Revista Mediação - número 12

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

1

[close]

p. 2

2

[close]

p. 3

revista de educação editada e produzida pelo colégio medianeira diretor pe rui körbes s.j vice-diretor prof adalberto fávero coordenador administrativo e financeiro gilberto vizini vieira coord comunitário e de esporte prof francisco alexandre faigle coordenação editorial e revisão nilton cezar tridapalli luciana nogueira nascimento mtb 2927/82v projeto gráfico e diagramação sonia oleskovicz ilustrações gilcéia lutfi colaboraram nesta edição adalberto fávero andré tezza arthur batista tortato belkiss de araújo cardoso ferrari berenice mendes bianca pierosan hugen carlos henrique martins torra caroline suski vicentin christiane denardi flávio renê miranda pavan gloria kirinus helmuth kirinus isabela bonet scheffer joão vitor vieira de bittencourt letícia estela cavichiolo luciane hagemeyer roberta de souza mansani suzana braga bertassoni e tatiana simas mielke tiragem 3.000 exemplares papel reciclato suzano 90g/m2 miolo reciclato suzano 240 g/m2 capa número de páginas 52 issn 1808-2564 começando bem belkiss de araújo cardoso ferrari 5 eblog o processo de aprendizagem não termina na sala de aula letícia estela cavichiolo e luciane hagemeyer 9 Época de transição transição de época berenice mendes 13 o ensino médio e o mito do porto seguro adalberto fávero 17 e a educação como vai suzana braga bertassoni e tatiana simas mielke 22 disciplina arte no ensino médio o que e como ensinar e avaliar christiane denardi 26 violência contra a criança 29 equipe pedagÓgica supervisão pedagógica claudia furtado de miranda geralda colen educação infantil e ensino fundamental de 1ª à 4ª séries coordenadora profª silvana do rocio andretta ribeiro ensino fundamental de 5ª e 6ª séries coordenadora profª eliane dzierwa zaionc ensino fundamental de 7ª e 8ª séries coordenador profª roberta uceda vieira ensino médio coordenador prof marcelo pastre coordenador de pastoral pe guido valli s.j coordenador de mídia-educação nilton cezar tridapalli marketing luciana nogueira nascimento os artigos publicados são de inteira responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião dos editores e do colégio nossa senhora medianeira a reprodução parcial ou total dos textos é permitida desde que devidamente citada a fonte e autoria vitória régia no ciberespaço gloria kirinus 34 imperativos éticos e ação andré tezza 36 a narrativa da troca de experiência entre gerações helmuth kirinus 38 ensino religioso e o valor da escolha um caminho em construção carlos henrique martins torra 44 chão humilde caroline suski vicentin 48 nosso jeito de aprender criança tem cada uma 48 linha verde br 476 km 130 nº 10546 prado velho · curitiba · paraná fone 41 3218-8000 fax 41 3218-8040 www.colegiomedianeira.g12.br mediacao@colegiomedianeira.g12.br 3

[close]

