Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

 

Embed or link this publication

Description

João Monlevade, sexta-feira, 7 de dezembro de 2017, Edição 4.179 - Ano XIX

Popular Pages


p. 1

QUINTA-FEIRA 07 DE DEZEMBRO - 2017 | R$ 1,00 O Diário do Médio Piracicaba Edição: 4.179 - Ano XIX - Fechamento: 18h00 www.bomdiaonline.com Por falta de material, atendimento odontológico é suspenso de novo Página 3 Praça será entregue Praça será reaberta nesta segunda. Página 3 Monlevadenses enviam doação para Rio Casca Página 7 Mais de 100 estudantes foram homenageados Página 5

[close]

p. 2

BOM DIAquinta-feira, 07 de dezembro de 2017 2.opinião EXPEDIENTE BOM DIA • Diretor Responsável: Geraldo Magela Gonçalves (Interino) • Diretor Geral: Luiz Gonazaga de Castro • Comercial: comercial@bomdiaonline.com 3851-1515 • Edição Breno Botelho • Reportagem Kátia Passos • Diagramação/Arte: Sérgio Henrique Braga • Impressão: Gráfica Bom Dia • Colaboradores: Márcio Naoto Suzuki (Up Street) Lúcio Flávio Carlos Augusto - Gugu (Meu Palpite) Thiago Titó (Giro) Marcos Martino (Cenários) • Representante Comercial: Super Mídia Brasil - BH Central de Comunicação - SC Redação e Administração Rua Nossa Senhora Aparecida, nº 152, Sl. 305, Aclimação, CEP.: 35930-028 João Monlevade / MG / Brasil (31) 3851.1515 • Bom Dia online: www.bomdiaonline.com Circulação: Alvinópolis, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Bom Jesus do Amparo, Catas Altas, Dionísio, Dom Silvério, Itabira, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, São Domingos do Prata, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal. FUNDADO EM JULHO DE 1998 Bom Dia Comunicação Ltda - ME. CNPJ.: 24538633/0001-16 Todos os Direitos Reservados bomdia@bomdiaonline.com redacao@bomdiaonline.com APOCALIPSE CULTURAL A tecnologia vem passando o rodo e mudando tudo na vida cotidiana e não seria diferente com a arte. A cultura como conhecíamos não existe mais. Virou outra coisa, desmaterializou, virou nuvem. NOVILÍNGUA Os novos tempos carregam um forte elogio à ignorância. A simplicidade tornou-se virtude hipervalorizada . As pessoas consomem mensagens a cada dia mais reduzidas. Muitos só leem as fotos e legendas ( daí o sucesso do instagram). As pessoas passaram a ter preguiça de textos maiores, vídeos maiores, conteúdos densos. Há um certo enfastio da profundidade. PIRATARIA SEM CONTROLE Hoje em dia, com a facilidade de se copiar e colar qualquer coisa, como ganhar dinheiro? Se você compartilha, caiu na rede, não é seu mais. Temos templates de quase tudo e está só piorando. Direitos autorais sobre fotos? Sobre música? Sobre textos? Esqueça! Se tiver dinheiro pra contratar advogados, vá em frente... FIM DA MATERIALIDADE De repente ficou tudo fluido, comprimido, evanescente. Quem consumia música há algumas décadas, precisava de LPs, K7s, Mds, Cds, pendrive. E hoje tá tudo na descomunal nuvem. Você paga um tikim e tem um tantão... quase um infinito de músicas. TEM O LADO BOM Tem quem defenda que os artistas nunca tiveram um meio tão democrático para atingir seus fãs. É só ter um canal no youtube, um facebook da hora, instagram com belas fotos e pá: tá resolvido. Mas como conseguir audiência no meio de um barulho desses? DÁ PRA GANHAR DINHEIRO COM MÚSICA? Antes alguns artistas faturavam com direitos autorais. O ECAD arrecadava na execução em rádios e tvs, nos eventos, nos bares. Havia a perversidade dos jabás e ainda há. Mas hoje, nem isso tem mais. A internet vem mordendo o bolo das rádios continuamente e parece ser um caminho sem volta. Num cenário como este, poucos ganham com direitos autorais. A saída para os músicos é tocar ao vivo, vender shows. Mas como vender se a banda não for famosa? SÓ O PROFISSIONALISMO PRA SALVAR... Reclamar não adianta. Qualquer parceria precisa passar firmeza. Os artistas e seus empresários precisam se profissionalizar e somar no esforço de levar público, o que será bom pra quem contrata e para o contratado. Muitas bandas vão lá, levam um lero com o dono e esperam que as casas façam tudo e inclusive levem público. E na hora do show, tocam como se estivessem nos ensaios, mal olham pra cara da platéia, não se comunicam, não oferecem uma experiência positiva. Muito pelo contrário: olham pro nada, não fazem questão de interagir, de causar algum impacto ou emoção. Alguns dizem que tocam pra agradar a eles mesmos. Bom, creio que para masturbação o palco não seja um espaço adequado. A DIREITA NÃO TEM DISCURSO PARA A CULTURA Eu vejo algumas pessoas xingando os artistas, que em sua maioria, nutrem simpatia pela esquerda. Isso é fácil de explicar. Não se vê a direita abraçando nada em termos culturais. Nem a turma tucana. Enquanto isso, a esquerda abraça. Para a direita, a arte é um devaneio, coisa de cigarras num mundo de formigas. DITADURA DO COVER E pra completar o elenco notícias cabulosas para a nova música, temos essa covermania. Os donos de barzinho não querem saber de artistas autorais considerados chatos e alternativos. E dá-lhe bandas imitações tocando o hit parade de alguma banda. E com isso, não há renovação. Nas artes plásticas, as cópias ( artesanato) costumam dar mais lucro que os originais. Santa ironia, Batman. E COMO FICAM OS AUTORAIS? Terão de cavar novos veios, procurar novos espaços de fruição e monetização do trabalho. Por enquanto a situação está nebulosa. Mas tem gente por aí se dando bem. Tem gente emplacando no spotfy, até mesmo no youtube.

