Revista 113

 

Embed or link this publication

Description

Revista 113

Popular Pages


p. 1

OUTUBRO/NOVEMBRO/DEZEMBRO 2018 - venda proibida nº113 CURTINHAS pág. 5 » 7 ENTREVISTA pág. 9 » 18 JURÍDICO pág. 22 » 27 NOSSOS LUGARES pág. 44 » 49 www.secovirio.com.br UMA CIDADE, Em seu novo livro, André Trigueiro mostra que sustentabilidade no Brasil está diretamente relacionada ao bom senso e saneamento básico

[close]

p. 2



[close]

p. 3

SUMÁRIO PALAVRA DO PRESIDENTE CURTINHAS ENTREVISTA/ CAPA OUTUBRO•NOVEMBRO•DEZEMBRO 2018 / nº 113 JURÍDICO 45 CONSULTAS JURÍDICAS 22 MATÉRIA ESPECIAL 1 MERCADO 25 9 NOSSOS LUGARES 30 38 44 MATÉRIA ESPECIAL 2 INDICADORES HABITACIONAIS SERVIÇOS E PRODUTOS 50 56 63 Faça a diferença Mais um ano vai chegando ao fim e é neste momento que aquelas famosas promessas e resoluções surgem para nortear o novo ano que, aos poucos, se desenha. Ideias e ideais costumam pipocar em nossa mente, trazendo consigo doses de arrependimento ou gratidão, além de algumas certezas. Independentemente do que passou, sejam chances perdidas ou oportunidades não vividas, um mundo de possibilidades está por vir, e cabe a você – e somente a você – aproveitar este novo tempo para fazer a diferença em sua vida e/ou na daqueles que estão ao seu redor. Nesta edição, a Revista Secovi Rio traz histórias de pessoas que, ao investirem em conhecimento, vislumbraram a possibilidade de um novo – e bem-sucedido – capítulo de suas vidas. O curso de Administração de Condomínios da UniSecovi Rio ofereceu o entendimento e a coragem necessários para promover uma mudança de atitude no condomínio onde moram. Afinal, se você acredita que suas ideias podem melhorar a sua vida e a de seus vizinhos, por que não se esforçar para colocar sua convicção em prática em vez de simplesmente ficar reclamando no sofá? Mudança de atitude, aliás, é o segredo para o sucesso de qualquer empreitada, até mesmo para quem deseja colorir sua rotina com tons mais verdes. Em um bate-papo leve e informativo, André Trigueiro contou um pouquinho de sua experiência com jornalismo ambiental e deu dicas valiosas para uma gestão condominial mais sustentável. Acredite, muitas vezes é uma questão de ajuste. Em 2019, um novo ciclo se inicia, com novas oportunidades e desafios. Cabe a você fazer a diferença! Aponte a câmera do seu celular para este código e acesse um conteúdo especial EQUIPE SECOVI RIO

[close]

