Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

Por um bairro melhor e bonito COMPROMISSO COM A COMUNIDAE Foto: Marcos Silva / JCA Para melhorar o bairro, deixando-o mais bonito é que Nazaré está pintando os postes com a sua arte. As pinturas têm recebido aprovação e COMUNIDADE ATUANTE, COMUNIDADE FORTE elogios da população. Os garis tem Página 5 admiração do público Foto: Marcos Silva/JCA Ruas da regional Onixmal Norte recebem inaugura asfalto primeira loja Não existe o profissional que não fique feliz com reconhecimento pelo trabalho realizado. Quando o reconhecimento vem da parte da criança à responsabilidade aumenta. O carinho e admiração Pierre, de três anos, pelos garis faz com que ele espere o caminhão de coleta para cumprimentar os seus heróis. No Tupi algumas ruas passaram ser varridas mais vezes na semana além de ganhar a simpatia dos garais no cotidiano do bairro. Página 3 A Prefeitura de Belo Horizonte realizou o tratamento asfáltico em três ruas da regional Norte. Foram investidos cerca de R$2 milhões no paliativo das vias, alem de limpeza de canal, recuperação de praça e poda de árvores. Página 7 Com a inauguração do Supermercado Apoio, os dirigentes no único shopping da região estão comemorando os resultados e consolidando as expectativas que tinham acerca do empreendimento. Página 4 São Bernardo conquista mais um título A equipe infantil é a campeã da Copa Centenário Wadson Lima de Futebol Amador. O título de bicampeão do módulo infantil foi em cima do Tupinambás, também na disputa de pênaltis, após empate de 1 x 1. Incentivo fiscal para Projeto de Lei Complementar permite às microempresas e microempresa que empresas de pequeno porte abater até 4% do patrocinar o esporte Imposto de Renda (IR), devido ao patrocínio ou doação a projetos desportivos e Esporte página 8 paradesportivos. Edição: 194 / Julho - 2018 Ano XXI DISTRIBUÍÇÃO GRATUÍTA (31) 99626-6253 cajornal Desde Outubro de 1996 comunidadeemacaobh www.comunidadeemacao.com.br “Tudo posso Naquele que me fortalece”

[close]