[close]

p. 3

BOM DIAquinta-feira, 07 de dezembro de 2017 3.cidade Falta de materiais de saúde volta a ocorrer em Monlevade João Monlevade – Nesta semana, atendimentos odontológicos em João Monlevade foram suspensos novamente por falta de anestesias para procedimentos. Esta não é a primeira vez que o fato é registrado neste ano no município. A Prefeitura de João Monlevade, através da Assessoria de Comunicação confirmou o fato e explicou que se trata de uma falha do fornecedor de materiais. Ainda de acordo Atendimentos serão regularizados em uma semana Arquivo Bom Dia com a assessoria, o serviço será normalizado dentro de uma semana. Em agosto deste ano, os serviços também foram suspensos por falta de materiais de trabalho. Na época, pelo menos 90 pacientes já agendados ficaram sem atendimento odontológico, por falta de luvas, papel higiênico, gaze, papel toalha, saco de lixo, material de limpeza, cimento de ionômero, álcool, guardanapo e outros materiais essen- ciais para os trabalhos. No episódio anterior, a secretária de saúde alegou que “não procede o número de pacientes tidos como não atendidos e que todo o material necessário para o desenvolvimento dos trabalhos foi devidamente entregue”. Denúncias sobre falta de materiais chegaram até o Ministério Público após vereadores serem impedidos de entrar no almoxarifado da Prefeitura para fiscalizar a falta de materiais. Praça Domingos Silvério será reinaugurada nesta segunda Acom PMJM Redivisão da Cfem traz alívio para municípios impactados Geral - Mesmo sem ter sequer uma mina, as cidades diretamente impactadas pela atividade de mi- neração vão receber, agora, parte da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem). Para isso, só falta o presidente Michel Temer sancionar a lei que nascerá a partir da Medida Provisória (MP) 789/17, aprovada no último dia 22 pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, garan- tindo a redistribuição desse bolo, até então fatiado somente entre Estados, União e municípios minera- dores. Embora a MP tenha sido criada, principalmente, para elevar os royalties da mineração, o repasse para as cidades afetadas é apontado como uma das maiores conquistas. A praça está recebendo os últimos retoques Agora, em tempos de caixas vazios, elas ficarão com 15% da arrecadação da Cfem, o que garantirá um alívio para os cofres municipais. Para o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Julvan João Monlevade - A prefeitura de João Monlevade irá inaugurar as obras de reforma da Praça Domingos Silvério, em Carneirinhos, na próxima segunda-feira (11), Luiz Prisco de Braga). A inauguração da praça é o primeiro passo do projeto Novo Centro, que corresponde a uma série de obras e intervenções na região central do Lacerda (PMDB), esse foi um avanço muito importante. Para permitir a redivisão desse bolo da Cfem, os municípios mineradores, que antes recebiam 65% dos royalties, vão ficar com 60%. Já o Estado, que antes ficava com 23%, ficará com 15%. O Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) recebia 9,8% e vai ficar com 7%. O município de Barão de Cocais abriga a barragem da mina de Brucutu, localizada em São Gonçalo do Rio Abaixo. “A cidade tem uma barragem enorme, que atende a uma mina da Vale, mas não recebe absolutamente nada de Cfem. Agora poderá receber”. às 17h. A solenidade con- município. tará também com presen- ças de vereadores, populares e representantes da empresa Construtora VAGA DE EMPREGO RCM CONTRATA PESSOAS PORTADORAS Correia Leite, parceira no empreendimento. Na mesma data, ocorrerá também a entrega oficial DE NECESSIDADES ESPECIAIS Interessados enviar currículo para o e-mail pessoal1@rcmloc.com.br das reformas das praças Onofre Newton de Ambrósio (bairro República), Maria Celestina de Oliveira (Med Center) e A nossa satisfação é a sua conquista! ou entregar diretamente na empresa. RCM Locação de Máquinas Ltda Av. Alberto Lima, 2554, Bairro Sion João Monlevade/MG Maurício Pires Vasconcelos (bairro de Lourdes/ (31) 3852-2031 (31) 3852-8696 Fone: (031) 3852-1234

