Revista 59

 

Embed or link this publication

Description

Revista Tijuca Tênis Clube - Nº 59

Popular Pages


p. 1

ANO V | Nº 59 NOV  2017 WWW.TIJUCATENIS.COM.BR

[close]

p. 2



[close]

p. 3

Editorial NOVEMBRO 2017 / ED. 59 Paulo Maciel Presidente 2018, pegue leve! O mundo inteiro acredita na força da entrada de um ano novo – em todos os cantos da Terra temos rituais com rezas, comidas, músicas e ações originadas de costumes variados. Isto quer dizer que os quatro números do ano trazem um significado, emanado por Deus, as forças da natureza e as ações dos seres humanos. As graças nos vêm de acordo com o nosso merecimento. Temos pisado na bola, nos últimos tempos: está faltando amor, caridade e compreensão da vida junto aos nossos semelhantes, de todas as nações, sexo, classes sociais, financeiras e religiosas. Que a mão de Deus abençõe os propósitos de saúde, paz e prosperidade, sem distinção. A hora é de fazer deste planeta um exemplo para o universo. TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 4

Conselho diretor Presidente Paulo Germano Maciel Vice-presidente Geral Hildo Magno da Silva Vice-presidente de Administração Gilberto Carneiro da Silveira Vice-presidente do Edifício Leonardo Pereira Carlos Alípio de Almeida Vice-presidente de Esportes Aquáticos Aluízio Antônio Gomes de Souza Vice-presidente de Esportes Terrestres Jorge Amaro da Silva Vice-presidente de Interesses Internos Mário Lúcio Pontes Bastos Vice-presidente de Jogos Recreativos André de Carvalho Chagas da Silva Vice-presidente de Marketing e Divulgação Edvaldo Ramos e Sousa Vice-presidente de Patrimônio Alcir da Silva Sampaio Vice-presidente de Secretaria e Comunicações Luiz Carlos Gomes Vice-presidente Sociocultural Marcos Antônio Freitas Vice-presidente de Tênis Paulo César Moreira Cinelli Expediente Jornalista responsável/Editora Alda Rosa Travassos - Reg. 12846 - MT/RJ Fotografia Carol Couto e José Roberto Couto (Zeca) Estagiários Aryane Vilarim e Luisa Simiquel Redação Depto. de Marketing e Divulgação - 4° andar do Edifício-sede do TTC - Rua Conde de Bonfim, 451 - Tijuca - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20520-051. Distribuição gratuita, em mala direta aos associados e em bancas de jornais. Fale conosco Site: www.tijucatenis.com.br E-mail: marketing@tijucatenis.com.br Tel: 21 3294-9300 Publicidade e impressão LL Divulgação Editora Cultura Ltda Tel: 21 27148896 E-mail: lldivulga@gmail.com diagramação: Aryane Vilarim e Luisa Simiquel TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 5



[close]

p. 6

índice NOVEMBRO 2017 / ED. 59

[close]

