Edição Número 25

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

o samburá barra de caravelas-caravelas-ba tiragem 1.000 exemplares ano ii edição nº 25 abril/maio ano de 2011 a mulher pescadora ­ elizete e o mar como vimos no texto anterior o trabalho feminino relacionado à pesca artesanal precisa de muita atenção por parte dos governantes e lideranças sociais na região principalmente aqui na barra de caravelas onde a crescente pressão sobre os recursos naturais os impactos ambientais e o pouco apoio dos governos fazem com que a renda diminua a cada ano e os conflitos sociais aumentem muitas mulheres tradicionalmente se lançam na atividade pesca pois têm que auxiliar pais e maridos que já tinham um envolvimento com a atividade quanto à organização da atividade pesqueira em caravelas registra-se a existência da colônia de pescadores z-25 com sede no distrito de ponta de areia onde são associados cerca de 2.000 pescadores entre homens e mulheres sendo 600 mulheres a entrevista com elizete moradora da barra e pescadora desde os 10 anos de idade conta que desde cedo acompanhava os pais carregando o cesto samburá e assim entendeu a necessidade apoiar a família com a consciência de que a pescaria é um trabalho muitas vezes duro sofrido e até mesmo perigoso elizete assumiu várias funções na pescaria entre elas a captura em mar raso a pesca em alto mar junto com o pai e os irmãos o tratamento o preparo de isca tecelagem e reparo de redes e venda dos produtos além dessas atividades para todas as outras pescadoras o cotidiano é marcado também por diversas outras atividades que incluem as tarefas domésticas o cuidado com a casa a coleta de lenha a atenção com a família e com a comunidade em que vivem a mulher pescadora é extremamente preparada para conduzir a vida doméstica pois consegue administrar as dificuldades diárias e as atividades relacionadas à pesca diariamente unindo a vida dentro de casa com a vida no mar elizete conta que no dia-a-dia da pesca as dificuldades são grandes principalmente pelo preconceito que algumas pessoas têm com a mulher pescadora mas que mesmo assim nunca se deixou tomar pelo desânimo e na realização de seu trabalho sempre está alegre o contato com a natureza e as belezas do mar junto com a riqueza das festas e comemorações locais muitas vezes é o que dá força para continuar segundo ela a riqueza da história do lugar se expressa nas lembranças e no conhecimento que todas as pessoas possuem sobre as atividades relacionadas à pesca conhecimentos sobre o mangue as marés os ventos as fases da lua e os mitos e crenças relacionadas à natureza dedete por exemplo tem o costume de sempre que vai ao mar rezar para iemanjá e pedir a proteção divina outras pescadoras e pescadores também mantém este hábito sendo que alguns carregam a bíblia outros rezam para a padroeira da barra nossa senhora da conceição ou outro santo de sua preferência segundo elizete ela se considera uma pessoa que luta pelo que quer e leva a vida na batalha e que por isso mesmo se sente realizada e feliz apesar das dificuldades da vida de pescadora a exemplo de elizete muitas outras mulheres vem conquistando seu espaço e ajudando a mostrar a importância de seu trabalho ajudando a conquistar seus direitos e valorizar a mulher pescadora mulheres como esta estão construindo seus próprios rumos e saídas para garantir uma vida melhor para as atuais e futuras gerações vem aÍ mais um encontro das marisqueiras a atividade acontecerÁ no dia 5 de junho e É uma realizaÇÃo da colonia de pescadores z 25 procure a colonia de pescadores para mais informaÇÕes

[close]

