Jornal Notícias da Região - Edição 480

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Notícias da Região - Edição 480

Popular Pages


p. 1

(11) 5669-2455 www.noticiasdaregiao.com.br /noticiasdaregiaosul Ano XVIII - Edição 480 - São Paulo, 29 de Junho 26 de Julho de 2018 Aesul festeja seus 28 anos A Associação Empresarial da Região Sul – Aesul – está completando 28 anos de existência e para comemorar a data, uma festa com mais de trezentas pessoas foi realizada na noite de 19 de junho, no Clube de Campo do Castelo, localizado na região de Interlagos. Fundada em 1990 e com sede em Cidade Dutra, a Aesul é uma entidade que tem como principal objetivo fomentar e fortalecer as iniciativas comerciais e empresariais da região Sul da cidade de São Paulo. Hoje, com cerca de quatrocentos associados, a Aesul goza de grande prestígio no meio empresarial, junto ao poder público e tem realizado e participado nesses 28 anos, de diversas ações em favor das comunidades da zona Sul paulistana. “Não é fácil para uma entidade de bairro chegar aos 28 anos de existência. O desafio é diário para mantê-la forte, vibrante e arregimentando cada vez mais pessoas”, admitiu a presidente da Aesul, Juliana Lopes, diante dos participantes da festa no Clube Castelo. PáginaS 4 e 5 Asfalto novo em péssimo estado Página 3 De bike do Grajaú até a Baixada Santista Página 8

[close]

p. 2

2 São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br No transe da Copa Um clima diferente toma conta do país de quatro em quatro anos, com o advento da Copa do Mundo de Futebol. Como no Natal ou no Carnaval, o espírito de Copa do Mundo transforma pessoas, tirando-as daquele ritmo mecânico do cotidiano. Por alguns momentos elas se esquecem de contas, dívidas, trabalho, desemprego, política, economia, questões pessoais e entram no transe da Copa. São momentos de extravasamento de tensões, alegrias, tristezas e, ao mesmo tempo, de convívio inesquecível com determinadas pessoas e lugares, pois, dificilmente alguém esquece o lugar onde esteve e com quem estava quando da malfadada eliminação da Seleção Brasileira diante da Alemã, em 2014, ou da final entre Brasil e Itália, em 1994, ou daquela alegre manhã de 2002, quando o Brasil derrotou a Alemanha e se tornou pentacampeão. Eles se tornam momentos marcantes para muita gente. Apesar do desastre dos 7 a 1 no Mineirão, na última Copa, apesar da apatia que tomou conta dos brasileiros em relação à seleção de uns anos para cá e da falta de identificação que parece existir entre os jogadores da seleção (a grande maioria atuando no exterior e alguns até desconhecidos no Brasil) e o torcedor, quando começa a Copa do Mundo, tudo se transforma no país do futebol. As pessoas passam a acrescentar na rotina diária uma passadinha de olho nos aparelhos de TV para acompanhar a Copa, e não só os jogos do Brasil. Mudam-se os hábitos: alguns levantam mais cedo, vão tomar o café da manhã no bar ou padaria (desde que tenha uma TV ligada) ou simplesmente se debruçam diante do computador no escritório para ver jogos incríveis entre as melhores (e as não tanto) seleções e jogadores mundiais. As ruas começam a ser pintadas de verde e amarelo, bandeiras nacionais e algumas de outros países surgem nas sacadas de apartamentos, nas casas e estabelecimentos comerciais. Os veículos trafegam desfilando bandeirolas. As tradicionais e insubstituíveis tabelinhas de papel da Copa do Mundo começam a ser preenchidas e conferidas, bolões são feitos no trabalho, nas reuniões de família e nas mesas de botequim e quase todos vão para a frente das telas e telões devidamente uniformizados. Assim é o gostoso clima de Copa do Mundo, independentemente de vitórias ou derrotas, quando a cidade se torna mais colorida, viva e torcedora. É bem verdade que os problemas continuam existindo e as soluções são adiadas. Também é verdade que este clima não atinge a todos, por diversos motivos. E que também é preciso ficarmos alertas para certas maracutaias oficiais que costumam ocorrer nesses momentos de distração do povo. Mas não há como evitar ser contagiado pelo vírus da Copa do Mundo. E, tomara, ela termine em 15 de julho como terminou em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002 para júbilo dos brasileiros. E no dia seguinte à grande festa estaremos de volta à plataforma lotada da Estação Grajaú da CPTM esperando o trem, parados no trânsito congestionado da avenida dona Belmira Marin, prostrados em alguma UBS da região na esperança de conseguir marcar uma consulta e de volta à porta de alguma empresa atrás de uma vaga de trabalho. E assim, a vida volta ao normal. Doença de celular Você pode ficar doente por causa de seu celular. E não se está a pensar na dependência, na fixação ou vício, sintomas psicológicos de anomalia. O problema é o número de bactérias encontrado em cada aparelho. A bióloga Rosana Siqueira, da UniMetrocampWyden, testou a quantidade de microorganismos encontrada em mobiles. Encontrou cerca de 23 mil bactérias em algumas das dez amostras analisadas, entre elas, a staphylococcus aureus, causadora de conjuntivite e infecção de garganta, a shigella, que leva a disenteria, além de coliformes fecais. Gente com o sistema imunológico saudável pode não se contaminar, nem ficar enfermo. Porém, os grupos de risco – crianças, idosos, grávidas, os doentes com imunidade afetada – podem contrair moléstias até graves por uso de celular contaminado. Com a mania que hoje os pais têm de entregar celular para crianças cada vez mais novas, o perigo aumenta. As crianças levam imediatamente o telefone à boca. Depois para o chão. E outro perigo é entrar com o mobile no banheiro. Os microorganismos estão ali e vão se alojar no aparelho. Outro lugar de intensa contaminação é a academia de ginástica. Quem coloca o aparelho no chão corre o risco de trazê-lo com uma carga imensa de bactérias causadoras de enfermidade. Outras coisas também contaminam e nem sempre merecem nossa atenção, como a tábua de José Renato Nalini (Reitor