JORNAL-CORREIOSC-EDI808

 

Embed or link this publication

Description

JORNAL-CORREIOSC-EDI808

Popular Pages


p. 1

www.correiosc.com.br / facebook.com/correiosc SEMANAL Tiragem: 5 mil exemplares São José, 24 de novembro de 2017 JORNAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE FLORIANÓPOLIS Câmara aprova Plano Plurianual PÁGINAS 8 e 9 Procuradoria da Prefeitura de SJ explica contrato da coleta de lixo PÁGINA 3 Divulgação/CSC Ano XVIII - Nº 808 PMSJ/Divulgação/CSC PÁGINA 6 O lançamento da festa, com Zé Ricardo Koerich à frente, foi no Salão Paroquial, no Centro Histórico Festa do Siri de 2018 terá novidades PÁGINA 16 Beira-mar em Movimento muda de endereço PÁGINA 6 Atrações da Maratona Cultural de Florianópolis PÁGINA 16 Casan parcela débitos PÁGINA 6 Na Av. Acioni Souza Filho – Beira-mar de São José – começam a brilhar as luzes da Árvore de Natal de 23 metros de altura a partir deste sábado (25/11) e em outros pontos da cidade terá decoração especial

[close]

p. 2

2 São José, 24 de novembro de 2017 P L LUTA MUNICIPALISTA RIMEIRA INHA CNM consegue R$ 2 bi do Visita Divulgação/CSC Governo Federal para dezembro Prefeito em exercício em São José, Neri Osvaldo Amaral não deixa de dar um pulinho na Câmara de Vereadores para conversar com ex-colegas como fez durante esta semana. Visitou entre outros, o gabinete da vereadora Sandra Martins (PSDB), que é também vice-presidente do Legislativo josefense. R Rápidas • Ex-vereador em São José, Edson Vicente, assume nesta sexta-feira a presidência do PRP no Município. O evento será às 19h30 no plenário da Câmara de Vereadores de São José, presença de filiados, simpatizantes e do presidente estadual do partido, Círio Vandresen, mais conhecido como Padre Círio. • Ex-deputado Renato Hinnig, que assumiu a presidência do PTB-SC neste ano, foi destituído do cargo pela direção nacional petebista (leia-se ex-deputado federal Roberto Jefferson). O expresidente Francisco Camargo Cochi assumiu a presidência. • Após ter percorrido todas as regiões do Estado, mantendo contato com lideranças de diversos setores, o PMDB catarinense encerra a agenda do 15 em Movimento, com agendas em Criciúma e Araranguá, nesta sexta-feira (24/11). O presidente estadual do PMDB, deputado Mauro Mariani, o vice-governador Eduardo Pinho Moreira, o senador Dário Berger, o ex-governador Paulo Afonso, lideram a caravana que estará na região sul. Também acompanham os deputados federais, Ronaldo Benedet, Edinho Bez, e estaduais, Ada de Luca, Luiz Fernando Vampiro e Manoel Mota. • Vereador Edilson Vieira, o Nino (PSDB), denunciou, na tribuna da Câmara de Vereadores de São José, na sessão desta quarta-feira (22/11) o descalabro em que se encontra a Praça Raulino Koerich, no Kobrasol. Segundo ele, ali é ponto de desocupados onde se negocia todo o tipo de drogas. Pediu a colaboração da Polícia Miliar para acabar om a esbórnia que está deixando a comunidade revoltada. • Nessa sexta-feira (24/11) às 10h ocorrerá uma solenidade no 7º Batalhão da Polícia Militar, em São José (Rua Antônio Schroeder, 300, Barreiros, para a entrega de medalhas de mérito pessoal e de tempo de serviço, além da promoção de determinados policiais. Vários policiais da 11ª Região da Polícia Militar, que engloba o 7º BPM, 24º BPM, 16º BPM e a GESA serão contemplados. Após realizarem marcha simbólica na Esplanada dos Ministérios, na quarta-feira (22/11), mais de dois mil prefeitos estiveram em frente ao Palácio do Planalto para aguardar resultado de encontro com o presidente da República, Michel Temer. A mobilização deu resultado. O Governo Federal liberou repasse do Auxílio Financeiro ao Municípios (AFM) de R$ 2 bilhões aos Municípios brasileiros, até dezembro, por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, comemorou