JORNAL DAQUI DF - EDIÇÃO DEZEMBRO 2018

 

Embed or link this publication

Description

Contatos: 61 9.8468-0126 daquicomunicacao@gmail.com

Popular Pages


p. 1

Ano IX Edição XCV Dezembro/2018 Distribuição Gratuita Réveillon de Brasília terá IlêEdição Onlinewww.jornaldaquidf.com.br Aiyê, Naiara Azevedo e Emicida Gata & Gato Daqui DF Maritysa Oliveira Wellinton R. Dinizio Página 14 Páginas 06 Crianças do Ponto de Cultura Ludocriarte realizam Festival de arte e cultura em São Sebastião Página 04 Governo de Brasília apresenta balanço dos 4 anos de gestão Página 09 DF terá 3,4 milhões de habitantes em 2030 Página 08 NOVA LINHA DE EAUX DE PARFUM BOTICA 214 CLÍNICA ODONTOLÓGICA IMPLANTE CLAREAMENTO APARELHO ABRIREMOS nos DOMINGOS 16 e 23/12 SÃO SEBASTIÃO SHOPPING JARDIM BOTÂNICO Rua São Sebastião, nº 241, Centro (61) 3339-1371 Loja 64 Piso 02 Térreo Telefone: (61) 3427-4186 9.9244-1816 (61) 3339-3098 Av. Central N 851 Vila Nova São Sebastião

[close]

p. 2

Expediente O Jornal Daqui DF é de propriedade da Mídia Impressa Jornal e Comunicação Ltda. (T6el1e)fo9n8e4s:68-0126 dwawqwu.ijcoormnaulndiacqaucaidof@.cogmm.abirl.com Site/Blog/E-mail: Presidente e Jornalista responsável: Poliana S. S. Costa RP 9283/DF Vice Preidente: Maria José Silva e Sousa Representantes Comerciais: Elza Sousa Hipólito Rodrigues Assessor Jurídico: Dr. Orisson Augusto OAB-DF 19121 Distribuição: São Sebastião, Jardins Mangueiral, Paranoá, Jardim Botânico, Lago Sul. OS ARTIGOS E MATÉRIAS ASSINADAS SÃO DE EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES

[close]

p. 3

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 03 Cidade Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Editorial Oi leitor! Chegamos ao mês de dezembro, é neste momento que paramos para pensar sobre todas as ações que fizemos ao longo do ano, nos desafios, novidades, aprendizados, idéias e no trabalho duro realizado este ano. Mas em seguida, surge aquele sentimento de gratidão pelas experiências vividas. Para fechar com chave de ouro, a última edição do Jornal Daqui DF, preparamos um editorial com notícias para encerrarmos este ano com boa vibrações e energias positivas. em conformidade com nossa identidade. Em cidades, o projeto Natal dos Sonhos levou alegria e colocou sorrisos nos rostos das crianças da cidade de São Sebastião. A equipe do Jornal parabeniza a idealizadora Cleia Paiva! Ainda em Cidades, o Conselho de Segurança, na pessoa da presidente Luciene Cordeiro, homenageou várias pessoas que apoiam e colaboram com a segurança da comunidade, veja nas páginas do impresso os homenageados. Final de ano, festivas chegando e o Governo de Brasília está preparando um grande evento para a virada com direito a Ilê Aiyê, Naiara Azevedo e Emicida. Em política, o Governo apresentou o balanço dos quatro anos da gestão. O Jornal está repleto de notícias e promoções das empresas parceiras, desfrute-as e gratidão por estar com a gente. O Daqui DF alegra em saber que você, nosso leitor, valoriza o nosso trabalho e, sobretudo, ajuda-nos na tarefa de levar desenvolvimento e informação para nossa Região. Você faz parte desse grande projeto, que completou 09 anos em 2018. Tudo o que fazemos é para a construção de uma comunidade mais desenvolvida, informada e culta, abraçando sempre o comércio local, divulgados as marcas e serviços. Boa leitura e até o próximo ano com mais uma nova edição renovada e inovada. Novas colunas, colunistas e ideias os aguardam! Tenham todos um feliz Natal e que 2019 seja uma ano de realizações, com muito amor, harmonia, paz e prosperidade! Poliana Costa Diretora Presidente e Jornalista Jardim Botânico expõe quadros com materiais do Cerrado Representações de São Francisco de Assis e do Natal são temáticas da mostra que pode ser vista no Centro de Visitantes Quadros feitos com materiais do Cerrado estão expostos no Centro de Visitantes do Jardim Botânico de Brasília até 16 de dezembro. A mostra é do artista plástico Gilberto Mello, de 92 anos, que também usa folha de bananeira e casca de coco para fazer mosaicos com o desenho de São Francisco de Assis. Por ser agrônomo, Mello aproveita a biodiversidade brasiliense como inspiração para os quadros com a representação do santo. Além dessas obras, o expositor apresenta cartões de Natal com a mesma temática. O Jardim Botânico fica aberto de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas. A entrada custa R$ 5 por pessoa. Crianças de até 12 anos, idosos (acima de 60 anos) e pessoas com deficiência são isentos. Das 7 às 8h50, é permitida somente o acesso de pedestres e de ciclistas, sem cobrança de ingressos. Exposição de Gilberto Mello no Jardim Botânico de Brasília Até 16 de dezembro (domingo) No Centro de Visitantes Área Especial, Setor de Mansões Dom Bosco, entrada pela QI 23 do Lago Sul Das 9 às 17 horas Fonte: Agência Brasília Peça São Sebastião Peça agora pelo app Meu Giraffas ou pelo site: 4000-1515 giraffas.com.br NOVO ENDEREÇO Avenida Central em frente O boticário.

