Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

Construsul 75A PUBLICAÇÃO OFICIAL DA REGIÃO SUL ANO XII | SETEMBRO E OUTUBRO | 2018 ESPECIAL CONEXÕES EM EXPANSÃO Bases para sistemas de saneamento e escoamento DAS OBRAS, residenciais ou de infraestrutura, tubos e conexões integram um mercado que não foge da briga para driblar o cenário da economia no país, mantém otimismo e prevê CRESCIMENTO para este ano. ATUALIDADES A 21ª Construsul- Feira Internacional da Construção foi realizada de 1º a 4 de agosto, no Centro de Eventos da Fiergs, em Porto Alegre, RS, recebendo aproximadamente 40 mil visitantes qualificados, como lojistas, construtoras, incorporadoras, empreiteiras, arquitetos, engenheiros, entidades, órgãos do governo. TECNOLOGIA Revestimentos laminados e vinílicos estão no topo da lista quando a escolha do revestimento requer alta qualidade, facilidade de instalação e praticidade na manutenção. A variedade de estilos e tecnologia inspirada em outros materiais faz destes pisos opções requisitadas em projetos residenciais e comerciais.

[close]

p. 2



[close]

p. 3

Viva o Progresso. A escavadeira sobre esteiras Liebherr R 966 Mais robusta, mecanismo de translação reforçado Novos opcionais de conforto e segurança Com uma terceira bomba independente dedicada ao giro, a R 966 fornece máximo torque durante o giro e as duas bombas restantes ainda têm força máxima para as outras funções da escavadeira. www.liebherr.com.br info.lbr@liebherr.com www.facebook.com/LiebherrConstruction

[close]

p. 4

INOVAÇÃO - TECNOLOGIA - LANÇAMENTOS NOS ENCONTRAMOS EM 2019! APOIADORES CONSTRUSUL 2018

[close]

p. 5

Terça a sexta: 13h às 20h

[close]

p. 6

EDITORIAL Por Daniela Manfron Gerente de Comunicação e Marketing Sul Eventos ALAVANCA DE NEGÓCIOS Com público de aproximadamente 40 mil visitantes a Feira Construsul chegou a sua 21ª edição. O evento que voltou a ser realizado em Porto Alegre, RS, foi muito bem aceito por expositores e compradores. A ideia de abertura de um novo ciclo no mercado da construção civil ficou evidente no otimismo geral estampado na Feira que contou com inúmeros lançamentos e inovações. Os profissionais também tiveram uma ampla agenda de eventos paralelos como palestras, seminários e workshops. Promovida pela Sul Eventos Feiras Profissionais, a Construsul contou com grandes empresas do segmento, que após a Feira ainda efetivam negócios entre indústria e seus principais compradores como lojistas e construtoras. São 21 anos cumprindo a sua missão de reunir toda cadeia produtiva da construção, impulsionando a economia e agregando conhecimento. Nesta edição da Revista Construsul o leitor encontrará a cobertura mais completa e detalhada da 21ª Construsul. São mais de dez páginas mostrando as principais atrações e momentos do evento. A edição 75 também traz especial sobre mercado de tubos e conexões. Na expectativa pela retomada de investimentos públicos, infraestrutura e obras prediais, as indústrias do segmento acreditam que é possível inovar neste mercado. Diversificar portfólios, reforçar atributos como praticidade, menor custo e tempo de instalação, ações em ponto de venda e treinamentos são estratégias adotadas por algumas empresas. Na seção de tecnologia abordamos o segmento de pisos vinílicos e laminados. Revestimentos que estão no topo da lista quando a escolha do revestimento requer alta qualidade, facilidade de instalação e praticidade na manutenção. A variedade de estilos e tecnologia inspirada em outros materiais faz destes pisos opções requisitadas em projetos residenciais e comerciais. Aproveitem a leitura! 6 REVISTA CONSTRUSUL SETEMBRO/OUTUBRO 2018

[close]

p. 7

Seja assinante e receba a publicação oficial da Região Sul na sua casa ou escritório. *Promoção por tempo limitado. Possibilidade de alteração sem aviso prévio. *Publicação bimestral. Assinatura anual compreende no recebimento de um ciclo de seis edições a partir da próxima edição após confirmação de pagamento reAvciesstsaeconstrusul.com.br e seja um assinante Mais informações: assinaturarevista@suleventos.com.br

