Edição Número 20

 

Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

o samburá barra de caravelas-caravelas-ba 1.000 tiragens ano ii edição nº 20 setembro/outubro do ano de 2010 fotos juninho do pt a campanha juventude viva é uma iniciativa da frente parlamentar do estado da bahia em defesa das políticas públicas para a juventude como objetivo principal a aprovação do estatuto estadual da juventude e criação dos conselhos municipais da juventude baseado nisso foi realizado na câmara municipal de caravelas reunião com intuito de provocar uma onda de protesto dentro da comunidade nas questões concernentes as drogas e prostituição as reuniões tiveram duas chamadas a primeira aconteceu no dia 16 de setembro quinta-feira às 16 horas em pauta o craque no meio da juventude prostituição infantil e a construção de uma rede de comunicação entre as instituições que trabalham com jovens em nossa cidade a segunda no dia 23 de setembro às 14 horas com as pautas organização de um seminário com o tema juventude e família construção de uma agenda para elaboração e execução dos eventos a agenda teve início no dia 9 de outubro com um evento na colônia de pescadores de ponta de areia festival de música e dança organizado pelos professores da escola alda nunes no comando o professor de ed física carlos as atividades tiveram sequência no dia 14 quinta-feira com passeatas na comunidade da barra e em ponta de areia com participação dos alunos das escolas alda nunes afrizio vieira e ede santos outras atividades acontecerão no decorrer dos meses de outubro novembro de dezembro como torneio de vôlei de areia na barra torneio de futsal em ponta de areia regional de futsal e handebol em caravelas cinema na quadra e um grande seminário para debatemos as políticas publica para a nossa juventude não basta desenvolver bons trabalhos sendo eles isolados É necessário uma articulação e comunicação entre essa instituições esse isolamento é muito ruim na hora de estabelecer níveis de sucesso o evento conta com o apoio das seguintes instituições patrulha ecolÓgica sec de aÇÃo social caps pro jovem conselho tutelar arte manha cine clube associaÇÃo de ponta de areia igreja batista igreja adventista do 7º dia desbravadores clube dos 40 capoeira malicia partido dos trabalhadores guarda mirim filarmÔnica santo antonio associaÇÃo nova corÉia escolinha de futebol do cruzeiro divisÃo mun de esporte conselho da crianÇa e do adolescente escola alda nunes escola afrizio e o gabinete do ver juninho do pt venha e faça parte desse time a juventude é a luz na escuridão do nosso presente por juninho do pt

[close]

