Relatório de Atividades e Contas 2018

 

Embed or link this publication

Description

Nos termos das disposições legais e estatutárias presta-se aqui neste documento informação completa da atividade e da gestão da associação relativo ao exercício de 2018

Popular Pages


p. 1

2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS [Escreva texto] Página 0

[close]

p. 2

2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS CONSTITUIÇÃO DOS CORPOS SOCIAIS A 31 DEZEMBRO 2018 PRESIDENTE 1ª SECRETÁRIA 2º SECRETÁRIO MESA DA ASSEMBLEIA GERAL ALCIDES EMANUEL DA SILVA MARTINS ASSOCIADO Nº 198 Ana Maria da Conceição Ferreira Associada nº 153 António Joaquim Carvalho Seco Associado nº 3 Presidente VOGAL VOGAL CONSELHO FISCAL LUÍS MANUEL PEDROSO TROTA ASSOCIADO Nº 11 Fernando Nunes Dias Simão Associado nº 10 Eugénia Maria João de Sousa Rodrigues Associada nº 328 PRESIDENTE VICE-PRESIDENTE SECRETÁRIO TESOUREIRO VOGAL DIREÇÃO ROGÉRIO SIMÕES MARTINS ASSOCIADO Nº 1 João Pedro Ferreira Pereira de Melo Associado nº 112 Paulo Jorge Correia Serra Associado nº 160 Paulo David dos Santos Costa Associado nº 8 Manuel António da Piedade Francisco Associado nº 29 ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 1

[close]

p. 3

2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS ÍNDICE Constituição dos Corpos Sociais a 31/12/2018 Estimados Associados Relatório de atividades Novo Centro Social Associados Acordos com o Instituto de Segurança Social Acompanhamento Técnico por parte da Segurança Social Candidaturas Promoção e imagem da Instituição Redes, Parcerias e Cooperação Recursos Humanos Formação Higiene e Segurança do Trabalho Medicina do Trabalho Programas e Projetos do IEFP Património Imobiliário e Bens Móveis Utentes | Clientes Respostas Sociais | crianças e jovens Respostas Sociais | Seniores Gabinete Social Instalações e Equipamentos Licenciamento do Jardim de Infância Galardão Eco-Escolas 2018 Grupo de Gerações Certificação de qualidade Voluntariado AGA@Life – Abordagem Geriátrica Donativos Entidades Doadoras (géneros e/ou serviços) Protocolo com os Baldios Consignação IRS Atividades de Angariação de Fundos Voto de Pesar pelo falecimento de sócios e amigos Relatório de Gestão | Contas Preâmbulo | Elementos contabilísticos As demonstrações financeiras Balanço Demonstração de Resultados por Naturezas Demonstração de Resultados por Funções Demonstração das Alterações nos Fundos Próprios Demonstração dos Fluxos de Caixa Balancete geral antes da regularização Balancete geral de dezembro 2018 – após encerramento Anexo às demonstrações financeiras Notas explicativas do Exercício Rendimentos | Gastos Disponibilidades Quadro da execução orçamental Acontecimentos após data de Balanço Conclusão Parecer do Conselho Fiscal Termo de Aprovação da Assembleia-geral Ficha Técnica 3 4 4 6 6 6 6 7 7 8 8 9 9 9 9 10 10 12 14 15 15 16 16 16 16 17 17 17 18 18 18 18 19 19 19 21 22 23 25 25 27 35 42 53 53 53 54 54 55 57 58 59 ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2

[close]

