoi tos em formatos diversos as crianças adoravam fazer bonecos no formato das roscas depois num tabuleiro o pão descansava coberto por um cobertor para crescer quando não existiam os fermentos biológicos de hoje em dia retirava-se um pedaço dessa massa já preparada misturava-se a uma farinha e guardava como fermento para a próxima fornada fazia-se pão de milho e bolos os pães eram levados ao forno em formas não ficavam em contato direto com o piso de forno de barro este forno de barro era feito sobre um quadro de paredes de pedra no formato de uma casa de joão de barro para sustentar os tijolos da boca do forno era usada uma armação de ferro em geral de um pedaço de chapa de roda de carreta o forno era aquecido com fogo feito dentro dele depois de bem quente limpava-se o forno empurrando as brasas e com uma vassoura de guaxuma varria-se dentro colocava-se o pão tapava-se a porta do forno ao retirar quentinho era uma grande festa as mães em sua grande maioria não permitiam que as crianças comessem o pão quente dizendo que fazia mal era normal convidar os vizinhos e amigos em sinal de camaradagem.

[close]

p. 15

ano x edição 131 de orelha em pé julho de 2012 almanaque eco 15 junta fiscal do mtg orienta prestações de contas das regiões tradicionalistas a junta fiscal costuma reunir-se com os coordenadores mas na maioria das regiões quem assume esta tarefa são os tesoureiros ou os conselhos fiscais regionais e na hora da prestação de contas acabam pecando através de erros simples que inviabilizam toda uma prestação de contas e como tudo depende da ata do dia qualquer correção dependerá de nova aprovação dos patrões e isto só é possível em algumas regiões no encontro de patrões seguinte o que pode levar até dois ou três meses devido às distâncias das entidades das sedes das rt s todas estas informações que passaremos a seguir constam na coletânea o maior erro existente nas regiões é a não observância das normas sempre se fala em encontro de patrões mas as reuniões para a prestação de contas que ocorre no máximo duas vezes por ano é uma assembléia geral e a maioria dos coordenadores não o tratam assim a prestação de contas é um ato jurídico e deve ser tratada como tal 1º passo ­ a convocação quando do encontro de patrões antes do mês de junho o coordenador ou a coordenadoria deverá entregar em mãos a convocação aos patrões das entidades filiadas com o mtg com a ordem do dia data e horário do próximo encontro de patrões que na realidade é a convocação e não um convite para a assembléia geral de prestação de contas da região onde deve constar a ordem do dia o que a maioria das regiões não o fazem se é uma assembléia o primeiro assunto dever ser o principal a ­ prestação de contas semestral b ­ assuntos gerais ao iniciar a assembléia geral encontro de patrões deve ser formada a mesa as boas vindas de costume da região o hino nacional ou rio-grandense depende da região e logo a seguir a prestação de contas quando é a vez do tesoureiro regional assumir a palavra e fazer a leitura das receitas e despesas mês a mês citando o saldo do mês anterior e o saldo a transferir para o mês seguinte esta prestação de contas que o tesoureiro está fazendo a leitura já deve estar com o parecer de aprovado ou não pelo conselho fiscal da região algumas regiões repassam para os patrões uma cópia das contas que estão em aprovação após o tesoureiro fazer a leitura o coordenador assume a palavra e pergunta aos patrões ou pessoas autorizadas que estejam com a anuidade do mtg regularizada e com direito a voto se os patrões concordam com o relatório do tesoureiro se nenhum patrão se manifestar contrário o coordenador pronunciará que foi aprovado se estiverem presentes todos os patrões filiados o coordenador pronunciará que foi aprovado por unanimidade dos patrões caso esteja faltando algum patrão filiado o mesmo é aprovado por maioria dos patrões sendo que desde o início da assembléia ao secretáriao dever fazer constar na ata todos os valores citados pelo tesoureiro pois a prova concreta de uma prestação de contas é a ata o comprovante que foram os patrões filiados que aprovaram as contas é a lista de presença dos patrões com as entidades e suas respectivas assinaturas nesta lista tem que constar a data a mesma da ata e o semestre que estão aprovando que também tem que constar no início da ata e em todos os documentos que serão entregues no mtg É importante lembrar que na assembleia as únicas assinaturas que tem valor é a do coordenador e do tesoureiro que assinam o balancete a secretária e o coordenador que assinam a ata e a lista de assinaturas dos patrões que comprovam a presença dos mesmos e que aprovaram a prestação de contas algumas regiões incluem o parecer ou constam em ata que o conselho fiscal da região aprovou a contabilidade para a junta fiscal do mtg estes detalhes não são considerados pois os conselhos fiscais são somente regionais assim