p. 4

DIRETORIA/EXPEDIENTE DIRETORIA SECOVI RIO Efetivos Presidente: Pedro José Maria Fernandes Wähmann Vice-Presidente: Leonardo Conde Villar Schneider Vice-Presidente Administrativo e Financeiro: Ronaldo Coelho Netto Vice-Presidente de Marketing e Comunicação: João Augusto Pessôa Vice-Presidente Jurídico e de Assuntos Legislativos: Alexandre Hermes Rodrigues Corrêa Vice-Presidente de Relações do Trabalho e Gestão Imobiliária: Dennys Abdalla Muniz Teles Suplentes Aldo Fernando Villar Hecht da Fonte; Antônio Carlos Ferreira; Antônio Henrique Lopes da Cunha; Luiz Alberto Queiroz Conceição; Luís Carlos Bulhões Carvalho da Fonseca Filho; Pedro Carlos Carsalade DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO À FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Efetivos Pedro José Maria Fernandes Wähmann; Manoel da Silveira Maia Suplentes João Augusto Pessôa; Ronaldo Coelho Netto CONSELHO FISCAL Efetivos Marco Antônio Moreira Barbosa; Antônio José Fernandes Costa Neto; Marco Antônio Valente Tibúrcio Rodrigues Suplentes Marco Antônio Vieira de Mello; Frederico Honorato Rodrigues Moreira; Jorge Ronaldo Ferreira Santos CONSELHO DE RELAÇÕES DE TRABALHO Dennys Abdalla Muniz Teles – Presidente; Alexandre Hermes Rodrigues Corrêa; Fernando Schneider; Maria Teresa Mendonça Dias; Antônio Henrique Lopes da Cunha REGIONAIS SECOVI RIO Regional Baixada Fluminense Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: baixadafluminense@secovirio.com.br Regional Lagos Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: lagos@secovirio.com.br Regional Litorânea Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: litoranea@secovirio.com.br Noroeste Fluminense Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: noroestefluminense@secovirio.com.br Regional Norte Fluminense Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: nortefluminense@secovirio.com.br Regional Costa Verde Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: costaverde@secovirio.com.br Regional Serra Imperial Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: serraimperial@secovirio.com.br Regional Serra Norte Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: serranorte@secovirio.com.br Regional Serra Verde Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: serraverde@secovirio.com.br Regional Sul Fluminense Avenida Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 E-mail: sulfluminense@secovirio.com.br SEDE Av. Almirante Barroso, 52/9º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ CEP: 20031-918 Telefone: (21) 2272-8000 - Fax: (21) 2272-8001 E-mail: secovi@secovirio.com.br A Revista Secovi Rio é uma publicação institucional, trimestral, do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Condomínios Residenciais e Comerciais em todo o Estado do Rio de Janeiro. EXPEDIENTE Conselho Editorial: Pedro Wähmann e João Augusto Pessôa Coordenadora de Marketing e Comunicação: Edmara Carvalho REDAÇÃO imprensa@secovirio.com.br Jornalista responsável: Gustavo Monteiro (25.140 MTE/RJ) Redação: Ana Clara Carvalho, Carla Neiva e Gustavo Monteiro Projeto gráfico e diagramação: Henrique Vasconcellos Revisão: Sandra Paiva PUBLICIDADE Patricia Salles (21) 2272-8009 - (21) 99507-4574 patricia@secovirio.com.br Flavia Andrade (21) 2272-8008 - (21) 98081-4275 flavia@secovirio.com.br A revista reserva-se o direito de não aceitar publicidade sem fundamentar motivação de recusa. Os anúncios veiculados são de responsabilidade dos anunciantes. Distribuição gratuita. Distribuição nacional: Treelog S.A. Logística e Distribuição. SECOVI RIO / 2018 / nº 113 / 2

[close]

p. 5

agênciaka Pioneiros em ajudar você a administrar. A Zirtaeb investe em Tecnologia, Processos e Pessoas, para tornar a Gestão do Síndico mais Tranquila, Transparente e Ágil. Com a Zirtaeb, os síndicos podem focar no dia a dia operacional, já que a digitalização de documentos feita por nossa equipe agiliza a consulta e conferência dos dados, trazendo muito mais transparência e rapidez. A partir daí, os condôminos acompanham a movimentação e a saúde financeira do condomínio sem necessitar interromper o trabalho do síndico e do conselho. Todos ganham e os processos fluem melhor. Seu condomínio online: central de mensagens entre moradores, reserva de áreas comuns, 2ª via de boleto, registro de ocorrências e demonstrativo financeiro, 24 horas por dia, através do ZirtaWeb. Fazemos questão de inovar, sem esquecer do padrão de atendimento exclusivo com gerentes personalizados para cada cliente. Ligue para a Zirtaeb e agende agora uma apresentação. Seu condomínio merece. Zirtaeb Matriz Rua da Alfândega, 108 - Centro / RJ Tel: 3233-3500 - zirtaeb@zirtaeb.com Zirtaeb Recreio Rua Amaury Monteiro, 35 GR. 201/217 Tel: 2437-9445 - recreio@zirtaeb.com Zirtaeb Barra Av. das Américas, 2901 GR. 411/412 Tel: 2439-8170 - barra@zirtaeb.com Zirtaeb Copacabana Av. N. S. Copacabana, 647 GR. 709 Tel: 2255-9893 - copacabana@zirtaeb.com www.zirtaeb.com fb.com/zirtaeb.com.br instagram @zirtaeb_adm Condomínios e Bens Imóveis

