O DESAPARECIMENTO DO UNIVERSO

velis ads
advertise here

Embed or link this publication

Description

GARY R. RENNARD (Autor)

Popular Pages


p. 1

o desaparecimento do universo uma conversa franca sobre ilusÕes vidas passadas religiÃo sexo polÍtica e os milagres do perdÃo gary r renard 1

[close]

p. 2

sumÁrio prefácio pelo d patrick miller nota do autor e agradecimentos sobre o autor 03 06 07 parte i um sussurro em seu sonho 1 2 3 4 5 ­ arten e pursah aparecem ­ o j oculto ­ o milagre ­ os segredos da existência ­ o plano do ego 10 21 65 86 107 parte ii despertar 6 ­ a alternativa do espírito santo 7 ­ a lei do perdão 8 ­ iluminação 9 ­ experiências de quase-vida 10 ­ curando os doentes 11 ­ uma história muito breve do tempo 12 ­ assistindo às notícias 13 ­ oração verdadeira e abundância 14 ­ melhor do que sexo 15 ­ olhando para o futuro 16 ­ notas sobre ressuscitar os mortos 17 ­ o desaparecimento do universo 141 155 177 187 204 214 226 234 240 247 256 264 2

[close]

p. 3

prefácio quando gary renard me contatou querendo uma avaliação profissional sobre o manuscrito que se tornaria esse livro minha resposta inicial foi perfeitamente sensata em primeiro lugar quando gary me disse que seu manuscrito tinha por volta de 150.000 palavras eu disse a ele que nenhum editor em seu juízo perfeito iria editar um livro desses em um único volume ou ele teria que dividi-lo em dois livros ou melhor ainda teria que editá-lo até chegar a um projeto manejável de menos de 100.000 palavras isso eu disse a ele antes mesmo de ver o manuscrito gary disse que não achava que nenhuma das duas abordagens seria possível em relação ao que ele havia escrito mas que iria pensar sobre isso nesse meio tempo será que eu poderia dar uma olhada nesse projeto que incluía basicamente uma série de conversas prolongadas com dois mestres ascensionados foi então que eu tive minha segunda resposta sensata que não compartilhei com gary ah não eu pensei outro manifesto cansativo de conversa oca espiritual escrito por algum pobre tolo que pensa que as vozes em sua cabeça são manifestações de algo divino em quase duas décadas trabalhando como jornalista revisor redator e editor no campo da espiritualidade alternativa eu tinha visto uma quantidade maior desse tipo de bobagem do que eu podia me lembrar não pude deixar de recordar uma citação de são joão da cruz reclamando sobre escribas iludidos em sua própria época isso acontece com muita freqüência e muitas pessoas são bastante iludidas por isso pensando que atingiram um alto grau de oração e estão recebendo comunicações de deus por esse motivo eles o escrevem ou fazem com que seja escrito e isso se transforma em nada não tem a substância de nenhuma virtude e serve apenas para encorajar a vaidade neles mas esse cara renard estava querendo pagar por uma crítica completa do seu trabalho isso me fazia vê-lo com bons olhos eu havia aprendido depois de escrever notas sobre avaliação literária que sempre era possível encontrar algo útil para se escrever sobre o trabalho de um escritor algum tipo de crítica construtiva que iria fazer mais do que encorajar a vaidade de um autor aspirante então eu disse que sim ele poderia me mandar seu livro e eu faria um exame cortês e completo eu ainda não tinha lido muito desse manuscrito antes de me sentir feliz por não ter compartilhado minha segunda resposta privada com gary porque isso significaria que eu teria que engolir minhas palavras embora superficialmente essa história parecesse estranha ela entretanto era surpreendentemente uma leitura agradável até mesmo cativante as conversas que gary gravou com seus instrutores espirituais inesperados e acima de tudo incomuns arten e pursah eram tão inteligentes engraças e livres de fervor religioso pseudo-profundo que eu passei a esperar o chamado material canalizado além disso o trabalho não parecia fazer muito para encorajar a vaidade de gary na verdade esses companheiros sobrenaturais caçoaram dele sem piedade dizendo que ele era preguiçoso e sabichão embora também dessem a ele um encorajamento cuidadoso sobre a disciplina espiritual que eles o estavam persuadindo a seguir os leitores vão descobrir logo que essa disciplina é aquela conhecida por milhões de pessoas pelo mundo todo através de um guia espiritual moderno chamado um curso em milagres ucem sem dúvida gary entrou em contato comigo por causa do trabalho que publiquei com relação ao curso incluindo história completa do curso em milagres uma visão geral jornalística da história desse ensinamento principais professores e seguidores assim como suas críticas e as poucas controvérsias que provocou também era possível que 3