como a presença de autoridades tais como o presidente do mtg a prenda estadual o prefeito etc e etc estas pessoas na assembléia são simplesmente visitantes e devem assinar o livro de presença de visitantes que ficará na região após a conclusão da prestação de contas ser aprovada pelos patrões o coordenador dá por encerrado a assembléia geral e dá início ao encontro de patrões com a ordem do dia b ­ assuntos gerais pode-se encerrar a ata após a prestação de contas ou dar seqüência na mesma a partir deste momento passa para o encontro de patrões obedecendo o estatuto ou regimento da região e nesse caso as votações seguem como sempre ocorreram podendo todos os presentes assinarem a ata desde que não seja a que será entregue no mtg após a aprovação das contas o tesoureiro regional montará os balancetes dois o de resultados e o descritivo mensal com todos os lançamentos de receitas e despesas diárias isto pode ser feito posterior a assembléia devido possuir somente as assinaturas do coordenador e do tesoureiro documentos a ser entregues no mtg a ­ ofício de encaminhamento ao vice-presidente financeiro sr edson debom b ­ balancete de resultados c ­ balancete descritivo mensal com os lançamentos diários d ­ cópia original da ata e ­ lista da presença dos patrões prazos para prestar contas no mtg 1º semestre até 31 de março 2º semestre até 31 de agosto semestres 1º de janeiro a junho 2º de julho a dezembro o mtg não aceita prestações de contas trimestrais ou anuais.caso não seja apresentado o balancete descritivo mensal é necessário apresentar os documentos notas recibos e cupons fiscais para comprovar as despesas datas importantes do mês de julho 08 ­ dia do panificador 10 ­ dia da pizza e do truco 14 ­ dia universal da liberdade 16 ­ dia do comerciante 19 ­ dia nacional do futebol 20 ­ dia do amigo 25 ­ dia do colono motorista e do escritor 26 ­ dia dos avós você sabia que que em 1º de julho de 1866 há 146 anos morria antonio de souza netto em um hospital em corrientes na argentina durante a guerra do paraguai que em 30 de julho de 1906 nascia mario quintana poeta alegretense que tornou-se um dos maiores escritores do século xx que a ideia de criação do dia do amigo surgiu através do dentista e professor argentino enrique ernesto febbraro premio nobel pois o mesmo analisava que a partir da chegada do homem à lua o mundo não teria mais fronteiras deixando de existir as barreiras nos relacionamentos entre as nações independente da raça da ideologia ou da religião que o dia dos avós foi criado para homenagear os avós de jesus cristo joaquim e ana grandes personagens da histÓria giuseppe garibaldi giuseppe garibaldi nasceu em 04 de julho de 1807 em nice que na época era parte do departamento francês dos alpes marítimos foi batizado em 29 de julho de 1807 na igreja de san martino di acri e registrado como cidadão francês com o nome de joseph marie garibaldi em abril de 1833 em taganrog na rússia enquanto comandava a escuna clorinda levando um carregamento de laranjas conheceu giovanni battista cuneo de oneglia e entrou em contato com a sociedade secreta jovem itália sendo seduzido pelas ideias socialistas de henri saint-simon garibaldi se uniu a sociedade secreta jurando dedicar sua vida para libertar sua terra natal do jugo estrangeiro em novembro de 1833 encontrou-se com mazzini iniciando um relacionamento que mais tarde se tornaria problemático juntou-se à carbonária e em fevereiro de 1834 tomou parte da fracassada insurreição de gênova sendo condenado à morte por uma corte genovesa refugiou-se em marselha e em 1835 fugiu para a tunísia chegando depois ao rio de janeiro com 28 anos iniciava seu primeiro exílio foi também no rio de janeiro conheceu luigi rossetti com quem se juntou à revolução farroupilha e bento gonçalves ainda em sua prisão e obteve dele uma carta de corso para aprisionar embarcações imperiais puxando sobre rodados levaram dois lanchões artilhados com cem juntas de bois atravessaram ásperos caminhos pelos campos úmidos cada barco tinha dois eixos e quatro grandes rodas revestidas de couro cru piquetes corriam os campos entulhando atoleiros enquanto outros cuidavam da boiada foi uma epopeia em a 14 de julho de 1839 os lanchões rumaram a laguna para atacar a província vizinha em laguna garibaldi ainda conheceu ana maria de jesus ribeiro conhecida depois como anita garibaldi com quem se casaria e que se tornaria sua companheira de lutas na américa do sul e depois na itália cozinha gaÚcha 8 porções bolo de milho cremoso ingredientes 1 xícara de farinha milho média 3 xícaras de açúcar 1xícara de farinha de trigo 1 pires de queijo ralado 4 xícaras de leite 4 ovos 2 colheres sopa de manteiga 1 colher de sopa de fermento para bolo preparação misturar todos ingredientes e bata no liquidificador unte uma forma e leve ao forno quente 170 graus por 45 min receita de jorge fettermann

[close]

Comments

no comments yet