Revista A Vóz Paróquia - Outubro-2018

 

Embed or link this publication

Description

Noticias da Paróquia Nossa Senhora do Bom Sucesso de Guaratuba-Pr.

Popular Pages


p. 1

Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53 Ano Nacional do Laicato OUTUBRO - Nossa Senhora Aparecida Programa Voz da Paróquia FM 87,9 de segunda a sexta feira das 17:30 as 18:00 hs

[close]

p. 2

E ditorial Outubro Mês Missionário Olá queridos paroquianos e fiéis devotos! Estamos iniciando o mê s de Outubro, o qual é muito importante para todos nó s cristã os, cidadã os (a). Logo mais, exatamente no dia sete (7), teremos que fazer valer nossa cidadania para escolher os nossos representantes para governar o paıś , e nossos estados. Que possamos votar com consciê ncia, em pessoas que poderã o engrandecer nossa naçã o. També m, celebraremos, grandes Santos da Igreja. Como Santa Terezinha do Menino Jesus, Padroeira das Santas Missõ es. Sã o Francisco de Assis, reformador da Igreja, homem da natureza, dos pequenos e pobres. Festejaremos també m a Padroeira do Brasil, Nossa Senhora da Conceiçã o Aparecida- A Senhora das á guas, que ela interceda saciando nossa sede de amor a seu Filho Jesus, Fonte da á gua que jorra para vida eterna. Nã o podemos deixar de lado, Santa Teresa Avila, doutora da Igreja, Sã o Joã o da Cruz, Santo Antonio Galvã o, o Santo Brasileiro, canonizado pelo Papa Francisco. E falando em Papa... celebraremos dois santos papas - Sã o Joã o XXIII e Sã o Joã o Paulo II. Em meio a esses grandes Santos, teremos Sã o Geraldo Magela. Grande Santo Redentorista, que tem seu santuá rio, em Curvelo, Minas Gerais. Padroeiro das Parturientes. Sã o Lucas, o Evangelista, que foi médico e escreveu o Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas. E os Apó stolos Sã o Simeã o e Judas Tadeu. Também, nã o podemos esquecer o Dia das Crianças. Nossa alegria e futuro de um mundo melhor, nossos educadores, professores(a), homens e mulheres que acreditam na educaçã o, como ú nico caminho para o desenvolvimento de uma naçã o. Pensando em desenvolvimento, pensamos em saú de. Em Outubro Rosa, a luta contra o câ ncer de Mama, prevençã o e atençã o para a vida saudável, de nossas mã es, mulheres, avó s... Pe. Roque CSsR. Missionário Redentorista Índice 03 Mês de Outubro 04 Pastoral da Pessoa Idosa 05 Santa Terezinha do Menino Jesus 06 São Francisco de Assis 07 São Benedito 08 Nossa Senhora do Rosário 08 Dia do Nascituro 09 Outubro Rosa 11 Datas e Eventos Paroquiais de Outubro 11 Nossa Senhora Aparecida 12 Pascom - Pastoral da Comunicação 13 Nossa Senhora Aparecida e o Brasil 14 Dia do Professor 14 3 Remédios caseiros para sinusite 15 São Geraldo Majela 16 Santo Inácio de Antioquia 16 O velho e a jabuticabeira 17 Dia do Médico 18 Santo Antônio Maria Claret 18 Remédios caseiros para Pressão alta 19 Pastoral do Dízimo 19 Frei Galvão 20 Pastoral da Criança 21 Dia Nacional do Livro 22 Dom Edmar Peron, uma trajetória de amor a Deus! Ano IV - Nº 53 - Outubro 2018 02 Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53

[close]

p. 3

Mês de Outubro OUTUBRO é o mês do santo Rosá rio e das Missõ es. Santo Rosá rio porque a Europa cristã se viu livre da ameaça muçulmana que queria destruir o cristianismo, no ano 1571; mas foram vencidos pelas forças cristã s na Batalha de Lepanto, no mar da Grécia. O Papa Sã o Pio V pediu aos exércitos cristã os que levassem a “arma do Rosá rio”. Como a grande e milagrosa vitó ria se deu no dia 7 de outubro, o Papa instituiu neste dia a Festa de Nossa Senhora do Santo Rosá rio. O mês das missõ es é uma devoçã o para estimular ainda mais a missã o evangelizadora que Cristo confiou à Igreja. Mandou que seus discı́pulos fossem pelo mundo todo, pregando o Evangelho e batizando a todos. Desejamos um maravilhoso outubro com esperanças renovadas ao nosso Brasil. Nossa Senhora do Rosá rio rogai por nó s! Silvana Baitala (site Canção Nova) Aconteceu... Ganhadores do Bingã o, na Festa de Nossa Senhora dos Navegantes na Barra do Saı.́ 1 prêmio: 3.000 reais ganhadores Francisco Aluger: Coroados Patrıć ia Alves Santa: Xaxim 2 prêmio: 1.000 Dá cio José Dias Correa: coroados 3 prêmio: 500 reais Maria Augustinho: Mirim 4 prêmio: 500 reais Fá tima Ap Miaduski de Oliveira: coroados 5 prêmio: 500 reais Rose: Barra do Saı ́ Rosemary U Pimentel: Curitiba 03Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53

