Revista Benchmarking 5a edição

 

Embed or link this publication

Description

Revista Benchmarking 5a edição

Popular Pages


p. 1

edição 5 ­ janeiro a junho de 2010 distribuição gratuíta ­ venda proibida revista benchmarking aprendendo com os detentores das melhores práticas as boas práticas pró-sustentabilidade na europa nesta ediÇÃo definido o 8º ranking benchmarking classificação será apresentada em evento fechado na fibops i cibops congresso internacional das boas práticas socioambientais com nomes expressivos dos cenários nacional e internacional 3ª fibops reunirá a massa crítica da sustentabilidade em três dias de inovações e conteúdo conheça as melhores práticas pró-sustentabilidade na europa entrevista especial com françois removille vice-presidente executivo da embaixada da frança nos eua depoimentos artigos técnicos agenda 2010 e muito mais en m ci e he a d on tur c l e do a cu dad n h a ov i l i til a n tab r pa um ten m a s co par su to

[close]

p. 2

be am nch bie ma nt rk al in br g as ile iro 2011 9º benchmarking ambiental brasileiro os melhores cases da gestão socioambiental corporativa o conhecimento socioambiental aplicado e compartilhado nas empresas e instituições brasileiras contribuindo com a construção de sociedades sustentáveis inscrições online até 30/05/2011 no site www.benchmarkingbrasil.com.br junte-se aos melhores da gestÃo socioambiental do paÍs inscreva seu case no maior banco de boas práticas socioambientais do brasil ranking benchmarking gestores e instituições que pela excelência de suas práticas são referências e exemplos a seguir programa benchmarking soluções inovadoras que melhoram o desempenho ambiental das atividades humanas um público altamente qualificado e formador de opinião tem acesso as práticas de sustentabilidade das instituições benchmarking através do livro benchmais guia de boas práticas revista benchmarking boletim e banco digital de boas práticas feira internacional para o intercâmbio das boas práticas fibops e encontros técnicos do grupo multidisciplinar de gestão ambiental gmga entre outros aproximadamente 60 mil pessoas já tiveram contato com uma das publicações banco digital ou eventos técnicos são 126 empresas rankeadas com 198 práticas selecionadas que alimentam o banco digital as publicações e a grade técnica dos eventos faça parte desta história de sucesso e inscreva seu case de excelência socioambiental para concorrer ao ranking 2011 ranking 2010 ordem alfabética agco do brasil rs agco unidade valtra do brasil sp alcoa sp alumar ma arcelor mittal brasil mg arcelor mittal tubarão es bradesco sp brasken ba cabanellos schuh advogados rs carbocloro s.a sp celulose irani sc construtora andrade gutierrez -sp duke energy sp duratex sp edp energias do brasil sp eucatex s.a sp firmenich sp instituto embratel 21 rj kinross paracatu mg llx aÇu rj moto honda da amazônia sp neoenergia rj pepsico do brasil sp sama s.a go souza cruz mg souza cruz sp suzano papel e celulose pi walmart sp realização programa benchmarking atitude responsável e competitiva www.benchmarkingbrasil.com.br bench@maisprojetos.com.br 55 11 3729-9005

[close]