[close]

p. 4

BOM DIAquinta-feira, 07 de dezembro de 2017 CONECTE JÁ (31) 3851-0475 Av. Getúlio Vargas, 4.906 www.internetsuper.com.br 4.política BOM DIA VEREADOR Transplantados abandonados O vereador Toninho Eletricista, durante a reunião, lamentou emocionado a atitude do governo estadual de, segundo ele, ter abandonado os transplantados. Segundo ele, os pacientes que necessitam de remédios para evitar a rejeição do órgão transplantado vêm sofrendo em peregrinação de posto em posto de saúde na busca pelo medicamento. “Esse governador é sacana. Votei nele por conta do meu deputado Nozinho”. De olho nas árvores Revetrie também chamou a atenção da obra da nova rede elétrica na avenida Alberto Lima. Segundo ele a empresa está colocando os postes praticamente dentro das árvores: “Quero ver o que eles farão com as árvores. A Cemig é responsável e estamos de olho no que irão fazer”, disparou. Cidades Irmãs Cai cai energia O vereador Pastor Carlinhos, fazendo uso da Tribuna, criticou a Cemig pelas constantes quedas de energia que acidade tem sofrido: “devemos oficiar a Cemig, pois nunca tivemos tantas quedas de energia e isso causa além de transtornos, prejuízo a todos”, criticou. Rosa sim azul nem tanto Ainda o vereador Toninho questionou um fato que chamou a atenção. Segundo ele, “na campanha Outubro Rosa, todo mundo usou lacinho rosa, a Câmara ficou toda de rosa etc e tal, mas na hora que chegou o Novembro Azul, nem todo mundo abraçou a causa”... discriminação!”, apontou Sem identidade Passando a régua e encerrando a conta, Toninho ainda disparou sobre a falta de identificação dos carros da Câmara: “Senhor presidente, acho necessário que os veículos da Casa sejam identificados, não temos nada a esconder e temos que prezar pela transparência”, disparou. Aproveitando o embalo, o edil criticou também a falta de identificação em inúmeros logradouros públicos na cidade: “Gente, é um absurdo, as pessoas ficam perdidas, não adianta aprovarmos nomes de rua, praças aqui se as mesmas não recebem as devidas placas de identificação”. O vereador Belmar Diniz apresentou um projeto para reconhecer como cidades irmãs João Monlevade e Guéret na França. Gueret é a terra natal de Jean de Monlevade. O projeto prevê convênios e intercâmbios culturais, científicos, sociais, ambientais, esportivos e comerciais entre as duas cidades. Vereador sugere Fechar a Câmara O Pastor ainda teceu duras críticas à Defesa Civil do município já que, segundo ele, tudo que precisa fazer tem que pedir ao Ministério Público: “Uai, parece que o MP administra tudo, não pode fazer nada. E acho que deveríamos fechar a Câmara, porque não adianta a gente falar aqui também não. Nada é resolvido”, disse. Desculpa Para o vereador, o fato de colocar culpa no MP, muitas das vezes, seria desculpa, porque segundo ele “99% é não querer fazer, falta de vontade”, concluiu. Tempos difíceis Plano Funeral O vereador Revetrie, aproveitando a deixa do colega Eletricista, também criticou o governo: “Esse governo deveria dar um plano funeral para as pessoas, porque do jeito que a saúde está, ninguém sobrevive, principalmente os transplantados”. Brasão atraente O projeto agradou a todos os edis, mas o que chamou a atenção foi o Brasão de Armas da cidade, onde um Gamo é a figura central. A imagem arrancou muitos risos, tanto do plenário quanto da plateia. O vereador Fábio da Prohetel se mostrou preocupado com os últimos acontecimentos na cidade, no estado no país: “Tempos difíceis estamos vivendo, falta de respeito com o ser humano, com os servidores, com pagamentos atrasados. Espero que nas próximas eleições uma grande mudança aconteça, pois senão acontecer teremos a certeza que todo povo tem o governo que merece”.

