Jornal Notícias da Região - Edição 488

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Notícias da Região - Edição 488

Popular Pages


p. 1

(11) 5669-2455 www.noticiasdaregiao.com.br /noticiasdaregiaosul Ano XVIII - Edição 488 - São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 Santo Amaro comemora 467 anos Em comemoração aos 467 anos do bairro de Santo Amaro, uma extensa programação com atividades, atrações culturais, encontros, exposições e ação social foi oferecida à população durante o mês de janeiro. No dia do aniversário do bairro – 15 de janeiro – foi realizada a tradicional missa comemorativa na Ca- tedral de Santo Amaro, no largo Treze de Maio, ministrada pelo bispo diocesano dom José Negri. Centenas de pessoas lotaram a catedral, entre elas, a subprefeita local, Janaína Lopes de Martini. Ao final da missa, dom José Negri, ao lado do padre Rogério Bhering, pároco local, benzeu a imagem de Santo Amaro que foi colocada sobre o Marco Zero do bairro, em frente à catedral, e inaugurada na ocasião. Também como parte dos festejos de aniversário, a Subprefeitura Santo Amaro promoveu uma Ação Social e Cultural na praça Floriano Peixoto. Foram oferecidos gratuitamente testes rápidos de HIV Aids, cortes de cabelo e serviços de manicure, vacinação e orientação bucal, jogo de roleta e prêmios, além de apresentações musicais ao vivo. À noite, no auditório do Colégio Adventista, aconteceu a cerimônia de entrega do Prêmio Desenvolvimento – Santo Amaro 467 anos, à pessoas, instituições, iniciativas e empresas. Página 3

[close]

p. 2

2 São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 www.noticiasdaregiao.com.br A polêmica pode recomeçar Uma iniciativa que provocou muita polêmica no extremo Sul paulistano há cerca de cinco anos atrás, está voltando à baila e pode provocar novas discussões. Trata-se da construção de um aeródromo na região de Parelheiros pelos empresários André Skaf e Fernando de Arruda Botelho, da empresa Harpia Logística. André é filho do empresário Paulo Skaf, candidato ao governo do Estado de São Paulo em 2018, e Fernando é ligado à Construtora Camargo Corrêa. O aeródromo proposto por eles ocupa uma área em torno de 4 milhões de metros quadrados e é destinado a jatos e táxis aéreos. Em 2013, os empresários conseguiram autorização da Secretaria de Aviação Civil para sua construção. Entretanto, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano vetou o projeto no mesmo ano, ao indeferir a emissão de certidão de uso e ocupação do solo. Desde então, o caso vem sendo discutido na Justiça. A novidade é que, em dezembro passado, a Prefeitura de São Paulo expediu uma certidão para os empresários, por determinação judicial. De acordo com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento, trata-se de uma certidão de diretrizes que nada tem a ver com o licenciamento para execução do projeto. Ela apenas atesta o zoneamento de um determinado terreno e estabelece quais regras são aplicadas naquele local para se obter o licenciamento. Conforme reportagem do jornal “Interlagos News”, o secretário Fernando Chucre (Urbanismo e Licenciamento) afirmou que o setor de licenciamento da Prefeitura ainda não recebeu nenhum projeto para que possa ser expedido documento que autorize o uso da área em questão. Na reportagem o secretário diz ainda considerar difícil que se licencie “um empreendimento desse porte em uma área que está em Zona Especial de Proteção Ambiental, portanto, aonde há uma série de restrições, especialmente do ponto de vista ambiental”. A construção do aeródromo em Parelheiros, ou do Aeroporto de Parelheiros, como ficou mais conhecido, provocou calorosas discussões quando seu projeto foi apresentado há cerca de cinco anos. Principalmente nas audiências públicas em que o próprio André Skaf participava para apresentar e defender o projeto, mostrando os seus benefícios para o desenvolvimento da região e para a geração de emprego e renda à população local. André também contestava as alegações de prejuízos ambientais que o seu aeródromo traria a Parelheiros e que esta questão foi considerada e contemplada no projeto. Porém, ao contrário, ambientalistas e opositores do aeroporto diziam que a obra interferiria, sim, na questão ambiental, na fauna, flora, no conjunto de nascentes e até mesmo na base da cabeceira da represa de Guarapiranga, impactando-a. Lembravam ainda que a região de Parelheiros produz água para mais de 4 milhões de habitantes e que um projeto daquela envergadura naquele local deveria ser mais discutido. Há sinais de que esta discussão volte à tona, pois novos fatos começam a surgir e, aí então, a população também deve decidir: o aeródromo (ou aeroporto) é uma obra importante ou é uma agressão ambiental a Parelheiros? O (permanente) risco 31 de janeiro, o Dia do das nossas barragens Engenheiro Ambiental Pela segunda vez em três anos, o Brasil oferece ao mundo o típico exemplo de imprevidência. Pior que, numa mesma unidade da federação e pelo mesmo grupo empresarial. O lamaçal de Brumadinho tem as mesmas características do de Mariana, mas com maior número de perdas humanas. Em Mariana vazaram 60 milhões de metros cúbicos de lama, que causaram dano ambiental até no mar e 19 mortes. Já em Brumadinho, os 12,7 milhões de metros vazados atingiram diretamente mais de 500 pessoas. Ao mesmo tempo que as equipes buscam vítimas, é preciso avançar em providências. Primeiro identificar o – efetivamente – ocorrido e definir as responsabilidades para promover as devidas reparações e penalizações. É indispensável que se apure o histórico (planta original, licenciamento, alterações de projeto etc.), apure-se intercorrências operacionais, a possibilidade de reações químicas do material depositado que possam ter alterado peso ou volume da massa, a ocorrência de movimentação sísmica comprometedora da base ou da estrutura e até possíveis atos de sabotagens que possam ter levado ao rompimento e queda do dique. Concomitantemente, busquese