p. 3

editorial a sociedade mais informada e conectada começa a entender ainda que superficialmente as interconexões do meio ambiente natural com a economia com a saúde e o bem estar e principalmente com a sua própria vida e cada vez mais consciente de seu poder de pressão e interferência acelera a adoção de práticas que trilham nesta direção práticas pró-sustentabilidade a revista benchmarking tem por principio beber na fonte do conhecimento daqueles que fazem a sustentabilidade acontecer na prática para passar a seus leitores o melhor conteúdo selecionamos especialistas e empreendedores com trajetórias inquestionáveis em relação aos resultados positivos que conseguiram para o meio ambiente natural a sociedade e a instituição do qual fazem ou fizeram parte são pessoas que deixam uma pegada positiva e por isto são referencias e modelos para nossa inspiração diária nesta edição fomos ouvir especialistas da europa um dos primeiros continentes a se preocupar com as questões socioambientais a revista benchmarking ouviu especialistas de 05 diferentes países relatando as mais inovadoras e atuais experiências pró-sustentabilidade da europa esta edição traz outras informações relevantes para seus leitores um artigo técnico sobre o poder das moedas sociais e a visão e posicionamento de especialistas e lideranças em galeria vozes da sustentabilidade apresenta em primeira mão o ranking benchmarking 2010 ainda em ordem alfabética pois a classificação no ranking só será conhecida após fechamento desta edição com os melhores da gestão socioambiental brasileira são 30 empresas selecionadas pela metodologia benchmarking ou seja avaliadas por 15 especialistas de diversos países que pontuam quesitos dos cases inscritos sem ter acesso ao nome da empresa assegurando imparcialidade e precisão ao processo e como última dica agenda com eventos técnicos de altissima qualidade boa leitura marilena lino de almeida lavorato editora da revista benchmarking expediente revista benchmarking ­ aprendendo com os detentores das melhores praticas conselho editorial marilena lino de almeida lavorato programa benchmarking ambiental brasileiro e alberto augusto perazzo fides fundação instituto de desenvolvimento empresarial e social jornalista responsável luciene balbino ­ mtb 21.818/sp colaboradores desta edição em artigos técnicos cristophe place arte da capa henrique mendes projeto gráfico one star .com gestor web henrique mendes produção executiva mais projetos impressão edelbra gráfica eletrônica www.maisprojetos.com.br/benchbrasil/revista contatos redação redacao@maisprojetos.com.br comercial comercial@maisprojetos.com.br a revista benchmarking não se responsabiliza pelos conceitos e opiniões emitidos em artigos e frases assinadas a reprodução no todo ou em parte de suas matérias só é permitida desde que citada a fonte a revista benchmarking é um periódico quadrimestral gratuito da mais projetos gestão e capacitação socioambiental

[close]

p. 4

r evista sumÁrio benchmarking aprendendo com os detentores das melhores práticas páginas verdes entrevista exclusiva com françois removille vice-presidente executivo da embaixada da frança nos estados unidos 5 12 30 33 36 41 46 49 51 matéria de capa as práticas pró-sustentabilidade no velho continente galeria vozes da sustentabilidade entrevista o pensamento de nossas principais lideranças mario sergio cortella filósofo com mestrado e doutorado em educação e professor titular da puc-sp 8º ranking benchmarking 3ª fibops os melhores da gestão socioambiental brasileira feira e congresso internacional pró-sustentabilidade artigos técnicos acontecendo agende-se moedas sociais e filantropia cebops encontros técnicos e visitas calendário mais 2010 edição 5 ­ janeiro a junho de 2010

[close]

p. 5

franÇois removille por luciene balbino sustentabilidade simplesmente a única perpectiva para o futuro da humanidade françois removille nasceu em paris e construiu sua trajetória profissional participando e coordenando missões internacionais da frança em vários países por isto tem uma visão global a respeito das inter-relação economia-sustentabilidade começou sua carreira diplomática em 1985 trabalhando para o departamento de cooperação relações técnicas e auxílio ao desenvolvimento junto à secretaria de estado da frança na mauritânia mais tarde nesse mesmo ano integrou o serviço comercial da embaixada da frança em nouakchott mauritânia onde foi responsável pela divisão industrial bem como pela organização das negociações do clube de paris entre 1989 e 1991 foi transferido para o serviço comercial da embaixada da frança em madri onde ficou encarregado pelo setor de bens de consumo em 1991 foi indicado a ocupar o cargo de conselheiro comercial adjunto junto à embaixada francesa em saigon vietnã onde foi em especial responsável pelo financiamento de projetos de 1993 a 1998 trabalhou na embaixada da frança no brasil como diretor da divisão industrial do departamento econômico e financeiro em são paulo tendo como foco particular a indústria automotiva entre 1998 e 2004 foi transferido para o serviço comercial da embaixada da frança em chicago onde ocupou o cargo de diretor da divisão da indústria alimentícia e de agronegócios nos estados unidos entre 2004 a 2006 foi nomeado como diretor adjunto do departamento da promoção comercial e parceiria de exportação junto a direção geral da fazenda e da política econômica órgão do ministério francês da economia finanças e indústria em paris em 2006 foi designado como vice presidente executivo para américa do norte junto à agência francesa para os investimentos internacionais agência francesa responsável por auxiliar empresas estrangeiras a desenvolver ou iniciar operações na frança no primeiro semestre de 2010 abriu em são paulo o escritório brasileiro da agência francesa para investimentos internacionais françois removille fala ingles português espanhol e francês é formado em administração de empresas e fez mestrados em direito público internacional e administração pública nesta entrevista ele compartilha sua visão macroeconômica cita exemplos e fornece informações valiosas para empresas e gestores comprometidos com as práticas de sustentabilidade entrevista françois removille vice-presidente executivo da embaixada da frança nos eua 5