p. 2

2 dia a dia Use WhatsApp para reclamar: 99626-6253 Demanda de morador contra Copasa O senhor Rui Gonçalves encaminhou denúncia contra COPASA: entre os dias 20 e 25 de novembro do ano passado (2017), após ligar a água do morador do nº 472, na Rua Emilio Cardoso Aires, bairro Tupi na capital, os funcionários da empresa terceirizada da COPASA deixaram a vala sem asfalto de um lado a outro da rua. Foram encaminhadas denúncias referentes aos números de protocolos a seguir, solicitando reparos no serviço, pelo telefone 115 da COPASA: 27/11/ 2017 – 1176655389 com Nilcelia; 29/11/2017 – renovado com Regiane; 07/ 12/ 2017 – 1176870825 com Alessandra; 12/12/ 2017 – 1176955978 com Brenda, que colocou endereço errado como disse Naiza. Outras reclamações foram feitas em: 15/12/ 2017 – 1177028142 com Naiza;18/12/2017 – 1177078806 com Iasmin; 20/12/2017 – 1177122364 com Francielle deu prioridade ao pedido. Depois de vários pedidos a valeta foi recapeada no final de dezembro de 2017. Poucos dias depois, este recapeamento começou a ceder (afundar), os veículos pesados que passam sobre este rebaixamento provocam um forte impacto, que está causando trincas nas casas ao redor, inclusive na minha. Desde o dia 19 de janeiro de 2018, que venho explicando e fazendo reclamações junto a COPASA, por meio do telefone, no nº 115. Proto- colos: 1180379115 em 29/ 01 , 11800579129 dentre outros. Procurei a ouvidoria em 28/01, protocolo 53890 e em 22 de março protocolo 54626 depois o 53890 e 54626. Como não fui atendido, liguei para a ARSAE dia 19 de abril deste ano, protocolo 1804190273TR. Em 15 de maio de 2018, a COPASA realizou um serviço de reparo, mas infelizmente, após alguns dias o asfalto voltou a rebaixar e, com a circulação de veículos sobre a depressão do asfalto, está atingindo minha residência, aumentando as trincas. Novo contato ARSAE e me responderam o seguinte: “Encaminhamos esta mensagem em resposta à manifestação recebida pela Ouvidoria da ARSAE-MG e registrada sob o protocolo 1804190273TR. Tendo em vista a sua última manifestação temos a esclarecer que fomos informados pela Copasa que foi realizada intervenção na via para refazer recomposição de asfalto em travessia para diminuir impactos causados por trânsito de veículos pesados e de acordo com a Copasa, em relação às trincas no imóvel relatadas pelo senhor, conforme vistoria realizada no local em 27/ 04/2018 por técnico da Copasa, essas não teriam correlação com a obra realizada. A Resolução Normativa 40/2018 prevê: “Art. 41 A recomposição de muros, passeios e revestimentos derivada de obras ou serviços realizados pelo prestador será de sua inteira responsabilidade, em conformidade com o código de posturas do município, no que couber.” Diante disso, ratificamos o entendimento anteriormente encaminhado sobre a necessidade de apresentação de sua demanda junto à Prefeitura Municipal para averiguação da situação e tomada das providências cabíveis na recomposição da via com finalidade de evitar danos ao patrimônio e transtornos como os relatados. Esclarecemos que a ARSAE-MG regula e fiscaliza a prestação de serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, não sendo, salvo melhor juízo, de sua competência, intervir em execução de obras de capeamento de vias. Informamos que sua manifestação está encerrada junto à Ouvidoria da ARSAE-MG em razão da decisão