[close]

p. 6

PALAVRA DO PRESIDENTE O ano de 2018 se aproxima do final e com ele a mesma pergunta de todos os anos: estamos fazendo a nossa parte? Seja no âmbito pessoal ou no corporativo, nossas ações estão surtindo efeitos e influenciando positivamente amigos, familiares e clientes? Assim como todos os cidadãos brasileiros, em suas vidas privadas, e todas as empresas de diversos segmentos têm se reinventado para transpor momentos de dificuldade em um cenário político-econômico desanimador, o Secovi Rio está aproveitando a oportunidade para se fortalecer. Num momento em que deveríamos estar desolados, fizemos o contrário: arregaçamos as mangas e voltamos nossos olhos para nós mesmos, identificando os gargalos, melhorando nossos serviços e mostrando aos síndicos e condomínios que seguimos como referência. Desejamos contribuir cada vez mais para a melhoria de vida de milhões de pessoas que moram em condomínios e trabalham em empresas do setor imobiliário. Estamos mais fortes. E, com essa certeza de que estamos fazendo nosso melhor, convidamos você a se juntar a nós. Porque o trabalho do Secovi Rio pretende justamente combater o preconceito de que sindicatos são meros arrecadadores. É preciso separar o joio do trigo e dar um voto de confiança aos que trabalham com dedicação e seriedade. Assim como as cidades carecem de soluções inteligentes para combater a degradação do meio ambiente e assegurar o bem-estar de seus moradores, como ensina o jornalista André Trigueiro na entrevista desta edição, nós também pensamos em soluções que contribuam para o desenvolvimento do setor da habitação e da qualidade de vida da população fluminense. As eleições estão aí, e com elas as esperanças se renovam. Independentemente de quem sejam os vencedores, o Secovi Rio torce para que estejam alinhados e dispostos a seguir junto conosco, cuidando para que o setor imobiliário evolua e, mais que isso, pensando em políticas eficientes que permitam o desabrochar de uma cidade mais justa, moderna e sustentável. Pedro Wähmann Presidente do SECOVI RIO Sua opinião é muito importante Quer mandar um comentário sobre esta edição ou sugerir uma pauta? Envie um e-mail para imprensa@secovirio.com.br SECOVI RIO / 2018 / nº 113 / 4

[close]