[close]

p. 5

BOM DIAquinta-feira, 07 de dezembro de 2017 5.cidade Câmara de João Monlevade homenageia alunos destaques Cíntia Araújo/Acom CMJM Mais de 100 estudantes foram homenageados Escola de Informática abre mais 300 vagas A Escola de Informática e Cidadania foi implantada em 2007 João Monlevade - No próximo dia 19, às 19h, no Centro Comunitário do bairro Cruzeiro Celeste, a prefeita Simone Carvalho Moreira (PSDB) estará entregando mais 112 certificados a alunos da Escola de Informática e Cidadania da Prefeitura de João Monlevade, que concluíram o curso no segundo semestre de 2017. De agosto a dezembro, os alunos tiveram aulas de Introdução ao Windows 7 e ao pacote básico do Microsoft Office 2007, que inclui Word, Excel e PowerPoint. As turmas foram organizadas em Introdutório Jovem e Adulto, para as pessoas que nunca tiveram acesso ao uso do computador; Profissionalizante, para o aperfeiçoamento das pessoas que já têm acesso ao computador; Informática Básica para as crianças a partir de 8 anos; e Master, para as pessoas acima de 45 anos. Dessa turma Master, os concluintes desse segundo semestre, José Emílio de Souza e Osvaldo Arcanjo da Silva, têm 80 anos de idade. A Escola de Informática e Cidadania foi implantada em 2007, como incentivo à educação e inclusão digital. A Escola funciona na sede do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), casa do Bem Viver, na Avenida Nova York, 428, Cruzeiro Celeste. Ao todo, a Escola de Informática e Cidadania já formou 3.315 alunos. Mais 300 vagas serão oferecidas no 1º semestre de 2018. As inscrições poderão ser feitas nos dias 5 a 16 de fevereiro. As aulas terão início no dia 19 de fevereiro. João Monlevade - A noite de terça-feira (5) foi marcada por homenagens aos alunos destaques em João Monlevade este ano. A Câmara Municipal condecorou com a medalha do Mérito Escolar, 108 estudantes de 36 instituições de ensino da cidade, desde a educação infantil até o ensino superior. A solenidade ocorreu no Teatro Antônio Gonçalves, no Centro Educacional, e teve a presença de grande público. Fizeram parte da mesa o presidente do Legislativo, Djalma Bastos (PSD), e os ve- readores Leles Pontes (PRB), Guilherme Nasser (PSDB), Cláudio Cebolinha (PTB), Fábio da Prohetel (PP), Revetrie Teixeira (PMDB), Toninho Eletricista (PHS), Lelê do Fraga (PTB), Thiago Titó (PDT), Gentil Bicalho (PT), Sinval Dias (PSDB) e Vanderlei Miranda (PR). O secretário de Educação, Teotino Damasceno Filho, representou o Executivo. Os demais vereadores justificaram ausência. Cada instituição de ensino indicou três estudantes para as medalhas de ouro, prata e bronze. An- tes da entrega das medalhas, o público prestigiou a apresentação de alunos da Fundação casa de Cultura. Com músicas que remetem ao universo estudantil, os jovens foram muito aplaudidos. Todos os vereadores fizeram uso da palavra e parabenizam não apenas aos alunos, mas também aos pais, familiares e funcionários das escolas. A Medalha do Mérito Escolar foi criada em 2005, pelo ex-vereador Wilson Starling Júnior. O objetivo da homenagem é reconhecer o bom desempenho dos estudantes e incentivá-los sempre mais. Meio milhão em asfalto no bairro Sion João Monlevade - Com uma extensão de 616 metros, a Rua 9, no bairro Sion, irá receber drenagem, meio-fio, passeio de concreto e pavimentação asfáltica. O anúncio foi feito pela prefeita de João Monlevade, Simone Carvalho Moreira (PSDB). A obra será executada pela empresa MA Consultoria, Projeto e Construções Ltda., vencedora da licitação que ocorreu nessa semana. O investimento será de R$466.163,88, sendo R$404.350,55 do Ministério das Cidades e R$61.813,33 de recursos próprios da Prefeitura de João Monlevade. O prazo para execução da obra é de 5 meses, após aprovação da ordem de serviço pela Caixa, o que ocorrerá nos próximos dias.

