Relatório Anual 2017

 

Embed or link this publication

Description

Relatório Anual 2017

Popular Pages


p. 1

1

[close]

p. 2

EXPEDIENTE CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Ivo Campos Athayde Diretor Presidente Olímpio Gonçalves Pimenta Conselheiro Vogal Marco Antônio Mattar da Silva Diretor Financeiro Tarcísio Correa Lima Conselheiro Vogal Lúcio de Moura Chaves Diretor Administrativo Wilson Ferreira de Melo Conselheiro Vogal Jorge Henrique Rego Araujo Conselheiro Vogal CONSELHO FISCAL Luís Flávio Alves da Silva Coordenador do Conselho Marcos Denilson Marzagão Conselheiro Fiscal Efetivo Gustavo Henrique Barbosa Campos Conselheiro Fiscal Efetivo Jorge Luiz Teodoro Conselheiro Fiscal Suplente Walter Roberto Costa Lima Conselheiro Fiscal Suplente Leonardo Honório Rodrigues Conselheiro Fiscal Suplente SEDE Rua Ouro Preto, 161, 4º andar, Barro Preto Belo Horizonte – MG – CEP 30170-040 Tel.: (31) 3295-0461 ONDE ESTAMOS PA FÓRUM – BARRO PRETO Av. Augusto de Lima, 1549, AL 177, Barro Preto Belo Horizonte – MG – CEP 30190-002 Tel.: (31) 3275-4645 PA FÓRUM – RAJA Av. Raja Gabáglia, 1753, Térreo (entrada ao lado do elevador da Torre 2), Luxemburgo Belo Horizonte – MG – CEP 30380-457 Tel.: (31) 3972-1858 ATENDIMENTO Segunda à Sexta - 08h às 18h (31) 98792-1332 COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS SERVIDORES DA JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS LTDA.

[close]

p. 3

NORTEADORES MISSÃO Proporcionar soluções financeiras com o objetivo de satisfazer às expectativas e necessidades econômicas e sociais dos cooperados. VISÃO Ser referência em instituição financeira que propicia, de forma eficiente, segurança, transparência e as melhores soluções econômico-financeiras. VALORES • Democracia; • Ética; • Excelência no atendimento; • Igualdade; • Respeito; • Responsabilidade social; • Transparência; • Sigilo e confidencialidade nos negócios. RELATÓRIO ANUAL | 2017 3

[close]

p. 4

4 RELATÓRIO ANUAL | 2017 SUMÁRIO 05 Mensagem do Presidente 07 Produtos e Serviços 13 Ação Social Dia C 14 Relatório da Administração 17 Demonstrações Contábeis 22 Notas explicativas às Demonstrações Contábeis 37 Relatório da Auditoria 40 Parecer do Conselho Fiscal 41 Gráficos

[close]

p. 5

DMOENPSRAEGSEIDMENTEpresentamos mais um Relatório Anual “do Sicoob Credjus, com comprovada Aevolução dos nossos resultados. A mudança para nossa sede própria se tornou um marco em nossa história, nos possibilitando realizar nossos atendimentos com mais conforto e comodidade. Também em 2017, fizemos a necessária reforma estatutária no padrão Sicoob, buscando regulação para uma gestão moderna e governança alinhada às diretrizes do mercado. O país, que ainda vive um cenário de instabilidade financeira, tem em exponencial crescimento o sistema cooperativo, e isso nos enche de entusiasmo. O Sicoob registrou, em 2017, expansão em seus números, além de ter atingido a marca de 4 milhões de cooperados no Brasil. O Sistema se destacou, ainda, pela abertura de novas agências no país. E nós, do Sicoob Credjus, nos orgulhamos mesmo é da proximidade que mantemos e cultivamos com nossos cooperados. Queremos estar cada vez mais perto e, por isso, inauguramos, em março de 2018, mais um Posto de Atendimento, na Raja Gabáglia. Nós acreditamos no poder das relações e esperamos unir forças com o mesmo objetivo: construir histórias e desenvolver pessoas. Dar aos nossos Na contramão da economia retraída e do crédito restrito, o cooperativismo de crédito avança e se torna a solução financeira mais segura e atrativa da atualidade. E você, cooperado, é a inspiração que precisamos para seguir crescendo, alcançando e beneficiando cada vez mais servidores do judiciário mineiro. cooperados melhores condições de negócios é nosso compromisso e nossa colaboração Saudações cooperativistas! para que progridam. Por isso, seguimos nos aperfeiçoando e buscando melhorias que os façam prosperar. Ivo Campos Athayde Diretor Presidente do Sicoob Credjus RELATÓRIO ANUAL | 2017 5