[close]

p. 6

qual a sua visão sobre sustentabilidade e atividade humana no relatório nosso futuro a todos apresentado à onu em 1987 a norueguesa gro harlem brundtland definiu o desenvolvimento sustentável como um modo de desenvolvimento que satisfaz as necessidades das gerações presentes sem comprometer a capacidade das gerações futuras em satisfazer suas próprias necessidades acho que os objetivos do desenvolvimento sustentável são aceitos de maneira relativamente consensual no entanto sua aplicação é fonte de oposições uma das questões é saber o que se entende por sustentável ou sustentabilidade a natureza pode ser vista sob dois ângulos diferentes mas complementares de um lado existe o capital natural não renovável na escala humana como por exemplo a biodiversidade e de outro lado existem os recursos renováveis como água madeira etc assim duas concepções se opõem para mim a conscientização ecológica nasceu um pouco depois de hiroshima e cresceu ao ritmo da acho que os objetivos do desenvolvimento corrida aos armamentos nucleares e da explosão sustentável são aceitos de maneira demográfica mundial a ecologia política que nasceu no relativamente consensual no entanto sua começo dos anos 70 e que poderíamos chamar de aplicação é fonte de oposições ecologismo designando uma corrente ideológica quese construiu a partir das diferentes tendências do movimento ecologista teria quatro componentes as associações de defesa que lutam contra decisões que contrariam interesses diretos residências ameaçadas pelo trajeto de tal estrada etc e que representam uma resistência ao desenvolvimento industrial e suas conseqüências as associações de proteção das espécies naturais ou do modo de vida tradicional o ativismo revolucionário de uma parte da juventude aparição em 1968 e a ciência ecológica incluída no movimento ecologista devido suas repercussões ideológicas os vinte anos que separam a conferência de estocolmo 1972 da cúpula da terra no rio em 1992 estiveram no que se refere à tributação marcados sem dúvida por uma conscientização geral ecológica e para assegurar o do meio ambiente e das ameaças que o afetam essa desenvolvimento das eco-atividades o conscientização foi favorecida pela acumulação de governo francês criou um crédito fiscal diversas catástrofes resultado direto de falhas ou do desenvolvimento sustentável e um funcionamento do próprio sistema de produção os empréstimo a taxa zero para as obras de acidentes tecnológicos maiores de bophal 1984 melhoria energética dos prédios por seveso 1986 ou tchernobyl 1986 as catástrofes outro lado o governo planeja introduzir ecológicas do torrey canyon 1967 e do amoco-cadiz 1978 o buraco na camada de ozônio o efeito estufa em 2010 uma taxa carbono para as chuvas ácidas e o desmatamento incontrolado são orientar o consumo de energias limpas exemplos que marcaram o público e contribuíram para dos lares e das empresas criar um a emergência de uma consciência ambiental mercado de novos produtos respeitando mesmo se a crítica ao progresso material não é recente o meio ambiente e estimular a inovação ela se apóia hoje sobre dados cada vez mais verificáveis durante muito tempo o progresso foi considerado o melhoramento da sociedade em todos os seus aspetos principalmente políticos econômicos e sociais acho que seu recente questionamento o qual criou uma conscientização generalizada do estado do planeta e dos limites do progresso não deveria porém induzir seu desaparecimento entrevista françois removille vice-presidente executivo da embaixada da frança nos eua 6

[close]