[close]

p. 4

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 04 Cultura Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Crianças do Ponto de Cultura Ludocriarte realizam Festival de arte e cultura em São Sebastião. Por Isaac Mendes O 26º Festival artístico-cultural da Brinquedoteca, foi lindo! Um verdadeiro resgate da cultura dos povos originários e africanos por meio da arte. O ano de 2018 foi intenso e repleto de atividades, brincadeiras, jogos, oficinas, encontros e saídas de campo, para as crianças do Ponto de Cultura Ludocriarte. Ao longo do projeto Raízes – Percursos Culturais e Formativos no olhar de Crianças e Adolescêntes realizado com recursos do Fundo dos Direitos de Crianças e Adolescentes (FDCA/DF), os participantes puderam conhecer mais sobre a formação do nosso povo e o quanto é rica a diversidade cultural brasileira. Uma grande aventura cheia de descobertas, onde o protagonismo das crianças foi o grande destaque. Durante o Festival, foram exibidos 5 videoclipes de músicas criadas pelas próprias crianças. Além dos videoclipes os pequenos artistas também cantaram e tocaram ao vivo algumas canções. Elas aproveitaram a ocasião para lançarem o livro digital Nossas Raízes Multicoloridas, disponibilizado no site da Ludocriarte, e ainda assumiram o palco para contracenar a peça A lenda dos irmãos Watikoba, baseada em uma das histórias do livro. As oficinas de percussão, ministradas pelo professor Sherwin Morris, resultaram numa belíssima apresentação de Nyabinghi, um ritmo africano que aborda filosoficamente o amor a todos os seres humanos. “Esse é o resultado do trabalho que nasce de pessoas que acreditam na inclusão, no amor, na esperança! É vivo e é lindo!”, diz Ma- ria Luciana, mãe de duas crianças que participam do projeto. O público foi surpreendido pelo entoar, das crianças, de uma linda canção do povo Guarani -Mbyá e por uma emocionante homenagem a dois grandes representantes negros da música popular brasileira: Elza Soares e Milton Nascimento. Para fechar com chave de ouro, com muita ginga e presença, elas arrasaram com passinhos coreografados ao batuque de ritmos afro-urbanos. Obras de artes visuais, produzidas pelas crianças ao longo do ano, ficaram expostas durante todo o evento. “Fiquei muito orgulhosa com a produção competente dos nossos meninos e meninas”, relata Maria Lucia Moraes Ono (73), uma das colaboradoras da Associação Ludocriarte. O registro fotográfico ficou sob a responsabilidade dos adolescentes do curso de Fotografia ministrado pelo professor Cristiano Silva. Alguns desses adolescentes, inclusive, participaram da brinquedoteca quando crianças. O jovem apresentador do Festival Daniel Araújo é um bom exemplo dessa trajetória. Em 2017, ele integrava o grupo Tamanduás e hoje atua como monitor voluntário de brinquedistas e esbanja talento e simpatia. A atuação da equipe de arte-educadores, foi primorosa. Apresentaram a temática, conduziram as atividades e proporcionaram aos participantes um espaço de aprendizagens lúdico e amoroso. Para Isabela Léda, psicóloga e parceira da Ludocriarte, “é muito emocionante acompanhar a trajetória da Ludo e ver trabalhos tão lindos. Eles explicam o reconhecimento cada vez maior de prêmios e indicações e eu tenho certeza que mais está por vir!”. Neste ano, as atividades do Ponto de Cultura Ludocriarte encerraram. Mas em 2019 a aventura brincante continuará com oficinas de música, cultura digital e contação de histórias. Uma realização financiada com recursos do FAC (Fundo de Apoio à Cultura). Maiores informações acesse: www.ludocriarte.org

[close]

p. 5

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 05 Cidade Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br CONSEG presta homenagem Major Conde / Wilson Rodrigues /Com. Leandro Shweitzer Reconhecimento é a palavra que resume o evento realizado pelo Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG) de São Presidente do CONSEG, Luciene Cordeiro agradecendo e homenagenando os presentes Sebastião no Espaço Fran Buffet. Na oportunidade, foi prestada homenagem à empresários, lideranças e voluntários que Homenageados e Membros do Conselho contribuem para as atividades da entidade. Todos receberam um Certificado de Agradecimento das mãos da Presidente do Conselho, Luciene Cordeiro, por terem prestado trabalho voluntário com a missão de cooperar com o Conseg. Luciene Cordeiro conta que o CONSEG junto ao 21º Batalhão Polícia Militar, a 30ª Delegacia de Polícia e a comunidade conseguiram reativar o Registro de Flagrantes que estava parado há oito meses. A presidente conta também que a conquista de 10 viaturas para a Cidade foi mérito do Conseg junto aos orgãos de segurança e comunidade. Foi homenageado também o Jornal Daqui DF pelos serviços prestados à comunidade. Estiveram presentes o Comandante Leandro Shweitzer; Major Conde (21° BPM); Flávia Portela (Presidente da Federação dos CONSEGs DF); Capitão Rildon; Wilmar Rodrigues (Presidente do Condisp ); Dinaelson (Secretaria de segurança Pública); Maione Dias (Representante do Senador Izalci Lucas “PSDB”); JeanCarmoBarbosa(Administrador regional de São Sebastião); Júlio César (Representante do Dep. Julio Cesar “PRB”); Delgados: Dr. Felipe e Dra Janine; Subtenente Altair Gonçalves da Silva; 1º Sargento Nilson Luiz Gomes; 3º Sargento Kleber dos Santos Mota; Soldado Raissa Antunes dos Santos; Soldado Edilene Borges Martins Gonçalves. Por fim, a dupla Railson e Gabriel cantou e tocou sucessos sertanejos para os presentes e foram também homenageados pelo Conseg. Wilmar Rodrigues / Dra. Joana Melo / Luciene Cord. Capitão Hildon e Luciene Cordeiro R NUTRINA A gwewnwte.nuatmrianao.cqomue.bfraz. Para enfeitar o seu natal. Tudo que você procura, encontra aqui!

[close]

