Jornal Notícias da Região - Edição 482

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Notícias da Região - Edição 482

Popular Pages


p. 1

(11) 5669-2455 www.noticiasdaregiao.com.br /noticiasdaregiaosul Ano XVIII - Edição 482 - São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 Mais um mutirão de paternidade bem sucedido em Santo Amaro Um ano após o último mutirão, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) promoveu em Santo Amaro, no dia 25 de agosto, nas dependências do Campus II da Universidade de Santo Amaro (Unisa), nova edição do mutirão da “Paternidade Responsável”. Estima-se que mais de mil pessoas, entre pais e responsáveis, compareceram ao evento. Seu objetivo é o de possibilitar o reconhecimento da paternidade a crianças e jovens da região Sul que não têm o nome do pai no registro de nascimento. Este ano foram identificados 10.037 filhos nessa situação, a partir de pesquisa em escolas da região. O TJ-SP, então, enviou cartas aos responsáveis convidando -os para o mutirão. Em 2017 foram identificadas mais de 15 mil crianças e jovens sem o nome do pai no documento. “A criança sofre na escola entre os amigos e, às vezes, também entre os irmãos, quando um tem o nome do genitor e o outro não. Há também as consequências legais, como o direito a alimento, visita e herança”, explica a juíza Maria Silvia Gomes Sterman, da Vara da Infância e Juventude do Foro Regional de Santo Amaro, sobre as consequências para o filho que não tem no registro o nome do pai. Página 3 Clube de vantagens, conta digital e cartão de crédito para todos Página 5 Lançada licitação para projeto da Ponte Graúna Gaivotas Página 6

[close]

p. 2

2 São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br Há que se perseverar Torna-se cada vez mais difícil o ingresso de jovens no mercado de trabalho. Se antes era o trabalhador com mais de 30 anos de idade o marginalizado pelo mercado, ultimamente também aquele que está tentando iniciar sua vida laboral não está encontrando espaços e, pior, está enfrentando restrições incompreensíveis, do tipo, “é preciso experiência anterior”. Se por um lado o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) veio a proteger essa parcela da população do trabalho infantil forçado e, por vezes, escravo, em benefício de uma vida escolar e de desenvolvimento completo, livre e saudável, por outro criou uma legião de jovens nas ruas, sem uma ocupação útil e proveitosa e com um aproveitamento escolar duvidoso. Um programa como o ECA que tem o objetivo de amparar, proteger e propiciar o crescimento saudável, em muitos casos parece ser um obstáculo e, com isso, crianças, adolescentes e jovens acabam se enveredando pelos caminhos da criminalidade e do vício, se desapegando do crescimento pessoal e profissional. Diante deste quadro, surgiram iniciativas de cunho social que logo começaram a apresentar bons resultados, abrindo portas e novos horizontes para meninos, meninas, rapazes e moças. Aqui, no extremo da zona Sul paulistana, tivemos e temos dois bons exemplos de iniciativas nesse sentido: a extinta Escola Básica de Mecânica de Interlagos – EBMI – e o Instituto Nossa Senhora de Fátima, ainda na ativa. Ambos surgiram com o objetivo de formar e capacitar jovens e adolescentes (a EBMI também recebia adultos, em menor número) com cursos técnicos e profissionalizantes, no contra turno escolar. Até encerrar suas atividades, há bem pouco tempo atrás, a EBMI havia formado mais de três mil alunos e alunas em mecânica automotiva, durante os seus 20 anos de existência. Em sua grande maioria, eram jovens vindos de bairros periféricos e pobres, e pessoas de poucos recursos financeiros. Eles aprenderam mecânica na EBMI, instalada dentro do Autódromo de Interlagos, com bons professores, com uma retaguarda proporcionada por grandes empresas e concessionárias e saíam de lá com certificados reconhecidos, além da possibilidade oferecida pelos parceiros da escola, de uma vaga para o aluno (a) trabalhar. Mesmo trabalho e sucesso vem tendo o Instituto Nossa Senhora de Fátima, criado e dirigido pelo frei Xavier Fornasiero, que em 47 anos de existência, já formou mais de 30 mil alunos também provenientes, na maior parte, da mesma camada social daqueles da EBMI, em seus cursos técnicos e profissionalizantes. Só que a realidade dessas iniciativas vem se alterando nos últimos anos. Questões administrativas e políticas levaram ao fechamento da EBMI, dirigida e defendida fervorosamente pelo professor Elibama de Castro. Já a “Escola do Frei”, como alguns chamam o instituto, vem sofrendo com a falta de parceiros e apoiadores para o seu trabalho. Por outro lado, não há como negar que esta falta de apoio decorre também – talvez, principalmente – da crise econômica que atinge a todos, inclusive aqueles que sempre ajudaram a dar certo iniciativas como a da EBMI e do instituto. Mas, para o bem das crianças e jovens desta cidade e do país, vale a pena perseverar em iniciativas assim, apesar de todas as dificuldades e nãos que surjam pelo caminho. E feliz e abençoado seja o lugar onde ainda haja pessoas como o frei Xavier e o professor Elibama. A importância da Formação Continuada O Colégio Almeida Santos, situado na rua Bartolomeu dos Santos, 219, bairro Chácara Santana, região de M’Boi Mirim, comemora 21 anos de história e investe na Formação Continuada da equipe. Com o slogan “escola & família, união perfeita!”, o colégio vem desenvolvendo um trabalho de valorização do aluno como ser livre pensante e capaz de construir seu próprio conhecimento. O professor, como mediador, faz a ponte auxiliando e incentivando o aluno na busca constante do saber. Estamos na era da tecnologia e manter- se atualizado não é uma tarefa fácil, pois não conseguimos alcançar a velocidade e volume das informações. Hoje, nossos alunos já nascem com fonte de informações tecnológicas. Seguindo esta tendência, ou melhor, realidade, não podemos deixar de investir na Formação Continuada da nossa equipe. Hoje, além do conhecimento cognitivo, os educadores devem estar atentos ao conhecimento sócio emocional que vem afetando cada vez mais um grande número de pessoas, desde a infância. Sendo assim, em 31 de julho, realizamos o “9º CAS MEETING”, encontro no qual, além de comemorar 21 anos de existência, tivemos a oportunidade de integrar o grupo, renovar as energias e refletir sobre a importância do professor na formação do ser humano: “Somos a referência”. Este encontro foi o pontapé inicial para atender a BNCC – Base Nacional Comum Curricular (http://basenacionalcomum. mec.gov.br/), um conjunto de conhecimentos que todos os alunos deverão aprender desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, explorando as competências que todos eles deverão alcançar no término da escolarização. Não adianta mudar a base, se faz necessário repensar a formação do professor, que é a fonte de tudo! Márcia Conceição dos Santos Pedagoga, fundadora, diretora e mantenedora do Colégio Almeida Santos Sonho de um menino – II Olhando daquela esquina de recordações em Santo Amaro, tínhamos o Grupo Escolar “Paulo Eiró” de um lado e do outro o bar e sorveteria do Milton. E víamos bem ao fundo da rua capitão Thiago Luz a torre da nossa velha Igreja Matriz de Santo Amaro (hoje, Catedral), trazendo antigas recordações das Festas do Divino com as barracas de argolas, da pescaria, do tiro ao alvo com espingardas de pressão com rolhas de cortiça como projéteis e tantas outras atrações. Havia também a barraca onde eram feitos os leilões com as prendas mais variadas possíveis, como leitõezinhos e frangos assados, também alguns animais vivos e outras tantas prendas que eram ofertadas pelo povo santamarense. A farra era o porco ensebado que era solto no meio da multidão e quem conseguisse pegá-lo, levava-o como prêmio. Outra brincadeira interessante era subir no Pau de Sebo que era montado em frente à Igreja Matriz. Quem conseguisse subir, apanhava os prêmios que ficavam pendurados no alto do pau. As missas solenes ainda eram ministradas em latim, os casamentos eram realizados aos sábados, a missa das crianças celebrada às 8h30 dos domingos e as procissões que saiam da igreja tinham como trajeto a avenida Adolfo Pinheiro, virando à esquerda na rua Anchieta e entrando à esquerda na rua Campos Sales, depois dobrando à esquerda na rua capitão Thiago Luz, até chegar novamente à Igreja Matriz. De repente me vi brincando na rua Paulo Eiró – antiga rua da Palha – no tempo da minha avó. Esta rua fica paralela à rua Direita e nela ficavam as casas ou pequenas mansões dos santamarenses ligados ao comércio e da sociedade da época, como Salomão Karlik, José Abrantes, Victório e Américo Angélico, dr. Pascoal Peline (médico) e tantos outros figurões de então. No meu sonho me vi descendo a rua do Mercado (rua tenente coronel Carlos da Silva Araújo) saboreando um picolé da sorveteria do sr. Milton, em busca da casa do sr. Rafael (bedel do Grupo Escolar “Paulo Eiró”), a casa do sr. Barroso, pai do Rui e da Eunice Barroso, da vidraçaria do pai do Laerte, do empório de secos & molhados dos Helfenstein, do empório do sr. Cenerino Branco de Araújo, famoso romeiro-mor da romaria de Santo Amaro à Pirapora do Bom Jesus, da ferraria do sr. Mirandola, do sr. Salvador, meu professor de violino, do empório de secos & molhados do sr. Emídio Branco de Araújo e da dona Terezinha, pais da Elza (que casou com meu amigo Toni Siani) e do dr. Emídio Branco de Araújo Filho (cardiologista) e tantas outras pessoas que nesta rua residiam ou tinham o seu comércio. Também fui em busca do velho Mercado de Santo Amaro, onde meu pai Alfredo Bruno foi administrador e eu vivia por lá, perturbando-o. Mas, de repente, volto à realidade dos dias de hoje e vejo que tudo acabou e nada mais existe, a não ser as boas e doces lembranças da infância que ficarão para sempre na memória. Bem, por ora é só! José Carlos Bruno (Presidente do Cetrasa – Centro das Tradições de Santo Amaro) Cozido com seis “trouxinhas”, de pai para filho OAB sobre o Laguinho Apontando a matéria publicada pelo “Notícias” em sua última edição (nº 481, de 27/07 a 30/08/18), sob o título “É crítica a situação do octogenário Parque do Laguinho”, em que mostra a situação de abandono em que se encontra o tradicional parque situado na região de Interlagos, inclusive com o posicionamento sobre o assunto da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente, responsável pelo equipamento, a 102ª Subsecção de Santo Amaro da Ordem dos Advogados do Brasil emitiu a seguinte nota: “Sobre o assunto: O abandono do Laguinho de Interlagos. Uma das áreas verdes mais bonitas da região Sul está sofrendo com o descaso do poder público. Tanto a fauna quanto a flora do local estão em perigo permanente. A OAB Santo Amaro está tomando providências, junto ao Ministério Público Ambiental do Estado de São Paulo”. OAB Santo Amaro A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou que no sábado, 4 de agosto, o pai de um preso tentou entrar na Penitenciária “ASP Joaquim Fonseca Lopes”, de Parelheiros, unidade administrada pela Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Metropolitana de São Paulo (Coremetro), com entorpecentes “análogos à maconha” escondidos em refeição. A carne cozida contendo seis “trouxinhas” do entorpecente seria levada ao seu filho e foi apreendida pelos agentes durante revista feita na alimentação. O visitante foi encaminhado ao 101° Distrito Policial (Jardim das Imbuias) para ser feito boletim de ocorrência e demais procedimentos cabíveis. De acordo com a Coremetro, visitas flagradas tentando adentrar com objetos ilícitos em unidades prisionais são automaticamente suspensas da lista de visitantes. Em Itapecerica, na bolacha Já na manhã de 13 de agosto, os agentes do Centro de Detenção Provisória “ASP Nilton Celestino”, de Itapecerica da Serra, também administrada pela Coremetro, encontraram e apreenderam entorpecentes camuflados em pacotes de bolacha enviados via correio. A encomenda despachada pela irmã do preso continha quatro pacotes de bolacha e dentro deles estavam os invólucros com ilícitos. O entorpecente foi detectado durante procedimento de vistoria de sedex, realizado via raio-x. Para que os ilícitos ficassem escondidos, as bolachas foram furadas no meio e os pacotes encaixados. No total, os agentes de plantão apreenderam três pacotes (14g) de substância “análoga à maconha” e um pacote (5g) com substância de cor branca, semelhante à cocaína. Todo material foi recolhido e instaurados procedimentos administrativos.