sobre a questão formulada.” Assina a nota a equipe de Ouvidoria da ARSAE. Encaminhamos para Assessoria de Comunicação da Copasa a demanda e estamos aguardando a resposta. COMPRE + NO COMÉRCIO DO SEU BAIRRO Julho - 2018 NOTÍCIAS DE DESTAQUE NA MÍDIA Assembleia sanciona fim dos testes em animais Depois da derrubada unânime do veto à proposição de lei, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais sancionou a lei que põe fim aos testes e experimentos em animais na indústria de cosméticos. Em janeiro último, o projeto de lei havia sido vetado pelo governador, mas o plenário do legislativo decidiu pela derrubada do veto. Presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Animais, Fred Costa lembra que hoje as empresas já podem testar os seus produtos em ensaios “in-vitro” - em ambientes controlados, fora de sistemas vivos - e que por isso não se justifica o sofrimento dos animais. “O advento dessa nova tecnologia já está à disposição das empresas e da comunidade científica, e por isso não se justifica o sofrimento dos animais. Considero este um dos passos mais importantes na causa animal, onde buscamos uma convivência de maior respeito com as outras espécies”, disse o deputado. Ministério quer transitolândias por todo o país Uma iniciativa do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER) quer a ajuda das crianças para conscientizar pais sobre a importância de seguir fielmente as regras do trânsito. Por meio da chamada Transitolândia (Escola Vivencial de Trânsito), o DER tem instruído as crianças a fiscalizar os pais, cobrando deles obediência total a essas regras que, quando não seguidas, contribuem para aumentar o número de mortos e feridos no trânsito brasileiro. Os bons resultados em termos de conscientização levarão o Ministério da Cidade defender a implementação de transitolândias em outras unidades federativas, por meio dos departamentos estaduais de trânsito. “A segurança no trânsito de amanhã começa hoje. Essa é uma bela iniciativa para conscientizar e educar todas as crianças, deixando-as conscientes sobre como devemos nos comportar enquanto usuários do trânsito brasileiro”, disse o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, durante visita para apresentar a iniciativa ao ex-piloto de Fórmula 1 Felipe Massa e ao presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt. Para o presidente da FIA, iniciativas como esta, visando a educação das famílias para o trânsito, são ideais para reverter o quadro negativo que atinge não só o trânsito brasileiro. “Infelizmente a situação em todo o mundo é ruim, motivo pelo qual há muitos mortos e feridos no trânsito”, disse Jean Todt. Segundo ele, é fundamental que a repetição de informações – sobre o uso correto do cinto; respeito ao limite de velocidade; o risco de dirigir usando celular ou após a ingestão de álcool – seja constante. “A segurança nas ruas não é responsabilidade apenas do governo. É de todos. Por isso precisamos também da ajuda da mídia”, disse Todt. Felipe Massa compartilha a mesma opinião. “O pouquinho que cada um de nós fizermos para seguir as leis de trânsito, sem dúvida salvará muitas vidas no trânsito”, disse o piloto. “Todas as regras vêm de quando você é criança. Se a gente conseguir ensinar as crianças da maneira certa, sem dúvida as crianças ajudarão os pais a seguirem as regras também”, acrescentou.

