SUSTENTABILIDADE ENERGÉTICA

 

Embed or link this publication

Description

Investimento em fontes renováveis oferece benefícios para os negócios e para o meio ambiente

Popular Pages


p. 1

Ano XI | Nº 63 | Mar/Abr 2018 SUSTENTABILIDADE ENERGÉTICA Investimento em fontes renováveis oferece benefícios para os negócios e para o meio ambiente

[close]

p. 2



[close]

p. 3



[close]

p. 4

Sumário 16 Bínodnicses Agropecuária se destaca entre os setores que mais criaram vagas de emprego 24 sAultteernntaátviveaiss Uso e geração de energias renováveis crescem no país e mostram resultados positivos Foto: Divulgação Sindiavipar 32 Nova campanha Sindiavipar e Cobb desenvolvem ações no estado para incentivar o consumo de carne de frango Sindiavipar 06 Observatório 07 Agenda 08 Sindiavipar 10 Radar 12 Na mídia 14 Entrevista 16 Mercado 18 InPAR 20 Sanidade 22 Insumos 24 Capa 30 Mercado de ovos 32 Saúde 34 Avicultor 36 Eventos 36 Show Rural 37 Feira de Atlanta 38 Associados 40 Artigo 42 Logística 44 100% Seguro 46 Notas e Registros 48 Estatísticas

[close]

p. 5

Diretoria Presidente: Domingos Martins Vice-presidente: Claudio de Oliveira Secretário: Olavio Lepper Tesoureiro: Roberto Pelle Suplentes: Paulo Cesar da Silva, Renato Braga Fortes, Valter Pitol, e Roberto Kaefer Conselheiros fiscais efetivos: Paulo Cesar Massaro Thibes Cordeiro, Dilvo Grolli e Ciliomar Tortola Suplentes: Rogerio Wagner Martini Gonçalves, Sérgio Rodrigo Ruiz Guimarães e Marcos Aparecido Batista Delegados representantes efetivos: Domingos Martins e Claudio de Oliveira Suplentes: Ciliomar Tortola e Paulo Cesar Massaro Thibes Cordeiro Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná Av. Cândido de Abreu, 140 - Salas 303/304 - Curitiba/PR - CEP: 80.530-901 Tel.: 41 3224-8737 | sindiavipar.com.br | sindiavipar@sindiavipar.com.br Fale conosco Se você tem alguma sugestão, crítica, dúvida ou deseja anunciar na Revista Sindiavipar, escreva para nós: revista@sindiavipar.com.br. Expediente Produção Centro de Comunicação centrodecomunicacao.com.br Jornalista responsável Guilherme Vieira (MTB-PR: 1794) Colaboração Brenda Iung, Bruna Robassa, Camila Castro, Jonas Filho, Jorge de Sousa, Maria Stefani, Karina Becker, Laura Espada e Paulinne Giffhorn Design e diagramação Cleber Brito Comunicação e Marketing Mônica Fukuoka Impressão Optagraf Anuncie na Revista Sindiavipar Mônica Fukuoka Comunicação e Marketing marketing@sindiavipar.com.br (41) 3224-8737 Editorial A energia é um dos principais insumos da indústria avícola. Dependemos dela para manter as atividades nos aviários, como os sistemas de ambiência, por exemplo, e também as funções nos frigoríficos, com os maquinários em funcionamento durante todos os turnos. Por isso, pensar em alternativas para a sua geração é importantíssimo para a sustentabilidade dos processos. De acordo com dados da Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD), o Paraná está entre os cinco estados que mais realizaram instalações de sistemas fotovoltaicos no país. Informações sobre os benefícios do investimento em energias renováveis e a sua expansão no estado e no Brasil estão contempladas em nossa matéria de capa desta edição. Ainda nas próximas páginas, você vai conhecer um pouco mais sobre a campanha de incentivo ao consumo de carne de frango, realizada pelo Sindiavipar e pela Cobb-Vantress. Para isso, diversas ações serão promovidas no estado com o objetivo de difundir os principais benefícios desta proteína. Conteúdos sobre os eventos do setor que marcaram o bimestre, como o Show Rural Coopavel e a Feira de Atlanta, mercado, meio ambiente e sanidade também ganham espaço. Um abraço e boa leitura! Foto: Hamilton Zambiancki selo SFC As matérias desta publicação podem ser reproduzidas, desde que citadas as fontes. Domingos Martins Presidente do Sindiavipar Sindiavipar