da UniRegistral e Palestrante) cortar carne, por exemplo. Mais de 130 mil bactérias por amostra em tábuas de madeiras. Muitas delas causadoras de infecções. Mas, a mais perigosa é a esponja de cozinha, aparentemente inofensiva, mas com 700 milhões de bactérias após o uso de quinze dias. A simples esponjinha pode causar febre, pneumonia e diarreia, entre outras doenças. Os fones de ouvido também carregam dez mil micro-organismos, dentre eles os causadores de infecções e conjuntivite. O bom mesmo é não precisar usar nada disso. Mas quem é que hoje consegue se afastar do seu celular? Há crises de abstinência já registradas e parece que ele chegou para ficar. Então o negócio é limpar. Passar álcool, depois um pano seco ou um lenço de papel. E fazer isso todas as noites. Não é só de vez em quando... Um pouco mais de nossa história, gente e raízes Por decreto de 10 de julho de 1832, a então paróquia foi elevada a categoria de vila e, como município, posteriormente considerada cidade. Em 6 de maio de 1833, a Câmara Municipal de Santo Amaro realizou a sua primeira sessão, com a presença dos vereadores Francisco Antônio das Chagas (o Chico Doce), Manoel Joaquim do Rosário, José Fernandes Moreira, Antonio Bento de Andrade e Bento Francisco de Moraes. A estatística oficial do ano de 1874, dava ao município de Santo Amaro uma população global de 5.470 almas, sendo 5.207 livres e 263 escravos. Só para se ter uma ideia, nesse mesmo ano, Itapecerica da Serra tinha uma população de 4.986 almas, sendo 4.667 livres e 229 escravas. Eis aí, em poucas linhas, o histórico da velha aldeia de José de Anchieta. O tempo passou, estamos em 2018. Nosso território geográfico que antes girava em torno de 640 quilômetros quadrados, foi reduzido para 15,6 quilômetros quadrados. Esse “desenvolvimento” diminuiu não somente o espaço geográfico, mas também a qualidade de vida de quem ficou por amor a esta terra de Caiuby. Resta somente o romantismo e a fidelidade dos cetrasianos no sentido de manter vivos nossos usos, costumes e tradições. E para finalizar, nossas homenagens a todos àqueles que sofrem de uma paixão: Amor a Santo Amaro! Em tempo: Informamos que o Centro das Tradições de Santo Alexandre Moreira Neto Presidente do Centro das Tradições de Santo Amaro Cetrasa Amaro (Cetrasa) continua recebendo indicações de pessoas físicas e jurídicas para a outorga do Troféu Botina Amarela, 24ª edição, ano 2018, encerrando-se o prazo no próximo dia 5 de julho, ocasião em que uma comissão especial do Cetrasa fará uma seleção dos futuros agraciados. As indicações e respectivos currículos poderão ser entregues diretamente no Cetrasa, situado à av. professor Alceu Maynard de Araújo, 32, em Vila Cruzeiro, região de Santo Amaro, todas as terças-feiras, a partir das 18 horas, aos cuidados de Alexandre Moreira Neto, ou pelo e-mail , ou ainda aos cuidados de Armando Fernandes pelo email . Até mais! Dia 1º de julho tem eleição Colégio Humboldt recebe para o Conselho Municipal nova reunião do Conseg A comissão eleitoral do Conselho Municipal de Habitação (CMH) definiu nova data para eleição do conselho, que será no dia 1º de julho, quando qualquer cidadão com título de eleitor emitido até 29 de dezembro de 2017, em situação regular na Justiça Eleitoral, e que pertença a um dos cartórios eleitorais do município de São Paulo, poderá votar. Os locais de votação serão nas 32 prefeituras regionais e podem ser consultados diretamente no hotsite do CMH (http:// cmh.prefeitura.sp.gov.br/). O cidadão deve comparecer das 9h às 17h, no local indicado na consulta, com o título de eleitor ou número do mesmo, e um documento de identificação com foto. Os candidatos às vagas estão agrupados em CHAPAS e o eleitor só poderá votar uma única vez, em uma única CHAPA. No hotsite do CMH é possível pesquisar as chapas e o local de votação. O CMH é um órgão tripartite, formado por 48 membros, sendo 16 indicados pelo poder público, 16 representantes da sociedade civil organizada (empresários, entidades de classe, sindicatos, universidades e ONG’s) e 16 representantes das entidades comunitárias e organizações populares ligadas à área de habitação. Os representantes da sociedade civil que se habilitaram nos termos do Edital n° 01/2017/CMH tiveram suas candidaturas homologadas e como não se apresentaram em quantidade superior às vagas existentes, não necessitam concorrer às 16 vagas por meio de processo eleitoral. Assim, no dia 1º de julho serão eleitos 16 representantes de entidades comunitárias e de organizações populares ligadas à habitação. Será no dia 3 de julho, às 19h30, no auditório do Colégio Humboldt, no Jardim Ipanema, distrito de Socorro, a próxima reunião mensal do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Interlagos. Seu presidente, Amauri Vasconcelos, convida as comunidades de Interlagos, Jardim Suzana, Vila Friburgo, Veleiros e adjacências para participarem do encontro, que é aberto a todos para a apresentação e encaminhamento de demandas, sugestões e reivindicações relativas à segurança pública e infraestrutura urbana local. Além dos membros do Conseg, a reunião deverá contar com as presenças de representantes da segurança pública local – 2ª Cia. do 27º B a t a l h ã o d a Po l í c i a M i l i t a r, 102º Distrito Policial e Guarda Civil Metropolitana / Inspe- toria Capela do Socorro – e de órgãos como a Prefeitura Regional Capela do Socorro, Sabesp e Ilume (iluminação pública). O Colégio Humboldt fica na rua engenheiro Alberto Kuhlmann, 525, bairro Jardim Ipanema / Veleiros, no distrito de Socorro. Conseg Dutra no dia 5 Já o Conseg Cidade Dutra realizará a sua próxima reunião mensal no dia 5 de julho, quinta-feira, a partir das 19h30, na sede da Sociedade Amigos de Interlagos (SAI), em Cidade Dutra. Da mesma forma, a população local e de bairros adjacentes está convidada a participar dessa discussão sobre os problemas e demandas da região, junto às autoridades presentes. O endereço da SAI é rua Mangaratiba, 316, em Cidade Dutra.