[close]

p. 8

ÍNÍDINCDIECE Foto: Guilherme Gargioni, Felipe Ribeiro e Marlon Erthal Foto: divulgação Docol Foto: Shuterstock Dados da Pesquisa Tracking mensal da Anamaco apontam crescimento de 5% no varejo de material de construção em agosto, na comparação com o mês de julho. O levantamento foi realizado em 530 lojistas entre os dias 24 e 29 de agosto. Na apuração por região, a Sudeste obteve o melhor desempenho no mês, com alta de 8%. Centro-Oeste e Sul tiveram alta de 7% cada. A Docol, com intuito de contribuir à limpeza de utensílios e alimentos, apresenta o DocolOzônio que garante uma vida mais saudável às famílias. O produto libera água ozonizada que possui ação higienizadora capaz de eliminar 99% das bactérias dos objetos, retirar 75% dos agrotóxicos das frutas e verduras e remover o odor indesejado deixado nas mãos por alguns alimentos. A 21ª Construsul foi realizada de 1º a 4 de agosto e registrou o otimismo de cerca de 300 expositores. Promovida pela Sul Eventos Feiras Profissionais, a Construsul tem a chancela institucional de cerca de 50 entidades representativas, regionais e nacionais e contou com um público de aproximadamente 40 mil visitantes qualificados, como lojistas e construtoras. Foto: divulgação Liebherr Foto: divulgação IFC/Cobrecom Foto: divulgação Eucafloor Revestimentos laminados e vinílicos estão no topo da lista quando a escolha do revestimento requer alta qualidade, facilidade de instalação e praticidade na manutenção. Requisitos como durabilidade, resistência, comodidade e beleza são sempre considerados na hora de decidir qual o adequado para todos os projetos. 8 REVISTA CONSTRUSUL SETEMBRO/OUTUBRO 2018 Fundada na década de 90, a IFC/Cobrecom, fabricante de fios e cabos elétricos no país é completamente nacional. Com unidades fabris em Itu, SP, e Três Lagos, MS, é especializada na produção de condutores elétricos de baixa tensão. Possui 35 mil m² de área construída nas duas unidades e 360 funcionários. Durante a 21ª Construsul, a divisão de guindastes de torre da Liebherr e a TBI Gruas assinaram uma carta de intenção para formalizar o acordo de representação comercial e serviços no Paraná, que já estão em andamento. Ambos concordam que as construtoras e clientes serão diretamente beneficiados com essa parceria.

[close]

p. 9

44 Tubos e conexões são bases para sistemas de saneamento e escoamento de qualquer obra. Na expectativa pela retomada de investimentos públicos, infraestrutura e obras prediais, as indústrias do segmento de tubos e conexões acreditam que é possível inovar neste mercado. Diversificar portfólios, reforçar atributos como praticidade, menor custo e tempo de instalação, ações em ponto de venda e treinamentos são estratégias adotadas por algumas empresas. Foto: Shutterstock Foto: Shutterstock O Sinduscon-RS divulgou no dia 3 de setembro, o Custo Unitário Básico por metro quadrado de construção do mês de agosto de 2018, com base na NBR 12.721/2006. Os materiais de construção que apresentaram as maiores reduções de preços são: areia lavada (-1,52%), brita nº 02 (-0,67%) e tubo de PVC-R rígido reforçado para esgoto Ø 150mm (-0,66%). O gerente executivo do Instituto de Metais Não Ferrosos (ICZ), Ricardo Suplicy Goes, apresenta alternativa para corrosão das armaduras embutidas no concreto. Segundo ele, ultimamente o Brasil tem registrado com mais frequênciao colapso de estruturas de concreto, sejam em edificações ou em obras de arte (pontes/viadutos). Foto: divulgação ICZ A REVISTA CONSTRUSUL É UMA PUBLICAÇÃO DA SUL EVENTOS Direção Wilson Richter Ricardo Richter Gerência de Comunicação e Marketing e Editora Responsável Daniela Manfron (Mtb/RS 8.889) assistente de jornalismo Aniele Cerutti Departamento ComerCial Regina Manfron Silveira Brasil Eventos PARA ANUNCIAR comercialrevista@suleventos.com.br Fechamento dessa edição 20/09/2018 correspondÊncIa Sul Eventos Rua Miguel Tostes, 823, Bairro Rio Branco, Porto Alegre, RS, CEP 90430-061 Fone: 55 51 3225.0011 www.suleventos.com.br As opiniões, entrevistas, artigos e colunas assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores. PROJETO GRÁFICO E diagramação Pubblicato Editora Ltda. andrea@pubblicato.com.br Fone: 55 51 3013.1330 Diagramação e produção: Vitor Mesquita e Andrea Costa Foto de Capa Shutterstock IMPRESSÃO Gráfica Odisséia participe da próxima edição Para participar da próxima edição da Revista Construsul com sugestões, dúvidas e críticas mande seu email para: jornalismo@suleventos.com.br REVISTA CONSTRUSUL SETEMBRO/OUTUBRO 2018 9 EXPEDIENTE

