Revista Tai Chi Brasil - N˚ 29

 

Embed or link this publication

Description

Revista Tai Chi Brasil - N˚ 29

Popular Pages


p. 1

REVISTA Desde 2009 Tai Chi Brasil Edição nº 29 - Distribuição on-line gratuita e dirigida - www.RevistaTaiChiBrasil.com.br “O Tai Chi Chuan motivou-me a aprender mais acerca da cultura dos meus antepassados e aproximou-me ainda mais do meu pai.” Aristein Woo

[close]

p. 2

2 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 3

EDITORIAL CAPA Aristein Woo Brasília - DF Em busca das raízes Tai Chi Chuan TaiJiQuan Que sensação boa quando estamos envolvidos na confecção de mais uma edição da Revista Tai Chi Brasil! Gostaríamos muito de poder publicá-la com mais frequência, visitar as escolas de Tai Chi desse Brasil afora, entrevistar seus professores, estar presente para cobrir eventos... Entretanto, enquanto não há verba para isso, vamos ao sabor do vento e da paixão, deixar que as ondas do Ying e Yang nos carreguem - sempre para frente. Enquanto navegamos, para nosso deleite, essa edição traz uma interessante entrevista com o instrutor Aristein Woo, de Brasília, e vários artigos muito bons - com diferentes visões - sobre o que permeia a arte do Tai Chi. Então... Caro leitor... O que está esperando? Vá para a próxima página e tenha uma boa leitura! Bom Tai Chi! Levis Litz Editor Aos leitores da RTCB Papel ou digital? A escolha é sua! Visite a nossa página na internet em www.RevistaTaiChiBrasil.com.br. Você poderá ler a versão digital na tela do seu computador ou então baixar gratuitamente para ler mais tarde. Se preferir a versão em papel, basta baixar (fazer um “download”) e imprimir. Essa opção é a preferida de alguns colecionadores. A escolha é sua! www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 3

[close]

p. 4

EXPEDIENTE Cenas & Momentos Cidade de Galway, Irlanda ... foi nessa residência, em maio de 2009, que o editor se inspirou e obteve a ideia de criar uma revista brasileira voltada ao Tai Chi. Poucos meses depois nascia a Revista Tai Chi Brasil. Na foto, adeptos do Tai Chi, Mestre Niall O’Floinn, o editor e a praticante Siobhan. Ti Er Qi (Salto Duplo) ... o prof. Estevam Ribeiro escreve a respeito desse salto na página 22. Na foto: o editor da Revista Tai Chi Brasil praticando Ti Er Qi (tendo ainda muito a aprender). Praia de Maresias, SP. Castro Júnior e Fernando De Lazzari ... dois professores de Tai Chi Chuan com o editor da RTCB (ao centro) - presentes no campeonato de “Kung Fu Wu Shu”, na cidade de São Paulo, 2008. Revista Tai Chi Brasil www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Curitiba - Paraná - Brasil Edição nº 29 | Abril / 2018 ® Todos os direitos reservados Registro nº 401.197 / 2009 4° ofício de registro de documentos Editor: Levis Litz CNPJ: 20.259.228/0001-08 Capa Aristein Woo Revisão Valesca Giordano Colaboraram nesta edição Aristein Woo, Elenice Benvenutti, Estevam Ribeiro, Hiran Cassou, José Luiz Castro Junior Niall O’Floinn e Paula Faro Agradecimentos Angela Soci, Zhong Centro em Harmonia, Célia e Arthur Dalmaso, CIPA/AR e CIPA/URPT - SENAC/PR, Claudio Montenegro, Equilibrius, Espaço Bem Estar (SP), Jennifer Rochavetz, José Luis Arnedo. Juarez Francisco da Silva, Nilva Maria de Borba Azevedo, Paulo S. Orti, Rejane, SBTCC, Stephanie Fonseca, Zenaide Silva Rodrigues; GERPIS / DAEAP / COAPS / SAIS / SES-DF. Revista Tai Chi Brasil em Facebook: Grupo Revista Tai Chi Brasil revistataichibrasil@hotmail.com www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Jornalista responsável Levis Litz - mtb 3865/15/52v pr LevisLitz@TaiChiCuritiba.com.br LevisLitz@gmail.com Facebook, Twitter, Instagram: Levis Litz WhatsApp e Telegram: +55 41 98409-6858 www.TaiChiCuritiba.com.br www.FotoseRumos.com ---------------------------------------www.RevistaTaiChiBrasil.com.br A Revista Tai Chi Brasil é um publicação de distribuição on-line gratuita e dirigida. Todos os textos e fotos aqui publicadas são colaborações concedidas de forma voluntária e gratuitas. Imagens com pouca definição são de responsabilidade de seus autores. Não é de responsabilidade desta publicação os artigos de opinião, fotos de divulgação, anúncios e também as opiniões emitidas em entrevistas e depoimentos, por não representarem, necessariamente, o pensamento do editor. Por questões de espaço, objetividade e clareza, a equipe editorial reserva-se o direito de resumir os textos recebidos e editar as imagens. A menção do conteúdo da RTCB pode ser feita desde que informada e citada a fonte. 4 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 5