p. 2

o samburá o mundo e as catástrofes o que está acontecendo com o planeta terra nas últimas décadas o planeta vem sofrendo grandes intervenções da natureza essas manifestações chocam a maioria das pessoas pela intensidade e freqüência com que vem ocorrendo atualmente no brasil a amazônia que detém 20 da água doce da terra sofreu em 2005 uma grande seca em 2008 choveu muito no vale do itajaí no estado de santa catarina o que deixou muitas pessoas sem moradia famílias inteiras perderam suas vidas no nordeste em 2009 mais enchentes e muitas cidades arrasadas no rio de janeiro duas grandes tragédias a primeira ocorreu em 2010 um grande deslizamento de terra levou abaixo o morro do bumba como se não bastasse em 2011 mais um desastre de maiores proporções atinge o estado os municípios de nova friburgo teresópolis itaipava e petrópolis foram duramente castigados pela enxurrada sendo esta a maior a tragédia já ocorrida no país por fim no dia 11/03/11 o japão foi literalmente abalado por um terremoto com 8,9 graus de magnitude na escala richter foi o mais forte terremoto registrado no japão e o sétimo na história do mundo na seqüência uma onda tsuname com mais de 10 metros de altura invadiu a pequena cidade de sendai tirando centenas de vidas os fortes abalos atingiram a usina atômica de fukushima deixando as autoridades preocupadas com a possibilidade de vazamento de radiação diante desses acontecimentos o jornal o samburá quis saber na sua opinião o que está acontecendo com o planeta terra para a professora de português e inglês isacarle antunes da silva gradua em letras pela uneb esses fenômenos não são recentes eles acontecem há muito tempo em vários lugares do mundo existem pessoas que pensam ser castigo de deus outros como eu acreditam que isso é algo natural e que sempre irá acontecer É claro que o descaso com a terra agrava mais esses fenômenos acarretando grandes tragédias diz a professora já para o coordenador pedagógico reginaldo soares os acontecimentos naturais não são privilégio da atualidade mas sempre existiram e continuarão existindo por que estão vinculados às forças da natureza infelizmente muitos destes fenômenos estão acontecendo com mais intensidade por causa dos seres humanos que não cuidam da natureza não zelam da casa que é o planeta terra a natureza pode até matar como aconteceu com o maremoto no japão mas ficou evidente que a preocupação das autoridades mundiais estava com o reator da usina nuclear que poderia matar muito mais concluiu reginaldo na opinião das alunas da 7ª série do colégio dep afrízio vieira lima gabriele costa lírio e ellen mª santos portela muitas pessoas fazem estes questionamentos por que estão acontecendo essas destruições no mundo porém ninguém chega a uma conclusão existem vários palpites e isso tudo acontece devido às ações do homem que só destroem aí vem terremotos o clima mudando de uma hora para outra morros descendo e tsuname se o ser humano fosse mais consciente o mundo não estaria assim o resultado é esse destruição destruição destruição enfatizam as alunas a verdade é que as catástrofes vão continuar acontecendo e sempre serão uma ameaça para a humanidade até o momento que nós resolvermos reagir respeitando mais a natureza afinal parece que as opiniões são unanimes e os grandes culpados pela fúria da mãe natureza somos nós mesmos talvez essa seja a hora de admitirmos que falhamos ao querer dominar e mudar o mundo e aprender com os nossos erros preservar é preciso para continuarmos a viver com a tranqüilidade que desejamos fé nome pequeno efeito grande através da fé conseguimos alcançar curas físicas e espirituais vejamos o exemplo da mulher que tinha o fluxo de sangue está escrito em mateus mt 9:18-26 que esta foi curada através da fé em jesus já em marcos mc 1:21-28 temos o relato da cura de um homem endemoniado podemos também através da fé alcançar outras vitórias basta acreditar que tudo é possível deus quer que todos vivam em paz por isso que jesus disse em joão jo 14:27 deixo-vos a paz a minha paz vos dou não vo-la dou como o mundo a dá não se turbe o vosso coração nem se atemorize a paz que jesus dá é uma paz que você sente na alma de dentro para fora como a paz que a mulher sentiu ao ser curada da enfermidade que sentia e também como a paz que o homem sentiu ao ser liberto dos espíritos que o atormentavam dia e noite tirando a credibilidade que a sociedade tinha nele porém quando liberto pela fé alcançou novamente a confiança e pode voltar a viver em sociedade prezados amigos e irmãos que neste momento estão lendo este texto não importa qual a situação que vocês possam estar passando mas seja qual for deus tem a solução pois está escrito em marcos mc 5:36 que jesus animou jairo ao dizer ao oficial da sinagoga nÃo temas crÊ somente texto de pb messias pastor da igreja assembléia de deus graça e vida página 2 o samburá

[close]

