LIDERANÇA NO CRESCIMENTO

 

Embed or link this publication

Description

Avicultura registra 27% de elevação nos últimos 11 anos, segundo censo agropecuário

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

Sumário 20 Capa Censo Agropecuário detalha características do produtor avícola nacional em seu novo levantamento 28 Tecnologia Sistema Fiep inaugura aceleradora em Pato Branco para fomentar novas empresas do agronegócio 30 Sanidade Médicos veterinários realizam encontro para unificar discurso sobre produtos de origem animal Sindiavipar 04 Observatório 05 Agenda 06 Sindiavipar 10 Radar 12 Na mídia 14 Entrevista 16 Eventos 16 Avesui 17 Anutec 18 Encontro Técnico Avícola 20 Capa 28 Tecnologia 30 Sanidade 32 Associados 34 Nutrição 36 Notas e Registros 38 Receita 40 Estatísticas

[close]

p. 3

Diretoria Presidente: Domingos Martins Vice-presidente: Claudio de Oliveira Secretário: Olavio Lepper Tesoureiro: Roberto Pelle Suplentes: Paulo Cesar da Silva, Renato Braga Fortes, Valter Pitol, e Roberto Kaefer Conselheiros fiscais efetivos: Paulo Cesar Massaro Thibes Cordeiro, Dilvo Grolli e Ciliomar Tortola Suplentes: Rogerio Wagner Martini Gonçalves, Sérgio Rodrigo Ruiz Guimarães e Marcos Aparecido Batista Delegados representantes efetivos: Domingos Martins e Claudio de Oliveira Suplentes: Ciliomar Tortola e Paulo Cesar Massaro Thibes Cordeiro Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná Av. Cândido de Abreu, 140 - Salas 303/304 - Curitiba/PR - CEP: 80.530-901 Tel.: 41 3224-8737 | sindiavipar.com.br | sindiavipar@sindiavipar.com.br Fale conosco Se você tem alguma sugestão, crítica, dúvida ou deseja anunciar na Revista Sindiavipar, escreva para nós: revista@sindiavipar.com.br. Expediente Produção Centro de Comunicação centrodecomunicacao.com.br Jornalista responsável Guilherme Vieira (MTB-PR: 1794) Colaboração Bruna Falce, Bruna Robassa, Camila Castro, Daniele Vieira, Izabella Moreira, Jorge de Sousa, Suelen de Paula Design e diagramação Cleber Brito Comunicação e Marketing Mônica Fukuoka Impressão Optagraf Anuncie na Revista Sindiavipar Mônica Fukuoka Comunicação e Marketing marketing@sindiavipar.com.br (41) 3224-8737 Editorial O Instituto Brasileiro de Geografia e Esta­ tística (IBGE) divulgou, no mês de julho, os resul­ tados do Censo Agropecuário 2017. Durante cinco meses, os mais de 19 mil recenseadores visitaram 350 milhões de hectares destinados ao agronegócio em todo B­ rasil. A pesquisa mostrou que o plantel avícola cresceu 27% em comparação a 2006, ano da última avaliação. Outro dado importante é o do acesso à inter­ net pelos produtores rurais. Mais de 1,4 milhão de pessoas estão conectadas à rede mundial de compu­ tadores, um aumento de aproximadamente 1.790% aos 75 mil registrados no último Censo. Essa co­ nectividade é requisito base para o crescimento da tecnologia no campo, indispensável para a elevação da produtividade. Esta edição também contempla o Mapa da Avicultura Paranaense 2018, que irá detalhar toda a cadeia produtiva do estado referência mundial nesse setor. Dados de abate e exportação analisados regio­ nalmente e por cada indústria avícola do Paraná. Matérias sobre mercado, sanidade, tecnolo­ gia e uma entrevista sobre economia sustentável no agronegócio também estão em pauta nas próximas páginas. Um abraço e boa leitura! Foto: Hamilton Zambiancki As matérias desta publicação podem ser reproduzidas, desde que citadas as fontes. Domingos Martins Presidente do Sindiavipar Sindiavipar