[close]

p. 4

gary tivesse entrado em contato comigo porque tivesse um reconhecimento inconsciente das nossas similaridades psicológicas embora eu não seja de modo algum preguiçoso como o sr renard certamente tenho minha parte de tendências de sabichão como um guia de ensinamentos suplementares dos princípios do curso o manuscrito de gary tem outra característica extraordinária é absolutamente inflexível em seu compromisso com a filosofia espiritual do ucem de puro não-dualismo e sua crença interior ativa em relação a perdoar perdoar e então perdoar novamente até que o perdão se torne um hábito mental diário e contínuo embora existam muitos livros de muito sucesso sobre os princípios do curso em relação ao seu apelo primário os mais populares também têm sido os mais diluídos e muitas vezes misturados com noções mais palatáveis das variedades da nova era e da auto-ajuda eu estava impressionado em ver que o manuscrito de gary permanecia verdadeiro tanto em relação ao núcleo metafísico quanto ao exato treinamento mental do curso geralmente em termos nada incertos fossem o que fossem e de onde tivessem vindo arten e pursah claramente não eram um produto de um insípido workshop sobre ilumine-se-em-um-fim-de-semana portanto conforme eu li o manuscrito pela primeira vez comecei a sentir que ele merecia ser publicado afinal ­ mas havia esquisitices ainda maiores sobre ele do que eu havia pensado à princípio ele realmente era longo demais estava escrito em um formato de uma conversa a três que seria inaceitável aos olhos dos editores mais famosos e finalmente ele afirmava fontes metafísicas que iriam relegá-lo ao reino da nova era enquanto o texto era rígido demais para algumas pessoas conforme minha preocupação mudou de fazer uma avaliação do manuscrito de gary para ajudá-lo a encontrar um editor percebi que não conseguia pensar em uma única editora grande ou pequena que fosse levar em frente seu projeto e resistir à urgência prática de dividi-lo picotá-lo e transformá-lo em algo mais de acordo com as tendências atuais as mensagens de gary deixaram claro que ele deveria procurar um editor que preservasse esse trabalho em sua totalidade mantendo tanto seu formato quanto sua consistência temática eu estava inclinado a pensar que qualquer editor que aceitasse publicar um manuscrito desses de um autor completamente desconhecido realmente deveria ter sua cabeça examinada foi então que eu percebi que eu iria publicá-lo existe mais do que um pouco de ironia nessa decisão porque eu nem mesmo acredito em mestres ascensionados principalmente porque nenhum deles já apareceu de repente em meu reconhecidamente estreito campo de visão apesar do grande bem que um curso em milagres trouxe à minha vida eu sempre me senti ambivalente sobre sua alegada autoria espiritual embora isso parecesse chocante para outros estudantes do ucem eu nunca tinha me preocupado muito sobre se jesus cristo tinha algo a ver com ele a autenticidade do curso tinha sido confirmada para mim porque ele funciona criando mudanças positivas e dramáticas em minha vida e nas vidas de muitos outros que eu conheci e entrevistei ­ mas não porque ele afirma ter uma fonte divina com esse ponto de vista eu realmente me harmonizo com arten e pursah que lembraram a gary repetidamente nesse livro que é sempre a verdade inata da mensagem que conta não algo de especial com os mensageiros de maneira muito estranha a mensagem desse livro chegou até mim precisamente na época certa para revigorar meus próprios estudos sobre o curso conforme eu lia o manuscrito de gary fiquei pensando ah é isso que quer dizer e eu tinha esquecido disso e perdão ­ eu me pergunto se isso realmente funciona quando terminei de ler o manuscrito percebi que ele estava funcionando para mim da maneira que os professores de gary pretendiam que funcionasse para ele e para os futuros 4

[close]