p. 7

sua trajetória profissional registra uma significativa e intensa atividade na área diplomática mais especificamente junto ao desenvolvimento econômico e relações comerciais dos países em sua opinião a partir de quando as questões ambientais ganharam corpo nas tratativas econômicas comerciais entre países como mencionado anteriormente a conscientização ambiental apareceu no final da segunda guerra mundial os primeiros órgãos internacionais dedicados à proteção da natureza foram criados depois da guerra em 1948 a união internacional para a conservação da natureza e dos recursos naturais foi fundada com a ajuda da unesco com o objetivo de auxiliar a conservação da integridade e biodiversidade da natureza e assegurar que todo e qualquer uso dos recursos naturais fosse eqüitativo e ecologicamente sustentável porém durante muito tempo os problemas ambientais não foram abordados nas relações internacionais e em particular nas comerciais a proteção ambiental era considerada um fator não econômico na mesmo se a crítica ao progresso material não é recente ela se apóia hoje sobre dados cada vez mais verificáveis durante muito tempo o progresso foi considerado o melhoramento da sociedade em todos os seus aspetos principalmente políticos econômicos e sociais acho que seu recente ques tionamento o qual criou uma conscientização generalizada do estado do planeta e dos limites do progresso não deveria porém induzir seu desaparecimento primeira cúpula da terra realizada em estocolmo em 1972 os países presentes propuseram um plano de luta contra as diversas formas de poluição e a favor da proteção vigilante da natureza sugerindo também um plano de ação contra o subdesenvolvimento baseado numa transferência significativa de recursos técnicos e financeiros para o terceiro-mundo falou-se de ecodesenvolvimento principio fundado na utilização judiciosa dos recursos humanos e naturais em escala local e regional hoje numerosos conflitos comerciais têm motivos ambientais um deles foi o embargo americano sobre o atum mexicano por causa do uso de redes derivantes que causou a morte de muitos golfinhos penso que a eco-92 no rio de janeiro foi o ponto inicial da conscientização ambiental nas relações comerciais internacionais durante essa conferência foiproposto formalmente o princípio da precaução um dos princípios fundamentais do direito ambiental a criação do comitê do comércio e do meio ambiente da omc em 1994 foi um passo suplementar realizado a favor das questões ambientais nas relações comerciais internacionais nestes 25 anos de atuação na área diplomática do governo francês esteve em países de diferentes estágios de desenvolvimento por favor fale-nos a respeito das principais diferenças em se tratando de tecnologias limpas e práticas pró-sustentabilidade efetivamente estive em quatro continentes e em era pós eco-92 onde é perceptível uma verdadeira países muito diferentes em termos de conscientização ambiental e a realização de ações desenvolvimento em alguns a prioridade era concretas em favor do desenvolvimento sustentável tentar achar um caminho para sair da pobreza e francamente não havia consciência ambiental em o brasil é a oitava economia mundial e se outros existia uma pressão internacional para recuperou muito rapidamente da crise tentar proteger algumas espécies vegetais econômica por outro lado mesmo com um ameaçadas e reduzir o ritmo do desmatamento mercado interno gigantesco várias empresas entre 1993 e hoje estive no brasil nos estados brasileiras estão no processo de unidos e na frança esse período coincidiu com a internacionalização entrevista françois removille vice-presidente executivo da embaixada da frança nos eua 7

[close]

p. 8

o brasil por exemplo sempre foi pioneiro em relação aos biocombustíveis o etanol apesar de ser alvo de uma série de discussões é menos poluente do que os combustíveis fósseis mas sua produção tem grande impacto no meio ambiente os softwares que permitem uma injeção bicombustível flex total nos motores de carros com qualquer porcentagem de álcool foram desenvolvidos no brasil existem também novas tecnologias desenvolvidas por empresas desses três países para reduzir a emissão de gases de efeito estufa como por exemplo o uso da biomassa na geração elétrica a frança criou a sistematização do uso de painéis solares nos tetos dos prédios públicos e comerciais e atualmente desenvolve novas tecnologias para utilização dos resíduos orgânicos dos frigoríficos na produção de óleo diesel e os estados unidos desenvolvem as eólicas enfim a lista é longa e isso me convence que o mundo está no caminho certo para achar soluções tecnológicas que não somente respeitem o meio ambiente mas também que ajam a seu favor tem conhecimento de alguma política de incentivo comercial com foco em sustentabilidade que já tenha produzido resultados concretos ou em sua opinião ainda estamos na fase dos debates reflexões e formulações em 1992 a união européia lançou o rótulo ecológico europeu eco-label com o objetivo de ajudar os consumidores europeus a escolher produtos mais ecológicos e que respeitem o meio ambiente com exceção de alimentos e medicamentos evidentemente esta medida influenciou o comportamento dos consumidores europeus e consequëntemente as relações entre os diferentes atores fabricantes distribuidores e consumidores em 2007 o ministério do meio ambiente da frança meedat lançou o processo grenelle do meio ambiente grenelle de l environnement que envolveu todos os setores da sociedade em torno do compromisso de criar uma nova gestão da ecologia e do desenvolvimento sustentável com isso em mente as empresas do setor do meio ambiente foram convidadas a desenvolver soluções inovadoras para cada desafio a partir dessas idéias nasceu um novo quadro legislativo e a primeira lei grenelle foi promulgada em agosto de 2009 para acompanhar concretamente os compromissos e objetivos gerais das conclusões do processo grenelle do meio ambiente a médio e longo prazo essa lei se refere aos setores imobiliário energético dos transportes biodiversidade gestão de lixos saúde e planejamento governamental varias ferramentas fiscais e regulamentares estão previstas para alcançar esses objetivos o principal objetivo do processo grenelle do meio ambiente é dividir por quatro as emissões de gases de efeito estufa na frança até 2050 o consumo de energia procedente das energias renováveis deve passar de 10 em 2009 a 23 em 2020 confrontados à crise econômica os europeus investiram em iniciativas verdes mais da metade das iniciativas e incitações financiadas pela união européia serviu objetivos ambientais entrevista françois removille vice-presidente executivo da embaixada da frança nos eua 8