p. 7

CURTINHAS Divulgação: pt.wikipedia.org Sem Museu Nacional, São Cristóvão perde um pouco do brilho Em 2013 a Revista Secovi Rio publicava uma reportagem sobre o bairro de São Cristóvão e suas particularidades, citando atrativos como o Museu Nacional, o Jardim Zoológico e a Feira Nordestina. Na época, a região, considerada o “Central Park” carioca, começava a receber empreendimentos imobiliários de alto padrão, com o metro quadrado valorizando quase 30%, um dos maiores índices da cidade. No dia 2 de setembro de 2018, um incêndio de grandes proporções destruiu a maior parte do acervo do Museu Nacional, construção de 200 anos que foi residência da família real portuguesa. Em poucas horas, viraram cinza 20 milhões de itens, entre fósseis, múmias, registros históricos, obras de arte e documentos. São Cristóvão perdia aquilo que era um dos orgulhos de quem escolheu fixar residência por lá. O bairro, a cidade e o Brasil nunca mais serão os mesmos. eSocial está valendo! Desde julho, os condomínios já estão obrigados a aderir ao eSocial, assim como todas as empresas com faturamento anual de até R$ 78 milhões. A exceção são as pequenas e microempresas e os Microempreendedores Individuais (MEI), que passarão a integrar o sistema a partir de novembro. Após consulta realizada pelo Secovi Rio, a Receita Federal recomendou que os condomínios fizessem o cadastramento inicial de tabelas até o dia 31 de agosto de 2018. Já o cadastramento inicial das admissões anteriores e eventos não periódicos puderam ser feitos ao longo de setembro. As demais informações, até novembro. Plogging Praticar uma atividade física é uma excelente atitude para quem se preocupa com o bem-estar físico e mental. Movimentar o corpo ajuda a combater o estresse, melhora a circulação sanguínea e ainda fortalece o sistema imunológico. Praticar exercícios ao ar livre proporciona contato direto com a natureza, o que é uma boa dica para quem deseja recarregar as energias. Melhor do que isso, só se fosse possível aproveitar esse tempo para ajudar o meio ambiente. Com o plogging, isso já é possível! No final de 2016, já existiam algumas menções no Instagram a essa atividade, que foi criada na Suécia. Plogging é uma expressão que mescla os termos “plocka skräp” (pegar o lixo) com “jogga” (correr). Dessa forma, praticar plogging significa recolher resíduos enquanto corre. Para iniciar a atividade, basta vestir roupas adequadas e levar consigo uma sacola para guardar o lixo, luvas para proteger as mãos e muita disposição! Será que teremos, em breve, muitos grupos de plogging em nossa cidade? David Pereiras/Shutterstock.com Jirsa/Shutterstock.com

[close]

p. 8

Condomínio mais seguro com baixo custo A segurança do condomínio é um dever de todos: síndicos, moradores e empregados. Além do treinamento dos porteiros, que pode fazer toda a diferença, e das orientações aos condôminos para que evitem situações de risco, a tecnologia é fundamental para a redução das vulnerabilidades. Uma parceria do Secovi Rio com a empresa Venses Technology, o projeto Luz Azul – que consiste na instalação de câmeras de vigilância voltadas para a rua, identificadas com uma luz azul, com imagens compartilhadas com os órgãos de Segurança Pública – é o mais novo aliado dos condomínios. E o melhor: com baixo custo. O condomínio que aderir precisará investir mensalmente R$ 340 por câmera, caso opte por alugar o equipamento. O preço engloba a manutenção, a gravação das imagens e o armazenamento por 30 dias na nuvem. Se o usuário já tiver as câmeras, o custo do serviço sairá a R$ 220 mensais. Os condomínios em dia com as contribuições ao Secovi Rio terão 15% de desconto. Num edifício com 100 salas comerciais, o valor seria de apenas R$ 3,40 por condômino ao mês. Para mais informações sobre o projeto Luz Azul, acesse nosso site ou envie uma mensagem para nosso WhatsApp: (21) 98547-2812. bestfoto77/Shutterstock.com Ana Clara Carvalho Cópias de documentos pessoais em estabelecimentos fluminenses Nos casos em que houver a retenção de cópias de documentos pessoais por estabelecimentos comerciais ou órgãos públicos, no Estado do Rio, devem ser inseridas, nos referidos documentos, duas linhas paralelas com os dizeres “entregue ao órgão ou estabelecimento”, seguindo o nome do mesmo. A obrigatoriedade está contida na Lei nº 7.963/2018, que já está em vigor. O descumprimento sujeita os infratores, pessoas físicas ou jurídicas, ao pagamento de multa equivalente a R$ 1 mil por documento retido. Segurança é debatida em evento para síndicos Combater a falta de segurança com prevenção pode ser a melhor arma. Com essa ideia, o vice-presidente Administrativo e Financeiro do Secovi Rio, Ronaldo Coelho Netto, realizou palestra no Encontro de Síndicos da Associação de Moradores e Amigos de Laranjeiras (AMAL), em julho, nas Casas Casadas, em Laranjeiras. Ele citou o Luz Azul como um bom exemplo de projeto que pode colaborar para a redução dos índices de criminalidade no Rio. SECOVI RIO / 2018 / nº 113 / 6