p. 4

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS ABERTURA » ESTIMADOS ASSOCIADOS, A Direção submete à vossa apreciação, discussão e votação o presente Relatório de Atividades e Contas de 2018 documento este que, em conformidade com o disposto no n.º 1 da alínea h), do artigo 45º dos mesmos Estatutos, vem acompanhado pelo Parecer do Conselho Fiscal. » INTRODUÇÃO: O presente documento consiste no Relatório de Atividades e Contas de 2018 da ADIC – Associação de Defesa do Idoso e da Criança de Vilarinho, Lousã, procedimento este, anual e obrigatório nos termos estatutários. A sua elaboração é da responsabilidade da Direção, com a colaboração direta da Diretora Técnica, Educadora de Infância, responsável Administrativa e pela Contabilista Certificada. Tem como principal objetivo a demonstração das tarefas realizadas durante o ano, a nível operacional e financeiro, delineada e aprovada no Programa de Acão e Orçamento para o ano em análise. O conteúdo deste documento é subdividido em duas partes: Operacional - relatando as atividades desenvolvidas na ADIC durante o ano, dando destaque aos principais aspetos exigidos designadamente: missão, objetivos, valências, pessoal, parcerias, subsídios, donativos, projetos, entre outros; e Financeira e contabilística - constituída pelas demonstrações financeiras exigidas por lei, acompanhada de várias notas técnicas explicativas de modo a facilitar e simplificar ao máximo a sua interpretação. A redação final foi submetida a aprovação da Direção, ao Conselho Fiscal para análise e emissão do seu parecer, e posterior apresentação e aprovação da Assembleia Geral perante os associados. Pelo contributo, empenho e profissionalismo que cada um deu, a TODOS, o nosso agradecimento. Assim, vem a Direção da ADIC, nos termos do n.º 2 alínea d) do artigo 37º. dos Estatutos apresentar aos seus associados o relatório de atividades e contas referentes ao exercício de 2018, a saber: 3

[close]

p. 5

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS RELATÓRIO de ATIVIDADES » NOVO CENTRO SOCIAL No decorrer de 2018 foram aprovados pela Direção, os documentos do projeto, as peças do procedimento, programa do concurso, caderno de encargos, foi ainda, nomeado o júri do concurso, e elaborado todo o procedimento do registo da ADIC na INCM, com a publicação do competente anúncio de procedimento de abertura do concurso público, tendo sido acompanhado e decidido tudo sobre o desenrolar e normal tramitação do concurso público. Assim, no decorrer do ano de 2018, muito foi o trabalho invisível realizado pela Direção para que, atualmente, a obra de conclusão do novo Centro Social seja uma verdadeira realidade e a mesma esteja a decorrer dentro da normalidade, sendo certo que, com os imprevistos expetáveis para uma obra desta envergadura. Possuir um espaço próprio, novo, moderno, funcional e digno foi sempre um sonho da Associação desde a sua fundação. Assim, após oito anos, com a obra completamente parada por falta de financiamento, foi publicado no Diário da República n.º 54/2018, Série II de 2018-03-16, o Anúncio de Procedimento 1565/2018, sendo que o anúncio declarou aberto o procedimento do Concurso Público para a construção de uma estrutura residencial para pessoas idosas (ERPI), Centro de Dia (CD) e Serviço de Apoio Domiciliário (SAD). Sendo o valor do preço base do procedimento: 950.000,00 EUR. A Direção da ADIC reunida em 20 de junho, após análise e discussão, por unanimidade, decidiu aprovar na integra a proposta do Júri do Concurso da empreitada para construção do novo Centro Social, despachando e ficando devidamente registado, em síntese, o seguinte: • Adjudicação da empreitada do novo Centro Social de Vilarinho ao concorrente ALVAPE — Construção e Obras Públicas, Lda; • Pelo valor global de 891.974,92 € (oitocentos e noventa e um mil novecentos e setenta e quatro euros e noventa e dois cêntimos), acrescidos de IVA à taxa legal em vigor, ou seja 23%; No passado dia 8 de agosto, na sala de reuniões da Junta de Freguesia de Vilarinho, realizou-se a cerimónia de assinatura do contrato de empreitada para a conclusão da construção do Novo Centro Social – Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário. Foi adjudicado e assinado o contrato de empreitada com a empresa ALVAPE - Construção e Obras Públicas, Lda, pelo valor global de 1.097.129,15 €. O prazo de execução da empreitada é de dezoito meses a contar do auto de consignação dos trabalhos ou da data em que seja comunicado ao adjudicatário a aprovação do plano de segurança e saúde. 4

