Jornal Santuario Sao Jose Operario - Dezembro - 2017

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Santuario Sao Jose Operario - Dezembro - 2017

Popular Pages


p. 1

PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO S ãJoornaJl osé OperárioCAPÃOREDONDO-DIOCESEDECAMPOLIMPO ANO XIV - EDIÇÃO Nº 173 - 10.000 EXEMPLARES - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA -DEZEMBRO - 2017

[close]

p. 2

Página-2 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Dezembro - 2017 EEDDIITTOORRIIAALL Chegou o tempo! Ainda fermidade estará presennão chegou o Natal, pois, te nas casas, hospitais, afinal, é Advento. No asilos e creches. Crianças entanto, ele já se aproxi- e idosos abandonados, ma. Nesta época, muitos talvez, não sentirão este já vivem o exercício da tempo. Mesmo em lares espera. Esperamos pela abastados, a tristeza, a chegada do Natal. Al- solidão, a ira, o ódio, a guns estão alegres. Estão falta de perdão - drogas com saúde, empregados, simbólicas e reais - por bons salários, bom con- certo impedirão a pervívio familiar. Haverá cepção deste tempo. Para grandes compras de pre- muitos, será um tempo sentes e comidas, tudo de rotina, normal. Cademonstrando muita ale- minharão para unidades gria. Muitos consegui- de tratamento intensivo, rão perceber, por meio como fizeram até agora, de situações e símbolos para receberem notícias natalinos, que Jesus está de familiares e amigos. chegando com seu Reino Neste período do advenJusto. O Messias está se to, prepare-se e ajude o aproximando e já perce- seu próximo a se prepabemos os sinais. Ele vai rar. Chegou a época do chegar, Ele se aproxima. balanço de vida, mudanMuitos leitores perce- ças de rota, resgate dos berão claramente que o sonhos, reorientação de Eterno e Infinito passará eixos, transformação da a ser efêmero e finito, e mente - CONVERSÃO! chegará junto de todos O povo em trevas (ricos e nós. Serão dias alegres. pobres) verá a grande luz, O hedonismo estará e os que vivem na região acentuado, e o mercado, e sombra da morte enxeraquecido. A lista de pre- garão a luz! Afinal, muito sentes, para muitos, será em breve, será NATAL. extensa e repleta. Entre- Que Cristo te ilutanto, muitos não perce- mine e você posberão. Não haverá comi- sa refletir esta luz! da em muitos lares. A en- EXPEDIENTE Diretor Geral Monsenhor João Batista Diretor de atendimento aos Benfeitores: Jurandi Nunes Publicação mensal da Paróquia: Jornalista Responsável: Santuário São José Operário Mário de Freitas - MTB 36.907 Rua Alfredo Ometecídio, 32 Revisões e Correções Cep.: 05869-170 Equipe de comunicaçãoSantuário São José Operário Diagramação José Andrade Alves Capão Redondo- SP www.santTuearli.o5sa8o7jo3s-e2o0pe0r9ario.org.br santuario@santuariosaojoseoperario.org.br O teor das matérias é de responsabilidade de seus autores. Todas as pessoas são voluntárias Vem, veio e virá vinda atual no mistério de sua festa, nos Sacramentos e na vida de caridade dos cristãos. Esta vinda de Cristo no Natal, por sua vez, é um passo na ca- minhada para Deus, um degrau na escada que leve ao Senhor. Três são as figuras que guiam e acompanham os cristãos nesta preparação para a vinda do Se- nhor: o povo de Deus do Anti- go Testamento encarnado em Isaías, o Profeta Precursor, João Batista, que mostrou o Mes- OAdvento é o ponto de partida e o ponto de chegada de um círculo da espiral dos anos que vivemos caminhando ao encontro do Cristo, que um dia há de se manifestar na glória! É o ponto de partida e de chegada de cada Ano Litúrgico! Advento significa expectativa, vinda, chegada. Revivendo a longa espera do povo de Israel pelo Messias, a Igreja se prepara para o encontro com Cristo no mistério do culto, recordando seu nascimento histórico. Este encontro de Cristo no mistério do Natal, por sua vez, constitui um degrau para o grande encontro com o Cristo na glória. O Advento apresenta sempre a tríplice vinda de Cristo: Cristo veio, Cristo