Ric Rural

 

Embed or link this publication

Description

Prosolo: Só prospera quem cuida bem da terra e da água

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2



[close]

p. 3



[close]

p. 4

APRESENTAÇÃO AO CAMPO E À CIDADE, A BOA INFORMAÇÃO Écom muita alegria que aproveitamos a oportunidade oferecida pela edição histórica do 30º Show Rural Coopavel, em Cascavel, para o lançamento da Revista RIC RURAL. Com sua alta qualidade, há muitos anos, nas manhãs de domingo, o programa RIC RURAL, apresentado por Sérgio Mendes e Rose Machado, consolidou-se em respeitável faixa de audiência junto a telespectadores do campo e da cidade. As informações interessantes para quem se dedica à atividade rural, sempre muito bem vindas, também, pelos que residem nos centros urbanos e apreciam as riquezas desse imenso mundo agro, nos motivaram a desenvolver mais este produto. O tema da primeira edição não poderia ser mais assertivo: a incisiva ação prática do Governo do Estado para com a conservação do solo e da água, que enseja uma das mais bem sucedidas iniciativas voltadas ao presente e ao futuro do agronegócio paranaense em toda a sua história. Falamos do Programa Integrado de Conservação de Solos e Águas do Paraná, o Prosolo. Com o comprometimento de dezenas das mais importantes instituições públicas e privadas, que trabalham juntas na edificação de uma realidade sustentável para o setor, o Prosolo é a base para que o agro seja ainda mais forte e, com isso, contribua ainda mais para a economia e o desenvolvimento do Estado e do País. Para uma organização cujo escopo é a informação útil e relevante, que visa motivar e a inspirar o seu público, neste caso os produtores rurais, o Grupo RIC oferece mais este conteúdo que, com certeza, será muito proveitoso. Nossos cumprimentos aos realizadores do Show Rural Coopavel pela excelência da realização. Boa leitura! LEONARDO PETRELLI NETO Presidente executivo do Grupo RIC PR Expediente Fundador e Presidente Emérito Mário Petrelli Presidente Executivo do Grupo RIC Paraná Leonardo Petrelli Diretor Administrativo Financeiro Albertino Zamarco Diretor de Mercado da RICTV | Record TV Gilson Bette Diretor de Planejamento e de Mercado do Grupo RIC Paraná Carlos Manzoli Diretor de Mercado Nacional José Carlos Grisbach Gerente de Marketing Grupo RIC PR Michelle Reffo Tiragem 25.000 exemplares Redação e Produção Rogério Recco Projeto Gráfico | Diagramação Diego Olejnik Revisão: Michelle Reffo | Fale conosco 41 3331-6131 | rp@ricpr.com.br Conteúdo produzido pela Editora Flamma Coordenação editorial: Luiza Bianca Furlan Recco MTb 10438/PR Rua Flamengo, 544, Jardim Tabaetê, CEP 87005-180 Maringá PR, 44 3041-0970 | 44 9101-1451 Colaboraram nesta edição: Agência de Notícias do Paraná (ANP), assessoria de imprensa Sistema FAEP/SENAR, assessoria de imprensa Sistema OCEPAR, assessoria de imprensa Coopavel, assessoria de imprensa Sanepar.

[close]

p. 5



[close]