as responsabilidades tanto da operadora e sua equipe, quanto das diferentes instâncias de fiscalização. Concluída essa recomposição do histórico da obra e encontrados os responsáveis, sejam eles apresentados à Justiça para cada um responder no justo nível de sua culpa ou dolo. Não devemos perder de vista, no entanto, que auditorias nacional e internacional verificaram recentemente a barragem sinistrada e garantiram sua regularidade. Daí a conveniência de apurar possíveis alterações químicas ou sísmicas. Mas isso não basta. É preciso que o ensinamento da tragédia sirva para a tomada de providências que evitem sua repetição em outros empreendimentos do gênero. O Relatório de Segurança de Barragens de 2017, revela a existência de 790 barragens de rejeitos espalhadas pelo território nacional e que apenas 211 delas (o equivalente a 27%) foram vistoriadas naquele ano. Esse é apenas um detalhe da precariedade do setor, que deve ser acrescentado por outras observações como o nível de confiabilidade que levou a própria operadora a manter suas instalações na parte baixa da barragem. Há que se questionar, ainda, o plano de emergência para possíveis acidentes que comprometam comunidades rurais e urbanas localizadas na bacia hidrográfica, que se torna escoadouro do material vazado. Já que a tragédia de Mariana pouco ou nada serviu para melhorar a segurança do setor, espera-se que os novos governos – que agiram com mais celeridade que os de 2015 – tenham ações mais proativas e sejam capazes de buscar a reparação dos danos com maior rapidez do ocorrido em Mariana, que ainda estão pendentes, e, principalmente, evitem novos eventos dessa natureza e magnitude. Além das 790 barragens de rejeito, existem no país 22.920 barragens de água e só 12.590 delas possuem outorga, concessão ou autorização de funcionamento. Isso indica que 45% delas operam irregularmente, com riscos incalculáveis. É preciso mapear tudo isso, antes de termos de lamentar novas tragédias que, no caso, são previsíveis e, até, anunciadas. Ten. Dirceu C. Gonçalves (Dirigente da Associação de Assistência Social dos PM de São Paulo - Aspomil) Mensagem do Conseg Dutra Em nome do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Cidade Dutra, quero agradecer a todos deste canal de comunicação, jornal “Notícias da Região”, por terem atendido as minhas solicitações de divulgação de nossas reuniões mensais em 2018, e desejar-lhes um próspero 2019 – votos estes estendidos a todos os seus familiares, colaborados e leitores – e que o novo ano seja cheio de novas oportunidades e carregado de alegrias e realizações. Herminio M. da Conceição - diretor do Conseg C. Dutra A temática ambiental e a preocupação na conservação do meio ambiente começaram a ter mais atenção apenas nas últimas três décadas. Com essa preocupação surgiu a necessidade de um profissional que aliasse o desenvolvimento da sociedade com a preservação do meio ambiente, o conhecido desenvolvimento sustentável. Com isso, foi criado o curso de Engenharia Ambiental para formar esses profissionais. O dia 31 de janeiro se remete a data de formatura da primeira turma de Engenharia Ambiental do Brasil, na Unitins (Universidade Estadual do Tocantins), no ano de 1997. Diferente de outras áreas da engenharia que estão consolidadas há muitos anos (como Engenharia Civil, Mecânica, Elétrica, Agronômica), a Engenharia Ambiental possui apenas 22 anos. Por ser uma profissão nova em relação às outras da área, a sociedade ainda conhece pouco o engenheiro ambiental e o trabalho que ele realiza. Grande parte das atividades econômicas exercidas pelo homem causam algum efeito ou impacto no meio ambiente. Desde a construção de uma simples casa ou o corte de algumas árvores, geram impactos ao ambiente que devem ser estudados na realização de tais atividades. O engenheiro ambiental avalia os efeitos causados por essas atividades e elabora um planejamento de ações para minimizar seu impacto no ambiente. A saúde está diretamente ligada a um meio ambiente equilibrado. Um exemplo disso são os grandes projetos para tratar e manter a boa qualidade da água e saneamento básico em grandes metrópoles, como São Paulo. Nesse sentido, a engenheira ambiental Letícia Bomediano, que atua na área de reflorestamento e recuperação na orla da bacia do Guara- piranga, relata a dificuldade em conseguir controlar as invasões e descartes impróprios diretamente na represa de Guarapiranga: “A grande complexidade é fazer com que a população entenda o dano que uma simples contaminação de óleo, por exemplo, pode fazer na bacia que abastece 4,5 milhões de pessoas. Aposto na educação ambiental com crianças e escolas do bairro de Interlagos (na Capela do Socorro), e ainda na troca do óleo por pedras de sabão nos parques Linear Nove de Julho e Linear Castelo (cada 2 litros de óleo são trocados por uma pedra de sabão)”. Leticia, que também faz parte da diretoria da Associação Paulista de Engenheiros Ambientais (APEA/SP), salienta também a importância das associações de classe para o reconhecimento e valorização do profissional engenheiro ambiental. “Se considerarmos a quantidade de problemas ambientais que enfrentamos hoje, fica difícil entender como o profissional engenheiro ambiental ainda passa por dificuldades para entrar no mercado de trabalho, sendo que há muito trabalho a se fazer. É preciso conscientizar as empresas, órgãos públicos e sociedade sobre o engenheiro ambiental e a importância do seu trabalho”, explica a engenheira. De acordo com dados da APEA/SP, o número de engenheiros ambientais registrados no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) é de 24.725 profissionais. Número relativamente baixo ao se comparar com o de engenheiro civil (314.266), engenheiro agrônomo (105.635) e engenheiro elétrico (104.465). A Engenharia Ambiental é conhecida como a “profissão do futuro”. Contudo, o engenheiro ambiental sabe que só há futuro se o desenvolvimento sustentável for colocado em prática no presente.