a conquista. “De tanto bater e bater, a gente conseguiu e teve a compreensão do presidente Temer. Isso demonstra mais uma vez Marcelo Camargo/Agência Brasil/Fotos Públicas/Divulgação/CSC Em busca de apoio federal, mais de 2 mil prefeitos aderiram à marcha “Não deixem os municípios afundarem” nesta semana esse espírito de fortalecimento dos nossos Municípios. A gente sabe que foi uma gotinha d’água do que foi dado aos governadores, mas, no ano que vem, vamos continuar esse diálogo com o presidente”, afirmou. O repasse de R$ 2 bilhões corresponde à metade do que foi solicitado de Apoio Financeiro aos Municípios, mas dará fôlego aos Municí- pios diante da dura crise financeira enfrentada. O valor foi conseguido após negociações do líder da Confederação e dos presidentes de entidades estaduais com o presidente. INCENTIVOS À ARTE PÚBLICA Objetivo é dar prioridade a obras de artistas em prédios A Câmara de Vereadores realizou reunião pública nessa terça-feira (21) para tratar dos incentivos e da regulamentação da Arte Pública em São José. A iniciativa surgiu a partir de conversas do vereador Caê Martins com artistas plásticos do município, com ênfase na revisão da Lei nº 2.908/1996, que prevê benefícios fiscais à construção civil ao priorizar obras de artistas nos seus empreendimentos. Uma primeira proposta de adequações na lei nº 2.908/1996 foi discutida e o próximo passo será a criação de uma comissão entre artistas, legislativo e prefeitura. Este grupo de trabalho terá como meta construir, até o início do próximo ano, a nova formatação da lei, que atenda pontos importantes reivindicados pela classe artística. O CMSJ/Divulgação/CSC Artistas, representantes do legislativo, prefeitura e OAB reuniram-se nesta terça-feira (21/11) na Câmara de Vereadores de São José objetivo é definir melhor os critérios de escolha e implantação das obras nos espaços públicos. A criação da Comissão de Arte Pública do Município de São José, que deverá deliberar sobre as artes a serem instaladas, e a criação de um Fundo de Arte Pública municipal estão entre as proposições. “Vamos lutar para transformar São José numa galeria de arte ao ar livre”, enfatiza o vereador Caê. Também participaram da reunião os vereadores Antônio Lemos, André Guesser e Osmar Hauptli Júnior. CONSELHO DE CULTURA Nesta terça-feira (21/11) também ocorreu a visita descentralizada do Conselho Estadual de Cultura para discutir diretrizes e estratégias de execução das políticas públicas de cultura e atuação dos conselhos na região. A reunião foi realizada durante a tarde na Casa de Cultura Nésia Mello da Silveira, localizada na Praça Hercílio Luz no Centro Histórico São José, contou a participação de representantes e gestores de cultura de diversos municípios da grande Florianópolis. Na pauta ações cooperativas entre a Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Conselho de Gestores Municipais de Cultura de Santa Catarina (Congesc), gestores municipais, e CEC para buscar o aperfeiçoamento e a criação de novos conselhos municipais e fundos de cultura, nortearam o dia de trabalho. Fundado em 19 de março de 2000. Diretor-editor Belmiro Sauthier Comercial Albano Aquino Edilton Maranhão Pedro Clasen Reportagem Lucas Cervenka Editoração e Arte Ronaldo de Moura Ferro ronaldoferro@gmail.com Tiragem semanal: 5 mil exemplares Circulação: Grande Florianópolis EXEMPLAR GRATUITO Artigos e colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do jornal. Correio de Santa Catarina é uma publicação da CSV Editores Associados Ltda. Endereço para correspondência: Rua Coletor Irineu Comelli, 225 Centro Histórico - São José - SC. CEP: 88103-050. Fone: (48) 3241-1252. e-mail: redacao@correiosc.com.br / comercial@correiosc.com.br

[close]