[close]

p. 6

Sicoob, 39º colocado no ranking dos 200 Maiores Grupos Privados do Brasil. sicoob.com.br Em 2017 o Sicoob subiu 12 posições no Ranking. Esse crescimento é resultado da inovação, agilidade e, principalmente, da essência da instituição: a economia compartilhada, feita por todos e para todos. Por isso, a cada dia, mais gente acredita no Sicoob. Venha também para um mundo onde você é essencial. 6 RELATÓRIO ANUAL | 2017

[close]

p. 7

PRODUTOS E SERVIÇOS RELATÓRIO ANUAL | 2017 7

[close]

p. 8

PRODUTOS E SERVIÇOS LINHAS DE CRÉDITO O SICOOB CREDJUS oferece linhas de crédito adequadas ao seu perfil e à sua necessidade, para que possa realizar seus sonhos, ou para aqueles momentos emergenciais. Conheça as modalidades de empréstimos: PESSOAL Não possui destinação específica. EMERGENCIAL Essa modalidade é concedida de forma mais rápida, para atender as necessidades de urgência e emergência. EXTRAORDINÁRIO Sua finalidade é o pagamento de despesas, como: IPTU; IPVA; DPVAT; taxa de renovação de licenciamento anual de veículo; seguro de automóvel; mensalidades escolares do títular e/ ou dependentes legais; nascimento de filho; falecimento de cônjuge, ou filhos. FINANCIAMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS CONVENIADOS Tem como finalidade financiar os serviços e a aquisição de produtos e bens duráveis dos cooperados, junto aos nossos conveniados. ANTECIPAÇÃO DE URV Através de convênio com o Tribunal de Justiça financiamos, aos servidores ativos e inativos do TJMG, a antecipação de URV’s. Trata-se de adiantamento de quantias que lhe são devidas e somente seriam percebidas em parcelas futuras. OBS: O número de parcelas e o valor do empréstimo estão condicionados à margem consignável, informada pelo Tribunal de Justiça. 8 RELATÓRIO ANUAL | 2017

[close]

p. 9

INVESTIMENTOS Invista seus recursos no Sicoob Credjus e garanta excelente rentabilidade e total segurança! RDC - PÓS CDI APLIC-COOP VANTAGENS Com o intuito de estimular o hábito de poupança dos cooperados, o Sicoob Credjus oferece o RDC - PÓS CDI, modalidade com taxas de remuneração vinculadas às oscilações da economia do país. Aplicação financeira mensal programada, com desconto direto na folha de pagamento. RENTABILIDADE: Superior à praticada no mercado financeiro; SEGURANÇA: O Sicoob Credjus é uma Instituição financeira sólida, regulamentada pelo Banco Central do Brasil e ainda participa do FGCOOP, que garante até o valor de R$250 mil reais por CPF; COMODIDADE: A aplicação é debitada diretamente em folha de pagamento; FLEXIBILIDADE: Após 30 dias, há possibilidade de resgate parcial, ou total, antecipado ao prazo estabelecido, sem perda do rendimento: DIFERENCIAL: O investimento está sendo feito na sua cooperativa, você é um dos donos; OPORTUNIDADE: Maior participação nas sobras “lucros”, anualmente distribuídos, de acordo com a decisão da Assembleia Geral Ordinária. KIT MATERNIDADE O Kit Maternidade é oferecido ao recém nascido do cooperado. Saiba mais acessando o nosso site: www.sicoobcredjus.com.br RELATÓRIO ANUAL | 2017 9

[close]

p. 10

VANTAGENS E DIFERENCIAIS EXCLUSIVOS • O cooperado é dono e usuário da cooperativa; • Tranquilidade em saber que é uma instituição criada e administrada pelos próprios servidores; • Qualidade no atendimento; • Participação nos resultados (sobras); • Aumento indireto de seu poder aquisitivo; • Operações de empréstimo com as menores taxas do mercado; • Não cobramos taxas de abertura de crédito, ou cadastro; • Maior rentabilidade nas aplicações financeiras; • Acesso ao plano de saúde, seguros e diversos convênios. 10 RELATÓRIO ANUAL | 2017

