Edição 36 do jornal Comunitário O Samburá

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Comunitário O Samburá

Popular Pages


p. 1

o samburÁ barra de caravelas bahia ano iii ediÇÃo nÚmero 35 tiragem 2.000 exemplares jornalosambura@gmail.com mensal período maio/junho 2012 jornal comunitário o samburá comemora seu terceiro aniversário com festa e oficina de comunicação a escola municipal josé luiz de souza foi palco do encontro festivo comemorativo dos 3 anos de existência do jornal comunitário o samburá oficina de manutenção e reparo de instrumentos musicais pág 02 meninas boas de bola uma prática que tem crescido bastante no brasil é o futebol feminino porém para chegar até o patamar atual teve que enfrentar muitos desafios leia mais na pÁg nesta edição veja também resex do cassurubá comunidade em abrolhos tirinha ecológica festa de santo antônio homenagem às mães mãos que transpiram arte 05 e muito mais

[close]

p. 2

o samburá seja um elo dessa corrente queremos em plena a semana do rio+20 o maior encontro ambientalista do mundo a equipe do jornal o samburá presenciou um descaso com o meio ambiente nós que temos orgulho de nossas praias tanto pela beleza como pela vegetação preservada em alguns momentos ficamos tristes com as atitudes de descaso com as águas e principalmente com a nossa praia quem desce o porto da barra na parte principal onde ficam ancoradas as embarcações e onde acontece a maior movimentação dos pescadores marisqueiras e frigoríficos tem ficado a cada dia mais assustado com a enorme quantidade de lixo que se mistura com a vegetação são cascas de camarão cascos de siris cabeças de peixes e outros resíduos da pesca o que torna aquele espaço um grande lixão e passatempo ideal para os urubus e nós humanos como nossas praias mais limpas alarmante a situação do ribeiro da ponte nova onde muitas pessoas jogam ali restos de alimentos entre outros tipos de lixo e olha que as mesmas pessoas que fazem isso são as que mais utilizam aquele caminho para desenvolverem suas atividades diárias em países da europa quem joga um simples papel de bala no chão paga multas altas será que no brasil isso funcionaria será que em caravelas isso funcionaria e a barra será que seriamos capazes de assumir esse compromisso não com a justiça mas com nós mesmos que precisamos e merecemos respirar ar puro e continuar usufruindo da beleza de nossa localidade o potencial turístico daqui pode ir por água abaixo se continuarmos agindo dessa forma o que é irresponsabilidade com nós mesmos e também com o futuro pense nisso ficamos diante dessa situação de quem é a culpa certamente não é somente da prefeitura a culpa é de todos nós tanto daqueles que jogam quanto daqueles que se calam jogar lixo na praia na rua ou em qualquer outro lugar que não seja a lixeira é uma tremenda falta de educação mais até é um