[close]

p. 6

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS A primeira fase de construção da obra «estrutura e telhado», iniciou-se em janeiro de 2009 e foi dada por concluída em novembro do mesmo ano. Assim, o investimento global no que já se encontra construído ascende a um valor a rondar os € 500.000,00 (meio milhão de euros). Estas obras - 2ª fase -, é o culminar de um demorado e penoso processo, tendo sempre como principal objetivo a conclusão da construção de raiz do Centro Social para dar resposta às suas diversas valências já existentes no âmbito do apoio social que presta em todo o concelho da Lousã e muito principalmente a criação de uma Estrutura Residencial para Pessoas Idosos (ERPI), com a capacidade para 39 residentes, Centro de Dia para 40 Utentes e Serviço de Apoio Domiciliário para 60 Utentes. Financiamento: Empréstimo bancário e escritura de mútuo com hipoteca Após todo o processo de consulta a diversas entidades bancárias, a Direção da ADIC, discutiu, analisou e decidiu que o Banco que melhores condições apresentou para o financiamento da conclusão das obras do novo Centro Social, ou seja, para a concessão do empréstimo hipotecário foi o Crédito Agrícola (CA). Todo o processo culminou no passado dia 10 de setembro, no Cartório Notarial de Vila Nova de Poiares, com a assinatura da escritura de mútuo com hipoteca, entre a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo Beira Centro C.R.L e a ADIC - Associação de Defesa do Idoso e da Criança de Vilarinho, Lousã. Pela referida escritura, a Caixa Agrícola (CA), concede à ADIC Vilarinho um empréstimo do montante de 1.000.000,00 € (um milhão de euros), pelo prazo de cento e oitenta meses, a contar da data da assinatura e nas condições estabelecidas no documento complementar e anexo e que faz parte integrante da escritura. O empréstimo foi/é concedido pelo prazo de 15 anos (180 meses), com início na data da assinatura da escritura. Foi estabelecido um período de carência de reembolso de capital de 24 (vinte e quatro) meses. O capital será reembolsado em duas parcelas, sendo que uma no valor de 750.416,09 (setecentos e cinquenta mil e quatrocentos e dezasseis euros e nove cêntimos) euros, será paga em prestações mensais e sucessivas, vencendo-se a primeira um mês após o referido período de carência de 24 meses, e cada uma das restantes no correspondente dia de cada mês subsequente e a outra parcela "bullet" no montante de 249.583,91 (duzentos e quarenta e nove mil e quinhentos e oitenta e três euros e noventa e um cêntimo) euros, que se vencerá e deverá ser paga no termo do prazo do empréstimo. Taxa de Juro: Euribor a 12M + spread de 2%. Pela presente escritura a ADIC constitui hipoteca a favor da Caixa Agrícola, sobre o imóvel de que é titular, situado no Outeiro, Vilarinho. A empreitada do Novo Centro Social teve efetivamente início no terreno (Outeiro) no passado dia 15 de outubro e o prazo de execução da empreitada é de dezoito meses. Tudo correndo dentro do previsto e não existindo qualquer atraso, perspetiva-se, que o novo Centro Social esteja concluído e entregue à ADIC em abril/maio de 2020. 5

[close]

p. 7

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS » ASSOCIADOS Os associados, como uma fonte de financiamento interna, são alvo de preocupação por parte da Direção, ambicionando que se estendam de forma cada vez mais significativa, não sendo, porém, uma tarefa simples, face às inúmeras Instituições existentes na nossa Região. No decorrer do ano de 2018, inscreveram-se e foram admitidos 33 novos associados. Salientamos que, a 31 de dezembro, a Instituição tinha 445 associados inscritos, sendo que 325 deles estão com a situação ativa, e, infelizmente, alguns com as quotas em atraso, mas mantemos contactos periódicos no sentido de sensibilizar os mesmos à sua regularização. » ACORDOS COM O INSTITUTO DE SEGURANÇA SOCIAL A ADIC, dada a sua natureza social, não consegue gerar fundos (de forma autónoma) para desenrolar as suas atividades, recorrendo a fontes externas que assumem, principalmente, a forma de acordos de cooperação (comparticipações) provenientes do Instituto da Segurança Social. Teve, no decorrer do ano em análise, quatro acordos celebrados, a saber: Jardim de Infância (acordo para 20 crianças – embora a capacidade seja para 25 utentes), Centro de Dia (acordo para 25 idosos), Serviço de Apoio Domiciliário (acordo para 50 idosos), Cantinas Sociais (acordo para 10 refeições diárias – média anual). Mensalmente, consoante o mapa de frequência enviado no mês anterior, a Instituição recebeu atempadamente as comparticipações financeiras protocoladas. » ACOMPANHAMENTO TÉCNICO POR PARTE DA SEGURANÇA SOCIAL Em 2018 a ADIC não foi sujeita a nenhuma visita de acompanhamento por parte da Segurança Social, no entanto, cumpriu com todas as orientações recebidas. Fazemos sistematicamente e de forma quase inata uma autoavaliação das nossas Respostas Sociais, revendo o desempenho da instituição, as oportunidades de melhoria e a ligação entre aquilo que se faz e os resultados que se atingem. » CANDIDATURAS A Direção esteve atenta a possíveis candidaturas de financiamento, no entanto, no decorrer do ano de 2018 não apareceu qualquer possibilidade ou viabilidade de apresentação de nova candidatura. A candidatura apresentada no ano de 2013, no âmbito do programa PRODER, subprograma 3 (dinamização das zonas rurais), medida 3.2.2., designada “Serviços Básicos para a População Rural”, encontra-se em contencioso, pois, por não termos concordado com os fundamentos da não aprovação, recorremos à via judicial, encontrando-se pendente uma Ação Administrativa Especial a correr termos no Tribunal Administrativo de Coimbra. 6