p. 2

relação dos deputados estaduais eleitos marcelo nilo pdt 134.396 mário negromonte júnior pp 113.193 ronaldo carletto pp 101.433 zé neto pt 79.925 luiza maia pt 79.806 cacá leão pp 78.528 roberto carlos pdt 75.474 zé raimundo pt 70.257 rosemberg pinto pt 69.951 euclides fernandes pdt 62.892 sidelvan nóbrega prb 62.371 marcelino galo pt 58.703 fátima nunes pt 57.704 pastor josé de arimatéia prb 56.849 neusa cadore pt 56.095 joseildo ramos pt 55.684 paulo rangel pt 55.298 maria del carmen pt 53.700 aderbal caldas pp 53.108 joão bonfim pdt 46.730 luiz augusto pp 45.412 coronel pp 40.994 paulo camera pdt 40.427 j carlos pt 39.895 bira corôa pt 39.222 carlos brasileiro pt 38.804 maria luiza carneiro psc 65.583 graça pimenta pr 64.929 leur lomanto junior pmdb 50.431 reinaldo braga pr 48.157 alan sanches pmdb 47.290 sandro régis pr 46.746 carlos ubaldino psc 46.691 ivana bastos pmdb 46.079 luciano simões pmdb 45.486 targino machado psc 45.262 angela sousa psc 43.537 pedro tavares pmdb 43.001 temóteo brito pmdb 42.923 vando psc 39.632 elmar pr 38.376 tom dem 61.579 rogério andrade dem 60.136 gildasio penedo dem 57.689 herbert barbosa dem 46.510 paulo azi dem 40.887 claudia oliveira pt do b 57.780 bruno reis prp 55.189 adolfo menezes prp 52.106 maria luiza laudano pt do b 43.794 fabricio pc do b 51.923 Álvaro gomes pc do b 38.441 kelly magalhães pc do b 35.040 wenceslau pc do b 31.802 joao carlos bacelar ptn 46.845 carlos geilson ptn 36.998 coronel gilberto santana ptn 28.725 deraldo damasceno psl 65.284 nelson leal psl 58.650 pr sgtº isidorio psb 46.923 adolfo viana psdb 32.541 augusto castro psdb 30.951 eures ribeiro pv 24.433 nove entre dez jovens consideram a política uma atividade para espertalhões que ganham uma fortuna para enganar o povo eles não deixam de ter alguma razão de fato pode-se contar nos dedos os políticos que se devotam realmente ao serviço do povo a reação normal de quem tem essa visão negativa da política é ficar fora dela no máximo comparecer para votar uma vez que o voto é obrigatório apertou o botão da urna eletrônica tchau sair voando sem saber até o nome do candidato em quem votou esta atitude é a que mais interessa aos malandros da política pois o desinteresse leva à ignorância política e esta é um prato feito para quem deseja praticar falcatruas com o mandato as pessoas não estão totalmente enganadas quando suspeitam da política de fato aquilo que normalmente entendemos por política é permeado de sacanagem por mais que saibamos que existem pessoas honestas e de boa vontade em seu meio realmente temos pouco poder de influência direta nas decisões políticas a maioria dos partidos são verdadeiras máquinas de influência e voto a serviço de um ou outro figurão as leis que nos são apresentadas como resultado da democracia muitas vezes não passam da expressão dos interesses de pequenos grupos muito poderosos por outro lado todos sabem que é na política que se decidem coisas muito importantes para nossa vida educação saúde trabalho meio ambiente formas de participação relações internacionais etc parece que estamos aprisionados em uma concepção de política muito mesquinha talvez devêssemos recuperar algumas dimensões perdidas 1 para os gregos da antiguidade a política era o espaço da liberdade ninguém podia ser verdadeiramente cidadão sem participar de um espaço público onde pudesse expressar suas idéias e ajudar a iniciar algo totalmente novo hoje infelizmente caímos para o outro extremo política parece ser o contrário da liberdade dela vêm os limites para nossa liberdade individual repágina 2 duzimos tudo à luta pela sobrevivência e ao consumo ou seja àquilo que é próprio da nossa dimensão animal e deixamos de lado o que é especificamente humano deveríamos recuperar esta dimensão virtuosa da política para nos tornarmos mais humanos 2 os antigos valorizavam muito a liberdade pública a ponto de ignorarem o indivíduo nós modernos valorizamos muito a liberdade privada a ponto de não percebermos mais a importância das comunidades políticas por isso talvez estejamos enfraquecendo as estruturas e os valores comunitários mas é justamente na esfera comunitária que se constitui o sentido de nossas vidas e a base para a ação política mais ampla nem a liberdade dos antigos nem a moderna parecem suficientes precisamos inventar uma nova forma 3 fomos levados a pensar que democracia é sinônimo de sistema parlamentar e da possibilidade de votar na verdade democracia somente existe se a vontade do povo coincide com a vontade do governo mas como garantir esta coincidência se votamos em alguém que fica nos representando por quatro anos e fazendo o que bem entende reduzir nossa atuação política a ações individuais como o voto é uma armadilha que só fortalece aqueles que já estão por cima precisamos de espaços e movimentos coletivos em que possamos sonhar projetar e defender o mundo que queremos certamente o preconceito das pessoas contra a política tem um fundo de verdade mas este preconceito não é contra a política como um todo mas contra a política atrofiada que nos é apresentada este preconceito no entanto pode levar à acomodação e à indiferença a enfraquecer a democracia e fortalecer o domínio de alguns sobre muitos ele precisa ser superado ao atentarmos para dimensões da política que foram historicamente esquecidas vemos uma luz no fim do túnel estamos convidados a contribuir na sua reelaboração e vivificação rosalvo schütz professor de filosofia toledo pr fonte revista mundo jovem

[close]

p. 3

fotos girlândia rodrigues a nossa reportagem foi até o bairro santo andré onde moradores estão convivendo com o drama de não ter água encanada em suas residências um fato triste que esta levando muito sofrimento aquelas famílias apenas uma parte do bairro pode contar esses serviços ao todo são mais de oito famílias sofrendo essa calamidade na oportunidade conversamos com moradora maria conceição lírio da cruz a situação é precária tem mais de seis anos que eu moro aqui estou a espera de água até hoje conta a moradora a nossa reportagem foi informada que apenas em uma parte do bairro foi implantada a rede de água encanada em um mês voltariam para colocar nas outras ruas mas ah faz quase um ano que estamos esperando e continuamos carregando lata d água na cabeça até hoje várias reivindicações foram feitas por parte dos moradores junto a empresa e nenhuma atitude foi tomada disse maria conceição segundo o gerente do escritório da embasa de caravelas em conversa com nossa produção informou que só é possível fazer a instalação quando as famílias entrarem com o pedido junto a empresa constando nome completo endereço e documentos de cada morador assim será enviada a central regional em itamaraju e posteriormente a salvador para iniciar a topografia das ruas e começar o trabalho de implantação da rede nesse caso não é começar e sim continuar devemos lembrar a empresa que eles não estariam fazendo favor algum levando água as estas famílias esses serviços não são gratuitos pagamos pelo consumo como à senhora utiliza água que carrega pra tudo lavar roupa pra banho pra prato fazer os alimentos faço isso o dia todo sem descanso eu gostaria que a embasa olhasse pra gente prefeito e as autoridades eu não sei porque é tão difícil trazerem essa água aqui pra gente o cano passa tão perto apenas uma rua separa a gente da água encanada desabafa maria conceição são famílias inteiras senhoras crianças todas vítimas desse descaso tenho duas crianças e vivo essa vida sofrida tendo que carregar lata da água na cabeça com uma criança enganchada no colo afirma outra moradora diante dessa calamidade fica a pergunta pra que serve o convênio prefeitura embasa será que se esqueceram que aquelas pessoas humildes também pagam seus impostos e exercem seus direitos cívicos acho que chegou a hora dos nossos governantes lembrarem que foram elas que os colocaram no poder para fazer valer os direitos dos cidadãos o que infelizmente não é o que está acontecendo no bairro santo andré onde está o vereador que foi eleito para representar a comunidade barrense nos momentos que eles mais necessitam o que dizer de tudo isso vergonhoso não sabemos vamos deixar que você leitor tire suas próprias conclusões a frase da nossa entrevistada maria conceição define bem eles colocam tanto obstáculos enquanto nós vamos vivendo essa humilhação página 3