p. 6

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 06 Cidade Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Réveillon de Brasília terá Ilê Aiyê, Naiara Azevedo e Emicida O réveillon Brasília 2019 preservará a característica das últimas edições, a de evento popular marcado pela diversidade cultural. Entre as atrações previstas estão o Ilê Aiyê, o mais antigo bloco afro do carnaval de Salvador, a cantora Naiara Azevedo e o rapper paulista Emicida. A festa começa às 18 horas de 31 de dezembro, com shows de artistas locais, no palco armado no estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Nesse espaço também se apresentarão a cantora sertaneja Naiara Azevedo e o rapper paulista Emicida. Na Praça dos Orixás, a Prainha, outro tradicional ponto de celebração de virada, a programação terá início às 20 horas e desfecho a partir de 0h30, com a apresentação do Ilê Aiyê, primeiro bloco afrocarnavalesco do País, em atividade há quatro décadas. Em ambos os palcos, o réveillon de Brasília contará com apresentações de quatro artistas e dois DJs locais, que serão selecionados por meio de chamamento público. Conforme o edital, serão escolhidas atrações dos gêneros sertanejo, hip-hop, pop rock e cultura popular percussiva. A estimativa de investimento para toda a festa se mantém a mesma do ano passado, de R$ 2 milhões. Desse montante, R$ 500 mil serão destinados à contratação de artistas, e R$ 1,5 milhão, para montagem da estrutura do evento o valor pode sofrer alteração após o pregão licitatório. Prainha dos Orixás, Patrimônio Cultural Imaterial do DF O Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural do DF (Condepac) homologou por unanimidade, o registro da Praça dos Orixás e da Festa de Iemanjá como Patrimônio Cultural Imaterial do Distrito Federal. Dessa forma, o conselho reconhece o mérito e a importância histórica da praça e da celebração. A Praça dos Orixás é um espaço de referência no DF para culturas afro-brasileiras e tradições religiosas de matriz africana. Com isso, a Secretaria de Cultura e o governo de Brasília reconhecem a importância de expressões culturais que falam diretamente da história do País. Réveillon Brasília 2019 31 de dezembro Às 18 horas, apresentação de artistas e DJ locais, Emicida e Naiara Azevedo No estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha (Eixo Monumental) Às 20 horas, apresentação de artistas e DJ locais mais Ilê Aiyê Na Praça dos Orixás — Prainha (Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2) Acesso livre Operação Festa Segura Serão 30 dias de fiscalização intensa, com previsão de 300 ações 50% a mais que em 2017 A fim de proporcionar maior segurança no trânsito durante os festejos de fim de ano, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal lança, neste sábado (15), a operação Festa Segura. O objetivo é intensificar as fiscalizações de trânsito, principalmente com foco na Lei Seca, já que neste período de confraternizações é muito comum o consumo de bebida alcoólica. Até o dia 13 de janeiro de 2019, serão realizadas 300 operações, sendo 90 do tipo blitz e 210 patrulhamentos com abordagens, especialmente nas proximidades de bares, restaurantes, casas de shows e clubes. “Trabalhamos para que todos os usuários das vias – pedestres, condutores e passageiros – tenham a consciência de que a segurança no trânsito depende da responsabilidade de cada um”, enfatizou o diretor-geral do Detran-DF, Silvain Fonseca. Em 2017, a Operação Festa Segura durou 22 dias e autuou 582 condutores sob influência de álcool, 181 não habilitados e recolheu 1.168 veículos ao depósito da autarquia. Fonte: Detran/DF Assessoria Contábil e Empresarial CONSULTORIACONTÁBIL FISCAL E TRABALHISTA Abertura de Empresas Planejamento Tributário Assessoria Empresarial SEVEN.ASSESSORIA.CONTABIL www.facebook.com/7sevenassessoriacontabil/ luciana.costa@sevenassessoria.com 61 9.8407-7714 Contábil Fiscal e Tributário Pessoal e Trabalhista Societário Gestão Econômica e Financeira Declaração IRRF 61 3339-4291 9.8583-4081 61 3263-8634 - 9.8460-3721 Cond. San Diego Lote 209 sala 7 Jardim Botânico Sua empresa em boas mãos

[close]

p. 7

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 07 Cidade Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Ação social Natal dos Sonhos A2ª edição da ação social Natal dos Sonhos teve como objetivo proporcionar às crianças um momento de lazer e alegria. Papai Noel contagiando e entregando brinquedos para as várias crianças da ação. Esteve presente o deputado Rafael Prudente (MDB). Teve também pintura de rosto, brinquedos infláveis, lanche para as crianças e atrações culturais. A coordenadora, Cleia Paiva, contou com a apoio de 35 voluntários, do comércio local e da direção da Escola Bela Vista e diz se sentir muito feliz. “Sinto uma emoção muito forte quando vejo a alegria das crianças e também dos pais que estavam presentes. É uma emoção coletiva de todos os voluntários felizes por proporcionar esse momento tão especial para nossa comunidade.” Concluiu. Corpo de Bombeiros tem nova central de comunicação Para diminuir o tempo de resposta nas chamadas de urgência e emergência, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) passa a operar o atendimento do telefone 193 na Central de Operações e Comunicações da corporação. Inaugurada na sede do Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), a nova central integrará demandas préhospitalares e de combate a incêndios, por exemplo. Para o secretário da Segurança Pública e da Paz Social, Cristiano Sampaio, ter mais essa área operacional no Ciob fortalecerá o funcionamento do centro. “A integração das forças de segurança traz benefícios muito grandes à população”, resumiu Sampaio. O Centro Integrado de Operações de Brasília fica atrás da sede do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), na Asa Norte. Novo protocolo de atendimento do Corpo de Bombeiros Na inauguração do espaço do 193 no Ciob, que contará com 20 pontos de atendimento, foi apresentado o novo protocolo de atendimento dos Bombeiros. Baseado em padrões internacionais, o protocolo visa ainda à integração do atendimento de urgência e emergência do CBMDF com a regulação médica, prestada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “A partir de agora, vamos acompanhar toda a ocorrência por telefone até a chegada da viatura da corporação. Ou seja, a partir da ligação, nossos militares ficarão na linha com o cidadão para poder ajudar até o socorro chegar”, explicou o comandante-geral do CBMDF, coronel Francisco Roberto de Matos Guedes. Além de integrar o atendimento e o despacho das ocorrências, o novo espaço do 193 facilita o controle de todo o efetivo e dos recursos operacionais, como viaturas e material de combate a incêndio e de salvamento. Fonte: Agência Brasília NAS COMPRAS ACIMA DE R$400,00 GANHE UM LINDO ÓCULOS DE SOL (61) 3254-4359 QUADRA 11 RUA 01 CONJ A LOTE 01 São Sebastião, Distrito Federal, Brazil 9.8419-9787 / 3335-7981 Almoço a vontade! R$ 14,00 Quilo R$ 25,99 Marmita R$ 10,00