[close]

p. 8

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS Candidaturas a diversos Programas do Instituto de Emprego e Formação Profissional, designadamente “Contrato Emprego-Inserção” e “Contrato Emprego-Inserção +”, conforme as necessidades da Instituição. » PROMOÇÃO E IMAGEM DA INSTITUIÇÃO Em 2018, demos continuação ao projeto da página web institucional https://www.adic.pt que serve para dar a conhecer a Instituição, divulgar as atividades realizadas, sendo a forma mais abrangente de disponibilizar documentação considerada útil. É um meio de comunicação com toda a população em geral. Na página pode encontrar uma diversificada documentação sobre a Instituição, tal como os seus serviços e ações a desenvolver. Sendo que, atualmente, também as redes sociais são um poderosíssimo meio de divulgação, a Instituição manteve sempre atualizadas as suas páginas oficiais, a saber: • Facebook - https://www.facebook.com/AdicVilarinhoLousa • Google+ - https://plus.google.com/+AdicPtVilarinho • YouTube - http://www.youtube.com/user/AdicVilarinhoLousa • Twitter - https://twitter.com/AdicVilarinho • Instagram - https://www.instagram.com/adicvilarinholousa • Flickr - https://www.flickr.com/photos/adicvilarinho Consideramos a Internet um meio poderoso e relativamente barato não só para dar a conhecer a atuação da instituição, mas também para captar apoios da sociedade civil, sejam estes em espécie, em géneros, em trabalho ou de outra natureza. » REDES, PARCERIAS E COOPERAÇÃO As parcerias podem parecer uma maneira difícil de abordar os problemas sociais, mas possuem um grande potencial para resolvê-los. Ao longo do ano, a Associação manteve e reforçou esta dinâmica através da participação e envolvimento na Rede Social do Concelho da Lousã. Com a concretização e partilhas de projetos e atividades, quer ao nível local, quer ao nível concelhio, destacamos os parceiros mais relevantes: Instituto de Segurança Social; Câmara Municipal da Lousã; Junta de Freguesia de Lousã-Vilarinho; Conselho Diretivo dos Baldios dos Lugares da Extinta Freguesia de Vilarinho; Clube Recreativo Vilarinhense; Centro de Saúde da Lousã; Equipa do Rendimento Social de Inserção; Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Lousã; Guarda Nacional Republicana da Lousã; Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã (ARCIL); Escola Profissional da Lousã; Escola Secundária da Lousã; IPSS do Concelho; Rede Social e Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra. O reforço da articulação próxima com os serviços de saúde, emprego e segurança social, permite responder a situações identificadas e sinalizadas pelas diferentes entidades. 7

[close]