[close]

p. 4

Pastoral da Pessoa Idosa Dia 1º de Outubro - Dia Mundial da Pessoa Idosa Pastoral da PessoaIdosa CNBB “Dai ao nosso coração sabedoria” (SL 90) Dia 01 de Outubro, comemoramos o Dia Mundial da Pessoa idosa, cuidar de nossos idosos e respeitar o nosso pró prio futuro, pois um dia seremos idosos també m. Esta data foi estabelecida em 1991 pela Comissã o da Educaçã o do Senado Federal e nos ajuda a refletir e respeitar a situaçã o do idoso no paıś , seus direitos e dificuldades. A populaçã o, no mundo, esta ficando cada vez mais velha, pois segundo a Organizaçã o Mundial da Saú de (OMS), por volta de 2025, pela primeira vez na histó ria, haverá mais idosos do que crianças no planeta. Esta data foi criada para sensibilizar nossa sociedade sobre o envelhecimento e a necessidade de proteger e cuidar da populaçã o mais idosa. A mensagem do Dia Internacional da Pessoa Idosa é passar mais carinho aos idosos, muitas vezes esquecidos pela sociedade e pela famıĺ ia. “Estou envelhecendo e quero envelhecer, porém, não quero envelhecer sem sorrisos, achando a vida simplesmente uma coisa normal. Não quero envelhecer achando que tenho razão em tudo, que posso tudo, e que sou melhor que tudo. Não quero envelhecer amargurando cada dia. Não quero envelhecer primeiro por dentro, destruindo meus sentimentos mais puros. Quero amar, valorizar, sorrir, me conhecer, observar, dar gargalhadas, simplesmente viver”. (Cidinha Araújo) Parabéns a todos os nossos queridos idosos de nossa amada Guaratuba! São os votos sinceros da Pastoral da Pessoa Idosa - (Líder, Capacitadora e Coordenadora Paroquial, Maria Muraro) Aconteceu... A PPI participou das Novena da Paró quia Nossa Senhora dos Navegantes 0148 Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53

[close]

p. 5

Santa Terezinha do Menino Jesus Dia 01 de Outubro Teresa de Lisieux, O.C.D., nascida MarieFrançoise-Thé rè se Martin, conhecida como Santa Teresinha do Menino Jesus e que era a do fim do século XIX e que fluıá da religiosidade de sua época". A pró pria Teresa disse, em seu leito de morte: "Eu amo apenas simplicidade. da Santa Face, foi uma freira carmelita descalça Tenho horror a pretensã o". Ela também se mani- francesa conhecida como um dos mais influentes festou contra o estilo de escrita de algumas vidas modelos de santidade para cató licos e religiosos de santos publicadas na época, "Nã o devemos em geral por seu "jeito prá tico e simples de d izer coisas improváveis ou coisas sobre as quais abordar a vida espiritual". Juntamente com Sã o n ada sabemos. Devemos enxergar suas vidas reais Francisco de Assis, é uma das santas mais popula- e nã o imaginá rias". res da histó ria da Igreja. O papa Pio X chamou-a de A profundidade de sua espiritualidade, que "a maior entre os santos modernos". ela qualificou como "toda de confiança e amor", Teresa recebeu cedo seu chamado para a inspirou muitos crentes. Confrontada com sua vida religiosa e, depois de superar inú meros obs- pró pria pequeneza e irrelevâ ncia, confiava em tá culos, conseguiu, em 1888, com apenas quinze Deus para ser sua santidade. Queria ir para o céu anos, tornar-se freira para juntar-se à s suas duas de uma forma completamente diferente: "Quero irmã s mais velhas na comunidade carmelita encontrar um elevador que me eleve até Jesus" e o enclausurada em Lisieux, na Normandia. Depois elevador, escreveu Teresa, eram os braços de Jesus de nove anos, tendo ocupado funçõ es como sacris- retirando-a de toda a sua pequeneza. tã e assistente da mestra das noviças, Teresa pas- A Basilica de Lisieux é o segundo sou seus ú ltimos dezoito meses numa "noite de fé" mais popular destino de peregrina- e morreu de tuberculose com apenas vinte e qua- çã o na França depois do Santuá rio tro anos de idade. de Lourdes. Além de sua popular autobiografia, Teresa deixou també m cartas, poemas, peças religiosas e oraçõ es. Suas ú ltimas conversas foram também Origem: Wikipédia, preservadas por suas irmã s. Pinturas e fotografias a enciclopédia livre. - a maioria de autoria de sua irmã Céline - ajuda- Ministro da ram a aumentar ainda mais a popularidade de Eucaristia Teresa por todo o mundo. Sergio Justichechen De acordo com um de seus bió grafos, Guy Gaucher, depois de morrer "Teresa foi vıt́ ima de um excesso de devoçã o sentimental que acabou por traı-́ la. Foi vıt́ ima também de sua linguagem, Programa Voz da Paróquia Radio Alternativa FM 87,9 Segunda a sexta das 17:30 as 18:00hs Missas das 10:00hs de domingo da Igreja Matriz transmitida pela Radio Alternativa FM 87,9 e também pelo site da paróquia. Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53 05