vem, Cristo virá! Esta realidade é celebrada e vivida no Advento. Cristo veio; mas adiante, se ele não vem agora para os cristãos, para todos os homens? Celebrando a vinda histórica de Cristo, realiza-se sua vinda atual no mistério do culto, realizando-se assim mais uma etapa na preparação da vinda última de Cristo. Após o Concílio Ecumênico Vaticano II, o Advento foi concebido assim: que os dois primeiros domingos são como que o fecho de todo o Ano Litúrgico, evocando a última vinda do Senhor em sua glória, e os dois domingos que precedem o Natal preparam a celebração da vinda histórica de Cristo, de tal maneira que a vinda histórica, no Natal, se torne realmente a sias presente entre os homens e preparou o Seu caminho, e Maria, Nossa Senhora do Ó, Nossa Senhora da Expectação. Esta espiritualidade do Advento vem maravilhosamente expressa nos dois prefácios do Advento. No primeiro, a Igreja contempla as duas vindas de Cristo: “revestido da nossa fragilidade, Ele veio a primeira vez para realizar Seu eterno plano de amor e abrir-nos o caminho da salvação. Revestido da sua glória, Ele virá uma segunda vez para conceder-nos em plenitude os bens outrora prometidos, e que hoje vigilantes esperamos. No segundo, a Igreja contempla a dupla espera de Cristo: “Foi Ele que os profetas predisseram, a Virgem esperou com amor de mãe, João anunciou estar próximo e mostrou presente entre os homens. É Ele que nos dá a alegria de nos prepararmos desde agora para o mistério do Seu Natal, a fim de encontrar-nos em oração e celebrando os Seus louvores. O Advento, ao revelar-nos as verdadeiras, profundas e misteriosas dimensões da vinda de Deus, traz uma essencial conotação missionária. O tempo da Igreja é um momento da atuação deste único evento, e tem como característica o anúncio do Reino e o seu interiorizar-se no coração dos homens até a manifestação gloriosa de Cristo. A edificação do corpo de Cristo realiza-se com a chegada de todos os membros deste corpo à única fé e ao único conhecimento do Filho de Deus. Alcançadas essas dimensões, realiza-se a cons- www.santuariosaojoseoperario.org.br trução da Igreja. (Cf. Ef 4,13). Isso acontece definitivamente, a fim de que, nela e por meio dela, a totalidade do universo cresça para o Cristo. (Cf. Ef 4,15). O Advento de Cristo na Igreja e por meio da Igreja atua-se mediante a missão. (Cf. Ef 4, 1112). Esta missão está fundada no mistério da participação e continuação da missão do Filho, que foi enviado pelo Pai, e na missão do Espírito Santo, enviado pelo Pai e pelo (ou através do) Filho. O Advento é também, por sua própria natureza, o tempo do aprofundamento do significado autêntico da missão. A Igreja, “Sacramento Universal de Salvação” (LG 28), não vive para si, mas para o mundo. Cada cristão, embora com motivações diferentes, participa dessa missão. O anseio missionário é componente essencial da vida cristã enquanto está inserida no mistério do Advento, considerado em toda a amplidão e profundidade do seu significado. Sob esta luz, a figura do Batista, que prepara o caminho do Senhor, e de Maria, que leva Cristo para santificar João em sua visita a Isabel, deixam entrever maneiras concretas do empenho missionário. A expectativa vigilante é acompanhada sempre pelo convite à alegria. O Advento é tempo de expectativa alegre porque aquilo que se espera certamente acontecerá. A esperança da Igreja é a mesma esperança de Israel, mas já realizada em Cristo. O olhar da comunidade então se fixa com esperança mais segura no cumprimento final, a vinda gloriosa do Senhor: “Maranatha: vem, Senhor Jesus”. Assim, a Igreja nos convida a vivermos o mistério da vinda do Senhor num tempo forte durante o ano, para que toda a nossa vida seja preparação para a vinda de Cristo. Para que o Senhor, ao chegar, a cada hora, a cada dia, a cada ano, nos encontre preparados para acolhê-Lo. Card. Dom Orani João Tempesta Arcebispo Metropolitano do Rio de Janeiro