p. 7

Átrio do Tijuca Tênis Clube: Um portão para o presente e o futuro 7 Localizado na antiga portaria da Rua Abelardo Chacrinha Barbosa, o atual portão favorece as pessoas que necessitam de acessibilidade diferenciada (cadeirantes, por exemplo), dando aos associados acesso a todas as inúmeras atrações que o Tijuca Tênis Clube oferece: esportes (ginásios, campos e quadras), parque aquático, pista de Cooper, academia de ginástica, departamento médico, salão de beleza, teatro, salões de xadrez e outros jogos, salões de festa, bares, restaurantes, loja, escola de educação infantil, ballet, práticas como pilates, yoga e outras formas de se obter saúde e bem-estar, entre várias atividades. Fácil acesso e atendimento simultâneo A nova entrada facilita o acesso dos sócios que chegam de bicicleta e motocicleta e ainda dá acesso às duas bilheterias, que podem atender a dois eventos simultâneos, sendo possível ocorrer ambos no mesmo momento, sem que haja prejuízo da circulação dos associados. Neste conceito de portão (átrio) foi usado um piso rústico e antiderrapante (para dias chuvosos), com longarinas, corrimãos em dois níveis, totens e portão em aço inox, material nobre e duradouro. Foi mantida a estrutura original da construção do prédio, aplicando-se as cores do clube e criando-se uma série de luminárias para conseguir um efeito cênico, tendo as fontes de luz ocultas. Com a colocação da vegetação, foram feitas barreiras visuais, sem a necessidade da con- strução de paredes. Para completar o conjunto de modificações, todos os antigos totens de acesso ao clube sofrerão as devidas adaptações aos novos e modernos equipamentos de monitores planos, leituras óticas e leitura de biometria. Por último, foram reformadas as instalações da sala de segurança, para melhor monitorar todas as portarias e dependências do clube. - Assessoria de Imprensa do TTC com Informações dadas pelo arquiteto Edson Cattete Pesquisa O que é um Átrio, na sua origem? O significado de Átrio representa basicamente o que sua origem descreve: uma área que serve como uma sala de recepção na entrada de um prédio ou casa. Atrio é um substantivo com origem no Latim atrium, que significa “aposento de entrada em uma casa, caracterizado pelo teto escurecido pelo fogo que era ali mantido”, de ater, que significa “negro”. Antigamente, a palavra átrio era usada para se referir ao aposento principal dos primeiros templos da Roma Antiga. Nesses locais, o átrio era usado como sala de estar, bem como cozinha e dormitório. Possuía um fogão central com uma abertura no teto, logo acima dele, para permitir que a fumaça saísse – aspecto esse encontrado nos primitivos salões europeus. - Assessoria de Imprensa do Tijuca Tênis Clube TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 8

Música na piscina Vice- presidente Geral Hildo Magno (de camisa azul) 8 e o vice-presidente Sociocultural Marcos Freitas com integrantes da Banda do Sol Neste verão, o Parque Aquático do Tijuca entrou numa onda renovadora, no dia 11 de novembro, trazendo para os banhistas, aos domingos, das 11h às 15h, o som do grupo Banda do Sol. A programação se estende até o dia 4 de fevereiro de 2018, das 11h às 15h. TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 9

O que os frequentadores acham? Nem sempre venho nos finais de semana, mas acho bacana. Fica muito legal e movimentado. Sonia Maurel 9 Denise É sempre um diferencial, traz alegria ao ambiente. Ambos concordam que é legal, porque música torna o ambiente sempre gostoso. Flávio e Luiz Bianca Eu adoro, sou louca por samba. Acho que poderia ter muito mais, aqui no Eu gostei, a gente vem aqui clube. e aprecia, se diverte com a família e amigos, né? MárciaÉ uma maneira de Lúcia alegrar o fim de semana, mas é preciso que os frequentadores tenham um cuidado maior com o ambiente, evitando a poluição do local. Professor Menescal Pedrinha TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 10

10 TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 11

11 A BASE DE UM BOM ENSINO PARA O SEU FILHO (A) ESTÁ EM SUAS MÃOS A Escola funciona em dois turnos (manhã e tarde) e também em horário integral. Turno da manhã: de 8h às 12h; turno da tarde: de 13h às 17h. Os alunos do regime integral têm a sua escolaridade na parte da manhã e, à tarde, atividades diversificadas. A Escola se propõe a atender somente filhos de sócios e já está em processo de formar uma geração (muitos adolescentes tijucanos foram seus alunos). Sua autorização de funcionamento é de 26/02/2002 – Portaria E/DGED/DRE nº 2306. O trabalho na Escola de Educação do Tijuca está dentro das modernas técnicas de ensino nesta faixa etária, como a de T.D.L. – Trabalho Diversificado Livre, que compreende diversas tarefas ao mesmo tempo e, ao seu término, o aluno passa para outra, em diferente ponto da sala de aula. Organização das atividades escolhidas e estabelecimento de regras, para a realização das mesmas é uma das normas. O padrão construtivo da Escola é em alvenaria de blocos de concreto, com janelas de aletas, que permitem ventilação ampla. A cozinha é moderna e ampla, para o preparo dos alimentos da turma em horário integral. O piso é de ardósia verde, de fácil limpeza. Os materiais, brinquedos e outros objetos que fazem parte do universo da criança são dispostos de modo organizado na sala, ao alcance do aluno, com o cuidado de não deixar materiais que ofereçam risco ou perigo. Os alunos são beneficiados com um espaço verde admirável, no entorno da escola, possibilitando a observação de vários tipos de árvores, flores, pássaros e pequenos animais. Incentivo à cultura Lazer no arvoredo tijucano – aprendendo com a natureza TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 12

