Almanaque Agafarma 2019

 

Embed or link this publication

Description

Almanaque Agafarma 2019 5ª edição

Popular Pages


p. 1

almanaque 5ª edição | 2019 | Distribuição Gratuita Cuida com o coração Saúde Glúten e Lactose são mesmo vilões? 04 Beleza Acne na vida adulta 14 Serviços Rede Agafarma: Uma relação que vai além do balcão. 26

[close]

p. 2

Editorial Cuida com o coração: é com este novo posicionamento que as mais de 480 lojas da Rede Agafarma de Farmácias investem incansavelmente em seus profissionais, para que o cuidado, afeto e atenção a seus clientes sejam seu principal diferencial. Espalhadas por mais de 200 municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, a rede dedica seu trabalho ao bem coletivo. Mais do que um objetivo, este é um compromisso da marca, que busca sempre as melhores práticas em atendimento farmacêutico. Para a edição deste ano, você vai encontrar matérias que trazem assuntos do seu dia a dia ou de pessoas próximas a você. Vamos falar sobre ansiedade, jejum intermitente, tomada de decisões, acne na vida adulta, saúde bucal dos pets, vamos ensinar uma receita de pão deliciosa e muito mais. Boa leitura e um 2019 incrível! 2 Almanaque 2019 Expediente Wilson Galli Diretor Presidente Fladimir José Guarda Diretor Vice Presidente Janete de Matos Diretora Financeira Jerry Luis Bonatto Felten Diretor Secretário Lilian da Rocha Viana 2° Diretora Secretária Anderson Rocha de Andrade 2° Diretor Financeiro Mariana D´Avila/MTB 17.577 Jornalista Responsável Criação e execução: Dep. Marketing Agafarma

[close]

p. 3

Índice 4. Saúde Glúten e Lactose são mesmo vilões? 6. Saúde Mental Ansiedade: A doença e seus principais sintomas 8. Boa Forma O que é jejum intermitente? 10. Alimentação Saiba tudo sobre suplementação 12. Infância Crianças precisam brincar 14. Beleza Acne na vida adulta 21. Diversão Veja as brincadeiras que selecionamos para você 25. Cuidando do Planeta Planeta água. Será mesmo? 26. Serviços Rede Agafarma: Uma relação que vai além do balcão 28. Seus Direitos Você conhece bem seus direitos de consumidor? 30. Economia Previdência Privada: Um bom investimento? 31. Meu Pet Como anda a saúde bucal do seu pet? 16. Dicas Como tomar decisões 32. Horóscopo Saiba quais as previsões para o seu 2019 18. Jardinagem Kit básico para ter uma horta 20. Culinária Pão de farinha de amêndoas 34. Calendário Agrícola Descubra a melhor época de plantio e colheita 36. Calendário 2019 Não se perca nas datas 3

[close]

p. 4

SAÚDE GLÚTEN E LACTOSE SÃO MESMO VILÕES? Nos últimos anos, fala-se muito em glúten e lactose. Mas será que eles são realmente tão prejudiciais? Com um misto de informações, muitas pessoas, sem orientação ou conhecimento, decidiram retirar alimentos que contenham essas substâncias de suas refeições. Mas será que eles são realmente tão prejudiciais? A nutricionista Renata R. Schwartz, especialista em Nutrição Esportiva, Clínica e Doenças Crônicas, garante que eles não são vilões. E esclarece: “Os pacientes com intolerância ou alergia é que devem realizar a retirada e o controle de glúten e lactose de sua alimentação. Porém, não existe nenhuma evidência de que as pessoas sem esse diagnóstico vão se beneficiar com essa exclusão. Por que, então, muitos os consideram vilões? Porque existe quem acredite que estes possam ser alimentos inflamatórios, mesmo para as pessoas que não possuem a intolerância ou alergia. “O que se sabe e a ciência já traz de forma robusta é que isso é uma inverdade”, afirma a profissional. 4 Almanaque 2019