[close]

p. 3

Julho - 2018 Redação comunidade 3 redacao1@comunidadeemacao.com.br Garis são admirados por crianças e adultos B elo Horizonte produz, por ano, 806 mil toneladas de resíduos. Em um único dia, a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) registra até 2.800 toneladas de lixo na capital. Para dar conta de todo esse serviço, a Prefeitura conta com cerca de três mil profissionais atuando em várias frentes: coletas domiciliar e seletiva, varrição, limpeza de bocas de lobo, limpeza de córregos, capina e roçada, recolhimento de descartes irregulares, lavação de vias, viadutos, túneis e retirada de pichação. Isso sem contar as atividades nas Unidades de Recebimento de Pequenos Volumes (URPVs), nas usinas de reciclagem de entulho e na Central de Tratamento de Resíduos Sólidos da BR-040. Todo esse trabalho vale a pena, principalmente quando o esforço é reconhecido pelos cidadãos. E tudo fica ainda mais especial quando o carinho vem de uma criança, como é o caso do garoto Pierre Artur Gonçalves da Silveira, de três anos. Para ele, os garis que cuidam da limpeza na região onde vive, em Venda Nova, são seus super-heróis da vida real. Moradores do bairro Lagoa, Gabriela Nayara e Alexandre Carlos, pais de Pierre, contam que o garotinho faz questão de permanecer na porta de casa, esperando os garis que recolhem o lixo. Se está dormindo, ao ouvir o barulho do caminhão da SLU, Pierre logo acorda e sai correndo para cumprimentá-los. O pequeno fã dos garis possui até um uniforme laranja completo, confeccionado especialmente para ele, com boné, meias e botas – tudo para ficar igualzinho aos ídolos da coleta. Além disso, o garoto exibe, orgulhoso, seus bonecos de biscuit em homenagem aos coletores, um carrinho de brinquedo parecido com o caminhão de lixo e as fotos tiradas com seus “amigões”, apelido carinhoso dado aos trabalhadores da limpeza urbana. E como já era esperado pela mãe, o pequeno Pierre já decidiu qual será o tema de sua próxima festa de aniversário: os garis. “Já estou tendo que providenciar a decoração, porque não conseguimos encontrar os enfeites em lojas do ramo, por se tratar de um assunto incomum e ainda não muito procurado para eventos”, conta Gabriela. Foto: Divulgação – PBH Os “amigões” é desta forma que o Pierre trata os garis da coleta do seu bairro O encontro Na última semana, Pierre foi recebido na Gerência de Limpeza Urbana de Venda Nova, no bairro Jardim Europa, quando se encontrou com os “amigões” e pode conferir de perto um pouco mais do trabalho deles. Vestido de laranja, o menino encantou todo mundo com sua alegria. Ele abraçou os garis, tirou fotos e teve a chance de entrar no caminhão da coleta de lixo. “Estou muito feliz e vou correr mais rápido que eles”, disse Pierre ao ser questionado sobre a experiência que estava vivendo. Reconhecimento Valdecir Felix, um dos garis que realizam a limpeza na rua onde mora Pierre, faz questão de comentar a respeito de sua felicidade diante da homenagem. “Para nós, é uma satisfação imensa saber que ele gosta tanto da gente e do nosso trabalho. Tanto carinho nos deixa emocionados”, garante. Clarício Tolentino de Aguiar, gerente de Limpeza Urbana em Venda Nova, destaca que é importante valorizar sentimentos genuínos como o de Pierre, para que mais crianças se encantem pelos profissionais que cuidam da cidade e se tornem, no Números da Limpeza Urbana em Belo Horizonte - 500 toneladas de entulho e terra, por dia; - 1.900 toneladas de resíduos domiciliares, por dia; - 230 toneladas de resíduos de deposição clandestina, por dia - 50 toneladas de resíduos de varrição, por dia - 120 toneladas em coletas de limpezas diversas, por dia. O gari percorre, por dia, em média, uma distância de 25 km. Durante seu trabalho, ele pode alcançar uma velocidade de até 7 km por hora. futuro, cidadãos conscientes. “É um exemplo de sentimento puro, de respeito e admiração em relação a esses trabalhadores da limpeza urbana. Os garis são merecedores desse afeto, pois realizam tarefas de extrema importância para a saúde e bemestar de todos. Uma demonstração de respeito, que deve ser seguida também pelos adultos”, disse. A varrição No Tupi, a atual equipe tem se esforçado para manter o bairro sempre limpo. No mês de julho, a SLU fez alterações na rotina de varrição em alguns pontos do bairro. Rua Furquim Werneck e Praça Cândido Portinari o intervalo entre os dias de varrição foram diminuídos. No caso especifico, da praça, a motivação seria a realização de eventos com montagem de barraquinhas de comidas e bebidas, que foram motivo de reclamações encaminhadas ao Serviço de Apoio à Comunidade (SAC), do Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO. A polêmica foi a quantidade de lixo, cacos de vidro e o que foi pior despejaram os dejetos dos banheiros químicos em via pública na festa do mês de junho. Na época, por meio de nota enviada ao Jornal, a SLU respondeu que a responsabilidade de manter o local limpo é do organizador do evento. É importante salientar que, o evento foi aprovado e divulgado pela BeloTur. Porém, não há comunicação entre as duas empresas municipais, conforme a explicação da Assessoria de Comunicação, a SLU não tinha conhecimento do evento. URPV incomoda Os moradores da avenida Basílio da Gama, esquina com av. Saramenha estão se mobilizando para que a SLU desative a Unidade de Recebimento de Pequenos Volume (URPV). Um abaixo-assinado está circulando entre os vizinhos da URPV, que será encaminhada ao Gabinete do Prefeito pedindo providências para fechar ou mudar de local a URPV. Como a unidade não funciona nos fins de semana a população joga lixo na calçada atrapalhando o fluxo das pessoas. A SLU afirma que faz campanha de conscientizar junto a população para destinar o lixo de forma correta, mas a campanha não foi percebida pelos moradores.