p. 9

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS A ADIC manteve a dinâmica de trabalho em rede e de cooperação, numa dinâmica de partilha e de aprendizagem. » RECURSOS HUMANOS A ADIC privilegia o seu capital humano, as pessoas que a integram e a mais-valia que cada uma delas representa e coloca à disposição da Instituição: a educação e a formação, as competências, experiência e habilidades, atitude e grau de compromisso com as tarefas. Capitalizando todo o conhecimento criado ao longo dos anos numa importante fonte de informação e especialização/qualificação de todas as partes envolvidas, a Instituição mantem uma postura de análise da gestão dos seus Recursos Humanos, no sentido de favorecer o alinhamento das suas práticas com os objetivos institucionais, considerando que este encaixe se assume como fundamental para a sua prossecução. Assim sendo, ao nível da gestão dos recursos humanos, prosseguimos com os objetivos estratégicos que pautaram a nossa intervenção desde a nossa existência. Ao longo do ano, várias foram as dificuldades que se verificaram a nível operacional, mais propriamente na questão dos recursos humanos, umas vezes devido à própria necessidade funcional interna, designadamente por baixas médicas, outras, por orientações legais e exigências externas. Para assegurar a boa organização e funcionamento da Instituição, bem como a eficácia que se exige na prestação dos serviços aos nossos Utentes, foi necessário recorrer, algumas vezes, à contratação de novos colaboradores. Para cumprimento de forma exequível da nossa missão e objetivos, e atendendo à situação financeira na qual a Instituição se encontra, o reforço da equipa de colaboradoras foi feita recorrendo a trabalhadoras em regime sazonal. Deu-se preferência à contratação a termo certo (curto prazo), programa de estágios profissionais e contratos de emprego inserção e emprego inserção+. Assim, atendendo a todos estes fatores, ao longo do ano trabalharam, em média, na Instituição, 21 colaboradoras. » FORMAÇÃO A Diretora Técnica, sempre que possível, frequentou ações de formação, designadamente na área de Gestão de Conflitos. A Educadora de Infância frequentou, ao longo do ano, várias ações de formação, a saber: Pedagogia e Currículo na Educação Pré-Escolar; Formação Profissional de Gestão de IPSS e Workshop – “Reggio Emilia – Primeiro Encontro”. A responsável Administrativa frequentou algumas formações, nomeadamente no âmbito do Regulamento Geral de Proteção de Dados; Recursos Humanos – Processamento de vencimentos e em Gestão de Conflitos. As restantes colaboradoras frequentaram diversas formações. De salientar as formações no âmbito de Primeiros Socorros, Higiene e Segurança no Trabalho e Higiene e Segurança Alimentar. 8

[close]

p. 10

2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS » HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO Demos continuidade ao procedimento de Higiene e Segurança no Trabalho em parceria com a Rentokil, tendo sido realizadas visitas de acompanhamento às nossas instalações, dos quais resultam relatório de aconselhamento técnico sobre situações e métodos que devemos alterar, bem como com as novas legislações em vigor. » MEDICINA DO TRABALHO Demos continuidade ao procedimento de medicina do trabalho às colaboradoras da Instituição, através do contrato existente com a empresa prestadora de serviços Cruz Branca, pois constitui uma área de intervenção prioritária no local de trabalho atendendo a que, a saúde e bem-estar dos trabalhadores é fundamental para a qualidade das suas prestações e para o desempenho das suas atividades. » PROGRAMAS E PROJETOS DO IEFP O recurso a programas do IEFP tem merecido por parte da ADIC uma atenção especial, por um lado, pelas necessidades pontuais da Instituição e, por outro lado, possibilitar às pessoas desempregadas a reintegração no mercado de trabalho. No decorrer do ano de 2018 apresentámos várias candidaturas ao IEFP no âmbito de vários programas disponíveis. » PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO E BENS MÓVEIS A 24 de outubro de 2001 a Instituição adquiriu um terreno com 1.983 m2 no Outeiro – Vilarinho. O mesmo encontrava-se inscrito na matriz urbana da União das Freguesias de Lousã e Vilarinho sob o art.º 3075, e inscrito na Competente Conservatória do Registo Predial da Lousã, sob o nº 1036/19901207. Em meados de 2018 a Direção regularizou a situação registral do imóvel e presentemente o mesmo encontra-se inscrito na matriz urbana da União de Freguesias da Lousã e Vilarinho sob o nº 7758. Aí se encontra a ser implantado o novo Centro Social. Relativamente aos bens móveis, melhor descritos na relação de inventário, destaca-se o seu parque automóvel constituído pelas seguintes viaturas: Viaturas: MATRÍCULA DATA MATRÍCULA MARCA MODELO Km percorridos em 2018 11-AD-63 21-45-TO 24-AG-90 2005-06-22 2002-05-23 2005-07-15 RENAULT TOYOTA RENAULT CLIO (SBR7EF) HIACE (H1) KC - KANGOO 10.715 8.533 14.745 ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 9