[close]

p. 8

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 08 Política Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br DF terá 3,4 milhões de habitantes em 2030 Segundo pesquisa demográfica da Codeplan, haverá mais idosos e menos jovens, e maior crescimento entre 2015 e 2020 se dará no Riacho Fundo II, no Paranoá e em São Sebastião A população do Distrito Federal em 2030 será de 3,4 milhões de habitantes com o crescimento dos idosos (pessoas com mais de 60 anos) e diminuição dos jovens (menos de 15 anos). É o que prevê a pesquisa demográfica da Companhia de Desenvolvimento do DF (Codeplan) divulgada nestr mês. Hoje a quantidade de brasilienses é estimada em 2,97 milhões, o aumento será de 430 mil. Mas, segundo o levantamento da Codeplan, será em ritmo menor no estudo analisado entre 2010 e 2030. A taxa de crescimento anual passará de 1,54% para 0,98%. O impacto disso será o envelhecimento da população. Em 2010, os idosos representavam 7,6%. Em 2030, o índice mais que dobrará e chegará a 16,6%. Enquanto isso, a faixa etária de jovens cairá de 24,7% para 17,5%. Para a diretora de Estudos e Políticas Sociais da Codeplan, Ana Maria Nogales Vasconcelos, essa mudança segue a tendência nacional. “As famílias estão diminuindo os números de filhos. Com isso, tem caído a taxa de natalidade, ao mesmo tempo que a população está vivendo mais.” A transformação na pirâmide etária, de acordo com Ana Maria, vai exigir que o governo melhore as políticas públicas para idosos. O estudo mostra, acrescenta a diretora, que a população acima de 60 anos não está só no Lago Sul e na Asa Sul, mas também em grande número em Ceilândia e em Taguatinga. Projeções populacionais para Brasília entre 2015 e 2020 Conforme a pesquisa da Codeplan, os maiores crescimentos populacionais entre 2015 e 2020 ocorrerão nas seguintes regiões administrativas: Riacho Fundo II (10,3%) Paranoá (7,8%) São Sebastião (3,7%) As menores projeções ficaram para: Sobradinho (-0,9%) Candangolândia (-0,6%) Cruzeiro (-0,5) As cinco regiões do DF mais populosas em 2010 continuarão as mesmas em 2020: Ceilândia Samambaia Plano Piloto Taguatinga Planaltina No entanto, as maiores trocas de posições ocorrerão com Águas Claras, que sai da 10ª e passa para a 6ª, e com o Riacho Fundo II, que mudará da 19ª para a 12ª. Os dados por regiões até 2030 estão em fase final. Quando prontos, mostrarão as informações demográficas por sexo e idade. Fonte: Agência Brasília

[close]

p. 9

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 09 Política Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Governo de Brasília apresenta balanço dos 4 anos de gestão Investimentos, obras concluídas e em andamento, políticas públicas implementadas e feitos da gestão Rollemberg foram apresentados As informações estão organizadas no Portal Gestão 2015-2018, lançado em coletiva de imprensa no Palácio do Buriti. A ferramenta, desenvolvida pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, reúne as principais ações concluídas ou iniciadas no período. “Esse portal é uma prestação de contas das realizações feitas ao longo de quatro anos. Mas é sobretudo um instrumento de transparência do nosso governo”, Governador Rodrigo Rollemberg. Entre os principais marcos da gestão, ele citou o encerramento das atividades no Lixão da Estrutural e a desobstrução da orla do Lago Paranoá. Rollemberg também ressaltou que o site facilitará o trabalho do próximo governo, ao qual desejou sucesso. “O governador eleito terá, em 3 de janeiro, R$ 600 milhões para iniciar sua gestão, já com o salário dos servidores pagos”, acrescentou. Nos últimos quatro anos, o governo de Brasília investiu mais de R$ 3,1 bilhões. Esse e outros indicadores podem ser acessados no portal. Na área de segurança hídrica, o chefe do Executivo local avaliou que as medidas ficarão de legado. Outras obras em andamento, que serão entregues à população em 2019, foram listadas por Rollemberg. “Vamos deixar o trecho 1 do Sol Nascente pronto e os trechos 2 e 3 bem encaminhados, assim como o Vicente Pires”, exemplificou. O Trevo de Triagem Norte, a Ligação Torto-Colorado, a ciclovia da Estrada Parque Taguatinga (EPTG) e 1.376 unidades habitacionais no Residencial Crixá, em São Sebastião, também constam na lista de próximas entregas do Distrito Federal. Seções do Portal Gestão 20152018 Destaques apresenta realizações como a implementação do segundo bloco do Hospital da Criança, do Bilhete Único e de 31 novas unidades de educação infantil; a reforma do Espaço Cultural Renato Russo; e a criação do programa Brasília Cidadã. Também há ações do programa Criança Candanga e relação das obras em andamento previstas para o primeiro semestre de 2019. A aba traz, ainda, as premiações e os reconhecimentos que Brasília recebeu ao longo do período, como o destaque nacional em doações e transplantes de órgãos e o prêmio Capital Iberoamericana da Paz para o biênio de 2017 e 2018. Áreas temáticas está dividida em 14 eixos e para cada um deles foram elencadas as iniciativas executadas: Ciência, tecnologia e inovação; Cultura; Meio ambiente; Desenvolvimento e sustentabilidade; Educação Políticas para segmentos sociais Infraestrutura; Saúde; Assistência Social; Gestão e Governança; Mobilidade; Segurança pública; Esporte e lazer; Planejamento metropolitano e rural Entre os feitos apresentados na seção estão o início das operações do Aterro Sanitário de Brasília e a oferta de cursos e palestras de recolocação profissional pelo programa Qualifica Mais Brasília. Indicadores — mostra dados de desempenho para oito áreas de maior destaque: Saúde — a cobertura populacional pelas equipes da Estratégia Saúde da Família passou de 31,8%, em 2014, para 67,8%, em 2018. Planejamento metropolitano e rural — mais de 60 mil escritura de moradias entregues de 2015 a 2018. Educação — a quantidade de alunos matriculados na educação integral foi ampliada: de 46.102 em 2014 para 57.372 em 2018. Esporte e lazer — os centros olímpicos e paralímpicos atenderam 747.060 pessoas em 2018, contra 549.850 em 2015. Cultura — 1.559 projetos tiveram apoio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) nos últimos quatro anos. Segurança — com meta anual de redução de 6% nos índices de crimes violentos letais intencionais, 785 vidas foram preservadas no DF de janeiro de 2015 a novembro de 2018. Gestão e governança — o número de servidores públicos que participou de capacitações da Escola de Governo do DF mais que triplicou: de 5.686, em 2014, subiu para 19.134 em 2018. Infraestrutura — de 2015 até outubro deste ano as ligações ativas de água somam 671.125, com 99% de índice de abastecimento de água. As de esgoto somam 565.116, com 89% de índice de abastecimento de esgoto. Marcos legais — lista as principais leis sancionadas ou em tramitação e decretos publicados, como a Lei Orgânica da Cultura (LOC), o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil, a Lei de Uso e Ocupação do Solo, o Código de Obras e Edificações do Distrito Federal, além da Lei dos Puxadinhos e a que instituiu o Instituto Hospital de Base do DF. Relatórios — reúne documentos a exemplo dos relacionados ao ajuste fiscal e à crise hídrica, às mensagens encaminhadas à Câmara Legislativa e aos relatórios de atividades anuais do governo. Fonte: Agência Brasília Venham se Divertir! Chegou em Traga sua família e aproveite! Diversão garantida!! São Sebastião... Luiz 619636 6284 618421 7220 IBIZA 618136 7944 PARK montanha russa! rotation carrinho bate-bate motinhas trem da alegria carrinhos Temos brinquedos avulsos para eventos e muito mais