p. 3

São José, 24 de novembro de 2017 Cidades Serviços de lixo estão há dez anos judicializados em São José 3 Lucas Cervenka/CSC Em 2007 a Prefeitura de São José abriu licitação de concorrência para a coleta e destinação final do lixo da cidade pelo prazo de 15 anos. A empresa vencedora foi o consórcio Engepasa Ambiental. Até então, era o município quem subsidiava este serviço, que passou a ser cobrado pela empresa diretamente dos cidadãos através de taxa específica. Assim, o munícipe passou a pagar o custo efetivo do lixo e não apenas o custo subsidiado. A reclamação foi grande, e o prefeito à época, Fernando Elias, revogou a concessão por decreto, na metade de 2007. Atualmente, o contrato é renovado emergencialmente a cada seis meses, com dispensa de licitação, fato que motivou questionamentos recentes do vereador André Guesser (PDT). Em entrevista ao Correio, o Procurador Geral de São José, Rodrigo João Machado, que também recebeu o vereador Guesser para conversar sobre a questão, explica as consequências desse episódio, que seguem até hoje. “Uma concessão só pode ser revogada ou por um distrato motivado, que eles tinham um contrato ainda, ou por uma legislação que assim o determine. Por decreto não pode”, diz o procurador. A empresa entrou na Justiça, questionando esse decreto e pedindo sua nulidade. Enquanto a ação corria, explica o Procurador, a empresa conseguiu uma medida cautelar que impedia o município de fazer nova licitação, já que tinham ganho a concorrência na licitação. Assim, a empresa conseguiu judicialmente o impedimento para o município licitar novamente os serviços de lixo. Correio - Desde 2007, então, a questão está judicializada? Procurador Rodrigo - Isso, há dez anos, desde 2007. O município recorreu tanto dessa ação que pede a nulidade do decreto, quanto da cautelar que impedia o município de licitar. Os recursos foram acontecendo e a ação foi correndo o seu trâmite normal. Então nós temos esses dois pontos. Foram duas as cautelares que eles (empresas do consórcio) ingressaram para impedir o município de licitar. Num dado mo- Ambiental Limpeza Urbana, integrante do consórcio, tem contratos de lixo em nove cidades de SC mento da ação judicial, a decisão ficou em suspenso, por um prazo processual tradicional aqui do Código de Processo Civil, então nós lançamos a licitação novamente, porque não havia mais uma decisão judicial válida que impedisse. E a empresa novamente ingressou com a cautelar e novamente ganhou a liminar pra impedir que o município licitasse. Então, desde 2007 há cautelares e há medidas que impedem o município de licitar. A última medida foi uma proferida pelo Tribunal de Justiça, uma petição incidental numa apelação civil, pedindo que o município fosse impedido de licitar. A questão ainda está sendo discutida. RENOVAÇÃO EMERGENCIAL Como diz o Procurador Geral, há, portanto, uma decisão, ainda não transitada em julgado, que diz que a empresa consórcio Ambiental e Proactiva - tem o direito de voltar a concessão. Enquanto isso, por lei, o município de São José é obrigado a fazer uma dispensa de licitação emergencial a cada seis meses. Correio - Essa é a única alternativa que resta ao município? Procurador - Sim, a cada seis meses. Há uma previsão no artigo 24 da lei 8.666 que diz – e essa obrigatoriedade de seis em seis meses já foi confirmada pelo Tribunal de Contas do Estado, que já foi questionado mais de uma vez sobre isso – se há pendência judicial a única medida cabível é dispensa de licitação a cada seis meses. É desgastante pro município e não é tão bom pro serviço, porque é preciso contratar a coleta e destinação final. Isso é feito desde 2008. A cada seis meses é obrigatório fazer uma pesquisa de mercado para saber quanto custa o serviço, e é indispensável ter três orçamentos para poder contratar. O menor preço sempre tem sido da Ambiental e Proactiva. Para agravar o quadro, ainda em 2007 o então prefeito contratou as mesmas empresas por mais seis meses, após o decreto que revogou a concessão, porém não pagou os serviços prestados. Esta dívida, inscrita em precatório, é de R$ 17 milhões, aproximadamente. “Isso é locupletamento ilícito se o município não pagar por aquilo que ele contrata. Se ele contratou errado vamos responsabilizar o gestor. Agora se o serviço foi prestado, não há decisão judicial que te impeça de pagar”, diz o Procurador. O que se discute na justiça hoje em relação a essa dívida são questões de cálculo – inicialmente o Procurador Geral de São José, Rodrigo Machado: contrato é renovado emergencialmente a cada seis meses valor era cerca de R$ 7 milhões. TAXA DE 2007 AINDA EM COBRANÇA Correio - E a respeito da taxa de 2007, que voltou a ser cobrada? Procurador - Essa taxa é o período em que foi contratado, em que a concessão vigorou, do início até metade de 2007. A empresa tem o direito de cobrar do munícipe porque ela prestou o serviço, como o município deu a concessão. O município não remunerou mais a empresa, ela prestou o serviço para cobrar do munícipe, lançou o carnê, o munícipe não pagou, aqueles seis meses a empresa conseguiu na Justiça o direito de cobrar e está cobrando agora. Correio - Quando será renovada a concessão? Procurador - Em janeiro tem que lançar um contrato emergencial para mais seis meses, mas o importante disso é que o município não perdeu o serviço, contratado a preço de mercado.

