Texto Base da 3ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE DE GOIÁS - AGROEXTRATIVISMO

 

Embed or link this publication

Description

O Extrativismo é uma das mais antigas atividades do ser humano, e se confunde com a própria história da humanidade, pois se trata de uma prática realizada desde a pré-história e de importância fundamental para a sobrevivência. Consiste basicamente na ext

Popular Pages


p. 1

subtema 1 agroextrativismo o extrativismo é uma das mais antigas atividades do ser humano e se confunde com a própria história da humanidade pois se trata de uma prática realizada desde a pré-história e de importância fundamental para a sobrevivência consiste basicamente na extração e coleta de recursos naturais sejam de origem vegetal animal ou mineral muito praticado no bioma amazônico mas também em outros ecossistemas do brasil esta atividade continua a ser a base econômica de muitas famílias no país a diversificação das atividades no meio rural combinando a agricultura e a pecuária com a atividade extrativista caracteriza o agroextrativismo É um modelo de produção que combina a coleta e o aproveitamento dos produtos nativos com a produção agropecuária muito praticado pela agricultura familiar É focado na subsistência com o excedente direcionado para o mercado e representa um modelo de permanência rural que concilia conservação ambiental com inclusão socioeconômica e melhoria das comunidades envolvidas nesse contexto no estado de goiás predomina o bioma cerrado conhecido também por savana brasileira de clima tropical semiárido relevo diversificado e solos distróficos solos com poucos nutrientes e ácidos apesar destas características o cerrado apresenta uma das maiores biodiversidade do planeta estima-se que existem mais de 12.000 espécies vegetais sendo mais de 40 endêmicas que só ocorrem nessa região e mais 1.800 espécies animais sendo mais de 15 endêmicas ocupando uma área correspondente a 24 do território nacional onde apenas 3 estão protegidos com unidades de conservação apesar de toda a riqueza natural existe muita degradação ambiental o que faz com que o cerrado seja considerado um dos hotspots mundiais isto é um dos biomas mais ricos e ao mesmo tempo ameaçado pela ação antrópica assim o agroextrativismo se manifesta como uma alternativa para preservar o bioma cerrado e as comunidades locais aliando conhecimentos sobre o ecossistema e as práticas e saberes tradicionais promove geração de renda e tradições culturais ao mesmo tempo que promove conservação e sustentabilidade no entanto o modelo de produção agroextrativista ainda é pouco conhecido pela sociedade e pelo poder público há a importância de políticas e incentivos de assistência técnica capacitação e educação acompanhamento contínuo organizações associativistas de pesquisa tecnologias e infraestruturas embora seja importante o extrativismo feito de forma predatória pode desencadear vários problemas socioambientais redução da biodiversidade poluição modificações do solo perda de qualidade e escassez de água etc o extrativismo predatório é a retirada da natureza de forma indiscriminada dos recursos naturais sem respeito aos ciclos biológicos gerando desequilíbrio e extinção das espécies assim é importante o conhecimento e realização de um extrativismo sustentável sustentabilidade significa a capacidade de suprir as necessidades das atuais gerações sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das gerações futuras isso depende da conscientização de que os recursos naturais são finitos e de que necessitam de um manejo racional e

[close]

p. 2

planejado em que seja considerado a necessidade de manutenção e reprodução de espécies em quantidade e qualidade suficientes para manutenção das funções ecossistêmicas de acordo com a legislação atual segundo a instrução normativa nº 17/2009 no âmbito da lei de agricultura orgânica nº 10.831/2003 e do decreto nº 6.323/2007 agroextrativismo é a combinação de atividades extrativas com técnicas de cultivo criação e beneficiamento é orientado para a diversificação consórcio de espécies imitação da estrutura e dos padrões do ambiente natural uso de técnicas geralmente desenvolvidas a partir dos saberes e práticas tradicionais do conhecimento dos ecossistemas e das condições ecológicas regionais essa instrução normativa definida em conjunto pelos ministérios da agricultura e do meio ambiente possui normas técnicas e inclui um descritivo sobre a elaboração de um projeto extrativista sustentável para a obtenção da certificação de produto orgânico oriundo do extrativismo sustentável como exemplo de um importante mecanismo do agroextrativismo a reserva extrativista é uma área utilizada por populações extrativistas tradicionais cuja subsistência baseia-se no extrativismo e complementarmente na agricultura de subsistência e na criação de animais de pequeno porte e tem como objetivos básicos proteger os meios de vida e a cultura dessas populações e assegurar o uso sustentável dos recursos naturais da unidade tem sua viabilidade econômica e ambiental associada à diversificação da produção É de domínio público com uso concedido às populações extrativistas tradicionais em goiás existem as reservas extrativistas do lago do cedro em aruanã criada em 11.09.2006 com 17.337 ha e do recanto das araras de terra ronca em são domingos criada em 11.09.2006 com 11.964 ha diversas são as finalidades da produção agroextrativista sejam para subsistência sejam para o mercado seguem abaixo as principais aplicações e usos dos produtos agroextrativistas alimentar frutos sementes folhas raízes pesca etc medicinal plantas e ervas medicinais têxtil fibras tinturas ornamentação artesanato flores folhas madeira seca sementes etc combustível carvão lenha biomassa óleos etc cosméticos óleos essências etc industrial lubrificantes corantes látex resinas etc construção palhas fibras madeira barro etc sendo assim se faz urgente uma tomada de decisão política para o estado de goiás e esta conferência recomenda que se incorporem ações que implementem as propostas sugeridas neste documento visando valorizar e redescobrir o cerrado com oportunidades dialogadas entre a quantidade e qualidade imediatismo e sustentabilidade concentração e democratização de renda degradação e prestação de serviços ambientais uso intenso de agroquímicos e produção agroecológica e orgânica entre outros.

[close]

p. 3



[close]

Comments

no comments yet