[close]

p. 3

www.noticiasdaregiao.com.br 3São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018 Problemas no asfalto do Grajaú Sucesso no Abraço Guarapiranga Por volta do mês de fevereiro último, foram iniciados os serviços de recapeamento na avenida Antonio Carlos Benjamim dos Santos, via principal de ligação entre a avenida dona Belmira Marin e a rua João Amós Comenius, no distrito de Grajaú. A obra fazia parte do programa “Asfalto Novo” da Prefeitura de São Paulo e os moradores acreditavam que ela viria a resolver a situação deplorável em que se encontrava a avenida. Os serviços duraram cerca de dois meses, período em que a via ficou intransitável em diversos trechos por ter sido retirado todo o asfalto que lá existia para ser refeita grande parte da sub-base e das guias e sarjetas preexistentes. Assim, por um bom tempo, vários pontos da avenida tornaram-se praticamente ruas de terra, até que finalmente foi colocada a nova camada de asfalto. Passados quase dois meses do encerramento das obras, o morador Milton de Freitas Nunes, do bairro Jardim São Bernardo, descreve ao “Notícias” qual é a atual situação no local: no trecho entre a rua João Amós Comenius e a avenida prefeito Paulo Lauro pode ser verificada a má qualidade do recapeamento e vários problemas, como poço de visita desnivelado em relação ao asfalto (na esquina com a rua Giusepe Tartini); no cruzamento e início da rua Pedro Petricevic, o asfalto anterior foi raspado sem que fosse efetuado o devido recapeamento; em boa parte do trajeto há desnível entre a sarjeta e o asfalto; a sarjeta da via, que foi refeita em grande parte do trecho, apresenta problemas e imperfeições em inúmeros pontos; já há vários buracos na avenida recém recapeada; no cruzamento com a rua Telemann verifica-se grande desnível entre o asfalto novo (da Antonio Carlos Benjamin dos Santos) e o antigo pavimento da Telemann. “Tais problemas se repetem em toda a extensão da obra, demonstrando a baixa qualidade do serviço efetuado”, afirma Milton. Ninguém dá explicações Diante de tal situação, em 4 de maio passado, o morador conta que fez reclamação de mesmo teor através do serviço 156 da Prefeitura (número de protocolo 21115784). Em 22 de maio foi aberta solicitação de informações (sob o número 030588) sobre a obra no sistema e-Sic (acesso à informação), também da Prefeitura, e até o momento não respondida e com postergações de prazo. Por fim, em 15 de junho, Milton recorreu à Ouvidoria da Prefeitura (número de protocolo 21185496) para pedir verificação dos problemas na avenida Antonio Carlos Benjamim dos Santos. “Mas, até agora, nenhuma das solicitações foi atendida ou sequer respondida, e os problemas na via recém recapeada vão se acumulando dia a dia”, reclama o morador. A solicitação de informações sobre a obra, aberta por Milton no sistema e-Sic da Prefeitura e que tinha como prazo final previsto o dia 21 de junho, também não foi atendida. O morador então, abriu reclamação no próprio sistema a respeito do descumprimento de prazo de resposta. Finalizando, Milton acrescenta que os problemas por ele citados, entre a rua João Amós Comenius e a avenida prefeito Paulo Lauro, se repetem por toda extensão da obra de recapeamento feita na avenida Antonio Carlos Benjamim dos Santos. “Para se ter uma ideia, serviços de tapa buracos já tiveram que ser realizados nessa avenida recém recapeada”, conclui, inconformado, o morador. Mesmo com os problemas ocasionados pela falta de combustíveis, em virtude da greve dos caminhoneiros, a 13ª edição do Abraço Guarapiranga foi realizada no domingo, 27 de maio, reunindo um público estimado de 2 a 2,5 mil pessoas no Parque da Barragem, no bairro do Socorro, um dos três pontos onde o evento aconteceu. Os outros dois foram o Parque Ecológico do Guarapiranga, em M’Boi Mirim, e a Comunidade Missionária de Villaregia, em Embu-Guaçu. “Toda estrutura – palco, som, tendas, banheiros químicos – montada para o Abraço no Parque da Barragem não chegou por causa do problema da falta de combustíveis. Para que o evento não deixasse de ser realizado, tivemos a contribuição das prefeituras regionais da Capela do Socorro e de Parelheiros, que forneceram algumas tendas e banheiros químicos, e da central sindical UGT, que forneceu o carro de som”, conta Mauro Scarpinatti, da organização do Abraço e também seu apresentador. Criado em 2006 com o objetivo de mobilizar e alertar cidadãos e governos para a urgência de se construir uma nova cultura de cuidado com a água, o Abraço é uma manifestação de respeito e carinho da população com as fontes de água de São Paulo, além de um ato de denúncia pelo descuido com os mananciais. O Abraço Guarapiranga 2018 teve como tema “Água é saúde, despoluição já”, tendo em vista os diversos problemas de saúde causados pela água inadequada. No Parque da Barragem as atividades culturais e ambientais da programação do evento começaram por volta das 9h30. Depois houve plantio de mudas e o chamado “Ar- rastão para o Abraço Guarapiranga”, conduzido pelo Bloco Afro É Di Santo. Dois grupos de ciclistas vindos de pontos diferentes – avenida Paulista e Parque das Árvores – também participaram do Abraço, que começou já por volta das 13h. Organizado pela Rede de Olho nos Mananciais, o evento contou com o apoio da Aliança Pela Água, rede que reúne mais de sessenta organizações da sociedade civil, e dos coletivos Bike Zona Sul e Amigos do Pedal. Os alertas feitos “A gente têm que continuar incentivando e divulgando mais essa preocupação ambiental demonstrada aqui, assim como cobrar os governos municipal, estadual e federal, e principalmente a Sabesp, no cuidado que se deve ter com a água”, afirmou o deputado estadual Enio Tatto, também presente ao Abraço Guarapiranga. Além de Enio e de seus irmãos, o vereador Arselino Tatto e o deputado federal Nilto Tatto, participou do evento a advogada e coordenadora da Subcomissão de Águas e Unidades de Conservação da OAB - Santo Amaro, Amanda Amorim Maciel, que também representou a presidente da entidade, Lisandra Gonçalves. Já o prefeito regional João Batista de Santiago (Capela do Socorro) disse que “não basta só fazer o movimento, é preciso lutar por ele, como, por exemplo, fazendo mais canalizações de esgoto e outras coisas mais que a região necessita, e com as quais cada um pode colaborar com a sua reivindicação”. Por seu lado, o deputado federal Nilto Tatto alertou para a “ameaça” de privatização de todo sistema de saneamento, inclusive da Sabesp, o que para ele, só irá piorar o serviço porque a prioridade passará a ser o lucro. Outro alerta foi feito por Dino Montinelli, do Movimento Garça Vermelha, de que a represa de Guarapiranga está cada vez mais poluída, não só por esgoto, mas também por produtos químicos fortes que estão sendo aplicados nos córregos para matar pernilongos. “Apesar de todos os problemas que impediram que chegasse toda a estrutura, o evento tá aí, o som tá aí, o povo tá aí, a represa tá aí, nós estamos aqui, e viva a Guarapiranga!”, saldou, ao final, o vereador ambientalista, Gilberto Natalini.

[close]

p. 4

4 São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br Degustando caldos, fazendo negócios e festejando a Aesul no Clube Castelo Fundada em 1990, a Aesul – Associação Empresarial da Região Sul – “é uma entidade civil sem fins lucrativos ou vínculos políticos e religiosos, tendo como principal objetivo fomentar e fortalecer as iniciativas comerciais e empresariais da região Sul da cidade de São Paulo, até como forma de conquistar uma qualidade de vida melhor”. Procurando seguir este princípio estabelecido em seu estatuto, a Aesul chega em 2018 aos seus 28 anos de existência, com cerca de quatrocentos associados, um nome reconhecido em toda São Paulo, diversos eventos realizados, ações em prol da comunidade e vitórias a favor do empresariado. E para comemorar esses 28 anos, foi realizada na noite de 19 de junho, na sede do Clube de Campo do Castelo, na região de Interlagos, a Festa de Aniversário da Aesul, dentro de um ambiente de encontros, negócios, contatos, descontração e degustação de ótimos caldos quentes. Segundo as estimativas, mais de trezentas pessoas compareceram à festa realizada na área denominada The Castle Pub, do tradicional Clube Castelo, que fica na orla da represa de Guarapiranga. Estiveram prestigiando a festa, entre outros, os vereadores Ricardo Nunes e Rodrigo Goulart, a presidente Lúcia Brugnera, do Grupo Hera Artemisul, o superintendente Luiz Augusto Barbosa, o Guto, da Distrital Sul da Associação Comercial de São Paulo, a presidente Santina Puliafico, do Rotary Club Cidade Dutra, e os diretores Thiago Silva e Pedro Silva, do “Notícias da Região”. Uma cerimônia singela “Não é fácil para uma entidade de bairro chegar aos 28 anos de existência. O desafio é diário para mantê-la forte, vibrante e arregimentando cada vez mais pessoas. Dedico este sucesso da Aesul também a cada um dos seus ex-presidentes”. Assim a presidente Juliana Lopes, da Aesul, iniciou a singela cerimônia do evento, tendo ao seu lado os ex-presidentes Ronaldo Farias, Edivan Bezerra, Renato Jardim, Juarez Amaro e Ricardo Nunes, além de Renan Vieira, atual presidente do Conselho Deliberativo da associação. Após dar as boas vindas a todos os presentes, Juliana fez um agradecimento especial ao vice-presidente administrativo Dário Santos, por sua dedicação na organização do evento, e à presidente Susana Campanhã, do Clube Castelo, por ter cedido, graciosamente, o espaço para a festa. Dada a palavra aos ex-presidentes da Aesul, Juarez disse ter feito um trabalho empresarial na sua gestão, aprimorando as iniciativas das gestões anteriores. Depois, Edivan alertou que para a associação ter vida longa, ela depende dos novos presidentes e de que cada associado se interesse e participe da entidade. Respondendo a Edivan, o ex-presidente Renato disse acreditar que há, atualmente, pelo menos mais uns cem possíveis presidentes para a Aesul. Já Ronaldo disse estar orgulhoso em ver a associação com quase 400 associados, quando em sua gestão e dos primeiros presidentes, havia pouco mais de uma dúzia. Por fim, Ricardo Nunes realçou e agradeceu a constante divulgação da Aesul feita pelos jornais da região. Falou também do seu orgulho em ter sido presidente da entidade. “Hoje sou vereador, graças à Aesul. E exerço meu mandato, baseado na Aesul”, finalizou Ricardo que, como os demais ex-presidentes, elogiou a gestão da presidente Juliana e a festa por ela preparada.