[close]

p. 4

4 Cidades 9<‡šÇ UŠ‹™‰•”š• ‹“ ’•‡™ São José, 24 de novembro de 2017 EM SÃO JOSÉ Mobilização no dia da não-violência contra a mulher Neste sábado, 25 de novembro, Dia Internacional da Não-violência Contra a Mulher, a vítima de agressão doméstica e blogueira Alice Verdade falará de suas vivências no Sesc da comunidade do Loteamento Lisboa, em São José. A programação contará com a Unidade Móvel: Mulheres e Cidadania, do Programa Mulher Viver sem Violência, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, do governo federal, disponibilizada para a cidade entre os dias 24 e 27 de novembro das 10h às 17h. A vereadora Cristina de Sousa (PRB), da bancada feminina da Câmara Municipal, com o objetivo de reforçar o enfrentamento deste grave pro- blema social trouxe outras atrações para intensificar o tema na comunidade. “Queremos que as mulheres que são submetidas a este tipo de violência sintam-se acolhidas e encorajadas a lutarem por seus direitos”, salienta a vereadora ao ressaltar que para garantir a disponibilidade e o envolvimento das mães nos trabalhos previstos, as crianças serão recebidas com atividades recreativas. A passagem do popularmente chamado ônibus lilás pela cidade foi uma conquista das vereadoras de São José. Ao tomar conhecimento pela Coordenadoria Estadual da Mulher sobre os 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres, que compreende o período de 20 de novembro a 10 de dezembro, as parlamentares solicitaram o apoio da prefeita Adeliana Dal Pont e garantiram a inclusão à comunidade feminina josefense. O ônibus adaptado para oferecer serviços especializados às mulheres estará também nos bairros Morar Bem, Ponta de Baixo e Jardim Zanelato. Os serviços que serão prestados incluem prevenção, assistência, apuração, investigação e enquadramento legal relacionados à violência doméstica. As unidades também têm função educativa, com a promoção de palestras e esclarecimentos sobre a Lei Maria da Penha e sua aplicação. Cartas :;F3< Š‹ ‹“ˆ˜• ‰‹”š˜•“›’š›™• Š‹™Ã••™Ç MOBILIDADE URBANA - PIADA ANTIGA Há 30 anos apresentamos várias sugestões e alertamos para o óbvio. A região metropolitana vai ter grandes problemas se não for removida do seu interior a BR-101. Não deram ouvidos. Crescimento natural das cidades, com Floripa não seria diferente. De nada adiantou o nosso alerta. Os experts e estudiosos em mobilidade não tiveram coragem em mostrar as autoridades que o caos viria. Como membro ativo da Aemflo, juntamente com o amigo Armando Gonzaga da Acif, preocupávamos e sugerimos a rodoviária no Continente, até porque 60% dos usuários que chegam ao Terminal Rita Maria apanham um táxi ou um coletivo e vão para o Estreito, São José, Biguaçu, Palhoça e vários outros municípios. Levantamos na época que 70% dos funcionários públicos atra- vessavam a ponte para trabalhar na ilha. Vinham, como vem até hoje diariamente de Paulo Lopes, Tijucas, Santo Amaro, Gov. Celso Ramos, Pinheira, Antonio Carlos e por aí vai. Cidasc, Epagri, Secretaria da Agricultura na ilha pra quê? Todos os órgãos públicos têm mais de 50% dos seus servidores morando no lado continental, então que sejam pra lá transferidas suas sedes. Todos esses dados foram apresentados. Ninguém, mas ninguém mesmo ouviu ou deu importância ao nosso alerta. E o Beaco (Vieira), com o Projeto do Túnel da Lagoa. Ninguém deu bola. Olha o caos. Em seguida vem um governador e leva o Centro Administrativo pra onde? SC-401! Que beleza! A manezada periférica trabalhando próxima às praias. Daí mesmo o quadro ficou caóti- co. Quanto prejuízo trou- xeram ao Estado com essa teimosia? Sugestões? Foram dezenas. Troca da Rodoviária pelo terreno do Shopping Itaguaçu ou na Cassol às margens da BR-101. Hoje deparo com os entendidos gastando milhões para encontrar a solução. Querem? Eu os dou gratuitamente: continentalizar os serviços públicos. Por que o cidadão precisa entrar na ilha pra qualquer bobiça burocrática que seja? Vamos ser práticos. Vou pra Pinheira. Beaco já se mandou pra Camboriú e o querido Armando está navegando no Céu. E o resto trancado no trânsito pensando como os burocratas em construir novas pontes. Não sei se rio ou choro. SÉRGIO ROCHA Produtor cultural São José