[close]

p. 3

www.noticiasdaregiao.com.br 3São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 CAPA Reconhecimento de paternidade leva mais de mil à Unisa Mais um mutirão da Paternidade Responsável em Santo Amaro Pais e responsáveis recebem instruções para o atendimento aos diversos casos de reconhecimento O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) realizou no sábado, 25 de agosto, no Campus II da Universidade de Santo Amaro (Unisa), mais uma edição do mutirão da “Paternidade Responsável”, com o objetivo de possibilitar o reconhecimento da paternidade a crianças e adolescentes da região Sul que não têm o nome do pai no registro de nascimento. Estima-se que mais de mil pessoas, entre pais e responsáveis, compareceram ao mutirão durante o seu transcorrer. Segundo a juíza da Vara da Infância e Juventude do Foro Regional de Santo Amaro, Maria Silvia Gomes Sterman, que coordenou o evento, normalmente comparecem aos mutirões cerca de dez por cento do total chamado. Este ano foram identificadas 10.037 crianças e jovens sem o nome do pai na certidão, a partir de pesquisa em escolas da região. O TJ-SP, então, enviou cartas aos responsáveis convidando-os para o mutirão. A ação é realizada uma vez por ano e dela participam magistrados e servidores do TJ, promotores de Justiça, defensores públicos, Cartórios de Registro Civil de Capão Redondo, Jardim São Luiz, Capela do Socorro, Parelheiros e Santo Amaro, funcionários e alunos de Direito, Assistência Social e Pedagogia da Unisa (que também cede o espaço) e Sabesp. O mutirão conta ainda com o apoio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc), do Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc), das secretarias estadual e municipal da Educação e do Serviço Social da Indústria (Sesi). Na “Paternidade Responsável” são atendidas diversas situações, como a de pais biológicos e pais afetivos (também chamados “do coração”) que querem fazer o reconhecimento espontâneo, o que é feito na hora. Pais que querem A juíza Maria Sílvia abre os trabalhos do mutirão de “Paternidade Responsável” no auditório da Unisa fazer o reconhecimento, mas têm dúvidas e pedem o DNA. No mutirão são agendadas as datas para coleta do material para perícia no Imesc e para a audiência em que é aberto o resultado do exame. O mesmo procedimento vale para pais falecidos, cuja coleta de material genético é feita de algum parente direto que também deve comparecer ao mutirão. Há ainda os casos de pai ausente, mas que a mãe tem o nome e endereço. Ele é cadastrado e convidado para audiência no Cejusc. Já os casos em que a mãe possui apenas o nome do suposto pai, são atendidos pela Defensoria Pública. Também são atendidos casos de mãe falecida ou de paradeiro ignorado em que o pai deseja fazer o reconhecimento e ainda os casos de genitores presos. As pessoas que não se encaixam em nenhuma destas situações são encaminhadas ao Setor Técnico do mutirão, composto por assistentes sociais, psicólogos e advogados. O Campus da Unisa, em Santo Amaro, é adaptado para receber o mutirão, com salas para agendamentos dos exames; para psicólogos e assistentes sociais; Ministério Público; Defensoria Pública; Cartórios de Registro Civil; e o auditório, com capacidade para 250 pessoas. Consequências pessoais e legais “A criança sofre na escola entre os amigos e, às vezes, também entre os irmãos, quando um tem o nome do genitor e o outro não. Há também as consequências legais, como o direito a alimento, visita e herança”, explica a juíza Maria Silvia sobre as consequências para a criança que não tem no registro o nome do pai. Para o juiz de Direito, Iberê de Castro Dias, da Corregedoria Geral de Justiça, a “Paternidade Responsável” é uma rede de proteção à criança e ao adolescente. “É uma forma de facilitar o reconhecimento da paternidade e de concretizar a lei que permite isso, além de aproximar a população do Judiciário”. Washington Santos da Silva, morador de Taboão da Serra, disse ao “Notícias” que já tinha a intenção de reconhecer a paternidade de sua filha, mas que valeu a pena vir ao mutirão, onde o atendimento foi “super excelente e muito eficiente”. A mãe mora com a filha no Jardim São Luiz. Já Renê Rodrigues de Souza pediu o exame de DNA para reconhecimento da paternidade de Melisa Ketelin. “Esse mutirão facilita o processo. Eu já consegui agendar a data da coleta do material para o exame e da audiência em que vai ser dado o resultado dele”, contou Renê, ao lado de Edna Souza Mendes, mãe de Melisa. Todos moram no Grajaú.