[close]

p. 5

www.noticiasdaregiao.com.br 5São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018

[close]

p. 6

6 São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br Unisa lança Veredas, revista interdisciplinar A Universidade Santo Amaro (Unisa) lançou em maio passado, a Revista Interdisciplinar de Ciências Humanas - Veredas. A primeira edição apresenta um dossiê temático sobre o samba e reúne artigos de pesquisadores nacionais e internacionais das Ciências Humanas. O lançamento aconteceu na Biblioteca Milton Soldani Afonso, no Campus II, em Santo Amaro, e contou com a presença da comunidade acadêmica, alunos do Mestrado Interdisciplinar e parceiros da instituição. “Esta revista traz diferentes temáticas que é a marca do nosso mestrado. Cada vez mais as políticas educacionais abordam sobre a importância da interdisciplinaridade, da necessidade das áreas de conhecimento saírem das suas caixinhas, porque juntos, os diferentes fazem algo maior e melhor”, disse a reitora, professora Luciane Lúcio Pereira ao abrir o evento, que faz parte das comemorações dos 50 anos da Unisa. O pró-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, professor Marco Antonio Zonta, anunciou que em breve a revista científica sobre Saúde também será publicada pela Unisa. O coordenador do mestrado de Ciências Humanas, professor Álvaro Cardoso Gomes, falou sobre o trabalho em conjunto, afirmando que a revista implicou em muito trabalho. O editor chefe da revista, professor Rafael Lopes de Sousa, já anunciou o tema do próximo número da revista, “Rupturas e Revoluções”, que abordará sobre maio de 1968, Revolução Russa, AI-5 no Brasil, entre outros assuntos, com previsão para o próximo semestre. “A revista é de Ciências Humanas, é interdisciplinar e convidamos a todos da universidade a participar da produção”, convida o Rafael. Colaboração: Iris Bertoncini M. Bonfim Peças em moletom para aquecer as crianças Cena de “100 + Nem Menos”, com a companhia Noz de Teatro Atrações da Belmonte para o mês de férias A programação gratuita do mês de julho da Biblioteca Municipal Belmonte – Cultura Popular, em Santo Amaro, começa com a peça “100 + Nem Menos”, com a Cia. Noz de Teatro, no dia 06/07, às 14h30. A classificação é livre e a duração, 60 minutos. O espetáculo “100 + Nem Menos” aborda os primeiros contatos da criança com o universo dos números, da Matemática e do desenho. Com técnicas de teatro, dança e animação de objetos e bonecos, os esquetes reinventam brincadeiras folclóricas e temas do cancioneiro popular. As outras atrações do mês de férias na Belmonte são: Contação de Historias – “Contação e Música com Sabino Lopes”. Participação especial de Gabriel Lopes e Banda Família Lopes. Dia 07/07, às 14h30. Classificação livre. Circo – “Travessuras de Palhaço”, com a Cia. Anjos Voadores. Inspirado nas esquetes de palhaços, música e malabarismo, o espetáculo mostra uma trupe de palhaços que disputa um espaço para se apresentar no circo. Dia 13/07, às 14h30. Classificação livre. Contação – “Conto, Canjica e Quentão”, com a Cia. A Hora da Historia. Contação de historias com contos tradicionais brasileiros, acompanhados de músicas de festa junina e brincadeiras. Dia 17/07, às 14h30. Indicado para o público infantil. Música – “Criança da Terra”, com Grupo Folias e Folguedos. Espetáculo cênico-musical-interativo para o público infantil. Dia 24/07, às 14h30. Duração 50 minutos. Música – “Recontando uma Aventura”. No espetáculo, dois garis recontam de forma criativa, lúdica e bem-humorada, o clássico “Moby Dick”. Dia 31/07, às 14h30. Classificação livre e duração 60 minutos. O endereço da Biblioteca Belmonte é rua Paulo Eiró, 525, em Santo Amaro. Telefone 5687-0408. O Outono/Inverno 2018 da Mineral Kids tem novidades. E não é porque as temperaturas caem que as cores precisam se apagar. Uma cartela com tons de pink, amarelo e vermelho dão luminosidade aos escuros marinho, camuflados gráficos, bordôs, cinza e preto. Destaque para o açafrão, preto, mesclados e verde militar que continuam em alta. Para aquecer as crianças nos dias com baixas temperaturas, a Mineral Kids aposta nas peças em moletom. Os meninos podem escolher entre os modelos com estampas de carros, tubarões e pistas de corrida. Tem também as blusas com estampa militar e de motos. Para as meninas, conjuntos trazem desenhos de coração, flores e borboletas. Outra opção são os vestidos de manga longa que combinam com meia calça ou legging. Em “Avoar”, ação e bonitas canções Numa metrópole qualquer, entre edifícios e em meio à confusão do dia-a-dia, personagens melancólicos movidos pela saudade de um tempo feliz, quebram a monotonia e frieza da cidade com brincadeiras e canções. Saem então em busca da alegria perdida, personificada em “Uma lua, uma palmeira e uma canção”, pedidas na brincadeira “Boca de Forno”. A partir daí o enredo ganha forma através de um jogo lúdico de ação e de belas canções. Assim é o espetáculo infantil “Avoar”, com direção de Chico Cabrera, em cartaz até 8 de julho, no Teatro Municipal de Santo Amaro – Paulo Eiró. No cenário de “Avoar”, adereços e figurinos são compostos de materiais reutilizáveis e recicláveis, assumindo novas funções e utilidades. As músicas executadas ao vivo criam ao espectador uma atmosfera de imaginação e alegria. No elenco estão Rita Gutt, Carô Carvalho, Rita Ivanoff, Chico Cabrera, Gabriel Ivanoff e Michel Seba. Texto de Vladimir Capella e direção musical de Thiago Freire e Gabriel Ivanoff. As apresentações acontecem até 8 de julho, aos sábados e domingos, às 16h. Ingressos a R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia-entrada). O endereço do Teatro Paulo Eiró é avenida Adolfo Pinheiro, 765, em Santo Amaro. Telefone 