p. 3

o samburá festas para o parque dos abrolhos e para o farol no dia 6 de abril o parque nacional marinho dos abrolhos completou 28 anos de criação seu nascimento em 1983 representou um marco para a conservação marinha no país e desde então esta unidade de conservação ajuda proteger a região com a maior biodiversidade marinha do mundo durante todo o mês de abril o parque comemorou seu aniversário com várias atividades que se integraram às do aniversário de caravelas e aos eventos realizados pela marinha do brasil pelo aniversário de 150 anos do farol de abrolhos uma dessas atividades foi um grande mutirão de limpeza e coleta dos lixos descartados no mar e que acabam parando ao longo das margens das ilhas que formam o arquipélago o lixo que foi encontrado nas ilhas depois foi trazido para a sede do parque que fica no kitongo separado e pesado para fazer parte de um estudo sobre as ilhas a atividade foi uma realização do ministério do meio ambiente e da marinha do brasil e outros parceiros como as operadoras de turismo locais apecatu expedições catamarã horizonte aberto e catamarã veleiro sanuk o encerramento das festividades aconteceu no dia 30 com a noite em homenagem aos povos do mar reconhecendo pessoas exemplares quanto à sua participação para a conservação da região dos abrolhos com entrega de certificados e o lançamento do cd cantos e encantos do mar produzido pelo grupo cultural umbandaum com apoio da associação de estudos costeiros e marinhos ecomar defeso desde o dia 1º de abril até 15 de maio quando termina a primeira fase do defeso do camarão do ano de 2011 ficaram proibidas as atividades de captura conservação beneficiamento comercialização ou industrialização do camarão rosa camarão sete barbas e camarão branco na área compreendida entre os estados de pernambuco alagoas sergipe e bahia o objetivo é a proteção dos camarões jovens em fase de recrutamento e desova com qualquer apetrecho de pesca a multa para esse crime varia de r 700,00 a r 100 mil e poderá haver perda da embarcação dos apetrechos de pesca e do produto e o cancelamento da licença de pesca além de os infratores serem responsabilizados por processo criminal instaurado pelo ministério público federal na foto a monitora bárbara que trabalha no centro de visitantes do parque nacional marinho dos abrolhos o que É dragagem e para que serve a draga é um tipo especial de embarcação e sua função mais comum é a de aprofundar portos e vias navegáveis removendo parte do fundo do mar ou do leito dos rios e canais geralmente junto à draga operam outros equipamentos para recolhimento e descarte do material extraído em caravelas a empresa fibria vem realizando desde fevereiro de 2002 a dragagem do acesso ao canal do tomba com o objetivo de obter o calado e dimensões necessárias para garantir a segurança aquaviária possibilitando manter em funcionamento o terminal de barcaças luciano vilas boas machado que a empresa mantém às margens do rio caravelas para transportar toras de eucalipto em navios-barcaça até a fábrica da empresa que fica no município de aracruz no espírito santo antes do início das operações de dragagem e descarte foram realizados vários estudos ambientais que definiram responsabilidades critérios básicos e diretrizes gerais para o início das atividades e seu acompanhamento isto significa que para que a dragagem aconteça existem algumas condições que têm que ser respeitadas além de serem tomadas as devidas precauções e respeitada a legislação ambiental brasileira a licença de operação da dragagem prevê 21 condicionantes ambientais específicas como o monitoramento das taxas de deposição de sedimentos nas áreas de recifes do sul do banco de abrolhos a preservação das áreas de recifes de corais o monitoramento do boto-cinza projetos de educação ambiental e relacionados à cadeia pesqueira na região como é o caso do projeto caravelas empreendedora voltado principalmente para a comunidade de pescadores e pescadoras artesanais e à melhoria da condição da atividade produtiva o samburá página 3 foto informativo fibria a maioria da população da região de caravelas acompanhou de perto o processo para início da dragagem no canal do tomba mas ainda têm interesse em entender melhor os procedimentos e impactos envolvidos leia para saber mais:

[close]

p. 4

escola alegria do povo realiza festa em homenagem às mães a escola alegria do povo realizou no dia 06/05/11 sexta-feira evento em comemoração ao dia das mães a confraternização teve início às 15h30min contou com a presença de muitos convidados a secretária de educação também prestigiou o evento as crianças puderam fazer suas homenagens através de slides com fotos apresentações teatrais todo o trabalho foi desenvolvido pelos professores a euforia contagiou a todos os presentes durante as homenagens realizadas pelos os alunos pessoas da comunidade também contribuíram como corina melgaço que coordenou o grupo de crianças encenando a canção onze rosas jovens artistas da igreja batista trouxeram a peça o rei salomão e as mães intercalando as apresentações foram sorteados brindes entre as mães de alunos a mãe franciele alcântara de miranda protagonizou um momento muito bonito ao cantar à capela a canção nossa história de fernanda brum para gilmara melgaço da silva mãe do aluno luiz gustavo o evento foi muito bom e gostou muito da maneira que as crianças foram acolhidas pelos os professores as professoras tiveram muita paciência e atenção com os nossos filhos disse gilmara melgaço na opinião da diretora da escola alegria do povo o sucesso do evento se deu pela parceria que vem sendo desenvolvida entre pais e escola os pais têm que ser parceiros da escola e não serem excluídos disse monica ribeiro a comunidade participou diretamente do evento representada por vários seguimentos religiosos e outros o que mostrou segundo a diretora monica que estamos falando de educação e educação não se faz só na escola a diretora fez questão de agradecer a todos que contribuíram direta ou indiretamente estou muito satisfeita o empenho dessas pessoas contribuiu para que essa festa saísse assim posso dizer maravilhosa concluiu aproveitamos a oportunidade para desejar a todas as mães barrenses em especial as leitoras do jornal o samburá pelo seu dia afinal só as pessoas especiais são lembradas com tanto esmero por mais que façamos para lhes homenagear ainda é muito pouco deixamos aqui o nosso carinho respeito e amor a rosa mais linda que já desabrochou no jardim da vida e ela se chama mãe diagramação robson falcão reportagem edvaldo souza e adriene coelho supervisão edvaldo souza adriene coelho amarina antunes antonio emidio brunel cyd camila cajueiro cida macário corina melgaço ceça de yayá dadá souza honorina ribeiro jadson ruas jose esperidião jorge magalhães jorge oliveira marcia dos santos freitas mª de lourdes p inácio marina portela vanessa santana fotos girlândia rodrigues adriene coelho pb messias volney lírio

[close]

Comments

no comments yet