Tai Chi Chuan Equilíbrio e Vitalidade “Venha praticar você também, agende uma aula experimental” Professora Elenice Benvenutti Aulas em grupos e individuais Curitiba - PR Foto com Shifu Niall O’ Floinn na postura “Proteger o coração com o punho”. Postura “Guardião do templo socando o pilão” na apresentação da “Forma dos 18 movimentos” do estilo Chen de Tai Chi Chuan da linhagem Chen Zheng Lei no evento de recepção do grão-mestre Wang Hai Jun em Curitiba. Curitiba - Whatsapp (41) 99724-4984 (Tim) ebenvenutti.taichi@gmail.com www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 5

[close]

p. 6

SUMÁRIO Mestre Woo, Martinha - facilitadora de Tai Chi Chuan da Secretaria de Saúde do Distrito Federal e o professor Aristein 12 ENTREVISTA Aristein Woo 10 22 6 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 26 03 __ Editorial Em busca das raízes Aos leitores da RTCB 04 __ Expediente Cenas & Momentos 08 __ Mensagens Leitores Tai Chi em revista por aí 09 __ Rádio Corredor Nas ondas do Yin Yang 12 __ Entrevista A valoração à saúde, à cultura e às raízes de Aristein Woo 22 __ Ti Er Qi (Chute Duplo) Estevam Ribeiro 26 __ A porta para o caminho Paula Faro 32 __ Aspectos sobre o Tai Chi Niall O’Floinn

[close]

p. 7



[close]

p. 8

MENSAGENS Memória / Homenagem Capa da Edição nº 13 - Outubro de 2011 com o Mestre Liu Chih Ming em destaque Qual é o seu comentário sobre a Revista Tai Chi Brasil? “A Revista Tai Chi Brasil é uma referência única para o Tai Chi Chuan do Brasil. Além do conteúdo, sempre enriquecedor, ela é um canal de informações e compartilhamento, rompendo posições sectárias e promovendo a integração de todos os praticantes de Tai Chi Chuan.” Aristein Woo (Brasília, DF) “Parabéns por conseguir manter viva a revista” Tarcísio Tatit Sapienza (São Paulo, SP) “É fundamental! Gosto da ideia de ter uma revista séria, destinada à divulgação da nossa arte, escrita por alguém que também pratica. (...) Sinto- me representado pela Revista Tai Chi Brasil.” Zel Mir dos Santos (Rio de Janeiro, RJ) “Importante fonte de consulta para todos os praticantes de Tai Chi, sempre que posso encaminho aos meus alunos. Penso que é uma fonte riquíssima de leitura, sem sombra de dúvidas. É uma roda de leitura também, faz-se necessário essa socialização do saber. ” Marcos Henrique de Oliveira Tavares TAI CHI EM REVISTA POR AÍ Que há muita gente lendo a Revista Tai Chi Brasil por aí... Isso tem! Desde a primeira de 2009 até esta edição de 2018... Quanta coisa já foi publicada, quantas dicas, curiosidades, matérias, fotografias, artigos e a boa notícia é que sempre poderemos reler qualquer edição. Seja impressa ou digital, nas folhas de papel ou na tela de um computador ou celular... Se você é um desses admiradores do nosso trabalho, escreva para nós, comente, compartilhe... Envie sua mensagem ou uma foto lendo a Revista Tai Chi Brasil! Olhe aí... o empresário Dorival, um adepto do Tai Chi Chuan, prestigiando a nossa Revista Tai Chi Brasil. 8 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Deixe seu recado... facebook / Revista Tai Chi Brasil Mande sua mensagem... e-mails / RevistaTaiChiBrasil@hotmail.com / LevisLitz@gmail.com