[close]

p. 4

Missão Cumprida O Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO divulgou no SAC a reclamação de uma mãe, sobre a questão do muro da Escola Estadual Pedro Paulo Penido, no bairro Floramar, que há anos ameaçava cair. Recebemos, via WhatsApp, informação da mesma mãe do aluno, que o conserto do muro está em execução. Foto: Divulgação/Leitor Mão única na Gastão Cruls A Rua Gastão Cruls, no bairro Tupi, é uma das vias que dá acesso ao bairro Floramar e deverá ser mão única para os veículos que saem da Avenida Saramenha. Atualmente a via tem circulação nos dois sentidos, mas toda semana há problemas com caminhões ou ônibus agarrados no local, quando vão acessar a avenida (foto). Moradores e a reportagem do Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO por diversas vezes já flagraram veículos de grande porte travando o trânsito por não conseguirem fazer curva naquele local. Outro fator que complica o trânsito no local é a quantidade veículos que ali ficam estacionados, principalmente para carga e descarga na Sucal. Segundo uma fonte da BHTrans, o projeto está em fase de elaboração e deve alterar de forma significativa o trânsito no local. Torneio de Truco O Bar da Lili, ao lado do campo Tupinense, está realizando o primeiro Torneio de Truco. A premiação total é de R$2.250,00 distribuídos para os três primeiros colocados. O valor da inscrição antecipada é de R$100,00 por dupla e R$120,00 no dia torneio – 26 de agosto. Mais informações e o regulamento pelo telefone; Lili: (31)98265-9514 ou José Gomes: (31)98207-5258. Linha 740 Moradores do Tupi / Mirante estão solicitando à BHTrans o prolongamento da linha 740, que faz a ligação entre os bairros Tupi e o Mirante. Segundo eles o ônibus deveria circular pelos dois centros comerciais do bairro; na Rua Furquim Werneck a partir da Avenida Saramenha e na Rua Antônio Bandeira próximo ao Hospital Sophia Feldman. Os usuários seriam beneficiados com a facilidade de acesso ao comércio e serviços do bairro. O preço da passagem que é de R$0,90 tem que ser mantido e o custo da extensão da linha seria compensado com o aumento do número de passageiros. Onixmal inaugura primeira loja Com a inauguração do Supermercado Apoio, os dirigentes no único shopping da região estão comemorando os resultados e consolidando as expectativas que tinham acerca do empreendimento. Somente no dia da inauguração, foram mais de cinco mil pessoas que passaram pelos caixas do supermercado. O Foto: Marcos Silva/JCA último cliente saiu da loja depois das 23 horas. Estes números permitem uma projeção de 50% ou mais, considerando que muitos deles foram acompanhados de no mínimo uma pessoa, economicamente ativa, que não realizou compra naquele dia. Segundo Adriano Ricaldoni, outras lojas já estão realizando obras para a inauguração do shopping em outubro. Fazem parte Passou a Copa agora é politica Este ano é atípico. Copa do Mundo não empolgou muito e deixou o brasileiro desanimado com a fraca participação da Seleção Brasileira. Ficou, também, a dúvida: qual foi a pior seleção dentro do campo, 2014 ou 2018? Certamente 2014 foi melhor para a economia. Os índices de empregos estavam melhores, mais dinheiro circulando na base da pirâmide da população economicamente ativa. Não faltaram obras/empregos. Acabou a Copa, acabou dinheiro e agora ficou a conta. Estamos pagando caro, e a eleição está aí de novo! Assim como foi em 2014, em 2018 elas são após a Copa do Mundo. Em 2022, a eleição acontecerá antes da Copa do Mundo, que será realizada em dezembro, em razão do clima no Catar. Mas, o que interessa ou deveria, é Eleição 2018. Depois de muitos desvios de verba pública e políticos na cadeia, o eleitor nunca esteve tão descrente com a política, segundo os estudiosos do assunto. Assim como na Seleção, que não deu tempo de guardar o nome dos jogadores, a situação está pior na política. Em quem você votou na eleição passada para governador, senador, deputados federal e estadual? Será que ele está preso ou sob suspeita, envolvidos em irregularidades? Gostando ou não temos que escolher os nossos representantes. E haja luz divina para ajudar! Muitos deles deveriam estar filiados no Partido Unificado da Maracutaia (PUM). do mix de lojas confirmadas: Lojas Redes, BurguerKing, 1,99 Biju, Amandelli Super Salgados, LexTour Turismo, Pet&Gatô Banho e Tosa. Além de outros empreendimentos que estão concluindo as negociações. A convergência de público esperado para o shopping é de três mil pessoas/ dia. Uma coisa é certa, a inauguração do shopping Onixmall coloca o comércio local em outro patamar, além de gerar empregos na região. Comércio de bairro A inauguração do shopping, no bairro Guarani, vai de encontro a pesquisa divulgada pelo Fecomércio, publicada na edição passada do Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO. Os hábitos de consumo e compras estão mudando. Agora é a vez do comércio de bairro que está crescendo, comparado ao comércio do centro da cidade. O seguimento de alimentos e vestuários estão no topo das preferências de compras do consumidor. Dado surpreendente alegado na pesquisa é o perfil do consumidor, o homem dá preferencias às compras nos bairros ao contrário das mulheres. A pesquisa também aponta que lojas/ serviços que investem em publicidade conseguem melhor resultados. Diversos comerciantes da região procuram a redação do Jornal querendo mais detalhes da pesquisa e consultado preços de anúncios. Alguns estão buscando maneiras de se tornar a preferência do consumidor. Divulgando e melhorando o atendimento. O mercado hoje quer o melhor, o consumidor está valorizando o pouco dinheiro que tem.

[close]

