Revista D'agosto

 

Embed or link this publication

Description

edição nº 07

Popular Pages


p. 1

www.1agosto.com Edição nº 07 | Ano: 2015 | Preço: Kz 500 O FUTURO DO 1º DE AGOSTO ANOS. UM GANHO DA INDEPENDÊNCIAAGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO | 1

[close]

p. 2

Cartão multicaixa D’Agosto Um Cartão exclusivo para sócios e simpatizantes do Clube Desportivo 1º de Agosto. Agora é mais fácil e cómodo pagar as suas quotas Torna-te sócio do 1º de Agosto aderindo ao Cartão Multicaixa D’Agosto n2a Agênci|aAGOBSTOF/SAETEMmBROa/OiUsTUBpROróxima de sí. dinOCross

[close]

p. 3

PARABÉNS COMANDANTE EM CHEFE! ADirecção do 1º de Agosto, deseja, em nome dos seus atletas, técnicos e funcionários em geral, parabéns ao Comandante em Chefe das Forças Armadas Angolanas, Sua Excia. José Eduardo dos Santos, pelo seu aniversário natalício, assinalado a 28 de Agosto do corrente ano. Amante confesso do desporto, em particular do futebol, modalidade que praticou na sua adolescência, antes de se juntar ao grupo de jovens que lutou pela libertação nacional. Mesmo afastado dos campos, José Eduardo dos Santos não se esqueceu do desporto, foi assim que em 1977 exarou o despacho 12/77, que criava a comissão que viria a constituir o conselho superior de educação física e desportos, que posteriormente passou a ser o Ministério da Juventude e Desporto. O Comandante em Chefe e Presidente de todos os angolanos, não se esqueceu do desporto militar, incluindo um represente das FAPLA nesta comissão. Prestigiou em diversas ocasiões os jogos do 1º de Agosto, tendo estado no jogo de estreia internacional, em 1980 diante do Canon de Yaondé dos Camarões. Sua Excelência Presidente da República de Angola e Comandante em Chefe das Forças Armadas Angolanas, fazemos votos que continue com o seu saber e dedicação, a dar o seu apoio para o desenvolvimento do desporto angolano. Que a data se repita por longos e felizes anos de vida. AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO | 3

[close]

p. 4

dinOCross UM CLUBE COM TRADIÇÃO DE VICTORIA www.1agosto.com Facebook: Clube Desportivo 1º de Agosto 4 | AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO

[close]

p. 5

OS GANHOS DA NOSSA INDEPENDÊNCIA. NESTES 40 ANOS DE INDEPENDÊNCIA, O 1º DE AGOSTO ESCREVEU A HISTÓRIA DO DESPORTO NACIONAL, CONTRIBUINDO COM VICTÓRIAS QUE DERAM ALEGRIA AO POVO ANGOLANO. AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO | 5

[close]

p. 6

EDITORIAL SU Carlos Hendrick (General) Presidente da Direcção A 11 de Novembro de 1975, o primeiro Presidente da República de Angola, saudoso Dr. António Agostinho Neto, proclamava solenemente perante a África e o Mundo a Independência do nosso país; 2 anos mais tarde e com o objectivo de implementar o desporto no seio das Forças Armadas, é fundado o Clube Desportivo 1º de Agosto. Este ano em que o nosso país comemora 40 anos de independência e o 1º de Agosto 38 anos desde a sua fundação, recordamos com satisfação o percurso de vitórias que o nosso clube proporcionou ao povo angolano e com isso galvanizou o desporto nacional. Acreditamos que com a prática do desporto ajudamos a escrever parte da história do nosso país, e o crescimento de Angola se reflecte de igual modo na grandeza do 1º de Agosto; hoje somos o clube mais eclético, com 16 modalidades desportivas, e por esta via a agremiação mais titulada no basquetebol, andebol masculino, voleibol, natação, tiro e atletismo. Outra grande e principal referência do nosso clube é sem dúvidas o nosso futebol; a criação da equipa sénior contribuiu para a afirmação da modalidade em Angola, dado o alto nível dos atletas das nossas primeiras equipas, o que motivou o surgimento de outras, cujo objetivo era o de quebrar a nossa hegemonia. O futuro do 1º de Agosto está na formação de atletas, e para tal temos vindo a desenvolver os escalões de formação, através de treinadores experientes e conhecedores, de infraestruturas adequadas, da prospecção de talentos e simultaneamente a sustentar o desporto de alta competição. Mais uma etapa foi vencida rumo aos nossos objectivos; recentemente juntaram-se ao conjunto de infraestruturas do 1º de Agosto a piscina reestruturada que agora tem a denominação da antiga nadadora Nádia Cruz e um novo ginásio que dará suporte ao basquetebol, voleibol, karaté, taekwandó e judô. Estão em fase de conclusão o pavilhão multiuso e o edifício principal da academia, infraestruturas integradas no projecto da “cidade desportiva do primeiro de Agosto”, cujo destaque recai para o estádio de futebol “general França N’dalo”. Nesta edição abordamos essencialmente a formação e infraestruturas, aspectos estes que têm sido a nossa aposta como base do êxito sustentado. Bem haja, 1º de Agosto força! 1º de Agosto sempre! 6 | AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO 12 16 BASQUETEBOL Agostinas conquistam Taça de Angola e campeonato nacional - ANDEBOL As campeãs africanas 12 48 08