[close]

p. 11

COOPERATIVA X BANCO COOPERADOS FOCO NAS PESSOAS SOCIEDADE COOPERATIVISTA PREÇOS JUSTOS ABERTA A NOVOS COOPERADOS O CONTROLE É DEMOCRÁTICO COOPERADO É DONO E USUÁRIO Os resultados (sobras) retornam aos cooperados proporcionalmente às SUAS OPERAÇÕES. O PRINCIPAL É O LUCRO CAPITAL DE LUCRO SOCIEDADE MERCANTIL O CONTROLE É FINANCEIRO DEFENDE O MAIOR PREÇO LIMITA, POR VEZES, A QUANTIDADE DE ACIONISTAS SOCIEDADE DE CAPITAL QUE FUNCIONA HIERARQUICAMENTE Os dividendos retornam aos sócios proporcionalmente ao NÚMERO DE AÇÕES. 11RELATÓRIO ANUAL | 2017

[close]

p. 12

12 RELATÓRIO ANUAL | 2017

[close]

p. 13

DIA C VALORIZA A VIDA Mais um Dia de Cooperar - Dia C - marcado pelo envolvimento de pessoas com um único propósito: transformar vidas. Assim foi a edição de 2017 do maior movimento de solidariedade cooperativista, em todo o Brasil. fortalece e impulsiona à continuidade de ações que promovem o bem comum. Dia 1° de julho, o país se mobilizou e beneficiou mais de um milhão de pessoas com ações voluntárias. Em Minas Gerais, 266 cooperativas participaram de projetos direcionados às comunidades. E, o Sicoob Credjus, com o apoio e a participação de seus cooperados, colaboradores e familiares, contribuiu com donativos para cerca de 140 crianças em tratamento oncológico da Casa de Acolhida Padre Eustáquio (CAPE). Foram arrecadadas 4.157 fraldas, 72 litros de leite e 82 latas de Sustagem, além de outros itens de cesta básica e suplementação alimentar. As doações demonstram que atitudes simples podem mudar a realidade de quem luta pela vida. O Dia C é uma inciativa do Sistema Ocemg, e teve início em 2009. O projeto, que começou em Minas Gerais, hoje alcança todos os estados e o Distrito Federal. O Sicoob Credjus se orgulha em participar dessa campanha e agradece cada contribuição, acreditando que a união nos FIQUE LIGADO! VEM AÍ O DIA C 2018! VAI SER DIA 30 DE JUNHO! CONTAMOS COM SUA PARTICIPAÇÃO! 13RELATÓRIO ANUAL | 2017

[close]

p. 14

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO SENHORES ASSOCIADOS, Submetemos à apreciação de V.S.as as Demonstrações Contábeis do exercício findo em 31/12/2017 da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores da Justiça do Estado de Minas Gerais Ltda. – SICOOB CREDJUS, na forma da Legislação em vigor. 1. Política Operacional Em 2017 o SICOOB CREDJUS completou 15 (quinze) anos mantendo sua vocação de instituição voltada para fomentar o crédito para seu público alvo, os cooperados. A atuação junto aos seus cooperados se dá principalmente através da concessão de empréstimos e captação de depósitos. 2. Avaliação de Resultados No exercício de 2017, o SICOOB CREDJUS obteve um resultado de R$ 3.063.787,15 representando um retorno sobre o Patrimônio Líquido de 14,87%. 3. Ativos Os recursos depositados na Centralização Financeira somaram R$ 13.854.399,00 Por sua vez a carteira de créditos representava R$ 26.714.423,37. Os Vinte Maiores Devedores representavam na data-base de 31/12/2017 o percentual de 8,10% da carteira, no montante de R$ 2.163.742,21. 4. Captação As captações, no total de R$ 22.689.537,05, apresentaram uma evolução em relação ao mesmo período do exercício anterior de 26,26%. As captações encontravam-se assim distribuídas: Depósitos a Prazo R$ 22.689.537,05 100% OsVinteMaioresDepositantesrepresentavam na data-base de 31/12/2017 o percentual de 43,39% da captação, no montante de R$ 9.845.592,94. 5. Patrimônio de Referência O Patrimônio de Referência do SICOOB CREDJUS era de R$ 20.604.157,40 O quadro de associados era composto por 4.923 Cooperados, havendo um acréscimo de 9,59% em relação ao mesmo período do exercício anterior. 6. Política de Crédito A concessão de crédito está pautada em prévia análise do propenso tomador, havendo limites de alçadas pré-estabelecidos a serem observados e cumpridos, cercando ainda a Singular de todas as consultas cadastrais e com análise do Associado através do “RATING” (avaliação por pontos), buscando assim garantir ao máximo a liquidez das operações. O SICOOB CREDJUS adota a política de classificação de crédito de sua carteira de acordo com as diretrizes estabelecidas na Resolução CMN nº 2.682/99. 7. Governança Corporativa Governança corporativa é o conjunto de mecanismos e controles, internos e externos, que permitem aos associados definir e assegurar a execução dos objetivos da 14 RELATÓRIO ANUAL | 2017