[close]

p. 3

www.noticiasdaregiao.com.br 3São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 CAPA No seu aniversário, Santo Amaro festeja sua historia Santamarenses participam de missa e ação social comemorativas aos 467 anos do seu bairro Centenas de fiéis e convidados lotaram as dependências da catedral Ponto alto das festividades pelos 467 anos de Santo Amaro, a tradicional missa de aniversário do bairro teve início às 12 horas do dia 15 de janeiro, na Catedral de Santo Amaro, antiga Igreja Matriz, no largo Treze de Maio, e foi ministrada pelo bispo diocesano dom José Negri. Centenas de fiéis lotaram a catedral, entre eles, a subprefeita Janaína Lopes de Martini, de Santo Amaro, Alexandre Moreira Neto, presidente licenciado do Centro das Tradições de Santo Amaro (Cetrasa), José Carlos Bruno, presidente em exercício do Cetrasa, seus filhos, os advogados Gilberto Marques e Mary Angel, Andréa Sousa, coorde- nadora geral do Centro Cultural Municipal de Santo Amaro, e Fernando Barros, da Aesas, entre outros. Iniciando a missa, padre Rogério Bhering, pároco local, saudou a presença dos fiéis, da subprefeita Janaína, de lideranças e personalidades da região, assim como a de dom José e dos religiosos convidados para participarem da celebração. Lá estiveram o monsenhor Paulo, o vigário Carlos Manoel, os padres Thiago, Jorge, Gabriel e Adilton, este último, vindo de Salvador. Sobre o santo padroeiro Dentro de um clima solene, com muitas orações, louvores e Subprefeita Janaína na praça Floriano leituras de passagens bíblicas, foi a vez de dom José Negri falar sobre a figura de Santo Amaro ou São Mauro, o padroeiro do bairro, que continua sendo venerado e lembrado até hoje, mesmo após mais de mil e quatrocentos anos de sua morte. Isso se deve, segundo o bispo, porque “Santo Amaro não quis ser apenas um protagonista e levou adiante o espírito da religião, da Igreja de Jesus Cristo, sendo um monge obediente e fiel servo do Senhor”. Por outro lado, dom José lamentou ainda não ter encontrado a imagem de Santo Amaro em nenhuma das inúmeras paróquias pelas quais passou. Para Imagem de Santo Amaro no Largo 13 o bispo, a obra do santo precisa ser difundida e que irá dedicar esforços nesse sentido. Após o fim da missa, dom José, acompanhado dos religiosos e fiéis, benzeu a imagem de Santo Amaro que foi colocada sobre o Marco Zero do bairro, em frente à catedral, e inaugurada na ocasião. Na praça, ação social Também como parte dos festejos do aniversário de Santo Amaro, a Subprefeitura local promoveu uma Ação Social e Cultural na praça Floriano Peixoto, que teve início às 10 horas e término por volta das 18 horas. Foram oferecidos gratuita- A ação social promovida pela Subprefeitura teve também cortes de cabelo mente testes rápidos de HIV Aids por uma unidade móvel da Secretaria Municipal da Saúde, cortes de cabelo e serviços de manicure pelo Instituto Embelleze – Unidade Santo Amaro, vacinação contra febre amarela e orientação bucal pela Unidade Básica de Saúde (UBS) Santo Amaro, jogo de roleta e prêmios pelo Boavista Shopping e apresentações musicais ao vivo, que começaram com o cantor Wander Ly e aconteceram durante todo o evento. “A ideia foi aproveitar a data do aniversário de Santo Amaro para oferecermos aos munícipes uma ação social com diversos serviços de utilidade pública e apresentações musicais para o seu entretenimento”, conta Margareth Justiniano, coordenadora de Governo Local da Subprefeitura Santo Amaro, lembrando que a iniciativa partiu da subprefeita Janaína Lopes de Martini, que logo foi em busca de parceiros para a ação. “Nasci no Pará e fiz minha vida aqui, em Santo Amaro, onde estou há mais de 30 anos. Gosto daqui, onde formei família e tenho amigos. Quando posso vou ao Pará ver meus familiares, mas não quero sair de Santo Amaro. Aqui, sou feliz. E parabéns prá Santo Amaro!”, declara Vagner Barbosa, que foi cortar seu cabelo na praça.

[close]