[close]

p. 11

2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 27-EC-36 2007-07-23 RENAULT KC 14.583 29-07-MQ 1999-01-25 TOYOTA HIACE (H1) 6.380 43-HV-35 2009-06-30 RENAULT R 3.905 58-MS-05 2012-03-21 RENAULT W 9.651 97-RC-62 2016-03-28 RENAULT W 2.473 A ADIC, no decorrer do ano de 2018, manteve todas as viaturas operacionais, tendo as mesmas percorrido 70.985 Km, dando assim o apoio necessário e imprescindível a todas as suas respostas sociais. Quanto aos ativos tangíveis (imobilizado), no decorrer do ano foram ainda adquiridos: Impressora HP OfficeJet 5230; caixas de descongelação em inox; aspirador próprio para limpeza das carrinhas da instituição; máquina de lavar louça; placas sinalizadoras/identificativas para a obra e para o Jardim de Infância; telheiro; intercomunicador; portão; holofote. » UTENTES | CLIENTES A Instituição, em média, ao longo do ano teve 105 Utentes/Clientes inscritos, aqui incluindo os 10 Utentes ao abrigo do protocolo das Cantinas Sociais. » RESPOSTAS SOCIAIS (CRIANÇAS E JOVENS) Enquadramento A taxa de ocupação no arranque do ano letivo 2018/2019 (20 Utentes/Clientes) é o resultado de uma conjugação de vários fatores, designadamente a qualidade, profissionalismo e uma permanente divulgação da resposta social. Sendo que, destacaremos ainda o empenho, carinho e motivação com que lidamos com as crianças, o que gera nos pais um sentimento de confiança e segurança nos cuidados que prestamos, potenciados pelo modelo pedagógico implementado. - Jardim-de-Infância O Jardim-de-Infância é a primeira etapa da educação básica, que consiste na prestação de serviços tendo como princípio o desenvolvimento equilibrado das crianças desde os três anos de idade até ao seu ingresso no ensino básico, sendo complementar da ação educativa da família e devendo estabelecer com a mesma uma estreita relação. Atividades Sociais e Pedagógicas a) Plano Curricular de Grupo O Plano Curricular debruçou-se sobre o tema “Era Uma Vez…Os Valores” Com este projeto quisemos incutir valores nas crianças tendo como base histórias. Toda a educação tende, deve tender, para criar os hábitos 10

[close]

p. 12

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS que tornam possível viver em sociedade. A transmissão de valores deve começar em idades muito precoces, pelo que é fundamental o papel que possamos exercer. É importante promover os valores para que as crianças recebam uma educação equilibrada. Assim no 1ºperíodo abordamos o valor da União, tendo por base as histórias: “Quem quer ser amigo do Martim?” e “O melhor Natal de sempre”. No 2ºperiodo o valor da Partilha com as histórias: “A pequena Coruja Branca” e “Não mexer! O mel é meu!”. No 3º período o valor da Honestidade com as histórias: “É tudo verdade” e “Pinóquio”. b) Atividades de Enriquecimento Curricular - Ginástica; - Inglês; - Música. c) Atividades Lúdico-Didáticas e Sócio Recreativas • Afetividade e Socialização: Jogos de dar e receber; primeiras regras de socialização (olá, adeus); demonstrações de afetividade (abraçar, festinhas, mandar beijinhos); jogos de imitação; conhecimento das “regras sociais” e das relações entre pares. • Comunicação e Linguagem: Falar com a criança: entoações distintas; entoação de pequenas canções; audição de melodias adequadas à idade; saber comunicar e criar situações de comunicação. Leitura de histórias; conversas no tapete; descrição de imagens; exploração da expressão gestual; audição de músicas; histórias contadas pela criança; pequenas dramatizações. A Consciência linguística é trabalhada através de rimas, lengalengas, trava-línguas e adivinhas. • Motricidade: Agarrar, puxar, atirar, empurrar: exploração de texturas distintas; primeiros livros – manuseamento; jogos para autoalimentação; rolar deitado, arrastar-se no chão, alcançar (um objeto), levantar-se com apoio. • Desenvolvimento Pessoal e Social: Atividades de rotina (lavar mãos, vestir, calçar, comer); atividades grupais (cantar, imitação de gestos, …); atividades de responsabilização (cumprir regras, participar na arrumação da sala, …); e sala de atividades. • Desenvolvimento Psicomotor: Jogos de enfiamento (encaixes, blocos de construção); exploração de brinquedos e materiais com diferentes texturas (modelagem com massa de farinha e/ou plasticina; materiais da natureza); saltar, correr, rebolar, jogos com bolas, arcos, balões; exercícios com música; brinquedos com diferentes texturas; puzzles; pintura livre e/ou orientada. • Expressão Plástica: 11