[close]

p. 10

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 10 Saúde Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Excessos de final de ano colocam as comemorações e a saúde em risco Fartura de comidas e bebidas, horas e horas de divertimento, troca de presentes. As festas de final de ano são regadas de prazeres. O problema é que as comemorações chegam acompanhadas de muitos exageros. E, são eles, os vilões da saúde e do bem-estar. Passar dos limites com a quantidade de comida e de bebida, passar muitas horas sem dormir e até mesmo se descontrolar com as finanças tem seu preço. A seguir, confira quais são estes prejuízos e as dicas para afastá-los das festas. Perigo: exagerar nos pratos de fim de ano Com a ceia posta à mesa e as diversas opções de pratos de fim de ano saborosos é difícil não encher o prato bem além do que a sua fome manda. O problema é que esta atitude, além de prejudicar a dieta, pode te deixar indisposta para aproveitar a festa. Perigo: encher o copo Espumante, vinho, cerveja, caipirinha. As festas de final de ano costumam ser recheadas de bebidas alcoólicas e extrapolar pode significar uma noite inteira passando mal e com uma ressaca daquelas. Consumir álcool em excesso pode trazer prejuízos para o fígado e, dependendo da pessoa e do organismo, pode resultar até mesmo em um coma alcoólico Perigo: dormir pouco Não é difícil encontrar pessoas que passam quase toda a época de fim de ano dormindo muito pouco. A concentração, o equilíbrio e a imunidade ficam prejudicados. As pessoas que não dormem o número de horas adequado deixam o sistema imunológico mais fraco e, consequentemen- te ficam mais suscetíveis à do- enças, como a gripe Perigo: acumular responsabi- lidades demais no fim de ano Comprar presentes, agendar as férias, finalizar os trabalhos, terminar a faculdade, ocupar o tempo livre das crianças, orga- nizar a ceia; a época de final de ano não é composta apenas de come- mora- ções. As responsabilidades também aparecem com força total, o que acaba deixando muita gente estressada e ansiosa. O estresse de final de ano também precisa ser saudável. Quando ele passa dos limites, o organismo pode reagir, seja com crises alérgicas e até com problemas no estômago, por exemplo Perigo: extrapolar nas dívidas Os presentes, as viagens, a ceia e tudo o mais que envolve dinheiro também podem fazer você perder os sono nos meses de 2019. Estourar o cartão de crédito e entrar no cheque especial também é característica da época de comemorações de fim de ano. O problema é que já entramos no ano novo com a conta no vermelho e as dívidas aparecem (ou crescem). É importante lembrar que em janeiro as contas também são altas, como matrícula das crianças, IPVA, IPTU e outras. O ideal é planejar todos os gastos antecipadamente, assim os riscos de ficar no vermelho diminuem. Fonte: www.minhavida.com.br Doação de Órgãos transplantes, lista de espera e como ser doador Doação de órgãos é um ato nobre que pode salvar vidas. Muitas vezes, o trans- plante de órgãos pode ser única esperança de vida ou a oportunidade de um recomeço para pessoas que precisam de doação. É preciso que a população se conscientize da importância do ato de doar um órgão. Hoje é com um desconhecido, mas amanhã pode ser com algum amigo, parente próximo ou até mesmo você. O transplante é um procedimento cirúrgico que consiste na reposição de um órgão (coração, fígado, pâncreas, pulmão, rim) ou tecido (medula óssea, ossos, córneas) de uma pessoa doente (receptor) por outro órgão ou tecido normal de um doador, vivo ou morto. O diagnóstico de morte encefálica é regulamentado pelo Conselho Federal de Medicina. Em 2017, o CFM retirou a exigência do médico especialista em neurologia para diagnóstico de morte encefálica, assunto amplamente debatido e acordado com as entidades médicas. Deste modo, a constatação da morte encefálica deverá ser feita por médicos com capacitação específica, observando o protocolo estabelecido. A medida dá segurança a equipe médica para o diagnóstico e possibilita a imediata conversa com a família sobre a doação de órgãos. Se você quer ser doador de órgãos, avise a sua família. Para ser um doador, basta conversar com sua família sobre o seu desejo de ser doador e deixar claro que eles, seus familiares, devem autorizar a doação de órgãos. No Brasil, a doação de órgãos só será feita após a autorização familiar. Há dois tipos de doador. 1 - O primeiro é o doador vivo. Pode ser qualquer pessoa que concorde com a doação, desde que não prejudique a sua própria saúde. O doador vivo pode doar um dos rins, parte do fígado, parte da medula óssea ou parte do pulmão. Pela lei, parentes até o quarto grau e cônjuges podem ser doadores. Não parentes, só com autorização judicial. 2 - O segundo tipo é o doador falecido. São pacientes com morte encefálica, geralmente vítimas de catástrofes cerebrais, como traumatismo craniano ou AVC (derrame cerebral). Os órgãos doados vão para pacientes que necessitam de um transplante e estão aguardando em lista única, definida pela Central de Transplantes da Secretaria de Saúde de cada estado e controlada pelo Sistema Nacional de Transplantes. Saiba mais:portalms.saude.gov.br PSICÓLOGA CLÍNICA Atendimentos: *Crianças *Adolescentes *Adultos Avaliações Psicológicas Psicopedagoga Está chegando a HORA! CECÍLIA PEIXOTO SILVA PSICÓLOGA CRP 01/13435 Na compra de 01 botijão de gás você concorre a vários prêmios 61 9.9652-4460 psicecilia2013@gmail.com 61 9.9652-4460 Sorteio 23/12 3339-1485 9.9839-1485 9.9324-6608 9.8202-0940 9.8406-4720