p. 6

ENTRE ASPAS Foto: Arnaldo Alves/ANP Foto: Arnaldo Alves/ANP Foto: Assessoria Sistema Ocepar Foto: Assessoria Sistema Ocepar/Senar Foto: Assessoria Sanepar Foto: Mickael Allan e Cacá Cruz/Coopavel “Parabenizamos o Grupo RIC pela Revista RIC Rural, um projeto que se acrescenta ao importante trabalho de comunicação desenvolvido pela empresa” BETO RICHA, Governador do Estado “É sempre muito bom contar com publicações motivadoras, que trazem referências e servem de espelho ao desenvolvimento do agronegócio estadual. Temos certeza que, pela qualidade de sua equipe, a Revista RIC Rural será assim. Nossos parabéns pela iniciativa” NORBERTO ORTIGARA, Secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento SEAB “É preciso louvar o esforço voltado a levar informações aos produtores e isto o Grupo RIC vem fazendo de maneira exemplar, de longa data. A Revista enriquece ainda mais esse trabalho. Os nossos cumprimentos” JOSÉ ROBERTO RICKEN, Presidente do Sistema OCEPAR “Toda comunicação bem feita e dirigida ao produtor rural, é bem vinda. E não temos dúvida que isso o Grupo RIC sabe fazer muito bem. Parabéns por mais esse projeto” ÁGIDE MENEGUETTE, Presidente do Sistema FAEP/SENAR 06 | RIC RURAL - FEVEREIRO 2018 “O Moringa Cheia é um subprograma que se integra ao Prosolo. Quando falamos em solo, não há como dissociar a água. E, nesse trabalho de conscientização da população, o papel de um veículo de comunicação comprometido com a sustentabilidade, é fundamental. Parabéns ao Grupo RIC” MOUNIR CHAOWICHE, Presidente da Sanepar “Ficamos muito satisfeitos pelo fato do Grupo RIC ter escolhido o Show Rural Coopavel para o lançamento da Revista RIC Rural. Estamos certos de que a publicação será um grande sucesso” DILVO GROLLI, Diretor-Presidente da Coopavel

[close]

p. 7

ÍNDICE 10 PROSOLO O solo em primeiro lugar 14 16 Secretário destaca a soma de esforços Em busca de soluções 17 Moringa Cheia foca na qualidade da água 18 União de forças traz ganhos para toda a sociedade 20 Braço forte é a capacitação 22 Cooperativas trabalham intensamente o tema manejo de solos 24 28 VITRINE Superar os próprios números, o desafio do Show Rural Coopavel Entrevista com o diretor presidente da Coopavel Dilvo Grolli. 30 DESTAQUE Paraná revela a capacidade realizadora do agronegócio 36 Revoluções iniciaram aqui PRODUTORES 40 Investindo na terra e colhendo recordes 44 Fazenda Mutuca quer fazer mais com o mesmo 46 Evolução a cada ano 48 Para os Bizetto, dá para ir mais longe 50 Com braquiária, resultados são visíveis na recuperação do solo TELEVISÃO 52 Sérgio e Rose, dez anos de RIC Rural

[close]