[close]

p. 6

Observatório Bem-estar O gerente de Laboratório e Qualidade da C­ obb-Vantress, Márcio Gereti, tornou-se, em fevereiro, o primeiro auditor de bem-estar animal do setor privado avícola no Brasil. A empresa, líder mundial no fornecimento de aves de produção para frangos de corte e em especialização técnica no setor avícola, conta agora com o único profissional brasileiro da empresa certificado pelo órgão oficial americano Professional Animal Auditor Certification Organization (PAACO). Gastronomia O livro “Galinha Caipira – Gastronomia de raiz” (2017), escrito por Geraldo Mario Rohde, Marlisa Marlene Strenzel e Helena Lüdtke Kellermann, traz várias opções de deliciosos pratos típicos feitos à partir do mesmo ingrediente: o frango caipira. A edição contém um carpápio diversificado, que varia desde “Galinhada rústica” a “Torta salgada de frango”, explicando os ingredientes e o modo de preparo para não ter erro. Genética avícola O Brasil poderá exportar material genético e pintinhos de um dia provenientes das casas genéticas instaladas no país para o Zimbábue, de acordo com informações divulgadas pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O primeiro embarque foi realizado no dia 20 de fevereiro, pela empresa Granja Real, associada ao Sindiavipar. Atual destino da carne de frango brasileira, o Zimbábue aceitou a proposta de Certificado Sanitário Internacional proposto pelo Brasil e se tornou o mais novo mercado aberto para o setor de genética nacional. 6 sindiavipar.com.br Soja O Brasil poderá ultrapassar os Estados Unidos na produção de soja já em 2019 e se tornar o líder mundial na oferta da oleaginosa. Os dados iniciais referentes aos dois ­países apontam para esse novo cenário. No dia 17 de fevereiro, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou os primeiros números para a próxima safra de soja do país. A área de plantio não apresenta grandes mudanças, e a produção deve alcançar 116,7 milhões de toneladas. Enquanto no Brasil, a área pode subir em até 1 milhão de hectares, chegando a 36 milhões em 2018/19. Mantida a produtividade média do país, a safra pode chegar a 120 milhões de toneladas. Sindiavipar

[close]

p. 7

Dia da mulher O Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar) parabeniza todas as mulheres, em especial aquelas que se dedicam e colaboram com o agronegócio. É um orgulho para o setor ter a participação feminina, que contribui expressivamente para o aperfeiçoamento e crescimento da avicultura, e saber que essa representatividade só cresce. Presença feminina A participação das mulheres no agronegócio vem crescendo a cada ano, tanto no manejo de atividades do campo, em profissões como veterinária e zootecnista, como na gestão das propriedades. Pesquisa feita pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA) revelou que, nos últimos quatro anos, a presença feminina no segmento saltou de 10% para 31%. 31 % é a participação das mulheres no agronegócio Simpósio Brasil Sul de Avicultura Data 10 a 12 de abril de 2018 Local Chapecó (SC) Realização Nucleovet Telefone (49) 3329-1640 Site www.nucleovet.com.br/simposio-avicultura/ 35ª Conferência FACTA Data 16 a 17 de maio de 2018 Local Campinas (SP) Realização FACTA Telefone (19) 3243-6555 Site www.facta.org.br Sindiavipar IX Encontro Técnico Avícola Data 24 a 26 de Julho de 2018 Local Maringá (PR) Realização Integra/Sindiavipar Telefone (44) 3031-2057 Site www.integra.agr.br/encontrotecnico/ sindiavipar.com.br 7