p. 4

4 São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 www.noticiasdaregiao.com.br Continua programação Livro mostra como ter uma vida emocional saudável de férias na Belmonte O livro Ansiedade 2 – Autocontrole reserva grandes surpresas. Nele, o psiquiatra e psicoterapeuta, Augusto Cury, abre sua vida e conta como aplicou técnicas para o autocontrole em sua rotina. O livro é continuação do best-seller Ansiedade – Como enfrentar o mal do século, que está na lista dos mais vendidos da Editora Saraiva desde sua publicação. Para que os leitores tenham uma vida emocional saudável e plena, Cury ressalta temas como o gerenciamento do estresse e desenvolvimento do autocontrole e explica a diferença entre ansiedade e estresse, salientando que ambos são essenciais para a vida, mas, como tudo, precisam ser dosados. O autor ainda resgata temas importantes do primeiro livro, como a Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA), que faz com que as pessoas se tornem prisioneiras da própria mente com o passar do tempo. A grande novidade dessa obra é que Cury utiliza acontecimentos de sua própria história para mostrar como é possível empregar técnicas para vencer o medo de fracassar e alcançar o êxito pessoal e profissional – uma destas envolve a própria SPA em sua adolescência. Ansiedade 2 – Autocontrole, de Augusto Cury, Benvirá, pela Editora Saraiva, tem 192 páginas e preço informado de R$ 19,90. Peças indispensáveis para o verão A grife de beachwear Água de Coco por Liana Thomaz traz opções para os diversos momentos do dia desta estação. Nas coleções Cores e Mickey 90, as duas vigentes nessa temporada, estão charmosos modelos de biquínis, sungas, bermudas, tops e saídas de praia para looks femininos, masculinos e infantis. Entre os destaques da Cores estão os bodies com detalhes transparentes e recortes estratégicos, os biquínis com babados em tecidos translúcidos e outros modelos que seguem a tendência neon. Já na Mickey 90, que celebra os 90 anos do personagem, estão peças com a imagem do próprio Mickey bordada em diferentes padronagens ou em efeito 3D, ambas seguindo a cartela de tons de vermelho, preto e amarelo. Diversas das peças da marca foram escolhidas por celebridades, como a atriz Paolla Oliveira, o jogador Neymar e as cantoras Paula Fernandes e IZA, entre outras. ÁRIES - Fevereiro será um período agitado para o ariano, mas não se esqueça de si nem dos mais próximos. A sua cara-metade apreciará a sua atenção. No trabalho, as pessoas à sua volta lhe oferecerão ajuda. TOURO - Neste período, uma parte do seu tempo livre deve ser dedicada a familiares e amigos. A sua ausência pode ser mal interpretada. Cuide também da sua saúde e procure não adiar exames preventivos. GÊMEOS - Em fevereiro, procure dar mais atenção ao parceiro (a) e aos amigos. No trabalho, nada de importante, então aproveite para tirar uns dias para viajar. Se quiser perder peso, comece cortando o álcool. O Grupo Careta apresenta a peça “Cordel Fabuloso” no dia 5 de fevereiro A Biblioteca Municipal Belmonte – Cultura Popular, em Santo Amaro, inicia o ano com uma programação de férias gratuita, que traz teatro, circo, contação de histórias e carnaval, inclusive nos sábados, 16 e 23 de fevereiro. Entre as atrações está a peça teatral “Cordel Fabuloso”, com o Grupo Careta, que tem como mote as fábulas de Esopo e se utiliza de uma simbologia toda particular para apresentar ao público ensinamentos morais, através da diversão. A montagem é feita em estrutura de cordel e conta com música ao vivo. A indicação é livre e a duração de 40 minutos. Dia 05/02, às 10h. As outras atrações da Belmonte são: “Terremota” (teatro), com Jackie Obrigon e Guto Togniazzolo. Indicação livre. Dia 26/02, 3ª feira, às 14h30. “Despirocadas” (Carnaval nas Bibliotecas) - Espetáculo musical da primeira banda de marchinhas de São Luiz do Paraitinga, formada somente por mulheres. Indicação livre. Dia 16/02, sábado, às 12h. “Tarde de contação e música com Sabino Lopes” (contação de historias) – Histórias divertidas e músicas contagiantes, com participação de Gabriel Lopes. Indicação livre. Dia 22/02, 6ª feira, às 14h30. “Grupo de Desenvolvimento Pessoal” (encontro) – Discussão sobre o que é preciso para crescer e se desenvolver pessoalmente e profissionalmente. Reuniões de 3ª feira, das 10h às 12h. “A Cenoura Gigante” (circo) – Inspirado no clássico conto russo “O Nabo Gigante”, de Aleksei Tolstói. Indicação livre. Dia 23/02, sábado, às 12h. O endereço da Biblioteca Belmonte é rua Paulo Eiró, 525, em Santo Amaro. Telefone 5687-0408. Viagem ao fundo do mar de graça no shopping A atração “Viagem ao Fundo do Mar” está no Shopping Campo Limpo e dela podem participar crianças até 12 anos. O evento é gratuito e fica no shopping até 10 de fevereiro, todos os dias, das 12h às 20h. A aventura começa a bordo de um submarino de seis metros de comprimento e três metros de altura. Lá dentro, os visitantes podem interagir com periscópios que refletem imagens do fundo do mar e painéis de controle com luzes e sons de escotilhas e sondas, para simular um passeio real. Ao sair do submarino, os pe- quenos escorregam direto para uma piscina de bolinhas que simula um mergulho no oceano. Na sequência, eles entram em uma caixa ambientada que representa as profundezas do mar. O espaço inclui ainda local para realização de oficinas de artesanato e uma área baby com piscina de bolinha exclusiva para os pequenos de até quatro anos. O endereço do shopping é estrada do Campo Limpo, 459, no Campo Limpo. Telefone (11) 4003-7320 e site www. shoppingcampolimpo.com.br . Sanduíche de Rosbife CÂNCER - Em fevereiro, se dará bem com as pessoas e isso será muito proveitoso para os solteiros. Já para os que estão num relacionamento longo, haverá muito amor e romance. Pratique esportes, e leve a sério. LEÃO - Neste período poderá experimentar uma desaceleração na sua vida pessoal, mas vai sair-se bem na carreira. Deverá encontrar situação de impasse no relacionamento. Vá