p. 5

leitores como um percurso de recapitulação extraordinário para a espiritualidade do futuro falo dessa maneira porque apesar do crescimento rápido do seu público desde sua publicação em 1976 um curso em milagres ainda tem um número comparativamente pequeno de seguidores e eu acho que deve continuar dessa maneira por gerações sua metafísica é diferente demais do que a maioria do mundo acredita e sua disciplina transformadora é exigente demais para que ele se torne a base de um movimento espiritual de massa ainda durante muito tempo embora como os professores de gary predisseram eu sinto que esse tempo finalmente vai chegar embora o curso possa parecer absolutista e inflexível um de seus grandes méritos é que ele afirma ser apenas um tipo de currículo universal geralmente apoiando os outros caminhos espirituais e psicológicos por sua sabedoria inata entretanto ele realmente declara que o estudante sério vai progredir por esse caminho de maneira mais rápida do que com qualquer outro método como um espiritualista pragmático aprecio essa estratégia de venda de fato o curso periodicamente escreve algumas linhas sobre a sugestão autoritária de que reconhecer e cumprir nossas tarefas sobre o perdão economiza milhares de anos no processo do desenvolvimento espiritual já que eu nunca acreditei muito em reencarnação eu quase não sei o que fazer com isso tenho a sensação fantástica de ter economizado muito sofrimento futuro através de decisões que eu tomei sob a influência do ucem ­ decisões que envolviam a liberação de ressentimentos habituais raiva debilitante e medos auto-limitadores antes de encontrar o curso eu definitivamente não estava em um caminho em direção a uma sabedoria tão sublime e ativa eu corria para aquele peculiar livro azul quando mais precisava dele e fico feliz em dizer que não fui o único a se beneficiar do acaso aparente de encontrar um ensinamento milagroso estou certo de que não teria atingido a milhares de leitores de maneira útil com meus próprios livros se não tivesse me comprometido com a disciplina do curso de fato eu senti uma influência inconfundível do curso sobre minha decisão de publicar a primeira edição desse livro e não demorou a ficar claro para mim que todos os riscos que o manuscrito continha valiam à pena o livro rapidamente encontrou um público devotado entre os milhares de estudantes do curso assim como entre os buscadores espirituais que ainda não estavam familiarizados com o ucem depois de um ano após ter sido publicado pela fearless books esse projeto chegou a hay house a maior editora independente com credenciais insuperáveis sobre espiritualidade contemporânea ­ e com o entusiasmo e os meios de levar esse livro ao seu próximo passo de distribuição pelo mundo gary e eu estamos gratos pela generosidade do seu novo editor que concordou imediatamente que esse livro deveria continuar com o mesmo formato da edição original sem mudanças no conteúdo estilo ou impacto dos ensinamentos provocantes que ele traz esse livro não é um substituto para um curso em milagres mas estou confiante de que ele vai servir bem como uma apresentação estimulante ou uma revisão radical dos princípios fundamentais de ensinamento e os leitores que não se importam com o curso ainda podem encontrar muito aqui para rir contra o que argumentar ou com o que se maravilhar se você for parecido comigo vai descobrir que esse livro não é o que você espera ­ mas realmente é uma viagem e tanto como arten e pursah poderiam ter dito divirta-se d patrick miller fearless books setembro de 2004 5

[close]

p. 6

nota do autor e agradecimentos enquanto vivi em uma área rural do maine fui testemunha de uma série de aparições em carne e osso de dois mestres ascensionados chamados pursah e arten que finalmente identificaram uma de suas encarnações anteriores como são tomé e são tadeu apesar do mito popular aquelas vidas dos dois discípulos não foram as últimas meus visitantes não vieram para repetir alguns chavões espirituais nos quais muitas pessoas talvez ainda acreditem ao invés disso eles revelaram nada menos do que os segredos do universo discutiram o verdadeiro propósito da vida falaram em detalhes sobre o evangelho de tomé e esclareceram objetivamente os princípios de um documento espiritual espantoso que está se espalhando através do mundo para introduzir uma nova maneira de pensamento que vai se tornar mais predominante no novo milênio não é essencial que você acredite que essas aparições aconteceram para receber os benefícios da informação nesse livro entretanto eu posso testemunhar a extrema improbabilidade de esse livro ter sido escrito por um leigo inculto como eu sem ter a inspiração desses mestres de qualquer forma deixo para os leitores pensarem o que quiserem sobre as origens do livro eu pessoalmente acredito que o desaparecimento do universo pode ser uma leitura útil que economiza tempo para qualquer pessoa receptiva que esteja no caminho espiritual depois que você experimentar essa mensagem pode ser impossível para você ­ como foi para mim ­ sequer olhar para sua vida ou pensar sobre o universo da mesma maneira outra vez o texto se refere a eventos que aconteceram de dezembro de 1992 a dezembro de 2001 ele é apresentado na forma de um diálogo com três participantes gary eu e arten e pursah dois mestres ascensionados que apareceram para mim pessoalmente minha narração não é qualificada a menos que interrompa o diálogo e nesse caso está simplesmente rotulada como nota as muitas palavras em itálico que você vai ver indicam um ênfase da parte da pessoa que está falando por favor saiba que eu não mudei substancialmente esse diálogo ainda que tenha sido difícil para mim revisar esse material e tolerar algumas das coisas imaturas e julgadoras que eu disse durante todo o tempo em que essa história aconteceu olhando para trás percebi que foi apenas nos últimos capítulos que eu realmente pratiquei o perdão embora existam afirmações feitas pelos mestres nessas páginas que possam parecer ásperas ou críticas em forma impressa posso testemunhar que a atitude deles sempre incluiu gentileza humor humildade e amor como uma analogia um bom pai/mãe muitas vezes sabe que é necessário que os filhos sejam firmemente corrigidos de uma maneira que possam entender mas a motivação por trás da correção é de natureza positiva então se as conversas parecerem um pouco ásperas deve ser lembrado que para meu benefício arten e pursah falaram comigo deliberadamente de uma maneira que eu pudesse compreender com o propósito de me levar gradualmente ao objetivo dos seus ensinamentos pursah me disse que o estilo deles foi designado para me fazer prestar atenção talvez isso diga tudo 6