5686-8440. ÁRIES - Com a chegada do mês de julho, os problemas com origem no trabalho estarão resolvidos. Pode esperar ainda energia positiva nos relacionamentos. Neste mês, cuide da sua saúde evitando o stress. TOURO - Uma situação no trabalho surgirá e irá exigir a sua atenção, mas não será um problema complexo. Cuide também da sua saúde. Destaque na área dos relacionamentos. Momentos de aventura te esperam. GÊMEOS - Julho promete uma ótima oportunidade nos relacionamentos. Uma pessoa interessante deverá aparecer na sua vida, mas não deixe de se concentrar no trabalho e assim chegar a um cargo bem melhor. CÂNCER - Em julho, os cancerianos têm maiores possibilidades de progredir na carreira. Trabalhe com afinco. Dedique também tempo para a família e para o seu autodesenvolvimento, tanto físico quanto mental. LEÃO - Em julho, o grande volume de trabalho exigirá muito de você, mas não descuide de seus entes queridos e encontre tempo para o romance. Neste período, um relacionamento para a vida toda pode nascer. VIRGEM - Período propício para definir as suas prioridades, tanto na carreira como na vida pessoal. Talvez tenha que lidar com um dilema sobre a escolha do seu parceiro. A melhor opção é ouvir o coração. LIBRA - Não hesite em devolver o favor à pessoa que o ajudou, assim que tiver oportunidade de fazê-lo. Em julho, a sua saúde estará forte. No amor, se sentir que não será uma boa companhia, fique em casa. ESCORPIÃO - Em julho, o trabalho estará alegre e satisfatório, então você não terá problemas de motivação, o que é uma ótima escapatória da vida pessoal, onde as coisas poderão não estar tão brilhantes. SAGITÁRIO - Neste período, o trabalho correrá na perfeição e você estará livre para começar um projeto a longo prazo. Bom também para uma viagem com amigos ou para férias. A sua saúde estará muito boa. CAPRICÓRNIO - Julho promete uma calma gradual na área de trabalho e talvez até surja uma promoção na sua carreira que você aguardava. Mas poderão ocorrer problemas familiares devido a um fato inesperado. AQUÁRIO - Em julho, harmonia nos relacionamentos e as novas ligações amorosas, assim como as mais antigas, estarão a florescer. No trabalho, siga os conselhos dos seus colegas, pois eles irão ajudá-lo. PEIXES - Em julho, experiências interessantes, especialmente na carreira, te esperam. Você poderá ter uma oportunidade no trabalho de fazer parte em um projeto importante. Cuide mais da sua digestão. Os 3 R’s (Um eco-poema) De guerreiro e de mestre Tem de tudo em nossa gente Nem precisa ser tão doido Pra cuidar deste ambiente Reduzir tudo é possível Com consumo consciente. Um visionário recicla Nem precisa ser guerreiro, Curador é necessário Mesmo se não tem dinheiro Reutilizar se pode Faz saúde no terreiro Para alguns é feiticeiro Para outros, ecológico Harmonia em todo espaço Ser humano também lógico Vai tratando seu planeta Analisa o patológico Água, terra, fogo e ar Nossos quatro elementos. Suely Schraner Torta de Casca de Banana Ingredientes: (Massa) • Cascas de 4 bananas; • 2 ovos; • 2 xícaras (chá) de leite; • 2 colheres (chá) de margarina; • 3 xícaras (chá) de açúcar; • 3 xícaras (chá) de farinha de rosca; • 1 colher (sopa) de fermento em pó. Modo de Preparo: Lave bem as cascas das bananas. Bata as claras em neve e deixe descansar na geladeira. Bata no liquidificador as gemas, o leite, a margarina, o açúcar e as cascas das bananas. Despeje essa mistura em uma vasilha e acrescente a farinha de rosca. Mexa bem. Por último, misture delicadamente as claras em neve e o fermento. Despeje em uma assadeira untada com margarina e farinha. Leve ao forno médio preaquecido por aproximadamente 40 minutos. Fonte: NDays 30/06 – Adriano Mendes – O bom amigo e assíduo colaborador do “Notícias” continua participando dos ‘movimentos’ da região e da cidade para bem informar os leitores deste jornal. Obrigado, Adriano, esperamos contar sempre com você. Um abração, e parabéns! 03/07 – Sandro Bianchi – Este é outro amigo legal do “Notícias”, mas que já faz um bom tempo que não o vemos. Isso em virtude dos seus inúmeros afazeres. Né, Sandro? Mas não podíamos deixar esta data passar desapercebida. Por isso, um brinde ao Sandro! 03/07 – Giovanna Rosa da Silva – Não sabemos se a festa será aqui ou na Bahia, mas o que importa mesmo é desejarmos muitas felicidades e projetos realizados à filha número 2 do nosso amigo e ex-fotógrafo do “Notícias”, o Giba José. Um beijão, Giovanna! 09/07 – Tânia Malagosini – Nossa vida é um livro em que são escritos muitos capítulos. Toda manhã acordamos com um dia a nossa disposição, tal qual uma folha em branco. Cabe a nós escolhermos o que escrever nas nossas páginas. Parabéns, doutora Tânia! 13/07 – Pedro José da Silva Júnior – O atarefado engenheiro e irmão preferido do nosso chefe, o Pedrinho, também completa mais um ano de existência em julho. Com os beijos e abraços da dona Dalva, Pedro Pai, Thiago, Manu e Hanna, feliz aniversário, Pedrinho! 18/07 – Camila Freixa – Nem mesmo os afazeres e atribulações da maternidade afastaram essa jovem empresária dos compromissos profissionais – Bazar do Zé – e sociais. Aliás, agora, a Camila continua ativa, só que sempre ‘acompanhada’. Parabéns, Camila! 23/07 – Débora Cristina – Ao lado do maridão Horácio, o popular “Alemão da Banca”, eles formam um dos casais mais simpáticos e benquistos da região Sul. E é prá Débora que o “Alemão” já prepara a maior festa já vista por aqui. Vida longa e feliz, Débora! 25/07 – Nivanita Matos – Outra grande festa programada para este mês é a da família Matos, para cantar o “Parabéns a Você” à simpática dona Vania, mãe do não menos simpático colega de trabalho, “Ursão”, e esposa do ‘seo’ Hailton. Tudo de bom, dona Vania!