[close]

p. 8

Associe-se! Porque juntos somos mais fortes! Campanha No dia 20 de fevereiro, foi realizada uma reunião na sede do Sindiavipar, com a presença do Icaro Fiechter, da Mônica Fukuoka e de representantes da empresa Centro de Comunicação, para traçar as estratégias para Campanha de Incentivo ao Consumo de Carne de Frango no Paraná. A campanha será realizada pelo Sindiavipar e pela Cobb-Vantress no estado. Encontro setorial A sede da Fiep recebeu, no dia 21 de fevereiro, o 1º Encontro do Conselho Setorial de Alimentos. O Sindiavipar foi representado por Valdecir Bertoncello e Mônica Fukuoka. Na ocasião, foram tratados assuntos como sobreposição de fiscalização de órgãos públicos nas unidades frigoríficas e problemas com o credenciamento de laboratórios perante os órgãos oficiais. Conselho temático Aconteceu no dia 22 de Fevereiro, na sede da Fiep em Curitiba, uma reunião do Conselho Temático de Relações do Trabalho, para discutir temas pertinentes a área e de interesse das indústrias paranaenses. O Sindiavipar esteve presente com o eleito representante para assuntos trabalhista, Valdecir Bertoncello. Os principais assuntos tratados foram: Reforma Trabalhista, Negociações Sindicais e obrigatoriedade do eSocial. Mais informações: sindiavipar.com.br | (41) 3224-8737 8 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 9



[close]

p. 10

Radar A safra paranaense de grãos será menor, por questões climáticas, como a La Niña, mas dentro dos patamares históricos. Vamos continuar a crescer na produção de frango, suínos e peixes, e devemos manter a posição de maior produtor de proteína animal do País Norberto Ortigara, secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná O custo de produção tem aumentado nos últimos anos em função da distância da propriedade rural até os portos. No Brasil, os produtos percorrem até 2.000 km, mas existem alternativas para reduzir esse custo em pelo menos 30% Elisangela Pereira Lopes, assessora técnica da CNA Se você quer aumentar a produtividade dos alimentos no Brasil sem derrubar florestas, que é o desejo de todos, você tem que focar na inovação Beto Richa, Governador do Paraná Foto: Sindiavipar 10 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 11

A nossa ideia é continuar no processo de conscientização, de harmonização de procedimentos. Queremos conversar, entender quais as dificuldades dos criadores, resolver os problemas e completar o processo Bruno Pessamilio, chefe da Divisão de Sanidade de Aves do Mapa O México renovou recentemente sua cota de importação de produtos avícolas brasileiros, assegurando a continuidade dos negócios para o setor Francisco Turra, presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal Os produtores rurais, as cooperativas e as indústrias não só do Paraná, mas do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, reconheceram as melhorias operacionais do Porto de Paranaguá nos últimos anos José Richa Filho, secretário estadual de Infraestrutura e Logística Sindiavipar sindiavipar.com.br 11

[close]

p. 12

Na mídia Bons Índices Crescimento de 8% em receitas em 2017 e início produtivo na avicultura paranaense ganham espaço no noticiário O primeiro bimestre do ano e o balanço d e 2017 fora m p o sit ivos. Com o fe cha mento do ano passado mostrando crescimento em todos os índices, 1,8% a mais em abate, segundo dados do Sindiavipar, 1,6% no volume de embarques e 8% em receitas com exportações, de acordo com levantamento da Se cret aria de Comércio Exterior (Se cex), os números ganharam espaço na imprensa. Este contexto foi repercutido na mídia local e nacional durante os meses de janeiro e fevereiro reforçando a posição de destaque da avicultura do estado na economia do país. Ao todo, mais de 100 notícias relacionadas a avicultura paranaense foram divulgadas, somando um retorno em mídia espontânea de aproximada- mente 600 mil reais. Incluindo inserções em jornais, revistas, rádios e onlines. Janeiro No primeiro mês do ano, o balanço de 2017 foi assunto em portais importantes para o setor como Estadão Conteúdo, Dinheiro Rural, Globo Rural, Valor Econômico e IstoÉ. Para o presidente do Sindiavipar, Domingos Martins, os resultados do ano passado reforçam a importância do estado, e do país, na garantia da segurança alimentar ao redor do mundo. "O mercado global reconhece a qualidade do que é produzido por nós e confia em nossa cadeia produtiva, que nos permi- Retorno de mídia - Janeiro Re3v%ista J4o0rn%al O5n7li%ne 12 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 13