a um museu ou outra atração cultural. VIRGEM - Fase nos relacionamentos em que tenderá a seguir o coração e não a cabeça, portanto, estará vulnerável. Cuidado ao abrir o seu coração. No trabalho, deixe um pouco das tarefas para os outros fazerem. LIBRA - Em fevereiro, não deve deixar de ajudar alguém que precise, seja um colega de trabalho ou um membro da família. Será recompensado pela atitude. Entretanto, deverão aparecer problemas no trabalho. ESCORPIÃO - Em fevereiro, trabalhe em equipe. Isso será importante em termos de carreira. Também sentirá muita energia, que poderá ser aproveitada para praticar esportes e melhorar a sua condição física. SAGITÁRIO - Em fevereiro, esteja atento aos colegas de trabalho, pois alguns deles podem precisar da sua ajuda. Procure relaxar um pouco diante da correria diária, praticando esportes. E visite os parentes. CAPRICÓRNIO - Em fevereiro, mantenha a calma diante de qualquer situação. Os problemas serão resolvidos desde que tenha um comportamento assertivo. Se precisar de conselhos, peça a um membro da sua família. AQUÁRIO - Neste período, preste atenção nos relacionamentos: aproveite para aprofundar os vínculos familiares; já os relacionamentos românticos estarão um pouco difíceis. Progressos à vista na carreira. PEIXES - Mês propício para conhecer pessoas, o que será bom para os solteiros que procuram a sua alma gêmea. Deverá surgir uma boa oportunidade de progresso na carreira. Tente dormir mais para repor energias. Ingredientes: - 1 peça de lagarto Friboi (sugestão do autor) de 1,5 kg, aproximadamente; - 1 ramo de alecrim; - 3 colheres (sopa) de azeite; - 3 xícaras (chá) de caldo de carne; - 1 pote de requeijão sabor cheddar; - 1 maço de minirrúcula; - 6 pães para sanduíche; - Suco de 1 limão; - Azeite para temperar; - Sal a gosto; - 300g de batatas cortadas em palito; - Óleo para fritar. Modo de Preparo: Retire o excesso de gordura da peça de carne. Esfregue o alecrim em toda a peça. Tempere a carne com o sal. Em uma panela grande, aqueça o azeite e doure bem a carne dos dois lados. Deixe esfriar, retire da panela, embrulhe em filme plástico e leve ao freezer até endurecer. Retire do freezer e, com uma faca bem afiada, corte a carne em fatias bem finas. Frite as batatas no óleo bem quente até ficarem douradas. Abra os pães ao meio e coloque em cada parte uma camada de requeijão, acomode as fatias de rosbife e por cima coloque folhas de rúcula. Tempere com algumas gotas de limão, um fio de azeite e sal. Feche os sanduíches e sirva com a batata frita. Rendimento: 6 porções. Fonte: Friboi 20/01 – Izabela Nunes – A filhota e, sempre que possível, fiel acompanhante nas andanças do pai, o vereador Ricardo Nunes, colheu mais uma flor no jardim da vida (bem original...). Parabéns, Izabela, e siga em frente, mente aberta e esperança no coração! 01/02 – Vitalino Enrico Lima Della Rosa – Antigamente chamado de Cyborg, este caro amigo de seis milhões de dólares recebe aqui os nossos votos de feliz aniversário e de muitos, muitos e muitos anos mais de vida, sempre perto de nós e dos “filhões” João e Luiz! 07/02 – Selma Custódio de Souza Santos – Provavelmente curtindo férias em alguma praia paradisíaca, comendo camarãozinho e admirando o mar, a Selminha do Conseg Grajaú é outra doce aniversariante desta edição. Tudo de bom e um beijão prá você, Selminha! 11/02 – Miguel Raya – Neste mês de fevereiro, a simpática família Raya está em festa. A começar pelo jovem Miguel que amadurece um pouco mais no dia 11, e a quem desejamos um novo período cheio de oportunidades, amor, alegria, novos amigos e belas amigas! 12/02 – Gilberto de Oliveira Andrade – Nesse seu dia especial, Gilberto, pode ser o momento de virar a página do livro da sua vida. E a tua intuição poderá lhe mostrar que o que virá depois será muito melhor. Os nossos votos de um futuro sempre melhor prá você! 16/02 – Isabela Suminami – A princesa dos Suminami completará mais um ciclo de sua vida e iniciará outro que, desejamos, seja melhor do que o anterior e pior do que aquele que virá. Que seus projetos se realizem e que não lhe falte energia, alegria e amor! 19/02 – Guilherme Raya – Este é outro membro da família Raya que também aniversaria em fevereiro. Além de mano do Miguel e filho da nossa querida Sumara, da Tecelagem Santa Isabel, o garotão é presidente do Rotaract Cidade Dutra. Parabéns, Guilherme! 20/02 – Pedro José da Silva – Parabéns ao fundador do Notícias da Região, e curta tudo e a todos que conquistou com muita luta e persistência ao longo de todos esses anos. Seja feliz neste dia especial e sempre, ao lado da familia, amigos e colaboradores. Um grande brinde ao Chefe! 20/02 – Kátia Patriota – À Kátia, da KGP Contabilidade, desejamos que nesta nova fase, ela não deixe de investir em sua beleza, não aquela que o tempo leva, mas a beleza que fica no seu histórico. Invista no seu caráter, que é o que fica. Felicidades, Kátia! 22/02 – Herminio Marcos da Conceição – Esse cara é outro “gente boa” que está sempre em alta na nossa consideração e de muita gente que o conhece. Tudo de bom, Herminio, e seja grato à vida e você terá coisas que não tem e nem sabe que gostaria de ter! Linda festa nos 90 anos do tio Tel Na bela noite de 15 de dezembro passado, no bairro Jardim das Flores, aqui, no extremo da zona Sul paulistana, aconteceu uma linda festa em comemoração aos 90 anos de idade do senhor Ostevaldo de Souza Santos, também chamado por “Tel”. Ele nasceu em 8 de dezembro de 1928. As orquídeas, rosas, margaridas, jasmins, camélias e damas da noite do jardim que tanto enfeita a vida de dona Joana, sua esposa, de seus filhos, netos, noras, genros, sobrinhos e do próprio “Tel” e de sua mana Vanda, pareciam estar mais lindas e perfumadas em homenagem ao aniversariante. Nalva Maria, colaboradora do “Notícias”, também esteve lá para abraçar o seu tio “Tel”, a quem parabenizamos pelos saudáveis 90 anos, desejando-lhe ainda mais saúde e muita alegria ao lado de seus entes queridos.