[close]

p. 7

www.noticiasdaregiao.com.br 7São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018 Praça em Veleiros é revitalizada e com uma novidade Após quase um mês de trabalho, a praça Marcelo Costa Tavares, situada na altura do número 300 da avenida Leblon, no bairro de Veleiros, distrito de Socorro, foi revitalizada pela Prefeitura Regional Capela do Socorro (PRCS), dentro do programa municipal Bairro Lindo que visa a recuperação e revitalização de praças e de seus entornos, com a participação de munícipes e voluntários, ao lado de funcionários e equipamentos da Prefeitura. Esses mutirões acontecem nos 96 distritos da capital, sendo um por mês em cada Prefeitura Regional. Seu objetivo é descentralizar e regionalizar as ações. O próximo Bairro Lindo da PRCS será na área do distrito de Cidade Dutra em local a ser definido. “O objetivo é fazer 44 praças nesta gestão e para tanto estou também solicitando a vereadores que “adotem” praças, através de emendas parlamentares destinadas a esse fim, ou seja, a revitalização de praças da região. Duas já foram “adotadas” por uma vereadora: a Tutakamon, no O ParCão na praça Marcelo Costa Tavares foi a grande novidade Grajaú, e a Roseli Ribalda, ao lado as crianças brincarem (brinquedos do Sesc Interlagos”, informou o ainda não chegaram por causa prefeito regional João Batista de de licitação), replantada a grama Santiago, da Capela do Socorro. (mais de um caminhão de grama), No sábado, 23 de junho, San- reformados os equipamentos de tiago participou da entrega da ginástica, colocados novos bancos praça Marcelo Costa Tavares, onde e mesas de cimento, feito o plantio foram feitas alamedas para as de mudas e, a grande novidade, a pessoas caminharem, área para construção do ParCão, o primeiro Itiro (esq.) foi convidado por Santiago (centro) para plantar uma muda parque para cachorros da Capela De acordo com o regional Santia- do Socorro, segundo a PRCS. go, nos próximos dias deverão ser Além disso, foram realizados instaladas lixeiras no local e, mais serviços de varrição, poda e cor- adiante, ser recuperado o marco te de mato, pintura de meio fio, zero do bairro existente na praça, limpeza de galerias, tapa buracos, mas que está sem a placa original. troca de sarjetas, coleta de lixo, de entulho e outros reparos no A advertência de Itiro entorno e proximidades da praça. “A praça ficou bonita, mas é preciso que a população e a Prefeitura continuem fiscalizando para mantê-la sempre assim, e para que ninguém venha novamente se instalar aqui”, disse o morador Itiro Yamamura, há 51 anos no bairro. Ele se referia a quatro moradores de rua que estavam instalados na praça, já há um bom tempo, e que deixaram o local após um pedido do prefeito regional para que saíssem. Entretanto, havia uma suspeita entre os moradores de que eles retornariam à praça assim que os trabalhos terminassem. Santiago, então, pediu aos moradores que o informasse diretamente, caso isso venha a acontecer. Durante a entrega à população da remodelada praça Marcelo Costa Tavares, foi feito o plantio de várias mudas – jabuticabeira, araxá, gurumixama, azaléia etc. – pelo regional Santiago, junto com moradores e outros presentes, enquanto cães com seus donos estreavam o ParCão e a Palhaça Fofinha (Eliane Silva – contatos 96505-5865) fazia coloridas pinturas em rostos infantis. Homenagem a personalidades Conselho da Mulher Empresária da aliança Brasil - Japão participa de movimento feminino O dia 18 de junho último marcou os 110 anos desde a primeira imigração de japoneses no Brasil. Eles tiveram grande influência no desenvolvimento agrícola do país, contribuindo com a cafeicultura, horticultura, fruticultura, cultivo do arroz e outros gêneros. Além disso, essa aliança tornou São Paulo a maior cidade japonesa do mundo, fora do Japão, e também tem influenciado no crescimento econômico e cultural do Brasil. Junto com a vontade de trabalhar, os japoneses trouxeram sua arte, costumes, língua, crenças e conhecimentos técnicos. Diante disso, o vereador Rodrigo Goulart, vice-presidente da Câmara Municipal de São Paulo e pertencente à comunidade japonesa do Brasil, propôs, ao lado dos demais vereadores nipo-brasileiros, uma sessão solene em comemoração aos 110 anos de imigração japonesa. Ela foi realizada em 19 de junho, quando foram homenageados nomes importantes da aliança Brasil - Japão, dentre eles o cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, e o presidente do Comitê Executivo da Comissão para Comemoração dos 110 anos de Imigração no Brasil, Yoshiharu Kikuchi. Os parlamentares também puderam prestar homenagens individuais e Rodrigo Goulart chamou ao palco dois exemplos dessa representatividade. Um deles é Sergio Katayama, empresário no ramo de confecção de uniformes profissionais e distribuição de equipamentos de segurança no segmento da indústria alimentícia e laboratórios farmacêuticos, e que também realiza trabalho voluntário nas instituições Kaikan do Socorro, Rotary Club Cidade Dutra e Clube da Costela de Interlagos. O outro é Eduardo Yasuo Tsugiyama, empresário no ramo da pirotecnia e conselheiro da diretoria da Associação Cultural e Esportiva Diadema Tenri Rikujo, entidade responsável por disseminar o atletismo para crianças nikkeis, desde os cinco anos até a fase adulta. A entrega das placas de honra ao mérito representou “a gratidão do povo brasileiro a toda dedicação, estima e empenho da comunidade nipônica em estreitar as relações comerciais, culturais, sociais e de amizade entre os dois países”. Com essas iniciativas, Rodrigo disse estar dando continuidade ao trabalho de seu pai, Antonio Goulart, hoje deputado federal, e que foi vereador em São Paulo por cinco mandatos consecutivos. No domingo, 10 de junho, aconteceu a II Virada Feminina, com o tema “Saindo da discussão e partindo para ação”. Considerado um dos mais importantes movimentos femininos da cidade, ele teve também a participação e o apoio do Conselho da Mulher Empresária (CME) da Distrital Sul da Associação Comercial de São Paulo. O evento contou com expositores, oficinas e palestrantes conhecidos, como o ex-ministro Guilherme Afif Domingos, que falou sobre a importância do nano empreendedorismo, a professora Dalva Christofoletti Paes da Silva, presidente do Centro de Estudos e Apoio aos Municípios e Empresas (Ceame), que tratou da importância dos municípios, e Marta Lívia Suplicy, uma das idealizadoras do encontro e que ministrou palestra sobre a importância da mulher na política, entre outros convidados. A coordenadora Tatiane Cruz, do CME da Distrital Sul, e também uma das organizadoras e palestrantes do evento, falou sobre a importância da mulher no empreendedorismo contem- Tatiane, coordenadora do CME, foi uma das organizadoras e palestrantes porâneo e colaborativo. “Precisamos fomentar o em- preendedorismo de modo estruturado, principalmente para aquelas mulheres que moram nas comunidades e possuem seus próprios negócios, pois, é de lá que elas conseguem obter renda para sustentarem suas famílias. Este é um trabalho que venho desenvolvendo há algum tempo”, afirmou Tatiane. A Virada Feminina mobilizou mais de mil mulheres vindas de vários bairros da cidade, de ou- tros municípios e estados brasileiros. Ela aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e durou dez horas. Segundo Tatiane Cruz, “estas mulheres vieram em busca de informações sobre os mais diversos assuntos, como enfrentamento contra a violência à mulher, empreendedorismo, saúde, beleza, política, cidadania e sustentabilidade, e ainda puderam conhecer os dezessete objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas)”.

