NOÇÃO DE FÓRMULA EM ANÁLISE DO DISCURSO

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

lingua[gem 39

[close]

p. 2

coleção lingua[gem 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 português ou brasileiro um convite à pesquisa marcos bagno linguagem comunicação social visões da linguística moderna manoel luiz gonçalves corrêa por uma linguística crítica kanavillil rajagopalan educação em língua materna a sociolinguística na sala de aula stella maris bortoni-ricardo sistema mudança e linguagem um percurso pela história da linguística moderna dante lucchesi o português são dois novas fronteiras velhos problemas rosa virgínia mattos e silva ensaios para uma sócio-história do português brasileiro rosa virgínia mattos e silva a linguística que nos faz falhar investigação crítica kanavillil rajagopalan fábio lopes da silva [orgs do signo ao discurso introdução à filosofia da linguagem inês lacerda araújo ensaios de filosofia da linguística josé borges neto nós cheguemu na escola e agora stella maris bortoni-ricardo doa-se lindos filhotes de poodle variação linguística mídia e preconceito maria marta pereira scherre a geopolítica do inglês yves lacoste [org kanavillil rajagopalan gêneros teorias métodos debates j l meurer adair bonini désirée motta-roth [orgs o tempo nos verbos do português uma introdução a sua interpretação semântica maria luiza monteiro sales corôa 16 considerações sobre a fala e a escrita fonologia em nova chave darcilia simões 17 princípios de linguística descritiva m a perini 18 por uma linguística aplicada indisciplinar luiz paulo da moita lopes 19 fundamentos empíricos para uma teoria da mudança linguística u weinreich w labov m i herzog 20 origens do português brasileiro anthony julius naro maria marta pereira scherre 21 introdução à gramaticalização princípios teóricos aplicação sebastião carlos leite gonçalves maria célia lima-hernandes vânia cristina casseb-galvão [orgs 22 o acento em português abordagens fonológicas gabriel antunes de araújo [org 23 sociolinguística quantitativa instrumental de análise gregory r guy ana maria stahl zilles 24 metáfora tony berber sardinha 25 norma culta brasileira desatando alguns nós carlos alberto faraco 26 padrões sociolinguísticos william labov 27 gênese dos discursos dominique maingueneau 28 cenas da enunciação dominique maingueneau 29 estudos de gramática descritiva as valências verbais mário a perini 30 caminhos da linguística histórica ouvir o inaudível rosa virgínia mattos e silva 31 limites do discurso ensaios sobre discurso e sujeito sírio possenti 32 questões para analistas do discurso sírio possenti 33 linguagem diálogo as ideias linguísticas do círculo de bakhtin carlos alberto faraco 34 nomenclatura gramatical brasileira cinquenta anos depois claudio cezar henriques 35 língua na mídia sírio possenti 36 malcomportadas línguas sírio possenti 37 linguagem gênero sexualidade clássicos traduzidos ana cristina ostermann e beatriz fontana [orgs 38 em busca de ferdinand saussure michel arrivé 39 a noção de fórmula em análise do discurso ­ quadro teórico e metodológico alice krieg-planque 40 geolinguística tradição e modernidade,suzana alice marcelino cardoso

[close]

p. 3

alice krieg-planque a noção de fórmula em análise do discurso quadro teórico e metodológico

[close]

p. 4

título original la notion de formule en analyse du discours ­ cadre théorique et méthodologique © presses universitaires de franche-compté 2009 isbn 978-2-84867-255-7 ediÇÃo brasileira capa e projeto gráfico andréia custódio tradução luciana salazar salgado sírio possenti editor marcos marcionilo conselho editorial ana stahl zilles [unisinos carlos alberto faraco [ufpr egon de oliveira rangel [puc-sp gilvan müller de oliveira [ufsc ipol henrique monteagudo [universidade de santiago de compostela kanavillil rajagopalan [unicamp marcos bagno [unb maria marta pereira scherre [ufes rachel gazolla de andrade [puc-sp salma tannus muchail [pucsp stella maris bortoni-ricardo [unb cip-brasil catalogaÇÃo na fonte sindicato nacional dos editores de livros rj k93n krieg-planque alice a noção de fórmula em análise do discurso quadro teórico e metodológico alice krieg-planque tradução luciana salazar salgado sírio possenti são paulo parábola editorial 2010 lingua[gem 39 tradução de la notion de formule en analyse du discours inclui bibliografia isbn 978-85-7934-009-3 1 análise do discurso 2 sociolinguística 3 comunicação de massa e linguagem 4 linguagem e línguas i título ii série 10-2870 cdd 401.41 cdu 81´42 direitos reservados à parábola editorial rua sussuarana 216 alto do ipiranga 04281-070 são paulo sp pabx [11 5061-9262 5061-8075 fax [11 2589-9263 home page www.parabolaeditorial.com.br e-mail parabola@parabolaeditorial.com.br todos os direitos reservados nenhuma parte desta obra pode ser reproduzida ou transmitida por qualquer forma e/ou quaisquer meios eletrônico ou mecânico incluindo fotocópia e gravação ou arquivada em qualquer sistema ou banco de dados sem permissão por escrito da parábola editorial ltda isbn 978-85-7934-009-3 © da edição brasileira parábola editorial são paulo julho de 2010