[close]

p. 6

São Francisco de Assis Dia 04 de Outubro “Reze a Oração de São Francisco de Assis e conheça sua história” Sã o Francisco nasceu na cidade que leva seu nome, Assis, na Itá lia, em 05 de julho de 1182, filho de um pró spero imigrante francês. basear em sua humildade e simplicidade, alé m do amor a todos os seres. Interrogaram o papa porque escolheu o nome de Francisco e ele respondeu:” Foi Assim como seu pai, ingressou na carreira de por causa dos pobres que pensei em Francisco”. comerciante de tecidos e era bem quisto pelos ami- (Papa Francisco) gos por ser um amante das festas e ser muito aven- tureiro. Oração Mas tudo isso mudou quando teve uma revela- Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz çã o em um sonho durante uma viagem. Sã o O nde houver ó dio, que eu leve o amor Francisco de Assis regressou imediatamente a Onde houver ofensa, que eu leve o perdão Assis e abriu mão de todas as suas posses para se Onde houver discó rdia, que eu leve a união dedicar a pobreza e a caridade. Foi fundador da Onde houver dú vida, que eu leve a fé. ordem franciscana, cuja a pregação itinerante e a Onde houver erro, que eu leve a verdade crença de seguir o evangelho à risca, revolucionou o Onde houver desespero, que eu leve a esperança catolicismo daquela época, por viver em um perıó - Onde houver tristeza, que eu leve alegria do de muitas guerras e doenças, num perıó do pré- Onde houver trevas, que eu leve a luz! renascentista, a sua dedicação aos pobres e sua Oh, mestre! Fazei que eu procure mais visão das criaturas como irmãos demonstravam Consolar que ser consolado sua bondade e sua atitude. Compreender que ser compreendido Suas realizaçõ es em vida foram tão impactan- Amar que ser amado tes, que foi canonizado pouco tempo depois de sua Pois é dando que se recebe morte, pouco mais de um ano. O cardeal argenti- E perdoando que se é perdoado no Jorge Mario Bergoglio escolheu o nome de E e ́ morrendo que se vive Franscisco ao se tornar Papa, justamente para se Para a vida eterna! Aconteceu... Investidura dos novos Ministros da Eucaristia na Paró quia Nossa Senhora do Bom Sucesso, celebraçã o padre Roque Sutil. 06 Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53

[close]

p. 7

São Benedito Dia 05 de Outubro A festa litú rgica no 05 de Outubro celebra o padroeiro dos negros, dos cozinheiros e dos africanos. Beatificado em 1734 pelo Cumprindo seu voto de obediência, depois de 17 anos entre os eremitas, foi designado para ser cozinheiro no Convento dos Capuchinhos. Sua Papa Bento XIV e em 24 de maio de 1807 foi cano- piedade, sabedoria e santidade levaram seus nizado pelo Papa Pio VII. irmã os de comunidade a elegê-lo Superior do Benedito ou també m conhecido como M o steiro, apesar de analfabeto e leigo, pois nã o Benedito o Mouro, Benedito o Negro, havia sido ordenado sacerdote. Seus Benedito o Africano, Benedito de irmã os o consideravam iluminado pelo Palermo, agora Sã o Benedito. Nascido Espıŕ ito Santo, pois fazia muitas profe- em famıĺ ia pobre descendente de afri- cias. Ao terminar o tempo determinado canos escravizados na Etió pia e alguns como Superior, reassumiu com muita relatos dizem que foi escravo captura- humildade e alegria suas atividades na do no norte da Africa, pratica comum cozinha do convento. Sã o Benedito naquela é poca, o fato de ser chamado morreu aos 65 anos, no dia 4 de abril de Mouro é devido a sua descendência 1589, em Palermo, na Itá lia ele faz Negra a cor da pele parda. parte das chamada devoçõ es negras, Aos 18 anos de idade consagrar- pois entre os sé culos XVI a XVIII, milha- se ao serviço de Deus, e, aos 21, um res de africanos foram tirados de suas monge dos irmã os eremitas de Sã o casas e terras em condiçã o de escravos. Francisco de Assis chamou-o para viver entre eles. E nos dias atuais vemos algo semelhante na Benedito aceitou. Fez votos de pobreza, obediên- vida dele com a nossa, o serviço do laicato, que a cia e castidade, coerentemente, caminhava des- exemplo de Sã o Benedito ouçamos o chamado calço pelas ruas e dormia no chã o sem cobertas. suave do Espı́rito Santo para servir ao reino, Era muito procurado pelo povo, que desejava sendo sal da terra e luz do mundo. Sã o Benedito ouvir seus conselhos e pedir-lhe oraçõ es. rogai por nó s. João Fábio - Pascom Investidura dos novos Ministros da Eucaristia na Paró quia Nossa Senhora do Bom Sucesso. Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53 07