[close]

p. 4

Observatório Celeiro mundial Entre os dias 24 e 27 de agosto, Curitiba rece­ beu o 6º Fórum de Agricultura da América do Sul, even­ to que reuniu 45 especialistas de 15 países para debater o futuro do agronegócio da América Latina, com temas como grãos, carnes, mercado, tecnologia e logística. O evento contou com mais de 600 participantes de 17 na­ cionalidades. A sétima edição do Fórum irá acontecer entre os dias 5 e 6 de setembro de 2019, também no Museu Oscar Niemeyer (MON) na capital paranaense. Novas parcerias O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, e o embaixador do Chile no Brasil, Fernando Schmidt Ariztía, se reuniram no mês de setembro em Brasília, para discutir maior integração comercial entre os países, principalmente no setor de proteína animal. Maggi garantiu que, no que depender dele, o acordo será executado o mais rápido possível. Diagnóstico avícola A Expedição Avicultura divulgou o balanço do seu roteiro 2018 em cerimônia na sede da Brado Logística, em Cambé (PR). O levantamento técnico­ jornalístico percorreu mais de 16 mil quilômetros em 42 cidades dos sete principais estados produtores de aves no Brasil: Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Goiás, Minas Gerais e pela primeira vez visitando a Região Nordeste em Pernambuco. O diag­ nóstico final da Expedição mostra que o Brasil precisa buscar novas oportunidades no mercado, diversificar seus produtos exportados e ampliar sua participação de negociação com seus parceiros comerciais, para conseguir manter o crescimento produtivo e de receita no setor. Um país que surge como opção para esse ob­ jetivo é o México, que com uma economia emergente tem crescido 32% em suas exportações no primeiro semestre de 2018 (68, 8 mil toneladas), em compa­ ração com o mesmo período do ano anterior (47 mil toneladas) segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Atualmente o Estados Unidos é o principal exportador dessa proteína ao mercado mexicano, embarcando 637 mil toneladas ao país em 2017, segundo o Departamento de Agricul­ tura dos Estados Unidos (USDA). 4 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 5

Dia do médico veterinário A Medicina Veterinária científica existe no Brasil desde 1910, quando surgiram as primeiras universidades no país. Mas foi em 1933 que o exercício da profissão foi regulamentado com a publicação do Decreto 23.133, que normatizou as condições e definiu os campos de atuação dos profissionais. Esse regimento representou um marco na evolução da profissão e sua data de publicação, 9 de setembro, foi escolhida para comemorar o Dia do Médico Veterinário Brasileiro. Profissionais Dos 124.253 inscritos e atuantes no Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), 62.527 são do sexo feminino. O estado de São Paulo contempla o maior número de profissionais do país, com um total de 33,6 mil médicos veterinários, seguido por Minas Gerais, com 13,8 mil, Rio Grande do Sul e Paraná, ambos com mais de 11 mil e pelo Rio de Janeiro, com 10,3 mil profissionais. Atualmente existem 340 cursos de graduação na área licencia­ dos pelo Ministério da Educação (MEC), sendo que 8.750 pessoas se for­ maram nessa especialidade somente em 2016. Show Rural Coopavel Data 04 a 08 de fevereiro de 2019 Local Cascavel– PR Realização Coopavel Telefone (45) 3225-6885 Site showrural.com.br IPPE Data 12 a 14 de Fevereiro de 2019 Local Atlanta (EUA) Realização US Poultry & Egg Association Telefone 770.493.9401 Site ippexpo.com Simpósio Brasil Sul de Avicultura Data 10 a 12 de abril de 2019 Local Chapecó (SC) Realização Nucleovet Telefone 49 3329.1640 Site nucleovet.com.br Sindiavipar sindiavipar.com.br 5

[close]

p. 6

Associe-se! Porque juntos somos mais fortes! Criação No dia 01 de agosto, Icaro Fiechter representou o Sindiavipar na reunião de criação do Fórum das Entida­ des de Classe da Medicina Veterinária do Estado do Paraná (Feclamev). O Fórum atuará como instância consultiva, opinativa e de caráter permanente de posições do setor, além de agrupar as entidades de classe, facilitando a comu­ nicação e posicionamentos internos e com a sociedade. Leia mais na página 30. Feiras O Sindiavipar participou no mês de agosto de duas das maiores feiras do setor de proteína animal do país. Entre os dias 31 de julho e 02 de agosto, Domingos Martins, Valdecir Bertoncello e Mônica Fukuoka estiveram na Avesui em Medianeira (PR), já entre 07 e 09 de agosto, Mônica Fukuoka, Andreia Orneles e Icaro Fiechter marca­ ram presença com um estande na Anutec Brasil em Curitiba (PR). Foram entregues aos participantes materiais de divulgação sobre a avicultura paranaense. Ação judicial O Sindiavipar entrou com ação na Justiça contra o IPEM/INMETRO, devido à cobrança ilegítima da taxa de Serviços Metrológicos sobre a fiscalização das balanças destinadas às atividades ditas internas, sob a alegação de que os institutos não podem fazer a verificação desses equipamentos. O escritório Araúz & Advogados Asso­ ciados será o representante jurídico nessa ação. Mais informações: sindiavipar.com.br | (41) 3224-8737 6 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 7