[close]

p. 5

sumário nota do editor 7 introdução geral 9 capítulo 1 da análise do vocabulário sociopolítico à delimitação de fórmulas 14 capítulo 2 o trabalho heurístico de jean-pierre faye a fórmula `estado total 15 capítulo 3 a análise de marianne ebel e pierre fiala 15 capítulo 4 propostas as propriedades da fórmula 15 capítulo 5 sobre a noção de fórmula síntese deslocamentos questões 16 1 da análise do vocabulário sociopolítico à delimitação de fórmulas 17 capítulo 2 o trabalho heurístico de jean-pierre faye a fórmula estado total 33 a observações sobre o trabalho de jean-pierre faye 33 b a gênese 38 c a circulação 40 d a cristalização 43 e o processo de aceitabilidade 45 capítulo 3 a análise de marianne ebel e pierre fiala 51 a as fórmulas Überfremdung e xenofobia 51 b a fórmula como referente social 53 c a fórmula como objeto polêmico 55 capítulo 4 propostas as propriedades da fórmula 61 a o caráter cristalizado da fórmula 61 b o caráter discursivo da fórmula 81 c o caráter de referente social da fórmula 90 d o caráter polêmico da fórmula 99 capítulo 5

[close]

p. 6

5 sobre a noção de fórmula síntese deslocamentos questões 109 a sobre a escolha do termo fórmula 109 b a fórmula uma categoria gradual 111 c do referente social ao espaço público 112 d do papel das mídias na criação e na circulação das fórmulas 117 capítulo bibliografia 123 Índice de nomes 139 6

[close]

p. 7

nota do editor uando você trabalha há mais de trinta anos com edição de livros sua alegria é descobrir um novo título que represente originalidade que enriqueça sua leitura cotidiana e lhe dê a esperança de mais uma vez produzir um livro rico de consequências para a reflexão de seus leitores É esse o sentimento que me move ao entregar aos leitores a noção de fórmula em análise do discurso ­ quadro teórico e metodológico de alice krieg-planque À simples leitura vê-se imediatamente que a autora lança uma nova luz por meio da noção de fórmula sobre a circulação do discurso num livro que investiga a razão de algumas palavras e expressões surgirem e se estabelecerem no discurso público a ponto de se tornarem onipresentes incontornáveis verdadeiras fórmulas o resultado é um livro que propõe e estabelece uma nova categoria em análise do discurso as fórmulas cujas propriedades e modo de ação são aqui analisados de maneira esclarecedora a noção de fórmula em análise do discurso ­ quadro teórico e metodológico é um título que interessará a pesquisadores dedicados a investigações situadas além do campo das ciências da linguagem porque também elege como interlocutores os pesquisadores em história sociologia ciência política ciências da informação e da comunicação kl kl kl vai aqui uma palavra de agradecimento a sírio possenti que fez a indicação editorial do livro originalmente publicado em 2009 além de fazer a indicação ele ainda nos emprestou seu exemplar para que pudéssemos decidir se contrataríamos o livro aqui está o resultado da indicação e do empréstimo depois de termos adquirido os direitos do livro para o português junto às presses universitaires de franche-compté interessado em que a edição brasileira chegasse o mais rapidamente possível às mãos de q 7

[close]

p. 8

a noção de fórmula em análise do discurso pesquisadores professores e estudantes de ciências da linguagem interessados em análise do discurso sírio possenti assumiu em colaboração com luciana salazar salgado a tradução da obra nosso agradecimento então a sírio possenti [iel-unicamp e a luciana salazar salgado [ufscar pela elegante tradução de uma obra tão técnica plena de consequências para a pesquisa que se faz no brasil e pelo rigor no estabelecimento do texto kl kl kl esperemos que os leitores possam se beneficiar de nossas ações e colaborações nesse caso específico voltadas para uma melhor compreensão do quadro teórico e metodológico no qual as fórmulas se tornam presentes na construção dos problemas públicos e na estruturação dos discursos políticos midiáticos e institucionais 8