p. 4

procurar fórmulas prontas para lidar com o conhecimento é um contra-senso em si mesmo se o conhecimento é algo dinâmico e tem suas verdades marcadas pelo tempo e pelo espaço em que ele se produz a facilidade de encontrá-lo limitado a fórmulas e conceitos prontos e pretensamente eternos pode gerar estagnação e embotar a criatividade principalmente em uma idade bastante fértil para a criação e o teste de hipóteses como é o caso de alunos do ensino médio com seus 14 a 17 anos em uma idade na qual estão prestes a ingressar na vida universitária esse empobrecimento pelo qual o ensino médio passa enclausurado no histérico mas persuasivo canto da sereia pode estar trazendo conseqüências ruins muitos universitários com uma qualidade formal e política abaixo de suas potencialidades com uma nova configuração da família menos coesa e nuclear e não vai aqui nenhum juízo de valor esses jovens vivendo em uma época de muitos estímulos sejam eles vindos do grupo das tecnologias da publicidade dizendo faça isso tenha aquilo seja assim da ditadura com capa democrática de uma mídia que dita padrões de ser e estar no mundo muitas contradições habitam a cabeça dessa moçada não é o caso de eliminar a contradição combustível de todos nós e que nos desestabiliza e gera movimento mas de criar poder de discernimento que leve em conta nos pequenos e grandes projetos de vida a dimensão individual e coletiva pois a respeito desses maus tratos que vem sofrendo a educação no ensino médio e também sobre um tempo em que os jovens dessa idade se perdem um pouco quanto aos referenciais de comportamento pesquisa e de trato com o conhecimento é que a revista mediação buscou falar em seu tema de capa ditar modelos seria uma contradição com a própria crítica que os textos fazem mas lançar idéias para contribuir com uma discussão coletiva foi o que orientou essa opção por falar do ensino médio e dos seus alunos sem julgamentos moralizantes mas com possibilidades de horizonte ainda sobre o tema central falamos também de como a arte é uma grande aliada desse processo de criatividade latente nos jovens dessa faixa etária também com um olhar de outro ponto de vista mas entrelaçado às demais discussões sobre o tema falamos de alimentação nessa fase da vida a começar por um bom café da manhã responsável por fornecer os nutrientes necessários para enfrentar um dia-a-dia exigente além desse tema mediação discute muitos outros a tecnologia e sua relação com o contexto mundial e com a educação falando sobre o conceito de mídiaeducação e também do uso de blogs aplicados à sala de aula voltam à baila e também trata disso com poesia as antigas musas deram lugar a uma bela reflexão poética sobre o ciberespaço a ética aparece também fazendo uma tabelinha entre dois textos provocativos e desafiadores do senso comum a boa consciência basta para a construção efetiva de um mundo melhor a verdade se pluralizando se abre para a diversidade do pensamento mas não significa necessariamente uma relativização absoluta e irresponsável para vencer os conflitos dos choques geracionais e visões de mundo distintas muitas vezes típicas da convivência entre professor e aluno uma experiência com a boa e velha prática de contar histórias vai se mostrar uma aliada importante e muito capaz de unir corações e mentes É disso que fala o artigo sobre a narrativa como troca de experiência alunos do colégio medianeira também produziram artigos você vai encontrá-los aqui falando sobre violência contra a criança problema camuflado e ainda cheio de tabus que afeta parte não tão pequena da sociedade e também em uma bela reflexão sobre o comportamento humano a partir da leitura de uma obra de arte uma ótima leitura depois dela ajude-nos a mediar as discussões e a dar continuidade à reflexão escreva para nós nilton cezar tridapalli mediacao@colegiomedianeira.g12.br olá gostaria de parabenizar a revista mediação do colégio medianeira pela iniciativa de publicar matérias do interesse comum neste caso concentração disciplina e saúde efeitos do tai chi chuan parabéns profa luci hayashi diretora da ebramec-pr escola brasileira de medicina chinesa 41 9985-2222 41 3274-4647 olá pessoal vim parabenizá-los por mais uma edição da revista mediação falo por todas as matérias mas principalmente pela atenção dada ao tai chi como praticante há cerca de 2 anos posso comprovar os benefícios da prática e afirmar que a matéria veiculada certamente contribuirá para a divulgação do tai chi ao mesmo tempo que explicita um pouco de sua filosofia e benefícios parabéns a todos os envolvidos e obrigado ao professor levis e ao colégio medianeira por proporcionarem a nós alunos de tai chi a oportunidade do conhecimento e o aprendizado dessa prática na busca de saúde tranquilidade e equilíbrio grande abraço dorival 4

[close]

p. 5

começando por belkiss de araújo cardoso ferrari bem uma boa ou má alimentação traz conseqüências tanto imediatas quanto de longo prazo começar desde cedo a se preocupar com a qualidade dos alimentos é essencial para uma vida mais saudável e feliz É benefício para o corpo e para a mente a memória do paladar recompõe com precisão instantânea através daquilo que comemos quando meninos o menino que fomos carlos drummond de andrade 1902-1987 s se estivéssemos aperfeiçoando a eficiência de um carro ou a velocidade de um cavalo de corrida não desprezaríamos a qualidade da gasolina ou a ração utilizada mas nem sempre prestamos muita atenção ao que nossos filhos e alunos estão comendo quando se analisam as múltiplas influências sobre o desempenho acadêmico de um estudante de ensino médio por que não começar bem do início bem no café da manhã aliás já que nem sempre o café está incluído no café da manhã fica melhor menos confuso usar aqui o termo desjejum após várias horas cerca de vinte e cinco por cento do dia sem se alimentar o jovem acorda ele está no ensino médio é mais independente principalmente nas suas opções alimentares e quando pode escolher o que ingerir no desjejum muitas vezes ele escolhe não comer nada alguns motivos levam-no a isso por costume familiar por acreditar que é uma maneira de não engordar ou porque ele dormiu mais do que devia a mesa de café está posta defende-se a mãe ele não come porque não quer mas é freqüente ele seguir o exemplo de pais apressados que também não fazem o desjejum em casa alguns adultos até vão fazê-lo no trabalho mas isto os filhos não vêem e esta correria matinal sem passar pela cozinha ou mesa das refeições vai ser incorpora 5