[close]

p. 7

fiz todos os esforços para tornar esse livro correto mas não sou perfeito e portanto esse livro também não é mas se existirem quaisquer erros de fato nesses capítulos você pode estar certo de que são meus erros e não foram cometidos pelos meus visitantes também para ser totalmente franco devo dizer ainda que aumentei algumas dessas conversas com diálogos de que me recordei depois isso foi feito com as bênçãos e o encorajamento de arten e pursah e algumas de suas instruções para mim estão incluídas nessas conversas portanto esse livro deveria ser considerado um projeto pessoal que foi iniciado e consistentemente orientado por eles até mesmo nas passagens onde não existe uma transcrição literal dos nossos encontros as referências a um curso em milagres incluindo a citação introdutória de cada capítulo estão anotadas e listadas no índice no final sou infinitamente grato à voz do curso cuja verdadeira identidade é discutida nesse material [as idéias aqui apresentadas são a interpretação e a compreensão pessoal do autor e não são necessariamente apoiadas pelos que têm os direitos autorais de um curso em milagres gary r renard sobre o autor gary r renard nasceu no litoral histórico do norte de massachusetts onde acabou se tornando um guitarrista profissional bem sucedido durante a convergência harmônica de 1987 ele ouviu um chamado e começou a levar sua vida para uma direção diferente no início dos anos noventa ele se mudou para o maine onde passou por um poderoso despertar espiritual como foi instruído a fazer ele escreveu de maneira lenta e cuidadosa o desaparecimento do universo durante um período de nove anos hoje em dia ele é um investidor particular que escreve viaja e discute princípios metafísicos com outros buscadores espirituais 7

[close]

p. 8

há aqueles que alcançaram deus diretamente sem reter nenhum traço dos limites mundanos e lembrando perfeitamente sua própria identidade estes podem ser chamados de professores dos professores porque embora já não sejam visíveis a sua imagem pode ainda ser invocada e eles aparecerão em todos os momentos e em todos os lugares em que for útil fazê-lo Às pessoas a quem tais aparições assustariam eles dão as suas idéias ninguém pode invocá-los em vão nem existe pessoa alguma da qual não estejam cientes ucem mp ­ pág 66 um curso em milagres 8

[close]

p. 9

parte i um sussurro em seu sonho 9

[close]