[close]

p. 10

MOVIMENTO 10 REVISTA CONSTRUSUL SETEMBRO/OUTUBRO 2018 Índice da Abramat aponta crescimento do setor em agosto A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), divulgou no dia 10 de setembro, a edição de seu índice de agosto. Como destaque da pesquisa, a sequência do crescimento no faturamento deflacionado do setor, com alta de 0,5% em relação a agosto de 2017 e 1,2% em relação a julho de 2018. O crescimento acumulado nos últimos 12 meses é de 1,9%, enquanto que no acumulado do ano até aqui, a alta é de 1,2%. Os materiais de base tiveram alta de 2,1% em relação ao mesmo mês em 2017 e 1,2% em relação a julho. Os materiais de acabamento, por outro lado, indicaram baixa de -1,6% em relação à agosto de 2018 e crescimento de 0,8% em relação ao mês anterior. O emprego na indústria de materiais de construção segue indicando uma reversão de tendência. O acumulado no ano agora é de -0,8%, melhor resultado desde janeiro. No mês anterior, o ano acumulava redução de -0,9% no número de vagas. Foi o terceiro mês consecutivo em que a redução de vagas na indústria de materiais de construção diminui. “Observamos um mês de estabilidade nos nossos indicadores, mantendo a tendência de retomada do crescimento. Nossa expectativa é de continuidade para essa recuperação do setor até o final do ano, em linha com a previsão de fecharmos 2018 com +1,5%, indicando uma inflexão após três anos de resultados negativos no faturamento”, comenta o presidente da Abramat, Rodrigo Navarro. Foto: Shuterstock

[close]

p. 11

movimento Vendas no varejo de material de construção crescem 5% O varejo de material de construção cresceu 5% no mês de agosto, na comparação com o mês de julho. Com relação ao mesmo mês do ano passado, o setor teve alta de 4%. Já no acumulado do ano, o setor apresenta alta de 5,5% sobre o mesmo período de 2017. Nos últimos 12 meses, há crescimento de 7,5%. Os dados são da Pesquisa Tracking mensal da Anamaco, que entrevistou 530 lojistas entre os dias 24 a 29 de agosto. Segundo o levantamento, as lojas de médio e grande portes tiveram variação positiva de 10% e 12%, respectivamente, no mês. Se o presidente da Anamaco, Cláudio Conz, os números indicam um movimento de retomada das obras e reformas, apesar de entre os pequenos estabelecimentos, o crescimento no período foi me- nor (cerca de 2%). “Mesmo com o aumento do frete, que afetou principalmente materiais básicos e revestimentos cerâmicos, e com a alta do dólar, que atingiu produtos derivados de cobre, o consumidor voltou a comprar materiais de construção a fim de aproveitar promoções. Essa incerteza com relação ao futuro acaba fazendo com que elas invistam agora”, explica. No levantamento por regiões, a Sudeste obteve o melhor desempenho no mês, com alta de 8%. Centro-Oeste e Sul tiveram alta de 7% cada, já Norte e Nordeste apresentaram crescimento de 6% e 4%, respectivamente. Entre as categorias avaliadas, revestimentos cerâmicos apresentaram crescimento de 6% no mês, enquanto tintas e telhas de fibrocimento cresceram 4% e 3% cada. O “BusTracking’’, que permite a inclusão de perguntas caronas no questionário, indicou que aumentou o otimismo do setor com relação às ações do Governo nos próximos 12 meses (de 24% para 32%). Entretanto, predomina a indiferença, retratando o período de expectativas pré-eleições. “De qualquer maneira, o maior otimismo dos lojistas, aliado à melhoria nas vendas, contribui para um aumento nas pretensões de investimentos nos próximos 12 meses (de 33% para 36%). Também subiu de 15% para 18% a intenção de contratar novos funcionários no próximo mês”, completa Conz. Realizada pelo Instituto de Pesquisas da Anamaco, a Pesquisa Tracking Anamaco tem o apoio da Anfacer, Abrafati e Instituto Crisotila Brasil. Foto: Shuterstock REVISTA CONSTRUSUL SETEMBRO/OUTUBRO 2018 11