[close]

p. 6

da pelo adolescente às memórias familiares ligadas à alimentação e que vão marcar fortemente os hábitos dele o medo de engordar é outro fator importante para não comer de manhã mas má notícia pular o desjejum não emagrece já está bem comprovado que aqueles que não comem pela manhã tendem a ingerir mais calorias e comidas menos saudáveis no restante do dia outra causa de não tomar o desjejum está no excesso de sono É sabido que adolescente gosta de ficar acordado até tarde da noite assim não é fácil ele levantar cedo da cama à escola há uma seqüência de passos essenciais rigorosamente seguidos e o único que parece dispensável é o desjejum bem as conseqüências disto não são boas e ultrapassam o âmbito da saúde atingem o rendimento escolar crianças e jovens que não se alimentam no desjejum estão menos aptos a aprender nas aulas já foi documentada queda durante a manhã de até quarenta por cento no raciocínio matemático de alunos sem desjejum em comparação aos que o tomaram não há dúvida de que aqueles que fazem o desjejum não só têm mais disposição para participar das atividades físicas como vão melhor na escola uma vez aceito que o desjejum deve ser feito o que beber e o que comer nesta hora embora muitos digam qualquer desjejum é melhor que nenhum desjejum algumas informações podem nos dirigir para escolhas melhores uma bebida indispensável e insubstituível no desjejum de um adolescente é o leite ou o iogurte a necessidade diária de cálcio de um jovem de onze a vinte anos é de 1200 mg dois copos de leite ao dia um no desjejum e outro mais tarde perfazem cerca de 500 mg de cálcio a alimentação diária confere o restante da quantida de de cálcio mas não será nunca suficiente sem o leite cinqüenta gramas de queijo contêm 400 mg de cálcio mas é um alimento muito mais gorduroso e calórico que o leite jovens devem ingerir no mínimo dois a três copos de leite por dia para adquirir uma qualidade óssea adequada o osso vai se fortalecendo desde a infância até um pico atingido aos cerca de vinte e cinco anos desta fase em diante a densidade óssea se estabiliza e não se consegue mais melhorar o osso após os cinqüenta anos no sexo feminino e mais tarde e menos intensamente no masculino o osso começa a se enfraquecer gradativamente se a densidade óssea atingida aos vinte e cinco anos já for menor que a normal a perda que ocorre na senilidade será perigosa atualmente a maioria dos jovens não toma a quantidade necessária de leite e o déficit alimentar de cálcio é agravado pelo uso de refrigerantes que pioram a densidade óssea o resultado já aparece nos consultórios médicos onde o tratamento de osteopenia osteoporose e fraturas espontâneas é difícil e muitas vezes insatisfatório quando a massa óssea não se formou adequadamente na fase inicial da vida tanto os leites integrais quanto os desnatados semidesnatados e leites em pó possuem a mesma quantidade de cálcio ao contrário do leite de soja que não o possui e mesmo quando este elemento lhe é adicionado vai estar presente em quantidade muito inferior ao do leite de vaca a quantidade de cálcio de leites sem lactose é igual a de iogurtes é discretamente inferior e a de bebidas lácteas é bastante inferior à do leite crianças que não ingerem dois a três copos de leite ou iogurte por dia deverão receber reposição de cálcio uma boa maneira de se convencer o adolescente a tomar leite é adicionar chocolate em pó a ele como é muito engordativo as opções light discretamente menos calóricas são bem vindas mas deve-se usar em quantidade pequena o café nossa bebida nacional faz com o leite um par já consagrado tem a vantagem sobre o achocolatado de não ter calorias para quem tem problemas de estômago ou de insônia o café descafeinado é uma boa opção de mesmo sabor que o original e prático na forma solúvel o adoçante artificial não apresenta do ponto de vista 6

[close]