p. 5

Julho - 2018 Reportagem: Marcos Silva redacao1@comunidadeemacao.com.br comunidade 5 Por um bairro melhor e bonito Foto: Marcos Silva/JCA “Mudar a aparência do bairro, das ruas, das avenidas e do espaço público!” é assim que Maria Nazaré Batista – uma senhora idosa (como ela prefere definir a idade), explica por que está pintando o poste em frente a sua residência na Avenida Waldomiro Lobo no bairro Guarani. É autodidata e desenvolveu a própria técnica, que num primeiro momento, remete à pinturas feitas em pano de prato artesanais. De fala mansa, Nazaré conta que começou desenhado, no papel, pássaros e diversos outros animais, a partir de observações de fotos e gravuras. Depois, passou a reproduzir em tecidos, telas e lonas de banner. “Não quero ganhar dinheiro com isso, já sou aposentada, faço porque gosto e acho bonito. Um dia eu acordei de manhã e resolvi pintar no poste por achar que avenida estava muito suja. Eu queria ver o bairro mais limpo, mais cuidado, a gente vê tudo sujo mal cuidado, os postes tudo cheio de papel Nazaré quer transformar suas pinturas em um projeto com a participação de alunos alunos das escolas públicas colado (cartazes), faixas e detalhes: “Ela está de ga todo a pintura. Procuramos ninguém faz nada para mudar parabéns, é muito bonito a a Prefeitura/Coordenação da isso”, diz Nazaré. pintura dela e dá vida e chama Regional Norte, para falar da Ela gostaria de envolver atenção para um espaço que irregularidade deste tipo de crianças, que estão no período fica esquecido na rua e só propaganda e obter um escolar, para multiplicar a sua serve para as pessoas colar posicionamento diante do van- ideia e ter mais postes cartazes e faixas com poluição dalismo, mas Assessoria de pintados. “Eu só não consigo visual, eu dou valor para um Comunicação da Regional in- comprar tinta e pincel para trabalho assim e sei como formou que não poderia aten- todo mundo, mas posso raramente as pessoas dão der pois estava em reunião. ensinar as crianças das valor”. Júnior fala com Enviamos o caso por um e- escolas”, explica Nazaré, que conhecimento de causa, pois mail e também não foi respon- também alerta que não pode é na rua que vende o dido até o fechamento desta ser criança muito pequena artesanato que produz. edição. devido ao risco de estar na rua e acontecer algum acidente. Vandalismo Importante ressaltar que, as avenidas e ruas da Regio- Durante a entrevista, na Apenas dois dias depois nal Norte estão repletas de fai- rua, por diversas vezes Nazaré da entrevista, a redação do xas, em postes e árvores, com recebeu palavras de elogios, Jornal COMUNIDADE EM propagandas de venda de imóque a parabenizavam pela AÇÃO recebeu fotos e um veis e inauguração de lojas. iniciativa do trabalho. O vídeo, das pinturas da Nazaré Parece não ter mais fiscalizavendedor ambulante Júnior cobertas por cartazes de di- ção e, os bairros estão cada vez Ribeiro considerou a pintura vulgação de “pai de santo”, mais sujos e poluídos. muito bonita e rica de que ao tentarem retirar estra- RADAR NORTE Podas de árvore Demorou mas a PBH/Regional Norte realizou, nos meses de maio, junho e julho podas e supressão de árvores nas avenidas Saramenha e Waldomiro Lobo. No caso da avenida Saramenha, a poda envolvia questões de segurança pública, pois as copas das árvores estavam grandes e prejudicavam a iluminação pública. O Serviço de Apoio à Comunidade (SAC ), reportou, por diversas vezes, a reclamação para Prefeitura, na gestão do Marcio Lacerda, que informava não ter dinheiro. Linha 713 tem itinerário alterado A linha 713 (Estação São Gabriel/Lajedo) teve seu itinerário alterado na região do bairro Providência. Com a alteração, a linha passa a circular pela rua Doutor Benedito Xavier nos dois sentidos, facilitando o acesso aos equipamentos públicos ali localizados, como escola, igreja e comércio. Novo itinerário - Sentido Estação/Bairro: avenida Cristiano Machado (Estação São Gabriel setor Oeste), avenida Cristiano Machado (Estação São Gabriel saída Via 240), praça Corpo de Bombeiros Militar (rotatória), avenida Risoleta Neves (Via 240), rua da Pedreira, rua Doutor Benedito Xavier, rodovia Camilo Teixeira da Costa, seguindo o itinerário atual. Sentido Bairro/Estação: itinerário atual até a rua Pintor Renato Lima, rodovia Camilo Teixeira da Costa (MG-020), rua Doutor Benedito Xavier (acesso Via 240 - após rua Dom Cavati), avenida Risoleta Neves (Via 240), praça Corpo de Bombeiros Militar (rota-tória), avenida Cristiano Machado (à direita), avenida Cristiano Machado (retorno no viaduto Paulo Mendes Campos), avenida Cristiano Machado (Estação São Gabriel-Setor Oeste-PC). Obras no Onça A licitação para a execução das obras e serviços de otimização do Sistema de Macrodrenagem da Bacia do Ribeirão do Onça, conforme edital publicado no Diário Oficial do Município (DOM), é uma obra importante que contribuirá na diminuição do risco de enchentes no local, além de ser uma antiga reivindicação dos moradores. O valor teto no edital está estimado em R$ 45.237.337,67, com recursos provenientes do Fundo Municipal de Saneamento (FMS) e do financiamento junto ao Ministério das Cidades. Esta obra integra a primeira fase da otimização do Sistema de Macrodrenagem dos três córregos: Onça, Ribeirão Pampulha e Cachoeirinha. Será feita a implantação de canal paralelo à canalização existente no Ribeirão do Onça, iniciando nas proximidades do cruzamento da avenida Cristiano Machado com avenida Risoleta Neves até a divisa com a faixa de domínio da CBTU dentro da Estação São Gabriel, numa extensão de 286,96 metros. A previsão de duração dos trabalhos é de 540 dias contados a partir da assinatura da primeira ordem de serviço.