[close]

p. 13

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS Digitinta (pintura c/pincel, desenho a lápis de cera e a lápis de cor); carimbos; rasgagem, recorte e colagem; massa de cores; plasticinas, desenhos no chão do exterior. • Expressão Musical: Canções; danças de roda; manuseamento e utilização de instrumentos musicais. • Convívio intergeracional + Comemoração de Datas e Efemérides: Comemoração dos aniversários dos Utentes de Jardim de Infância; Dia de Reis; Dia dos Namorados (Amigos); Carnaval; Dia do Pai, com diversas atividades; Dia Mundial da Floresta; Início da Primavera; Dia Internacional do Livro Infantil; Páscoa; Dia da Liberdade; Dia da Mãe, com diversas atividades; Dia da Espiga; Dia Mundial do Brincar; Dia Internacional das Famílias; Dia Mundial da Criança (atividade intergeracional com os idosos de Centro de Dia); Início do Verão; Dia Mundial do Ambiente; Santos Populares; Dia da Música; Início do Outono; Dia das Bruxas; Dia de S. Martinho (atividade intergeracional com os idosos de Centro de Dia); Dia Mundial da Alimentação; Início do Inverno; Festa de Natal em parceria com a junta de freguesia. • Outras atividades: No âmbito do Programa de Saúde Escolar, deslocou-se ao Jardim de Infância a equipa da UCC; Participação no Programa da Eco Escolas; Missão Bombeiro, ajudamos a angariar algum dinheiro para a ajuda de uma ambulância. Festa de Final de Ano. » RESPOSTAS SOCIAIS (SÉNIORES) Enquadramento A evolução da população e da sua pirâmide etária tem sofrido mudanças acentuadas e significativas, traduzindo-se numa inversão da pirâmide, ou seja, num forte envelhecimento da população. Esta lógica enfatiza, de uma forma muito pronunciada, a importância crescente das respostas dirigidas à população idosa e, simultaneamente, a necessidade de associar novos cuidados pelo crescente aumento das situações de dependência e de necessidade de cuidados especiais, decorrente do aumento da esperança média de vida. - Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário O Centro de Dia é uma resposta social desenvolvida no edifício-sede, que consiste na prestação de um conjunto de serviços que contribuem para a manutenção dos idosos no seu meio sociofamiliar. É uma resposta social que se destina a acolher pessoas idosas, de ambos os sexos para a satisfação das suas necessidades básicas. Proporciona uma alimentação cuidada, presta cuidados de higiene e conforto e desenvolve atividades que fomentem o convívio, propiciando a animação social e a ocupação dos tempos livres dos seus utentes. O Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) é uma resposta social que consiste na prestação de cuidados individualizados e personalizados no domicílio a indivíduos e famílias quando, por motivo de doença, 12

[close]