[close]

p. 3

Dezembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-3 É tempo de Advento - preparai o caminho do Senhor Na Festa de Cristo, Rei do Universo, encerramos o ano litúrgico. No domingo seguinte inicia-se o Tempo do Advento, tempo de preparação para a Festa do Natal do Senhor. Não podemos jamais confundir a Festa do Natal com uma festa de bebedeiras e comilâncias. Não devemos restringi-la a uma Festa da mamãe e papai noel, dos panetones, dos perus dos presentes e das grandes promoções. Porque a Festa do Natal é a festa da alegria dos corações; é a festa da entrada da Salvação no mundo. Deus veio Salvar o Teu povo da escravidão do pecado. O Natal de Jesus foi o maior acontecimento da História da Salvação; com o nascimen- to de Jesus, surgiu um novo tempo; surgiu a era cristã. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós. Deus tornou-se Homem e assumiu as nossas dores, a nossa humanidade. Deus tornou-se Homem sem deixar de ser Deus. honestidade, na fidelidade receberão a herança da vida eterna. Os que caminham na estrada da infidelidade, irão para o castigo eterno. O tempo do advento é entendido e vivido em quatro jestade, rodeado de seus Anjos, para julgar os vivos e os mortos. O senhor virá proclamar o seu Reino eterno. Antes de sua vinda “Haverá sinais no Sol, na Lua e nas estrelas; e, na Terra, angústia entre as nações aterra- Nestas quatro semanas do advento, somos convida- dos a nos preparar para aco- lher o Menino Jesus. Este menino que nasceu no Na- tal, é o mesmo que cresceu em Nazaré e trabalhou na carpintaria; é o mesmo que anunciou a Salvação para todos os povos; É o mesmo que morreu na cruz para nos Salvar; é o mesmo que res- suscitou dentre os mortos e subiu aos céus. Jesus é o Rei que vai instalar o Tribunal do Julgamento Final sobre a Terra. Ele vai separar os ca- britos das ovelhas e depois realizar o maior julgamento da História. Todos os vivos e todos os mortos prestarão contas dos feitos de suas vidas. Aqueles que viveram na semanas que precedem o Natal. A liturgia da primeira e da segunda semana nos oferecem um belíssimo conteúdo de conversão. Este anúncio de conversão é para nos preparar para a segunda vinda de Jesus. É importante termos presente que a volta de Jesus será definitiva e gloriosa. das com o bramido e a agitação do mar” (Lc 21, 25). “Vigiai, pois, em todo o tempo e orai, a fim de que vos torneis dignos de escapar a todos estes males que hão de acontecer, e de vos apresentar de pé diante do Filho do Homem” (Lc 21, 36). O Filho do homem virá numa O Senhor virá cheio de gló- nuvem com grande poder e ria e esplendor, poder e ma- glória. Na terra será instala- www.santuariosaojoseoperario.org.br do o grande tribunal de julgamento. As duas últimas semanas nos preparam para a primeira vinda de Jesus entre nós. Maria é figura central, e sua espera é modelo e estímulo da nossa espera. No natal, Jesus trouxe a Pa- lavra de Salvação; Depois escolheu os doze apóstolos, deu poder para eles continuar a Sua missão aqui na terra. Para que a nossa igreja católica continuasse sólida em seu testemunho, Jesus escolheu Pedro como chefe da Igreja; sobre esta pedra edificarei a minha Igreja. Monsenhor João Batista Pároco e Reitor do Santuário Dioc. São José Operário

[close]