p. 7

científico inconvenientes para ninguém apesar do bombardeio de opiniões leigas contra principalmente via internet É preferível ao açúcar nesta fase de epidemia de obesidade em que vivemos o conceito de calorias é bem popular e não há dúvidas quanto aos benefícios de se procurar com opções menos calóricas mesmo quando o jovem não está acima do peso entretanto há uma outra característica dos alimentos pouco conhecida mas ainda assim muito importante É a maneira como um hidrato de carbono é absorvido pelo tubo digestivo alguns são absorvidos rapidamente estimulando a produção de um excesso de insulina que causa fome enquanto outros o são de maneira mais lenta sem este excesso de insulina açúcares simples como o doce suco de frutas ou pão branco são absorvidos com muita facilidade pelo organismo e freqüentemente levam a uma hipoglicemia reflexa ou seja cerca de trinta minutos a uma hora após a sua ingesta o nível de açúcar no sangue começa a cair rapidamente esta queda da glicemia provoca uma variedade de sintomas entre os quais falta de concentração sonolência irritabilidade fome dor de cabeça sudorese e tontura Às vezes até desmaios os sintomas podem surgir isolados ou múltiplos nem é preciso comentar sobre o prejuízo que podem causar a um jovem no período letivo algumas pessoas já perceberam isto na prática e referem fome ou malestar no meio da manhã quando fazem o desjejum mas não quando o omitem na realidade a causa está no tipo de desjejum que fazem esta queda reflexa da glicemia é uma das razões pelas quais o suco de frutas não é considerado uma boa opção para o desjejum as frutas são alimentos maravilhosos e não há fruta ruim quando comidas fornecem ao organismo muitas vitaminas frutose glicose e fibras no suco quando várias frutas são espremidas ou batidas no liquidificador ou processador aumenta-se a glicose devido à maior quantidade de frutas presentes mas por outro lado eliminam-se as fibras por isso não há vantagem em usar sucos light ou sem adição de açúcar pois eles ainda contêm muita glicose oriunda das próprias frutas sucos de frutas são rapidamente absorvidos pelo organismo e podem causar hipoglicemia reflexa pouco tem po após ingeridos um outro grande motivo para desprezar o suco de frutas no desjejum é que ele pode ocupar o importante lugar do leite sem fornecer cálcio para o organismo isto porque se costuma beber um copo de líquido no desjejum mas dificilmente dois É correto dizer que fruta é para ser comida e não bebida suco de soja e chás também são maus substitutos do leite consideremos agora o que se come no desjejum com muita freqüência pães e bolachas a farinha de trigo presente nestes alimentos transforma-se em glicose no tubo digestivo como não há diferença nas concentrações de farinha de trigo nas versões tradicionais light ou diet não há vantagem em usar pães ou bolachas light todos são alimentos muito calóricos e de absorção rápida pouco tempo após serem comidos e absorvidos causam queda brusca da glicemia e fome de todos os piores vilões são as bolachas recheadas pois além de pouco saciarem são hipercalóricas devido à grande quantidade de glicose e de gordura pães integrais ditos pretos e biscoitos integrais possuem ainda muita farinha de trigo branca mas diferentes porcentagens de farinha integral e conseqüentemente mais fibras são tão calóricos quanto os brancos mas causam maior saciedade e a queda da glicemia após sua absorção é bem menor muitos destes produtos enganam o consumidor um teor adequado de fibras é percebido não pela propaganda da embalagem mas pela dificuldade de se mastigar o alimento quanto mais fofo o pão menos fibras ele possui quanto mais a bolacha se dissolve na boca menos fibras ela tem torradas escurecem o pão mas não possuem mais fibras e não oferecem nenhuma vantagem sobre o pão não torrado destes alimentos com farinha de trigo os mais benéficos são os pães integrais e quanto menos fofos melhores devido à maior saciedade que provocam deve-se evitar comer pães e bolachas com queijos presuntos peitos de peru patês e salames todos muito gordurosos e extremamente calóricos mesmo nas versões branco ou light É preferível usar margarina manteiga ou geléia light se for perguntado a vários médicos e nutricionistas sobre o alimento ideal para o desjejum a maioria vai optar pelo cereal nos mais variados 7

[close]