[close]

p. 8

Nossa Senhora do Rosário Dia 07 de Outubro A tradição do Rosário é antiga, sua origem remonta aos monges anacoretas que utilizavam pedrinhas para contar as oraçõ es vocais realizadas. Nos conventos medievais os irmã os leigos eram dispensados da recitaçã o do Saltério (as oraçõ es que utilizavam as pedras para contagem) por nã o dominarem o latim, recitando entã o PaiNossos. Entã o Sã o Beda, o Venerável no Século VII colocou vá rios grã os em um barbante para que fosse feita as marcaçõ es de quantas oraçõ es haviam sido feitas. Porém a histó ria da devoçã o a Nossa Senhora do Rosá rio tem seu inıć io quando Maria aparece para Sã o Domingos, e lhe indicaria o Rosá rio como uma potente arma para a conversã o dos fiéis dizendo a ele as seguintes palavras: “Quero que saiba que, a principal peça de combate, tem sido sempre o Saltério Angélico (Rosá rio) que é a pedra fundamental do Novo Testamento. Assim quero que alcances estas almas endurecidas e as conquiste para Deus, com a oraçã o do meu Saltério”. Sã o Domingos se colocou prontamente a cumprir o pedido de Maria recebendo autorizaçã o para contar essa linda devoçã o, espalhando pelo mundo o pedido de Nossa Senhora do Rosá rio. Porém a histó ria de Nossa Senhora do Rosá rio é uma das tradiçõ es que mais perdura até hoje, pois mesmo depois de tanto tempo a prá tica do Rosá rio e do Terço é extremamente recomendada por todos os Papas que passaram pela Igreja. Por isso ao conhecermos a histó ria de Nossa Senhora do Rosá rio podemos entender o quã o poderosa é esta prá tica e quantos benefıć ios ela pode trazer a todos nó s. Por que Rosário? O Rosá rio é chamado assim pois a cada Ave maria que rezamos é como estivé ssemos entregando uma rosa a Nossa Senhora, e ao completarmos as oraçõ es entregamos a ela um lindo buquê de 200 rosas. Iliara Kloster Bassil www.nossasagradafamilia.com.br Dia do Nascituro A vida, delicada e frágil como é, precisa de muita atençã o e cuidados. Quando um bebê ainda nã o nasceu, ele é considerado um nascituro (palavra que vem do latim nascituru, que significa “aquele que há de nascer”). O Dia do Nascituro existe para que a vida dos bebê s desejados por suas famıĺ ias seja cuidada e preservada, assim também a vida das mamã es. Por conta disso, é muito normal que, as que nã o têm dinheiro para pagar tratamento particular, acabem sendo prejudicadas, nã o recebendo o tratamento e acompanhamento mé dico adequado ao qual tê m direitos. Isso acarreta muitas coisas e uma delas é ter a saú de do bebê prejudicada. O dia do nascituro é celebrado principalmente por instituiçõ es religiosas cató licas, que sã o contra a prá tica do aborto em qualquer instâ ncia. A Igreja, inclusive, realiza semanas de palestras e discussõ es acerca do tema quase todos os anos, sendo uma data fixa no calendá rio da CNBB. E comemorado no dia 8 de outubro. Campanhas que preservem a saú de do bebê que é desejado pela famıĺ ia e estimulem a melhora da saú de pú blica e do acompanhamento pré-natal. A luta pela vida nã o acaba quando a criança nasce. E muito importante ter em mente que, tã o importante quanto lutar pela vida do bebê na barriga da mã e que o deseja, é lutar para que as crianças, apó s nascidas, tenham seus direitos garantidos. Garantir a saú de da mã e durante a gestaçã o também é de extrema importâ ncia, uma vez que a saú de dela acaba sendo a saú de do bebê por nove meses. Uma gravidez tranquila e digna é direito de toda a mulher, assim como a licença maternidade que vem depois do parto, para que ela possa cuidar de seu filho em seus primeiros meses de vida. Patrícia BFitness (Ballet/Pilates/Dança) www.calendariobr.com.br 08 Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53

[close]