[close]

p. 6

BOM DIAquinta-feira, 07 de dezembro de 2017 6.cidade Gravação de minissérie movimenta Catas Altas financeiramente Catas Altas - As gravações da minissérie da Rede Globo de Televisão “Se Eu Fechar os Olhos Agora”, de autoria de Ricardo Linhares e direção de Carlos Manga Júnior, está movimentando financeiramente a mineira Catas Altas. Desde que foi escolhida em outubro para se transformar na temporária cidade cenográfica da emissora, já começou a sentir os efeitos positivos da produção. O retorno financeiro é um deles e já se tornou evidente, através da criação de postos de emprego temporário, da lotação das pousadas, da locação dos imóveis para servirem de cenário e da movimentação de restaurantes e comércio em geral. “Diretamente, o município não recebeu dinheiro da TV Globo. As Divulgação Município é cenário para minissérie da Globo filmagens em todos os imóveis públicos foram autorizadas por meio de termo de uso gratuito. Mas, indiretamente, o retorno é altíssimo. A Globo é uma rede de televisão com alcance internacional. A Prefeitura não teria condições de promover a cidade nesta proporção. A visibilidade que Catas Altas vai ter é um lucro sem precedentes na região”, explica o Assessor de Comunicação Miguel Sá. A expectativa da emissora é que, por dia, em média, 15 milhões de pessoas assistam os capítulos da minissérie quando ela for exibida em 2019. De acordo com o Produtor de Locação da TV Globo, Carlos Paulino, “o fomento da economia criativa é a contrapartida que os projetos, no caso do audiovisual, traz para a cidade, onde está filmando. Criação de empregos temporá- rios, ocupação hoteleira, figurantes, ocupação nos restaurantes e locações de espaços cênicos são algumas das vertentes do fomento da economia criativa. Mas isso só é possível se houver o apoio institucional do poder público. A Prefeitura de Catas Altas fez melhor que muitas film commission de grandes cidades”, disse em entrevista ao Bom Dia Catas Altas. “Se eu fechar os olhos agora” é uma adaptação da obra literária homônima, de Edney Silvestre, e se passa na fictícia cidade fluminense de Vila de São Miguel, em 1961. Na história, dois adolescentes investigam um crime após terem sido acusados como culpados. A minissérie tem previsão de ser exibida na televisão em janeiro de 2019 e, um pouco antes, para assinantes. São Gonçalo presta homenagem a voluntários São Gonçalo do Rio Abaixo - Para comemorar o Dia Internacional do Voluntariado, dia 5 de dezembro, a Câmara Municipal de São Gonçalo do Rio Abaixo prestou uma homenagem às entidades e associações do município. O evento ocorreu no prédio da Câmara e condecorou 27 entidades. O representante da Associação dos Alcóolicos Anônimos César Guedes Bicalho agradeceu em nome de todos os homenageados além de contar um pouco sobre o trabalho da Associação. Os vereadores Felipe Silveira da Cunha, Maria de Acom CMSG 27 entidades foram condecoradas Lourdes Guedes Barros e Renata Maria Guzzo Fonseca fizeram o uso da palavra para parabenizar as associações e as entidades. Eles destacaram a importância do trabalho voluntário que é feito com seriedade e comprometimento por cada um. A secretária Municipal de Desenvolvimento e Trabalho Social Juscelina Claudia Teixeira Martins discursou representando o executivo. Ela ressaltou o incentivo que a prefeitura presta a todo trabalho voluntário nos mais variados segmentos da sociedade. “Nos colocamos sempre como facilitadores desse serviço”, falou. A presidente da casa, vereadora Luciana Maria Bicalho também parabenizou os homenageados e falou da alegria da Câmara em conceder a homenagem. “Trabalhar em favor da sociedade sem esperar nada em troca é um gesto de humanidade, de carinho e atenção ao próximo. Sinto-me honrada pela oportunidade de, junto com todos os colegas vereadores, destacar o exemplo de todos vocês e prestar-lhes esta merecida homenagem”, disse. Cemitério biosseguro está pronto para sepultamentos Divulgação Cemitério entrou em funcionamento no início do mês Santa Bárbara – Desde o dia 1º de dezembro, o cemitério vertical biosseguro de Santa Bárbara, primeiro público do país e único de Minas Gerais nesse padrão, está liberado para sepultamentos. Recentemente, servidores passaram por um treinamento para operar a tecnologia que o empreendimento envolve, desde o sepultamento, até o teste de estanqueidade, para verificar se não há vazamentos. O Decreto Municipal 3445/2017 trata do regulamento do Cemitério do Município e estabelece as regras para sepultamento. O local será administrado pela Secretaria de Meio Ambiente e Política Urbana, obedecendo ao regimento desta Lei. Ao todo, são 265 gavetas, distribuídas em sete andares e com durabilidade superior a 50 anos. As peças não possuem emendas, são únicas, tendo como matéria-prima a fibra de vidro e garrafa pet. Cada túmulo construído equivale a 167 garrafas a menos no meio ambiente. Assim, como as gavetas não possuem nenhum poro, por consequência, não há vazamento de líquidos oriundos da deterioração dos corpos, evitando, deste modo, a passagem de gases para o local de circulação de funcionários e visitantes. O sistema rotativo soluciona a necessidade de novas sepulturas com o passar do tempo, visto que, os corpos permanecem nas gavetas por três anos, no processo de decomposição, e, então, são redirecionados para o ossuário. Ainda nesse contexto, uma cabine, acoplada às gavetas, guarda o Módulo de Controle e Comando (MCC), que monitora a pressão, a temperatura e a umidade de cada túmulo. Neste espaço também está localizado o sistema de tratamento de gases. O Cemitério Municipal fica aberto para visitação de 7h às 16h, todos os dias, com exceção do dia de Finados, quando o horário pode ser estendido.