[close]

p. 9

CÂM LIÁRIOS O SECOVI RIO RESOLUÇÃO ÁGI ARA DE MEDIAÇÃO D L DE CONFLITOS IMOBI O número de processos em tramitação no Brasil aumenta a cada ano. De acordo com dados de relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), atualmente são cerca de 109 milhões. Além do excesso de demandas desnecessárias, o Brasil possui um dos Judiciários mais morosos do mundo, o que tem gerado um interesse cada vez maior pelos métodos de solução extrajudicial, entre eles as Câmaras de Mediação, consideradas o melhor e mais rápido caminho de composição de conflitos. Os dados foram apresentados pela advogada Wania Baeta, membro da Associação Brasileira dos Advogados do Mercado Imobiliário (Abami) e mediadora extrajudicial formada pela UniSecovi Rio, durante a palestra “Câmara de Mediação do Secovi Rio”, no auditório da Abami, no Centro do Rio, em agosto. Solange Santos, gerente do Departamento Jurídico do Sindicato e palestrante do evento, comentou a atuação da Câmara de Mediação do Secovi Rio: “É um procedimento voluntário, em que um terceiro imparcial (mediador) facilita o diálogo e a negociação entre duas ou mais partes em conflito, auxiliando-as a identificar interesses comuns, complementares e divergentes. O objetivo é encontrar soluções que são construídas com base no consenso, no atendimento de interesses, nas necessidades e na satisfação mútua.” Saiba mais sobre os benefícios da mediação Quem pode utilizar a Câmara de Mediação do Secovi Rio? Qualquer pessoa física ou jurídica pode solicitar uma sessão de mediação. Todos os conflitos que não versem sobre direitos indisponíveis (aqueles que não podem ser negociados) e tenham integrantes do mercado imobiliário como partes podem ser atendidos pela Câmara de Mediação do Secovi Rio. Esse tipo de serviço tem garantias legais? Sim. A atividade mediadora está amparada em diversos dispositivos legais, como o Código de Processo Civil e a Lei Federal nº 13.140/2015. Além disso, é estimulada pelo Conselho Nacional de Justiça, por meio da Resolução nº 125/2010 e de outras normas baixadas desde então. Qual é a função do mediador? Cabe ao mediador zelar pela imparcialidade e sigilo do conflito, atuando como um facilitador da negociação e, eventualmente, auxiliando as partes na redação do acordo final. Conforme consta do Código de Ética do Mediador, editado pelo Conselho Nacional das Instituições de Mediação e Arbitragem, ele é um terceiro imparcial que, por meio de uma série de procedimentos próprios, auxilia as partes a identificar os seus conflitos e interesses, e a construir, em conjunto, alternativas de solução visando ao consenso e à realização do acordo. Como solicitar uma sessão de mediação? O interessado em ter acesso aos serviços da Câmara de Mediação do Secovi Rio deve entrar em contato com a entidade pelo telefone (21) 2272-8000 ou pelo e-mail mediacao@secovirio.com.br. Pode ainda consultar no site do Secovi Rio, no menu Produtos e Serviços/Câmara de Mediação, onde consta a tabela com o valor da taxa administrativa e dos honorários do mediador. O interessado deverá formalizar a solicitação, informando nome e dados das partes envolvidas, além de um breve relato sobre o conflito em questão. Condomínios e empresas em dia com as contribuições ao Secovi Rio têm direito a três mediações ao ano, sem custos. SECOVI RIO / 2018 / nº 113 / 7