[close]

p. 5

Mas afinal, o que é glúten e lactose? Glúten É uma proteína encontrada nos grãos de trigo, centeio, cevada e malte. Está associado a alimentos que são fonte de carboidrato, que contêm vitamina B e açúcar. “Há quem acredite que a retirada de alimentos com glúten ajude na perda de peso. Porém, não haver exagero no consumo é o que faz os números da balança baixarem”, explica Renata. Lactose É o açúcar do leite. Em princípio, a lactose está presente em todos os alimentos lácteos. O que é alterado é a concentração da lactose nos alimentos industrializados. Lembre-se de que a maioria dos pães, biscoitos e bolos levam leite em seus ingredientes e, portanto, também contêm lactose. COMO DESCOBRIR A INTOLERÂNCIA? Os sintomas mais comuns são dores abdominais, cólica, desconforto, sensação de inchaço/ estufamento, flatulência, diarreia, náusea e, em alguns casos, vômitos e queimação. Para o diagnóstico, procure um profissional de saúde que irá lhe recomendar os exames adequados e o tratamento certo, se necessário. Se você não tem nenhum desses sintomas, pode consumir esses alimentos, com moderação. Uma dieta equilibrada é primordial para a saúde do seu corpo. 5

[close]

p. 6

SAÚDE MENTAL ANSIEDADE: A DOENÇA E SEUS PRINCIPAIS SINTOMAS 6 Almanaque 2019 Quase todo mundo é um pouquinho ansioso. Mas você entende bem o que este sentimento significa? A ansiedade é uma emoção normal, uma resposta do corpo que se inicia no sistema nervoso. “Ela é muito próxima à preocupação, ao medo de que as coisas não saiam exatamente como nós gostaríamos”, explica a psicóloga Letícia Alauk Freire.

[close]

p. 7

POR QUE ELA APARECE? Muitas vezes temos uma rotina estressante, com exigências e preocupações. A ansiedade é um mecanismo natural do organismo que se desenvolve diante desses fatos. “Ou seja: todos sentimos medos, mas quando uma pessoa tem preocupações, falta de controle sobre pensamentos e atitudes, grandes expectativas que, consequentemente, geram frustrações, essas emoções em excesso interferem no cotidiano. Em excesso, ela pode gerar transtorno de ansiedade – considerado uma doença. Pessoas que sofrem desse distúrbio sentem preocupação extrema e frequente em situações simples da vida. Além de sintomas mentais, ela também pode causar alguns sintomas físicos que atrapalham no dia a dia. Dor no peito, dor de barriga, roer as unhas, falar muito rápido, tensão muscular, irritabilidade e dificuldade para dormir são os principais deles. Dependendo do grau do transtorno de ansiedade (leve, moderado e grave), o indivíduo pode desenvolver TOC (transtorno obsessivo compulsivo), síndrome do pânico e outras fobias. O tratamento varia de acordo com cada caso e nível e deve ser indicado por um terapeuta. COMO IDENTIFICÁ-LA? A crise de ansiedade é um momento em que a sensação de angústia e insegurança aumenta de forma a deixar o indivíduo descontrolado, como se alguma desgraça fosse acontecer. Algumas das crises podem ser um ataque de pânico: a pessoa sente os batimentos cardíacos acelerados, aperto no peito e medo de morrer. Se você tem algum familiar ou alguém próximo que sofra com isso, ofereça apoio sem julgamentos, seja gentil, converse, seja um bom ouvinte, compreensivo e otimista. “Se a ansiedade for excessiva, o ideal é orientar ao tratamento psicológico com o terapeuta”, orienta Letícia. QUEM SOFRE COM OS SINTOMAS DE TRANSTORNO DE ANSIEDADE* 42% 29% 9,3% Brasileiros Mulheres, no geral Homens, no geral *De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). 7

[close]

p. 8

BOA FORMA 8 Almanaque 2019

[close]