[close]

p. 4

4 São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br Diretora Patrícia Atui, da Aesul, lança novo livro 08/09 – Mariana Almeida Silva – Nossa coluna de aniversariantes deste mês não poderia começar mais charmosa e bela. Isso graças à nossa colega Mariana, da PJS Construção, a quem desejamos felicidades, mais saúde ainda e muito amor no coração. Beijão! Em 9 de agosto, aconteceu no Yacht Club Santo Amaro (YCSA), o lançamento do livro “Empreendedores de sucesso: Vencendo desafios através do business coaching”, da associada (empresa Action Coach) e diretora de Cursos e Palestras da Associação Empresarial da Região Sul (Aesul), Patrícia Atui. O objetivo da obra é reunir em um único volume os desafios dos empreendedores através do business coaching, embasado na experiência de seus autores. Conhecimentos, bagagens e métodos de uma consultoria confiável são demandas no atual ambiente de negócios, principalmente nos momentos de decisões. É preciso avaliar para evitar riscos e, assim, identificar as melhores alternativas para o sucesso. Graças ao estilo objetivo administrado por sua mentora, a coach empresarial Patrícia Atui, o grupo apresenta suas historias e abordagens, tornando o livro uma ferramenta de grande utilidade para profissionais independentes. “Eu trabalhei com 18 grupos de coaching empresarial, onde desenvolvi um programa de gestão com donos de empresas para aprimoramento e desenvolvimento deles e dos seus negócios. À medida que os grupos foram acontecendo eu criei um sistema de incentivo, onde aqueles que tivessem destaque no programa iriam participar comigo de um livro que iria contar a história de empreendedorismo deles. Foi um bom incentivo para eles se engajarem”, conta Patrícia. Após analisar os desafios pelos quais as empresas passaram e os resultados que obtiveram, Patrícia explica que estruturou um formato de trabalho para que os empresários contassem a história deles desde quando abriram seus negócios, os problemas que passaram, as empresas que abriram e fecharam, os sofrimentos, traçando uma trajetória e contando por que entraram no negócio e depois o que os levaram ao programa, quais ferramentas eles aplicaram e quais foram as estratégias que trouxeram resultados precisos, finalizando com dicas para os empreendedores que forem ler o livro. “Estamos falando de pequenas empresas que fizeram a virada nos seus negócios, que estão tendo muitos resultados ou não, e o que eles podem acrescentar para os outros com esta experiência que tiveram. O prefácio foi escrito por Alejandro de Gyvés, diretor geral da Action Coach Iberoamérica, empresa que nasceu na Austrália, completou 25 anos em 2018 e está presente em 75 países e cinco continentes. Eu tenho uma franquia da Action Coach, então, esse mesmo trabalho que eu desenvolvo no Brasil é desenvolvido no mundo inteiro”, ressalta Patrícia. Dos quatorze relatos presentes no livro, cinco são de empreendedores associados à Aesul. Além de Patrícia Atui, os de Elizabeth Gomes de Oliveira – “Buffet O Francês”, Janderson Sulivan Santos – “Dimensão Express”, Thomaz de Lima Damasceno – “Porão das Tintas” e Valdir Pacífico Ferreira – “Centro Automotivo Velles”. Durante o lançamento, Patrícia homenageou diversas entidades que abriram as portas para que ela pudesse ministrar o seu curso de coaching e que resultou nesta obra. Entre elas, a Aesul, cujos ex-presidentes Ronaldo Farias, Renato Jardim, Edivan Bezerra, Juarez Amaro e a atual presidente, Juliana Lopes, foram grandes parceiros. Serviço: Título: “Empreendedores de sucesso: Vencendo desafios através do business coaching” Editora: Nelpa Formato: 16x23 cm Número de páginas: 168 Valor de capa: R$ 50,00 ISBN: 978-85-8020-644-9 Uma engraçada viagem pelo mundo circense em “Gibiló e seu trombone” O mês de setembro na Biblioteca Belmonte Gibiló e seu trombone é uma das atrações do mês de setembro, dentro da programação gratuita da Biblioteca Municipal Belmonte – Cultura Popular, em Santo Amaro. O espetáculo circense é livre e acontecerá no dia 11 de setembro, às 14h30. Em Gibiló e seu trombone, o palhaço Gibiló brinca e interage com as crianças, utilizando seu instrumento para ensinar de maneira divertida as notas musicais e para contar a história de como entrou no circo. Ainda em setembro, a Belmonte apresentará: Contação de historias – “Mitos pelo Mundo”, com o grupo Poesia no Espaço. Narração oral com utilização de recursos teatrais, musicais, coreográficos e de manipulação de objetos. Livre. Dia 04/09, às 14h30. Contação de historias – “Tarde de contação e música com Sabino Lopes”. Música e contação de histórias. Livre. Dia 28/09, às 14h30. Teatro – “Senhoras”. Basea- do em duas personagens de dois contos de Machado de Assis: D. Camila e D. Paula. Classificação 14 anos. Dia 18/09, às 14h30. Música – “Toró Instrumental”, composto por Caio Duarte, Marcelo Laguna e Pedro Cavalcanti. Jazz e música instrumental. Livre. Dia 25/09, às 14h30. Oficina de Teatro – “Criação de Cenas – Dramaturgia Colaborativa”, com a atriz Maria Lúcia Tomé Branco. Aberta para iniciantes a partir de 14 anos, nas 5ª feiras, das 14h às 17h. Inscrições por telefone, até novembro. Encontro – “Grupo de Desenvolvimento Pessoal”, com a psicóloga Sonia Tsumoto. O que é preciso para crescer e se desenvolver pessoal e profissionalmente. Reuniões às terças-feiras, das 10h às 12h. Inscrições por telefone. A Biblioteca Belmonte fica na rua Paulo Eiró, 525, em Santo Amaro, Telefone 56870408 e blog bibliotecabelmonte.blogspot.com.br . Santo Amaro recebe a 3ª edição da Expo Pet Vai acontecer a terceira edição da Expo Pet Santo Amaro, principal evento do segmento na região Sul, realizado pela revista “Ideias da Sul” com apoio da Prefeitura Regional Santo Amaro e de Eduardo Tuma. A Expo Pet tem o objetivo de fomentar o setor com novidades e, principalmente, promover a saúde e bem estar dos animais de estimação. Será no dia 30 de setembro, das 10h30 às 18h30, na avenida prof. Alceu Maynard de Araújo, bairro Granja Julieta, região de Santo Amaro. O evento traz muitas atrações, o espaço pet, gastronomia, música e entretenimento para toda família. A entrada é franca. “Esperamos por você, com seu pet e sua família, para uma grande festa no domingo, 30 de setembro, a partir das 10h30”, convida Luiz, da “Ideias da Sul”. ÁRIES - Este é um mês para cultivar a paciência. Se isso parecer difícil, lembre-se de que é encarando as questões que se apresentam agora e que o freiam, que você ganhará energia e eficiência em suas ações futuras. TOURO - Os desafios do mês serão importantes. Trata-se de dar uma mexida em suas certezas, em seus hábitos e de se abrir para as novidades. Não tema a mudança. Ela será benéfica em muitos domínios de sua vida. GÊMEOS - Em setembro, tenha paciência diante das perturbações e problemas que podem surgir. Com calma, você os resolverá e acabará se felicitando pelas soluções encontradas e pelas melhorias em seu cotidiano. CÂNCER - Em setembro, procure sair de casa e vá para a descoberta das riquezas externas. Você terá muito que aprender, podendo até descobrir alguns tesouros. O amor pode sorrir para você em algum desses caminhos. LEÃO - Este mês será tenso no plano dos negócios e das finanças. Será necessário manter a calma para preservar seus interesses. Tome cuidado para não arrastar seu cônjuge e as pessoas próximas a esse clima. VIRGEM - Aproveite bem a ótima energia deste mês para enriquecer seus relacionamentos. Desfrute plenamente do momento presente e, mesmo que você faça projetos, não se deixe invadir por pensamentos estéreis. LIBRA - Você é uma pessoa muito sociável, mas sua necessidade de interações pode ser perturbada neste mês. Isso pode lhe dar a oportunidade de se afastar um pouco para desenvolver seus talentos. ESCORPIÃO - Para você será importante se afirmar diante das pessoas próximas e adquirir certa independência em relação a elas. Procure participar dos compromissos necessários e de manter um clima de confiança. SAGITÁRIO - Aproveite este mês para fazer um balanço de sua situação. Não tenha medo de dedicar um tempo a isso. Não será perda de tempo, ao contrário. É importante que nossas ações se adequem às nossas convicções. CAPRICÓRNIO - Será bem-sucedido tanto no trabalho, quanto na vida pessoal. Agrade o seu amor e surpreenda com algo que ele(a) goste. Este também é o momento certo para uma boa e necessária limpeza doméstica. AQUÁRIO - Este mês o encoraja a agir e a expressar concretamente aquilo que você pode fazer em sua vida pessoal. Siga seus objetivos com determinação, sem cólera e sem se deixar influenciar por certas oposições. PEIXES - Este é um mês para expandir seus horizontes e ganhar ainda mais sabedoria. Será preciso manter os pés no chão e não embarcar em empreitadas incertas. Cuidado com os gurus, com os sedutores e manipuladores. Querida mestra Com doce sabedoria Tu me ensinaste a ler, E com a linda cartilha Foi tão fácil aprender. De ti nunca esquecerei, Pois foste tu que me amparaste Quando não sabia ler. Minha querida mestra, Evany M. Pérgamo Brioche de Mandioquinha Ingredientes: • 2 ovos; • ½ copo (tipo requeijão) de óleo; • 2 tabletes de fermento biológico para pão (30g); • 175g de mandioquinha cozida; • ½ copo (tipo requeijão) de leite; • ½ xícara (chá) de açúcar; • 500g de farinha de trigo; • Gema de ovo para pincelar. Modo de Preparo: No copo do liquidificador coloque os ovos, o óleo, o fermento, a mandioquinha, o leite e o açúcar. Bata muito bem. Em um recipiente grande, adicione a farinha de trigo e acrescente os líquidos batidos no liquidificador. Misture bem com uma colher até obter o ponto. Retire da vasilha e, sobre uma superfície limpa, lisa e enfarinhada, sove bem a massa até que desgrude das mãos. Cuidado para a massa não endurecer. Para formar os brioches, faça uma bolinha média e, por cima, coloque outra bolinha pequena. Coloque em uma forma enfarinhada e deixe descansar até dobrar de tamanho. Pincele com gema de ovo e leve para assar em forno médio preaquecido a 190°C, por cerca de 20 minutos. Rendimento: 25 unidades pequenas. Fonte: Equipe da Stanley Black+Decker (www.blackedecker.com.br) 10/09 – Marcelo Messias – O chefe da Odonto & Cia., marido da Hilda, pai do Leonardo e cordial amigo do “Notícias”, inicia um novo período de sua vida e, tomara, doutor, seja um ciclo onde você possa colher grandes realizações e lindas amizades. Parabéns! 11/09 – Cláudio Schefer – O ex-presidente da OAB Santo Amaro e atual presidente da 24ª Turma do Tribunal de Ética da OAB/SP, é outro ilustre aniversariante deste mês. Parabéns por tudo que o senhor soube superar e alcançar com sabedoria e persistência! 11/09 – Lucas Malagosini – O meninão do grande empresário Valderci Malagosini e da cordial doutora Tânia completa mais um ano de vida. Não fique preso nas impressões do ontem, Lucas, e nem se paralise com medo do amanhã. Hoje é o seu dia de começar! 12/09 – Maria Angélica Silva Lemos – E Viva a Déca, que ao lado do maridão Maurício, dos filhos Luíza e Pedro e do nosso, claro, irá comemorar os seus quase 60 anos na melhor pizzaria da zona Sul de São Paulo, a “Ó Pereira”, a melhor opção do Jardim Marajoara! 16/09 – Hailton Novais – Hailton, seu filho Alexandre “Ursão” lhe deseja que neste novo ano de sua vida, você sinta a emoção que sempre esperou sentir, caminhe pela trilha que sempre desejou seguir e multiplique alegrias com quem sempre desejou repartir! 26/09 – Ellen Vallezi – Onde quer que você esteja, queremos lhe dizer, Ellen, que a vida só vale a pena ser vivida quando somos lembrados pelo que somos, pelo que representamos na vida das pessoas que nos cercam. E, nesse dia, nos lembramos de você! Grife lança charmosa coleção plus size Para agradar todos os estilos e tamanhos, a Munny tem uma linha plus size para mulheres cheias de atitude que vestem até 48. São shapes com estampas coloridas, femininas e confortáveis. A coleção é composta por vestidos curtos e longos, saias, calças, pantalonas, pantacourts, macacões e blusas com diversas modelagens para compor looks românticos, urbanos e descolados. Com estampas exclusivas e tecidos leves que destacam o nosso clima tropical, a Munny traz um estilo único e brasileiro, traduzido na irreverência dos desenhos (as belezas da flora e fauna, e o cotidiano brasileiro), da cartela de cores (com colorações exclusivas) e da espontaneidade das formas. Além da plus size, a marca também desenvolve coleção infantil.