[close]

p. 5

São José, 24 de novembro de 2017 5

[close]

p. 6

6 Cidades São José, 24 de novembro de 2017 NATAL DAS LUZES Iluminação será inaugurada FERIADOS EM 2018 neste sábado em São José A partir deste sábado (25/11), as luzes de Natal começam a iluminar ainda mais as noites da cidade de São José. Em um passeio noturno por alguns pontos da cidade, será possível observar os enfeites e cenários cheios de luz preparados para encantar o olhar de toda a comunidade. A iluminação decorativa foi instalada pela Prefeitura de São José por toda a extensão da Avenida Acioni Souza Filho, a Beira Mar, na Praça Hercílio Luz e Praça Arnoldo de Souza, no Centro Histórico de São José, na orla da Ponta de Baixo, no Parque Linear Lisboa, na Praça da Avenida Leoberto Leal com a Rua Antônio Schroeder, e na Avenida Central do Kobrasol. Este ano um cenário interativo e uma árvore natalina com 23 metros de altura, localizados no centro da Avenida Acioni Sousa Filho são alguns dos destaques da decoração. Será um local especial onde o público terá acesso a um verdadeiro parque natalino e poderá ter experiências sensoriais com o cenário. “O público poderá interagir e gerar energia através da utilização de bicicletas, assim, quanto maior o estímulo das pessoas durante a atividade, maior será o efeito luminoso na decoração”, conta o secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Rodrigo Andrade, anteci- Lucas Cervenka/CSC Centro Histórico é um dos locais decorados pando uma das surpresas da iluminação de Natal. A inauguração da decoração natalina preparada pela Prefeitura de São José abre a programação especial que está sendo preparada no mês de dezembro para toda a comunidade. 2018 não vai ser fraco em matéria de feriados. São 13 dias de pernas para o ar e não inclui o ferido de Tiradentes, que cai em um sábado. Além dos feriados oficiais, há a possibilidade de emendas no dia 30 de abril, 1º de junho, 16 de novembro, 19 de novembro (Dia da Consciência Negra) e em 24 de dezembro. Com as emendas, são 18 dias no ano sem trabalhar. A LISTA • Confraternização Universal – 1º de Janeiro (Segunda) • Carnaval – 12 e 13 de Fevereiro (Segunda e Terça) | Obs: facultativo • Quarta-feira de Cinzas – 14 de Fevereiro (Quarta) | Obs: facultativo • Paixão de Cristo – 30 de Março (Sexta) • Tiradentes – 21 de Abril (Sábado) • Dia do Trabalho – 1º de Maio (Terça) | Obs: emenda facultativa • Corpus Christi – 31 de Maio (Quinta) | Obs: emenda facultativa • Independência do Brasil – 7 de Setembro (Sexta) Nossa Senhora de Aparecida – 12 de Outubro (Sexta) • Finados – 2 de Novembro (Sexta) • Proclamação da República – 15 de Novembro (Quinta) | Obs: emenda facultativa • Dia da Consciência Negra – 20 de Novembro (Terça) | Obs: facultativo, dependendo da cidade • Natal – 25 de Dezembro (Terça) | Obs: emenda facultativa Instituído Serviço de Inspeção Municipal Na presença de representantes do comércio da região, secretários e vereadores, o prefeito em exercício Neri Amaral, assinou nesta terça-feira (21/11), a Lei Complementar nº 082 de 21 de dezembro de 2017 que instituí a criação do Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal (SIM), e dispõe sobre os procedimentos de inspeção higiênica e sanitária de todos os produtos de origem animal comercializados em São José. “Está é uma grande conquista para todos os produtores e para o município, que terá ainda mais segurança e tranquilidade na comercialização dos produtos de origem animal produzidos na cidade. É um ato que vem para reforçar o fomento da nossa economia, a abertura do mercado para novos produtores e o desenvolvimento agroindustrial”, avaliou o prefeito Neri Amaral ao agradecer o empenho da Câmara de Vereadores em aprovar o projeto do Executivo, e lembrar sobre os esforços realiza- Secom/PMSJ/Divulgação/CSC