Catálogo | Roy Kellermann: A complexa simplicidade da forma

 

Embed or link this publication

Description

Mostra individual do artista plástico Roy Kellermann, realizada pelo SESC Blumenau, com curadoria de Aline Assumpção e Charles Steuck, em 2010. Ficha técnica: Projeto gráfico: Aline Assumpção | Liquidificador Fotografia: Charles Steuck | Liquidificad

Popular Pages


p. 1

a complexa simplicidade da forma roy kellermann

[close]

p. 2

a complexa simplicidade da forma roy kellermann abertura quinta-feira 09 de dezembro de 2010 às 19h na casa sesc curadoria aline assumpção e charles steuck visitação até 28 de fevereiro de 2011 casa sesc rua getúlio vargas 227 centro blumenau

[close]

p. 3



[close]

p. 4

um mercador ou um mago roy kellermann oscila sem constrangimento entre o vendedor de objetos antiguidades e obras de arte e o incansável artífice da régua e do compasso de olhar atento pronto a pregar uma peça em nossos olhos com suas figuras precisas e inquietas roy toma o universo ao redor de si obstinadamente como que numa desmedida tentativa de colocá-lo em ordem de responder ao caos com precisão paradoxalmente a sistematização gráfica que produz nos devolve uma ordem que remete ao infinito e ao sem resposta que volume é este que ora vira orifício e esta porta onde vai dar o ilusionista desorganiza o mundo em arquiteturas do impossível com suas formas brincantes spielende formen nunca pensei em copiar esse escher de quem todos me falam as figuras impossíveis de roy kellermann nasceram na verdade da observação e da afinidade precoce com a geometria também foi por acaso que roy se descobriu neoconcretista suas formas emergiram sem que ainda tivesse assimilado lygia clark ou amílcar de castro o roy pintor nasceu depois do corretor de antiguidades foi para passar o tempo nas longas tarde de pouco movimento em seu antiquário nos anos 70 que ele comprou a primeira tela desta negociação com o tempo surgia o pintor as linhas retas que marcam sua obra desde o início assim como as cores puras e vibrantes pouco tem a ver com o universo rebuscado do antiquário o colecionador de relíquias e o pintor encontram-se apenas em umas poucas telas em que o artista retrata sua grande obsessão os relógios antigos também pinheiros-do-paraná escotilhas o mar casas e construções lhe servem de matéria-prima tudo sempre milimetricamente contido em linhas e curvas perfeitas em cores cuidadosamente escolhidas e uma complexa simplicidade aline assumpção curadora spielende formen 2004 óleo sobre tela 60 x 80 cm

[close]

p. 5

pirâmides azuis 2002 óleo sobre tela 60 x 80 cm

[close]

p. 6



[close]

p. 7

origami contínuo ii roxo 2009 óleo sobre tela 100 x 100 cm origami vii 2009 óleo sobre tela 70 x 70 cm origami ii 2009 óleo sobre tela 60 x 80 cm

[close]

p. 8

aposento com inúmero obstáculos 2004 óleo sobre tela 60 x 80 cm cidadela 1998 óleo sobre tela 80 x 90 cm

[close]

p. 9

rampa de acesso a torre 2005 óleo sobre tela 50 x 70 cm

[close]

p. 10

escotilha mar turbulento 2001 óleo sobre tela 70 x 80 cm navios ironicamente incomunicáveis 2004 óleo sobre tela 50 x 50 cm relógio octogonal 2005 óleo sobre tela 60 x 80 cm relógio mirim octogonal i 2002 óleo sobre tela 27 x 35 cm relógio mirim octogonal ii 2002 óleo sobre tela 27 x 35 cm

[close]

p. 11

presidência do sistema fecomércio /sc bruno breithaupt diretor regional do sesc roberto anastácio martins diretora de programação social leila echer setor de cultura maria teresa piccoli valdemir klamt curadoria aline assumpção charles steuck projeto gráfico liquidificador produtos culturais fotografia charles steuck claudio peruzzo jr produção executiva jamil antônio dias gerência idelfonso dos santos

[close]

p. 12

roy toma o universo ao redor de si obstinadamente como que numa desmedida tentativa de colocá-lo em ordem de responder ao caos com precisão paradoxalmente a sistematização gráfica que produz nos devolve uma ordem que remete ao infinito e ao sem resposta que volume é este que ora vira orifício e esta escada para onde vai o ilusionista desorganiza o mundo em suas formas brincantes spielende formen

[close]

Comments

no comments yet