[close]

p. 11

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 11 Sustentabilidade Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Um fruto do cerrado Araticum e dispostas externamente e as outras três menores e internas. Apalavra araticum vem do guarani (indígena), cujo significado é fruto mole. De dezembro a abril, frutifica no cerrado uma fruta parecida com uma pinha, bastante apreciada e conhecida no país e no mundo: é o araticum. Esse nome é comumente utilizado para muitas variedades de Annona nos países cuja língua oficial é o português. Ele representa várias espécies, como a fruta-do-conde (Annona squamosa), a graviola (Annona muricata) e o araticum-docerrado ou marolo (Annona crassiflora). Planta - perene, arbórea, com 6 a 8 metros de altura, bem adaptada principalmente às condições dos cerrados remanescentes do Brasil – Central, que abrange o Distrito Federal e os estados da Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí e São Paulo. As condições favoráveis ao desenvolvimento das plantas e frutificação são: temperatura amena a quente, solos profundos, bem drenados, não é exigente em fertilidade do solo. São adaptadas ao longo período sem chuva durante o inverno, porque apresentam um sistema radicular bastante desenvolvido e profundo nos solos do cerrado. A propagação é feita normalmente através de sementes. As flores são formadas em ramos novos, solitárias, e possuem seis pétalas livres, que se abrem pouco, são carnosas e de coloração creme-ferrugíneas, ou rosadas. Três pétalas são maiores Seus polinizadores são os besouros que buscam as flores para o acasalamento e alimentação e a dispersão de suas sementes é feita pelos animais e pela gravidade. Os frutos são carnosos, alcançam mais de 15 cm de diâmetro e 2kg de peso, contendo muitas sementes com cerca de 1,5cm de comprimento. São de cor ferrugínea e cada fruto possui inúmeras sementes. O araticum integra a medicina das populações tradicionais da região da Chapada dos Veadeiros, Goiás, que o utilizam como regulador de menstruação, para reumatismo, feridas, úlceras, câncer de pele, fraqueza no sistema digestório, cólicas e contra diarréia. Quando aberto, o fruto oferece uma polpa cremosa de odor e sabor bem fortes e característicos. A polpa pode ser consumida ao natural ou na forma de batidas, bolos, biscoitos e bolachas, picolés, sorvetes, geléias e diversos doces. Fonte: .caliandradocerrado. com.br Zoológico de Brasília comemora 61 anos A Fundação Jardim Zoológico de Brasília comemorou no dia 06 de dezembro, 61 anos. Inaugurada três anos antes da capital federal para abrigar uma elefanta doada pelo embaixador da Índia, tornou-se, assim, a primeira instituição ambientalista criada no Distrito Federal. Para festejar o aniversário, teve programação especial. Os visitantes poderam participar de momentos lúdicos, como jogo da memória, quebra-cabeças, dominós e jogos de tabuleiro. As atividades foram ao lado do borboletário. “Trata-se da comemoração de uma data importante, marcada pela evolução técnica e maturidade institucional do Zoológico de Brasília, que a cada dia apresenta novos serviços sociais e ambientais e se consolida como uma ferramenta para conservação”, reforça o diretor- presidente do Zoo, Gerson Norberto. A festividade também incluiu leitura e contação de histórias, desenhos, pinturas e montagem de máscaras, entre outras. A interação com o público foi feita com fantasias de animais do Cerrado. A gestão da Fundação Jardim Zoológico de Brasília atua com foco na conservação e na educação ambiental. A instituição desenvolve projetos conservacionistas de pesquisa e reprodução de espécies, manejos cooperativos nacionais e internacionais, além de promover a sustentabilidade. Informações: AgênciaBrasília ATACADO E VAREJO de temperos Castanhas, temperos, Ervas em geral, biscoitos, cápsulas, granolas, cranberry, blueberry e goji berry, cestas, panelas de barros, xaropes, mel, rapaduras, pimentas, pilões, colheres, farinhas (banana verde, amêndoa, uva, entre outras) Produtos naturais em geral 9.9114-1545 9.8510-1386 9.9290-5897 Rua 45 Loja 131 Centro - São Sebastião - DF

[close]