p. 8

tipos aveia flocos de milho inúmeras marcas de granola muslix farelo de trigo germe de trigo linhaça etc os cereais não são ricos em calorias não são gordurosos possuem muitas vitaminas e sais minerais são riquíssimos em fibras e são absorvidos lentamente sem provocar queda reativa da glicemia e saciando bem a fome a absorção da aveia por exemplo é lenta e continua a fornecer nutrientes ao organismo muito tempo após sua ingesta isto é muito benéfico para o aluno que estuda de manhã o cereal deve ser acrescido ao leite ou iogurte e fica gostoso e ainda mais nutritivo com pedaços de frutas para os jovens que não têm ainda o hábito de comer cereais pela manhã aqueles com chocolate são mais bem aceitos pela estabilidade que conferem à glicose sanguínea cereais com leite são o alimento ideal para os dias de prova ou de competições esportivas e os melhores para todos os dias À escola cabe o papel de ensinar a alimentação saudável e aos pais o de apresentar aos filhos um desjejum o melhor possível de uma forma carinhosa e constante explicando seus benefícios e dando o exemplo É evidentemente mais fácil ensinar crianças pequenas do que mudar hábitos já bem estabelecidos de jovens mas sem stress se eles não aceitarem bem as mudan ças alimentos freqüentemente apresentados no lar vão sendo associados à presença da mãe ou do pai e se incorporando à memória afetiva do jovem anos depois quando ele se deparar com um odor gosto ou visão de alguma comida que lhe lembre sua infância isto lhe dará uma sensação boa de volta à casa e é provável que ele então tenha muito prazer em comer este alimento assim pais não são apenas responsáveis pelo presente nutricional dos filhos mas também por grande parte de seu futuro alimentar que tipo de alimento estamos colocando na memória afetiva de nossos jovens o que lhes ofertamos no começo do seu dia no começo da sua vida ajudá-los para que comecem bem não é esta a função dos pais e dos educadores comente este artigo em mediacao@colegiomedianeira.g12.br belkiss de araújo cardoso ferrari é ex-aluna do medianeira médica pela ufpr mestre em endocrinologia pela puc-rj doutora em fisiologia endócrina pela ufrj ex-estagiária da clínica mayo rochester usa mãe do bernardo e ricardo alunos do medianeira leobelferrari@uol.com.br uma medida de peso manual de orientaÇÃo para crianÇas e orientaÇÃo para pais adolescentes obesos e seus pais mauro fisberg ana paula ferreira vilar mara andrÉia valverde sandra ozeloto lemes v em busca do tempo perdido v 1 no swann caminho de swann marcel proust tradução de mÁrio quintana editora globo swann um dos principais personagens é um refinado aristocrata conhecedor de literatura colecionador de objetos de arte e freqüente nos salões parisienses o narrador o conheceu quando criança em combray cidadezinha imaginária onde ele passava as férias de páscoa cada volume dos sete que compõem em busca do tempo perdido e todos se transformam em complexo programa de formação estética e humanística neste volume proust se dedica principalmente à narração de sua infância e adolescência uma experiência de memória gustativa aparece nesse primeiro volume de forma particularmente interessante editora celebris o livro tem como objetivo ajudar a resolver o problema da obesidade na infância e adolescência bem como prevenir a sua progressão na vida adulta ao todo são quatro capítulos escritos em linguagem simples que apresentam passo a passo as melhores estratégias nos campos nutricional físico e psicológico além de oferecer dicas valiosas para aprimorar a qualidade de vida no dia-a-dia 8 8

[close]

p. 9

eblog o processo de aprendizagem não termina por letícia estela cavichiolo e luciane hagemeyer na sala de aula a criação de blogs com conteúdos educativos vem confirmar que a tecnologia é uma grande aliada quando conduzida por profissionais preparados e a serviço das aspirações humanas mais elevadas diversão e conhecimento juntos na tela do computador 9

[close]

p. 10

duas perguntas respondidas provocam dez outras perguntas as perguntas que fazemos são portas e janelas que se abrem para outras janelas e portas não estamos emparedados a rua tem saída o mundo do conhecimento não tem porteiras gabriel perissé o os recursos das novas tecnologias de informação presentes praticamente em todos os processos da vida social têm ampliado consideravelmente as possibilidades de leitura que o contexto atual oferece e ao mesmo tempo auxiliam a criar novas formas de troca de informações e de estruturação do pensamento estamos em tempos em que a relação do homem com o mundo mediada por meio da linguagem tem se desenvolvido também em novos espaços e linguagens on-line ramal 2000 apud garfinkel 2005 considera que a multiplicidade de canais de conhecimento e os aparelhos eletrônicos já são extensões do sujeito há uma velocidade e quantidade crescente de saberes produzidos veiculados e substituídos devido aos novos suportes digitais produzindo um fenômeno característico das sociedades pósmodernas que tem sido denominado de era digital ou sociedade da informação isto confere uma importância singular para as tecnologias da informação pelo seu papel na formação/apreensão e propagação dos saberes bem como a própria ação dos sujeitos em conseqüência desse processo cognitivo-comunicacional dias 2005 por outro lado esta informação configura-se muitas vezes como um material em estado bruto isto exige um novo tipo de letramento que inclui a habilidade de encontrar informações decodificá-las criticá-las avaliá-las e organizá-las em bibliotecas digitais personalizadas encontrando modos significativos de partilhá-las com os demais friedman 2007 É neste sentido que se constata a necessidade de haver uma preocupação criteriosa com a recepção de imagens e de informações deste mundo que os espaços virtuais oferecem em profusão uma preocupação que promova caminhos para que os alunos possam interagir com os mesmos de maneira criativa e gratificante 10 10