[close]

p. 12

empresas e produtos Foto: divulgação Mexichem Brasil Eficiência operacional assegura importantes conquistas A Mexichem Brasil, subsidiária brasileira da Mexichem, alcançou no ano de 2017 importantes resultados em sustentabilidade e em gestão de pessoas. Os dados integram o Comunicação de Progresso (COP), registro divulgado recentemente que detalha anualmente as principais iniciativas realizadas pela empresa. O documento faz parte do compromisso firmado pela matriz da Mexichem no Pacto Global da ONU, do qual é signatária. Mesmo com um cenário político e econômico instável, a empresa conseguiu manter o volume de vendas planejado para o período. “Estamos concentrados em produtos que agregam valor. Vamos seguir o rumo das inovações e consolidar ainda a nossa excelência operacional, para estarmos preparados para o crescimento, que esperamos que ocorra, mesmo que timidamente, em 2018”, afirma o diretor geral da Mexichem Brasil, Henio de Nicola. Entre os novos produtos lançados com o objetivo de ampliar com qualidade e estratégia o portfólio, destacam-se o Amanco FlexTemp e o Amanco Super CPVC, esse último já sendo produzido na cidade de Joinville, SC. A empresa também investiu na marca Dura-Line, um negócio relevante para a Mexichem Brasil, com a montagem de uma linha de produção em Sumaré, SP, com o objetivo de ampliar a sua participação no setor de Telecomunicações. Foto: divulgação 12 BOSCH Parafusadeira Bosch GO menor e mais leve O segmento de ferramentas elétricas evolui cada dia mais. Os equipamentos são desenvolvidos visando proporcionam mais versatilidade, praticidade, autonomia e produtividade, além de mais durabilidade. Um dos destaques do portfólio de ferramentas a bateria da Bosch é a parafusadeira Bosch GO, a menor e mais leve do mercado. Com tecnologia e design inovadores, esta ferramenta versátil e democrá- tica tem o exclusivo sistema Pressione e Use que funciona de forma rápida e intuitiva. Assim, basta escolher a função parafusar ou desparafusar e pressioná-la contra o parafuso. Apresenta também a opção de modo neutro, permitindo usar a ferramenta como uma chave de fenda convencional. Outro diferencial da Bosch GO é o controle de torque com seis níveis diferentes, recur- so que amplia a eficiência e as possibilidades de utilização. O indicador de carga presente nesta ferramenta também é uma função única deste lançamento que ainda oferece potência e pode realizar até 300 parafusamentos por carga, conforme o tipo de aplicação. A ferramenta é bivolt e carregável via cabo Micro-USB, mais uma vantagem para os usuários que podem carregá-la pelo notebook ou no carro, por exemplo. REVISTA CONSTRUSUL SETEMBRO/OUTUBRO 2018