desrespeito para com o outro e principalmente para com a natureza o que fazer para mudar essa situação cobrar dos governantes uma política mais eficaz de recolhimento de detritos investir na conscientização das crianças e jovens ensinando a importância de cuidarmos com mais carinho e responsabilidade do meio ambiente e também realizar constantes ações de conscientização com toda população devemos assumir nossa parcela de culpa e claro sermos fiscais defendendo a nossa saúde e a beleza do lugar além da praia está porque a aroeira está diminuindo o jornal o samburá vem trazer novamente este tema pois o texto publicado no ano passado rendeu um trabalho muito interessante feito pelos alunos do 7º ano da escola municipal josé luiz de souza junto com a professora de ciências aniela moretti manço o projeto fez parte do programa professores no parque durante as atividades do projeto os alunos conheceram o projeto manguezal e o viveiro de mudas tadeu mussi de andrade recebendo noções sobre conservação da natureza na escola trabalharam com a reportagem aroeira movimenta mercado nacional e internacional publicada em maio de 2011 após a etapa de sensibilização os alunos fizeram entrevistas e produziram gráficos além de desenhos e rimas veja uma poesia na página 8 entre as respostas dos entrevistados a maioria respondeu que notou que a quantidade de aroeira diminuiu na barra disseram que para não diminuir a quantidade de aroeira deve-se somente cortar as pontas da árvore no entanto alguns responderam que cortam os galhos inteiros muitos não sabem pra onde vai a aroeira que o comprador leva a maioria também disse que tem medo de animais peçonhentos de subir no pé e a distância para trazer os sacos também é ruim também se notou que a maioria dos entrevistados nunca ouviu falar de cooperativa de aroeira e nunca leram cartilha sobre a forma correta de se pegar com a pesquisa os alunos concluíram que é importante deixar frutos nas árvores para os pássaros se alimentarem e fazerem dispersão cortar só as pontas dos galhos das árvores para não diminuir a quantidade de aroeira no próximo ano que para evitar acidentes o correto é usar roupas adequadas para ir pegar aroeira e também usar um gancho evitando subir no pé que muitas pessoas que pegam aroeira não sabem que pode utilizá-la como tempero que é valorizado no exterior e que é importante a organização da comunidade para aumentar o valor da aroeira e diminuir as dificuldades estes resultados mostram que a comunidade da barra necessita de mais informações para acontecer uma melhoria na atividade de coleta de aroeira e até mesmo para aumentar a renda É importante também lembrar que a aroeira encontrada em nossa região é de alta qualidade pois produzida por árvores nativas e livre de pragas e doenças vamos valorizar o que é nosso tirinha da florinha página 2 o samburá

