Relatório de Atividades Anual - Seprosc

 

Embed or link this publication

Description

O Seprosc torna público o relatório de atividades 2019

Popular Pages


p. 1

RELATÓRIO DE ATIVIDADES ANUAL 2018

[close]

p. 2

RELATÓRIODEATIVIDADESANUAL2018 diretoria GESTÃO 2017 A 2020 PRESIDENTE João Luiz Kornely VICE-PRESIDENTE Carlos José Pereira TESOUREIRO Edílson Paterno SUPLENTES DIRETORIA Luiz Carlos Mesquita Scheidt Carlos Alberto D’Ávila Marcio Gonçalves CONSELHO FISCAL – EFETIVOS: Jorge José Cenci Maria Ignez Keske Ingo Tiergarten DELEGADOS REPRESENTANTES SUPLENTES: Edilson Paterno Carlos Alberto D’Ávila CONSELHO FISCAL – SUPLENTES: Andréas Hartmann Enio Lindner Alessander Comandolli DELEGADOS REPRESENTANTES EFETIVOS: João Luiz Kornely Carlos José Pereira 01 SEDE 47 3037-4932 / 3037-4293 seprosc@seprosc.com.br Rua Antônio Treis, 607 - Sala 102 - Vorstadt Blumenau Seprosc_sc Seprosc expediente Conselho editorial: João Luiz Kornely - Presidente Carlo Jose Pereira - Vice Presidente Edilson Paterno - Tesoureiro Josiane Carla Konrad da Silva - Marketing Elaboração: Focaliza focalizasc@gmail.com Jornalista responsável: Noticenter - Carlos Tonet Projeto gráfico e diagramação: Josiane Carla Konrad a Silva

[close]

p. 3

A história do SEPROSC teve início há 32 anos A instituição foi fundada por iniciativa do empresário Ingo Greuel, em dezembro de 1986. Ingo Greuel foi seu primeiro presidente, tendo Laudelino Marcos Silva como tesoureiro. Nesse período o SEPROSC teve como presidentes Sebastião Tavares Pereira, Nei Azambuja, Toshishiko Mizutani, Marcelo Lima e o atual, João Luiz Kornely. desconcentrando as atividades de TI que até então eram exercidas principalmente por um pequeno número de grandes birôs de serviços. O SEPROSC foi criado com a missão de representar todo esse novo conjunto de empresas, orientando e assessorando os associados em questões legais e trabalhistas, além de atuar politicamente em defesa do setor de tecnologia. O SEPROSC nasceu a partir da grande transformação vivida pelo setor de informática em meados dos anos 80, quando o advento dos microcomputadores proporcionou o surgimento de inúmeras novas empresas de software, palavras do presidente O SEPROSC cumpre hoje uma função estratégica que vai muito além das funções burocráticas e legais que norteiam a existência de uma entidade sindical. A instituição se posiciona como parceira do setor de TI em diversas atividades de cunho social, capacitação profissional, geração de oportunidades, networking e valorização de nosso segmento junto à mídia e à opinião pública. Este relatório é uma prestação de contas da atual gestão e é também um agradecimento a todos os associados que seguem valorizando e contribuindo para que o SEPROSC possa continuar em sua luta em defesa de todo o nosso segmento. João Luiz Kornely Presidente Defendemos bandeiras importantes e vitoriosas, como a campanha contra a reoneração da folha de pagamento e a criação de nossa própria confederação, a Confederação Nacional da Tecnologia da Informação e Comunicação. 02

[close]