[close]

p. 6

6 classificado Julho - 2018 classificadosbh

[close]

p. 7

Julho - 2018 Redação redacao1@comunidadeemacao.com.br urbanização 7 Prefeitura realiza tratamento asfáltico em ruas de terra na regional Norte Fotos: Divulgação/PBH As melhorias nas ruas da Regional Norte são um pedido antigo da comunidade Diversas vias, que atualmente são de terra, vão receber uma camada de asfalto que trará maior comodidade, segurança e facilidade no transporte dos moradores da região Norte da capital. Esse tipo de técnica está sendo executada pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura. As obras foram iniciadas em junho deste ano e irão contemplar ao todo cerca de 6,5 km de vias. Atualmente três vias estão recebendo os serviços: rua Ipê Rosa Claro, em 250 metros de via; rua Joaquim Clemente, em 360 metros; e a rua dos Bacuraus, onde já houve tratamento asfáltico em 150 metros e ainda será feito o acabamento da via com meio fio e passeio. Os serviços na rua dos Bacuraus contemplam também a construção de uma escada que liga um trecho sem saída da via com a avenida Cristiano Machado, revitalização de 4 praças, limpeza do canal que passa pela via, capina e podas de árvores. O tratamento asfáltico reaproveita asfalto já utilizado e fresado, que seria descartado, permitindo melhorar as condições de vias que até então eram de terra a um custo de aproximadamente 30% do asfaltamento co- mum. “A Regional Norte tem muitas vias não urbanizadas e essa é uma forma viável de melhorar a condição de vida de muitas pessoas. Com isso, otimizamos o recurso disponível e ainda diminuímos o impacto ambiental, pois o material utilizado seria simplesmente jogado fora”, avalia o gerente regional de Infraestrutura Urbana da Regional Norte, Marcelo de Camargos, responsável pelas obras. As melhorias nas ruas da Regional Norte são um pedido antigo da comunidade e os benefícios das intervenções já são sentidos pelos moradores. “Depois que asfaltou, tem muita gente passando por aqui. A rua mais movimentada dá mais segurança, tem crianças brincando, andando de bicicleta... Melhorou bastante!”, conta Glória Maria, 52, moradora da rua dos Bacuraus há 23 anos. O tratamento asfáltico em vias ainda não pavimentadas contribui também para os comerciantes da região. É o que conta a empresária Eny Gonçalves, 36, dona de um salão de beleza da região. “Antes, meu salão enchia de poeira. O benefício de não ter a poeira é ótimo. Em época de chuva as clientes vinham fazer as unhas e já saiam com o pé cheio de barro. Não ter mais isso é ótimo”, diz a empresária. A maior parte dos serviços será concluída ainda neste ano, mas o trabalho continuará até 2019. O investimento total é de aproximadamente R$ 2 milhões. COMPRE + NO COMÉRCIO DO SEU BAIRRO! As lojas estão cada vez melhor e têm variedades. Você ganha tempo