[close]

p. 5

www.noticiasdaregiao.com.br 5São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 XC Card abre portas no mercado econômico, criando oportunidades para todos com CPF negativado Há sete meses, surgia a XC Card, única empresa do Brasil e do mundo a oferecer clube de vantagens, conta digital, cartão de crédito e diversos benefícios, bastando para isso o cadastramento dos dados do interessado para a sua imediata aprovação. A ideia de sua criação surgiu da constatação da existência de cerca de 70 milhões de brasileiros negativados, em decorrência da crise econômica que vem assolando o país já há uns quatro anos. Foi pensado então, algo que trouxesse essas pessoas de volta ao mercado, do qual foram excluídas pela situação de momento, mas que continuam sendo consumidoras em potencial. Surge então a XC Card, a partir de uma plataforma do Banco Rodobens, com a intenção primeira de trazer o cidadão negativado para o mercado, oferecendo-lhe um cartão de crédito, mediante a criação de uma conta digital com todas as relações bancárias necessárias (depósitos, saques, transferências, pagamentos etc.) e, importante, sem a cobrança de taxas e tarifas bancárias – apenas a mensalidade do cartão: R$ 40,00 –, o que resulta numa economia de até 50% para o cliente. O cartão pode ser utilizado para qualquer operação em uma das 30 mil casas lotéricas do país ou pela rede 24 horas, os sete dias da semana, via celular ou internet bank. Além disso, o cartão tem a bandeira da Mastercard internacional, permitindo ao seu usuário usufruir do e.commerce tanto nacional, quanto internacional. Desse modo, a XC Card atingia o seu objetivo inicial de trazer as pessoas de volta ao mercado, com uma nova vida bancária e as portas abertas. Mas, faltava algo Entretanto, faltava ainda fazer com que estes cidadãos voltassem a consumir, mas em condições favoráveis. “Fomos em busca de parceiros (afiliados) – grandes estabelecimentos comerciais, e.commerce, até o pequeno comércio de bairro – que proporcionassem vantagens aos nossos associados, em troca de isenção de taxas e a custo zero para eles fazerem parte do portal da XC Card. São descontos diferenciados oferecidos pelos afiliados aos nossos associados”, explica Cristiano Oliveira, CEO da empresa. Buscou-se também trazer para os associados alguns serviços essenciais, como planos de saúde, funeral, seguros de vida e para automóveis, serviços de guinchos, assistência veteriná- ria e outros que muitas pessoas deixaram de ter por não terem mais condições de pagar. Mas, a grande “sacada” da XC Card, segundo Cristiano Oliveira, CEO da empresa, é o pagamento de uma gratificação monetária (em dinheiro, depositado na conta digital) ao associado que indicar novos associados. “Isso foi gratificante para nós, pois além dos benefícios que a empresa proporciona, como trazer a pessoa negativada de volta ao mercado, ela também possibilita um ganho extra, uma outra fonte de renda para essas pessoas”, conta Cristiano Oliveira, CEO da empresa. Valderes Fernandes Pinheiro, diretor executivo da XC Card, acrescenta que o associado é quem faz o limite do seu cartão de crédito, indicando novos associados. “Trata-se de educação financeira porque o sistema permite que a pessoa ganhe dinheiro extra, além do seu, e gaste de forma controlada, sem endividamento e sem “estourar” sua vida financeira, como já aconteceu com muita gente”, diz Valderes. Atualmente, a XC Card conta com mais de 35 mil associados em todo o país e tem como meta, até o final de 2018, chegar a um milhão de clientes. “Se temos no Brasil 70 milhões de pessoas negativadas, então não há porque não atingirmos esta meta”, justifica Valderes. Os afiliados da empresa já passam de seis mil e o número de funcionários da XC é de mais de mil, espalhados pelo país. A XC Card também planeja se expandir para o exterior e no próximo ano, já deverá estar em Portugal e nos Estados Unidos. “A XC veio para ajudar as famílias brasileiras, muitas delas negativadas, que começaram a perder a auto estima, a dignidade, por encontrarem as portas do mercado fechadas para elas”, conclui Cristiano Oliveira, CEO da empresa. Tanto para a pessoa se associar ou se afiliar à XC Card, o portal é o www. xccard.com.br . Lá estão, bem explícitas, todas as informações e contratos.