[close]

p. 8

Informe publicitário Começa a contagem regressiva para o maior evento da avicultura e da suinocultura do Brasil Falta 01 ano para o Salão In­ ternacional de Avicultura e Suinocultura (SIAVS), maior evento dos setores no Brasil, pro­ gramado entre 27 e 29 de agosto de 2019, no Anhembi Parque, em São Paulo (SP). Iniciativa da Associação Bra­ sileira de Proteína Animal (ABPA), o SIAVS já conta com mais de 90% de sua área comercial do evento vendi­ da. O espaço de feira foi expandido em 30% na comparação com a edi­ ção 2017. Entre as empresas que já reservaram espaço no evento estão agroindústrias produtoras e exporta­ doras, casas genéticas, empresas de equipamentos, laboratórios, nutrição, certificadoras, logística e outros elos do setor. A organização do evento planeja, ainda, uma programação qualitativa, com a participação de palestrantes do Brasil e de vários ou­ tros países. O SIAVS conta, ainda, com uma série de atrações paralelas gratuitas. No ano passado, mais de 15 mil visitantes de 51 países participa­ ram do SIAVS. Em torno de 1,7 mil congressistas participaram de uma das maiores programações de pales­ tras do agronegócio brasileiro, com mais de 100 palestrantes e painelistas. O Projeto Produtor, iniciati­ va exclusiva do SIAVS voltada para os avicultores e suinocultores, atraí­ ram 1,4 mil produtores ao Anhembi Parque. Cerca de 150 empresas ex­ puseram seus produtos e soluções na maior feira da avicultura e da suinocultura do Brasil. Ao todo, 31 agroindústrias exportadoras de aves, ovos e de suínos participaram do evento, participando de encontros com importadores, compradores do mercado interno e fornecedores. Saiba mais pelo site www. siavs.com.br. 8 sindiavipar.com.br Sindiavipar Em 2017, mais de 15 mil visitantes de 51 países participaram do SIAVS

[close]

p. 9



[close]

p. 10

Radar A medicina veterinária me permitiu contribuir para o desenvolvimento das pessoas, da saúde pública, da saúde humana, no conceito de saúde única e principalmente na própria realização profissional Inácio Kroetz, diretor-presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) A área de tecnologia e inspeção de alimentos é uma área muito profissionalizada e muito requerida, que tem crescido, sendo um encontro de necessidade do mercado com a atual formação veterinária César Pasquallin, presidente do Sindicato dos Médicos Veterinários do Paraná (Sindivet-PR) Hoje existe uma crescente valorização da proteção animal. E a medicina veterinária vem se alterando para trabalhar cada vez de forma mais intensa pela proteção do bem-estar dos animais, para que possa oferecer uma melhor qualidade de vida Carla Forte Maiolino Molento, vice-coordenadora do curso de Medicina Veterinária, na Universidade Federal do Paraná (UFPR) 10 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 11

Este ano, especialmente, a medicina veterinária brasileira comemora os 50 anos da lei que regulamenta o exercício da profissão. No ano passado nós comemoramos 100 anos de formatura dos primeiros médicos veterinários brasileiros. Hoje somos 130 mil médicos veterinários no país, 16 mil, somente no Paraná Rodrigo Távora Mira, presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Paraná (CRMV - PR)

[close]

p. 12

Na mídia Estrutura forte Manutenção da referência em produção nacional é alcançada com trabalho dos avicultores e investimentos em sanidade Os meses de julho e agosto marcaram o início da recupe­ ração da avicultura nacional. Com o final da greve dos caminhonei­ ros, a produção voltou à normalidade, assim como as exportações do setor. Essa rápida retomada só foi possível com uma cadeia produtiva interligada, que se inicia com o trabalho eficiente do avicultor e conta com o respaldo dos médicos veterinários na manuten­ ção da sanidade avícola paranaense. Com esse foco, o Sindiavipar investiu cerca de R$ 300 mil em equi­ pamentos para detecção de Influenza Aviária ao Centro de Diagnósticos Mar­ cos Enrietti, administrado pela Agên­ cia de Defesa Agropecuária do Paraná (­Adapar), sendo possível maior agilidade na checagem, quantificação e monitora­ mento em tempo real, além da amplia­ ção da capacidade de diagnóstico do laboratório. Ao longo dos dois meses, 141 notícias foram divulgadas. A repercussão somou retorno de mídia espontânea de R$ 809.384,38, com inserções em revis­ tas, jornais impressos e portais de notí­ cias na internet. Julho Em julho, a entrega dos equi­ pamentos para detecção de Influenza Aviária pelo Sindiavipar foi destaque na im­ prensa. A melhoria na estrutura sanitária do Paraná foi noticiada em veículos como Gazeta do Povo, Fo­ lha de Londrina, Jor­ nal do Oeste, Gazeta de Toledo e Jornal de Beltrão. Agosto Em agosto, a recuperação na produção e exportação avícola foi destaque na imprensa. Em julho, o setor embarcou 463,1 mil toneladas, recorde mensal histórico, segundo números da Associação Brasileira de Proteína Animal. No mês, o sindicato Retorno de mídia - Julho 1Jo7r,n6a%l R5e2v,1is%ta 3O0n,l3in%e foi destaque na Folha de L­ondrina, além dos portais online como o ­Diário dos Campos, Gazeta de T­oledo, ­Avicultura Industrial, ­Jornal do Oeste e Gazeta do Povo. Retorno de mídia - Agosto R0e,v7is%ta J4o4rn%al 5O5n,l3in%e 12 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 13