[close]

p. 15

cooperativa, garantindo a sua continuidade, os princípios cooperativistas ou, simplesmente, a adoção de boas práticas de gestão. Nesse sentido, a administração da Cooperativa tem na assembleia geral, que é a reunião de todos os associados, o poder maior de decisão. A gestão da Cooperativa está alicerçada em papéis definidos, com clara separação de funções. Cabem ao Conselho de Administração as decisões estratégicas e à Diretoria Executiva, a gestão dos negócios da Cooperativa no seu dia a dia. A Cooperativa possui ainda um Agente de ControlesInternos,supervisionadodiretamente pelo SICOOB CENTRAL CECREMGE, que, por sua vez, faz as auditorias internas. Os balanços da Cooperativa são auditados por auditor externo, que emite relatórios, levados ao conhecimento dos Conselhos e da Diretoria. Todos esses processos são acompanhados e fiscalizados pelo Banco Central do Brasil, órgão ao qual cabe a competência de fiscalizar a Cooperativa. Tendo em vista o risco que envolve a intermediação financeira, a Cooperativa adota ferramentas de gestão. Para exemplificar, na concessão de crédito, a Cooperativa adota o Manual de Crédito, aprovado, como muitos outros manuais, pelo Sicoob Confederação e homologado pela Central. Além do Estatuto Social, são adotados regimentos e regulamentos, entre os quais destacamos o Regimento Interno, o Regimento do Conselho de Administração, o Regimento do Conselho Fiscal, o Regulamento Eleitoral. A Cooperativa adota procedimentos para cumprir todas as normas contábeis e fiscais, além de ter uma política de remuneração de seus empregados e estagiários dentro de um plano de cargos e salários que contempla a remuneração adequada, a separação de funções e o gerenciamento do desempenho de todo o seu quadro funcional. Todos esses mecanismos de controle, além de necessários, são fundamentais para levar aos associados e à sociedade em geral a transparência da gestão e de todas as atividades desenvolvidas pela instituição. 8. Conselho Fiscal Eleito na AGO de 08/07/2017, com mandato até a AGO de 2020, o Conselho Fiscal tem função complementar à do Conselho de Administração. Sua responsabilidade é verificar de forma sistemática os atos da administração da Cooperativa, bem como validar seus balancetes mensais e seu balanço patrimonial anual. Alguns membros efetivos do Conselho Fiscal participaram de um curso de formação ministrado pelo SICOOB CENTRAL CECREMGE, com o objetivo de detalhar as responsabilidades dos conselheiros fiscais e as formas de exercê-las. 9. Código de Ética Todos os integrantes da equipe do SICOOB CREDJUS aderiram, em 2013, por meio de compromisso firmado, ao Código de Ética e de Conduta Profissional proposto pela Confederação Nacional das Cooperativas do SICOOB – SICOOB CONFEDERAÇÃO. A partir de então, todos os novos funcionários, ao ingressar na Cooperativa, assumem o mesmo compromisso. 10. Sistema de Ouvidoria A Ouvidoria, constituída em 2007 representou um importante avanço a serviço dos cooperados, dispõe de diretor responsável pela área e de um Ouvidor. Atende às manifestações recebidas por meio do Sistema de Ouvidoria do SICOOB, composto por sistema tecnológico específico, 15RELATÓRIO ANUAL | 2017

[close]

Comments

no comments yet