p. 14

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS deficiência ou outro impedimento, não possam assegurar temporária ou permanentemente, a satisfação das suas necessidades básicas e/ou as atividades da vida diária, ou seja, é a ajuda prestada por parte de outrem a uma pessoa com dificuldades em realizar as suas tarefas e necessidades. Comemorações: • Comemoração dos aniversários dos Utentes de Centro de Dia; • Cantar os Reis pelo lugar de Vilarinho; • Comemoração de datas festivas: Dia da Espiga, Dia de Portugal, Dia Mundial da Criança (atividade intergeracional com as crianças de Jardim de Infância), Dia dos Avós (atividade intergeracional com as crianças de Jardim de Infância), Dia do Idoso, comemoração das Estações do Ano, Aniversário da Instituição, Dia da Mulher, entre outras. Atividades: • Ginástica semanal, promovida por um professor de Educação Física, integrada no Programa “Lousã a Mexer +”, da Câmara Municipal da Lousã; • Aulas semanais de música, com o intuito principal de entretenimento; • Participação na Festa de Natal organizada pela Junta de Freguesia de Lousã e Vilarinho; • Ida ao Cineteatro da Lousã para assistir à peça “Províncias de Portugal”; • Participação no Projeto "Lousã, Comunidade Amiga dos Bebés" organizado pela Unidade de Cuidados na Comunidade Arouce através da partilha de histórias/experiências dos nossos utentes de Centro de Dia e, posteriormente, visita à exposição final deste projeto na Biblioteca Municipal Comendador Montenegro; • Visita ao Museu Etnográfico Dr. Louzã Henriques, atividade intergeracional, em conjunto com os utentes do Jardim de Infância; • Avaliações e Intervenções aos utentes integradas no Projeto AGA@4Life: Avaliação funcional e do risco de quedas; Exercício físico adaptado; Avaliação cardiovascular; Avaliação respiratória; Avaliação da audição e intervenção no domínio do processamento auditivo; Avaliação bioquímica; Avaliação abdominal, muscular e osteoarticular; Avaliação da polimedicação; Avaliação e educação nutricional; Avaliação do perfil psicológico e depressão e Estimulação cognitiva. Estes diagnósticos foram implementadas por investigadores das seguintes áreas: Fisiologia Clínica; Saúde Ambiental; Ciências Biomédicas Laboratoriais; Fisioterapia; Desporto; Audiologia; Dietética e Nutrição; Farmácia; Psicologia e Educação para a Saúde; e Imagem Médica e Radioterapia. (Este projeto será explanado nas próximas páginas); • Caminhadas semanais pela localidade; • Ensaios do “Grupo de Gerações”, nas instalações da ADIC; • Atividades através de expressão dramática, com jogos e música; • Dança e pequenos movimentos; • Atelier de artes plásticas: escultura, pintura, colagens; • Atelier de culinária: realização de bolos, doce de abóbora; • Costura criativa: pregadeiras, caixas, almofadas, carteiras; 13

[close]

p. 15

ADIC Vilarinho | Relatório e Contas 2018 • NIPC 504000349 • NISS 20004018002 2018 RELATÓRIO de ATIVIDADES e CONTAS • Jogos de mesa: cartas, dominó, damas, jogo do loto; • Momentos de leitura: jornais diários, livros, revistas; • Visitas domiciliárias com alguma regularidade a todos os Utentes de SAD; • Saídas: passeio às praias fluviais circundantes, ida ao Santuário de Fátima; • Sessão de sensibilização promovida pela GNR da Lousã nas nossas instalações; • Magusto (atividade intergeracional com as crianças de Jardim de Infância); • Regularmente, sempre que é solicitado, acompanhamento dos Utentes a atividades exteriores: cabeleireiro, farmácia, consultas médicas, exames, aquisição de bens e serviços, entre outras. Prestámos apoio a Utentes na área de todo o concelho da Lousã. - Atividades de Animação sociocultural Continuámos a prosseguir o objetivo primordial de prevenir e retardar as dificuldades características desta faixa etária bem como explorar e incentivar as potencialidades e assim promover o bem-estar psicológico e social dos idosos. De entre outras, destacamos as seguintes atividades: • Jogos de estimulação cognitiva; • Treino de escrita; • Ginástica de Manutenção / Treino de marcha; • Jogos lúdicos; • Sessões de cinema; • Atelier de Expressão Plástica; • Passeios – jardim / exterior; • Visitas culturais; • Dança / Baile. - Cantinas Sociais Um dos objetivos do Plano de Emergência Social (PES) prendeu-se com a necessidade de dar resposta a quem não consegue ter para si, ou para a sua família, duas refeições diárias, aumentando-se, desta forma, a resposta às situações de fome. Consideramos que o valor de 2,5 €/refeição protocolado não cobre os custos de produção e, para além disso, a diminuição do apoio financeiro por parte da Segurança Social (nº de refeições protocoladas) foi muito drástica não fazendo face à dimensão atual da procura desta resposta social. Ainda assim, no decorrer do ano de 2018 fornecemos cerca de 3.700 refeições ao abrigo do protocolo em vigor, sendo que, ao longo destes últimos seis anos fornecemos cerca de 65.000 refeições. » GABINETE SOCIAL - Rendimento Social de Inserção / Ajuda Alimentar / Fundo Europeu de Auxílio às Pessoas Mais Carenciadas 14

[close]

Comments

no comments yet