p. 4

um pouquinho sobre o que significou o curso tecnologia inclusiva O curso Tecnologia Inclusiva, teve por objetivo proporcionar formação profissional destinada exclusivamente as pessoas com deficiência, potencializando-as no desenvolvimento de inúmeras competências pessoais e profissionais, visando a inclusão social, com foco na preparação para o mundo do trabalho. Destacamos que o acesso a esta formação, apresentou-se como uma excelente e significativa oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional para os referidos participantes, considerando as inúmeras desigualdades sociais que este segmento da população vivencia ao longo de sua trajetória histórica, impactando desta maneira, nos processos de exclusão social das pessoas com deficiência, com destaque nos ambientes escolares e profissionais. Portanto, é uma ação de excelente relevância social para todos os envolvidos, sejam eles pessoas com ou sem deficiência, oportunizando aos mesmos o acesso a inúmeras vivencias de cunho inclusivo, propiciando a construção coletiva de uma sociedade mais justa, inclusiva, igualitária e que respeite as diferenças em sua plenitude. O referido curso iniciou com 36 alunos com deficiência, finalizando com 28, em virtude de algumas desistências por diversos fatores, dentre eles: incompatibilidade com os horários de estudo, questões de saúde, entre outros. Os referidos participantes contemplados com esta formação, apresentavam deficiência física, auditiva, visual, intelectual, autismo e múltipla, sendo estas uma das principais características da expressão da diversidade humana. Este grupo diversificado com tais características oportunizou a todos os envolvidos o exercício da convivência, promovendo aprendizados de como lidar com tais diferenças, contribuindo ainda, para o aprimoramento das relações interpessoais, competência esta fundamental para o cotidiano profissional. Ao longo do curso, foi oportunizado a organização dos seguintes conteúdos: Desenvolvimento de Competências Pessoais e Profissionais para o Mundo do Trabalho, distribuídas em 28 horas, Comunicação 32 horas, e para finalizar, o conteúdo de Lógica com 40 horas. O conteúdo de lógica teve por objetivo, estimular os estudantes a trabalharem as competências do século 21, em especial, o pensamento crítico, criatividade, colaboração e compartilhamento, na resolução de problemas do cotidiano, analisando a melhor forma possível para encontrar a solução desejada (focando em resultado, custos e tempo). Transpor gradativamente as atividades para demonstrar o uso da lógica na resolução de problemas, usando ferramentas computacionais. Salientamos que estes conhecimentos apreendidos ao longo deste curso, oportunizaram inúmeras vivencias, as quais promoveram o desenvolvimento de competências para a vida destes cidadãos, as quais é importante destacar a elevação da autoestima, o reconhecimento de suas potencialidades e habilidades, em especial, a interação social que foi oportunizada, fazendo com que os mesmos expressassem mais confiança e o sentimento de pertencimento nas relações sociais. Portanto, consideramos que esta oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional ofertada às pessoas com deficiência, contribuiu de forma significativa para a quebra de paradigmas em torno da contratação de pessoas com deficiência, visando o combate ao preconceito e discriminação. 03

[close]