[close]

p. 7

UMÁRIO 24 20 26 38 ANOS DE 1º DE AGOSTO 44 54 FORMAÇÃO O outro lado do João Aguiar Como funciona o Internato Ministro João Lourenço enaltece feito do 1º de Agosto TIRO: Paulo Silva o Homem dos tiros aos pratos - 38 20 Ficha Técnica - Director: Carlos Hendrick - General | Director Executivo: Meike Neves | Editor Chefe: Adriano Mabiel (adriano.mabiel@1agosto.com) Coordenadora: Kianda Primo | Revisão: Artur Dias Martins | Redacção: Lectícia Kambovo, Mariana Rodrigues, Gilberto Figueira, Sandra Saquita, Paula Pande, Jelson Costa, Elisio Campos, Rosalina Sabino, Lutero Paulino, Manuel Cochi Lelo e Adriano Felix Fotogra as: Waldemar Santos, João Manuel e Axel Nesta Design e paginação: Dino Cross | Impressão: Damer SA | Tiragem: 3.500 Contactos: Direcção de Comunicação e Imagem Rua Francisco Gouveia “Rio Seco” Maianga / Luanda / Angola | 948 287 286 www.1agosto.com | revistadagosto@1agosto.com | Facebook: Clube Desportivo 1º de Agosto N.º de Contribuinte: 7401000660 Publicidades: 948 287 286 AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO | 7

[close]

p. 8

FUTEBOL 1º de Agosto - Petro de Luanda D’AGOSTO VENCE CLÁSSICO DOS CLÁSSIC Texto: Evandra Magalhães - Fotos: Waldemar Santos Oclássico dos clássicos do futebol angolano voltou a proporcionar uma grande partida de conjunto formado pelos jogadores Tony, Isaac, Danny Massunguna, Sargento e Paizo, Jumisse, Ibukun e Buá, Ndi- futebol, no estádio 11 de No- Kumana, Gelson e Ary Papel, vembro em Luanda, jogo que que com a sua dinâmica de contou para a 25ª jornada do jogo, fragilizaram a estratégia Campeonato Nacional da I Di- do jogo adoptada pela equipa visão o Girabola, em que o 1º adversária. de Agosto venceu o seu arquir- O comandante desta dinâ- rival Petro de Luanda por 2:1. mica imposta pelo 1º Agosto, A nossa equipa entrou bas- Ary Papel, aos 13 minutos mar- tante atacante, procurando ga- cou o primeiro golo da partida, rantir a victoria logo no princí- dando nota para que os mais pio do jogo, comandou as ac- de 30 mil espectadores pudes- ções da partida tendo exibido sem cantar “golooooo!!!!!!”, um futebol rápido e dinâmico, numa finalização de um cru- o que levou ao resultado triun- zamento bem estruturado de fante na partida. Gelson, depois de passar com Para este grande clássico, muita facilidade por Etah. O o técnico Dragon Jovic confiou Petro de Luanda, por intermé- o destino da nossa equipa ao dio de Job, igualou o marcador 8 | AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO

[close]

p. 9

COS AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO | 9

[close]

p. 10

FUTEBOL SUPER CLÁSSICO NACIONAL 1º de Agosto - Petro de Luanda 1989 Petro de Luanda 3-0 1º de Agosto 1º de Agosto 0-1 Petro de Luanda 1981 1º de Agosto 2-0 Petro de Luanda Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 1990 1º de Agosto 1-0 Petro de Luanda Petro de Luanda 3-1 1º de Agosto 1982 1º de Agosto 1-1 Petro de Luanda Petro de Luanda 6-2 1º de Agosto 1991 1º de Agosto 1-1 Petro de Luanda Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 1983 1º de Agosto 1-1 Petro de Luanda Petro Luanda 2-2 1º de Agosto 1992 1º de Agosto 2-1 Petro de Luanda 
Petro de Luanda 0-1 1º de Agosto 1984 1º de Agosto 0-1 Petro de Luanda Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 1993 Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 1º de Agosto 0-1 Petro de Luanda 1985 1º de Agosto 0-0 Petro de Luanda Petro de Luanda 1-1
1º de Agosto 1994 1º de Agosto 2-0 Petro de Luanda Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 1986 1º de Agosto 2-0 Petro de
Luanda Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 1995 Petro de Luanda 2-2 1º de Agosto 1º de Agosto 0-1 Petro de Luanda 1987 Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 1º de Agosto 1-1 Petro de Luanda 1996 1º de Agosto 1-0 Petro de Luanda Petro de Luanda 2-1 1º de Agosto 1988 Petro de Luanda 6-0 1º de Agosto 1º de Agosto 3-2 Petro de Luanda 1997 Petro de Luanda 2-1 1º de Agosto 1º de Agosto 1-1 Petro de Luanda 10 | AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO

[close]

p. 11

aos 30 minutos. Nossos bravos guerreiros não se intimidaram, de modos que 7 minutos depois, ou seja, aos 37 minutos, Ekundi usou a cabeça e garantiu a victoria do 1º de Agosto, marcando o último golo da partida. Os jogos entre o 1º de Agosto e o Petro de Luanda, constituem o clássico dos clássicos do futebol angolano; são as duas equipas mais tituladas do girabola, tendo sido o 1º de Agosto o vencedor das pri- meiras edições do campeonato, facto que terá motivado a criação do Petro de Luanda, com a finalidade de quebrar com essa hegemonia, não só no futebol, mas também nas demais modalidades. Até ao momento o 1º de Agosto venceu o Petro de Luanda por 20 vezes, empatou 17 e marcou 63 golos; acompanhe a cronologia de resultados dos jogos entre as duas equipas no girabola. 1998 1º de Agosto 2-1 Petro de Luanda Petro de Luanda 0-0 1º de Agosto 1999 1º de Agosto 1-0 Petro de Luanda Petro de Luanda 0-1 1º de Agosto 2000 1º de Agosto 0-0 Petro de Luanda Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 2001 1º de Agosto 1-1 Petro de Luanda Petro de Luanda 2-0 1º de Agosto 2002 Petro de Luanda 0-1 1º de Agosto 1º de Agosto 1-1 Petro de Luanda 2003 Petro de Luanda 0-0 1º de Agosto 1º de Agosto 1-2 Petro de Luanda 2004 1º de Agosto 2-2 Petro de Luanda Petro de Luanda 2-0 1º de Agosto 2005 Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 1º de Agosto 1-2 Petro de Luanda 2006 1º de Agosto 1-0 Petro de 
Luanda Petro de Luanda 0-0 1º de Agosto 2007 Petro de Luanda 1-0 1º de Agosto 1º de Agosto 3-4 Petro de Luanda 2008 Petro de Luanda 0-2 1º de Agosto 1º de Agosto 1-1 Petro de 
Luanda 2009 Petro de Luanda 2-1 1º de Agosto 1º de Agosto 0-1 Petro de Luanda 2010 Petro de Luanda 0-1 1º de Agosto 1º de Agosto 1-1 Petro de
 Luanda 2011 1º de Agosto 2-1 Petro de Luanda Petro de Luanda 2-1 1º de Agosto 2012 Petro de Luanda 0-2 1º de Agosto 1º de Agosto 0-2 Petro de Luanda 2013 1º de Agosto 1-0 Petro de Luanda Petro de Luanda 2-0 1º de Agosto 2014 1º de Agosto 2-1 Petro de Luanda Petro de Luanda 1-2 1º de Agosto 2015 1º de Agosto 1-1 Petro de Luanda Petro de Luanda 1-2 1º de Agosto AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO | 11