p. 4

Página-4 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Dezembro - 2017 Advento, um novo caminho do Povo de Deus com Jesus Cristo Queridos irmãos e irmãs, Começa o Advento, um novo ano litúrgico, isso é, um novo caminho do Povo de Deus com Jesus Cristo, o nosso Pastor, que nos guia na história para o cumprimento do Reino de Deus. Por isto, este dia tem um encanto especial, nos faz experimentar um sentimento profundo do sentido da história. Redescobrimos a beleza de estar todos em caminho: a Igreja, com a sua vocação e missão, e toda a humanidade, os povos, as culturas, todos em caminho pelos caminhos do tempo. Mas em caminho para onde? Há uma meta comum? E qual é esta meta? O Senhor nos responde através do profeta Isaías, e diz assim: “No fim dos tempos acontecerá que o monte da casa do Senhor estará colocado à frente das montanhas e dominará as colinas. Para aí correrão todas as gentes, e os povos virão em multidão: “Vinde, dirão eles, subamos à montanha do Senhor, à casa do Deus de Jacó: ele nos ensinará seus caminhos, e nós trilharemos as suas veredas” (2, 2-3). Isto é aquilo que nos diz Isaías sobre a meta para onde vamos. É uma peregrinação universal para uma meta comum, que no Antigo Testamento é Jerusalém, onde surge o templo do Senhor, porque dali, NAKA C. R. C. 104884 CONTABILIDADE Assuntos Fiscais Assistência Jurídica Serviços de Contabilidade Fones: 5872-1466 - Email: sen100@uol.com.br Rua Abílio César, 299 - CEP 05881-020 Capão Redondo - São Paulo / SP de Jerusalém, veio a revelação da face de Deus e da sua lei. A revelação encontrou em Jesus Cristo o seu cumprimento, e o “templo do Senhor” tornou-se Ele mesmo, o Verbo feito carne: é Ele o guia e junto à meta da nossa peregrinação, da peregrinação de todo o Povo de Deus; e à sua luz também outros povos possam caminhar rumo ao Reino da justiça, rumo ao Reino da paz. Diz ainda o profeta: “De suas espadas forjarão relhas de arados, e de suas lanças, foices. Uma nação não levantará a espada contra a outra, e não se arrastarão mais para a guerra” (2, 4). Permito-me repetir isto que nos diz o Profeta, escutem bem: “De suas espadas forjarão relhas de arados, e de suas lanças, foices. Uma nação não levantará a espada contra a outra, e não se arrastarão mais para a guerra”. Mas quando acontecerá isto? Que belo dia será, no qual as armas serão desmontadas, para se transformar em instrumentos de trabalho! Que belo dia será aquele! Que belo dia será aquele! E isto é possível! Apostemos na esperança, na esperança da paz, e será possível! Este caminho não está nunca concluído. Como na vida de cada um de nós, há sempre necessidade de começar de novo, de levantar-se, de reencontrar o sentido da meta da própria existência, assim, para a grande família humana é necessário renovar sempre o horizonte comum rumo ao qual somos encaminhados. O horizonte da esperança! Este é o horizonte para fazer um bom caminho. O tempo do Advento, que hoje começamos de novo, nos restitui o horizonte da esperança, uma esperança que não desilude porque é fundada na Palavra de Deus. Uma esperança que não desilude, simplesmente porque o Senhor não desilude nunca! Ele é fiel! Ele não desilude! Pensemos e sintamos esta beleza. O modelo desta atitude espiritual, deste modo de ser e de caminhar na vida é a Virgem Maria. Uma simples moça do campo, que leva no coração toda a esperança de Deus! Em seu ventre, a esperança de Deus tomou carne, fez-se homem, fez-se história: Jesus Cristo. O seu Magnificat é o cântico do Povo de Deus em caminho, e de todos os homens e mulheres que esperam em Deus, no poder da sua misericórdia. Deixemo-nos guiar por ela, que é mãe, é mãe e sabe como guiar-nos. Deixemo-nos guiar por ela neste tempo de espera e de vigilância ativa. A todos desejo um bom início de Advento. Papa Francisco Boletim da Santa Sé Realizamos serviços de reparos e reformas: Acabamento, Pintura, Hidráulica e Elétrica. Instalação de Porta Lisa ou Camarão, Pintura e Aplicação de Textura, Colocação de Papel de Parede e Recuperação de Móveis. Consulte-nos Tel.: 5873-3506 - Cel.: 99280-6409 Contato: rrreparos@outlook.com Ricardo ou Regina rrpradoreformas www.santuariosaojoseoperario.org.br Refrigeração Bom Clima Assistência Técnica Especializada Câmaras e Balcões Frigoríficos, Freezer, Geladeiras e Máquinas de Lavar Tel. 5873-3032 / 9308-1486 - Sr. Augusto R. Marco Basaiti, nº 8 - Capão Redondo

[close]