[close]

p. 7

BOM DIAquinta-feira, 07 de dezembro de 2017 7.cidade Presidente do Sicoob Credimepi recebe homenagem da Federaminas João Monlevade - Foi realizado no último dia 25, em Araxá, o evento “Mérito Empresarial”, realizado tradicionalmente pela Federaminas. O objetivo do evento é prestar reconhecimento aos dirigentes das empresas que se destacam em seus municípios, em virtude do trabalho realizado e da participação ativa no movimento associativo empresarial e em ações de interesse da coletividade. Mais de 50 empresários foram homenageados a partir da indicação feita Jacson recebeu a homenagem de Emílio e Wander pelas associações comerciais de seu município. O presidente do Sicoob Credimepi, Jacson Guer- ra Araújo, foi indicado pela Associação Comercial de Bela Vista de Minas - ACIABEL. Santa Tereza e Supermercado Amora decidem o 13° Campeonato Amador Distrital de São Gonçalo São Gonçalo do rio Abaixo - As equipes Santa Tereza e Supermercado Amora vão se enfrentar no próximo domingo (10), na grande final do 13° Campeonato Amador Distrital de São Gonçalo do Rio Abaixo. A partida será às 16h, no Estádio Célio Moreira (Campo do Operário). Os finalistas foram co- nhecidos no último domingo (3). No primeiro duelo das semifinais, o Santa Tereza empatou com o Santa Efigênia no tempo normal em 1 a 1. Na decisão por pênaltis, o time do Santa Tereza levou a melhor, vencendo por 4 a 3. No segundo confronto do dia, em partida equilibrada, o Supermerca- do Amora venceu o time do Piçarrão pelo placar de 1 x 0. O Campeonato Amador Distrital é uma realização da Prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo, por meio da Secretaria de Esportes, e tem o objetivo de promover a integração entre equipes e atletas dos bairros e comunidades rurais. Partida final será disputada no campo do Operário Aprovado projeto que autoriza Prefeitura implantar Agendamento telefônico para pacientes Santa Bárbara - A Câmara Municipal de Santa Bárbara aprovou o projeto 026/2017 que autoriza a Prefeitura a fazer agendamento telefônico de consultas para pacientes idosos, pessoas com necessidades especais e gestantes, exclusivamente moradores da zona rural. Segundo Wellington Resende (PP), autor do projeto, o serviço de agendamento deverá ocorrer somente na unidade de saúde onde o paciente estiver cadastrado. “Somente após realizar o cadastramento do cidadão e efetivada a consulta inicial no posto é que este passará a ter a opção de fazer o agendamento que refere essa lei”, explicou. O agendamento prévio Serviço deverá ocorrer onde o paciente estiver cadastrado da consulta vai beneficiar pessoas idosas, a saber, quem que comprovar idade igual ou superior a 70 anos. Outro ponto importante é que para efetivar o atendimento o paciente deverá apresentar, por ocasião da consulta, um documento com foto e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). A falta injustificada da pessoa a qualquer consulta implicará na perda do direito de realizar, dentro do ano corrente, a facilidade de marcação via telefone, porém esta perda