[close]

p. 3

o samburá jornal comunitário o samburá comemora seu terceiro aniversário em comemoração aos 3 anos de existência do jornal o samburá aconteceram diversas atividades no dia 06 de junho teve oficina de comunicação comunitária com os alunos do 9º ano da escola josé luiz de souza o objetivo desta atividade foi ensinar os jovens a produzir informações e ler as noticias de modo mais crítico e assim entender a importância da comunicação comunitária no âmbito social e sua utilização como ferramenta de cidadania os alunos escolheram a pauta e saíram pelas ruas da comuni dade de barra de caravelas escreveram suas próprias matérias e aprenderam noções de diagramação criando assim um informativo com o nome de voz estudantil já no dia 09 de junho a escola municipal josé luiz de souza foi palco do encontro festivo com exibição de filme e bolo para o brilhantismo do encontro contamos com a colaboração dos corais nossa senhora da conceição josc grupo de teatro o bando da lua filarmônica lira imaculada conceição e exibição de vídeo na oportunidade a equipe falou da importância do jornal e o crescimento do mesmo contando um pouco de sua história em relação à comunidade pesqueira relacionando o nome do jornal aos bravos homens do mar pois o samburá é um utensílio de pesca muito usado pelos pescadores como desde seu início o jornal foi abraçado pela comunidade e parceiros aproveitamos o momento para agradecer a todos que participaram conosco desse ato como a direção da escola josé luiz e reafirmar que o jornal é da comunidade por isso barrenses orgulhem-se flic traz alternativas para jovens com oficina de manutenção e reparo de instrumentos musicais promoveu a recuperação e manutenção de alguns dos instrumentos musicais das bandas participantes da atividade dito melgaço atual responsável pela iniciação musical dos alunos da flic contou que durante os 2 dias de oficina além do aprendizado das técnicas o ganho maior foi com a recuperação de 2 instrumentos sax alto e clarineta e análise de mais 5 instrumentos que serão consertados pelos alunos estes instrumentos estavam sem utilização devido a problemas de empeno vazamentos necessidade de troca de peças o que prejudicava as atividades devido à carência de instrumentos para novos alunos os alunos compareceram com 100 de interesse o que nos surpreendeu pois estamos trabalhando com uma faixa etária bem especial e a participação de todos foi nota 10 contou ainda vanessa santana articuladora local do projeto na rota da música vanessa o samburá a filarmônica lira imaculada conceição ­ flic com o patrocínio do instituto votorantim e a fibria promoveu nos dias 16 e 17/06 na sua sede uma oficina sobre manutenção e reparo de instrumentos musicais voltada para jovens de 15 a 29 anos a atividade reuniu 26 alunos entre aqueles atendidos pela flic outros músicos da nossa comunidade e alunos da filarmônica lira santo antônio flisa de caravelas além do treinamento para formação de futuros monitores a atividade falou também da importância do aprimoramento da aprendizagem e a própria valorização da cultura local pois se nós conseguirmos cuidar de nosso próprio patrimônio provavelmente a cultura não acabará o instrutor hamide araújo que veio de salvador e tem longa experiência com o tema pois lecionou nas oficinas itinerantes da antiga casa das filarmônicas abraçou a iniciativa e em entrevista ao jornal o samburá falou que a atividade é uma semente que poderá dar muitos frutos mais um módulo com este tema acontecerá no mês de setembro até o mês de dezembro acontecerão também diversas outras atividades como oficinas de construção de instrumentos musicais danças brasileiras sonorização de histórias e cinema entre outras para saber mais é importante fazer uma visita na sede da flic que fica na praça ary leite centro da comunidade de barra de caravelas as oficinas são gratuitas página 3