Prefeito em exercício, Neri Amaral assina lei que vem para desenvolver setor produtivo dos pela Prefeita Adeliana Dal Pont, para que o projeto se tornasse realidade no município. A inspeção sanitária das atividades nos locais que processam alimentos de origem animal no município será realizada pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), atrelado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação, de forma permanente ou periódica em estabelecimentos que recebem animais, matérias-primas, produtos, subprodutos e derivados de origem animal para beneficiamento ou industrialização. “Foi uma longa caminhada para que pudéssemos dispor de uma Lei clara e objetiva em nosso município. Realizamos muitas reuniões entre o poder público, produtores, Epagre, Cidasc, Ministério Público e Câmara de Vereadores, e agora novas portas se abrem a partir desta regularização”, comentou o secretário Adjunto da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Francisco Fernandes, representando o secretário de Desenvolvimento, Waldemar Bornahusen. CONTROLE Como mais um instrumento para fortalecer a atividade dentro do município, o Serviço Municipal de Inspeção permi- tirá o maior controle das condições higiênicas, sanitárias, tecnológicas, de produção, manipulação, armazenamento e transporte de produtos de origem animal, vegetal e seus derivados; a adequação dos produtores será validada pelo município através de um Selo que indicará que aquele produto possui todos os atributos necessários para ser comercializado. “Esta é uma demanda antiga dos produtores, e vai permitir a ampliação do nosso trabalho dentro e fora do município. Só temos a agradecer todo o empenho do executivo e legislativo que fizeram está nossa reivindicação se tornar uma realidade no dia de hoje”, disse Arildo Oderdenge, representando os comerciantes e empresários josefenses. O ato contou com a presença do presidente da Câmara, Orvino Coelho de Ávila, e os vereadores Nardi Arruda e Jair Costa que manifestaram a contribuição do Legislativo para que a lei se tornasse realidade. BEIRA-MAR EM MOVIMENTO Para comemorar a primeira edição do Festival da Ponta de Baixo, o Beira-Mar em Movimento deste domingo (26/11), será um pouco diferente. Conhecido por levar uma programação repleta de atrações culturais e de lazer para a Avenida BeiraMar de São José, sempre no último domingo de cada mês, o evento veste nova roupagem em novembro para movimentar o bairro Ponta de Baixo. A programação da Ponta de Baixo em Mo- vimento acontece das 9h até às 17h e promete um dia recheado de atividades interativas e gratuitas ao público com a presença de um tobogã inflável e um touro mecânico, e a realização de gincanas para animar a criançada. Um dos pontos fortes do evento ficará por conta da inauguração de uma quadra de vôlei no bairro e passeios de caiaque que serão promovidos ao longo do dia. As atividades começam às 9h e vão até às 17hs. CASAN PARCELA DÉBITOS Ao longo de toda a próxima semana a Casan participa da Semana Nacional de Conciliação que vai proporcionar a negociação e o parcelamento de débitos de usuários inadimplentes com a Empresa. Em Florianópolis as negociações serão feitas na sala do Júri do Tribunal de Justiça, localizado na avenida Governador Gustavo Richard, 434, no Centro, das 9 horas às 12 horas e das 13h30 às 17 horas, de segunda a sexta-feira. Excepcionalmente durante a Semana Nacional de Conciliação a Casan vai possibilitar aos usuários interessados o parcelamento de seus débitos em até 36 parcelas iguais, sem a exigência de que a primeira parcela seja de pelo menos 20% do total da dívida com é feito normalmente. A unidade móvel da Casan ficará durante toda a semana no Largo da Alfandega, no Centro de Florianópolis, fornecendo informações.