por direito não implica em restrição de acesso a rede pública de saúde, mas este deverá se proceder pelos meios convencionais. São Gonçalo conta com Sala Mineira do Empreendedor São Gonçalo do Rio Abaixo - São Gonçalo do Rio Abaixo recebeu, junto com outras 163 cidades, o certificado de adesão à Sala Mineira do Empreendedor, durante Seminário Simplifica Minas, em Belo Horizonte,. Na oportunidade, o município foi representado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Breno Fonseca Sterling. A Sala Mineira do Empreendedor é uma parceria entre o Sebrae/Minas e a Junta Comercial do Envento ocorreu em Belo Horizonte Estado de Minas Gerais (Jucemg) que consiste em melhorar e simplificar o ambiente de negócios em todo o Estado, atuando em parceria com a Administração Municipal, oferecendo apoio para os empreendedores locais. Em São Gonçalo do Rio Abaixo, os serviços estão sendo ofertados, na Casa do Empreendedor, localizada na Praça do 1º de março, nº 48, Centro.

[close]

p. 8

BOM DIAquinta-feira, 07 de dezembro de 2017 8.polícia Monlevadenses se unem para ajudar Rio Casca e cidades vizinhas MUNICÍPIOS FORAM DEVASTADOS PELAS FORTES CHUVAS DO INÍCIO DA SEMANA João Monlevade – Empresas, escola em entidades monlevadenses estão organizando campanhas de arrecadação de alimentos, água, roupas e colchões para serem enviado ao município de Rio Casca e cidades vizinhas. De forma isolada ou conjunta várias empresas se dispuseram a receber os donativos para enviá-los a famílias que perderam roupas, móveis e até mesmo suas casas. As Divulgação Rio Casca ficou inundada e ilhada por causa das fortes chuvas campanhas foram organizadas em redes sociais e diversas doações já foram entregues. Rio Casca ficou inundada e ilhada por causa das fortes chuvas que atingi- ram a região neste início de dezembro. De acordo com a Polícia Militar de Ponte Nova, as vias de acesso ao município ficaram interrompidas e outras desmoronadas. Uma ponte caiu e a MG-262 ficou alagada, sendo impossível a passagem de veículos. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), BR-262 ficou com o trânsito completamente interditado, sem previsão de liberação. A sede da Polícia Militar de Rio Casca também foi invadida pelas águas e a comunicação foi comprometida. Uma equipe de Ponte Nova foi deslo- cada para a cidade para averiguar os problemas causados pela chuva, mas como a ponte que liga as duas cidades caiu, será preciso fazer um desvio de 200 quilômetros por Alvinópolis e João Monlevade. Equipes do Corpo de Bombeiros de Belo Horizonte também se deslocaram para Rio Casca. As cidades vizinhas de Santa Cruz do Escalvado, Urucânia e Santo Antônio do Grama também sofre- ram com as inundações. PM também ajuda A Polícia Militar de João Monlevade também aderiu à campanha de solidariedade. A corporação está recolhendo doações de roupas, cobertores, galões de água, alimentos não perecíveis para que possam ser levados às famílias carentes que necessitam de muito auxílio e conforto nesse momento difícil.

[close]

Comments

no comments yet