p. 8

COOPERAÇÃO Informe publicitário | Fotos: Assessoria Sicredi SICREDI CONSOLIDA PARCERIA COM O AGRONEGÓCIO NO SHOW RURAL COOPAVEL Terceira maior instituição financeira em crédito rural do País reserva mais de R$ 150 milhões para financiamento no evento Cascavel dá início ao calendário de grandes feiras no País em 2018. OShow Rural Coopavel deste ano celebra 30 anos de um dos maiores eventos do agronegócio no mundo. Rodrigo Amaral é um exemplo de quem faz acontecer. Dono de uma pequena propriedade em Assis Chateaubriand (PR), ele diversifica as culturas para otimizar os resultados, com tanques de peixe, criação de gado e plantações diversas. “Fazemos de tudo um pouco, pois a área é pequena e temos que aproveitar ao máximo”, comenta. O custeio durante o ano vem do cooperativismo de crédito, que oferece suporte aos pequenos produtores Rodrigo e sua família são, há mais de dez anos, associados da cooperativa Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP. Eles contam com o cooperativismo para fazer girar a produção familiar. O mesmo acontece com Gilberto Pivotto, produtor de Medianeira (PR). Quando precisou financiar uma colheitadeira para otimizar a plantação de soja e milho, o crédito ficou escasso nas instituições financeiras tradicionais. “Tentei várias vezes ter crédito em grandes bancos, mas a demora era grande. No Sicredi o gerente me conhece, sabe como a gente trabalha e como funcionam as coisas, ele é de casa. Temos uma colheitadeira nova graças à confiança da cooperativa”, explica. Gilberto migrou todas as suas operações financeiras para a cooperativa Sicredi Vanguarda PR/ SP/RJ, pois preferiu passar a ser dono da instituição financeira que apoia sua propriedade: “hoje só opero com o Sicredi, porque sei que isso fortalece meu capital na cooperativa. No fim do ano a gente ainda recebe um bom retorno do que usou na cooperativa”. A INSTITUIÇÃO EM ALTA A parceria é reconhecida por quem entende do assunto. O Sicredi foi distinguido pelo BNDES por três anos seguidos, como o agente financeiro com o maior volume de operações de investimento contratadas no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e um dos agentes financeiros que mais liberou volume de crédito no Plano Safra. Também é a terceira maior instituição em crédito rural no ranking geral do País, de acordo com a Revista Exame. Em 2018, o Sicredi marca presença novamente no Show Rural Coopavel e disponibiliza pelo menos R$ 150 milhões em créditos para produtores como Rodrigo e Gilberto. O valor, 50% superior à edição passada, está alinhado com a expectativa do mercado. Para o gerente de Desenvolvimento de Crédito da Central Sicredi PR/SP/ RJ, Gilson Farias, a economia dá sinal de melhoras, o que traz expectativas favoráveis para o evento. Ele aponta também que o produtor deve manter a cautela e analisar as opções de compra de novos equipamentos. “Nós prezamos muito pela saúde financeira dos nossos associados. Os produtores têm que estar em constante atualização para garantir a produtividade e vamos dar toda a orientação para que sejam fechados bons negócios no evento”, explica. Recursos oferecidos são 50% maiores em comparação ao evento de 2017 A família Pivotto migrou todas as suas operações financeiras para a cooperativa de crédito

[close]

p. 9



[close]

p. 10

PROSOLO Texto: Rogério Recco, com informações da Agência de Notícias do Paraná-ANP | Foto: Flamma O SOLO EM PRIMEIROLUGAR Maior produtor de grãos e carnes do país, o Paraná retoma o caminho para uma agricultura sustentável e de alto desempenho 10 | RIC RURAL - FEVEREIRO 2018

[close]

p. 11

11 | RIC RURAL - FEVEREIRO 2018

[close]

p. 12

PROSOLO Foto: Arnaldo Alves/ANP “A pesquisa é importante para criar indicadores e diagnóstico e desenvolver soluções para o futuro” 12 | RIC RURAL - FEVEREIRO 2018 O trabalho integrado é responsável pela otimização das ações, racionalização de recursos públicos e a efetivação dos resultados BETO RICHA, Governador do Estado

[close]

p. 13

Foto: Flamma Produtores, orientados por técnicos, estão analisando os problemas e partindo para a busca de soluções Foto: Flamma Tráfego constante de máquinas pesadas promove a compactação do solo, afeta a produtividade das lavouras e favorece o processo erosivo 19 Instituições, entre públicas e privadas, são parceiras no Programa 4 mil é o número de pesquisadores envolvidos 6 mil é a quantidade de bacias hidrográficas existentes no Paraná, segundo a Seab 13 | RIC RURAL - FEVEREIRO 2018

[close]

p. 14

PROSOLO Texto: Rogério Recco Foto: Arnaldo Alves/ANP Secretário destaca a soma de esforços 14 | RIC RURAL - FEVEREIRO 2018

[close]

p. 15

Foto: Flamma Além da questão ambiental, queremos aprimorar o nível de negócio, melhorando a capacidade produtiva das lavouras NORBERTO ANACLETO ORTIGARA, secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento Detalhe de lavoura de soja: o Estado avança para ter uma agricultura mais sustentável Chuvas volumosas, nos últimos três anos, ocasionaram danos em grande parte das propriedades onde os produtores não faziam um trabalho adequado de conservação 15 | RIC RURAL - FEVEREIRO 2018 Foto: Flamma

[close]

Comments

no comments yet