[close]

p. 8

8 São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br Câmara aprova novo prazo para Esta é a Associação Beneficente solicitação do Alvará Condicionado de Capacitação Solidaria Pamu A Câmara Municipal de São Paulo aprovou em 13 de junho, o projeto de lei 543/17 do vereador Ricardo Nunes (MDB), que prorroga para até 31 de dezembro de 2021 o prazo para solicitação do Auto de Licença de Funcionamento Condicionado. A proposta do vereador é, além de estender o prazo para que possam se regularizar, dar segurança jurídica aos comerciantes para poderem trabalhar até a regularização. A lei municipal que trata do Funcionamento Condicionado permite que comerciantes instalados em imóveis sem alvará continuem a funcionar enquanto buscam a regularização. O documento tem o valor de uma licença provisória, com validade de até quatro anos para que o empreendedor consiga o “Habite-se”. De acordo com dados das Secretarias de Finanças e de Coordenação das Subprefeituras, a cidade de São Paulo tem aproximadamente 70 mil licenças de funcionamento expedidas, no entanto, no Cadastro de Contribuinte Mobiliário (CCM) encontram-se registrados cerca de 2,4 milhões de contribuintes. Apesar de o número englobar pessoas físicas e jurídicas, todas são comerciantes. Os dados foram fornecidos em resposta a requerimento do vereador Ricardo Nunes. “Este é um número significativo e preocupante. Se 80% do comércio vive de forma irregular, nota-se que o erro está na legislação”, concluiu o vereador em discurso durante plenária. Problema antigo Como ex-presidente da Associação Empresarial da Região Sul (Aesul) e durante muito tempo, Ricardo Nunes diz que luta pela causa dos comerciantes da cidade e que o problema do alvará de funcionamento se arrasta há anos e isso não só incomoda, mas também prejudica a classe. De acordo com o vereador, por meio de reuniões, debates e movimentos os empreendedores buscam a regularização dos imóveis, porém, a legislação ainda deixa a desejar. O prazo para solicitação do Auto de Licença de Funcionamento Condicionado havia expirado em 31 de março deste ano. Com a aprovação do projeto em segunda votação, agora os comerciantes poderão solicitar o alvará provisório comparecendo à Prefeitura Regional do local onde seu negócio está instalado ou solicitar o documento pela internet. Isso vale para os imóveis com até 1,5 mil metros quadrados. Como o projeto já passou em votação no plenário da Câmara Municipal, a redação final já foi encaminhada à Prefeitura e aguarda a sanção do prefeito Bruno Covas. Mulheres levavam material suspeito para presos A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou que no domingo, 17 de junho, os agentes da Penitenciária “ASP Joaquim Fonseca Lopes”, de Parelheiros, unidade da Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Metropolitana de São Paulo (Coremetro), detiveram uma visitante tentando entrar na unidade com substância esverdeada, parecida a maconha, escondida em pacotes de tabaco. O conteúdo suspeito foi encontrado pelos agentes durante procedimento de revista padrão realizado nas visitas de final de semana. Após a apreensão do material, a visitante foi encaminhada ao 101° Distrito Policial (Jardim das Imbuais), onde foi realizado Boletim de Ocorrência e instauradas as providências administrativas necessárias. Fato semelhante se repetiu na Penitenciária de Parelheiros, no dia 24 de junho, também domingo de visita, quando novamente foi encontrada substância ilícita, com características de maconha, com outra companheira de detento. Ela passava por revista no scanner corporal quando os agentes detectaram irregularidade na região de seus tornozelos. O pacote contendo a substância estava dentro da barra de sua calça (foto). O mesmo procedimento do caso anterior se repetiu, com a mulher sendo encaminhada ao 101º DP. Segundo a Coremetro, as visitas flagradas tentando “adentrar com objetos ilícitos em unidades prisionais são automaticamente suspensas do rol de visitas”. Fundada em 2010 por Maria do Carmo Sá, a Associação Beneficente de Capacitação Solidária Beneficente Pamu (ABCASP) completa oito anos de atividade, capacitando novos profissionais na área de beleza e estética. Sua metodologia se baseia em três pilares: capacitação profissional, cidadania e inserção no mercado de trabalho. Como preconiza seu estatuto, a associação surgiu “com a missão de promover capacitação profissional e desenvolvimento pessoal de jovens e adultos carentes, buscando inseri-los no mercado de trabalho como cidadãos responsáveis e proativos na construção de uma sociedade mais justa e fraternal”. Por meio do Pamu, que significa Projeto Ajuda Mais Um, foram formados mais de seiscentos alunos que hoje estão atuando em empresas do setor de beleza e estética ou em seu próprio empreendimento. O projeto oferece quatro cursos de formação básica profissional, compostos de aulas práticas e teóricas com nove meses de duração. São cursos de Cabeleireiro, de Manicura / Pedicura, Maquilagem e Depilação. Segundo Maria do Carmo, presidente da entidade, esse trabalho de cunho social tem sido realiza- A presidente Maria do Carmo (ao centro) com Ely, Enoc, Sueli e sua filha do graças também ao apoio de colaboradores, como a Escola de Cabeleireiros e Similares Mecchas, Servecom Engenharia e Construção, Gráfica BRergmans, NoiDue – Dia da Noiva e Masconsulting Consultoria e Assessoria Empresarial. “Quem se interessar e também quiser ser um de nossos parceiros nesse trabalho do Pamu, pode colaborar com doações de produtos de beleza, de equipamentos, computadores, produtos de limpeza e de higiene, de papelaria e escritório, cestas básicas de alimentos (entre- gues à famílias carentes da região), assim como roupas e móveis (que também tem o mesmo destino), ou fornecendo bolacha, biscoito, pó de café e chá para o lanche dos nossos alunos”, explica a presidente. As pessoas interessadas nos cursos profissionalizantes ou em colaborar com o projeto Pamu devem entrar em contato pelo telefone (11) 2255-0107, e.mail – projetopamu2016@gmail (site em construção), ou pessoalmente na rua Frederico René de Jaegher, 29, largo do Rio Bonito, Capela do Socorro. Projeto prevê criação de rota cicloturística do Grajaú a Santos O governador Márcio França assinou em 30 de maio, o projeto de lei que propõe a criação da Rota Cicloturística Márcia Prado, fazendo a ligação do Grajaú, aqui na zona Sul, a Santos, na Baixada Santista. França também autorizou que a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) dê início aos estudos de viabilidade da construção de ciclovia e passarela para a Rota Cicloturística, que corta o Parque Estadual da Serra do Mar. O documento assinado pelo governador permite que a concessionária Ecovias, que opera o Sistema Anchieta - Imigrantes (SAI), elabore os projetos funcionais e executivos da obra. A Agência Reguladora analisará a viabilidade econômica e jurídica da inclusão dessa obra no contrato de concessão. “Queremos que cada vez mais pessoas desçam de bicicleta, mas isso deve ser feito com segurança”, disse Márcio França. A rota passa pela Estrada de Manutenção da Rodovia dos Imigrantes. Sua implantação inclui a construção de uma ciclovia de seis quilômetros na rodovia dos Imigrantes e na alça da Interligação Planalto até o acesso ao parque, onde o ciclista passa a utilizar a Estrada de Manutenção. O projeto inclui a construção de uma passarela para fazer a transposição das pistas de interligação em segurança. Passeio Ciclístico anual No evento, também foi anunciada a realização de um passeio ciclístico anual pela Via Anchieta, que será realizado sempre no primeiro domingo de dezembro. Para esse ano, o passeio está marcado para o dia 2 de dezembro, entre as 6h e o meio-dia. O passeio terá início na altura do km 9,7 da Via Anchieta, em São Paulo, e término no km 65,6, em Santos. Também foi criado o Ciclo Comitê Paulista, que irá integrar e incentivar atividades para debater, promover e estudar ações para veículos não motorizados no estado de São Paulo. O comitê terá representantes das secretarias estaduais envolvidas na questão, outros órgãos estaduais ligados ao tema - Fundação Florestal, Cetesb, Artesp, DER, Polícia Militar Rodoviária -, representantes do Legislativo e dos municípios, além da sociedade civil, através de entidades ligadas a ciclistas e meio ambiente.