p. 9

Outubro Rosa O “Outubro Rosa” é uma grande açã o de conscientizaçã o mundial promovida por diversas entidades no mês de outubro com o objetivo de chamar a atençã o sobre a importâ ncia da prevençã o e do diagnó stico precoce do câ ncer de mama e dos riscos que a doença pode trazer. O câ ncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo, e o mais comum entre as mulheres, respondendo por 25,2% dos casos novos a cada ano. Se diagnosticado e tratado oportunamente, o prognó stico é bom. No Brasil, as taxas de mortalidade por câ ncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em está gios avançados. O Secretá rio Municipal de Saú de de Guaratuba, Dr. Alex Elias Antun, comentou a importâ ncia das açõ es do Outubro Rosa“ Queremos mobilizar e sensibilizar a populaçã o para a prevençã o do câ ncer de mama. Com o apoio do Prefeito Roberto Justus, das Secretarias Municipais do Bem Estar e da Educaçã o, do Rotary Club, do Womans Club, do Outubro Rosa em Guaratuba Isepe e das Farmá cias Nissei serã o realizadas diversas açõ es de saú de, beleza e bem estar no mê s de outubro. Queremos agradecer aos comerciantes que estã o doando as camisetas. Confira a programaçã o, chame suas familiares, vizinhas e amigas e venha cuidar da sua saú de conosco” Programação Mês de Outubro - Iluminaçã o do Morro do Cristo com a cor Rosa 08 a 10 de outubro - Rodas de Conversas nas Unidades de Saú de sobre a Lei Maria da Penha – apoio do Nú cleo de Prá ticas Jurıd́ icas do Isepe 16 de outubro - das 13h30 as 17hs – Açã o de Saú de, Beleza e Bem Estar na Paró quia da Igreja Matriz - Atividades: avaliaçã o antropométrica e orientaçã o nutricional, agendamento de mamografia, serviços e orientaçõ es do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), testes rá pidos, orientaçõ es para auto exame das mamas, maquiagem a manicure, posto de coleta para doaçã o de lenços e corte da cabelo para a confecçã o de perucas 27 de outubro - Grande caminhada saindo à s 09 horas da praça com destino a Praia Central com aulã o de Zumba na chegada A coordenadora da Atençã o Bá sica do Municıṕ io, Simone Montoro, agradece todas as parcerias e chama a atençã o para a Açã o de Saú de do dia 16. “Além das açõ es de orientaçã o, como a importâ ncia do auto exame das mamas e do preventivo de câ ncer de colo de ú tero, este ano estamos incentivando a doaçã o de lenços e de cabelo para a confecçã o de perucas para as pacientes em tratamento. O diagnó stico do câ ncer traz consigo muitas mudanças emocionais e fıś icas e estar com a auto-estima elevada é um diferencial no enfrentamento da doença. Doar é um ato de amor, faça sua parte!”. Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 48 09

[close]

p. 10

Missas com Bênção do Santíssimo 1ª Quarta-feira do Mês: Nossa Senhora do Perpé tuo Socorro 1ª Quinta-feira do Mês: Bênçã o da Saú de - Traga remé dios, receitas, roupas (Matriz) 2ª Quinta-feira do Mês: Bênçã o das Chaves da Casa, dos Carros, das Motos, da Bicicletas (Matriz) 3ª Quinta-feira do Mês: Bênçã o dos Alimentos - Traga alimentos para serem abençoados, e um quilo de alimento para partilhar com os pobres (Matriz) 4ª Quinta-feira do Mês: Bênçã o dos Trabalhadores e dos Desempregados (Matriz) 5ª Quinta-feira do Mês: Bênçã o dos Artigos Religiosos, Aguas (Matriz) HORÁRIO DAS MISSAS/NOVENAS HORÁRIO DE MISSAS Matriz N. Sra. Bom Sucesso/Centro 19h30 - Quarta, Quinta e Sexta 10h00 e 19h30 - Domingo N. Sra. Perpétuo Socorro/Brejatuba 19h30 - Quarta 08h00 - Domingo N. Sra. Navegantes/ Barra do Saí 18h00 - Quarta (Novena) 19h30 - Sábado N. Sra. Aparecida/Caieiras 19h30 - Quarta (Novena) 19h30 - Sábado Santo Antônio/Coroados 19h30 Quarta 08h00 - Domingo São Luis Gonzaga/Nereidas 19H30 - Quarta (Novena) 10h00 - Domingo N. Sra. Aparecida/Banaze 08h30 - 2° e 4° Domingo São Joaquim/Cubatão 10h00 - 2° e 4° Domingo N. Sra. Fátima/Riozinho 09h00 - 1° e 3° Domingo BATIZADOS NAS COMUNIDADES N. Sra. Navegantes 1° Sábado às 19h30 Santo Antônio 1° Domingo às 08h00 São Luis Gonzaga 2° Domingo às 10h00 N. Sra. Perpétuo Socorro 3° Dom. às 08h00 N. Sra. Aparecida 3° Sábado às 19h30 N. Sra. Bom Sucesso 4° Domingo às 10h00 HORÁRIOS DE ATENDIMENTOS E ASSESSORIAS DAS COMUNIDADES E PASTORAIS DOS MISSIONÁRIOS REDENTORISTAS EM GUARATUBA COMUNIDADE PASTORAIS, GRUPOS DIAS DE PLANTÃO Pe. Roque Sutil Gabriel, C.Ss.R. - Matriz N. Sra. Bom Sucesso (Centro) - Santo Antonio (Coroados) - São Joaquim (Cubatão) - Catequese; Liturgia e - quarta e sábado Canto; - Juventude; Coroinhas - P. Humanizante Pe. Pedro Hélio de Oliveira C.Ss.R - N. Sra. Aparecida (Caieiras) - N. Sra. navegantes (Barra do Saí) - P.P.I.; Criança; Dízimo; R.C.C.; - Leigos - segunda e sexta Pe. Donald R. Roth C.Ss.R. - N. Sra. Perpétuo Socorro (Brejatuba) - São Luiz Gonzaga (Nereidas) - N. Sra. Aparecida (banaze) - Ministros; Batismo; Familiar - Social - terça e quinta Comunhão, Participação e Missão São Luís de Franca Padroeiro de Guaratuba Obs.: Última segunda-feira do mês, não há atendimento, encontro dos padres. 10 Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53