[close]

p. 4

o samburá portaria do instituto chico mendes cria conselho deliberativo da resex do cassurubá a oficialização da criação do conselho deliberativo da reserva extrativista resex de cassurubá aconteceu no dia 9 de maio quando foi publicada no diário oficial da união a portaria número 54 a posse do conselho deliberativo é uma etapa importante para a consolidação da reserva extrativista isso porque ele corresponde a um grupo formado por diferentes segmentos da sociedade que possuem a missão de contribuir com ações voltadas ao efetivo cumprimento dos seus objetivos de criação e implementação do plano de manejo da unidade para toda caravelas e região este momento representa mais uma vitória na luta dos moradores pelo seu território quem sÃo os conselheiros dos ÓrgÃos pÚblicos icmbio/mma cepene/ibama inema bahia pesca ebda prefeitura municipal de caravelas/ba prefeitura municipal de nova viçosa/ba câmara municipal de caravelas/ba da sociedade civil beneficiários da comunidade barra velha i beneficiários da comunidade barra velha ii beneficiários das comunidades perobas telhas tribaúna e bom jardim beneficiários das comunidades caribê de cima caribê do meio caribê de baixo martins tucunzeiro e largo beneficiários das comunidades rio do macaco lopes jaburuna e massangano beneficiários da ilha da caçumba beneficiários das comunidades tapera miringaba e rio do poço beneficiários das comunidades calabouço e cupido colônia z-29 associação de marisqueirosas aquicultoresas e pescadoresas de nova viçosa/ba colônia z-25 associação dos marisqueiros de ponta de areia e caravelas ­ ampac pescadores e marisqueiras da barra de caravelas/ba colônia z-24 sindicato dos trabalhadores rurais de caravelas str/ba conservação internacional sendo titular e ibj sendo suplente ecomar sendo titular e movimento cultural arte manha sendo suplente e a associação dos produtores de floresta plantada do estado da bahia abaf a posse dos conselheiros da resex do cassurubÁ será no dia 1° de julho de 2012 em barra velha de nova viçosa o transporte de caravelas para lá será feito no catamarã jaburuna e outros barcos saindo às 6:30 do kitongo e do cais municipal haverá almoço lançamento da cartilha senhores do conselho do mapa vida comunitária na resex cassurubá e outras manifestações culturais haverá atividade com as crianças nÃo percam programa de rádio e as ações de educação ambiental e comunicação da resex do cassurubá e dragagem do canal do tomba mural do extrativista m o c.l i a mt o h s al evarac acsepa :l i a m eolepuo 9 9 3 2 7 9 2 3 3 7 e n of eletods é v a rt asedadi vit asasre vi dsaerbosse õ ç a m r of ni rassaper á redopl at n ei bmao ã ç acudeede pi uqea esser et ni mahn et osac el il a r oti d e n ebrosseforpo ã ç adnufamoce et ropseeom si rute et n ei b maoiem o ã ç acudeed si a pi ci nums ai ratercessamoc ai r e c rapme soedí vedse õ ç atneserpasada zi laerodneso ãt s e r o -i amadniao cil b ú p m u ri g ni taarap s a ri ei vanacedsa ri e u q si r amesarodacsepsere hl umsado rt nocne ii oarap uabmur ocede á burussacodxeseradsarodacsepesa ri e u q si r amsamoc oi b m â c r et ni muuo zil aeramargorpoeserehlumsads ê m o i of o ç rameds ê m o odarg et n i ot n e mi vl ovnesedoarapsetnegaodnamr of meveuq r a ni mregoomocsamarg orpme xeseramocsodi vl ovne s oi r áti numocedo ã ç r e s ni aodnati li cafs ai recrapuo zil aeramargorpo onaetse sedad -i vonsa ti ummocerpmes h 0 0 2 1 s à h 0 0 1 1 e d s a ri e f satniuqsasadotec et nocaam ar g or p o 9 4 0 1 mfam it Ó o i d á ranraon á tseeuqoid á redamargorpoodn at ucses ai r á idsedad -i vit asausra cit arpmedopsaossepsalirbaeds ê moedsedpágina 4 a reserva extrativista do cassurubá está instalando 6 murais em pontos estratégicos da unidade onde semanalmente serão atualizados conteúdos como previsão do tempo tábuas de maré resultados de pesquisas agenda de reuniões e outros eventos além de dados sobre a dragagem do canal do tomba a ideia surgiu durante as oficinas de planejamento participativo da educação ambiental e comunicação no âmbito da resex do cassurubá e da dragagem do canal do tomba ocorridas em 2011 o programa conta ainda com outras estratégias de comunicação como programa de rádio apoio ao jornal comunitário o samburá exibição de vídeos cartilha ilustrada É desenvolvido em parceria com diversas instituições e é financiado em parte com recursos de condicionante ambiental devido a dragagem de acesso ao canal do tomba pela fibria o samburá