Ambientalismo NOVEMBRO 2017 / ED. 59 No Tijuca Tênis Clube 12 dAcaonmraéptguaurseaszoea Entrevista com HUMBERTO JORGE TABORDA (BETO) Ambientalista, foi um dos fundadores do Instituto Terra, de Miguel Pereira e Proativo, no Rio. Especia lista em arborização urbana, poda de árvores, dentrocirurgia, aplicação de fungicidas e segurança em arborização. Entre as coisas das quais se orgulha, no clube, é ter salvo o flamboyant do edifício Leonardo Pereira. Também ama atender as crianças e professoras da Escola de Educação Infantil do Tijuca. Tenho como prioridade de trabalho ministrar cursos para jovens de comunidades sobre desenvolvimento de técnica de segurança em arborização. Neste segmento tem até campeonato de ascensão em árvore, cartilha para o trabalho em árvores com orquídeas e por aí vai. Humberto relembra como tudo começou, em sua relação profissional com a natureza - Entrei na urbanização de pontos importantes da cidade do Rio de Janeiro, na área de paisagismo, por ser alpinista: fui convidado por uma firma de engenharia que cuidava do Jardim Botânico para aplicação de fungicidas, nas palmeiras imperiais. Desde então, trabalho com as formas já citadas e também no atendimento a grandes paisagistas do Rio, como Hester Bonder e famílias tradicionais da cidade. No meu trabalho diário não faço uso de escada ou guindaste, uso técnicas de alpinismo. Tenho preocupação com a cavidade das árvores, o Tijuca tem palmeiras imperiais que sofrem ataques de cupins e formigas - trabalho da área de dentrocirur gia. Já participei da remoção de palmeiras imperiais com esse problema, na Vila Rizzo e de congresso da especialidade, promovido pela PUC Rio Grande do Sul. Graças a esta técnica, consegui recuperar o flamboyant do Ed. Leonardo Pereira. TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 13

13 Beto no jardim recentemente reformado, um marco que homenageia a esposa do ex-presidente Heitor Beltrão P rojetos: FLUXO MIGRATÓRIO “CRESCER VERDE” E “MIRANTE” No Tijuca pretendo desenvolver o projeto “Crescer Verde”, com apoio de empresas de jardinagem e paisagismo e “Mirante”, para estimular a observação de pássaros, passar um pouco de conhecimento sobre eles, como por exemplo – em outubro a poda é proibida,por causa dos ninhos. Outra coisa que pode vir a ser de grande interesse, para quem frequenta o Tijuca, é o fluxo migratório de pássaros. Os bem-te-vis diminuíram, mas temos muitas maritacas, que vêm comer. Minha ideia é construir um mirante numa palmeira para que as pessoas tenham “5 minutos de pássaros“. Palmeiras têm, aproximadamente, 28m de altura e um mirante tem que ter cinto de segurança, todo cuidado é pouco, mas vale a pena. E quem sabe a gente não monta uma tirolesa? TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 14

Esportes terrestres NOVEMBRO 2017 / ED. 58 TIJUCA FOI SEDE DO CAMPEONATO 14 BRASILEIRO INTERCLUBES De 22 a 26 de novembro, o Tijuca Tênis Clube foi sede de mais um Campeonato Brasileiro – A Copa Brasil de Clubes, na modalidade basquete masculino Sub 18. Realizado em parceria com a Confederação Brasileira de Basquete-NBB, os jogos foram disputados pelas equipes do Clube Municipal, Botafogo, Flamengo, Fluminense, Mackenzie, Minas Tênis Clube, de Belo Horizonte e Sociedade Thalia, do Paraná. As delegações de clubes participantes, integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes-CBC tiveram passagem e hospedagem pagos pela CBC. Ao todo, são 39 dos clubes integrados a CBC, que foram anfitriões de eventos do gênero, realizando 248 competições por todo o Brasil, que atingirão aproximadamente 100 mil beneficiários até o ano de 2020, fomentando a política de formação de atletas, do órgão. Os jogadores do Municipal do Rio de Janeiro e Mackenzie de Belo Horizonte na disputa pela bola, no início do jogo TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

p. 15

Apresentação dos times que disputarão o campeonato 15 TIJUCA TÊNIS CLUBE

[close]

Comments

no comments yet