[close]

p. 11

criativa no sentido de possibilitar a projeção de experiências imaginativas por meio de conexões gratificante como forma de ampliar os horizontes culturais de modo que se obtenham maiores recursos e benefícios diante desta crescente tecnologia a que as pessoas têm tido acesso neste aspecto o professor pode potencializar de forma significativa o acesso dos alunos a variadas formas de manifestações culturais através da criação de um blog pedagógico etimologicamente falando a palavra aluno provém do verbo latino álere que significa nutrir alimentar já o termo blog ou weblog referese a uma espécie de diário eletrônico onde em geral textos curtos são organizados cronologicamente porém há muito tempo os blogs deixaram de ser simples diários on-line e se configuraram como mais uma possibilidade de ampliar a difusão e intercâmbio de idéias textos imagens e até vídeos num espaço atrativo e dinâmico bugardt 2007 neste contexto o blog do professor representa uma oportunidade de prover os alunos com informação de qualidade hoje temos diversos ambientes virtuais de aprendizagem ava que como blogs são configurados por diversos sujeitos cognoscentes em comunicação por meio da internet leite behar 2007 destacam a capacidade de socialização e trocas interindividuais ocorridas entre crianças de 9 a 11 anos nos avas que permitem despertar na criança a consciência de que ela está construindo seu conhecimento em conjunto com o outro e acarretar um processo de descentramento da figura do professor e de compartilhamento entre os colegas possibilitando um espaço propício à articulação de novas idéias um blog sempre pode ser comentado pelos seus visitantes o que amplia as possibilidades de reflexão e reconstrução das colocações e escritas feitas pelo professor blogueiro também é possível que os professores entrem nos blogs uns dos outros bugardt 2007 sem a pressão de o fazerem por obrigação quanto aos alunos estes podem comparar os comentários sugestões e trabalhos enviados ao blog pelos seus colegas dessa forma os blogs educativos podem despontar enquanto ava s potencializadores do encontro entre os sujeitos sejam eles crianças ou adultos podem ainda acentuar as possibilidades de reflexão do conhecimento e interação dialógica e complexa entre professor e alunos ou entre alunos-alunos por meio de atividades instigadoras e facilitadoras do diálogo como ambientes virtuais de aprendizagem tais blogs podem contribuir e também receber contribuições visite-os faça seu próprio blog e ajude a construir ambientes cada vez mais qualificados comente este artigo em mediacao@colegiomedianeira.g12.br letícia estela cavichiolo é ex-aluna do medianeira professora de ciências da 3ª série do ensino fundamental formada em ciências biológicas pela ufpr e mestre em botânica pela ufpr luciane hagemeyer é professora de língua portuguesa da 3ª série do ensino fundamental formada em letras português/inglês pela ufpr com pós-graduação em currículo e prática educativa pela puc-rio e mestre em estudos literários pela ufpr bibliografia bugardt 2007 professor blogueiro disponível em http www.universia.com.br materia/materia.jsp?materia=14193 dias s r s 2005 dialógica e interatividade educação on-line trabalhos do 12º congresso internacional de educação a distância da abed friedman t the world is flat new york picador 2007 leite s.m behar p a a construção cole tiva com crianças em ambientes virtuais de aprendizagem educar curitiba n 29 p 173189 2007 editora ufpr perissÉ g a virtude de ensinar disponível em http www.ipetrans.hpg.com.br virtude_de_ensinar.html ramal a c educação na cibercultura hipertextualidade leitura escrita e aprendizagem porto alegre artmed 2002 apud garfinkel mirian 2005 a dimensão dialógico-reflexiva na formação de educadores on-line possibilidades e limites trabalhos do 12º congresso internacional de educação a distância da abed 11

[close]