[close]

p. 5

o samburá dia do meio ambiente é comemorado com comunidade em abrolhos neste dia 05 de junho quando é comemorado o dia mundial do meio ambiente o parque nacional marinho dos abrolhos relançou o seu programa comunidade em abrolhos de uma maneira muito emocionante pois os visitantes desta vez foram os comunitários da reserva extrativista do cassurubá que comemoravam os 3 anos de criação desta resex unidade de conservação que protege importantes áreas de manguezais e considerada berçário da biodiversidade da região dos abrolhos o programa comunidade em abrolhos foi criado em 2009 com o propósito de aproximar o público que vive na área de entorno do cotidiano do parque neste ano de 2012 o programa comunidade em abrolhos conta com a parceria da organização ecomar através do projeto encantamar discussões sobre ampliação e criação de unidades de conservação em abrolhos a presidente dilma roussef através do seu ministério do meio ambiente tinha pressa em definir antes da conferência da rio 20 o processo de criação e ampliação das unidades de conservação na região do banco de abrolhos o que não conseguiu devido a pressão de empresários governo do espírito santo e também de grupos de pescadores da região que reivindicavam mais tempo para entender a proposta e dialogar com o governo segundo o icmbio a proposta não morreu o governo anunciou que esse processo ainda terá novas rodadas de discussão onde todos deverão ser ouvidos incluindo os pescadores da região segundo dados do próprio icmbio mais de 20 mil profissionais atuam na região gerando mais de r 100 milhões por ano o que corresponde a cerca de 10 do valor gerado pela pesca marinho no brasil no rio de janeiro grupos ambientalistas defenderam também uma maior proteção para os ambientes marinhos pois menos de 1 da zona de exploração costeira do brasil está protegida o que está muito distante das metas internacionais estabelecidas que definem que até 2020 pelo menos 10 da zona de exploração do mar de cada país deve estar protegida no dia 19/06 a ministra do meio ambiente izabella teixeira esteve no programa de tv roda viva onde defendeu abrolhos e falou sobre a criação de mais ucs questionada sobre a possibilidade da região do banco dos abrolhos virar área de extração de petróleo a ministra afirmou que se depender dela o local continuará preservado e sairá da rota de exploração futebol feminino da barra meninas boas de bola essa é uma oportunidade que os pais têm de tirar a suas filhas das ruas como eu vejo aí muitas meninas desde novas sendo mães solteiras é importante inserir no esporte pois pode até servir como uma chance de melhoria para vida dessas garotas falou gilson com quase cinco meses de fundação o time feminino da barra já enfrentou equipes como caravelas ponta de areia helvécia e alcobaça já sendo vice-campeã no torneio 1° maio realizado em ponta de areia o desejo de todos é que aconteça o campeonato caravelense feminino pois com isso mais garotas poderão se interessar pelo esporte e o preconceito diminui para o técnico do time rudinei alves apesar do pouco tempo em contato com uma bola de futebol muitas garotas têm surpreendido todos os entrevistados aproveitaram o momento para agradecer a comunidade pelo o apoio pois já foram realizados dois bingos para compra de material esportivo como chuteira uniformes entre outros e todos contribuíram bastante página 5 uma prática que tem crescido bastante no brasil é o futebol feminino porém para chegar até o patamar atual teve que enfrentar muitos desafios por volta de 1964 o conselho nacional de desportos proibia que as mulheres praticassem lutas de qualquer natureza futebol futebol de salão futebol de praia pólo halterofilismo e beisebol em relação ao futebol o motivo alegado é que as mulheres não podiam levar uma bolada na região abdominal pois isso poderia levar a mulher a não engravidar hoje as mulheres representam cerca são 10 dos futebolistas no mundo totalizando 26 milhões de jogadoras só no brasil elas são 80 mil nossa comunida de da barra pode se orgulhar de ter um time de futebol feminino com a liderança de marizete pereira lateral e mobilizadora da equipe o time foi criado em março de 2012 e conta com 24 garotas segundo marizete no início o maior desafio foi lidar com as criticas nos chamaram até de irresponsáveis mas não nos abalamos pois as críticas são uma coisa normal até os times profissionais recebem críticas mas estamos fazendo um esporte sério não estamos brincando disse marizete o grupo conta ainda com o apoio de gilson pimenta responsável pela administração do clube para pimenta o samburá

[close]