p. 5

Dezembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-5 Teste teus conhecimentos bíblicos 2. De acordo com o Evangelho de João, por qual valor Judas avaliou o unguento que Jesus foi ungido? Texto para pesquisar: (Jo 12, 5) 3. Quem disse: “é necessário que ele cresça e eu diminua?” Texto para pesquisar: Jo 3, 27 - 30 . alimentava no deserto? Texto para pesquisar: Mt.3, 4. 11. Quais os nomes dos Apóstolos de Jesus? Texto para pesquisar: (Mt 10, 2-4) 12. Qual desses apóstolos era um publicano? Texto para pesquisar: (Mt 10, 3) Texto para pesquisar: (Mt 10, 3) 15. O que ocorreu na hora sexta,na crucificação de Jesus? Texto para pesquisar: (Mc 15, 33) 16. Quanto tempo durou essa escuridão? Texto para pesquisar: (Mc 15, 33 Texto para pesquisar: (Mc 15, 34) 19. Quem estava defronte a Jesus quando Ele morreu na cruz? Texto para pesquisar: (Mc 15, 39) 20. Quais as mulheres que se encontravam presentes na morte de Jesus? Querida amiga, querido amigo paroquiano, quero aproveitar a ocasião para desejar a todos vocês, um feliz e venturoso natal e um Próspero e venturoso ano novo 2018! Que a paz do menino Deus cumule, a todos vocês e aos seus familiares, de muita paz, saúde e felicidades. Que entre todos os cristãos, haja paz, amor, concórdia, respeito e compreensão. Juntos, anunciaremos a mensagem salvífica de Cristo nosso salvador. Que busquemos sempre, tudo aquilo que nos une e não aquilo que nos desune. Minha amiga e meu amigo paroquiano, convido a todos vocês pegar a BÍBLIA SAGRADA e testar os vossos conhecimentos bíblicos. Pegue uma caneta, a Bíblia Sagrada e o nosso Jornal e procure responder as perguntas Bíblicas deste mês. Eu dou a citação Bíblica e vocês busquem as respostas… No próximo mês de Janeiro, vocês saberão qual é a resposta certa de cada pergunta… Agora, todos ao trabalho! 1. O que significa a palavra BOANERGES?  Texto para pesquisar: (Mc 3, 17) 4. Há quantos anos a mulher que Jesus curou padecia de um fluxo de sangue? Texto para pesquisar: Mt. 9, 20. 5. Quantos pães e peixes havia na segunda multiplicação? Texto para pesquisar: (Mt 15, 34) 6. Por quantos dias Jesus esteve no deserto? Texto para meditar: (Mc 1, 13) 7. Qual o nome da mãe e do pai de João Batista? Texto para pesquisar: (Lc 1, 5) 8. Quem foi o primeiro discípulo a dizer que havia encontrado o Messias? Texto para pesquisar: (Jo 1, 41) 9. Quais animais estavam sendo vendidos no templo quando Jesus expulsou os cambistas ou vendedores? Texto para pesquisar: (Jo 2, 14) 10. De que João Batista se EAsmpaaçnohã - Cyber Café - Tai Chi Chuan - Acumpultura - Florais - Massoterapia BISCUIT - PROMOÇÃO: 1ª AULA GRÁTIS 13. Qual a ascendência dos dois Tiago que havia entre os apóstolos? Texto para pesquisar: (Mt 10, 2-30) 14. Qual era o outro nome do Apóstolo Tadeu? 17. O que exclamou Jesus na cruz na hora nona? Texto para pesquisar: (Mc 15, 34) 18. O que significa “ELOÍ, ELOÍ, LAMÁ SABACTANÍ?” Texto para pesquisar: (Mc. 15, 40) Meus amigos paroquianos, o mais importante para todos nós,é saber manejar a Bíblia com toda fluidez… Que a partir destas perguntas, tenhamos um grande amor a Palavra de Deus (Bíblia Sagrada). E depois, apliquemos nas nossas vidas a mensagem de Jesus. Sejamos, todos os dias, assíduos leitores do LIVRO mais lido no mundo inteiro. Um grande abraço do amigo. Telefone: 5873-2618 Av. Comendador Santana, nº 959 www.santuariosaojoseoperario.org.br Pe. Nilson da Silva Vigário Paroquial

[close]

p. 6

Página-6 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Dezembro - 2017 www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 7

Dezembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-7 www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 8

Página-8 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Dezembro - 2017 PROGRAMAÇÃO DA PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 9

Dezembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-9 Preparação para toda Igreja celebrar o Natal Oadvento marca o período que inicia o ano li- Ou uma verde, uma vermelha, uma rosa e uma roxa. Seus significados túrgico e serve de pre- podem variar. Embora paração para toda Igreja seja marcante tê-los do celebrar o Natal do Se- ponto de vista dos que nhor, sua primeira vinda, são mais impactados e lembrar que Cristo há pela vinda do Cristo: de vir uma segunda vez 1ª Vela dos Profetas - que no fim dos tempos. A anunciaram o messias; coroa do advento é usa- 2ªVeladeBelém-acidade da nos quatro domingos que acolheu o salvador; que antecedem o Natal 3ª Vela dos Pastores - a e iniciou seu uso no he- figura dos pobres que misfério norte para con- marca que o Rei do tagem do tempo. Sua Universo nasce entre os forma circular é símbo- mais simples e humildes; lo da eternidade, já que 4ª Vela dos Anjos - que não tem início ou fim, assim como Cristo, Se- nhor do Tempo. O cír- culo também lembra o Sol que favorece todas as criaturas, como Jesus que ilumina os povos. Os ramos verdes que enfeitam a coroa são de cipreste ou outra árvore cuja característica seja não perder as folhas durante o inverno. Os ramos são sinais de es- perança e insistência e de vitória sobre a morte. As velas que vão sobre a coroa indicam as qua- tro semanas do advento, dão o exemplo da ale- uma para cada domin- gria celeste em cantar go. Lembram a cruz de as maravilhas de Deus Alcoólicos Anônimos Cristo e os quatro pontos que envia seu Filho únicardeais. Seu acendi- co para assumir a nos- unidade serviço recuperação Fundada: 10/06/1935 ( Grupo Reconstrutores de Vida de A. A. ) mento lembra a progres- sa condição humana. siva vitória da luz sobre A figura de João Batis- Formado: 22/07/1973 Se alguém que você conhece estiver com problemas com bebidas Alcoólicas ‘ Procure-nos ’ Reuniões: 2ª, 3ª, 4ª, 6ª às 20h - Sábado às 19h as trevas. As cores usa- ta será fortemente lemdas no Vaticano são três brada nesse período. vermelhas e uma rosa Ele anunciará as colinas Informações: 3315-0216 / 3315-0040 (ou quatro vermelhas). aplainadas e marcará o Rua Abílio César, 26 Sala 05 CEP: 05881-020 Jd. Soraia - Capão Redondo - SP DESDE JANEIRO /2016 Mas há variações para batismo com as águas três roxas e uma rosa. do Rio Jordão, fonte www.santuariosaojoseoperario.org.br do batismo, e pregando que virá quem batizará com o próprio Espírito Santo. É comum encontrarmos na coroa ou nos presépios a imagem de uma estrela que guia os povos até o encontro com o Messias anunciado, como se fez com os reis magos. A coroa lembra uma árvore e no topo recebe, por vezes, a imagem de Nossa Senhora da Esperança - a figura de Maria grávida - como que entoando o canto: “Da cepa brotou a rama / da rama brotou a flor / da flor nasceu Maria / de Maria, o Salvador”. Vejamos nesse elemento da nossa Igreja um aprendizado sobre a importância do Natal e façamos do advento um período rico de preparação para vinda de Jesus. Filipe Bezzerra Servos do Altar

[close]

p. 10

Página-10 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário Dezembro - 2017 MELLO FARMA DROGARIAS Medicamentos e Perfumaria em geral Telefone: 5872-6763 Rua Abílio Cesar, nº 3 Capão Redondo - SP LOJAS KENZO Enxoval para bebê e roupa infantil Tel.: 5873-2620 Av. Comendador Santana, nº 957 Capão Redondo - SP ADVOCACIA * Civil * Trabalhista Arabela Santos (Advogada) * Família * Criminal e Empresarial * Aposentadoria E-mail: arabelasantos@uol.com.br RUA JOÃO ROBALO, 17 - JD SORAYA SÃO PAULO - CEP 05881-000 FONE/FAX 5873-4588 / 5873-2320 - CEL. 9136-9382 MELLO FARMA DROGARIAS MELLO - 2 MEDICAMENTOS E PERFUMARIA EM GERAL Disk-entrega grátis 5873-8309 5873-8094 9.4642-6669 R. Henrique Sam Mindlin, nº 39 Capão Redondo - SP www.santuariosaojoseoperario.org.br ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário

[close]