[close]

p. 9

introdução geral e sta obra é dedicada à noção de fórmula tanto do ponto de vista teórico quanto do metodológico por fórmula designamos um conjunto de formulações que pelo fato de serem empregadas em um momento e em um espaço público dados cristalizam questões políticas e sociais que essas expressões contribuem ao mesmo tempo para construir assim por exemplo podemos considerar que formulações como mundialização globalização mundializar/globalizar antimundialização antimundialistas altermundialização altermundialistas etc constituem as variantes de uma mesma fórmula mundialização cujo estudo seria útil para compreender o modo pelo qual os debates sobre o estado das relações sociais se desenvolveram na virada do século xx para o século xxi como sugere o exemplo acima a noção de fórmula deriva principalmente da análise do discurso essa contextualização como consequência implica certos posicionamentos em relação aos termos utilizados em diferentes ramificações das ciências da linguagem léxico cristalização colocação neologia atestação ocorrência nominalização emprego uso reformulação paráfrase produção discursiva discurso performatividade sloganização voltaremos a isso ao longo destas páginas a perspectiva pluridisciplinar na qual este trabalho se situa impõe igualmente o recurso a termos que provêm de diversos horizontes das ciências humanas e sociais esclareceremos essas escolhas no decorrer dos capítulos além da própria noção de fórmula o trabalho aqui proposto permite pensar e analisar outros fenômenos de retomada e de circulação discursivos como as pequenas frases ou os slogans por exemplo ele permite ainda compreender a forma como diversos atores sociais homens e mulheres políticos militantes de associações representantes sindicais dirigentes de empresas comunicadores jornalistas profissionais intelectuais organizam por meio dos discursos as relações de poder e de opinião 9

[close]

p. 10

a noção de fórmula em análise do discurso o volume que o leitor vai ler agora resulta ao mesmo tempo de um trabalho anterior de demandas sobre esse trabalho e de uma vontade editorial coletiva antes de qualquer coisa um trabalho já realizado em 2000 defendemos uma tese de doutorado intitulada Émergence et emplois de la formule purification éthnique dans la presse française 1980-1994 une analyse du discours krieg 2000 esse trabalho era de certa maneira uma história de palavras a das quatro palavras que são purificação limpeza depuração e étnica mais precisamente tratava-se de estudar os momentos na história dos discursos em que essas palavras entram em conjunção para formar os sintagmas neológicos purificação étnica limpeza étnica e depuração étnica tratava-se igualmente de ver como no prisma dessas formulações a guerra da ex-iugoslávia havia sido interpretada nas mídias francesas e internacionais em outras palavras buscávamos apreender em que medida a fórmula purificação étnica tinha podido funcionar como interpretante para alguns dos comentadores das guerras iugoslavas a apresentação dos resultados desse estudo e sua análise em contexto foram objeto de uma edição adaptada pouco tempo depois pela editora do cnrs com o título purification éthnique une formule et son histoire krieg-planque 2003 essa publicação foi bem recebida tanto em análise do discurso em lexicologia sociopolítica em ciências da informação e da comunicação em ciência política em história contemporânea e imediata em antropologia em sociologia quanto nos subcampos da pesquisa frequentemente marcados pela pluridisciplinaridade por exemplo os estudos balcânicos ou até mesmo as pesquisas sobre as violências em massa e sobre as crises extremas contudo o fundamento teórico e a determinação dos contornos do objeto que são francamente constitutivos dos resultados obtidos por uma comunidade científica careciam de visibilidade apareciam bastante mas apenas nas entrelinhas sem necessariamente dar-se a ler de modo explícito ora essa pesquisa visava também apreender essas formulações na medida em que elas constituem uma fórmula tratava-se de fazer o balanço das propostas desenvolvidas por outros autores em torno dessa noção e de sugerir nossos próprios elementos de recorte ao mesmo tempo teóricos e metodológicos esse aspecto da pesquisa 10