p. 12

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 12 Entretenimento Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Horóscopo Áries (21/3 à 20/4) Você agirá em nome de nobres causas e estará convencido do bom fundamento de suas empreitadas. Você também pode ter a impressão de perseguir objetivos de interesse comum, abrindo mão de seus próprios desejos. Touro (21/4 à 20/5) Você pode encontrar pessoas derrotistas, que tentam desestabilizá-lo, pedindo que você mude seus hábitos. A incompreensão pode reinar. Pode ser que você também enfrente uma forma de manipulação. Seja prudente e tente manter a cabeça fria. Gêmeos (21/5 à 20/6) Você cederá a tentações gourmet bem antes das festas e terá vontade de compartilhar com seus amigos os bons momentos e sua animação. Você será carregado pelo otimismo e pela alegria de viver, mas terá tendência ao exagero. Câncer (21/6 à 20/7) Você se dedicou mais a uma atividade criativa no quadro de seu trabalho ou de seus lazeres. Com os projetos novos lançados, é hora de se voltar para as realidades concretas e de colocar em ordem tudo aquilo que tem relação com sua vida cotidiana Leão (21/7 à 20/8) Pode ser que mudanças surjam no domínio profissional. Será muito oportuno que você tire um tempo para descansar antes de enfrentar uma reorganização na qual você pode ser muito solicitado. Uma escapada para outros ares lhe daria a oportunidade de se afastar e de recarregar suas baterias Virgem (21/8 à 20/9) Pode ser que você precise encarar pontos de discórdia com seu entorno próximo. Os membros de sua família podem fazer reivindicações que lhe parecerão exageradamente ambiciosas e desmedidas Libra (21/9 à 20/10) Neste mês, você pode ter algumas surpresas no domínio financeiro. Pode se tratar de um ganho inesperado, mas, mais provavelmente, se tratará de gastos excessivos, de um pagamento esquecido ou de um salário atrasado. Escorpião (21/10 à 20/11) Você está com o amor na cabeça e deseja conquistar. Será necessário encontrar tempo para fazer tudo isso, pois o trabalho pode ser muito exigente com documentos a concluir antes do final do ano. Sagitário (21/11 à 20/12) O momento não é para preparativos, nem para questionamentos. Há escolhas a fazer e você deverá agir em consequência delas. Pode ser que haja bloqueios, especialmente no domínio afetivo. Não se deixe ser manipulado. Siga em frente com independência, confiando em sua intuição Capricórnio (21/12 à 20/01) Você tem dificuldade para delegar, para se comunicar e para encontrar seu lugar em meio a outras pessoas. Este mês o levará a refletir sobre os aspectos relacionais de sua vida. Você terá mais vontade de se conectar do que o de costume. Aquário (21/1 à 20/2) Pode ser que você pense que, até agora, suas escolhas de vida tenham sido orientadas por injunções que lhe foram impostas pelo exterior, pela família ou por alguma autoridade. Hoje, você deseja se libertar desta influência para seguir seu próprio caminho Peixes (21/2 à 20/3) Em sua busca de harmonia com o mundo, você tem mais tendência a se submeter aos imperativos externos. Durante este mês, um vento de revolta pode soprar em você e incitá-lo a impor mais aquilo que você é. ilustração: amorim CAÇA-PALAVRA www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL Procure e marque, no diagrama de letras, as palavras em destaque no texto. Francisco Goya Considerado o maior artista ESPANHOL dos séculos XVIII e XIX, FRANCISCO Goya viveu em uma ÉPOCA marcada por reviravoltas SOCIAIS e políticas. Os TUMULTOS pessoais pelos quais passou foram registrados em PINTURAS e GRAVURAS tidas como realistas e aterrorizantes. Natural de uma pequena VILA espanhola, sua família mudou-se para ZARAGOZA quando ele tinha apenas 14 anos, onde se tornou APRENDIZ de pintor. Em busca de fama, GOYA foi para MADRID quatro anos mais tarde. Com seus TALENTOS reconhecidos pela nobreza, ele foi nomeado pintor OFICIAL da família REAL espanhola. Ao ficar DOENTE, aos 47 anos, o ARTISTA se mudou para uma casa de sítio, onde cobriu as PAREDES com pinturas escuras e SOMBRIAS – conhecidas como Pinturas NEGRAS – que retratavam guerras, destruição, bruxas e criaturas assustadoras. L A F DGNRDDC R H A T OMN A L I H S L YY LDBAYR LD D A T Y H Y N T DMO T TNR F TNCANE P A R E D E S CMBN BNF L F R T F CDT T L OHNA P S EME ALOLDTNRYY L L F D T UMU L T O S MSMR S NDRNNG L P I NTURASCA AR R F DDGGB B L DGRAVURA S FD OTNAFNL L F CA OL L F NDC T AAP F LACCFDL L FR I T EDD I I NNDE C R RNT VNGR FN I GN L F B T S E LD AR T L L C B TDN I L GDAZOGARAZ T T S I A I COS T L RD L DT I T TNNE F RANC I S COCN S OMB R I A S E L E NT F Y C T CNFGG BART I S TATNR T T RDD L DCNBA NTDTAL ENTOS A C O P E C NMB E G 19 Solução FR A N C I S C O N SO M B R I A S E G ART I STA R A T A L E N T OS AC O P E S I A I COS L A Z O G A R AZ AI ID CR V N IE IE FA LR OL AP A GRAVURAS P I NTURAS T UMU L T OS LOHNAPSE E T PA R E D E S MN AE A DO Y RD OI GD VIDRAÇARIA Fran Buffet Decoração e Eventos Aluguel: Cadeiras Mesas Pratos Taças e Talheres Rua 44 casa 400 em frente à Golfinho São Sebastião Francifrnane.ntineauNt@ignmaailu.cotm 61 3877-3003 9.8606-3064 VTIDERKOS Reforço Escolar de todas as Matérias 3339 7851/ 99134 1004 Centro - São Sebastião DF (Prédio do laboratório Sabin) Fechamento de Varandas - Vidros em Geral Porta Sanfonadas - Espelhos e Molduras - Películas Paulo Sérgio 3301-7222 61 3381-0090 tekvidros@gmail.com Rua 15 - Lote 02 Polo de Modas Guará II (ao lado do Corpo de Bombeiros)

[close]

p. 13

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 13 Educação Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Projeto ensina a arte Dicas de Português da ourivesaria a alunos Aulas são voltadas para jovens em situação de vulnerabilidade Uma iniciativa de professores da rede pública do Distrito Federal tem levado os estudantes a uma realidade muito distante daquela vivida diariamente em sala de aula. O projeto Endereços de Mim ensina a alunos de 10 a 17 anos, em situação de vulnerabilidade, o desenvolvimento de uma série de habilidades pedagógicas e cognitivas. Uma dessas atividades, em especial, se destaca: a criação de joias. O programa de ourivesaria tem feito tanto sucesso que é tema de exposição em um shopping de luxo no Lago Norte. A mostra vai até o próximo dia 5. Durante os 50 minutos das aulas, meninos e meninas exploram a própria criatividade e criam peças exclusivas para eles mesmos e para presentear. Além, disso, os jovens se familiarizam com uma rotina que pode se tornar ofício no futuro No dia a dia, a matéria- prima usada para ensinar os adolescentes são metais não preciosos, como alumínio, cobre e latão. No entanto, para fazer as peças da exposição, eles usaram um material mais nobre: a prata. Todos os colares produzidos passaram pelas mãos de cada um dos aprendizes. A criação envolveu a produção da liga de prata com cobre, em um processo de fusão com maçarico a mais de 700ºC. Os alunos também tiveram de lixar e polir manualmente as joias, até atingir o brilho desejado. O resultado só foi possível graças ao esforço pessoal de Maria Mônica Pinheiro Cavalcante, professora da Secretaria de Educação, doutora pela Universidade de Brasília (UnB) e designer de joias. Ela tirou do próprio salário cerca de R$ 10 mil para comprar ferramentas e equipamentos de ourivesaria para montar a oficina. Parte do material especializado foi doado por ourives da cidade. O ateliê é completo, com serras, alicates, tesouras, martelos e modeladores, além de ferramentas elétricas usadas no polimento. Fonte: Metrópoles Estas duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. Porém, os seus significados são diferentes e devem ser usadas em situações diferentes. Trás é um advérbio de lugar, indicando uma situação posterior, ou seja, atrás, após. Traz é a forma conjugada do verbo trazer, que significa levar, transportar para perto de quem fala. Trás: advérbio de lugar O advérbio de lugar trás vem sempre acompanhado de uma preposição, normalmente de ou para, formando assim uma locução adverbial. É também uma palavra comumente utilizada na locução prepositiva por trás de. Trás tem sua origem na palavra em latim trans. Exemplos com trás As crianças devem viajar no banco de trás. Quando ele a chamou, ela olhou para trás. As cartolinas estão guardadas por trás do armário. Traz: verbo trazer Traz é a forma conjugada do verbo trazer na 3.ª pessoa do singular do presente do indicativo ou na 2.ª pessoa do singular do imperativo. O verbo trazer é muito utilizado, possuindo diversos significados. Refere-se principalmente ao ato de transportar ou encaminhar para este lugar, mas também pode ser sinônimo de oferecer, vestir, ocasionar, atrair, conter em si, apresentar, sugerir, herdar, manter e citar, entre outros. Com origem na palavra em latim trahere, o verbo trazer e é um verbo irregular, ou seja, não se encaixa nos modelos fixos de conjugação verbal, possuindo alterações nos radicais e nas terminações quando conjugado. Exemplos com traz Traz essa caixa! (2ª pessoa do singular do imperativo) Não se preocupem, ele traz o material. (3ª pessoa do singular do presente do indicativo) Fonte:canalinteligente.com Bateu a fome? 61 3297-3199 Av Comercial, lote 1.831 loja D - Centro Em frente ao Posto de Saúde São Sebastião - DF 3263-2087 3542-7606 Avenida Comercial 1801 - Centro Em frente ao Posto de Saúde e ao lado da Chiquinho Sorvetes www.facebook.com/cantinhoda.coxinha.9