[close]

p. 11

Datas e Eventos Paroquiais de Outubro HORA SANTA COM JESUS Local: Matriz Nossa Sra. do Bom Sucesso Data: 05/10 Horário: 18:30h. Toda primeira sexta feira de cada mê s. Participe conosco! SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS HORA SANTA Local: Comunidade Perpétuo Socorro Brejatuba Data: 05/10 Toda primeira sexta feira do mê s As 15h junto com o Terço da Misericó rdia. INFORMAÇÕES NA SECRETARIA PAROQUIAL Visite o site da Paróquia ww.paroquiaguaratuba.com.br Nossa Senhora Aparecida Tradicional Festa em Louvor a Nossa Senhora Aparecida em Caieiras Nossa mãe, Maria, é fonte inesgotável de amor que se coloca a serviço de todos que anseiam por ajuda. E a mã e que se entrega à famıĺ ia, na dor e nas provaçõ es. Confiar nela é acreditar em Jesus. Pois, nã o existe Jesus sem Maria e nem Maria sem Jesus! Ela é muito mais que a mera personagem que deu a luz e acompanhou a vida de Jesus, ela foi a primeira a acreditar que ele era o redentor, nosso salvador! Observar seus passos é acreditar no verbo encarnado! Sendo assim, é nessa alegria e devoçã o que a Capela Nossa Senhora Aparecida, comunidade de Caieiras, estará em festa neste mês de outubro para homenagear nossa padroeira “Nossa Senhora Aparecida”, comemorando 301 anos de apariçã o e 33 anos de festividades na comunidade. Será este um momento especial de fé , espiritualidade e confraternizaçã o. Este é sem dú vida uma época muito especial, uma vez que praticamente toda comunidade de Caieiras, pescadores e pessoas carismá ticas se envolvem voluntariamente para o sucesso da festa. Algumas atraçõ es já tradicionais aguardam o pú blico como a 15ª Procissã o Marıt́ ima em louvor a Padroeira do Brasil, II Festival da Cançã o organizado por artistas do municıṕ io, o famoso “Jantar dançante de Frutos do Mar” doados pelos pró prios pescadores da comunidade e a deliciosa “Costela Fogo de Chã o” em sua 5ª ediçã o. As novenas especiais em “açã o de graças” como forma de agradecimento a Deus pelas bê nçã os em seu lar ocorrerã o diariamente de 03 a 11 à s 19:30 e as festividades de 11 a 14 de outubro. Desde já agradecemos vossa atençã o e colaboraçã o, e que pela intercessã o de Nossa Senhora Aparecida, as bênçã os de Deus cheguem a vossos lares! Vá rias outras atraçõ es que estã o sendo pensadas com muito carinho, aguardam o pú blico! Confira a programaçã o! Vem ser feliz em Caieiras! Jeziel Malaquias – Coordenador do Conselho da Capela Nossa Senhora Aparecida Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53 11

[close]

p. 12

Pascom - Pastoral da Comunicação São João XXIII e São João Paulo II Dia 11 de Outubro No mê s de outubro comemoramos as K arol Woityla. Em outubro de 1942 entrou no datas de dois santos que foram Papas: Seminá rio de Cracó via, clandestinamente devido Sã o Joã o XXIII, no dia 11 e Sã o Joã o Paulo a invasã o comunista no seu paıś e, em 1º de II no dia 22. novembro de 1946 foi ordenado sacerdote. Na Sã o Joã o Paulo XXIII nasceu em 25 de novem- tarde de 16 de outubro de 1978, depois de oito bro de 1881 em Sotto il Monte, na Itá lia. Foi eleito escrutıń ios, foi eleito Papa. Papa em 1958 quando já tinha 77 anos e se papa- Foi o primeiro Papa nã o-italiano e o segundo do durou apenas 5 anos pois mais jovem pois tinha só 58 anos morreu em 3 de junho de 1963. quando foi eleito. Teve um dos Por ser muito bondoso, simpá ti- mais longos papados pois durou co e jovial, é chamado de Papa quase 26 anos. Possuidor de da Bondade. Durante a Segunda uma grande sabedoria (conhe- Guerra Mundial, foi responsá vel cia 14 idiomas), era muito caris- por salvar a vida de muitos jude- má tico. Conhecido como o Papa us e estabeleceu relaçõ es amigá- Peregrino, visitou 129 paıś es de veis com muçulmanos e cuidar todas as regiõ es do mundo, de prisioneiros. inclusive o Brasil, onde esteve 4 Convocou o Concıĺ io Vaticano II com o objeti- vezes, sendo a primeira em 1980. vo de renovaçã o da Igreja e de se reformular a Teve uma grande influência diplomá tica em forma de explicar a doutrina cató lica ao mundo diversas situaçõ es mundiais, especialmente em inteiro. O seu cadáver está exposto na Basıĺ ica de soluçã o de conflitos, sendo um dos responsáveis Sã o Pedro, desde 2001, dentro de um caixã o de pela queda do Muro de Berlim. bronze e vidro e apresenta um surpreendente Foi o inspirador da Jornada Mundial da estado de conservaçã o. Juventude e, devido à sua simplicidade e simpatia, Sã o Joã o Paulo II nasceu em Wadowice, na é um dos Santos mais venerados da era moderna. Polonia, no dia 18 de maio de 1920 com o nome de Morreu em 2 de abril de 2005. Aconteceu... Comemoraçã o do aniversá rio do Ministro de Eucaristia, Sergio Justichenchen. 12 Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53