[close]

p. 6

6 São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br Sai licitação de projeto da Instituto promove encontro para ponte Graúna – Gaivotas mostrar trabalho de 47 anos A Prefeitura de São Paulo anunciou no dia 28 de agosto, o lançamento da licitação para contratação do projeto executivo da ponte Graúna – Gaivotas, na Capela do Socorro. Por meio da travessia sobre o braço do Cocaia, na represa Billings, a nova ponte facilitará o deslocamento da população dos bairros Jardim Gaivotas, Chácara das Gaivotas, Parque Cocaia, Jardim Toca, Cantinho do Céu e outros. “A construção dessa ponte vai melhorar o tráfego das regiões do Grajaú, Parelheiros e Marsilac, além de proporcionar qualidade de vida para as pessoas que lá residem. Atualmente, a população destes locais leva muito tempo para se deslocar, por conta dos problemas de trânsito que sempre ocorrem na avenida dona Belmira Marin. O início das obras está previsto para o segundo semestre de 2020”, afirmou o prefeito Bruno Covas. De acordo com a Prefeitura, a estrutura terá 700 metros de extensão, contará com faixa preferencial para ônibus, ciclovia e passeio para pedestres. O número de faixas de rolamento e o sentido de operação serão estabelecidos durante o desenvolvimento do projeto. A previsão é que sejam investidos neste empreendimento R$ 218,5 milhões, sendo R$ 8 milhões destinados ao projeto e estudos ambientais e o restante para a execução das obras e desapropriações. “É uma obra que vai encurtar as distâncias sociais na zona Sul”, disse o secretário municipal de Infraestrutura e Obras, Vitor Aly, acrescentando que a nova ligação viária facilitará o fluxo do transporte público na região, e também a integração com os corredores e faixas exclusivas de ônibus das avenidas Teotônio Vilela, Atlântica, Olívia Guedes Penteado, Interlagos, Nossa Senhora de Sabará e dona Belmira Marin, e com o Terminal Urbano Grajaú e Linha 9 – Esmeralda da CPTM. A nova ponte, que será implantada em uma área com mais de 450 mil habitantes, visará a integração entre os diferentes modais de transporte público da região, a circulação de pedestres através de passeios adequados e travessias seguras, a redução significativa nos tempos das viagens, a requalificação da paisagem urbana e ainda a melhoria do trânsito no sistema viário da região, segundo a Prefeitura. Recursos para o projeto Cerca de R$ 2 milhões dos recursos para o projeto da ponte serão provenientes de emenda do vereador Rodrigo Goulart. Outros R$ 6 milhões virão do Fundo Municipal de Desenvolvimento do Trânsito (FMDT), abastecido com recursos das multas de trânsito aplicadas na cidade. Também o governo federal, por meio do Ministério das Cidades, irá aportar recursos para as desapropriações e execução da obra. “Hoje, nós sofremos com um grande gargalo na zona Sul que é a avenida Belmira Marin. A construção desta ponte sobre a represa Billings, ligando os bairros Graúna e Gaivotas, vai diminuir em cerca de 40 a 50 minutos o trajeto diário, o que significa mais qualidade de vida e tempo para realizar outras atividades. A ponte Vitorino Goulart que foi um projeto nosso, trouxe mobilidade, desenvolvimento e valorizou a região. Temos certeza que esta nova ponte também vai proporcionar grandes mudanças”, comentou o vereador Rodrigo Goulart. O projeto da ponte Graúna – Gaivotas é uma reivindicação antiga, iniciada em 2008 e que teve continuidade através do mandato de Rodrigo Goulart. A contratação do projeto executivo da ponte será possível graças a uma emenda do vereador inserida no relatório da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2018 da cidade de São Paulo, prevista para a sua construção. “Com a contratação do projeto executivo e fortes apoios que temos nas esferas federal, estadual e municipal, acredito que agora será uma questão de tempo para comemorarmos juntos com a população esta vitória”, afirmou Rodrigo Goulart. Frei Xavier (ao centro) recebe aplausos dos presentes, após leitura de sua trajetória e trabalho social O Instituto Nossa Senhora de Fátima, uma entidade sem fins lucrativos, localizada em Veleiros, no distrito de Socorro, promoveu na manhã de 23 de agosto, o Workshop Logística Reversa, para o qual foram convidados cerca de trinta representantes de empresas, profissionais liberais e autônomos, que foram conhecer um pouco mais sobre os serviços que o instituto oferece – serviços gráficos, produtos de padaria, confeitaria, peças industriais, tudo feito por alunos, supervisionados pelos professores – e se interarem das possibilidades de parceria e colaboração com a entidade. Os convidados foram recebidos pelo frei Xavier Fornasiero, que criou e dirige o instituto, e pela secretária Teresa Barradas, que ofereceram a todos um café da manhã com salgados e doces preparados na própria confeitaria e padaria do instituto. Em seguida foi iniciado o encontro com a apresentação de um vídeo institucional sobre o Instituto Nossa Senhora de Fátima. Ele formou cerca de 30 mil alunos desde sua fundação, em 1971. Em média, são 2,3 mil estudantes por ano em sete cursos técnicos. Atualmente, o instituto conta com duas unidades, sendo uma conveniada com a Secretaria Municipal de Assistência Social e que atende 360 alunos, e a outra com os cursos técnicos e de qualificação. Após o vídeo, o professor João falou sobre os trabalhos feitos pelos alunos com material reciclável – palitos de sorvete, garrafas pets, pneus e outros – e que ficaram em exposição durante o encontro. A ideia foi mostrar a possibilidade de reaproveitamento de vários materiais e a conscientização provocada por essa atividade nos alunos. O Programa Mottainai Também foi ministrada uma palestra por Tiemi Yamashita, estrategista social e professora com atuação em projetos da Organização das Nações Unidas, com o título “Qual o segredo do Programa Mottainai”, o qual diz respeito ao desperdício, à sustentabilidade na prática e que traz uma nova visão sobre os 3R’s – reduzir, reutilizar e reciclar. A professora também respondeu a perguntas e esclareceu dúvidas do público. Ao final da palestra, Tiemi presenteou os participantes com um saquinho contendo um biscoi- to e uma mensagem escrita por ela para cada pessoa. Depois foi a vez dos convidados se apresentarem e falarem sobre seus negócios. Também foi anunciado o novo livro de frei Xavier, o seu 16º, que será lançado em breve. Em seguida foi prestada uma homenagem ao frei Xavier Fornasiero, contando sua trajetória de vida e trabalho social de meio século. Logo depois, o próprio frei se encarregou de entregar certificados de agradecimento à empresas e pessoas que colaboram e prestigiam o trabalho do instituto, inclusive o “Notícias da Região”. Também os professores João e Antonia, e a palestrante Tiemi foram agraciados. Terminada a cerimônia, os presentes foram convidados para um novo café em que houve troca de cartões, de informações e conversas descontraídas entre todos. “É um trabalho muito bonito do frei neste instituto. Tenho sobrinhos que se formaram aqui e hoje têm carreiras profissionais de sucesso. O Brasil precisa disso, olhar mais pelos jovens”, disse ao “Notícias” o convidado João Castilho, da Little People School, escola de Educação Infantil e Fundamental bilíngüe, situada na Cidade Dutra. A importância da motivação, segundo André Castro No dia 16 de agosto, no auditório da Aesul - Associação Empresarial da Região Sul –, aconteceu a palestra “Liderança e Gestão Eficazes: Todos Motivados e Envolvidos”, ministrada por André Castro com o objetivo de fazer as pessoas terem a percepção de como elas se motivam e se vêem neste mundo moderno que está em constante transformação. André iniciou com a música Don’t Stop Now, da Banda Green e fez o público se levantar para mexer o corpo. O intuito foi fazer uma relação com a motivação por causa do significado do nome da canção: “Não me pare agora”. Ele disse que a motivação precisa ser conquistada e mantida diariamente. Além da motivação, o palestrante disse que as pessoas devem buscar o conhecimento, que é algo que não se pode tirar de alguém. Somado a isso, André falou que se deve acrescentar ao dia a dia o comprometimento, trabalho em equipe e objetivos. “Surpreendentemente, 80% das pessoas não possuem objetivos, por isso saiba o que você quer, tenha confiança e não desista, afinal, alcançar o que se quer exige a capacidade de persistir através de obstáculos e resistência para continuar, apesar das dificuldades”. Ao fim, André alertou aos presentes sobre a importância da gratidão. Segundo ele, ser grato, cientificamente, faz estimular regiões do cérebro que motivam e trazem a felicidade. E quando estamos felizes há liberação de dopamina, um hormônio neurotransmissor que estimula o desenvolvimento da aprendizagem. Reforçou que as pessoas devem ser gratas e confiantes para enfrentar este mundo moderno, seja como empreendedor ou colaborador. Dentre os visitantes, estava Marcos Daniel, diretor da Soledá Corretora de Seguros, que ficou atento às dicas de autoconfiança e de como ser uma pessoa melhor em todos os níveis de relacionamento, sempre valorizando o outro. “Pelo conteúdo apresentado, vi a necessidade que as pessoas têm de se adaptar constantemente em função da velocidade com que as coisas mudam. Métodos, modelos de negócios, tecnologia, comunicação etc. Outro destaque foi para a conscientização da necessidade da gratidão, muito bem abordada e exemplificada pelo palestrante”, disse.