[close]

p. 9

em 2010 estará dirigindo o escritório brasileiro da agência francesa para os investimentos internacionais qual foi a principal motivação para a abertura deste escritório no brasil chegarei a são paulo em meados de maio para abrir e dirigir o escritório brasileiro da agência francesa para os investimentos internacionais afii estarei ligado ao chefe dos serviços econômicos da frança no brasil a afii promove e facilita investimentos internacionais na frança e possui uma rede que opera em todo o mundo em parceria com agências regionais francesas de desenvolvimento a agência trabalha para oferecer aos investidores internacionais oportunidades de negócios e serviços sob medida por toda a frança a escolha do brasil era óbvia o brasil é a oitava economia mundial e se estados ou países e porque a cidade de são paulo recuperou muito rapidamente da crise econômica por outro lado mesmo com um mercado interno gigantesco várias empresas brasileiras estão no processo de internacionalização só na europa 65 projetos brasileiros se instalaram desde 2003 hoje existem 20 empresas brasileiras na frança num total de mais de 22 mil empresas estrangeiras que têm operações por lá no brasil são 400 empresas francesas instaladas como disse recentemente o presidente da afii o embaixador david appia essa é uma via de mão dupla e agora buscamos melhorar nosso trânsito na área de investimentos este é o primeiro escritório da agência no país ou no continente américa latina ou já existem em outros o brasil será o primeiro país da américa do sul a receber essa agência governamental francesa que será também o primeiro escritório no hemisfério sul hoje temos escritórios em 21 países na europa na américa do norte e na Ásia trabalhando para atrair capital estrangeiro de longo prazo para a frança em relação a são paulo mesmo se o escritório da afii é um serviço da embaixada os nossos clientes são as empresas era então evidente ficar próximo a elas a escolha foi puramente matemática já que o maior número de empresas está no sudeste e mais especificamente em são paulo penso que a eco-92 no rio de janeiro foi o ponto inicial da conscientização ambiental nas relações comerciais internacionais durante essa conferência foi proposto formalmente o princípio da precaução um dos princípios fundamentais do direito ambiental a criação do comitê do comércio e do meio ambiente da omc em 1994 foi um passo suplementar realizado a favor das questões ambientais nas relações comerciais internacionais quais os planos investimentos e expectativas do escritório brasileiro da agência francesa para investimentos internacionais para 2010 em fevereiro de 2010 a afii lançou um plano de comunicação direcionado com o objetivo de aumentar a conscientização de investidores estrangeiros sobre a facilidade de se fazer negócios na frança a campanha frança ­ espere mais está centrada nos depoimentos dos dirigentes de empresas embraer no caso do brasil para destacar as vantagens específicas oferecidas pelo ambienteregulatório e tributário da frança os recursos humanos altamente qualificados e produtivos da excelente infra-estrutura industrial energética e de transportes e sua posição estratégica para servir os mercados europeus dando continuidade ao redirecionamento da rede da afii esse plano de comunicação se direciona principalmente aos grandes países emergentes como brasil china e Índia e a turquia os países do golfo pérsico e os estados unidos minha primeira tarefa será a coordenação dessa campanha junto com o escritório da ogilvy no brasil agência escolhida para assessorar a afii nesse plano de comunicação entrevista françois removille vice-presidente executivo da embaixada da frança nos eua 9