[close]

p. 13

empresas e produtos DOCOL Docolozônio elimina bactérias e retira agrotóxicos dos alimentos em 30 segundos Com intuito de contribuir à limpeza de utensílios e alimentos, o DocolOzônio garante uma vida mais saudável às famílias. O produto libera água ozonizada que possui a ação higienizadora capaz de eliminar 99% das bactérias dos objetos, retirar 75% dos agrotóxicos das frutas e verduras e remover o odor indesejado deixado nas mãos por alguns alimentos. Tudo em apenas 30 segundos. Com acionamento em alavanca para controle de regulagem e vazão da água comum na temperatura quente e fria, o monocomando é equipado com o exclusivo botão TechFlow® (on/off) para acionamento da água ozonizada. Basta um leve toque no botão para ativação do gerador de ozônio. O LED verde, que está acoplado no produto, indica que ele está em funcionamento. Para desligar o gerador de ozônio, pressione o botão novamente. Após 10 minutos de uso do monocomando com o ozônio ligado, o mesmo será automaticamente desligado por motivos de segurança. Caso o ozônio esteja ativado sem o fluxo de água estar ligado, este também desligará por motivos de segurança. Foto: divulgação Ecophon fornecedora sueca da Saint-Gobain chega ao Brasil A Ecophon, fornecedora sueca de soluções acústicas pertencente ao Grupo Saint-Gobain, realizou um evento para marcar a sua chegada oficial ao Brasil. A confraternização ocorreu na fábrica da Isover, empresa do grupo multinacional com foco em placas de isolamento térmico e acústico, e reuniu jornalistas e convidados. O desembarque da empresa ao Brasil marca um momento histórico tanto para a Ecophon quanto para o Grupo Saint-Gobain, uma vez que o país se junta a outros 14 a receberam uma unidade de negócios da companhia Sueca. Atualmente, a empresa possui delegações em outros 30 países, somando mais de 750 funcionários espalhados pelo mundo. “Estamos muito felizes em chegar a um mercado que cresce a cada dia. Sabemos que podemos contribuir, e muito, com o setor da construção civil ao trazer conhecimento e soluções que agregam conforto acústico para os consumidores finais em variados ambientes”, diz Julie Bagur, da Ecophon. As soluções acústicas são projetadas para oferecer “Um efeito de som nas pessoas”, que é a promessa da Ecophon para o mercado. De um ponto de vista acústico, um teto de parede a parede é sempre o melhor começo. O Ecophon GedinaTM é uma so- lução acústica comprovada com alta funcionalidade e desempenho acústico. Para maior flexibilidade no design, o Ecophon FocusTM é a escolha preferida: trata-se da família de sistemas mais abrangente da empresa, oferecendo excelente acústica e uma ampla gama de oportunidades de design por meio de diferentes bordas, cores, tamanhos, níveis e opções de instalação. Em alguns casos, não é possível instalar um teto de parede a parede. E, em outros, um teto de parede a parede pode não ser suficiente. Nestes casos, o Ecophon SoloTM é a escolha perfeita. REVISTA CONSTRUSUL SETEMBRO/OUTUBRO 2018 13

[close]

p. 14

empresas e produtos JAPI apresenta torneiras em ABS Para aliar design e redução de custo, a Japi lançou ao mercado uma linha de torneiras em ABS que atende aos mesmos padrões de qualidade aplicados às torneiras em metal. O lançamento faz parte da linha Eco por causa de seu diferencial, já que seu mecanismo de abertura tem volta de apenas ¼. Diferente das torneiras cuja abertura se dá com uma volta completa e possuem duração de até 40 mil ciclos, este sistema permite até 200 mil ciclos de abertura, pois o desgaste é menor. E economiza até 70% de água, já que a vazão com ¼ de volta é a suficiente exigida pelos órgãos regulamentadores (ABNT – NBR 1574). A linha é completa para cozinha e banheiro, de mesa ou de parede com produtos disponíveis nas cores branca, preta e cromada, além dos modelos para área de serviço nas mesmas cores. Foto: divulgação 14 STARRETt brasil Christian Arntsen assume a presidência da empresa O executivo Christian Arntsen é o novo presidente da Starrett no Brasil, fabricante de serras, ferramentas e instrumentos de medição, com fábricas nos Estados Unidos, Escócia, China e Brasil. Ele substitui Salvador Camargo Junior, que ocupou o cargo durante 12 anos. O projeto de transição teve início há cerca de dois anos, quando foi criado o cargo de vice-presidente para que Arntsen pudesse transitar entre os departamentos e começar, de forma efetiva, a sucessão. A posição não existia em nenhuma Starrett no mundo e foi suprimida da unidade do Brasil após a posse como presidente. Há 21 anos na empresa, o executivo ressalta que o seu primeiro objetivo é dar continuidade à história de sucesso que a Starrett construiu no país e para isso salienta que é preciso manter os seus quatro principais pilares: os acionistas, os clientes, os funcionários e a comunidade. “Pre- Foto: divulgação cisamos continuar a dar aos acionistas o retorno dos seus investimentos; aos clientes, produtos de qualidade, eficiência de entrega e preços competitivos; aos nossos funcionários, a promessa de perpetuarmos a nossa visão, que é a de gerar empregos e oportunidades para que as pessoas possam criar carreiras aqui dentro”, salienta Arntsen. Daqui para frente, Arntsen explica que pretende fazer algumas mudanças, principalmente no sentido de preparar a empresa para o futuro. “Essa é a necessidade de uma companhia tradicional como a Starrett, da velha economia, de se reinventar para um futuro de inovação, de tecnologia, mas também de muitas incertezas. Não podemos ter uma estrutura muito pesada, precisamos ser mais ágeis nas respostas”. REVISTA CONSTRUSUL SETEMBRO/OUTUBRO 2018