[close]

p. 7

www.noticiasdaregiao.com.br 7São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 Residencial Espanha em fase final e Prefeitura faz alerta Está em fase final de obras o Residencial Espanha, na região de Cidade Ademar, assim como a seleção de famílias também está em andamento. Serão 3.860 unidades localizadas nas proximidades da estrada do Alvarenga e da represa Billings, região conhecida como Balneário São Francisco e Jardim Apurá. Sua construção começou em 2015 e a previsão é que seja entregue neste segundo semestre. O Residencial faz parte do programa Minha Casa, Minha Vida, financiado pela Caixa Econômica Federal (CEF). Segundo a Prefeitura, esta será a maior entrega de unidades habitacionais dos últimos anos no município de São Paulo e um atrativo para todos que buscam casa na zona Sul, e também para eventuais aproveitadores. A Prefeitura informa que segue critérios rigorosos para a seleção das famílias. São pessoas removidas de áreas de risco, moradoras de locais de obras do governo federal (do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, por exemplo) ou de áreas de obras de preservação da região dos mananciais (represa Billings). Muitas dessas famílias aguardam atendimento habitacional há mais de oito anos. Por ser um programa de cunho social, é expressamente proibida a compra ou a venda de unidades habitacionais do Residencial Espanha. Todas as famílias receberão as chaves e conforme critérios do Programa Minha Casa, Minha Vida, as unidades não poderão ser comercializadas ou alugadas por um período de dez anos. Mesmo assim, a Prefeitura alerta que pode surgir pessoas que tentem, irregularmente, comercializar os apartamentos. A Caixa Econômica tem atuação direta na análise da ocupação dos imóveis, que ocorre logo depois da entrega do empreendimento. Nesta fase, a Caixa verifica se todos os imóveis estão ocupados pelos legítimos beneficiários. Caso o imóvel seja ofertado à venda ou à locação, estará caracterizada a irregularidade. Neste caso, a CEF pode pedir na Justiça a retomada do imóvel. Cinco quilômetros de corrida e caminhada solidária na ADC Nem mesmo o frio da manhã do domingo, 26 de agosto, impediu que cerca de 120 pessoas participassem da 1ª Corrida e Caminhada Rústica Solidária Adriano Pacheco realizada na sede da Associação Desportiva e Cultural (ADC) Eletropaulo, no bairro Jardim Santa Helena, distrito de Socorro. O evento foi promovido pela Assessoria Esportiva Adriano Pacheco, juntamente com os patrocinadores da prova. “O objetivo principal desta iniciativa foi o de ajudar o Instituto Esporte é Paz, dirigido pela Ritinha. Se inscreveram 170 pessoas de várias partes da cidade e nós pedimos a eles, quando da inscrição, a doação de cinco quilos de arroz ou três de feijão. Acredito que já arrecadamos uns 400 quilos de alimentos”, informou Adriano Pacheco da Cruz, que ao lado do irmão André e da esposa Renally, todos da Assessoria Esportiva, cuidaram da organização da prova. A corrida e caminhada teve percurso de cinco quilômetros por dentro da sede da ADC e premiou com troféus os cinco primeiros colocados no masculino e as cinco primeiras no feminino. Todos os participantes que concluíram o percurso receberam medalhas e também concorreram aos sorteios de tênis, suplementos e outros artigos. O presidente Paulo Marinheiro, da ADC, que a pedido de Ritinha, cedeu gratuitamente o espaço para o evento, e o secretário estadual José Aníbal estiveram prestigiando a prova. Além de presidente do Os cinco homens mais rápidos da prova com Marinheiro e Rita (esq., de pé) Instituto Esporte é Paz, que realiza lugar), Eliaide Gomes (2º), Maria um trabalho social no Jardim São de Lourdes Floriano (3º), Érica Luiz, desde 2002, Rita de Cássia Tosello (4º) e Zenilda Borges (5º). Santos de Jesus, a Ritinha, foi atle- Masculino: José Edelton, “Ce- ta e vice-campeã da São Silvestre ará” (1º lugar), Geovane Santos de 1991, quando a prova passou (2º), Marcos Viana (3º), Josivaldo a ter percurso de 15 quilômetros. Costa (4º) e Amaury Santos (5º). Hoje, ela mora em Santo Amaro e Os troféus e prêmios foram en- trabalha em São Caetano do Sul tregues aos vencedores pelos pa- com treinamento para iniciação trocinadores da competição: Corpo esportiva em atletismo. Adriano & Vida – Loja de Suplementos; Pacheco é seu atleta. Leve Mente Pilates; Fisioterapia “Este é um bonito evento em Esportiva – Fisionoesporte; Fortes que os amantes da corrida podem – Apoio Empresarial e Contábil; participar e que também tem um Kim Pães; SP Consult; Silvia Senas intuito filantrópico. E por acaso a – Moda Esportiva; Rapid Run; Per- instituição que esta iniciativa vai fomance Nutricion; Dídio Pizza e ajudar é a minha – o Instituto Grupo Nova – Comunicação Visual. Esporte é Paz. Mas vamos dividir Ao final, Adriano Pacheco agra- esses alimentos com outras insti- deceu a participação dos atletas tuições que também necessitam. É e ao presidente Marinheiro pela legal a corrida, o esporte ajudando cessão do espaço. Depois foram quem precisa”, afirmou Ritinha. feitos os sorteios de brindes aos Terminada a prova, eis os participantes da 1ª Corrida e Ca- vencedores: minhada Rústica Solidária Adriano Feminino: Renata Moreira (1º Pacheco.