p. 10

1 arten e pursah aparecem 21/12/1992 a comunicação não está limitada ao pequeno escopo dos canais que o mundo reconhece ucem ­ mp ­ pág 64 durante a semana do natal de 1992 percebi que as circunstâncias da minha vida e meu estado mental estavam se aperfeiçoando lentamente há mais ou menos um ano no natal anterior as coisas não tinham corrido muito bem então eu tinha estado profundamente perturbado pela aparente escassez em minha vida embora eu fosse um músico profissional de sucesso não tinha conseguido guardar muito dinheiro eu estava lutando em minha nova carreira de corretor da bolsa de valores e estava processando um amigo e ex-parceiro de negócios que eu sentia que havia me tratado injustamente nesse meio tempo eu ainda estava no processo de me recuperar de uma falência pela qual tinha passado quatro anos antes ­ o resultado da impaciência gastos temerários e aparentemente bons investimentos que tinham dado errado eu não sabia disso mas estava em guerra comigo mesmo e estava perdendo eu também não sabia naquela época que praticamente todas as pessoas estão em guerra e perdendo mesmo quando parecem estar ganhando de repente algo mudou profundamente dentro de mim durante trinta anos eu havia estado em uma busca espiritual durante a qual tinha aprendido muito sem realmente tirar o tempo necessário para aplicar minhas lições mas naquele uma nova certeza me inundou as coisas têm que mudar eu pensei deve haver uma maneira melhor do que essa eu escrevi para o amigo que estava processando e o informei de que estava retirando minha ação legal para começar a eliminar o conflito da minha vida ele telefonou e me agradeceu e nós começamos a reconstruir nossa amizade no fim fiquei sabendo que o mesmo tipo de cenário de formas diferentes havia acontecido milhares de vezes nas décadas anteriores conforme algumas pessoas em conflito tinham começado um processo de baixar suas armas e de se entregarem a uma sabedoria maior dentro de si mesmas então comecei a tentar ativar o perdão e o amor como eu os compreendia naquela época em situações que me confrontassem em qualquer dia específico eu tive alguns bons resultados e algumas dificuldades muito desagradáveis especialmente quando alguém apertava meus botões da maneira certa e exata ou errada mas pelo menos eu sentia que estava começando a mudar de direção durante esse período comecei a perceber pequenos flashes de luz no canto dos olhos ou ao redor de certos objetos esses flashes de luz claros como cristal não ocupavam meu campo inteiro de visão mas estavam concentrados em áreas específicas eu não iria entender o que era isso até que me fosse explicado mais tarde através daquele ano de mudanças eu regularmente rezei para jesus o profeta da sabedoria que eu admirava mais do que qualquer outra pessoa para me ajudar eu sentia uma misteriosa conexão com jesus e em minhas orações freqüentemente dizia a ele o quanto gostaria de poder voltar há dois mil anos atrás e ser um de seus seguidores para que eu pudesse saber como realmente era aprender com ele em pessoa 10

[close]

p. 11

então durante a semana do natal de 1992 algo muito incomum aconteceu enquanto eu estava meditando em minha sala de estar em uma área rural do maine eu estava sozinho porque trabalhava em casa e minha esposa karen viajava diariamente a trabalho para lewiston nós não tínhamos filhos e portanto eu desfrutava de um ambiente bastante calmo exceto pelos latidos ocasionais de nossa cadela nupey conforme minha mente emergiu da minha meditação abri meus olhos e fiquei atordoado de ver que não estava sozinho de boca aberta sem emitir um som fiquei olhando fixamente para um homem e uma mulher sentados em meu sofá olhando diretamente para mim com sorrisos gentis e radiantes e olhos penetrantes não havia nada ameaçador neles na verdade eles pareciam extraordinariamente pacíficos o que eu achei tranqüilizador olhando agora para trás fico imaginando porque não fiquei mais amedrontado uma vez que essas pessoas de aspecto muito sólido tinham se materializado aparentemente do nada ainda assim essa primeira aparição de meus futuros amigos foi tão surreal que o medo de alguma forma não parecia apropriado as duas pessoas aparentavam ter por volta de trinta anos e pareciam muito saudáveis suas roupas eram elegantes e contemporâneas eles não pareciam com nada que eu tivesse imaginado sobre os anjos ou mestres ascensionados ou qualquer outro tipo de seres divinos não existia luz ou aura fulgurante ao redor deles alguém poderia ter topado com eles jantando em um restaurante e nem ter lhes dado um segundo olhar mas eu não podia deixar de notá-los sentados lá em meu sofá e me descobri olhando para a atraente mulher mais do que para o homem percebendo isso a mulher falou primeiro pursah olá meu querido irmão posso ver que você está atônito nós estamos não realmente amedrontado eu sou pursah e esse é nosso irmão arten aparecendo para você nós estamos aparecendo para você como símbolos cujas palavras vão ajucomo dar a facilitar o desaparecimento do universo eu digo que nós somos símsímbolos bolos porque qualquer coisa que pareça ter uma forma é simbólica a cujas palavras única realidade verdadeira é deus ou o espírito puro que no céu são sinôvão ajudar a nimos e deus e o espírito puro não têm forma portanto não existe conceifacilitar o to de masculino ou feminino no céu qualquer forma incluindo seu próprio desaparecimen corpo que é experimentada no universo falso da percepção precisa por de to do universo finição ser simbolo de alguma outra coisa esse é o significado real do segundo mandamento vós não deveis ter diante de vós nenhum ídolo a maioria dos estudiosos da bíblia sempre considera esse mandamento em particular como um mistério por que deus não iria querer nenhuma imagem dele moises pensou que a idéia era se livrar da idolatria pagã o real significado é que você não deveria fazer nenhuma imagem de deus porque deus não tem imagem essa idéia é central para o que vamos falar a você mais tarde gary você pode falar isso de novo arten nós vamos repetir as coisas o suficiente para que você as entenda gary e uma das coisas que você vai perceber é que vamos falar mais e mais em seu próprio estilo de linguagem na verdade vamos colocar as coisas para você muito diretamente nós achamos que você já é crescido o suficiente para lidar com isso e não viemos aqui para perder tempo você pediu ajuda a jesus ele ficaria feliz de vir a você pessoalmente mas isso não é o mais correto agora nós somos os representantes dele a propósito na maior parte do tempo vamos nos referir a jesus como j nós temos permissão dele para isso e vamos lhe dizer o motivo quando chegar a hora certa você queria saber como era estar lá com ele há dois mil anos nós estávamos lá e vamos ficar felizes em lhe contar sobre isso 11