[close]

p. 9

RÁDIO CORREDOR Nas ondas do Yin e Yang Tai Chi Chuan em Buenos Aires Na Argentina tem uma escola com mais de 30 anos de experiência em artes marciais e disciplinas destinadas a melhorar a saúde. É a Escuela de TaiChi Chen - Asociacion Argentina de Wushu LongHuQuan. Seus alunos são solicitados a trabalhar em instituições municipais e privadas, como hospitais, clínicas, comunidades, entre outros. Os alunos têm uma base muito sólida de conhecimentos teóricos e práticos, baseados em informações confiáveis, o que permite o avanço nos diferentes níveis de formação de nível profissional. Da mesma forma, entendem que o instrutor deve ser um comunicador que gere as ferramentas necessárias para a dinâmica de grupo, pedagogia, anatomia, consciência corporal, prevenção de lesões e treinamento em geral. Considera-se importante aprender a avaliar os alunos, motivar e desenvolver a liderança pessoal e de equipe, bem como desenvolver projetos como o ensino desde a infância, até a preparação de atletas de alto rendimento para competições internacionais, ajudando a promover o futuro pessoal e profissional do praticante. Os instrutores que dominam o programa devem ser capazes de transmitir aos seus alunos o domínio das técnicas que irão ensinar. Fonte: José Luis Arnedo, e-mail: info@chentaichi.com.ar São Paulo Aulas Gratuitas O site do Espaço Bem Estar (www. taichichuanyang.org) divulga em sua página que há aulas gratuitas de Tai Chi Chuan às terças-feiras, às 15h30, na UBS (Jardim Edite) e às quartas-feiras, às 08h15, na Praça Gentil Falcão (Brooklin). O Espaço Bem Estar, em São Paulo, foi criado em setembro de 2007, por Célia e Arthur Dalmaso, graduados pela Sociedade Brasileira de Tai Chi Chuan e Terapias Orientais, para o ensino de Tai Chi Chuan estilo Yang Tradicional e massagem Shiatsu. Tel: (11) 5103-0420 e (11) 99185-8830; e-mail: artg@uol.com.br SENAC/PR apresentou Tai Chi aos funcionários Na Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho SIPAT 2018, promovida pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho - CIPA/AR e CIPA/UEPT 01, o SENAC/PR disponibilizou a prática do Tai Chi Chuan aos funcionários, sob a orientação do prof. Levis Litz do Grupo Tai Chi Curitiba. www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 9

[close]

p. 10

Palestra Gratuita Mestra Fang Hong “Uma Visão Feminina sobre os 10 Princípios do Mestre Yang Chengfu” - Palestra Gratuita a ser oferecida na sede da SBTCC no dia 1 de Junho, às 19h00. A figura feminina dentro das Famílias Tradicionais Chinesas sempre foi muito importante. As mulheres exercem seu poder de forma suave e em sua maioria muito discretas. Na Família Yang todas as mulheres praticavam e ainda praticam o Tai Chi Chuan de forma intensiva e participam ativamente da formação das escolas e métodos de ensino. Nos dias 02 e 03 de Junho acontecerá o Seminário Inédito da Forma Essencial do Tai Chi Chuan da Família Yang, com 10 horas de aulas. A Forma Essencial foi criada com o objetivo importante de servir como um primeiro passo para praticantes de Tai Chi Chuan por um lado e ao mesmo tempo como Forma para apresentação em torneios e demonstrações. Com 22 movimentos essenciais que surgem da Forma 103, a Forma Essencial permite ao praticante ter contato com todos os ingredientes do Tai Chi Chuan Tradicional. Seu conteúdo equilibrado coloca em evidência todas as técnicas utilizadas no Tai Chi Chuan da Família Yang, abrange ingredientes para o melhoramento geral da saúde e permite, também, o desenvolvimento das habilidades requeridas para torneios e demonstrações. Este Seminário, primeiro no mundo, oferecido pela Mestra Fang Hong, visa aproximar novos praticantes e ao mesmo tempo oferecer treinamento técnico para aqueles que desejem participar do Torneio Internacional que acontecerá na China em 2019 entre os meses de Julho/Agosto (data a confirmar). Mestra Fang Hong - esposa do Mestre Yang Jun - teve seu aprendizado do Tai Chi Chuan com o Mestre Yang Zhenduo (patriarca atual da família e avô do Mestre Yang Jun). Seus conhecimentos e experiência acerca da arte tem sido aprofundados sistematicamente na medida em que dirigiu o Centro Yang Chengfu de Seattle, EUA, e atualmente lidera junto ao Mestre Yang Jun o Centro de Treinamentos na cidade de Kunming na China, onde dedica-se a oferecer ensinamentos a seus discípulos chineses. Informações: http://sbtcc.org.br Praça do Tai Chi disponibiliza Tai Chi Chuan e Chi Kung para a comunidade As atividades abertas - que envolvem 5 professores voluntários de Tai Chi Chuan e Chi Kung, acontecem aos sábados, às 09h30, desde que não chova. No local também há 2 “Passos Mágicos” para praticantes. Basta chegar e participar. É livre! É grátis! Av. Água Verde esquina com Rua Guilherme Pugsley, Curitiba, PR. Facebook/PracadoTaiChi Seminário Mestre Chen Ziqiang São Paulo 18, 19, 20 e 22 de maio Informações seminario@shaosheng.com.br ou (11) 3596-4750 10 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br Livro O Universo do Tai Chi Chuan do Prof. Roque Enrique Severino - obra que aborda, numa leitura agradável e fluida, aspectos históricos relevantes e aprofundamento filosófico dos pilares fundamentais que dão base à arte do Tai Chi Chuan