p. 5

Em sua edição da segunda-feira do dia 30/07/18, o Jornal de Santa Catarina destacou como principal manchete a atuação das empresas de TI na contratação de pessoas com deficiência. A reportagem aborda também o programa de formação gratuita do Sesi, que formou uma turma de alunos com deficiência com o patrocínio do SEPROSC e das associadas GOVBR e Senior. A inclusão no mercado de trabalho. Estima-se que 2,2 mil pessoas deveriam estar empregadas em Blumenau, mas o número de contratados é cerca de 800 Quando se pensa em tecnologia, o que vem à cabeça? Provavelmente uma sala cheia de pessoas em frente aos computadores, onde a linguagem de programação predomina. E é assim mesmo em uma empresa que desenvolve sistemas no Centro de Blumenau. Porém, o cenário mudou um pouco e ganhou um novo formato há dois anos, quando a instituição resolveu contratar o primeiro colaborador com deficiência auditiva. O que parece ser apenas parte do processo de atendimento da legislação, que estabelece cotas para pessoas com deficiências dentro de corporações, virou muito mais do isso: antes da chegada de Jean Carlos Paes, aproximadamente 40 profissionais dos mais variados setores aprenderam a Língua Brasileira de Sinais (Libras). Foi a primeira oportunidade que o assistente de infraestrutura teve, desde que entrou no mercado de trabalho, de atuar em um lugar em que os companheiros de profissão passaram por preparação para recebê-lo. Quem conta isso é o colega Daniel Henrique Minella, que apreendeu rápido a se comunicar na nova linguagem e hoje é quase o intérprete da empresa. Paes passou por outros empregos, mas a maioria no setor de expedição. Para quem sempre ajudou a formatar os computadores dos parentes, trabalhar com o que ele ama é sinônimo de orgulho. – Nas outras empresas eu tinha muita dificuldade, fiquei isolado porque ninguém tentou aprender Libras para se comunicar comigo – diz o funcionário de 32 anos. A empresa em que Paes trabalha, a HBSIS tem atualmente nove funcionários com algum tipo de deficiência. A meta é chegar a 25 até setembro deste ano. Para cada novo colaborador, um desafio e um aprendizado diferente, avalia a gerente de Desenvolvimento Humano Organizacional, Michelle Tribess. É que na visão da empresa, a admissão tem que ser mais do que um fator de lei. Tem que garantir que o cidadão seja de fato incluído, produtivo e sinta que o que faz tem valor agregado à organização. Confira a reportagem completa em nosso site: http://bit.ly/seproscinclusao DESPERTANDO PARA A TI Altair Urbanski atua há oito anos no setor de Suporte da WK Sistemas, empresa associada ao SEPROSC. Ele apresentou o Espaço Maker ao filho Luís Fernando, de 16 anos, que cursa o ensino médio. “A iniciativa foi muito interessante. Fiquei sabendo pela empresa. Meu filho está gostando muito do que aprendeu, pois entrou em contato com coisas novas. O próximo passo deverá ser um curso em programação androide”, explica Altair. PERSPECTIVAS DE FUTURO A Fácil, também associada do SEPROSC, beneficiou os filhos de duas funcionárias com cursos no Espaço Maker. Simone Costa, responsável pelos serviços de zeladoria da empresa, é mãe de Bruno Borges Kluser, de 15 anos. Regiane Fernandes, analista de RH, é mãe de Ruan Felipe de Andrade, também de 15 anos. SEPROSC oferta curso gratuito “O Bruno gosta muito das aulas de robótica e programação. Ele aprecia muito os trabalhos colaborativos”, para filhos de funcionários de destacaSimone. associados. Já o Ruan prefere as artes. “Gosta de atividades de interação, jornalismo, teatro. As experiências estão sendo importantes para que ele Quinze funcionários de empresas associadas do descubra qual a carreira pretende seguir”, diz Regiane. SEPROSC foram beneficiados com inscrições gratuitas de seus filhos no Espaço de Educação Maker. O Espaço Maker consiste numa área de 1,2 mil metros quadrados dentro do Complexo Esportivo do Sesi, em Blumenau. Ele integra atividades em cinco cursos que promovem exploração, pesquisa, construção, “A decisão do SEPROSC em patrocinar esses programas decorre de uma preocupação constante das empresas associadas, que têm buscado ampliar as oportunidades de inserção no mercado de trabalho, seja para filhos de associados, seja para a comunidade em geral, como no caso dos portadores de deficiência”. experimentação e aprendizado colaborativo e coletivo. O Espaço Maker atende a jovens de sete a 18 anos, que uma vez por semana, durante cinco meses, participam de cursos e oficinas em robótica, ciências, matemática, comunicação e mídias. Confira a reportagem completa em nosso site: http://bit.ly/seproscmaker 04

[close]

p. 6

Associada HBSIS faz doação de computadores à entidade O diretor da HBSIS, João Luiz Kornely, que também é presidente do SEPROSC, destaca que o objetivo da empresa é também apoiar o ensino e desenvolvimento da comunidade blumenauense: “Acreditamos que, mais do que gerar emprego e renda, temos como empresa, condições de apoiar o ensino e o desenvolvimento da comunidade. A doação que fizemos é de materiais em boas condições que farão a diferença para os novos usuários e que serão de grande valia para o projeto. Para a nossa equipe significa a consciência de aproveitar os insumos da melhor maneira possível, inclusive apoiando projetos de fomento, como este”. A HBSIS, de Blumenau, fez a entrega de 12 computadores desktops com monitores LCD e kit com teclado e mouse para a Associação Comunidade Caridade Sem Fronteiras (ACOSEF), no bairro Garcia. A doação foi feita após solicitação feita pela diretoria da entidade ao SEPROSC. Rosangela Montagna, coordenadora do projeto, destaca: “Os computadores serão utilizados com os demais que temos para as aulas de informática para crianças e adolescentes. Temos uma sala para este curso já há 4 anos e já formamos alguns jovens para seu primeiro emprego. As aulas acontecem sábados de manhã, no Centro de Estudos Avançados”. A ACOSEF é uma associação civil privada, sem fins Confira a reportagem completa em nosso site: lucrativos, que recebe doações para realizar ações sociais http://bit.ly/seproscdoacao voluntárias junto às comunidades carentes de Blumenau. Em entrevista publicada pela coluna na última semana, o criador do Programa 100 Open Startups, Bruno Rondani, foi taxativo: nunca se investiu tanto em startups como agora. Essas empresas emergentes têm ganhado amplo destaque na mídia por proporem soluções muitas vezes disruptivas para o mundo corporativo ou até mesmo para o dia a dia das pessoas. Há, no entanto, uma corrente de executivos do ramo que defende que a alta capacidade de inovação não se restringe a negócios iniciados do zero e que essa é uma característica presente no DNA de muitas grandes empresas já consolidadas no mercado, sejam elas da área de tecnologia ou não. a startup acaba sendo cobaia de grandes empresas O vice-presidente do SEPROSC, Carlos José Pereira, foi destaque na edição do Jornal de Santa Catarina desta segunda-feira, 12/03. Pereira faz uma análise sobre o papel das startups de TI e lembra que as empresas tradicionais do setor também inovam. Confira a entrevista: “A STARTUP ACABA SENDO A COBAIA DAS GRANDES EMPRESAS” Vice-presidente do Sindicato das Empresas de Processamento de Dados, Software e Serviços Técnicos de Informática de Santa Catarina (SEPROSC), o empresário Carlos José Pereira lembra que boa parte das novas empresas não passando quinto ano e que as sobreviventes que hoje estão maiores são justamente aquelas que buscaram o diferente para se manterem competitivas – ou seja, inovaram. Nesta entrevista, Pereira avalia que as startups contribuem para o mercado ao apontar novos caminhos viáveis para determinados problemas. Confira reportagem completa em nosso site: http://bit.ly/seproscstartup 05