[close]

p. 12

embora você talvez fique surpreso de descobrir que existem muito mais vantagens em ser um estudante dele hoje do que naquela época uma coisa que vamos fazer é desafiá-lo da maneira que j nos desafiou repetidamente tanto no passado quanto no que você pensaria como sendo futuro nós não vamos facilitar as coisas para você nem dizer o que você gostaria de ouvir se você quiser ser tratado com luvas de pelica então vá a um parque temático se você estiver pronto para ser tratado como um adulto que tem o direito de saber por que nada no seu universo tem a possibilidade de funcionar no final das contas então vamos aparecer para o trabalho você vai aprender tanto a causa dessa situação quanto a maneira de sair dela então o que você diz gary não sei o que dizer arten excelente essa é uma ótima qualidade de um estudante além da vontade de aprender eu sei que você tem isso também sei que você não gosta muito de falar você é o tipo de cara que poderia ficar em um monastério durante anos sem dizer uma única palavra você também tem uma memória excepcional algo que vai ser muito conveniente para você mais tarde na verdade nós sabemos tudo sobre você gary tudo pursah sim tudo mas não estamos aqui para julgá-lo então não existe sentido em esconder as coisas ou em ficar embaraçado nós estamos aqui simplesmente porque é útil para nós aparecer nesse momento tire vantagem de nós o quanto puder quaisquer perguntas que vierem à sua mente você está imaginando porque temos essa aparência a resposta é que gostamos de nos adequar aos lugares aonde vamos também nós nos vestimos em uma moda secular porque não representamos nenhuma religião ou denominação em particular gary então vocês não são testemunhas de jeová porque eu já disse a eles que não faço parte de igrejas organizadas pursah nós certamente somos testemunhas de deus mas testemunhas de jeová se referem à uma antiga crença de que exceto para um número restrito de pessoas que vão estar com ele o reino de deus será na terra com eles em corpos glorificados e não é isso o que ensinamos nós podemos discordar dos ensinamentos dos outros mas não os julgamos e respeitamos o direito de todas as pessoas de acreditarem no que quiserem gary isso é legal mas eu não sei se gosto da idéia de não existir masculino e feminino no céu pursah não existem diferenças no céu e nem mudanças tudo é constante essa é a única maneira de ele poder ser completamente confiável ao invés de caótico gary isso não é um pouco chato pursah deixe-me perguntar algo gary sexo é chato gary não no meu livro pursah bem imagine o próprio auge de um orgasmo sexual perfeito exceto que esse orgasmo nunca termina ele continua para sempre sem diminuir sua intensidade poderosa e perfeita gary vocês têm minha atenção pursah o ato sexual físico não chega nem perto do êxtase incrível do céu ele é apenas uma pobre imitação da união com deus É um falso ídolo feito para manter sua atenção presa ao corpo e ao mundo com apenas uma recompensa suficiente para mantê-lo voltando para buscar mais É muito similar a um narcótico o céu por outro lado é um êxtase perfeito indescritível que nunca termina 12

[close]