[close]

p. 10

minhas outras prioridades serão os contatos no brasil primeiramente com os nossos parceiros como a câmara de comércio frança-brasil ou a agência de promoção das exportações do brasil apex com a qual a nossa agência assinou um mou em junho do ano passado ­ e também com os diversos órgãos oficiais federais estaduais ou da sociedade civil cujas atividades estão relacionadas à internacionalização das empresas brasileiras como o bndes ou a confederação nacional da indústria e as diversas federações e sindicatos que a constituem finalmente e sem dúvida alguma com as empresas brasileiras que representam o aspecto mais importante do trabalho da afii em sua opinião o que podemos esperar em termos de inovações tecnológicas das iniciativas privada e pública pró-sustentabilidade nos próximos anos não sou um especialista em inovação porém na frança o crédito fiscal pesquisa dispositivo de incitação fiscal para as atividades de p&d das empresas o mais atrativo da europa e os 70 pólos de competitividade que estimulam as iniciativas privadas e públicas em favor da inovação favorecem a aparição de novas tecnologias pró-sustentabilidade esse crédito fiscal pesquisa cfp ou cir em francês permite um abate no imposto de renda das empresas equivalente a 50 das despesas de p&d no 1º ano 40 no 2º ano 30 nos anos seguintes até 100 milhões de e 5 acima deste teto a taxa do cfp é duplicada para a p&d realizada com laboratórios públicos o crédito fiscal não é limitado e é calculado sobre o volume anual de todas as despesas em p&d salários encargos sociais de funcionamento amortizações patentes no que se refere à tributação ecológica e para assegurar o desenvolvimento das eco-atividades o governo francês criou um crédito fiscal desenvolvimento sustentável e um empréstimo a taxa zero para as obras de melhoria energética dos prédios por outro lado o governo planeja introduzir em 2010 uma taxa carbono para orientar o consumo de energias limpas dos lares e das empresas criar um mercado de novos produtos respeitando o meio ambiente e estimular a inovação o processo grenelle do meio ambiente prevê a criação no final de 2010 de uma dezena de pólos de competitividade dedicados a eco-tecnologia desses incentivos nascerão evidentemente novas tecnologias inovadoras centradas na sustentabilidade e na proteção ao meio ambiente qual a expectativa de crescimento para produtos e processos mais limpos na europa nos próximos anos o faturamento das eco-indústrias européias é de 227 bilhões de 2,2 do pib europeu e 30 do faturamento mundial do setor elas empregam 3,4 milhões de pessoas confrontados à crise econômica os europeus investiram em iniciativas verdes mais da metade das iniciativas e incitações financiadas pela união européia serviu objetivos ambientais 40 bilhões de já foram injetados pelo executivo europeu para criar empregos verdes acrescentando os investimentos realizados pelos governos nacionais chegamos a 90 bilhões de de investimentos verdes na frança o plano de relançamento da economia dedicado ao crescimento econômico verde representa investimentos do governo de 45 bilhões de 35 dos investimentos previstos entre hoje e 2020 em termos de expectativa de crescimento os dados variam segundo as fontes a produção elétrica fotovoltaica no mundo por exemplo passará de 3.697 mw em 2005 a 66.400 mw segundo a eurostaf ou 205.200 mw segundo a greenpeace em 2020 no caso francês o mercado ligado à eficácia energética e ao desenvolvimento de energias renováveis faturou 57 bilhões de em 2009 contra 50 bilhões de em 2008 ou seja houve um crescimento de 14 em um ano em termos de empregos diretos esse setor passou de 210.000 em 2006 a 300.000 em 2009 +42,9 em três anos entrevista françois removille vice-presidente executivo da embaixada da frança nos eua 10

[close]

p. 11



[close]

p. 12

as práticas pró-sustentabilidade do velho continente matéria da capa as práticas pró-sustentabilidade do velho continente 12

[close]