[close]

p. 7

PROJETO IN VAR A inovação faz parte das empresas de software naturalmente, independentemente do tempo de existência ou do mercado em que atuam. Com o objetivo de ressaltar a inovação das empresas associadas, o SEPROSC criou o PROJETO INOVAR. O presidente João Luiz Kornely: “A divulgação é gratuita, sendo feita através do site do SEPROSC e suas redes sociais, com eventual aproveitamento por veículos de comunicação’’ Todos os associados podem divulgar ou solicitar entrevistas gratuitamente para divulgar inovações, lançamentos, novos produtos ou qualquer notícias que digam respeito à tecnologia. CONFIRA A SEGUIR DUAS REPORTAGENS DO PROJETO INOVAR Conheça o Centro de Inovação de Lages, Inovação e sucesso internacional o primeiro de SC marcam expansão da NDD O vice-presidente do SEPROSC, Carlos José Pereira, esteve em Lages para uma visita à NDD, uma das maiores empresas de software do país. A inovação faz parte das empresas de software naturalmente, independentemente do tempo de existência ou do mercado em que atuam. Uma das atividades inovadoras da NDD é o projeto NDD Green Carbon (www.nddgreencarbon.com), criado para neutralizar a emissão de carbono com as impressões realizadas nas empresas. Seus clientes. Em 13 anos foram plantadas mais de um milhões de árvores para seus clientes. O projeto chamou a atenção da Maurício de Sousa Produções, que em parceria com a NDD criou o projeto www.turmadaarvore.com.br. O projeto permite que pessoas físicas adotem uma árvore. Recentemente a NDD criou o Instituto Dorvalino Comandolli (www.idcbrasil.com), que atende a pessoas carentes de Lages. O IDC presta atendimentos mensais em consultas médicas e odontológicas gratuitamente. Biblioteca, auditório para cursos e palestras e refeitório completam as instalações. As pessoas recebem também mantimentos, doações em geral e serviços de barbearia e salão de beleza. São feitos mais de dois mil atendimentos mensais. Até mesmo o treinamento de novos funcionários é inovador. Numa sala cheia de computadores, jovens estagiários não recebem aulas, mas desafios. Reunidos em equipes, são desafiados a prover soluções para determinados problemas. Desses grupos se sobressaem os líderes e os estagiários vão aprendendo ao mesmo tempo em que se acostumam ao trabalho em equipe. Confira a reportagem completa em nosso site: http://bit.ly/seproscNDD O vice-presidente do SEPROSC, Carlos José Pereira, esteve em Lages conhecendo o Centro de Inovação instalado na cidade – o primeiro dos 13 centros de inovação do estado a ficar pronto. O Centro de Inovação de Lages faz parte do ecossistema de inovação em Santa Catarina, que inclui outros 12 parques em construção, todos com a mesma conformação operacional. A estrutura foi projetada para funcionar de forma integrada, com todos os parques interagindo na busca por novos investimentos e desenvolvimento de empresas com base tecnológica. “O Centro de Inovação tem contribuído enormemente para o desenvolvimento da TI e de novos empreendimentos na região. Eventos e temas que antes eram abordados de forma isolada por diversos segmentos, agora são tratados em conjunto. Há um melhor e mais eficiente compartilhamento de conhecimento”. Confira reportagem completa em nosso site: http://bit.ly/seprosclages ENVIE SUA HISTORIA PARA NÓS ✉ marketing@seprosc.com.br Nossa proposta é valorizar a inovação de nossas empresas de TI 06