p. 13

gary isso parece lindo mas não explica todas aquelas experiências que as pessoas têm sobre o outro lado ­ viagens fora do corpo experiências de quase-morte comunicações com pessoas que já morreram e coisas dessa natureza arten o que você chama desse lado e do outro lado são apenas dois lados da mesma moeda ilusória tudo isso é o universo da percepção quando seu corpo parece parar e morrer sua mente continua funcionando você gosta de ir ao cinema certo gary todos devem ter um hobby arten quando você faz uma transição de um lado para o outro seja dessa vida para o pós vida ou para um corpo novamente é como sair de um cinema e entrar em outro diferente exceto que esses filmes são mais como os filmes de realidade virtual que as pessoas terão no futuro onde tudo vai parecer completamente real até mesmo se o tocarmos gary isso me lembra do artigo que li sobre uma máquina em um laboratório no mit onde você pode colocar seu dedo e sentir coisas que não estão lá É esse o tipo de tecnologia sobre o qual você está falando arten sim algumas invenções imitam alguns aspectos do que a mente faz voltando ao ciclo do nascimento e morte quando você aparentemente nasce de novo em um corpo físico se esquece de tudo ou pelo menos da maioria tudo isso é um truque da mente gary minha cabeça está na minha mente corrigir algo geralmente arten sua cabeça seu cérebro sua poesia quaisquer universos paralelos e tudo o mais que possa ser percebido são projeções da men significa que você o conserta e te são todos simbólicos de um único pensamento nós vamos lhe dizer mantém quando o qual é esse pensamento mais tarde uma maneira ainda melhor de penfalso universo sar sobre isso é considerar seu universo um sonho acabar de ser corrigido pelo gary ele parece muito sólido para ser um sonho companheiro arten nós vamos lhe dizer mais tarde porque ele parece sólido espírito santo não mas você precisa de mais background primeiro não vamos nos adiantar vai mais parecer existir demais o que pursah estava tentando gravar em você é que ninguém esestá pedindo que você abra mão de muitas coisas em troca de nada É realmente o oposto disso você um dia vai perceber que não está abrindo mão de nada em troca de tudo ­ um estado tão impressionante e alegre que é impossível de descrever em palavras para alcançar esse estado de ser entretanto você precisa querer passar por um processo difícil de correção feito pelo espírito santo gary essa correção de que você fala tem algo a ver com correção política pursah não correção política não importando o quanto seja bem intencionada ainda é um ataque à liberdade de expressão você vai descobrir que somos livres até em relação ao nosso discurso a palavra correção não é usada por nós da maneira comum porque corrigir algo geralmente significa que você o conserta e mantém quando o falso universo acabar de ser corrigido pelo espírito santo não vai mais parecer existir eu digo que ele não vai mais parecer existir porque ele não existe na realidade o verdadeiro universo é o universo de deus ou o céu ­ e o céu não tem absolutamente nada a ver com o falso universo entretanto existe uma maneira de olhar para o seu universo que vai ajudá-lo a voltar para seu verdadeiro lar com deus gary você está falando sobre o universo como se ele fosse algum tipo de engano mas a bíblia diz que deus criou o mundo e a maioria das pessoas acredita nisso sem mencionar todas as religiões do mundo meus amigos e eu pensamos que deus produziu o mundo para que ele pudesse se conhecer experimentalmente o que eu acho que é uma 13

[close]

p. 14

crença muito comum na nova era deus não criou a polaridade dualidade e todos os opostos nesse mundo de sujeito e objeto pursah em uma única palavra não deus não criou a dualidade e ele não criou o mundo se ele o tivesse feito seria o autor de um conto contado por um idiota para emprestar a descrição de shakespeare sobre a vida mas deus não é um idiota nós vamos provar isso a você ele pode ser apenas uma de duas coisas ou ele é o perfeito amor como diz a bíblia quando tropeça acidentalmente na verdade ou ele é um idiota você não pode vê-lo das duas formas j também não era idiota porque ele não foi enganado pelo falso universo nós vamos lhe contar mais sobre ele mas não espere uma versão oficial você se lembra da história sobre o filho pródigo gary claro bem eu provavelmente gostaria de um lembrete pursah pegue seu novo testamento ali e leia essa história para nós então vamos explicar algo a você mas deixe de lado o último parágrafo gary por que eu devo deixar de lado o último parágrafo arten ele foi acrescentado à história depois dela ter passado para outras pessoas através da tradição oral então isso foi mais uma mudança feita pelo médico que escreveu tanto o livro de lucas quanto o livro dos atos gary tudo bem eu vou dar a vocês o beneficio da dúvida por enquanto a versão padrão revisada é boa o bastante arten sim ela é prática vá até lucas 15:11 gary certo agora é jesus que está falando aqui certo arten sim j não fala tanto assim na bíblia e quando fala muitas vezes é citado erroneamente ele foi citado erroneamente e mal compreendido por todos do inicio ao fim incluindo nós mesmos nós o compreendemos melhor do que a maioria mas ainda tínhamos muito a aprender nós estamos falando com você agora com o beneficio de um aprendizado subseqüente mas j foi citado erroneamente com mais freqüência nos relatos individuais que se tornaram os evangelhos em voga essas eram as histórias populares daquele tempo j não disse muitas das coisas que são citadas como sendo ditas por ele nesses livros mas ele realmente disse algumas delas ­ assim como ele não fez a maioria das coisas que aparece fazendo nesses livros mas realmente fez algumas delas gary você quer dizer que é como um desses filmes para televisão onde eles dizem que são baseados em uma história real mas a maior parte é inventada arten sim muito bom a outra metade do novo testamento vem quase que inteiramente do apóstolo paulo que realmente era muito carismático mas não ensinou as mesmas coisas que j nenhuma das pessoas que escreveu a bíblia jamais conheceu j exceto o autor de marcos que era apenas uma criança na época em que o conheceu veja o livro das revelações parece uma história de stephen king imagine retratar j como um líder guerreiro montado em um cavalo branco e usando um manto mergulhado em sangue não ele não é um guerreiro espiritual ­ um termo que é o maior oxímoro de todos gary uma pergunta antes da história se vocês não se importarem pursah vá em frente nós não estamos com pressa gary a idéia de que deus não criou o mundo não é uma crença gnóstica arten o princípio certamente não se originou com os gnósticos mas o precedeu em outras filosofias e religiões em relação às seitas gnósticas elas estavam certas em acreditar que deus não criou esse arremedo de mundo mas cometeram o mesmo erro que quase todos os outros tornaram o mundo criado de maneira errônea psicologicamente real para eles eles o viram como um mal a ser desprezado j por outro lado viu o mundo como o espírito santo o vê uma oportunidade perfeita para o perdão e a salvação 14