[close]

p. 13

Nossa Senhora Aparecida e o Brasil Certamente você já ouviu falar da histó ria de Nossa Senhora Aparecida e sabe que essa devoçã o mariana surgiu da descoberta de sua imagem nas á guas do Rio Paraıb́ a do Sul, nos arredores de Guaratinguetá – regiã o que se tornou o atual municıṕ io de Aparecida. Mas essa histó ria de 300 anos é cheia de detalhes: Dom Pedro I visitou Aparecida duas semanas antes de proclamar a independência Na viagem por Sã o Paulo durante a qual proclamou a independência do Brasil, o entã o prıń cipe regente Pedro I passou por Aparecida e visitou a imagem em seu santuá rio – isso aconteceu em 22 de agosto de 1822. Dom Pedro prometeu a Nossa Senhora Aparecida consagrar o Brasil a ela caso a sua situaçã o polıt́ ica complicada se resolvesse. Seu filho e sucessor, dom Pedro II, també m esteve no santuá rio, em 1843 e 1865. Aparecida já recebeu presentes de quatro Papas A rosa de ouro é uma honraria conferida pelo papa que data pelo menos do sé culo XI e consiste justamente em uma escultura de uma roseira feita em ouro puro. Comumente ofertada a membros da realeza – como a Princesa Isabel, que ganhou uma de Leã o XIII quando assinou a lei á urea –, a entrega da rosa de ouro tem sido reservada desde o Concıĺ io Vaticano II a santuá rios marianos. Aparecida já ganhou três: uma de Paulo VI, em 1967, outra de Bento XVI, em 2007, e uma de Francisco, em 2017. As rosas podem ser vistas no museu que fica na torre da basıĺ ica. Além disso, os mosaicos Dia 12 de Outubro que adornam a Capela do Santıś simo, na basıĺ ica, foram um presente de Joã o Paulo II, em 1980. Aparecida é a Generalíssima do Exército Brasileiro Na mesma ocasiã o em que a rosa de ouro ofertada por Paulo VI foi entregue ao santuá rio, em 1967, o presidente Artur da Costa e Silva outorgou a Nossa Senhora Aparecida um tıt́ ulo ú nico: Generalıś sima do Exército Brasileiro – a patente mais alta do exército de nosso paıś . Mensagem do papa Francisco ao brasileiros “O Brasil hoje necessita de homens e mulheres que - cheios de esperança e firmes na fé - deem testemunho de que o amor manifestado na solidariedade e na partilha é mais forte e luminoso que as trevas do egoísmo e da corrupção". Silvana Baitala Retirado do site- semprefamilia.com.br Dia 12 de Outubro Dia das Crianças "Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino dos céus pertence aos que são seme- lhantes a elas". Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53 13

[close]

p. 14

Dia do Professor Dia 15 de Outubro Hoje, algumas notıć ias sobre o relacionamento de alunos com professores nã o sã o muito promissoras. Aos alunos que olham seus professores com desdé m, aqui vai a letra de um rep especial para eles: Como uma varinha de condã o Que as fadas usam para realizar desejos O professor tem em seu ensejo Realizar uma grande transformaçã o. Já se sabe que o tempo mudou A "responsa" com o planeta grita E esta nova geraçã o é Y que agita Mas sem educaçã o, só com informaçã o Como vai ficar isso entã o? Nã o acredito que a geraçã o da Internet Das redes sociais, da tecnologia inteligente Vai ficar neste chove nã o molha que emburrece E esquecer do olho no olho, coraçã o para coraçã o Aquilo que é respeito, que é amor, é gente. Gente, tenha com seu professor uma relaçã o horizontal. Nã o de baixo para cima como era antigamente Onde aluno sé ouvia e repetia incessantemente Estamos numa era digital e informatizada O principal e que tudo mudou gurizada Imagine um clic geral, uma crise energé tica, um apagã o em potencial Uma guerra, destruiçã o, um tsunami de á gua, lama Cadê as má quinas, os smartphones, os celulares? Pois tudo depende de energia substancial Nã o esqueçam que nossas fontes de energia Sã o os rios, os ventos e energia nuclear Mas com tantas mudanças, tanta fissura E o jogo de poder é tanto que tudo pode entrar em crise Daı,́ cadê o seu jogo de cintura Quero ver agora, digita aı ́ no celular. A mensagem é : aproveita o que o seu professor diz Se liga, acorda, foca no seu potencial Pois disso tudo vai depender o seu futuro A sua realizaçã o profissional. Nã o seja um burrã o aposte na educaçã o. (BIS). Margarida Miranda Corrêa 3 Remédios caseiros para sinusite Um excelente remé dio caseiro para sinusite é fazer a limpeza do nariz e seios nasais com uma mistura de á gua morna e sal, pois ajuda a eliminar o excesso de secreçõ es e reduz a inflamaçã o, aliviando os sintomas como dor e pressã o no rosto. Porém, caso nã o se consiga fazer a limpeza do nariz, existem outros tratamentos naturais, como a nebulizaçã o com eucalipto, o suco de espinafre ou o chá de camomila, que podem substituir ou completar esse tratamento devido à s suas propriedades que ajudam a eliminar o excesso de catarro e a diminuir a irritaçã o do sistema respirató rio. Um remédio caseiro para sinusite alérgica pode ser o suco de espinafre e hortelã , pois tem propriedades anti-inflamató rias e descongestionantes que ajudam a eliminar as secreçõ es, aliviando os sintomas da sinusite. Ingredientes · 20 g de espinafre · 15 g de hortelã · 1 copo de á gua de coco · 1 colher (de sopa) de mel de eucalipto 14 Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53