Retorno de mídia - Fevereiro 65TV% J1o3rn%al O2n2li%ne Sindiavipar te atender aos mais altos níveis de exigência", destaca. Em janeiro, o ­Sindiavipar também contribuiu com matéria da Agência Estadual de Notícias do Paraná (AEN), do Governo do Estado, que apresentou as expectativas do agronegócio paranaense em 2018. O material ganhou as páginas de jornais como D­ iário do Sudoeste, Correio do Cidadão, Diário do Noroeste, Tribuna de Cianorte, entre outros. Fevereiro Os números do início do ano também repercutiram na imprensa nacional, ganhando espaço em veículos online como Globo Rural e ­IstoÉ, Notícias Agrícolas, Portal do Agronegócio e no Jornal Folha de Londrina. Além disso, o Sindicato foi fonte para matéria da Revista Faep, da Federação da Agricultura do Estado do Paraná, sobre biosseguridade nas granjas. sindiavipar.com.br 13

[close]

p. 14

Entrevista MHaelracal do Carne de frango é um dos principais produtos embarcados para países mulçumanos A avicultura Halal está ganhando cada vez mais atenção dos produtores brasileiros. Segundo dados da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o Brasil teve saldo positivo de US$ 2,88 bilhões na balança comercial com os países do Conselho de Coop eração do Golfo (CCG) (A rábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Catar, Bahrein e Omã), sendo que a carne de frango é um dos principais produtos embarcados para essas nações. Sobre o tema, o diretor-presidente da Siil Halal (empresa certif icadora halal), Chaiboun Dar wiche, conversou com a Revista ­Si n d iav ip a r. Quais os diferenciais do Brasil para exportação ­halal? O Brasil tem um extenso potencial de crescimento. Acredito que, os índices satisfatórios alcançados são frutos da união de tecnologia, sanidade, manejo e, sobretudo, da mudança de cultura das empresas em relação ao mercado Halal. O consumidor muçulmano preza por produtos Halal em qualquer lugar do mundo e o selo que certifica a qualidade ganha cada vez mais destaque na hora da compra. Por isso, empresas que estão atentas a esse mercado além do crescimento significativo, estão oferecendo produtos de qualidade e com segurança alimentar. Em 2018, o Brasil deve iniciar a exportação de frango Halal para a Indonésia. Há novos mercados no ­radar? Considerado o celeiro do mundo, o Brasil atingiu patamares imensuráveis tornando-se referência mundial também na avicultura. Diante deste cenário, acredito que até 2020 o país irá aumentar significativamente a exportação de carne para o mundo islâmico. Conforme o instituto norte-americano Pew Forum on Religion & Public Life, em estudo Mapping the Global Muslim Population, dois em cada três muçulmanos vivem na Ásia, em países como Paquistão, Afeganistão, Índia, e demais países da Ásia onde há um grande mercado a ser explorado. Como avalia a participação da avicultura paranaense no setor? O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) aplicou no Brasil um sistema de qualidade considerado o melhor do mundo pelas exigências sanitárias, que vão desde a criação, produção de alimentos para as aves, a estrutura do aviário, até o abate, ou seja, uma solução de primeiro mundo. Observo que o Paraná segue a mesma plataforma nacional, respeitando as normas internacionais de qualidade e segurança. Por manter e seguir todos os padrões, o estado paranaense é o que mais exporta frango para países do Oriente Médio. 14 sindiavipar.com.br Sindiavipar

[close]

p. 15

Chaiboun Darwiche Consultor e diretor executivo da SiiL HaLaL – Islamic Inpection Service desde 2009 Executivo Halal da Chapecó Alimentos por 12 anos Trabalha no segmento há 25 anos Vai e volta Mercado Uma palavra que, em nosso caso o mercado Halal - está em franca e constante expansão, abrindo a possibilidade de crescimento para muitas empresas brasileiras. Sanidade O Brasil tem excelentes padrões de sanidade, conduzindo ao bem-estar, saúde e segurança, tanto sanitárias como alimentares. Avicultura Importante setor para a economia e a ser mais explorado por empresas brasileiras para a abertura de novos mercados. Insumos Está atrelado a toda cadeia produtiva. O Brasil conta com o mais moderno sistema e cumpre exigências internacionais, respeitando sobretudo, a produção ao mercado Halal. Por manter e seguir todos os padrões, o estado paranaense é o que mais exporta frango para países do Oriente Médio Sindiavipar sindiavipar.com.br 15

[close]

Comments

no comments yet