[close]

p. 14

Entrevista Acrpeosiocimaoento Crédito permite auxílio ao avicultor em investimentos necessários para a produção Ter crédito próprio para re­ alizar investimentos em tecnologia, ­infraestrutura e profissional não é a realidade do agronegócio brasileiro. Por isso, o Banco Regional de De­ senvolvimento do Extremo Sul (BRDE) oferece esse auxílio fi­ nanceiro aos avicultores, por entender a importância do setor para o país, não só pela geração de empregos e receitas, mas tam­ bém pela sustentabilidade da ati­ vidade, que gera excelente receita por hectare se comparada com a produção de grãos e possui baixo potencial poluidor. Sobre o tema, a Gerente de Operações Adjun­ ta Produtores Rurais e Convê­ nios, Carmen Truite, falou com a ­Revista ­Sindiavipar. Qual a importância do oferecimento de crédito ao avicultor? Os investimentos necessá­ rios para a produção de aves têm ficado cada vez mais altos nos úl­ timos anos, em função do nível tecnológico dos aviários, que pos­ sibilita obter o melhor resultado dos insumos utilizados - genética, ra­ ção e manejo. Como a maioria dos produtores rurais que estão nesta atividade são produtores de menor porte, é somente por meio do fi­ nanciamento que os mesmos conse­ guem se manter/entrar na atividade. Quais as linhas de créditos ofertadas pelo BRDE ao segmento no estado? O BRDE financia os pro­ dutores rurais com os programas INOVAGRO (para quem já está na atividade há pelo menos um ano) e o MODERAGRO (para quem vai entrar na atividade). Os juros são fixos de 6% ao ano e 7% ao ano respectivamente, com carência de até três anos e prazo total do finan­ ciamento de até 10 anos, incluindo a carência. Para as pessoas jurídicas de toda a cadeia avícola, seja em­ presa ou cooperativa, dispomos de linhas de financiamento para inves­ timentos e capital de giro associado. Como você avalia a importância da economia sustentável dentro do agronegócio? O produtor rural, seja do porte que for, é a base do agrone­ gócio e os produtores rurais bra­ sileiros são obcecados por crescer e consumir tecnologia, e rein­ vestem constantemente. A prova disto é o crescimento das produ­ tividades e do setor nas últimas décadas. Entretanto os recursos naturais são limitados e finitos, portanto sem uma cultura, sem atitudes e sem decisões sustentá­ veis econômica, ambiental e so­ cialmente falando não há futuro para o agronegócio. Buscando estar preparado para esta realida­ de o BRDE possui o Programa do Consumo Sustentável (PCS), que visa identificar os projetos que já contemplam a sustentabilida­ de e para estes busca as melho­ res condições de financiamento. Outro exemplo é na área de aba­ te, em que o banco tem apoiado investimentos que visem o abate humanizado, aliando a tecnologia ao bem estar animal, e também a automatização das plantas de forma a oferecer condições à in­ dústria de produzir carnes com menor risco de contaminação. 14 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 15

Carmen Truite Gerente de Operações Adjunta Produtores Rurais e Convênios Engenharia Agrônoma formada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) Foi produtora rural no município da Lapa, atuando no segmento de fruticultura Vai e volta Mercado Deve ser diversificado, visando a blindagem na oscilação de in­ sumos e embargos sanitários. Sanidade Fator crucial e relevante, que deve receber a atenção plena de todos os segmentos envolvidos. Avicultura Máquina de produção de ali­ mentos e riquezas. Envolve ci­ clo curto de produção e rápido desenvolvimento genético, per­ mitindo que o setor produza todo seu potencial. Insumos É uma constante dependência, que pressiona e favorece as em­ presas que apresentam melhor planejamento. O produtor rural é a base do agronegócio e os produtores rurais brasileiros são obcecados por crescer e consumir tecnologia Sindiavipar sindiavipar.com.br 15

[close]

Comments

no comments yet