[close]

p. 12

BASQUETEBOL Dupla conquista em sénior feminino: 1º DE AGOSTO CONQUI E CAMPEONATO NACIO O1º de Agosto revalidou obteve a Taça de Angola e o décimo título do campeonato nacional pela equipa sénior feminina de basquetebol, nos finais de Junho, em Luanda, ao vencer o Interclube, por 62-50 e 67-39 respectivamente, tendo essa última victoria sido consolidada no segundo jogo da final dos play off, à melhor de três partidas, disputadas no pavilhão anexo II da Cidadela Desportiva; Focadas na revalidação dos títulos, as nossas atletas entraram em campo com garra e determinação, proporcionando aos seus adeptos momentos únicos de basquetebol em que de um modo geral dominaram os jogos com vantagens folgadas, deixando fragilizado 12 | AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO

[close]

p. 13

ISTA TAÇA DE ANGOLA ONAL o seu oponente o qual, mesmo com o apoio incansável de uma claque de mais de mil polícias provenientes da escola superior da corporação e que se fizeram presentes em todas as partidas, não conseguiu ter forças para resistir aos ata- ques “militares” nem tiveram hipóteses de forçar uma finalíssima no caso do campeonato nacional e conquistar a taça de Angola. Jaime Covilhã, o técnico principal da equipa, não conteve a alegria e declarou: “foi uma conquista merecida, estas vitórias resumem-se em duas palavras-chave: responsabilidade e compromisso. Agradeço à direcção do 1º de Agosto que me tem ajudado a ser este treinador, na pessoa do presidente de direcção, Ge- AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO | 13

[close]

p. 14

BASQUETEBOL neral Carlos Hendrick, e toda sua equipa de trabalho, ao Vice-presidente para o basquetebol Moniz Silva, Director para o basquetebol, Sílvio Lemos e, claro, felicitar as nossas jogadoras pelo carácter que têm e o esforço constante. A todos os sócios, adeptos e simpatizantes, o nosso sincero agradecimento e parabéns porque o nosso sucesso não se resume às conquistas, mas assenta também nas condições de trabalho, no carinho e todo apoio que temos recebido por parte dos nossos eternos fiéis”. Outro momento digno de registo, foram as distinções das melhores atletas do campeonato nacional, em que entre as dez categorias, foram agraciadas seis jogadoras do 1º de Agosto; são elas: atleta MVP- Fineza Eusébio, melhor marcadora do Campeonato – Leia Dongue, melhor ressaltadora – Lindsay Taylor, melhor triplista (3 pontos) – Fineza Eusébio, melhor marcadora dos (2 pontos) – Leia Dongue, melhor recuperadora – Fineza Eusébio e, como era de esperar, dado o bom desempenho das atletas, a distinção de melhor treinador do ano foi para o técnico da nossa formação, Jaime Covilhã. 14 | AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO

[close]

p. 15

LUTONDA ESTREIA COMO CAMPEÃO Miguel Lutonda, ou simplesmente “General”, como honrosamente é chamado pelos amantes do basquetebol angolano, estreou vitorioso como treinador adjunto da equipa sénior feminina da modalidade e em simultâneo na Taça de Angola e campeonato nacional, em Junho último. O convite para integrar a equipa técnica foi feito pelo coordenador da formação para o basquetebol e treinador principal da equipa sénior feminina, Jaime Covilhã, no âmbito do programa de rotatividade para qualificar os treinadores de basquetebol do Clube, e no caso especifico de Lutonda, surgiu de igual modo para que as atletas pudessem tirar proveito da rica experiência do antigo craque e com isso contribuir na revalidação da Taça de Angola e no título de campeãs nacionais. As atletas aproveitaram a oportunidade para questioná-lo sobre a sua grande e excelente trajectória no mundo da bola ao cesto e que comportamento e atitudes deve um atleta ter em campo, a função de cada jogador em campo e outras de fórum técnico. Em resposta, o treinador realçou que primeiro é importante que individualmente o atleta esteja bem, para poder ajudar o colectivo. Com a revalidação da equipa feminina militar na Taça de Angola e no campeonato nacional, dou por cumprida esta missão”, disse o General. AGOSTO/SETEMBRO/OUTUBRO | 15

[close]

Comments

no comments yet