[close]

p. 11

correspondia ao primeiro capítulo da tese krieg 2000c 15-85 que se chamava la notion de formule circonscription de l objet e repères théoriques não tinha sido até hoje objeto de publicação É esse primeiro capítulo que o leitor vai poder encontrar agora em uma forma editorial adaptada1 em segundo lugar este volume é editado pelo impulso de necessidades e de demandas há alguns anos de fato estudantes de formações diversas e também colegas provenientes de horizontes disciplinares diversos reivindicavam que lhes fosse disponibilizado o capítulo inicial da tese que purification éthnique une formule et son histoire deixava entrever sem no entanto oferecer à leitura ou mais amplamente eles nos solicitavam ajuda para estabelecer um plano prévio teórico e/ou ajuda para colocar em prática um trabalho de análise de um corpus esses estudantes ou colegas se apoiavam na obra publicada pela editora do cnrs para empreender ou reconsiderar o estudo de uma série de expressões em relação às quais tinham a intuição de que poderiam ser apreendidas como fórmulas de fato pistas de trabalho não faltam são numerosas as formulações que merecem ser vistas como fórmulas perestroika glasnost direito de ingerência dever de ingerência mundialização globalização nova ordem mundial choque de civilizações guerra contra o terrorismo nova economia exclusão fratura social exceção cultural discriminação positiva maioria plural democracia participativa poder de compra os sem-documento dever de memória problema das periferias integração patriotismo econômico aquecimento global biodiversidade distúrbio alimentar comércio justo empresa cidadã desenvolvimento sustentável princípio de precaução empresa socialmente responsável crescimento verde governança mundial e tantas outras o presente volume pretende assim responder a necessidades imediatas de pesquisadores jovens ou mais experientes e propor a noção de fórmula 1 o plano geral da tese defendida em 2000 era capítulo i a noção de fórmula circunscrição do objeto e referências teóricas capítulo ii apresentação do corpus estudado capítulo iii o discurso sobre a guerra iugoslava a fórmula e seus contextos capítulo iv unidades lexicais em ato a fórmula seus falsos gêmeos seus concorrentes capítulo v análise das características notáveis da fórmula `purificação étnica capítulo vi construir e desconstruir a fórmula empregos e problematizações da fórmula `purificação étnica 1980-1994 introdução geral 11

[close]

p. 12

a noção de fórmula em análise do discurso tal como nós a entendemos como um recurso fecundo para a análise dos discursos políticos midiáticos e institucionais enfim este livro é o resultado de uma vontade editorial coletiva de fato este volume é fruto de trocas feitas desde há alguns anos entre diferentes membros de duas equipes o laseldi2 da université de franche-comté e o céditec3 da université paris-est de um lado e de outro em meio a conversações e-mails jornadas de estudo colóquios cursos em besançon ou em créteil obras coletivas ou números de revistas que permitiram a colaboração de alguns de seus membros firmou-se uma convergência de pontos de vista essas afinidades dizem respeito a um modo de pensar e de praticar a análise do discurso mas também a um modo de partilhá-la com públicos de estudantes e de colegas a presente publicação inscreve-se na confluência de determinada concepção do trabalho científico e de opções relativas a seu compartilhamento4 a natureza do projeto editorial escolhido determinou duas características da obra de um lado quisemos editar um volume breve tratavase deliberadamente de produzir um fascículo eficaz um resumo em todos os sentidos do termo que pudesse ser útil tanto à compreensão do substrato teórico da noção de fórmula quanto a suas possibilidades de análise concreta de um corpus por outro lado quisemos deixar a bibliografia tal como registrada na pesquisa de origem exceto por alguns 2 laboratoire de sémio-linguistique didactique et informatique ea 2281 o laseldi foi criado em 2000 com o agrupamento das equipes de pesquisa em ciências da linguagem da universidade de franche-comté essa equipe articula as ciências da linguagem e as ciências da informação e da comunicação em relação com a didática e em diálogo com as ciências humanas e as letras 3 centre d Études des discours images textes Écrits communications ea 3119 criado em 1999 por iniciativa de simone bonnafous o céditec se dedica ao estudo dos discursos suas formas suas condições de produção seus usos e suas interpretações a abordagem dos discursos privilegiados pela equipe enfatiza conjuntamente as dimensões linguística e institucional das produções linguageiras o céditec articula assim estreitamente ciências da linguagem e ciências da informação e da comunicação duas disciplinas cujas relações poderão ser mais bem conhecidas em krieg-planque 2007a e krieg-planque e oger 2008 4 12 registrem-se agradecimentos especiais a philippe schepens amigo e colega membro do laseldi pela releitura crítica do texto inicial sem a qual o projeto desta publicação não teria sido levado a cabo e também sinceros agradecimentos aos preciosos amigos e colegas cujo interesse paciência confiança generosidade questionamentos e encorajamentos foram determinantes para a conclusão do trabalho em particular isabelle laborde-milaa claire oger pierre fiala michelle lecolle.