p. 12

convidamos os leitores deste artigo para conhecer os blogs desenvolvidos por professoras de 3ª série do ensino fundamental em suas disciplinas ciências língua portuguesa e geografia blog de ciÊncias http profleticia.zip.net desenvolvido por letícia e cavichiolo para a disciplina de ciências É atualizado de acordo com os conteúdos desenvolvidos e as necessidades apresentadas pelos alunos em sala de aula possui vídeos jogos imagens textos curtos apresentações em slideshow associados à ciências além de previsão do tempo e fases da lua atualizados diariamente apresenta bate-papo no qual as crianças podem interagir entre si trocar informações e enviar dúvidas ou sugestões à professora blog de lÍngua portuguesa http luciane.hagemeyer.zip.net desenvolvido por luciane hagemeyer para a disciplina de língua portuguesa possui histórias vídeos baseados em livros infantis e infanto-juvenis curtas-metragens jogos imagens e indicações para sites de contação de histórias on-line e ciberpoesias oferece dicas de livros de estudo da língua e até glossário para ampliação do vocabulário trabalhado em sala de aula instiga os alunos para que participem das discussões acerca de livros lidos em conjunto através de perguntas que requerem estabelecer conexões entre informações e experiências vivenciadas coletiva ou individualmente blog de geografia http profsoila.zip.net desenvolvido por soilete rehme para a disciplina de geografia possui textos vídeos imagens e várias e indicações para sites interessantes nos quais as crianças podem interagir com mapas diversos revisar conteúdos aprender com jogos de geografia e até descobrir como fazer bússolas blog entenda revoluÇÃo vai mudar blog entenda a revoluÇÃo que vai mudar seu mundo hugh hewitt editora thomas nelson brasil o século xxi será o século da internet a rede mundial é um meio em que todos podem participar publicar e gerar conteúdos e os blogs surgiram como a principal ferramenta deste fenômeno democratizando definitivamente o acesso à comunicação mais de 70 mil blogs são criados por dia ao redor do planeta e acredita-se que um em cada quatro internautas brasileiros leiam blogs todos os dias buscando informações ou entretenimento segundo o autor deste livro milhões de pessoas estão mudando seus hábitos no que diz respeito à aquisição de informação isso aconteceu muitas vezes antes com o surgimento da imprensa do telégrafo do telefone do rádio da televisão e da internet agora surgiu a blogosfera e isso foi tão repentino que surpreendeu até mesmo os analistas mais sofisticados observa hugh hewitt na blogosfera há um mundo com uma platéia quase ilimitada 12 12

[close]

p. 13

Época de transiÇÃo de transiÇÃo Época por berenice mendes o predomínio secular da chamada logosfera vai cedendo espaço a novas formas de lidar com o pensamento o raciocínio e a sensibilidade e os grandes e diversos mecanismos de controle coletivo assitem à insurreição de formas individuais de produção e recepção de conteúdos e interfaces informativas 13

[close]

p. 14

a linguagem corrente forma parte do organismo humano e não é menos complicada do que ele l wittgenstein tratactatus logico-philosophicus 70 4.0002 t talvez a virada do século talvez a tremenda aceleração do fluxo de informações a globalização do mercado a liberalização dos costumes o avanço da ciência a autonomia da arte seja o que for a verdade é que todos sentimos estar vivendo um período de transição não somos mais o que foi e não seremos jamais o que vai ser que acabam por transferir-se para a própria organização da sociedade a distância que separa o homem comum medieval da escrita é a mesma que o separa do senhor das terras onde vive o invento da prensa mecânica por gutenberg carrega consigo o revolucionário efeito de disseminar a palavra escrita de retirá-la das torres em que se encerravam pulverizando o conhecimento e o poder dele decorrente ao mesmo tempo submete os novos iluminados às regras do pensar assim codificado e proporciona um salto cultural que se materializa violentamente através das revoluções pelas quais se institui o estado moderno esse novo estado surgido sob a égide da liberdade e da igualdade do anseio e da esperança de mundos novos é erigido sob declarações de direitos leis e constituições formas escritas da palavra e à sua semelhança estruturado de modo lógico hierárquico linear com regras de coordenação e subordinação e com a mesma disciplina com que se dispõem palavras numa frase que forma um parágrafo que compõe um texto assim como se lê se pensa se relaciona se age de modo logocêntrico as grandes estruturas socializantes o estado-nação as forças armadas a família a empresa a igreja apresentavam-se todas com um soberano pai presidente general abaixo dos quais sucediam-se patentes de poder diminuído até os simples contribuintes pecadores soldados e operários status que traziam embutidas expectativas de direitos embaladas por grandes ideologias e projetos históricos que efetivamente funcionaram no contexto social de um planeta com cerca de um bilhão de habitantes nascida como arte e ferramenta científica a fotografia a partir do século xix começa a transformar o imaginário social que recebe a contribuição desta mediação tecnológica a imagem transição vem do latim transitione que significa passagem de um estado de coisas a outra e quer dizer ir além transformar comunicar mas exatamente para onde estamos indo no que estamos nos transformando e o que deveremos comunicar transmitir a nossos pósteros e ainda de que modo se materializa essa sensação transicional se a resposta está sempre contida na pergunta bastaria um rigoroso exercício de lógica para encontrarmos a solução de tais indagações mas e se for a própria lógica que está mudando que padrão de pensamento precisaríamos adotar para chegar à compreensão dos fatos passaram-se dezenas de milhares de anos entre o nascimento da sociedade da arte e da linguagem e o surgimento da escrita símbolo de um símbolo a escrita representa a linguagem que informa o pensamento inicialmente ideogramática a linguagem era formada por símbolos de coisas ações e idéias que a mera pictografia não permitia reproduzir foram os fenícios e os hebreus por volta de 1.500 anos a.c que empregaram símbolos com valor exclusivamente fonético dando surgimento ao alfabeto que se expandiu de modo relativamente rápido restrito aos mais elevados estratos sociais o conhecimento da escrita reforça o poder daqueles que constroem os sistemas semânticos e gramaticais ao longo de mais de dois mil anos uma complexa estrutura de uso da palavra escrita é forjada consolidando padrões sintáticos e lógicos de construção e interpretação do discurso 14