p. 11

Dezembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-11 Os mais sinceros votos de Paz aos Dizimistas do mês de Dezembro/2017 SANT. DIOC. SÃO JOSÉ OPERÁRIO EMANUELA T. SILVA FELIX DA ROCHA JOSÉ RAIMUNDO DE OLIVEIRA MARIA LILIAN O. S. SOUSA VALDECI ROSA F. DA SILVA ADEMIR RODRIGUES DE SOUZA EMERSON THIAGO J. DA SILVA JOSEFA H. DE FREITAS MARIA LUCINEIDE DA SILVA VALDEMAR GOMES ADEVANIA TAVARES MANGABA EMILIA LUCINIEA B. S. RIBEIRO JOSETE FERNANDES DA SILVA MARIA OSAMA VALÉRIA RAMOS PEREIRA ADOLFO MENEZES JUNIOR ESTELA RITA REIS JACQUES JUCEIA ALVES SOUZA MARYNALVA BARBOSA G. DE SOUSA VERA LUCIA LEITE ADRIELY P. SUZART EVANDRO JOSÉ DE SOUZA JUCELANE M. DE OLIVEIRA MAYARA M. DO ESPÍRITO SANTO VICENTE G. DA SILVA ADWANIA TAVARES MANGABA FABIANA CAROLINA DA CONCEIÇÃO KATIA MARIA DA SILVA MEIRE ALVES DOS SANTOS WENDELL PEREIRA DOS SANTOS ALDO LUIZ DOS SANTOS FABIANA OLIVEIRA SANTANA LAURIDES NASCIMENTO PINHEIRO MICHAEL REINER DE SOUZA YASMIM DE ALMEIDA ALVES ALESSANDRA OLIVEIRA GOMES SILVA FÁVIO SALVIANO DELFINO LEOZITA DA SILVA CHAVES MIGUEL TENÓRIO CAVALCANTI ALESSANDRO DIAS DA SILVA FLAVIANE RODRIGUES DA SILVA LIVIA MARINA FREITAS DA COSTA MIRIAN PEREIRA DA SILVA CAPELA SÃO PEDRO ALEXANDRE DO ESPIRITO SANTO FLORDELICE PINHEIRO DOS SANTOS LUANA GABRIELA SANTANA MONS. JOÃO BATISTA DE CARVALHO ALAÍDE S. SOUZA MARTINS ALUISIO CORDEIRO DE BARRAS FRANCIMAR DE JESUS PINTO LUCIMAR GOMES SANTOS NAELSON CORREIA DA SILVA ALAÍDE SANTANA DOS SANTOS AMABILE P. BUENO RODRIGUES FRANCISCA ANTONIA G. DE ALMEIDA LUCIVAL DOS SANTOS GAMA NATALINO DA SILVA ANA LUIZ OLIVEIRA NOGUEIRA ANA ALVES SIMÕES FRANCISCO DARCI MOSACK LUZIA APARECIDA DA S. OLIVEIRA NELSON DA COSTA GOMES AURELICE BARROS DA SILVA ANA CLEIDE FERNANDES SANTOS FRANCISCO TIAGO DA SILVA LUZIA JERMINA PEREIRA NICODEMOS MARTINS DE ALMEIDA DIVINA ALVES MACEDO ANA DE SOUZA CARDOSO INÁCIO FRANCISCO XAVIER B. SOTERO LUZIA ROZENDO DA SILVA ORTI ALVES DE ARAÚJO M. EVA QUIRINO DE A. MOTA ANA SOARES LOPES FRANCISCO XAVIER CANDIDO LUZIA SILVA MOREIRA OSVALDO GARCIA ROSALE HIAGO PAIVA SANTOS ANDREA DE F. ANTUNES GERALDO JOAQUIM DO NASCIMENTO MANOEL BEZERRA FERREIRA PATRICIA VIEIRA RAMOS CAVALCANTI IRENE MARIA DA CONCEIÇÃO SILVA ANDRESSA MESSIAS DE SOUSA OLIVEIRA GERALDO LUZIA DE MARCELHAS MANOEL SILVA AVELINO PAULO CESAR RODRIGUES PREZZOTI JOSÉ APARECIDO FALCÃO ANTÔNIA ALVES DE OLIVEIRA GLAUCIENE DIAS E OBERDON MANOEL MANOEL MESSIAS DE SOUZA PAULO JOSÉ DE CASTRO JOSÉ MARIA DE OLIVEIRA ANTÔNIO ROBERTO DE SOUZA GUIOMAR CARDOSO RODRIGUES MARCELA SILVA BARBOSO PRISCILA RODRIGUES DA SILVA MOTA JOSÉ TRAJANO DA SILVA NETO ARLINDA DA CRUZ COSTA HELOISIO H. FERNANDES MARCOS CAPISTRANA RAIMUNDA FERREIRA DOS SANTOS MARIA DA CONCEIÇÃO BARRETO COSTA ARMANDO LISBOA DA SILVA HENRIQUE ECCARD DE SOUZA MARGARETE DOS REIS BAZZO RAIMUNDA PEREIRA DE OLIVEIRA MARIA DALVA