[close]

p. 8

8 São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br Resposta sobre a avenida Antônio Carlos Benjamin dos Santos Na edição 480 (de 29/06 a 26/07/18), sob o título “Problemas no asfalto do Grajaú”, o “Notícias” informava sobre os problemas decorrentes dos serviços de recapeamento iniciados em fevereiro último, na avenida Antonio Carlos Benjamim dos Santos, principal via de ligação entre a avenida dona Belmira Marin e a rua João Amós Comenius, no distrito de Grajaú. A obra fazia parte do programa “Asfalto Novo” da Prefeitura de São Paulo. A matéria apontava para a má qualidade do recapeamento e os vários problemas surgidos na via, como poço de visita desnivelado em relação ao asfalto, desnível entre a sarjeta e o asfalto, vários buracos na avenida recém recapeada, grande desnível entre o asfalto novo e o antigo, entre outros. “Tais problemas se repetem em toda a extensão da obra, demonstrando a baixa qualidade do serviço efetuado”, afirmou Milton Nunes, morador do bairro Jardim São Bernardo, na reportagem. Milton também informou, na ocasião, que nenhuma das suas solicitações à Prefeitura pedindo providências para os problemas citados, foi “atendida ou sequer respondida”. Diante dessa situação, o “Notícias” procurou a Prefeitura Regional Capela do Socorro (PRCS) para tentar obter alguma informação ou posição sobre o assunto. Nesse meio tempo, também procuramos o morador Milton Nunes para nos dar uma posição de momento da avenida Antônio Carlos B. dos Santos: “Infelizmente a situação na avenida permanece a mesma e, em vários pontos, os serviços de tapa-buraco já foram necessários. Das reclamações que fiz apenas uma resposta do serviço de acesso a informações, me passando o número do processo que tratou da contratação, e nada mais. Fiz nova reclamação na Ouvidoria do município, mas também ainda sem resposta”, informou Milton. Finalmente, uma resposta Após nosso contato com o morador, a PRCS enviou ao “Notícias” a seguinte nota, na data de 16 de agosto: “Sobre o caso do programa “Asfalto Novo” na avenida Antônio Carlos Benjamin dos Santos. O prefeito regional João Batista de Santiago (Capela do Socorro) esteve em contato com o secretário das Prefeituras Regionais, Marcos Penido. O pro- grama “Asfalto Novo” teve uma interrupção devido a ajustes de contrato com as empreiteiras. Os ajustes tomaram um tempo significativo, mas agora o programa será retomado – e exatamente na avenida Antônio Carlos Benjamin dos Santos, que é a que está mais no início dos trabalhos. Em uma segunda etapa (que pode ser concomitante), será concluída a pista centro / bairro da avenida Interlagos. E, finalmente, o acerto de pequenos detalhes que possam ter faltado na avenida Atlântica. Não há uma data definida para a retomada dos trabalhos, mas acredito que será em breve”. E assim se manifestou a Prefeitura Regional Capela do Socorro, esclarecendo que ela não é a responsável pela obra, mas sim, a Prefeitura de São Paulo. O “Notícias” agradece ao assessor Luiz Carlos de Assis (Comunicação da PRCS) pela sua atenção com o caso. Banda da Marinha no GEAT Fundado em 1959, o Grupo Escoteiro Almirante Tamandaré (GEAT), com sede no bairro de Veleiros, distrito de Socorro, é um dos 17 grupos escoteiros do denominado Distrito de Santo Amaro. O GEAT conta atualmente com cerca de trezentos escoteiros e Luciano Brito é o seu atual diretor presidente. Na noite de 28 de julho, em sua sede, foi dado início às comemorações dos 59 anos de existência do GEAT, com o acendimento do Fogo de Conselho, um ritual tradicional nos acampamentos escoteiros e que acontece no penúltimo dia dessa atividade. Um pouco antes, foi oferecida uma grande festa para os convidados do GEAT, entre eles, representantes de outros grupos escoteiros, ex-escoteiros e familiares. Também compareceu à festa o presidente Paulo Marinheiro, da Associação Desportiva e Cultural (ADC) Eletropaulo, parceiro do GEAT e que também intermediou junto ao almirante Guerreiro, comandante do 8º Distrito Naval, a vinda da banda da Marinha à festa do Almirante Tamandaré. “A Clara (de Paula, diretora do GEAT) viu uma apresentação da banda da Marinha lá na ADC, gos- tou e quis trazê-la para a festa de aniversário do Almirante Tamandaré. Pedi à ela para preparar um ofício que eu levei pessoalmente ao almirante Guerreiro que, gentilmente, autorizou a banda a vir tocar aqui”, conta Marinheiro. Ao final da apresentação musical dos marinheiros, os escoteiros agradeceram e saudaram a banda com a entrega de certificado ao maestro Marcelo Estéfanin e de flores à única representante feminina do grupo da Marinha. Em seguida foram servidos doces e salgados para os presentes, inclusive um decorado bolo de aniversário, alusivo aos 59 anos do GEAT. Mais tarde, escoteiros e convidados seguiram para a parte externa da sede, onde começava a cerimônia do Fogo de Conselho, conduzida pelo chefe Luiz. Durante uma hora, adolescentes e jovens – de lobinhos a pioneiros – fizeram uma série de apresentações, enquetes e contaram historias, versando sobre o cotidiano, princípios e ensinamentos do escotismo, idealizado e criado pelo general Robert Baden-Powell, em 1907, na Inglaterra. Reuniões dos Conseg’s em setembro Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Interlagos Data: 04/09, às 19h30 Local: Colégio Humboldt (auditório) – rua engenheiro Alberto Kuhlmann, 525, Jardim Ipanema Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Cidade Dutra Data: 13/09, às 19h30 Local: Sociedade Amigos de Interlagos (SAI) – rua Mangaratiba, 316, Cidade Dutra Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do Grajaú Data: 18/09, às 19h30 Local: Hospital Geral do Grajaú - rua Francisco Otavio Pacca, 180, Parque América As reuniões mensais dos Conseg’s são abertas à população para que ela possa participar das discussões e propostas para os problemas locais. Também participam dos encontros os representantes da segurança pública da região (Polícias Militar, Civil e Guarda Civil), da Prefeitura Regional e de órgãos como a Sabesp, CET e Ilume, entre outros. A palavra é aberta a todos os presentes.

[close]

p. 9

www.noticiasdaregiao.com.br 9São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 Obras da Linha 9 são retomadas. Término previsto para 2019 As obras da extensão da Linha 9 – Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) de Grajaú a Varginha foram retomadas em campo, com os trabalhos de implantação de quatro viadutos. No total, são oito contratos em execução, englobando mais de R$ 186 milhões. O Ministério das Cidades liberou R$ 170 milhões desde o segundo semestre do ano passado, e o restante (R$ 16 milhões) foram repassados pelo governo do Estado de São Paulo. Segundo a CPTM, estão em andamento serviços de implantação dos sistemas de sinalização e telecomunicações, implantação do suprimento de energia, reforço da rede aérea no trecho entre as estações Jurubatuba e Grajaú e adequação do CCO (Centro de Controle Operacional), entre outros. A construção dos quatro viadutos que farão a transposição da via férrea do trecho de 4,5 quilômetros em implantação, facilitará o tráfego de pedestres e de veículos na região. A previsão de conclusão é para o segundo semestre de 2019. A extensão da Linha 9 A Linha 9 - Esmeralda (Osasco - Grajaú) transporta atualmente cerca de 620 mil usuários por dia útil. Com a ampliação de 4,5 quilômetros entre Grajaú e Varginha, a projeção da CPTM é que sejam acrescentados à linha 110 mil usuários atendidos pelo futuro trecho. A construção das duas novas estações, Mendes - Vila Natal e Varginha, visa beneficiar os moradores do Grajaú, estrada dos Mendes, Varginha, Vila Natal, Jardim Icaraí, Jardim São Bernardo e Conjunto Residencial Palmares. Em Veleiros a primeira etapa da Caravana da Educação Luiza Erundina fala ao público, ladeada por Carlos Gianazzi (esq.), Lizete Arelaro e Daniel Cara Encabeçada pelo deputado estadual Carlos Giannazi e pela deputada federal Luiza Erundina, ambos do PSOL (Partido Socialismo e Liberdade), a denominada Caravana da Educação pretende promover encontros em várias regiões da cidade de São Paulo para falar sobre o legado do educador Paulo Freire e também comemorar os 50 anos do seu livro “Pedagogia do Oprimido”, lançado em 1968. Nos encontros também é feita uma relação da obra do educador com os dias atuais, quando se discute a reforma do Ensino Médio e da base nacional curricular. A primeira etapa da Caravana da Educação foi no bairro de Veleiros, na Capela do Socorro. Um bom público formado, em sua maioria, por profissionais da área da Educação e estudantes das redes pública e privada da região, além de artistas, representantes comunitários e demais populares, se reuniu na noite de 20 de agosto, na Oficina de Pintura e Funilaria Automotiva do Casulo, mesmo local onde se realiza o Sarau Clamarte, toda segunda 6ª feira de cada mês, organizado pelo funileiro e artista plástico, Casulo. “O Legado de Paulo Freire – Resistência às reformas na Educação e análise crítica da BNCC (base nacional curricular)” foi o tema discutido pelos integrantes da caravana com o público em Veleiros. Vários candidatos do PSOL que concorrerão nas eleições de outubro próximo, são educadores e fazem parte da caravana que percorrerá a cidade, como Lisete Arelaro, candidata a governadora de São Paulo, e Daniel Cara, candidato a senador por São Paulo, que estiveram no encontro de 20 de agosto, ao lado de Giannazi e Erundina. Os quatro compuseram a mesa do encontro e foram apresentados por Luciene Cavalcante da Silva, também do PSOL, destacando que todos da mesa trabalharam ou conviveram com Paulo Freire. Quando prefeita, em 1989, Erundina nomeou Freire seu secretário da Educação e Lisete foi sua assessora na Secretaria. Giannazi falou da convivência que teve com o educador, logo que este voltou do exílio. Já Daniel destacou o reconhecimento do trabalho de Freire no exterior, que ele próprio testemunhou. Uma presença inesperada na reunião foi a de Sofia, neta de Paulo Freire, que acabara de chegar ao Brasil: “Ser neta de Paulo Freire é uma coincidência sanguínea. Eu não sabia da dimensão do meu avô para a educação. Só depois de adulta é que comecei a conhecê-lo, através de seus livros e de experiências no exterior”, disse. Depois, a palavra foi dada aos presentes para perguntas, depoimentos e apresentação de casos. Ao final do encontro, foram sorteados dois livros de Paulo Freire. Alguns números musicais e declamações poéticas também fizeram parte da noite na Oficina do Casulo, que fica na rua professor Otávio Guimarães, 393, Veleiros.