[close]

p. 7

São José, 24 de novembro de 2017 7

[close]

p. 8

8 Cidades EM SÃO JOSÉ São José, 24 de novembro de 2017 Henrique Santos da Silva/Divulgação/CSC Vereadores discutiram plano em duas sessões e relator manteve apenas uma emenda das 127 apresentadas Câmara aprova Plano Plurianual O Plano Plurianual 2018-2021 (PPA) foi discutido em Plenário pela Câmara Municipal de São José nesta semana (20 e 22/11). Na segunda-feira (20), após longo debate, os vereadores aprovaram, em primeira votação, por 13 votos favoráveis e 5 contra, o parecer da Comissão de Finanças e Orçamento ao Projeto de Lei n.º 124/2017 e na segunda votação (quarta-feira 22/11) por 12 a 5. O PPA expõe as diretrizes, objetivos e metas da administração para as despesas de capital e outras delas decorrentes, bem como as relativas aos programas de duração continuada. O projeto é encaminhado pelo Executivo ao Legislativo no primeiro ano de cada governo e tem vigência até o final do primeiro ano do governo seguinte. Relator do PL e presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, o vereador Nardi Arruda (PSD) explicou detalhes do Plano Plurianual. “Trata-se do planejamento do município apresentado pelo Executivo que define as ações macro para os próximos quatro anos. A matéria estima o valor de R$ 4 bilhões para o período. Esta é a São José ideal. Mas as receitas, caso seja mantido o ritmo atual, chegam a R$ 2,4 bilhões. Esta é a São José real”, apontou. Nardi ainda explicou o motivo de ter rejeitado as 123 emendas aditivas. “Nenhuma delas que aqui estão anulam despesas. Todas elas aumentam. E quando você aumenta despesas, tem que indicar de onde vão sair esses gastos. Quem faz essa função é o Executivo. Cabe a nós do Legislativo fiscalizar”. UMA EMENDA O vereador ainda explicou porque admitiu apenas uma emenda. “A emenda aditiva de núme- ro 82 corrige uma distor- ção que vem do Executi- vo, a qual trata de R$ 20 milhões para a nova sede da Câmara de Vereado- res. O PPA apresentava R$ 5 milhões a cada ano e repetia os valores. A emenda apresentada dia 31 de agosto pela Mesa Diretora busca corrigir tal distorção. Isso é uma previsão orçamentária, é um planejamento para os próximos quatro anos. A nova sede pode vir a ser construída ou não”. O parecer do relator foi contestado pelos ve- readores Michel Schlem- per (PMDB), Sanderson de Jesus (PMDB), Antô- nio Lemos (PMDB), Clonny Capistrano (PMDB) e André Gues- ser (PDT) que se opuse- ram a rejeição de quase todas as emendas apre- sentadas por 13 parla- mentares. Michel Schlemper, membro da Comissão de Finanças e Orçamento, produziu um voto em separado do re- lator. “Sou contrário ao parecer do relator, pois não concordo com suas argumentações. Já existem várias decisões do Supremo Tribunal Federal que garantem as emendas e como parlamentares, temos o dever constitucional de fiscalizar e de propor emendas”, afirmou, citando ainda a pouca participação popular na construção do Plano Plurianual. “O governo não fez consultas públicas para ouvir os anseios da população, setores e entidades. Apenas realizou uma audiência pública em março com 30 pessoas”. Já o vereador Sanderson de Jesus (PMDB) lembrou-se de decisões do STF que autorizam emendas geradoras de despesas. “A última corte do nosso país diz que pode sim fazer emenda que gere despesa, como também dá para fazer as adequações de acordo com o orçamento do PPA”, salientou, tendo sua fala acompanhada pelo vereador Clonny Capistrano (PMDB). “Tivemos um voto em separado do vereador Michel Schlemper mostrando que o Supremo Tribunal Federal já definiu que os vereadores podem propor emendas, além disso, o argumento do relator de que as emendas podem engessar o PPA não são cabíveis”. UMA POR UMA Na mesma linha, os vereadores Antônio Lemos (PMDB) e André Guesser (PDT) defenderam a análise em separado de cada emenda. “Não as apresentei, mas estou defendendo as emendas dos demais vereadores”, citou Lemos, enquanto Guesser lamentou o fato de todas serem votadas em con- junto. “O parecer, infelizmente, juntou todas as 127 emendas e assim não temos chances de discutir uma por uma. Não tem problema algum que elas sejam reprovadas ou que aquelas que estão no PPA sejam derrubadas, mas que a gente vote uma por uma”. Os vereadores Carlos Eduardo Martins, o Caê, e Moacir da Silva, ambos do PSD, esmiuçaram o PPA, mas ressaltaram o caráter fiscalizador para que o Executivo cumpra o que está no Plano Plurianual. “Se as minhas emendas, as quais eu pretendia ser mais específico, estão generalizadas no PPA, a partir de hoje eu acabo assumindo um peso muito maior de responsabilidade e fiscalização”, finalizou Caê. LIGUE E ANUNCIE (48) 3241-1252 comercial@correiosc.com.br

[close]