[close]

p. 13

acréscimos necessários à nova introdução geral5 de fato como explicamos em uma entrevista publicada na revista semen krieg-planque 2006a o quadro teórico global no qual nos inscrevemos se alimenta de reflexões políticas intelectuais e científicas dos anos 1975-1985 tal quadro teórico permanece assim como os trabalhos que formam sua estrutura eles correspondem para dizê-lo brevemente à escola francesa de análise do discurso à qual muitas apresentações foram consagradas6 os canteiros da pesquisa em compensação continuam abertos e a reflexão faz nascerem ramificações que evocamos aqui brevemente em primeiro lugar os trabalhos realizados depois da defesa de nossa tese em 2000 reforçam a convicção de uma necessária pluridisciplinaridade krieg-planque 2007b que não é uma petição de princípio mas uma maneira de fazer que pode ser ilustrada por exemplo pelo estudo dos nomes próprios de acontecimentos tais como empregados nas mídias krieg-planque 2009 ou ainda pelo estudo das relações dos jornalistas com suas fontes de informação bem como com as ocorrências do mundo fenomenal cuja colocação em narrativa é operacionalizada pelos profissionais das mídias krieg-planque 2008 uma análise institucional krieg-planque 2007a e uma análise epistemológica oger 2007 das relações entre disciplinas pondo em evidência alguns mal-entendidos e certo número de incompatibilidades insuperáveis também permitem desenhar o perímetro das cooperações em segundo lugar a reflexão sobre a noção de fórmula que vamos ler inscreve-se mais amplamente no quadro de nossas pesquisas que incidem sobre os discursos políticos midiáticos e institucionais contemporâneos essas pesquisas visam mostrar como esses discursos são ao mesmo tempo o instrumento e o lugar e não apenas a origem ou a consequência das divisões e das junções que fundam o espaço público englobando a noção de fórmula a de lugar discursivo krieg-planque 2006a e 2006b constitui um conjunto de proposições para qualquer pesquisador 5 para uma visada global dos trabalhos recentes em análise do discurso em particular numa perspectiva crítica podem-se retomar simone bonnafous 2006 simone bonnafous e malika temmar orgs 2007 krieg 2000b maingueneau 2005 schepens org 2006 ver por exemplo dominique maingueneau 1991 1992 e 1995 francine mazière 2007 6 introdução geral 13

[close]

p. 14

a noção de fórmula em análise do discurso que aspira compreender os discursos por meio das diferentes formas de cristalização que esses mesmos discursos modelam e fazem circular enfim nas articulações das ciências da linguagem com as ciências da informação e da comunicação o trabalho aqui apresentado mostra o interesse que um ponto de vista discursivo pode ter sobre a comunicação se como propomos 2006a 34 definirmos a comunicação como um conjunto de habilidades relativas à antecipação das práticas de retomada de transformação e de reformulação dos enunciados e de seus conteúdos então a análise do discurso deve ser situada entre as abordagens disciplinares centrais para o estudo dos fatos de comunicação a compreensão do trabalho dos comunicadores ou daqueles que sem estar formalmente investidos de tal missão devem integrar uma função comunicacional em uma de suas atividades seja ela profissional e/ou amadora passa necessariamente em parte por uma análise discursiva as noções de fórmula mas também as de pequena frase de elemento de linguagem de argumento ou ainda de slogan contribuem para essa compreensão o plano adotado na presente obra retoma aquele que havia permitido explicitar os fundamentos teóricos e metodológicos da noção de fórmula graças aos quais havíamos alcançado os resultados publicados em 2003 esse plano se apresenta assim capítulo 1 da análise do vocabulário sociopolítico à delimitação de fórmulas o primeiro capítulo faz um balanço seletivo dos trabalhos dedicados aos usos sociopolíticos do léxico na linha dos quais o estudo das fórmulas se inscreve parcialmente com efeito a noção de uso é determinante no estudo de uma fórmula no sentido de que não existe fórmula em si mas antes um conjunto de práticas linguageiras e de relações de poder e de opinião em um momento dado em um espaço público dado que gera o destino formulaico se assim se pode dizer de uma sequência verbal podendo ela estar presente eventualmente por meio de diferentes variantes todas formalmente delimitáveis e relativamente estáveis do ponto de vista da descrição linguística que delas se pode fazer 14

[close]

Comments

no comments yet