[close]

p. 11

Livro Revelações e o Sagrado no Xamanismo Adquira o seu exemplar! Uma edição ... pelo e-mail: contato@totemtalentos.com.br ... whatsapp: (48) 99942-0768 ... site: https://totemtalentos.com.br/produto/revelacoes-e-o-sagrado-no-xamanismo/

[close]

p. 12

A valoração à saúde, à cultura e às raízes de... 12 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br

[close]

p. 13

ENTREVISTA ARISTEIN WOO Por Levis Litz Fotos: Divulgação/Acervo Aristein Woo; Encontros de Tai Chi da Secretaria de Saúde. Tai Chi SES-DF Responsável Técnico do Tai Chi Chuan - GERPIS / DAEAP / COAPS / SAIS / SES-DF, Aristein Woo, natural de Brasília, DF, do signo de Áries na tradição Ocidental e Cachorro na tradição Oriental, compartilha conosco um pouco de sua vida. Que tal conhecer um pouco mais sobre as raízes e as atividades desse dedicado instrutor de Tai Chi Chuan? Confira a entrevista... www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 13

[close]

p. 14

RTCB ENTREVISTA Aristein Woo responde... O que o Tai Chi representa para você? É um tesouro da cultura chinesa, uma ponte para a sabedoria milenar do Oriente. É uma prática corporal que expressa essa sabedoria através dos movimentos e da visão de mundo desenvolvida pelo praticante. É uma técnica de autodefesa, sendo um dos estilos internos de Wushu. É uma prática de autocuidado, que leva o praticante a conhecer mais o seu corpo e a sua mente, desenvolver uma melhor postura e melhor controle dos músculos, tendões e articulações, adquirir mais tranquilidade para lidar com situações de estresse, harmonizar e fortalecer os Zangfu (Órgãos Internos na Medicina Tradicional Chinesa). É uma prática de promoção de saúde, favorecendo a formação de vínculos sociais entre os membros de um grupo de praticantes, empoderando-os para a identificação de situações particulares àquela comunidade e para a resolução coletiva dos eventuais problemas. Na sua opinião, qual é o propósito do Tai Chi? O Tai Chi é multifacetado, com múltiplas aplicações possíveis. Ele mesmo não tem um propósito. O propósito é criado pelo praticante de Tai Chi Chuan. Um jovem que deseja aprender uma arte marcial tradicional, encontra esse propósito no Tai Chi Chuan. Um senhor de 70 anos, portador de doença de Parkinson, que deseja melhorar o equilíbrio corporal, vai encontrar esse propósito em sua prática. Quando o Tai Chi fez parte de sua vida? Quando criança, via meu pai indo praticar o Tai Chi na praça, observava ele lendo livros sobre Tai Chi, mas não me sentia cativado por aquela atividade. Com o passar do tempo, eventualmente participava dos treinos abertos que ele ministrava - principalmente em datas comemorativas (Dia dos Pais, aniversários, etc.), risos.... Somente por volta dos 13 ou 14 anos comecei a perceber um valor intrínseco à prática. Comecei a participar com mais regularidade e notei que minhas crises de asma foram abrandando até desaparecerem. Aos 19 anos meu pai me encarregou de dirigir as práticas abertas diárias no período noturno, o que me motivou ainda mais a aprofundar o conhecimento e a técnica do Tai Chi Chuan. Você já praticou uma arte marcial além do Tai Chi Chuan? Quando criança, Judo e Aikido. Depois de adulto, breves incursões no Kendo e uma reaproximação com o Aikido. Todas as artes marciais tradicionais apresentam um caminho de aprimoramento físico, mental e espiritual. Todas são dignas de respeito e admiração. 