Anuário do Parafuso 2019

 

Embed or link this publication

Description

Anuário do Parafuso 2019

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

PRODUTOS Unidades Jomarca Kits: www.jomarcakits.com.br - jomarcakits@jomarcakits.com.br Itaquaquecetuba - SP 11 4648.5248 Rodeiro - MG 32 3577.1806 Mirassol - SP 17 3243.7373

[close]

p. 3

RUMO S DE QUALIDADE Linhares - ES 27 3264.3436 Matriz: Guarulhos - SP + 55 11 2488.1211 www.jomarca.com.br - vendas@jomarca.com.br

[close]

p. 4

Edição 05 Janeiro 2019 O Anuário do Parafuso é uma publicação da Editora Milatias Ltda. Rua Marechal Deodoro 879, conj. 304 CEP 09710-011 S. B. do Campo - SP - Brasil F.: +55 (11) 3423-3796 www.revistadoparafuso.com Diretor responsável Sérgio Milatias milatias@revistadoparafuso.com Arte e diagramação Erick Barzi erickbrz@gmail.com Fotos Renan Torres +55 11 9 9609.2320 contato@torresprodutora.com.br Enio Rogério Piotto +55 11 9 8265.3333 eniopiotto@hotmail.com Impressão Melting Color Gráfica e Editora Ltda. www.meltingcolor.com.br Tiragem desta edição: 8.000 exemplares Distribuição gratuita, em todo território nacional. O Anuário do Parafuso é encartado e distribuído simultaneamente com a edição de Janeiro da Revista do Parafuso, sendo parte complementar. Guia de compras de produtos e serviços em fixação, o Anuário do Parafuso é destinado para assinantes na indústria e comércio de parafusos, porcas, arruelas, rebites e similares, empresas consumidoras e toda sua cadeia de fornecedores, incluindo serviços de tratamento térmico e revestimentos, fornecedores de máquinas, equipamentos, ferramentas e demais insumos para fabricação e aplicação. A reprodução deste anuário demanda autorização prévia dos editores responsáveis. PARA ANUNCIAR: +55 11 3423.3796 mkt@revistadoparafuso.com Fontes possíveis e disponíveis Caro leitor, neste espaço busca- mos expor um panorama contendo números sobre atividades ligadas ao setor da fixação. Essa tarefa poderia ser mais fácil, mas no Brasil carecemos de fontes interessadas, interessantes e confiáveis, e que poderiam alimen- tar bancos de dados e servir a todos. Taiwan, por meio do Ásia News, colu- na da Revista do Parafuso, tem nos tra- Sérgio Milatias milatias@revistadoparafuso.com zido valiosas estatísticas. Mas, em nosso mercado produtivo de parafusos e afins isso é ainda muito difícil. Muitos estrangeiros nos consultam sobre o tamanho do nosso mer- cado e produção, algo muito comum lá fora. Na impossibilidade em res- ponder, a saída, que você leitor já sabe, tem sido usar o setor automotivo, multiplicando a produção anual de carros versus a estimativa a partir de 26 kg (cerca de 1,2 mil elementos de fixação) em fixadores aplicados por veículo. A base disso tem sido o carro compacto. Felizmente, isso só é possível com a disponibilização pública da produção automobilística local, pela associação das montadoras no Brasil, a Anfavea. Em 2017, essas montadoras produziram 2,69 milhões de autos, con- tra os 2,88 milhões de 2018 (+ 6,7%). Tomando como base a estimativa de 26 kg p/veículo, o “consumo aparente de fixadores automotivos” em 2018 foi superior a 74 mil toneladas (t), 4,7 mil t a mais que 2017. Mas, os fixadores usados na montagem desses carros não são necessariamente “Made in Brazil”. Muitos deles estão entre os fixadores importados que o Brasil recebe todos os dias. Alguns chegam aos nossos portos a granel; outros não são nem registrados por fazerem parte de conjuntos já pron- tos, como ocorre num sistema de freios, por exemplo. Mas, sem dúvida, os números do mercado de fixadores automotivos são ainda maiores que as 74 mil t. Basta considerar o mercado de reposição e o peso maior de outros veículos, tal como SUVs, utilitários, caminhões, ôni- bus, tratores e implementos agrícolas e rodoviários. Em “duas rodas” em 2018 foram produzidas um pouco mais 1 milhão de motocicletas (mais 838 mil “Made in Honda”), segundo a Abraciclo (associação brasileira dos fabricantes de motocicletas, ciclomotores, motonetas, bicicletas e simila- res), uma rica fonte. Arriscando um palpite, se em média cada moto usa 5 kg em fixadores, teremos um consumo anual de 5 mil toneladas. Sobre números de outros setores, por ora, pouco podemos fazer. E olha que são grandes mercados e que consomem milhares de toneladas arte-

[close]

p. 5

Raio X fatos metálicos para fixação, como o moveleiro, a construção civil e de infraestrutura, indústrias de eletroeletrônicos, linhas branca/marrom, máquinas, ferramentas, petróleo e gás, ferro/metroviário, geração e transporte de energia elétrica, os emergentes de esquadrias, energia eólica e solar. Finalizando, dentre as fontes disponíveis, a mais inte- ressante é a do Ministério da Indústria e Comércio (www. mdic.gov.br), que tem disponibilizado um site com acesso fácil e amigável, com sobre valores e quantias de produtos exportados e importados pelo Brasil, incluindo parafusos e similares. Usamos essa fonte em 2018, expondo aqui uma atualização, conforme as ilustrações a seguir. Parafusos, pinos, porcas e artefatos semelhantes de ferro ou aço EXPORTAÇÃO JAN. DEZ. 2018 0.06% Part. nas Exportações Totais Jan-Dez/2018 0.17% Part. nas Exportações dos Produtos Manufaturados Jan-Dez/2018 131º Ranking nas Exportações Totais Jan-Dez/2018 88º Ranking nas Exportações dos Produtos Manufaturados Jan-Dez/2018 Reino Unido, 2.3% Chile, 2.4% Bolívia, 2.8% México, 3.6% Índia, 4.6% Outros, 18.2% Estados Unidos, 28% Argentina, 19% França, 5.5% Alemanha, 5.7% Paraguai, 7.9% IMPORTAÇÃO JAN. DEZ. 2018 0.06% Part. nas Exportações Totais Jan-Dez/2018 0.17% Part. nas Exportações dos Produtos Manufaturados Jan-Dez/2018 131º Ranking nas Exportações Totais Jan-Dez/2018 88º Ranking nas Exportações dos Produtos Manufaturados Jan-Dez/2018 Espanha, 2.1% Tailândia, 2.2% Coreia do Sul, 3.9% Outros, 14.5% China, 19.0% França, 5.7% Taiwan, 6.0% Itália, 8.6% Estador Unidos, 14.0% Japão, 12.0% Alemanha, 12.0% Fontes: • www.mdic.gov.br • www.anfavea.com.br • www.abraciclo.com.br 5

[close]

p. 6

Ranking 6

[close]

p. 7

7

[close]

p. 8

Feiras e eventos 2019 8

[close]

p. 9

9

[close]

p. 10

Associações Internacionais da Indústria de Fixadores 10

[close]

p. 11



[close]

p. 12

A-B-C 12

[close]

p. 13



[close]

p. 14

D-F 14

[close]

p. 15



[close]

Comments

no comments yet