p. 6

o samburá governador da bahia garante abertura do aeroporto de caravelas durante a inauguração da pedra fundamental do plano de desenvolvimento econômico da costa das baleias realizado em teixeira de freitas no dia 31/05 o governador da bahia jaques wagner anunciou a abertura de parte do aeroporto de caravelas nos próximos sessenta dias até julho estaremos com uma pista liberada e já estamos negociando com a trip linhas aÉreas para fazer escalas em caravelas afirmou obras de recapeamento e de infraestrutura para o corpo de bombeiros realizadas no aeroporto de teixeira de freitas também foram citadas pelo governador como parte das ações de desenvolvimento dos municípios que integram a costa das baleias não apenas caravelas mas toda a região ganhará bastante com isso vamos torcer caravelas comemora seu padroeiro santo antônio e padre joca traz caravana do círio de nazaré para a barra de 31 de maio a 13 de junho aconteceu em caravelas a festa de santo antonio além das barraquinhas com comidas típicas shows e a belíssima decoração das ruas são as tradicionais trezenas cantadas em latim que encantam a todos e contribuem para tornar o evento religioso ainda mais especial durante as 13 noites a comunidade católica de caravelas recebeu padres de toda a diocese que presidiram as celebrações no dia 03 de junho o celebrante da noite foi o querido padre joca antigo pároco da cidade o padre joão carlos trabalha hoje na cidade de rubim em minas gerais mas esteve aqui junto com uma caravana de 3 ônibus com os peregrinos de rubim que trouxeram a imagem de nossa senhora de nazaré foram momentos cheios de emoção tanto no ato religioso celebrado em frente ao cemitério de caravelas como também na procissão pelas ruas da barra onde foram acolhidos pelos fieis marianos da comunidade nossa senhora da conceição aconteceu almoço no colégio josé luiz de souza que foi organizado pelos movimentos e pastorais da igreja n senhora da conceição com o apoio da comunidade local e da paróquia santo antonio À noite as homenagens foram enceradas com a missa e a trezena do padroeiro realizada na matriz de caravelas escolas homenageiam as mÃes com muita organização que já é uma marca das escolas da barra as escolas municipais josé luiz de souza e alegria do povo realizaram homenagens às mães a direção da escola municipal josé luiz de souza junto a todos os professores e alunos na sexta-feira pela manhã organizou uma emocionante homenagem às mães onde os alunos puderam mostrar seu lado artístico interpretando cantando dançando declamando poemas elaborados por eles mesmos também foram sorteadas lembranças para as mães após o termino das homenagens foram distribuídos lanches para todos que participaram do evento na escola municipal alegria do povo as homenagens foram realizadas à tarde e mais uma vez a direção contou com apoio dos professores para homenagear as mães dos pequeninos alunos os alunos deixaram gravados vídeos onde eles cantaram canções declamaram poemas e expressaram com bastante força a célebre frase mÃe eu te amo aconteceram sorteios e aconteceu ainda um desfile onde foi coroada a mãe daiane que venceu o concurso foi oferecido um jantar para as mães em uma linda confraternização antes do termino do evento foi sorteado um bingo com prêmios domésticos o que deixou as participantes ainda mais alegres principalmente as que foram contempladas aproximar famílias professores e alunos é algo importantíssimo para o avanço da educação e fazer isto celebrando as mães foi perfeito equipe do jornal o samburá produz documentário sobre história da barra a equipe do jornal comunitário o samburá está finalizando um vídeo documentário sobre a história da comunidade da barra além de contar detalhes da historia de nossa comunidade a equipe tem feito entrevistas com personagens ilustres aguardem página 6 o samburá

[close]