[close]

p. 15

máquina faz a ruptura ao instaurar um novo olhar sobre a representação da realidade que não mais depende do dom do talento e da tradição o cinema no final daquele século traz o fascínio da reprodução virtual do mundo e dá início ao novo aprendizado visual da humanidade não é modo de pensar mas dita tendências de moda costumes comportamentos preparando as pessoas para a leitura de novas linguagens em novos textos o rádio e suas mensagens sonoras estimulavam a imaginação e finalmente em meados do século xx surge a televisão se outrora o rádio era fonte coletiva de informação e o cinema um objeto ritual de elegância e fruição estética e intelectual a tv caixote luminoso e falante cujo fluxo ininterrupto e caótico de mensagens se coloca ao alcance das mãos e manipulação individual gerou grande desconforto sensorial nas pessoas mais antigas foram cinqüenta anos a partir do pós-guerra de universalização de uma linguagem audiovisual que enquanto se capilarizava pelo planeta ia modificando a forma de se ler o mundo de se informar de se divertir de consumir de modo cada vez mais fragmentado mais efêmero mas também mais eficiente mais rápido mais individualista entramos no século xxi com amplos contingentes populacionais providos de informática e telefonia conectados por internet via fibras óticas satélites microondas e por mais um turbilhão de aparatos e potencialidades digitais ao qual estamos chamando de convergência tecnológica as ferramentas de comunicação são unificadas e rompe-se a relação espaço-temporal podese fazer tudo com a mesma ferramenta telefona-se vê-se tv ouve-se rádio enviam-se mensagens eletrônicas capta-se e edita-se texto imagem estática e em movimento transmite-se virtualiza-se a realidade e tudo isso ao alcance das classes médias inseridas no mercado de produção e consumo a humanidade sob essa nuvem de conhecimento e informação interminável e sem finalidade passa de uma inflexão lógica para uma reflexão estética que a vem transformando deixa a milenar logosfera e adentra a videosfera do ter ceiro milênio não lemos mais as substâncias universais categóricas genéricas de todo o sempre na videosfera temos a cada instante o acidente o particular não mais o conceito mas a própria forma e se o cinema e a tv já traziam estas possibilidades a não-linearidade a interatividade e a portabilidade da mal chamada tv digital trazem também a radicalidade da saída do mundo do conteúdo para o da forma não é à toa que sentimos as grandes estruturas de controle social fazendo água e ruindo por todos os lados somos seis bilhões de habitantes num planeta com uma ordem econômica calcada na velocidade das tecnologias de comunicação comunidades de interesses organizadas em redes digitais nas quais cada indivíduo que a acessa é o centro e onde portanto o pai o general o presidente fazem cada vez menos sentido são a cada dia mais incapazes de dar conta da complexidade de um mundo cujo pensamento não é mais linear mas rizomático com novos padrões de reconhecimento das informações advindas da percepção audiovisual estética sensorial esta mudança além de cultural social e psicológica é fisiológica pois implica o incremento da atividade do lado direito do cérebro responsável pelos estímulos visuais e sensoriais neste contexto se há efetivamente uma potencialização do uso criativo da mente a partir das novas mídias é possível pensar que a autonomia do indivíduo só interessa numa sociedade soberana na qual este mesmo indivíduo que é autônomo para consumir e produzir esteja capacitado criticamente para entender o que faz o que consome o que deseja e assim expressar de modo mais rico o mundo em que vive o desafio que tal quadro coloca para a inteligentzia é o de desvelar os mecanismos desta transição buscando uma necessária e possível harmonia entre as novas potencialidades de desenvolvimento propiciadas pela tecnologia e a garantia da liberdade de expressão da diversidade de informações da preservação e difusão das artes e das culturas enfim de uma ética que possa balizar um novo humanismo se a onipresença da tv analógica nas últimas décadas já nos dotou de gerações inteiras imer 15

[close]

Comments

no comments yet