[close]

p. 5

www.noticiasdaregiao.com.br 5São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 Enfermeira de Parelheiros recebe Profª Inez revela os segredos do Prêmio Cidade de São Paulo Cemitério de Santo Amaro A enfermeira de Parelheiros, Sandra Mara, exibe a justa homenagem recebida da Prefeitura de São Paulo Em 29 de janeiro, no auditório do Edifício Matarazzo, o prefeito Bruno Covas entregou o Prêmio Cidade de São Paulo a 25 pessoas que se destacaram por suas contribuições à cidade e ao serviço público. Alinhada entre os homenageados, a enfermeira Sandra Mara, da Unidade de Vigilância em Saúde (UVIS) de Parelheiros, recebeu o reconhecimento da Prefeitura. Sandra estava com férias marcadas quando os casos de febre amarela se intensificaram na capital. Sem hesitar, ela desmarcou o período de descanso para ajudar sua unidade a cumprir as metas da campanha de vacinação. “Ao tomar essa atitude, a enfermeira, com mais de 31 anos de serviço, deu um exemplo de comprometimento que inspira e estimula os mais jovens. Como Sandra, há muitos outros servidores que na luta diária pela saúde na cidade de São Paulo, merecem e às vezes até recebem o reconhecimento da própria população. A indicação dela é motivo de orgulho para os colegas e para toda a Secretaria Municipal da Saúde”, comentou a Coordenadoria Regional de Saúde Sul, através de sua assessoria. O Prêmio Cidade de São Paulo foi criado em 10 de dezembro de 2009, sob a denominação “Medalha 25 de Janeiro” e fez parte das comemorações do aniversário da capital no ano seguinte. Em 2017, o nome da homenagem foi alterado para “Medalha Cidade de São Paulo” e depois para “Prêmio Cidade de São Paulo”. Foto: Edson Hatakeyama Após um ano do lançamento de “Santo Amaro – Um século de autonomia”, a professora e doutora Inez Garbuio Peralta lança “O Cemitério de Santo Amaro – Segredos ainda não revelados”, seu segundo livro sobre a historia do bairro. O lançamento se deu no mesmo local do primeiro, o Centro Cultural Municipal de Santo Amaro (CCMSA), no dia 18 de janeiro, e também fez parte da programação de aniversário do bairro, que completou 467 anos. Inez Garbuio Peralta é professora aposentada da Universidade de São Paulo (USP), é autora também de “Caminhos do Mar” (sobre o município de Cubatão) e de um capítulo sobre a historia de São Paulo, e ainda pesquisadora da historia santamarense. Sobre o assunto, a professora informa que lançará a terceira obra, daqui a dois anos e que irá tratar da igreja de Santo Amaro, desde sua origem até 1924. “Digo que a professora Inez é uma cientista da historia. Com muito cuidado e responsabilidade, ela pesquisa a historia santamarense. Fico honrada em poder participar e incentivar a programação do bairro com o lançamento de livros, pois o Centro Cultural tem uma biblioteca e nós queremos despertar o gosto pela leitura nas pessoas de todas as faixas etárias”, diz Andréa Sousa, coordenadora do CCMSA. Segundo Andréa, a professora Inez sempre traz para o lançamento de seus livros “uma gama preciosa da educação de São Paulo”, além de representantes de instituições e empresas. Assim também foi na tarde de 18 de janeiro. “Encontrei aqui A tradicional família Marques Bruno também foi prestigiar a professora Inêz até alunos meus do ginásio, de uns 30 anos atrás, que vieram prestigiar o lançamento do meu livro. Gostei muito de revê-los e a outros amigos que também vieram e com os quais não tinha contato há muito tempo”, revela a autora. Uma breve sinopse Sobre sua nova obra, a professora e doutora Inez conta que o Cemitério de Santo Amaro é um tema bastante interessante e que ela percorreu toda sua historia: “Sua construção foi muito difícil por ser o primeiro cemitério público de São Paulo, mais antigo até do que o da Consolação. Ele foi construído em 1856 e inaugurado em janeiro de 1857. As construções que estão lá mostram a evolução do bairro, pois são materiais da época”. Segundo a autora, antes do cemitério as pessoas eram enterradas no espaço da igreja, o que foi tornando o local insuportável de se frequentar devido ao mal cheiro. O cemitério revela o passado do município (Santo Amaro foi município até 1935) porque as pessoas que nele viveram estão sepultadas lá. Possui também obras de arte, como duas esculturas do artista Júlio Guerra. Sobre fatos interessantes do Cemitério de Santo Amaro, a profª Inez destaca a convicção que todos tinham de que o poeta Paulo Eiró estivesse sepultado lá. Mas, para decepção geral, o poeta santamarense está no Cemitério da Consolação. Outro fato: “Santo Amaro teve um intendente (hoje, prefeito), Luiz Inácio Taques Bittencourt, que também era o padre da paróquia. Ele teve uma doença grave e por isso teve um pé amputado e enterrado. Dois dias depois foi enterrado o corpo inteiro do intendente e padre. Hoje, seus restos mortais estão na Catedral de Santo Amaro”, conta a profª Inez. “O Cemitério de Santo Amaro – Segredos ainda não revelados” tem 146 páginas, foi editado pela autora e está à venda – R$ 30,00 – na loja da Livraria Nobel, localizada no Mais Shopping Largo 13 (rua Amador Bueno, 229, em Santo Amaro).