[close]

p. 14

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 OlivMeiraaritysa 1048 Política Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Gato&GataDaqui Wellinton R. Dinizio Essa belissíma Gata é a Maritysa Oliveira de 19 anos, flamenguista e do signo de peixes. A Gata ama cantar, dançar e malhar. O sonho dela é ser bem sucedida na área profissional e viajar para fora do País. Foto: F2D Fotografia Foto: F2D Fotografia Esse charmoso Gato é o Welligton Rosa Dinizio de 26 anos. O Gato torce para o time do Corinthias e é do signo de capricórnio. Ele ama tocar violão e cantar. O sonho do Gato é formar sua própria família e se realizar na vida profissional. Facebook: wellinton barber Instagram: wellinton_001 Anuncie no impresso e tenha visibilidade em nossa rede (Facebook Instagram Site), Jornal Daqui Digital e em mala direta (email e whatsapp) 9.8468-0126 BOAS FESTAS! FaSçeamseCuoomrçparmomenistsoo Casamento, 15 anos,Infantil, Book’s Personalização, Produção de vídeo, revelação, foto 3x4 61 3263-8634 / 9.8623-8543 / 9.8460-3721 Ed. San Diego sala 09 - Jardim Botânico/DF Entre a Coqueiro e o Supermercado Santa Felicidade

[close]

p. 15

Dezembro/2018 Ano IX Edição 95 15 Esporte Acesse nossa Edição Online www.jornaldaquidf.com.br Ketleyn Quadros é medalhista Brasileiros conquistam prata e bronze na etapa de Xangai olímpica e judoca da seleção Em 2008, Ketleyn Quadros se tornou a primeira mulher a ganhar uma medalha olímpica para o Brasil em esportes individuais. De lá para cá, a judoca obteve várias conquistas nacionais e internacionais na modalidade. Agora, seu próximo objetivo é se manter na seleção brasileira de judô. Para isso, no próximo dia 13 de dezembro, ela irá disputar a Seletiva Nacional Projeto Tóquio 2020, em Lauro de Freitas (BA). Em 2008, Ketleyn Quadros se tornou a primeira mulher a ganhar uma medalha olímpica para o Brasil em esportes individuais. De lá para cá, a judoca obteve várias conquistas nacionais e internacionais na modalidade. Agora, seu próximo objetivo é se manter na seleção brasileira de judô. Para isso, no próximo dia 13 de dezembro, ela irá disputar a Seletiva Nacional Projeto Tóquio 2020, em Lauro de Freitas (BA). “É uma importante competição, visando a uma vaga para os Jogos Olímpicos de 2020. Minha expectativa é positiva, e espero fazer excelentes lutas. Seletiva é uma competição de muita determinação, porque você luta com atletas que não foram da seleção e estão treinando o ano todo por essa vaga. Os atletas que representaram a seleção brasileira são alvos”, disse Ketleyn Quadros. Ketleyn tem 31 anos e defende a SOGIPA (RS) desde o começo deste de 2018. Lutando hoje na categoria meio-médio (-63kg), ela já disputou seis Mundiais de Judô e foi tricampeã dos Grand Prix, vencendo o GP de Almaty (2013), Tashkent (2013) e Cancún (2017), além de uma conquista da Copa do Mundo de Madrid (2011) e do Campeonato Pan-Americano de Santiago (2017). Pelo Grand Prix de Cancún deste ano, Ketleyn Quadros caiu logo na estreia. E no Mundial de Baku, a judoca perdeu na segunda luta. Curiosidade: A judoca Ketleyn Quadros, natural de Ceilândia é namorada de Alex Pombo, também judoca da seleção brasileira, da SOGIPA e que disputou a Olimpíada de 2016. Fonte: www.olimpiadatododia Depois de vencer as cinco lutas, Vinícius Figueira garantiu a classificação para a final da categoria até 67kg. O adversário pelo ouro foi o egípcio Aly Ismail, que venceu por 3 a 1 e subiu no lugar mais alto do pódio. Já Valéria Kumizaki chegou até a semifinal, mas acabou derrotada pela japonesa Fumika Ishiai por 2 a 0. Com o resultado, disputou a medalha de bronze e a conquistou ao bater Tzu-Yun Wen, da China Taipei por 1 a 0. Na categoria até 60kg, Douglas Brose participou da repescagem após ter perdido para o campeão durante a fase eliminatória, podendo, assim, lutar pelo bronze. Na última luta, venceu Sadriddin Saymatov, do Uzbekistan, e garantiu a medalha. Novamente pelo feminino, desta vez na categoria mais de 68kg, foi a vez de Isabela Rodrigues disputar a repescagem e con- quistar a medalha de bronze. A exemplo de Brose, a derrota para o campeão abriu vaga para a repescagem. Além de Douglas e Isabela, outra brasileira também disputou repescagem pela rodada da etapa da China. Hellen Bárbara Rodrigues encarou a turca Eda Eltemur, mas acabou derrota e ficou sem chances de conquistar o bronze. Com os dois pódios conquistados em Xangai, Vinícius Figueira e Valéria Kumizaki, que são um casal, encerram a temporada com os melhores desempenhos entre os caratecas brasileiros. O principal resultado de Figueira em 2018 foi o vice-campeonato mundial, mas ele também foi campeão pan-americano, prata na Premier League de Berlim e prata nas etapas Karate 1 Series A de Santiago e Xangai. Fonte: www.olimpiadatododia *Alinhamento *Balanceamento *Regulagem de motor *Ar condicionado *Elétrica *Mecânica em geral (61)3335-7422 98402-1677 Bairro Morro Azul Qd. 11 Ch. 1/3 CHO2 Ld Substação Lj. 01 São Sebastião/DF

[close]

Comments

no comments yet