p. 9

O QUE É JEJUM INTERMITENTE? Este método, para algumas pessoas, tem sido a melhor maneira de perder peso. Para quem não ouviu falar, o jejum intermitente é um método de emagrecimento que intercala períodos de jejum com períodos de alimentação. Normalmente são indicadas entre 10 a 24 horas de jejum (as horas de sono podem ser contabilizadas), que pode ser feito diariamente ou somente em alguns dias da semana. Os períodos em que a alimentação é permitida são chamados de janelas de alimentação. Fora deles, a pessoa deve ingerir líquidos que não possuam calorias, como água (com ou sem gás), chás e café sem açúcar. Este método, para algumas pessoas, tem sido a melhor maneira de perder peso, pois é quando o corpo entra em cetose. Isso significa que “quando a gente não tem uma forma de armazenar açúcar e carboidrato, começamos a queimar gordura como fonte de energia e, por isso, emagrecemos”, explica Ana Paula Weber Basei, nutricionista, especialista em nutrição esportiva e fisiologia do exercício e pós-graduanda em nutrição funcional. Quem pode fazer? Não existe uma regra de quem pode e quem não pode. Mas é preciso ter consciência. “Se as pessoas não fizerem isso de forma bem orientada, podem sofrer o efeito contrário ao esperado”, alerta Ana. PRÓS E CONTRAS Se o jejum for mal planejado, pode resultar em privação de nutrientes e, a médio e longo prazo, pode ser prejudicial à saúde. Ele também pode trazer problemas de compulsão (mesmo para quem não tem histórico de distúrbios alimentares), mudanças de humor, ansiedade e estresse. Ao mesmo tempo, o jejum intermitente é capaz de acelerar o metabolismo – que leva a uma perda de gordura. Alguns estudos apontam que os níveis de glicemia, insulina e pressão arterial também melhoram. Para quem sofre de gordura visceral, o jejum também pode ser uma solução – mas é claro que a eficácia vai depender do que você come no período alimentado. “É imprescindível que a pessoa seja muito bem orientada por um profissional que conduza a melhor estratégia para o sucesso dos objetivos”, destaca Ana. 9

[close]

p. 10

ALIMENTAÇÃO SAIBA TUDO SOBRE suplementação Complementação da dieta com objetivo de fornecer nutrientes como vitaminas, minerais, fibras, ácidos graxos ou aminoácidos. Estamos falando de suplementação, indicada principalmente quando há algo faltando no organismo de uma pessoa. Aspecto de pele seca, áspera e com descamação, sono excessivo e cansaço são alguns dos sintomas mais típicos para a falta de nutrientes. “Porém, eles vão depender do que esteja em falta e também da intensidade da carência”, explica a nutricionista da Clínica Nutrissoma e mestre e doutora em gastroenterologia pela UFRGS, Ana Carolina Bragança. Além desses sinais e do histórico do paciente, existem exames clínicos que determinam exatamente qual é a vitamina em falta no organismo. 10 Almanaque 2019

[close]

p. 11

COMO DEVO AGIR? Antes de suplementar, é importante que o profissional avalie a capacidade de absorção intestinal tanto da alimentação quanto da possível suplementação. “Intestino que não absorve alimento também não absorve suplemento e, caso seja avaliado algum problema, é importante tratá-lo antes”, orienta a profissional. Há casos em que mesmo com alimentação saudável, é necessária a suplementação. E há casos em que a suplementação é indicada quando a alimentação é insuficiente. Lembre-se de que sua utilização incorreta pode causar sintomas como transpiração excessiva, flatulência, insônia, cansaço e aumento de peso. Por outro lado, pacientes submetidos à cirurgia bariátrica têm grande indicação de suplementação. Neles, as vitaminas D, E, K, Tiamina, Riboflavina, Niacina, Folato e vitamina B12 não podem ser sintetizadas e precisam de um monitoramento constante. Outro motivo comum do uso de suplementação de cálcio e vitamina D é de pacientes com osteoporose, que são intolerantes à lactose, por exemplo. Neste caso, a suplementação muitas vezes pode ser importante, pois laticínios são as principais fontes dessas vitaminas. Vegetarianos mais restritos também podem ser candidatos à suplementação, uma vez que vitamina B12, cálcio e ferro são mais abundantes em alimentos de origem animal. “De qualquer forma, o uso deve ser sempre sobre prescrição de um profissional da saúde”, afirma Ana Carolina. Livesan é uma linha completa de suplementos de vitaminas e minerais, preparada para atender às necessidades nutricionais das pessoas que buscam bem-estar para o seu dia a dia. 11