[close]

p. 4

a barra era um lugarzinho onde vivíamos felizes amavam-se e respeitavam-se mutuamente conheci ainda na barra senhoras que vestiam com saias nos pés além da saia existia combinação anágua blusa de manga três quartos era assim que se vestiam os antigos a igreja eu não conheci mas lá no costão ouvir contar que quando o mar a derrubou as pessoas crianças e adultos fizeram um tipo de mutirão e carregavam pedras na cabeça para a construção da atual igreja tinha uma rua de frente onde existia um grande pé de tatagiba onde era situada a nossa escola municipal idial manoel rocha onde graças a deus eu e muitas pessoas aprendemos a assinar nossos nomes o que para mim é um orgulho naquele tempo prefeitos e vereadores não se preocupavam com nada a minha mãe pegava aquele papel de embrulho cortava no meio costurava na máquina para fazer o nosso caderno quantos e quantos dias eu e meus irmãos íamos para a escola sem tomar café muitas pessoas moravam em barracas de taipa existia a rua da palha rua da palha por quê porque lá as casinhas eram todas de palha a rua do meio sempre existiu assim como o tamarineiro ali onde está localizado o bar do alcione era o mais antigo ribeirinho vindo para o alto nós tínhamos o antigo ribeiro que era de muito prestígio pois não tínhamos água encanada nosso recurso era do ribeirinho de onde retirávamos água para cozinhar tomar banho lavar roupa muitos veranistas se lembram muito bem daquela rica piscina a maior riqueza da barra que um desconhecido sem pensar destruiu existia também a caadriana f fernandes alessandra ribeiro amarina antunes antonio emidio adilson silva brunel cyd camila cajueiro cida macário corina melgaço ceça de yayá dadá souza fábio pinheiro honorina ribeiro jadson ruas jose esperidião jorge magalhães jorge oliveira juninho do pt marcia dos santos freitas mª de lourdes p inácio marina portela vanessa santana volney lírio cimba de beber no grauçá onde pegávamos água com latas de 20 litros na cabeça ou com rolos feitos com quatro ou seis latas que eram puxadas para fora mesmo com todo esse sacrifício transformávamos em uma só família onde todos respeitavam os mais velhos principalmente seus professores e etc meu avô paterno contava que a pesca da baleia era muito sacrificada mesmo assim eles iam em uma lancha com os tripulantes tinha o mestre um arpoador um timoneiro e outros usavam a faca arpão lança fisga bicheira e dois tambores quando voltavam pra casa vinham tocando desde lá até aqui anunciando que tinham apanhado as baleias chegando ao porto iam cortá-la era trabalho para todos todo o toucinho era derretido em um tacho grande os óleos exportados com os nomes de santa efigênia são benedito etc hoje a barra é outra sem respeito poluída de drogas a mulher tem o corpo disposto ao público os filhos não respeitam os pais ao ponto de um idoso sentir-se envergonhado de chamar a atenção de um jovem a palavra respeito foi embora junto com as palavras senhor e senhora o cara voltava do enterro de sua sogra quando ao passar por um prédio em obras um tijolo caiu lá de cima e quase acertou a cabeça dele o homem olhou pra cima e gritou já chegou aí sua desgraçada e ainda continua com má pontaria está manuel num vôo do brasil para lisboa quando resolve ir até a cabine e pergunta ao piloto onde estamos agora responde o piloto sobre a amazônia a 10000 metros de altura diz manuel poxa eu sabia que o brasil era grande mas não sabia que era tão alto seja um seguidor do blog do jornal o samburá www.jornalosambura.blogspot.com direção antonio emídio diagramação robson falcão reportagem edvaldo souza juninho vereador fotos girlandia rodrigues supervisão edvaldo souza wanderley santos.

[close]

Comments

no comments yet