REZENDE COSTA ARY EDUARDO HILDA ALVES RIBEIRO MARIA EDILZA DA SILVA CABRAL RAIMUNDO DAMASCENO MARIA HELENA SOARES BRUNA DA SILVA ROCHA HILTA GOMES ROCHA PEREIRA MARIA ALICE ROCHA RAMOS RAPHAELA SILVA VIEIRA NATALIA GOLVEIA DOS SANTOS CAIQUE MACHADO SEILER INALDO JOSÉ DA SILVA MARIA ANEZIA DE LIMA REGICÉLIA BENVINDO DE ARAUJO NATALIA MARIA DE CARVALHO CARLA LIMA DE SOUZA ISABEL SILVEIRA MENDES MARIA APARECIDA PEDROSA DE SÁ RENATA YASMIM DA SILVA RAQUEL FERREIRA CARLA PESSOA XAVIER IVAN APARECIDO LIMA MARIA CAROLINA BEZERRA DE SALES RISOLANE XAVIER ALVES ROSALINA DE OLIVEIRA CARLA QUIRINO M. FELISBERTO IVANA M. DE ALMEIDA SILVA MARIA CÍCERA FILHA RITA DE CASSIA EDUARDO YGOR PAIVA SANTOS CARLOS ANDRÉ DA SILVA JACKSON CARLOS SOUZA MARIA CLAUDIA DE MELO RITA DE SOUSA RIBEIRO CELESTE FERREIRA TIGRE JAQUELINEBONFIM F. DE OLIVEIRA MARIA DA GLÓRIA A. DA SILVA ROSANGELA MENDES CAPELA SÃO VICENTE CELIA RODRIGUES SOARES JEFFERSON MARCELINO FERRAZ MARIA DA PENHA A. SANTOS ROSARIA APARECIDA DA S. SOUZA ALTAMIR XAVIER DOS SANTOS CIDICLEIDE ALVARENGA FREITAS JEZONITA FERREIRA MARIA DA PENHA PRADO ROSENEZ SILVA TRINDADE ELIGIA CONCEIÇÃO LENDRO CLAUDIA BATISTA DA SILVA SENA JOANA EVANGELISTA DA CONCEIÇÃO MARIA DAS GRAÇAS CUSTÓDIO ROZALIA FATIMA DE O. COELHO EULINA BALBINO CLAUDIA FERREIRA DOS SANTOS JOANA ROSA DE JESUS ANTUNES MARIA DO AMPARO P. DA COSTA SANDRA DOS SANTOS MENDES FRANCISCA DE J. C. DOS SANTOS CLEONICE APARECIDA RAMOS JOÃO EVANGELISTA DE MORAIS MARIA DO CARMO DA SILVA FERREIRA SELENITA FERREIRA DOS SANTOS LEILA ALVES DA SILVA CLEUSA OLIVEIRA DA SILVA JOSÉ CARLOS CANDIDO MARIA EDILZA DA SILVA CABRAL SENA XAVIER ALVES LUCIANA FLORENTINO DAIANE FERREIRA GONÇALVES JOSÉ CARLOS DE OLIVEIRA MARIA EDUARDA GOMES DA SILVA SILVIA PEREIRA MARIA DAS GRAÇAS DA COSTA DANIEL MONTEIRO ESTEVAM JOSÉ DE JESUS MARIA FRANCISCA DE FRANÇA STEPHANE MEIRELES DOS SANTOS MARIA HELENA RAMOS BARBOSA DEUSDETE ALVES DA LUZ JOSÉ DIOGENES DOS S. SILVA MARIA GILDA DA SILVA TALITA SOUZA DE OLIVEIRA MARIA HELENA SANDI MAGALHÃES DEILSON JOSÉ DA COSTA JOSÉ DOMINGOS DA SILVA MARIA JOSÉ BEZERRA DE SALES TATIANE MUNIZ DO CARMO MARIA ZITA GONÇALVES CARVALHO EDI DE SOUZA JOSÉ JODENIVAN MARTINS MARIA JOSÉ DE PINHO TELMA G. DA SILVA MELCHIADES COSTA EDIR LEITE RODRIGUES JOSÉ JOSIAS DA SILVA MARIA JOSÉ DO NASCIMENTO ROCHA TEREZA RODRIGUES ALBUQUERQUE ROSANGELA MARIA DE MORAIS EDVANIA PEREIRA DE SOUSA LIMA JOSÉ PAULINO MONTEIRO BORGES MARIA JOSÉ GOMES DA SILVA TEREZINHA VALENTIM DA SILVA SALETE COSTA SILVA ELIZANDREA FERREIRA LIMA JOSÉ PAULO DE SOUZA MARIA LEVINO DE SOUZA(LIA) UILMA COSTA MACHADO “Pagai integralmente os dízimos ao tesouro do templo, para que haja alimento em minha casa” (Malaquias 3, 10) www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 12

www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

Comments

no comments yet