p. 13

as iniciativas de sucesso na europa em 07 exclusivas entrevistas empresas e empreendedores são locomotivas do desenvolvimento contribuindo com a criação de emprego distribuição de riqueza coesão econômica e social das comunidades geográficas em que se inserem por isto a sociedade está sempre atenta as suas inovações de alguma forma elas indicam o formato social ambiental e economico do desenvolvimento que está sendo construído a europa talvez tenha sido o primeiro continente a se preocupar com as questões socioambientais e por isto foi escolha para esta matéria de capa a revista benchmarking ouviu especialistas de 07 diferentes países relatando as mais inovadoras e atuais experiências pró-sustentabilidade da europa vivemos a primeira década do milênio e precisamos da inovação para os desafios ambientais que enfrentamos por isto a frase do ex-presidente estadunidense john kennedy cai como luva para esta matéria os problemas do mundo não podem ser resolvidos por céticos ou cínicos cujos horizontes se limitam às realidades evidentes temos necessidade de homens capazes de imaginar o que nunca existiu por marilena lino de almeida lavorato editora da revista benchmarking a singularidade da enviu encontra-se em uma combinação de características a qual mistura inovação sustentabilidade e empreendedorismo segundo eles mesmos destacam suas características únicas incluem -uma organização profissional da rede internacional -são dirigidas por jovens para jovens -criação de oportunidades de negócio sustentável com o objetivo de ajudar a resolver as grandes questões sociais e ambientais -utilização de open-source e de inovação aberta métodos -emissão dirigida impacto dirigido ao invés de fins lucrativos -se baseiam em uma estratégia de não-disperdício pretendemos fazer pelo menos um pouco de lucro para nos permitir operar independentemente dos subsídios enquanto investimos todo o lucro feito em mais projetos para continuar a nossa missão o que podemos esperar da sociedade em termos de inovação e mudanças no estilo de vida sobre os desafios do aquecimento global e a falta de recursos naturais É óbvio que temos de fazer as coisas de outra maneira temos que ser inteligentes para manter a nossa qualidade de vida atual você não tem que stef van dongen enviu holanda a enviu inovadores em sustentabilidade é uma organização de network internacional feita por jovens e para os jovens empreendedores a enviu apoia e gera idéias wow que dizem respeito ao empreendedorismo inovador e sustentável e as faz acontecer fazemos isso através da criação de empresas e negócios inovadores e sustentáveis enviu tem sede na holanda mas tem uma rede internacional de jovens empreendedores criativos jovens profissionais e estudantes e os tomadores de decisão do futuro próximo que compartilham suas redes experiência e tempo para trabalhar no sentido de uma economia que cria valor para as pessoas e planeta matéria da capa as práticas pró-sustentabilidade do velho continentes 13

[close]

p. 14

ser altamente educados para descobrir que o nosso atual estilo de vida é finito eu acho que se apenas 20 da população da Índia china e brasil que agora está ganhando 2-3 dólares por dia começar a ganhar 10 dólares por dia certamente terá um pedágio enorme em nossa energia e abastecimento de recursos assim as inovações verdes são a oportunidade a tecnologia capital e recursos estão disponíveis É tudo uma questão de escolhas e liderança para trazer nossas sociedades para o próximo nível aqui na holanda mas ainda mais no brasil com sua economia em rápido crescimento você verá mais e mais jovens empresários criando empreendimentos sustentáveis o governo holandês está colocando em prática programas para incentivar a inovação sustentável na holanda e exportá-lo enviu está também a cooperar com o governo para estimular a inovação sustentável nós também organizamos projetos de inovação aberta para as empresas e investidores que gostariam de gerar idéias para inovações de negócios sustentáveis e transformálos em realidade como um empreendedor o que fez você se interessar por inovações em sustentabilidade e quanto tempo você trabalha nesta área após a obtenção do meu mba e de ter trabalhado durante seis anos na indústria de serviços financeiros senti que ganhar dinheiro por causa de dinheiro não era o meu caminho a percorrer eu acreditava firmemente na necessidade de mudança para um novo tipo de economia combinando isso com a minha paixão pela natureza e as minhas raízes vindo de uma família de empresários eu comecei eu acho que essa geração de empresários sente o senso de urgência e entende que os desafios sociais e ambientais na nossa frente são grandes demais para resolver por algumas partes individuais precisamos construir coalizões incomuns e redes mundiais temos de construir parcerias entre as instituições de conhecimento negócios governo e sociedade civil temos que pensar fora da caixa partilhar a nossa experiência redes tempo e dinheiro para criar e desenvolver as idéias mais brilhantes que possam garantir que o homem possa sobreviver e é exatamente isso o que fazemos na enviu e por isso que eu comecei a enviu cria e desenvolve inovações sustentáveis e traz as inovações para o mercado através de arranque de empreendimentos sustentáveis fazemos isso com um grande grupo de jovens que unir forças para buscar o nosso startups da terra enviu inovadores em sustentabilidade uma iniciativa da qual você é o fundador e diretor foi criada em 2004 como uma proposta muito distinta você poderia nos contar um pouco sobre isso a missão da enviu é inspirar envolver e fazer as coisas acontecerem as palavras-chaves são inovação aberta e co-criação ao iniciar empresas rentáveis inovadoras e inspiradoras como o projeto tuktuk híbridos e sustainable dance club o nosso objetivo é inspirar os outros e levá-los a participar na nossa organização a comunidade é o coração da enviu e portanto muito importante nossa rede especialmente as redes locais são de grande importância para a realização dos projetos e serviços enviu wow estamos apoiando e gerando idéias wow que visam provocar e acelerar a mudança disruptiva em uma indústria ou impulsionar uma indústria para a sustentabilidade em seu núcleo as idéias wow são inovadoras e soluções sustentáveis para um problema social ou ecológico eles são escaláveis e reutilizáveis isso significa que o conceito se aplica em outros lugares mas a maioria de todas as idéias inovadoras são um desafio para os jovens a matéria da capa as práticas pró-sustentabilidade do velho continente 14