p. 7

o samburá a mãos que transpiram arte história dos artesãos e artesãs da barra tem outras coisas que eu sei fazer mexer com corda cerâmica pintura mas nunca fiz curso sou autodidata eu via alguém fazendo ficava observando e depois tentava e acabava conseguindo apesar de saber lidar com a madeira e também fazer entalhe edinha não gosta de trabalhar esse tipo de material a matéria prima que ela mais gosta de utilizar é a taboa com palha de taboa cria coisas lindas é uma matéria-prima que você faz o que quiser depende sua criatividade para muitas pessoas o artesanato é uma forma de sustentabilidade com a edna não é diferente e ela chama a atenção quando diz que é sobrevivência eu pago minhas contas com o artesanato eu vendo bastante em caravelas já decorei lojas salão de beleza e também vendo minhas obras para os amigos e turistas que me procuram em casa a artesã conta que não consegue parar de produzir e sempre que viaja para visitar o filho leva o material pra confeccionar suas peças se eu não posso levar as taboas eu levo as miçangas e produzo sandálias e almofadas em todo canto que vou procuro vender minhas mercadorias ainda segundo a artista um sonho que ela tem é poder passar tudo que sabe para as novas gerações mas falta apoio e também interesse eu chamei várias garotas pra ensinar mais a metade desistiu eu tenho vontade de ensinar e sei que ele pode ser uma boa fonte de renda completou com incentivo do governo ou de alguma empresa poderíamos ter a chance de desenvolver esse trabalho com os jovens além de padronizar as criações seria interessante montar uma associação ter uma feira ou um espaço onde colocar as obras da gente um espaço pra poder vender para os turistas que visitam caravelas mas aqui a gente não tem o que dificulta concluiu segundo edinha com apenas 10 reais é possível confeccionar algumas peças o que torna a prática do artesanato acessível a qualquer pessoa que queira buscar através desse trabalho uma maneira de gerar renda para sua família as peças criadas custam entre 30 e 150 reais dependendo do material e da arte sem aposentadoria a artesã vê em suas criações o caminho mais curto para viver com dignidade porque o artesão é isso É artista está sempre fazendo uma coisa diferente ele é criativo por natureza e busca a beleza em tudo página 7 sei bordar sei fazer cacho de fita que é uma coisa linda tecer palhas sei fazer vagonite trabalho em toalha o que você imaginar eu sei fazer já fiz coisas lindas que eu não sabia que era capaz de fazer nos conta edna dos santos freitas 58 anos nossa entrevistada deste mês popularmente conhecida como edinha a artesã contou que já desenvolve essa atividade há 31 anos pois o gosto pelo artesanato surgiu ainda quando era garota já nessa época utilizava materiais retirados da natureza conchas sementes de gotí com outros acessórios criava bonecos e flores nessa época eu nem sabia o que era artesanato disse edna depois de viver uma temporada em outro estado e ficado muito tempo longe das práticas do artesanato voltou a criar e aprender novas técnicas nesse período aprendeu a tecer palha especialmente a taboa o samburá

[close]

p. 8

poesia a aroeira é uma coisa que passamos na peneira e quando espalhada fica uma coisa bem vermelha da pra fazer tempero remédios sabão e além disso pegar aroeira é muito bom não devemos cortar os pés de aroeira e deixar jogada temos que preservar e deixar a aroeira bem catada 2ª assembléia ordinária da aplb sindicato aplb sindicato vem informar aos seus associados que será realizada a 2ª assembléia ordinária da aplb sindicato no dia 02 julho de 2012 na escola municipal claudionora nobre de melo a partir das 9 horas e 30 minutos para tratar de assuntos que envolvem a educação em geral com a seguinte pauta cerimônia de posse da nova diretoria adesão do plano de saúde plano de carreira eleições para diretores e vice-diretores escolares coquetel silvaney fernando helcio edivaldo hebert alunos do 7º ano a 2011 diretoria da aplb/caravelas amigos do samburÁ amarina antunes antonio emidio camila cajueiro cida macário corina melgaço ceça de yayá dadá souza jose esperidião jorge magalhães jorge oliveira marcia dos santos mª de lourdes p inácio marilene fgueiredo vanessa santana É amigo do samburá quem acredita na força da comunicação de base comunitária obrigado a todos por nos ajudar a produzir e divulgar esse importante veículo de comunicação da comunidade de barra de caravelas o jornal comunitário o samburá surgiu entre um grupo de jovens da pequena comunidade de pescadores e pescadoras artesanais de barra de caravelas em 2009 e hoje tem distribuição gratuita mensal de 2.000 exemplares em toda região de caravelas para saber mais visite o blog http jornalcomunitarioosambura.blogspot.com ou entre em contato jornalosambura@gmail.com diagramaÇÃo robson falcão reportagem adriene coelho e edvaldo souza imagens girlândia rodrigues e arquivos do icmbio supervisÃo antônio emídio colaboradores nesta edição florinha coelho resex do cassurubá caravelasnews professora aniela moretti manço e pnm dos abrolhos.

[close]

Comments

no comments yet