[close]

p. 10

10 São Paulo, 31 de Agosto a 27 de Setembro de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br Café na “Viva Noite” e bate papo com Paulo Skaf Da esq., Ricardo Nunes, Paulo Skaf e Jorge Caruso discursando. Na noite de 13 de agosto, o candidato do MDB (Movimento Democrático Brasileiro) a governador do estado de São Paulo, Paulo Skaf, esteve em um encontro com correligionários, eleitores, representantes comunitários, de entidades e demais convidados, realizado no Jardim Santa Bárbara, distrito de Grajaú. Skaf foi recepcionado na “Padaria Viva Noite” pelo seu proprietário, José Luiz, pelo vereador Ricardo Nunes (MDB), pelo ex-conselheiro do TCM, Antonio Carlos Caruso, pelo diretor superintendente do Ciesp Sul, Leonardo Ugolini, e sua esposa Rosely, por Eraque Pires, Maria do Céu e outras pessoas da região. Além de assessores, junto com Skaf estava o seu filho Junior, o diretor Tirso Meirelles, do Sebrae, e alguns pré-candidatos do partido para as eleições de outubro. Após o café na “Viva Noite”, seguiram todos para um salão ao lado, onde mais de trezentas pessoas aguardavam pelo candidato do MDB. O vereador Ricardo Nunes abriu o encontro fazendo a apresentação dos visitantes ao público e depois passando a palavra a Antonio Carlos Caruso. “O grande problema dessa região, Skaf, continua sendo o transporte”, disse Caruso como representante da região. Ele pediu ao candidato, se eleito, atenção para o prolongamento da Linha 9 – Esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) até Parelheiros e a volta da linha de trem até o litoral santista (“isso não é tão difícil porque os trilhos ainda estão aí”). Pediu ainda medidas de incentivo para a vinda de indústrias não poluentes para a região, a fim de gerarem mais empregos aqui. Em seguida, Tirso Meirelles fez elogios à política educacional implantada por Skaf no Sesi e Senai. O discurso do candidato Em seu discurso, Paulo Skaf destacou a candidata a vicegovernadora na sua chapa, a tenente coronel PM Carla, como a primeira mulher policial a concorrer ao cargo na historia de São Paulo, assim como da candidata à senadora, a psicóloga Cidinha, a primeira mulher negra a se candidatar a este cargo por São Paulo. “Isso é diversidade, não só discurso”, afirmou Skaf. O candidato disse ainda que não quis fazer coligações para não ter que fazer “arranjos” com outros partidos, loteando cargos e secretarias, mas sim nomear pessoas competentes e formar uma boa equipe. Skaf enumerou 3,5 milhões de alunos dos ensinos fundamental e médio em escolas estaduais que não aprendem e com professores desvalorizados. Afirmou que não há segurança pública no estado porque não há entrosamento entre as polícias e que a Polícia Civil está abandonada. Falando sobre esta região, considerou importante a extensão da Linha 9 – Esmeralda da CPTM até Parelheiros e criticou a demora das obras. “Quero ser governador para mudar essa situação. São Paulo tem grande potencial e vamos fazer um trabalho diferente por esse estado. Só preciso de uma oportunidade”, discursou Skaf, acrescentando que, como presidente do Sesi e Senai, promoveu “a maior revolução na educação, na formação profissional, no esporte e na cultura, e em várias regiões, como aqui, no Grajaú e Parelheiros, através de convênios”. “Skaf é um empresário bem sucedido, presidente da Fiesp reeleito por duas vezes e tudo isso nos dá a certeza de que competente ele é. E isso ele mostrou na educação, onde montou um modelo que hoje é referência”, declarou o deputado estadual Jorge Caruso, no encerramento do encontro Esclarecendo o eSocial na Distrital Sul Curso e simpósio na OAB Santo Amaro Com vagas limitadas, a Distrital Sul da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) realizará palestra gratuita no dia 5 de setembro, 4ª feira, às 19h, onde a ACSP, por intermédio do Conselho do Setor de Serviços, irá demonstrar e orientar, de forma clara e objetiva, os impactos que serão gerados nas pequenas empresas com o eSocial (EFD-Social). Na palestra serão destacados os pontos que deverão ser ajustados na implantação do novo sistema; as situações que poderão gerar inconsistências; e a revisão e atualização dos procedimentos praticados pela empresa, com foco na correta aplicação da Legislação Trabalhista e Previdenciária para evitar o envio de informações incorretas ou extemporâneas que poderão gerar autos de infração. Os palestrantes serão Francisco Peroni (administrador e contabilista, com MBA em Gestão Empresarial e empresário no seg- mento contábil e de sistemas de informação), José Maria Chapina Alcazar (contabilista, empresário, vice-presidente e coordenador geral do Conselho de Serviços da ACSP) e Rosangela Tavares (administradora, contabilista e advogada com ênfase em Direito Trabalhista). O link para inscrição gratuita é o http://acsp.com.br/ eventos/e/1043. O endereço da Distrital Sul é avenida Mário Lopes Leão, 406, em Santo Amaro. Curso – “Direito Sistêmico: Aplicação Sistêmica na Advocacia” Data: 19 de setembro, quarta- feira, das 9h às 17h. Professoras: Fabiana Junqueira Middleton Quezada (advogada e presidente da Comissão de Direito Sistêmico da OAB Lapa) e Roberta Aparecida Moreira Reis dos Santos (advogada e vice-presidente da Comissão de Direito Sistêmico da OAB Lapa). Matriculas: abertas até o preenchimento das vagas. Serão conferidos certificados de participação com carga horária de 8 horas. Local: OAB Santo Amaro. Simpósio: “Simpósio de Direito de Família” Data: 28 de setembro, sextafeira, das 9h às 17h. Palestrantes: As advogadas Alessandra Arantes Nuzzo Alves, Jakeline Campello, Renata Alves Pedroza, Alexsandra Manoel Garcia e Ana Carolina dos Santos Mendonça. Local: OAB Santo Amaro. Inscrições e informações: cultura.oabsantoamaro@hotmail. com ; santo.amaro@oabsp.org. br ; telefone 5524-5369; e na sede da OAB Santo Amaro, das 10h às 19h. A OAB Santo Amaro está localizada na rua Alexandre Dumas, 224, bairro Alto da Boa Vista, região de Santo Amaro.

[close]

Comments

no comments yet