[close]

p. 10

A SOLUÇÃO PARA OS PROBLEMAS FINANCEIROSDO SEU CONDOMÍNIO ESTÁ AQUI! Conheça o trabalho da Castelo na área de controle e redução da inadimplência. RECEITA GARANTIDA - INADIMPLÊNCIA ZERO! A Castelo garante a receita de 100% das taxas condominiais em data certa, independente do pagamento das unidades. Sem o impacto da inadimplência, as finanças do condomínio não sofrem nenhum imprevisto. COBRANÇA DE TAXAS ATRASADAS A CUSTO ZERO PARA O CONDOMÍNIO A Castelo possui um time de colaboradores treinados para conscientizar o morador inadimplente sobre a importância do pagamento condominial em data certa, fazendo a cobrança amigável e a negociação dos valores em atraso, repassando ao condomínio os valores recebidos através da prestação de contas mensal, com relatórios claros e precisos. CENTRAL JURÍDICA ESPECIALIZADA EM DIREITO IMOBILIÁRIO A Castelo conta com advogados amplamente qualificados e larga experiência no ramo imobiliário para corresponder às demandas do condomínio com eficácia. CONFIANÇA E TRANSPARÊNCIA SÃO MARCAS DA CASTELO CONDOMÍNIOS www.castelocobrancas.com.br (21) 3197-1212 Unidade Largo da Carioca: Av. Rio Branco, 156 – 31º Andar – Sala 3132 (Ed. Av. Central) Largo da Carioca – Centro – Rio de Janeiro – RJ CEP: 20040-003 E-mail: contato@castelocobrancas.com.br Unidade Campo Grande: Av. Cesário de Melo, 2855 – 7º Andar – Sala 703 (Ed. Mont Blanc) Campo Grande – Rio de Janeiro – RJ CEP: 23052-101 E-mail: atendimentocg@castelocobrancas.com.br

[close]

p. 11

ENTREVISTA • ANDRÉ TRIGUEIRO Ana Clara Carvalho Divulgação: g1.globo.com Ser sustentável é apenas uma questão de ajuste V iver sustentavelmente pode parecer uma tarefa complicada, mas na verdade é bem simples. Ser sustentável é retirar da natureza somente aquilo que é necessário para a sobrevivência humana; é reaproveitar, reutilizar e reciclar o que já foi produzido; é ser consciente no consumo dos bens materiais. Os desenvolvimentos social e econômico precisam estar atrelados à preservação do meio ambiente. Esses três fatores precisam ser integrados para que a sustentabilidade de fato aconteça. As principais questões acerca do tema foram apresentadas na última década durante o “Cidades e Soluções”, transmitido pela emissora GloboNews e apresentado pelo jornalista André Trigueiro. No ar desde 2007, o programa se especializou em buscar, apresentar e debater experiências transformadoras, capazes de impactar positivamente a qualidade de vida dos habitantes das cidades por meio do uso inteligente e sustentável dos recursos naturais. Trigueiro e a esposa, Cláudia Guimarães, decidiram eternizar o conteúdo do “Cidades e Soluções” em forma de livro em comemoração ao aniversário de dez anos do programa. A publicação, com o mesmo nome, contém dados, informações e abordagens inéditos e apresenta uma leitura fácil, com textos curtos e objetivos, voltados aos mais variados públicos. Os direitos autorais foram integralmente cedidos para o Centro de Valorização da Vida, uma organização voluntária e filantrópica que realiza há mais de 50 anos em todo o Brasil um trabalho de apoio emocional e prevenção do suicídio. O jornalista, além de especialista e professor de Jornalismo Ambiental, escritor, repórter da TV Globo, colunista da “Folha de S. Paulo”, é responsável pelo site Mundo Sustentável. O portal reúne todo o conteúdo produzido por ele nas diversas mídias em que atua, que vão desde reportagens para a televisão a podcasts. Em entrevista à Revista Secovi Rio, André Trigueiro fala sobre como o “Cidades e Soluções” pode ser útil na construção de uma sociedade mais sustentável, além de dar sugestões de pequenas atitudes no dia a dia que podem transformar a realidade em que vivemos. SECOVI RIO / 2018 / nº 113 / 9