[close]

p. 15

empresas e produtos Lyx Engenharia MOBUsS CONSTRUÇÕES Auxilia na redução de não conformidades em auditorias A Lyx Engenharia, empresa do ramo de construção civil de Curitiba, Paraná, optou por implantar o Mobuss Construção, solução de mobilidade para as obras, desenvolvido pela Teclógica. “No momento de fechamento de contrato, iríamos entregar em menos de seis meses uma obra de 512 unidades e estávamos com bastante dificuldade com a verificação de serviço, recuperar registros, dados de empreiteira e avaliação de fornecedores. Foi aí que vimos a necessidade de implantar um sistema informatizado, que permitisse fácil e rápido acesso a todas as informações importantes para a diretoria”, explica a engenheira e coordenadora de qualidade da Lyx Engenharia, Thalita Ayres Nascimento. O processo de localização de informação resultou em melhoras significativas em relação à última auditoria externa realizada pela empresa. No comparativo das auditorias realizadas entre os anos de 2017 e 2018 houve redução substancial nos apontamentos de auditoria externa das certificações de qualidade ISO 9001 e PBQP-H, eventos que ocorreram respectivamente antes e depois da implantação do Mobuss Construção nas obras. LORENZETTI Paulo Galina assume a Gerência de Marketing da EMPRESA A Lorenzetti, empresa de duchas, chuveiros, torneiras elétricas e aquecedores de água a gás, anuncia Paulo Sérgio Galina como gerente de marketing. Há 30 anos na Lorenzetti, o executivo atuou nas áreas: comercial, financeira e de marketing da companhia. Antes, na supervisão de marketing, posição ocupada por mais de 10 anos, foi responsável pelas categorias de produto de maior market share da marca, além de iluminação e purificadores. Galina é formado em Administração de Empresas pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), com MBA em Economia e Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas. “É um orgulho assumir uma posição de extrema importância para os negócios da Lorenzetti”, declara. Foto: divulgação STANLEY cria um modelo de martelo para cada tipo de trabalho Considerado um instrumento simples de se manusear, o martelo é indispensável na utilização de atividades para a construção civil, nas indústrias, na carpintaria. A Stanley possui um leque de modelos como: martelos bola, marretas, martelo Pena Reto, martelo Antirretrocesso, martelo borracha e martelo unha. O martelo Antirretrocesso é construído em material não ferroso para aplicações que não possam ter faíscas ou quaisquer absorções de líquidos. A empunhadura tem um sistema especial de construção que evita o retrocesso (conhecido como “coice”) na operação. Já o martelo Borracha é próprio para trabalhos onde martelos tradicionais de metal poderiam danificar a superfície, como o Drywall. Utilizado para nivelar/fixar pisos, basaltos, granitos, pneus e outros objetos que não podem ser danificados. REVISTA CONSTRUSUL SETEMBRO/OUTUBRO 2018 15 Foto: divulgação

[close]

Comments

no comments yet