[close]

p. 6

6 São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 www.noticiasdaregiao.com.br Projete sua oficina na Raven Store A nova loja conceito do grupo Raven expande suas opções de serviço ao disponibilizar para os empresários da Reparação e para hobbistas a possibilidade de projetar a oficina mecânica de seus sonhos, com seus consultores. A Raven Store, localizada em São Paulo, na avenida Adolfo Pinheiro, 1.400, em Santo Amaro, passa a oferecer aos profissionais da Reparação e aos hobbistas o serviço de projetos personalizados para a reforma ou para a construção de oficinas mecânicas comerciais ou privadas. Na loja, “o sonho de mecânicos e de apaixonados por mecânica automotiva pode se transformar em projetos personalizados, ajustados às suas necessidades e vontades”, revela Suelen Garcia, analista de Marketing e de Relacionamento. Os consultores da Raven Store podem elaborar projetos personalizados, dimensionando corretamente o espaço e a alocação de equipamentos, como elevadores pantográficos e mobiliários, como armários, bancadas e carrinhos para ferramentas e peças. De acordo com Fleide Jarzinski, gerente da loja, “os projetos são adequados ao negócio ou às preferências do dono de oficina ou do hobbista que deseja fazer a manutenção de seu veículo em casa”. Ainda segundo Fleide, “caso queiram, os clientes podem solicitar uma visita técnica ao imóvel para que nossos consultores dimensionem tudo de maneira correta. Na loja, podemos também elaborar um orçamento com todo conjunto de ferramentas que o cliente possa necessitar”. Visite a nova unidade da Raven Store Ferramentas, que fica na avenida Adolfo Pinheiro, 1.400, em Santo Amaro. Telefones (11) 5521-2631 e (11) 55212488. Site www.ravenstore- ferramentas.com.br .

[close]

p. 7

www.noticiasdaregiao.com.br 7São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 Ação da SPCL resgata quadras Prêmio Desenvolvimento e promove a integração para os destaques de 2018 Populares utilizando diversos espaços esportivos que estavam ociosos, como a Quadra Sônia Ingá Com propósito de fomentar e apoiar projetos e ações que incorporem atividades físicas, esportes e lazer nos distritos de Campo Limpo, Vila Andrade e Capão Redondo, a Subprefeitura Campo Limpo (SPCL), através de sua Supervisão de Esportes, deu início durante o 2º semestre de 2018, ao projeto piloto que realiza a integração entre quadras esportivas públicas ociosas nos bairros e a comunidade local. Batizado de “Quadras Vivas”, a iniciativa acontece na quadra Sônia Ingá e as ações ocorrem por meio de aulas de aeróbica, futsal e vôlei, além de diversas atividades esportivas durante a semana. Todas as aulas são gratuitas e realizadas por profissionais da saúde e esporte, por meio do contato entre a Supervisão de Esportes da SPCL e as associações de moradores do bairro. Elas acontecem nas segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 8h. Além da quadra Sônia Ingá, a quadra Sete Lagos (Jardim Sete Lagos) e quadra Catanduva (Jardim Catanduva) também seguem com a programação semanal. Aproximadamente 450 pessoas de todas as idades participam das atividades nos locais. De acordo com o idealizador do projeto e supervisor de Esportes da SPCL, Clóvis Ribeiro, a ideia surgiu após diversas vistorias nos distritos, observando a necessidade de proporcionar atividades de lazer e esporte à população. “Estou montando parcerias com algumas faculdades para que elas possam fornecer os alunos que estão cursando Educação Física, com orientação dos profissionais da área”, conclui, ao comentar sobre os professores que realizam as aulas. Clóvis ainda ressalta a importância da iniciativa do esporte nas comunidades: “Contribui com a saúde, bem estar e levanta a autoestima. Esse é o maior prêmio que eu tenho: chegar, ver a quadra em movimento, todo mundo praticando esporte e saindo realmente contente. Isso é muito gratificante”, finaliza. O objetivo para 2019, segundo o supervisor, é intensificar e expandir cada vez mais as práticas esportivas e o lazer nos distritos de Campo Limpo, Capão Redondo e Vila Andrade. As inscrições podem ser realizadas na Supervisão de Esportes da Subprefeitura Campo Limpo, situada na rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 59, em Campo Limpo, mediante apresentação de RG e comprovante de endereço. Oportunidade para conhecer o Castelo e curtir o verão O verão no Clube de Campo do Castelo, localizado na região de Interlagos, está proporcionando muitos atrativos para toda família, o que tem garantido a alegria da garotada e a tranquilidade dos pais, que podem relaxar enquanto as crianças se divertem. Tem piscina, área verde, brinquedoteca, quadras de tênis, quiosques para o churrasco em família e com os amigos, bonito pôr do sol na represa de Guarapiranga. Basta escolher a atração para o final de semana e se divertir. Já teve de tudo um pouco na programação do clube. Sócios e convidados já curtiram aula de ritmos na piscina, guerra de bexigas d’água, escorregador de sabão, oficina de pipa e jogos entre equipes no gramado, en- tre outros atrativos. Além disso, neste verão, a piscina fica aberta até às 21 horas. “Nosso objetivo com esta programação de verão é proporcionar aos nossos sócios lazer e diversão, trazendo mais alegria, descontração e movimento ao clube, priorizando o bem-estar das pessoas”, destaca Marcelo Rodrigues Padula, presidente da Diretoria Executiva. Para conhecer o Clube de Campo do Castelo e saber como associar-se, é só agendar uma visita na secretaria, através do telefone (11) 5668-3030. Os sócios também têm direito a levar convidados gratuitamente para desfrutar do espaço do Clube Castelo, mas, para utilizar a piscina, o convidado necessita pagar uma taxa e realizar exame médico. O Clube de Campo do Castelo fica na rua Celso Mantovani, 01, distrito de Cidade Dutra. Telefone (11) 5668-3030. Informações também no site www.castelo. org.br ou ainda facebook.com/ casteloCCC. Colaboração: Juliana Lopes Após receber o prêmio, mestre Tico comanda uma demonstração da Afromix no Colégio Adventista Pessoas, programas, instituições, iniciativas e empresas foram contempladas com o Prêmio Desenvolvimento – Santo Amaro 467 anos, 4ª edição, por suas contribuições para o desenvolvimento, em especial da região, e da cidade como um todo. Idealizado pela revista “Ideias da Sul”, o evento de premiação aconteceu no auditório do Colégio Adventista, em Santo Amaro, na noite de 15 de janeiro, e também fez parte das festividades dos 467 anos de Santo Amaro. Organizada por Luiz Souza, da “Ideias da Sul”, e conduzida pelo mestre de cerimônias Alexandre Torres, a cerimônia foi acompanhada no auditório por familiares, colegas e colaboradores dos homenageados, representantes de entidades e demais convidados. Destaque para a apresentação do violinista Robson, para a demonstração de Dança Afromix com o mestre Tico e professores e para a presença da cobra Mickey, da Liga Animal. Foram convidados para fazerem a entrega das placas e presentes aos escolhidos, entre outras, as seguintes pessoas: professora Alda Glória, do Afromix; Gilberto Marques Bruno, representante do Centro das Tra- dições de Santo Amaro (Cetrasa); Carla Sayeg, chefe de gabinete do vereador Eduardo Tuma; Janaína Lopes de Martini, subprefeita de Santo Amaro; Guilherme Bonfim, coordenador da Casa de Cultura de Santo Amaro; Ademar Távora, vice-presidente da Associação dos Empreendedores e Moradores do Brooklin (AEMB); Luiz Delfino Cardia, curador cultural; Rui Cesar Bruno, diretor do Instituto Gourmet; e Roseli Ugolini, presidente da Aca Laurência. Após leitura de seus históricos e currículos por Alexandre Torres, e da apresentação de imagens, os seguintes homenageados ou representantes foram sendo chamados ao palco: Centro Cultural Municipal de Santo Amaro (Andréa Sousa, coordenadora do CCMSA); Comissão da Mulher Advogada da OAB Santo Amaro (Lisandra Gonçalves, presidente da OAB Santo Amaro, e a advogada Lucinea de Jesus); Liga Animal (Tomaz Gioto); Márcio Kumada; Aroldo Esteves da Silva; Cies Global e dr. Roberto Kikawa – in memoriam (Ricardo Lauricella); Sabesp; Joaquim Mello – Condomínio Next Office; Romaria de Santo Amaro; Grupo de Dança Afromix (Adenilson Silva, o mestre Tico, e professores); Programa “Metrópole em Foco” – Rádio Trianon AM (jornalista Pedro Nastri); Universidade de Santo Amaro – Unisa (pró-reitor Marco Antonio Zonta); Vera Catani Dutra; Pietro Iaconelli; Nicolau Araújo; Rodrigo Villalba (autor da Foto da Copa do Mundo: “Os braços da Copa”). A 4ª edição do Prêmio Desenvolvimento – Santo Amaro contou com os apoios do Colégio Adventista de Santo Amaro, da AEMB, Guarde Aqui – Unidades Santo Amaro, Morumbi e Interlagos, Instituto Gourmet, Boavista Shopping, Odontoclinic, Clinica de Olhos Santa Branca e My Closet. Ao final, o advogado Gilberto Marques, do Cetrasa, parabenizou os homenageados, os organizadores do evento e elogiou todos aqueles que “trabalham pela preservação e engrandecimento de Santo Amaro”.