[close]

p. 8

8 esporte Julho - 2018 esporte@comunidadeemacao.com.br São Bernardo conquistou outro título de bicampeão Copa Centenário de Futebol Amador tem campeões dos módulos juvenil e infantil. Depois do título de bicampeão da Copa Itatiaia 2017/2018, na categoria amador, agora na Copa Centenário foi a vez do time infantil celeste, do Bairro São Bernardo Redação Foto: PBH / Divulgação As equipes do Itamarense (juvenil) e São Bernardo (infantil) são os novos campeões da Copa Centenário de Futebol Amador Wadson Lima. Os títulos foram conquistados (22/7), no campo da Arena Comercial, no Barreiro. O time do Itamarense conquistou a taça na disputa de pênaltis com o Campo Verde, devido ao placar de 0 x 0 no tempo regulamentar. A campeã do módulo juvenil é da região Leste (bairro Alto Vera Cruz), possui quatro vitórias, um empate, 12 gols marcados e quatro sofridos. O time participa da Copa pelo segundo ano consecutivo. O time do São Bernardo conquistou o título de bicampeão do módulo infantil em cima do Tupinambás, também na disputa de pênaltis, após empate de 1 x 1. O São Bernardo que representa a região Norte (bairro São Bernardo), conta com três vitórias, um empate, oito gols marcados e dois sofridos. A maioria dos atletas do time é participante do programa Esporte Esperança, realizado pelo Prefeitura de Belo Horizonte em áreas de vulnerabilidade social. Arena Comercial no Barreiro recebeu os jogos das finais da Copa Centenário Wadson Lima Trajetória Comissão aprova incentivo fiscal para Além do Itamerense e do São Bernardo, a Copa Centenário tem outro time campeão: o Tupinambás microempresa que patrocinar esporteconquistou o título da modalidade feminino sub-17, no enfrentamento com o Prointer, no dia 8 de julho. A equipe campeã tem 27 gols marcados e apenas dois sofridos ao longo Redação da campanha e representa a região Leste de Belo Horizonte. A Comissão do Esporte Fotos: Marcos Silva/JCA As disputas do módulo infantil começaram no dia 20 de aprovou o Projeto de Lei junho com 24 equipes, sendo seis deles feminino e as do Complementar (PLP) 452/17, juvenil, no dia 27 de maio com 25 equipes. do deputado Flaviano Melo A competição continua e no dia 12 de agosto terão início (MDB-AC), que permite às os jogos dos módulos adultos (masculino/feminino, categoria microempresas e empresas de A. B e C) e máster. pequeno porte abater até 4% A Copa Centenário de Futebol Amador Wadson Lima é do Imposto de Renda (IR), disputada em sete categorias – infantil, juvenil, adulto devido ao patrocínio ou masculino (A, B e C), adulto feminino e máster. No ano doação a projetos desportivos passado, envolveu 3.244 atletas com idade de 13 a 70 anos e e paradesportivos. 147 times em todas as categorias. Neste ano, são 186 clubes A proposta altera o e 4.660 atletas. A Copa é realizada pela Prefeitura de Belo Estatuto Nacional da Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Microempresa e da Empresa Lazer (Smel). Na edição deste ano, a competição tem o de Pequeno Porte (Lei patrocínio do Ministério do Esporte, por meio da Secretaria Complementar 123/06) e Nacional de Futebol e Defesa do Torcedor. recebeu parecer favorável do O patrocínio faz parte do convênio assinado pelo relator, deputado André As empresas de pequeno porte que patrocinar projetos Ministério do Esporte com a PBH, decorrente da aprovação, Figueiredo (PDT-CE). desportivos poderão abater 4% do Imposto de Renda pelo Governo Federal, do projeto “Promoção e Fomento do Figueiredo afirmou que a De acordo com o texto Tramitação - O projeto Futebol de Várzea em Belo Horizonte”, elaborado pela Smel. proposta estende para as aprovado, o Comitê Gestor será analisado agora pelas micro e pequenas empresas o do Simples Nacional (CGSN) comissões de Desenvol- benefício que existe para as regulará a dedução dos vimento Econômico, Indús- demais, previsto na Lei de valores. O comitê é o órgão tria, Comércio e Serviços; Incentivo ao Esporte (11.438/ responsável por disciplinar a Finanças e Tributação; de 06). A norma possibilita às aplicação do Estatuto Constituição e Justiça e de empresas destinar até 1% do Nacional da Microempresa e Cidadania. Depois segue valor devido de IR a projetos da Empresa de Pequeno para o Plenário da Câmara. voltados ao esporte. Porte. Preços válidos até 20/08/18 ou enquanto durarem os estoques

[close]

Comments

no comments yet