[close]

p. 8

BENEFÍCIOS DOS ASSOCIADOS ASSESSORIA JURÍDICA O SEPROSC presta Assessoria Jurídica, através de consultoria telefônica e via email às Empresas Associadas; Também através das reuniões do Grupo de Relações Trabalhistas (GRT) que acontecem na terceira terça-feira de cada mês na estrutura do SEPROSC. ASSESSORIA CONTÁBIL - TRIBUTÁRIA O SEPROSC disponibiliza assessoria contábil e tributária para as empresas associadas, através de consultoria telefônica e via e-mail. REUNIÕES MENSAIS COM O GRT O SEPROSC mantém reuniões mensais através do Grupo de Relações Trabalhistas (GRT) , sem custo para as Empresas Associadas. FORMAÇÃO DE MÃO DE OBRA O SEPROSC patrocina programas de formação de mão-de-obra, cursos e workshops, buscando proporcionar às empresas, a capacitação de profissionais. CONVENÇÕES COLETIVAS O SEPROSC defende os interesses da categoria no âmbito coletivo, seja perante entidades governamentais (Judiciário, MPT e MTE) ou Sindicatos de Empregados. Com estes últimos, firmando Convenções Coletivas de Trabalho, regulando assim, o mais adequadamente possível, a relação entre capital e trabalho. PESQUISA SALARIAL O SEPROSC investe em estudos e pesquisas salariais, possibilitando a tomada de decisões pelas empresas quanto aos inventimentos. Disponibiliza um sistema para que seus associados possam pesquisar a média salarial de seus colaboradores. CONVÊNIO MÉDICO Guia Saúde Web - convênio médico que permite aos empresários, seus colaboradores e quaisquer parentes, acesso a médicos, clínicas, laboratórios, farmácias e dentistas em condições extremamente vantajosas. PARTICIPAÇÃO NA DISCUSSÃO DE LEIS O SEPROSC é filiado à FENAINFO (Federação Nacional das Empresas de Informática), tendo assento em sua Diretoria. A Fenainfo é uma entidades que defende os interesses do setor, principalmente no Congresso Nacional, participando ativamente na discussão de leis, projetos de lei e outras matérias afins, tendo criado uma Frente Parlamentar de Informática - FPI, composta hoje por mais de 100 congressistas. REPRESENTANTE LEGAL DA CATEGORIA O SEPROSC busca direta ou indiretamente, junto aos órgãos governamentais (Poderes Executivos e Legislativos municipais, estaduais e federais) o respeito à 07 classe patronal por ele representada, e melhoria de condições para o setor, como por exemplo: redução de impostos.

[close]

p. 9

JANEIRO A MARÇO DE 2018 1º EVENTO DE 2018 1º turma - Espaço Maker 2º turma - Espaço Maker Aconteceu no dia 26,27 e 28 Fevereiro, nas cidades de Blumenau, Joinville e Florianópolis o Worshop: Liberte-se das algemas do seu sistema legado Retorno da 1º Turma do Espaço Maker - Turma de 2017 Curso de Informática e Robótica Inicio da 2º turma do Espaço Maker Turma de 2018. Curso de Informática e Robótica Reunião da GRT Inicio da Turma do Inclusão Banco de Currículos - PCDs Grupo de Relações Trabalhistas (GRT). É um grupo onde as empresas associadas se reúnem para tirar dúvidas sobre as leis, direto com o Dr. Rodolfo Um dos objetivos do curso é capacitar profissionais para atender a demanda das empresas de tecnologia, que precisam contratar pessoas com deficiência (PCDs) O SEPROSC em parceria com o Sesi, disponibiliza aos seus associados um Banco de Currículos de Pessoas com Deficiência (PCD) Assessoria Jurídica Julho a Setembro 150 Atendimentos Para Empresas e Escritórios de Contabilidade da região de Blumenau, Chapecó, Jaraguá do Sul e Criciúma. 08