14 www.RevistaTaiChiBrasil.com.br E qual foi a razão de buscar o Tai Chi? A minha motivação inicial foi a saúde. Tinha crises asmáticas frequentes e observei a minha melhora ao longo do tempo. O Tai Chi Chuan, por sua vez, motivou-me a aprender mais acerca da cultura dos meus antepassados e aproximou-me ainda mais do meu pai. Como não aprendemos chinês na infância - minha mãe era brasileira e passávamos a maior parte do tempo com ela, a minha comunicação verbal com meu pai era bastante limitada - usamos o português no nível em que ele pôde dominar sem ter estudado a língua, complementando com recursos não verbais. O Tai Chi tornou-se um meio e um motivo para comunicação entre nós e me estimulou o aprendizado da língua chinesa. Como o Tai Chi influencia em sua vida pessoal? Eu fui uma criança muito tímida e retraída, e a tendência ao retraimento e à evitação de qualquer tipo de confronto continuam na fase adulta. Uso o Tai Chi Chuan para promover relações saudáveis com as pessoas, e costumo fazer uma analogia disso com os quatro primeiros “Jing” do Tai Chi Chuan (Peng, Lu, Ji, An): estabeleço meu espaço, identifico a proximidade de uma interação social e a conduzo de maneira saudável, concluída essa interação, retorno ao centro, e reestabeleço meu espaço. Qual foi a maior alegria que o Tai Chi trouxe à sua vida? Com certeza, viajar à China com o meu pai. Foi em 2001. Eu, o prof. Magno Bueno e o prof. Siegfried Elsner éramos diretores de uma escola de Tai Chi Chuan e organizamos uma viagem à China com a nossa turma de formandos do curso, com cerca de 50 pessoas. Meu pai foi como convidado homenageado. Foi também a primeira vez em que ele foi à China continental (já que nasceu e cresceu em Taiwan). Tivemos momentos únicos, plenos de emoção, conversamos só em chinês durante toda a viagem (e aí foi a vez dele ser condescendente e se adequar ao nível intermediário de proficiência em mandarim, risos). Conhecemos a Beijing moderna, passamos uma semana em Chenjiagou, onde fizemos amizade com o mestre Huang Mantang, visitamos lugares históricos e conhecemos o dia-a-dia dos moradores locais. Inesquecível. Você ou algum dos seus alunos já precisou utilizar o Tai Chi Chuan como defesa pessoal? Não num confronto pessoal. Mas uma enfermeira, já instrutora de Tai Chi Chuan, atribui à pratica ter se safado de um grave acidente. Durante uma excursão em área de mata fechada, subindo uma encosta montanhosa, a pessoa que ia à frente dela desprendeu uma pedra de uns 10kg que rolou na direção dessa enfermeira. Numa fração de segundo, ela firmou-se no chão, girou o tronco, e com as duas mãos desviou a rocha, evitando que a mesma atingisse sua tíbia e ocasionasse uma fratura.

[close]

p. 15

“O Tai Chi é multifacetado, com múltiplas aplicações possíveis. Ele mesmo não tem um propósito. O propósito é criado pelo praticante de Tai Chi Chuan.” “Todas as artes marciais tradicionais apresentam um caminho de aprimoramento físico, mental e espiritual. Todas são dignas de respeito e admiração.” “Os relatos que realmente gosto de ouvir dos meus alunos são os benefícios que o Tai Chi promoveram em sua vida diária” www.RevistaTaiChiBrasil.com.br 15

[close]

Comments

no comments yet