[close]

p. 9

www.noticiasdaregiao.com.br 9São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018 Na festa da santa, cavalgada arrecada e doa alimentos No domingo, 20 de maio, foi realizada a Cavalgada de Santa Rita, como parte dos festejos da Paróquia de Santa Rita de Cássia, situada no bairro Vila Friburgo, no distrito de Socorro. Além de propiciar a manifestação tradicional dos romeiros, em mais uma ação beneficente, a cavalgada arrecadou mais de uma tonelada de alimentos não perecíveis para abastecer entidades sociais da região Sul. O tradicional evento reuniu famílias e amigos. Ao final, os romeiros entregaram as doações pessoalmente na sede do CCA Santa Rita, no bairro de Veleiros, fundado e mantido pelo frei Xavier. “Eles (os beneficiados) ficaram muito felizes e nós também. Parabéns pela iniciativa de capitar para aqueles que precisam. É uma maneira de ampliar o bem para onde há muita necessidade. Se a gente não erguer para esse lado vai aumentar cada vez mais a miséria”, disse o frei. As doações foram compartilhadas entre as entidades assistidas pelo frei Xavier, dentre elas a escola profissionalizante, o Centro de Juventude, o asilo dos velhinhos e também entidades que atuam em prol de moradores de rua, como a da irmã Natalina, no Jardim São Luiz. O vereador Ricardo Nunes, apoiador do evento há anos, comentou a relevância do lado social da cavalgada, pois “precisamos ajudar aqueles que mais necessitam”. Encerramento de gestão do Rotary Cidade Dutra A presidente Santina Puliafico discursando no início da reunião. Ao seu lado, o governador CláudioTakata Aconteceu na noite de 18 de junho, na Churrascaria Estância dos Pampas, situada no bairro Socorro, a reunião executiva de encerramento da gestão da presidente Santina Puliafico (2017 – 2018) do Rotary Club São Paulo / Cidade Dutra. A reunião que contou com a presença do governador Cláudio Takata, do Distrito 4420 do Rotary Club, teve ainda a entrega de certificados para apoiadores e para membros do clube. O evento foi conduzido por Juarez Amaro que anunciou para compor a mesa da cerimônia, além de Santina e Cláudio, a governadora assistente da Área 5, Silvia Camisa Nova, a presidente do Interact Monteiro Lobato, Laura Camisa Nova, e o presidente do Rotary Club Interlagos, Silvio Ramos. Juarez também anunciou as presenças da presidente Juliana Lopes, da Associação Empresarial da Região Sul (Aesul), do assessor Renato Jardim, representando o vereador Rodrigo Goulart, da presidente Susana Campanhã, do Clube de Campo do Castelo, e do presidente Cláudio Blanco, do Rotary Club Manacá da Serra, que estiveram prestigiando o encontro. Após a exibição de um vídeo sobre o trabalho e as atividades desenvolvidas pelos membros do clube, Juarez informou os presentes sobre o evento oficial de transmissão de cargo para o novo presidente eleito – Pedro Gomes – do Rotary Cidade Dutra, que será no dia 7 de julho, no Clube de Campo do Castelo, na região de Interlagos. Na ocasião também serão comemorados os 15 anos de existência do Rotary Cidade Dutra. Entrega das homenagens Em seguida, a presidente Santina deu início à entrega de certificados aos apoiadores do clube em sua gestão. Entre eles, Susana Campanhã, presidente do Clube Castelo, Clara de Paula, em nome do Grupo Escoteiro Almirante Tamandaré, Ângela e Gabrielle, ambas da Casa Pepe Calçados, o fotógrafo Zequinha, da “Gazeta da Região”, André Luiz Fracarrolli, do Espetinhos Esperança, Dário Santos, da Chavetas & Cia., Juliana Lopes, presidente da Aesul, e Célio Silva, do “Notícias da Região”. Depois foi a vez de rotarianos receberem certificados “em reconhecimento à dedicada atuação na gestão 2017 – 2018” do Rotary Cidade Dutra. Também o vereador Rodrigo Goulart, que chegou já ao final da reunião, recebeu um ‘pim’ (broche) rotariano das mãos do governador Cláudio. A presidente Santina fez um último discurso de agradecimentos aos seus pares do clube, aos seus familiares e, em especial, ao governador, por seu apoio à sua gestão. Por seu lado, Cláudio Takata enalteceu as realizações e a dedicação da gestão 2017 – 2018, assim como de todos os membros do Rotary Cidade Dutra, o que o tornou um dos mais destacados clubes rotarianos do país. Por fim, Santina Puliafico deu por encerrada a reunião executiva, tocando pela última vez o sino rotariano. Aprendendo tênis nas férias, no Clube Castelo A “Clínica de Tênis Infantojuvenil de Férias” do Clube de Campo do Castelo, localizado às margens da represa de Guarapiranga, na região de Interlagos, acontecerá de 16 a 19 de julho, das 9h às 17h, e foi preparada exclusivamente para o público com idade entre 8 e 14 anos. O curso será ministrado pela tenista Suzana Silva. A tenista apresentará aos participantes o que é o esporte com todas as regras para praticá-lo. “O curso será bem interativo. Teremos os níveis iniciante, intermediário e avançado com palestras e drills - exercícios de repetição elaborados de forma criativa e inteligente para estimular o aprendizado da prática do tênis. Teremos ainda oficinas e valiosas dicas de footwork para ensinar como movimentar os pés corretamente na quadra, além de jogos em duplas e individuais para colocar todo aprendizado em prática”, explica a professora Suzana. A presidente do Clube Castelo, Susana Campanhã, lembra que os participantes poderão aproveitar o curso “nas mais belas quadras de São Paulo”. “Temos sete quadras de tênis e sediamos torneios importantes”, destaca a presidente. As inscrições para o curso incluem alimentação e brindes, e estão abertas para sócios e não sócios do clube, mas as vagas são limitadas. Informações e inscrições através do telefone (11) 3167-7863, por e-mail contato@ suzanasilvapromocoes.com.br e também na Secretaria de Esportes do Clube de Campo do Castelo (11) 5668-3030.

[close]

p. 10

10 São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br

[close]

p. 11

www.noticiasdaregiao.com.br 11São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018

[close]

p. 12

12 São Paulo, 29 de Junho a 26 de Julho de 2018 www.noticiasdaregiao.com.br

[close]

Comments

no comments yet