[close]

p. 10

abril a junho DE 2018 Formatura - Espaço Maker fenainfo Formatura - Curso Inclusão No dia 7 de maio se formou a primeira turma do Espaço Maker que foi apadrinhada pelo SEPROSC. No dia 25 e 26 de abril, o nosso diretor esteve no Rio de Janeiro, junto a FENAINFO discutindo alguns interesse do setor. E fez algumas visitas aos deputados. Aconteceu no dia 06 de Junho, a formatura de 28 pessoas com deficiência que frequentaram gratuitamente curso qualificação em tecnologia inclusiva que foi patrocinado pelo Seprosc e mais duas empresas. Entrevista convenção coletiva curso senac Após a formatura o SEPROSC organizou um momento, onde as empresas associadas puderam entrevistar/contratar os alunos do curso inclusão. O que foi essencial nesse momento de regularizações (ESOCIAL). 09 Aconteceu no dia 27 de Junho a primeira reunião para discussões sobre a convenção coletiva/18. O Seprosc em parceria com o Senac, subsidiou 30% do curso para 21 colaboradores de empresas associadas.

[close]

p. 11

abril a junho DE 2018 SinSalarial Projeto Inovar GRT Em maio o SEPROSC renovou a parceria com a SinSalarial, proporcionando aos seus associados um desconto exclusivo na aquisição da pesquisa salarial. Criado para divulgar as inovações das empresas associadas ao SEPROSC. Todos os associados podem divulgar ou solicitar entrevistas gratuitamente para divulgar inovações, lançamentos, novos produtos ou qualquer notícias que digam respeito à tecnologia. Nossa proposta é valorizar a inovação de nossas empresas de TI. É um grupo aberto para as empresas associadas, conta com a presença do advogado do sindicato. As reuniões acontecem 1 vez por mês. Assessoria Jurídica Abril a Junho 86 Atendimentos Para Empresas e Escritórios de Contabilidade da região de Blumenau, Chapecó, Jaraguá do Sul e Criciúma. 10

[close]

p. 12

JULHO a SETEMBRO DE 2018 11

[close]

p. 13

JULHO a SETEMBRO DE 2018 GRT - GRUPO DE RELAÇÕES TRABALHISTAS Assessoria Jurídica Julho a Setembro 110 Atendimentos Para Empresas e Escritórios de Contabilidade da região de Blumenau, Chapecó, Jaraguá do Sul e Criciúma. 12

[close]

p. 14

outubro a dezembro DE 2018 assembléia geral rEUNIÃO DA dIRETORIA reunião da diretoria Nos dias 03 e 24 de Outubro, os associados foram convocados para uma assembléia geral extraordinária, para discutirem assuntos referentes a convenção coletiva. Em nossa reunião mensal de diretoria, o diretor regional do Senac, Fábio Peçanha e a Ana Paula, estiveram presentes em nossa reunião para o fortalecer o vínculo do Seprosc e Senac. Em nossa reunião mensal de diretoria,o Sesi esteve presente, apresentou um relatório das suas atividades em 2018, trazendo uma nova proposta (Espaço Maker e Inclusão) que vai ser avaliada pela diretoria. homenagem hartsystem encerramento do grt - grupo de relações trabalhistas O Seprosc, participou do evento em comemoração aos 25 anos da HartSystem, de Blumenau. A empresa, que foi uma das primeiras associadas, recebeu um troféu da entidade, entregue por João Luiz Kornely (Presidente). No dia 20 de Novembro, aconteceu o encerramento do Grupo de Relações Trabalhistas (GRT) de 2018 em Blumenau. Estiveram presentes as empresas: GovBr, TranspoBrasil Sistemas, Megasul Sistemas, Quick Soft Tecnologia, Fácil Informática, Sênior Sistemas, Wk Sistemas, Criasoft Tecnologia, Teclógica Serviços em Informática e Data Info. O nosso assessor jurídico Dr. Cristian Luis Hruschka, abordou o tema: Benefícios Previdenciários. 13

[close]

p. 15

outubro a dezembro DE 2018 jantar deatec O Seprosc esteve presente no jantar oferecido pela Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec), em Chapecó. Na ocasião, Pereira (vice-presidente do Seprosc) apresentou o relatório de atividades anual do SEPROSC, além de falar sobre a importância do sindicato no estado: “A intenção é aproximar mais os empresários das diversas regiões e continuar colaborando para o desenvolvimento de um estado tecnológico”. Entre as cidades de destaque que ele menciona e que devem receber ações já testadas no Vale do Itajaí estão: Chapecó, Criciúma e Lages. Assessoria Jurídica Outubro a Dezembro 70 Atendimentos Para Empresas e Escritórios de Contabilidade da região de Blumenau, Chapecó, Jaraguá do Sul e Criciúma. 14

[close]

Comments

no comments yet