[close]

p. 12

INFÂNCIA CRIANÇAS brinca r!PRECISAM Quem tem filhos costuma ter muitas dúvidas sobre a educação dos pequenos e o momento certo para o início de diferentes atividades e responsabilidades. Porém, existe algo unânime: crianças precisam brincar. Este é um processo significativo para o desenvolvimento delas. 12 Almanaque 2019 P“qscAObcuoerAdroRaioecdbialeuninénuuQrnastfqmoitcleçloUnriiausazntoncEdeeoesvasodo,xdmsBodmaeipr”oslRea,prvssioeeieIareio,rNnens,ame,isfnCsncssaeuipdoAputbnnmeneenaaRrtardrniihçsnlaamÉ,dooeeijcCdpaosuciEaetaesmeseaneSmminscdaacSteoqicooqiEalsndopuamuidNtameeKimemapCmddlaaoeeIeaioeAnrrcslsgnumatriLmoeistiptl?vaatoghraeriannassav,a-s,çnureeora.a.s

[close]

p. 13

O brincar significa expressar situações imaginárias, explorar objetos e brinquedos. Em seus jogos simbólicos, o famoso “faz de conta”, elas representam imitando ou recriando personagens que conhecem ou que imaginam dentro de suas vivências. E isso é muito saudável. É comum que as famílias de hoje, por terem uma vida corrida, acabem impondo esse ritmo também nas crianças, esquecendo que elas precisam de tempo para criar e se divertir. Porém, agendas com excesso de atividades deixam filhos cansados e estressados. “Por mais novinhos que eles sejam, o ideal é ouvir suas vontades, pois, em muitas situações, os pais escolhem atividades que nem sempre agradam, tornando o momento cansativo e pouco aproveitado”, orienta Camila. pdnpv–sraevodrêmoeelonasinéfmfetzlatimicvodsrecniiioosruteramOtdinaorilsod.medtebeseanEnaoonflmneneaaúist,vsndsztlomia.bopsestondloorleretaovaiacoqnriiiussnomdmolucoehtmecaepeecradernaiaornbqaelfnoruurtiuleeloittslliezrcaeaadf.aerlan”sra“eçi,edAlnatdàtãgesdaenaleouféesçsérpmemtufamraacecoessarmrnadotslaidaraddpetbdeaaçonaeréesçsõerçvemelãavaeasainores-ass,-z,s Conforto e segurança para o seu bebe 13

[close]

p. 14

BELEZA ACNE NA VIDA ADULTA? Ela é mais comum do que você pensa “Você não tem mais idade para ter espinhas”. Só quem é adulto e sofre com isso sabe o desconforto e a baixa autoestima que problemas de pele podem causar. A acne é uma doença da pele caracterizada por espinhas e cravos. Frequente em adolescentes, também é observada na idade adulta: 54% das mulheres 14 Almanaque 2019

[close]

p. 15

e 40% dos homens sofrem com ela. Há alguns anos, esta condição era associada ao uso de agentes externos, como cosméticos, produtos químicos e ambiente de trabalho. Hoje, sabe-se que as causas são por diferentes motivos. “O fator hormonal, por exemplo, pode ser claramente sentido, especialmente pelas mulheres, que relatam piora no período pré-menstrual”, explica a médica dermatologista, Mônica Zechmeister Berg. A avaliação de pacientes com acne que persiste na idade adulta, ou que surge após os 25 anos de idade, inclui hábitos diários, exame clínico e, muitas vezes, alguns exames laboratoriais para identificar alterações hormonais. “Na maior parte dos casos, a acne persistente pode ser tratada com produtos tópicos”, garante Mônica. Porém, haverá pacientes com a necessidade de tratamentos sistêmicos, com o uso de antibióticos e até terapia hormonal. Algumas vezes procedimentos estéticos são essenciais para minimizar marcas, manchas e cicatrizes. Os peelings são muito úteis no controle da oleosidade facial e tratamento das manchas. “Já o tratamento das cicatrizes é mais trabalhoso. No entanto, a associação de diversas técnicas traz ótimos resultados”, esclarece a dermatologista. A alimentação também interfere: dietas com alto teor glicêmico e com leite (e seus derivados) estão ligadas a uma piora da acne. A orientação da profissional é controlar esses alimentos e aumentar o consumo de frutas e vegetais. Lembre-se sempre de consultar um profissional da área para receber o tratamento adequado ao seu caso. Sua pele mais bonita em 3 passos 15

[close]

Comments

no comments yet