[close]

p. 12

Ines Sacramento/Shutterstock.com TRIGUEIRO ENTREVISTA • ANDRÉ TRIGUEIRO Em que momento você percebeu que era preciso uma mudança de atitude para o bem do nosso planeta? Eu teria dificuldade em precisar o momento exato em que a questão ambiental passou a ser algo importante para mim. Quem mora no Rio de Janeiro costuma ter uma relação diferenciada com a natureza, por ser uma cidade ainda muito exuberante. A partir da cobertura da Rio 92, há 26 anos, houve a percepção minha de que, no exercício do jornalismo, eu poderia abrir espaços para falar sobre a crise ambiental planetária, compartilhando os diagnósticos terríveis sobre o esgotamento de um modelo de desenvolvimento que não tem o compromisso com a erradicação da miséria, da pobreza e da exclusão social. E isso passou a ser algo muito natural para mim. Eu não planejei nada. Foi uma identificação muito espontânea, a ponto de eu não considerar isso propriamente algo que eu fui buscar. Isso me pegou. É uma identificação espiritual. PUBLICIDADE SECOVI RIO / 2018 / nº 113 / 10

[close]

p. 13

ENTREVISTA • ANDRÉ TRIGUEIRO TRIGUEIRO Werayuth Tes/ Shutterstock.com Quais foram os cursos mais importantes para a sua carreira no jornalismo ambiental? Todos que se interessam por meio ambiente são eternamente autodidatas. Você vai fazer cursos que vão ajudar a clarear aspectos desse universo inesgotável. Eu tenho pós-graduação em Gestão Ambiental e curso de Jornalismo Científico pela UFRJ. Mas o que eu aprendi 18 anos atrás já está em certa medida defasado. E isso não acontece só na área ambiental. O mundo avança, a fila anda, e o conhecimento ambiental se sofistica e evolui na linha do tempo de uma forma impressionante. Portanto, os cursos são importantes, as leituras são fundamentais, os contatos com fontes sempre serão referenciais para o trabalho de qualquer jornalista, mas a gente nunca deixa de se informar sobre o que está acontecendo de novo. Que novas tecnologias? Que novos problemas? Que novos desafios estão colocados? O mundo avança, a fila anda, e o conhecimento ambiental se sofistica Você lançou recentemente o livro “Cidades e Soluções”, mesmo nome do programa que você dirige na GloboNews. Como foi para você esse processo? A ideia do livro surgiu quando o programa completou dez anos no ar e a minha esposa perguntou: “Você vai deixar passar em branco essa data? Você não vai fazer nenhum livro?” Eu respondi que não tinha tempo, e ela, além de proponente da ideia, foi minha parceira na concepção do projeto. Eu faço um agradecimento a ela na apresentação porque foi o elemento detonador. Mas o livro vai além do programa: compartilhamos algumas coisas que foram mostradas na TV, mas com as informações atualizadas e muito conteúdo novo. O tom documental é muito importante para a gente dar longevidade às experiências que conhecemos de perto. O “Cidades e Soluções” não perde tempo com projetos ou ideias. A gente quer mostrar aquilo que já transforma realidades, que já muda para melhor a qualidade de vida das pessoas. Queremos mostrar como uma pessoa consegue, a partir de uma atitude inovadora, promover alteração na rotina que merece visibilidade. PUBLICIDADE ANUNCIE NO BLOG CONDOMÍNIOS VERDES DO SECOVI RIO Condomínios Verdes O blog www.condominiosverdes.com.br 1olr-uঞѴ_-7b1-vķmoঠ1b-v;bm=oul-2ॗ;v vo0u;v†v|;m|-0bѴb7-7;ĺol12 mil acessos mensaisķo0Ѵo]7bˆ†Ѵ]-bmb1b-ঞˆ-v v†v|;m|࢙ˆ;bv;-bm7-ro7;-f†7-u-=ou|-Ѵ;1;u-l-u1-7ov-m†m1b-m|;vroul;bo7; banners ;publipostsĺ SECOVI RIO / 2018 / nº 113 / 11 TRIGUEIRO