[close]

p. 15

São Geraldo Majela Sã o Gerardo Majela nasceu na cidade de Muro Lucano, sul da Itá lia, em 23 de abril de 1726. Era filho de Benedetta. Seu pai era alfaiate. Este faleceu quando Geraldo estava com apenas 14 anos. Por causa disso, sua famıĺ ia começou a passar por dificuldades extremas, caindo na pobreza. Para ajudar a famıĺ ia, ele começou a trabalhar numa alfaiataria. Porém, nã o era bem tratado pelo seu patrã o. Depois de quatro anos trabalhando nessa situaçã o, foi trabalhar para o bispo de Lacedô nia e lá ficou durante três anos, até a morte do bispo. Em 1745, aos 19 anos, voltou para Muro e montou sua pró pria alfaiataria. O negó cio prosperou, mas o que ele ganhava era dado para os pobres. Guardava o que era necessá rio para sua mã e e suas irmã s e dava o resto aos pobres ou encomendando missas em sufrá gio das almas do purgató rio. Desde muito jovem, ele se esforçou para entrar na Ordem dos Capuchinhos. Porém, nã o foi aceito devido sua fraca saú de. Foi aceito, porém, na Congregaçã o do Santı́ssimo Redentor, os Redentoristas. Lá , foi sacristã o, alfaiate, jardineiro, enfermeiro e porteiro. Em 1754 Sã o Geraldo foi falsamente acusado de ter engravidado uma mulher que se chamava Né ria Caggiano. Geraldo, porém, fez apenas uma oraçã o e Néria se arrependeu. Entã o, ela se retratou e inocentou Geraldo. Foi por isso que o povo começou a associar de Sã o Geraldo Majela à proteçã o das mulheres grávidas. "Amar a Deus; estar unido a Deus; fazer as coisas por amor a Deus; amar aos irmã os por amor a Deus; sofrer por Deus. Minha obrigaçã o é Dia 16 de Outubro fazer a vontade de Deus". Sã o Geraldo escreveu essas palavras, resumindo o seu desejo de servir a Deus e aos irmã os, a pedido do seu diretor espiritual. Sã o Geraldo Majela vivia em uma pequena cela do convento, com muita humildade. Seu ú ltimo desejo foi que escrevessem uma frase na porta de sua cela, que dizia: "Aqui o desejo de Deus é feito como Deus quer, quando e enquanto quiser". Ele morreu em Caposele, na Itá lia, no dia 16 de outubro de 1755, vıt́ ima de uma tuberculose. Rapidamente seu tú mulo se tornou local de peregrinaçã o e vá rios milagres sã o creditados à sua intercessã o. Em 29 de janeiro de 1893, ele foi beatificado pelo Papa Leã o XIII. Foi canonizado no dia 11 de dezembro do ano 1904, atravé s do Papa Pio X. Sua festa é comemorada no dia 16 de outubro. Sã o Geraldo Majela é o padroeiro dos alfaiates, das pessoas acusadas falsamente, das grá vidas, das crianças, das maternidades, das mã es, das boas confissõ es, dos Irmã os leigos, da cidade italiana Muro Lucano, dos porteiros, do parto, dos nascituros e do movimento Pró -vida. Acesso nosso site: redentoristas.org Siga e curta Conectados com o Redentor no Instagram @conectados.cssr e fique por dentro de todas as informaçõ es e espiritualidade de nossa provıń cia! CHAMADO VOCACIONAL REDENTORISTA Jovem, Jesus te chama! Seja um Missionário Redentorista, sendo padre ou irmão! “Jesus disse: ‘Não tenhas medo! De agora em diante serás pescador de homens!’”(Lc 5,10). Escreva para Secretariado Vocacional, falando com o padre Mello ou padre Celso Cruz: pvcampogrande@gmail.com Revista Voz da Paróquia | Comunhão, Participação e Missão |Ano IV | Outubro 2018 | Nº 53 1505

[close]

Comments

no comments yet