[close]

p. 8

8 São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 www.noticiasdaregiao.com.br Cadastramento de agricultores da Capela do Socorro e Parelheiros Maíra e Domingos com o subprefeito Santiago (ao centro), da Capela Começou em janeiro e termina em fevereiro, o Projeto Ligue os Pontos, da Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (Smul). É o cadastramento dos agricultores da Zona Rural Sul do município de São Paulo. O projeto tem por objetivo o fortalecimento da atividade agrícola na zona rural Sul de São Paulo, em Capela do Socorro e Parelheiros (distritos de Parelheiros e Engenheiro Marsilac). O Ligue os Pontos foi vencedor do Mayors Challenge de 2016, promovido pela Bloomberg Philanthropies, e está em sua fase de implementação, com previsão total de duração de 3 anos. O cadastramento é realizado pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), como explicaram no último dia 23 de janeiro, ao subprefeito João Batista de Santiago (Capela do Socorro), Domingos e Maíra, contratados pela Smul para tocar o projeto. São os principais objetivos a identificação dos produtores da região e o estabelecimento de indicadores que subsidiarão a proposta de políticas públicas para a agricultura no município. O último censo desse tipo foi realizado em 2009. O projeto teve como ponto de partida o debate que permeou a etapa de formulação do novo Plano Diretor Estratégico (PDE), aprovado em 2014, quando a cidade passou a ter novamente reconhecida sua zona rural, do ponto de vista do ordenamento territorial. Segundo a Smul, seu principal objetivo é fomentar a cadeia da agricultura familiar local nas áreas de proteção aos mananciais ao sul do município de São Paulo, utilizando a tecnologia como ferramenta de integração entre agentes, políticas públicas e oportunidades de um mercado emergente, gerando maior renda e emprego. Também se constitui em uma tentativa de se evitar o avanço da urbanização desenfreada e de atividades com potencial de degradação em áreas ambientalmente sensíveis. Uma das necessidades postas em seu momento de implementação é a identificação dos produtores rurais, beneficiários do projeto, com o levantamento mais geral de suas condições de vida e de trabalho. A identificação e o levantamento de informações socioeconômicas pertinentes, além de viabilizar a implementação da política, permitirá o estabelecimento de indicadores que servirão como referência para possíveis monitoramentos da efetividade da política a ser implementada com essa população ao longo do tempo, conforme informou a Smul. Colaboração: Luiz Carlos de Assis Fórum de Saúde Mental O “Protagonismo da mulher aconteceu na Cidade Dutra em Santo Amaro” no CCMSA O recém-inaugurado Centro de Atenção Psicossocial (Caps) III InfantoJuvenil (IJ) Cidade Dutra, localizado na área da Supervisão Técnica de Saúde (STS) da Capela do Socorro, abriu suas portas para sediar no dia 10 de janeiro, o 28° Fórum Municipal de Saúde Mental Infanto-Juvenil. O próximo fórum acontecerá em 12 de fevereiro, no período da manhã, no Caps - IJ II Itaim Paulista. O gerente do Caps, Paulo Cesar da Silva, explica que “trata- se de um espaço coletivo, mensal e itinerante, cada mês realizado em um dos 28 Caps - IJ da cidade de São Paulo, para refletir e discutir sobre as políticas públicas, a garantia de direitos e o cuidado com o público-alvo destes equipamentos: as crianças e os jovens”. Nesta edição, o tema “Portaria, andanças e afeto” foi a escolha coletiva feita no fórum anterior. Cada serviço anfitrião pode fazer um breve relato de alguma experiência local. Além disso, incentiva-se a participação de outros atores da rede e dos usuários, com formas lúdicas e interativas de debater o tema. Troca de experiências No encontro, os profissionais, usuários e visitantes se reuniram na Sala de Convivência da unidade para uma apresentação informal, visando facilitar a interação entre os participantes. Divididos em cinco grupos, eles discutiram, fizeram questionamentos, analisando comportamentos desse público em relação às instituições. Os cinco grupos tiveram cerca de 30 minutos para debater sobre as perguntas e dar sua contribuição a partir da vivência no seu território. Depois, todos se reuniram novamente para apresentar as conclusões ou indagações em cada grupo. “Tivemos a participação de representantes de toda a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do município”, afirmou o gerente. O Caps InfantoJuvenil III Cidade Dutra fica na avenida Guilherme Henschel, 399, Vila Represa, e funciona todos os dias, 24 horas, com cinquenta profissionais para o atendimento da população na área de abrangência da unidade, estimada em 367 mil pessoas. Colaboração: Dayane Teodoro Mulheres pioneiras em vários cargos de associações, institutos e autarquias reuniram-se em 17 de janeiro, no Centro Cultural Municipal de Santo Amaro (CCMSA). O encontro intitulado “Protagonismo da mulher em Santo Amaro”, integrou a programação oficial dos 467 anos do bairro e teve o objetivo de propiciar uma conversa inspiradora e uma troca de experiências entre mulheres líderes, as quais assumiram cargos de comando em alguma empresa ou entidade. As participantes foram recepcionadas com café e música ao vivo, sendo que alguns pratos do cardápio foram levados pelas convidadas com a intenção de resgatar e enaltecer alguma receita aprendida com avós e repassada para as gerações seguintes. Andréa Sousa, coordenadora geral do CCMSA, explicou que ao ceder o espaço, o centro está valorizando o trabalho destas mulheres e as destacando dentro do papel de chefia. Os convidados sentaram-se em volta da lendária mesa, onde o então prefeito Prestes Maia reunia-se com seus secretários. Cada uma teve um breve tempo para se apresentar e a intermediação foi feita pelo produtor cultural e empresário, Rodrigo Fittipaldi. Dentre as presentes, estavam a presidente da Aesul (Associação Empresarial da Região Sul), Juliana Lopes; Lúcia Brugnera, presidente do Instituto Hera Artemisul (cuja luta é pela implantação da 10ª Delegacia de Defesa da Mulher na região de Cidade Dutra), e Janaína Lopes de Martini, subprefeita de Santo Amaro, entre outras representantes femininas. “É um desafio grande estar à frente da Aesul, pois são 28 anos de entidade e até então, somente homens tinham ocupado o posto de presidente da Diretoria Executiva. Existem cobranças para fazer um trabalho bem feito e também por ser mulher, mas durante meus quase dois anos de gestão, consegui equilibrar as duas coisas. Estou findando meu mandado, mas com minhas ações muitas pessoas perceberam que o fato de ser mulher não significou e não significa que as coisas não dariam ou não vão dar certo. Desbravei caminhos, mantive os projetos das gestões anteriores e outros foram implantados como, por exemplo, o do Natal Premiado, que já está em sua segunda edição e foi uma conquista da minha gestão. Isso demonstra que a mulher pode conquistar tudo aquilo que ela almeja e realizar um bom trabalho”, destacou Juliana.

[close]

p. 9

www.noticiasdaregiao.com.br 9São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 Os ganhadores da segunda edição do Natal Premiado da Aesul Com a participação de 42 empresas associadas, resultando em 50 urnas com aproximadamente 50 mil cupons depositados, a 2ª edição do Natal Premiado Aesul (Associação Empresarial da Região Sul) foi encerrada na noite de 17 de janeiro, com o sorteio dos três prêmios oferecidos pela campanha. Realizado na sede da Aesul, em Cidade Dutra, o sorteio foi conduzido pela presidente Juliana Lopes, ao lado do vice-presidente administrativo, Dário Santos, do presidente Renan Vieira, do Conselho Deliberativo da Aesul, e de seu vice, Luiz Carlos Fraccarolli, sendo acompanhado por associados das empresas participantes, convidados e pelo advogado e também vice-presidente Financeiro da Aesul, Haroldo Nunes, do Cruz e Nunes Advogados, escritório que novamente providenciou o protocolo de autorização e toda regulamentação da campanha junto à Caixa Econômica Federal (CEF). “Por ter se adequado mais à rotina de funcionamento desse tipo de campanha e com maior elasticidade de prazo, a Aesul pode nesta edição arregimentar um número maior de associados participantes”, explicou dr. Haroldo, cujo escritório atua nessa área já há algum tempo, sobretudo assessorando shoppings centers. Abrindo o evento, a presidente Juliana agradeceu às empresas associadas participantes, que possibilitaram o sucesso da campanha, e ao empenho do dr. Haroldo, do vice-presidente Dário, do presidente Renan e da colaboradora Elisângela para o bom andamento da iniciativa. “Tenho certeza que a campanha vai ganhar força a cada edição porque o pontapé inicial foi dado e nós agora temos a receita para bem realizá-la”, acrescentou Juliana. Em seguida, as urnas foram abertas e os cupons reunidos e misturados para se proceder ao sorteio. Num clima de torcida e de grande expectativa, os três cupons sorteados foram sendo anunciados, após verificação e aprovação legal do dr. Haroldo. Eis os ganhadores, as respectivas empresas associadas onde foram efetuadas as compras e depositados os cupons, e os respectivos prêmios: 3º Prêmio) Ivan Silva de Oliveira – Portal Embalagens – Smartphone Samsung J7; 2º) Leidson Victor Ferreira da Silva – Akiyama Auto Center – Pacote Viagem Caldas Novas (MG); 1º) Marizete Conceição Silva – Hitofran Comércio de Pedras e Areia – Moto Yamaha Factor 125. Diarista, 29 anos de idade, Marizete fez compras de material de construção no “Hitofran Comércio de Pedras e Areia” e levou para a casa o primeiro prêmio desta edição do Natal Premiado da Aesul: a Yamaha Factor 125. “Não costumo ganhar nada em sorteios, esta foi a primeira vez e fiquei muito feliz. O prêmio chegou em uma hora de necessidade e foi uma grande surpresa”, disse Marizete.

[close]

p. 10

10 São Paulo, 31 de Janeiro a 21 de Fevereiro de 2019 www.noticiasdaregiao.com.br

[close]

Comments

no comments yet