[close]

p. 15

gary então ao invés de resistir ao mundo eu deveria buscar maneiras de usá-lo como uma chance de ir para casa pursah exatamente bom menino j costumava dizer vocês ouviram o que tem sido dito `um olho por um olho e um dente por um dente mas eu digo a vocês não resistam àquilo que vocês pensam ser o mal não apenas isso foi uma confrontação chocante e direta da antiga escritura mas também a resposta para a pergunta que você acabou de fazer para demonstrar melhor a atitude de j por que você não lê aquela história agora gary tudo bem estou um pouco enferrujado com isso mas aí vai havia um homem que tinha dois filhos e o mais jovem disse ao pai pai dê-me a metade que me cabe das propriedades e ele dividiu seus bens entre eles não muitos dias depois o filho mais jovem juntou tudo o que tinha e partiu em sua jornada para um país distante e lá ele esbanjou sua fortuna em vida fácil e quando tinha gastado tudo uma grande escassez veio para aquele país e ele começou a passar necessidades então ele se juntou a um dos cidadãos daquele país que o mandou para seus campos para alimentar os porcos e ele alegremente encheu os potes onde os porcos comiam e ninguém lhe deu nada mas quando caiu em si disse quantos servos do meu pai têm pão que dá e sobra mas eu estou padecendo aqui com fome vou me levantar e ir até meu pai e vou dizer a ele `pai eu pequei contra o céu e contra você trate-me como qualquer um dos seus servos e ele levantou e foi até o seu pai mas enquanto ainda estava distante seu pai o viu e teve compaixão e correu para abraçá-lo e beijá-lo e o filho disse a ele pai eu pequei contra o céu e contra você não mereço mais ser chamado de seu filho mas o pai disse aos seus servos tragam rápido o melhor manto e o coloquem em seus ombros e coloquem um anel em seu dedo sapatos em seus pés e tragam a vitela mais gorda e a matem e vamos comer e nos alegrar pois meu filho estava morto e está vivo novamente ele estava perdido e foi encontrado e eles começaram a se alegrar arten obrigado gary a história ainda continua muito boa embora eu possa lhe assegurar que ela soava muito melhor em aramaico É claro j estava usando os símbolos da platéia para quem estava falando mas ainda existe muito a se aprender observando essa história com clareza a primeira coisa que você tem que entender é que o filho não foi expulso de casa ele era inocente e inconseqüente o bastante para pensar que poderia partir e viver melhor por conta própria essa foi a resposta de j para o mito do jardim do Éden deus não baniu você do paraíso e ele não é responsável de qualquer modo aspecto ou forma por sua experiência de estar à parte dele a próxima coisa que você deveria perceber é que o filho acabou com seus limitados recursos e começou a experimentar a escassez uma condição que não existia no céu estando aparentemente separado da sua fonte ele agora estava experimentando o desejo pela primeira vez nós vamos explorar esse assunto com você quanto sentirmos que é apropriado mais uma vez nós dizemos que ele está aparentemente separado da sua fonte porque estamos falando de algo que apenas parece ter acontecido mas que realmente não aconteceu compreendemos que esse é um conceito difícil e vamos falar mais sobre isso com o correr do tempo agora experimentando a escassez o filho tentou suprir essa falta juntando-se a outro cidadão daquele país isso é simbólico de tentar encontrar soluções para seus problemas em algum lugar fora de você invariavelmente envolvendo alguma forma de relacionamento 15

[close]

Comments

no comments yet