[close]

p. 15

partilhar o seu tempo contatos experiência e dinheiro para fazerem estas idéias decolarem você poderia nos dar alguns exemplos práticos das principais realizações enviu e avanços nestes seis anos de existência -tuk-tuks na Índia objetivo aumentar a qualidade de vida das dezenas de milhões de motoristas de tuk-tuks híbridos na Ásia começando na Índia proporcionando uma solução tecnológica que irá aumentar a eficiência de combustível redução dos custos de combustível reduzir a emissão e prestação de serviços para conectar os condutores comunidade a economia formal e reduzir a dependência dos agiotas corruptos -clube de dança sustentável objetivo reduzir o impacto da cena clubbing global mas o mais importante fornecer um argumento para a mudança de paradigma e um conceito desafio inspirador de sustentabilidade para os jovens contemporâneos pessoas planeta festa -casas de acesso livre objetivo aumentar a qualidade de vida através do acesso à propriedade privada de habitações flexíveis e sustentável para as comunidades pertencentes aos grupos econômicos baixos moradores de favelas ao redor do mundo em todos os exemplos jovens de todo o mundo se reúnem em uma comunidade global em torno do projeto e compartilham conhecimentos contatos tempo e dinheiro para vir para cima com as inovações tecnológicas e sociais e soluções de negócios eles fazem isso porque querem fazer parte desse movimento pioneiro construir seu currículo desenvolver suas habilidades e querem se divertir em todos os casos o desafio é coordenar este processo de inovação aberta ampliar o negócio e trazer a tabela para dentro do auto-interesse das grandes empresas estabelecidas ou que efetivamente a manobra em torno deles a enviu trabalhar apenas na holanda ou tem representantes em outros países em caso afirmativo quais países enviu tem sua sede em roterdã na holanda mas trabalhamos em todo o mundo se apoiamos um projeto wow em um país nós procuramos financiar e construir uma equipe de projeto local neste país atualmente temos start-ups na holanda gana e Índia antes dos últimos projetos começamos uma organização no sul do chile esperemos que em breve chegaremos ao brasil nossa empresa de inovação e serviços também trabalha em uma escala global eles oferecem serviços de inovação aberta trendwatching e serviços de conhecimentos no domínio da inovação sustentável para as empresas ongs e governos conte-nos um pouco sobre experiências bemsucedidas pró-sustentabilidade que têm ocorrido no seu país recentemente alguns exemplos interessantes a seguir são -smart grid qurrent.com -lanchas solar czeers.com -fast tecnologia de baterias de carga epyon.nl É interessante ver que em um nível nacional algumas grandes empresas se unem no green business association groene zaak eles formam um grupo de interesse como a grande organização patronal vno ncw e ter uma voz grande na política holandesa você acha que a comunicação e a educação estão cumprindo seu papel de informar e educar as pessoas para uma nova configuração da escassez global e mudança climática co-criação compreensão da cultura juvenil sob demanda e atender o que está nela para mim são elementos-chave bem é assim que funciona pelo menos na europa talvez no brasil isso seja diferente mas minha experiência é que se você desafiar os jovens através da educação e da mídia contemporânea grandes coisas podem acontecer colaboração pró-ativa entre as instituições de conhecimento e as empresas podem dar resultados surpreendentes para lhe dar um exemplo de como nós trabalhamos através do uso eficaz da rede enviu mais de 200 membros participaram uma estreita cooperação com diversas universidades matéria da capa as práticas pró-sustentabilidade do velho continente 15

[close]

Comments

no comments yet