[close]

p. 14

Mopic/Shutterstock.com TRIGUEIRO ENTREVISTA • ANDRÉ TRIGUEIRO De que forma o livro pode contribuir para a mudança de comportamento das pessoas? O livro abre caminho para a divulgação daquilo que dá certo, que inspira num momento de crise. O lançamento acontece num momento em que o Brasil e boa parte do mundo registram uma crise civilizatória. São muitas crises: econômica, política, ética, ambiental. E esse é o grande barato do livro. A gente está tentando apontar caminhos, sinalizar rumos e perspectivas. E a gente tem esse foco urbano porque há mais ou menos cinco anos o mundo se tornou, pela primeira vez na História, predominantemente urbano. O Brasil tem uma das maiores taxas de urbanização do planeta: 75% da população brasileira vive em cidades. As maiores causas da destruição do meio ambiente têm origem nos hábitos, nos comportamentos, nos estilos de vida e nos padrões de consumo de quem vive em cidade. E isso, do meu ponto de vista, o que significa? Virar o jogo, dobrar essa esquina civilizatória. Vencer o desafio que está colocado para a humanidade hoje passa por uma nova maneira de viver em cidade. Portanto, as soluções para o mundo impreterivelmente passam pelas soluções urbanas. Vencer o desafio que está colocado para a humanidade hoje passa por uma nova maneira de viver em cidade PUBLICIDADE SECOVI RIO / 2018 / nº 113 / 12

[close]

p. 15

ENTREVISTA • ANDRÉ TRIGUEIRO TRIGUEIRO TRIGUEIRO prasit2512/Shutterstock.com Você leciona para universitários da PUC-Rio e da UFRJ, mas você também fala para crianças? Não é a regra do meu trabalho, mas por vezes eu falo. Temos vídeos de dinâmicas que fazemos com jovens no YouTube. Eu acho importante abrir espaço para isso. As novas gerações já perceberam que não há muita opção: ou se corrige o rumo e se entende qual é a importância de ser um consumidor consciente, ou não tem jeito. Eu tenho visto muito jovem ativista em escolas públicas e particulares. Um exemplo disso é a quantidade de gente nova que está optando pelo vegetarianismo e pelo veganismo. É uma coisa impressionante. E isso é espontâneo! Os pais, por vezes, ficam até assustados. Essa consciência está no ar. A gente está impregnado da cultura da mudança. E não basta só mudar, tem que mudar rápido. Nisso a garotada surpreende a nós adultos pela identificação com o tema. Mundo Sustentável é um site que comporta todo o seu trabalho em diferentes mídias, como reportagens, podcasts, vídeos no YouTube, trechos de palestras e textos inéditos. Como surgiu a ideia de criar o portal? A ideia era ter um espaço na internet que pudesse ancorar os meus trabalhos nas diferentes mídias. Faço questão de o site não ter patrocínio para que eu possa me sentir livre na proposição dos assuntos e nas abordagens que faço, da forma que me convém, do jeito que eu queira, com absoluta independência e autonomia editorial. O site tem uma perspectiva de interação com as pessoas. Minha atividade jornalística está ancorada no Mundo Sustentável. Esse é o meu espaço na internet. As pessoas que queiram acessar informações a partir da minha perspectiva do que seja relevante vão encontrar, sem intermediários, no site. PUBLICIDADE Tel: (21) 3341-1118/ 98836-1958 / 97083-7137 E-mail: engepol91@yahoo.com.br Rua Jaboti, 174, Brás de Pina - RJ - CEP 21215-330 Driele Sousa de Lucena Ladislau Responsável Técnico Engenheira Civil - Crea: 2017122935 Restauração de Fachadas Lavagem de pas�lhas Impermeabilização de Lajes e Reservatórios Hidráulica e Barrilete Eletricidade Predial www.engepolreformas.com.br SECOVI RIO / 2018 / nº 113 / 13

[close]

Comments

no comments yet