p. 9

São José, 24 de novembro de 2017 Cidades PLANO PLURIANUAL Reação de Sanderson e de Clonny 9 O vereador Sanderson de Jesus (PMDB) em primeiro plano e o colega Clonny Capistrano a seguir foram os que mais protestaram contra o parecer do relator, vereador Nardi Arruda (PSD). Segundo Sanderson, Nardi rejeitou 123 emendas aditivas, a maioria delas dos vereadores que são a base do governo no Legislativo e até as divulgaram no Facebook. Quer dizer: “Eles apresentaram emendas e votaram contra suas próprias emenda. Isso porque o governo manda, dita a regra, faz do jeito que quer e a turma obedece”, arremata o peemedebista. O vereador Clonny Capistrano lembra que os vereadores do PMDB apresentaram emendas de bancada - três no total -, mas o relator negou todas sob o argumento de que “as nossas emendas engessariam o Poder Executivo e dificultaria as suas ações”. Clonny diz que “isso não é argumento plausível para se julgar que emenda não é válida. Para derrubar emenda tem que ter argumento constitucional e não por simples opinião”. Sanderson foi um dos vereadores que mais emendas apresentou – dele são 20 – para várias setores. Só para a Guarda Municipal foram seis, uma delas a abertura de um “concurso público para completar o efetivo que deve ser, de acordo com a lei, de 150 homens e não pouco mais de 110 como está no momento”, e lembrou a recolocação da estátua do padroeiro de São José – São José com o Menino Jesus no colo, destruído por um vendaval no início deste ano. (“Não faz parte do espírito religioso do governo a recolocação da imagem do nosso padroeiro naquele pedestal, que ainda está ali na Beira-mar”.) Na sua indignação com o que aconteceu com o PPA aprovado nesta semana, ele diz que “todos os vereadores têm Divulgação/CSC Divulgação/CSC Divulgação/CSC valores, corrigiu essa distorção deixando o valor do primeiro ano (2018) correto. Nos demais anos, para não perder a previsão orçamentária, deixou R$ 100 mil em cada ano. O LANCHE Vereador Sanderson de Jesus: aberrações um pedacinho de emendas, mas todas rejeitadas. Aí destaca um trabalho feito pela vereadora Sandra Martins (PSDB) em defesa dos taxistas de São José contra as invasões, para dizer que as emendas que apresentou têm origem: vêm de reuniões com a comunidade e que se comprometeu de defendê-las, mas “foram para o beleléu, como o trabalho da Sandra, por exemplo”. Mais indignado ainda do que nunca, ele diz que “passamos 12 meses aqui dentro, ouvindo a comunidade para apresentar resultados e ouvimos o relator (do PPA) dizer esta aberração: as emendas dos vereadores serão encaminhadas por ofício à Casa Civil, para depois, com dispositivo no artigo tal, poderão ser contempladas. Não existe esse formato. Aquilo ali é uma enganação. Se alguém fizer alteração na lei não terá amparo legal. O relator faz um relatório sem base legal, ele próprio apresenta várias emendas que geram despesas e arquiva as emendas”. EMENDA 82 A única emenda aprovada foi apresentada pela Mesa Diretora da Câmara e trata da construção do prédio para o Legislativo josefense, único dos maiores municípios da região que ainda não tem Correio – O vereador Sanderson de Jesus diz que o sr. se retirou do plenário quando ele, da tribuna, fez reparos ao seu parecer sobre emen- das ao PPA. Vereador Clonny Capistrano: sem engessamento Nardi Arruda, vereador e relator do PPA: emenda aditiva não pode Vereador Nardi Arruda - É uma inverdade. casa própria. Tem verea- dos conselhos munici- ruda - A Câmara de Ve- A sessão durou cinco ho- dor que anunciou que pais, seja da saúde, da readores tem uma dota- ras e meia (das 19h às não votaria a favor da educação, da assistência ção orçamentária previs- 24h30). Eu acompanhei a emenda para construir social, define quais são ta para a construção do fala do vereador Michel prédio próprio da Câma- as ações macro que o prédio para a Câmara, (Schlemper), me ausentei ra, mas na hora agá votou município precisa, e cabe veio errado do Executi- na fala do vereador San- a favor. a nós legisladores fazer a vo, porque previu para derson porque em algum fiscalização dessas ações cada ano o valor com momento precisaria me NARDI ESCLARECE A reportagem do Correio ouviu o presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, vereador Nardi Arruda, que apresentou parecer ao plenário da Câmara. Correio – Por que o sr. aceitou apenas uma das 127 emendas ao Pla- que foram definidas. O PRÉDIO DA CÂMARA Correio – A emenda aprovada, a de nº 82, da Mesa Diretora, trata da construção do prédio próprio da Câmara de Vereadores. E passou. Vereador Nardi Ar- correção de R$ 4 milhões e pouco e com 5% a mais vai para R$ 5 milhões. Aí deu um total de R$ 21 milhões (4 anos) o que não é verdade. A licitação para construir o prédio da Câmara foi de R$ 9 milhões. O que aconteceu é que foi repicado de um ano para outro o mesmo valor. O que a Mesa Diretora fez foi ajustar os alimentar. Fui fazer minha refeição (um sanduíche), e retornei ao plenário. Acompanhei a fala do Lemos (Antônio Lemos), do Clonny (Capistrano), do André Guesser. Do Clonny eu não peguei a fala toda, só metade. A sessão foi de mais de cinco horas e em algum momento precisava me alimentar. no Plurianual? Divulgação/CSC Vereador Nardi Ar- ruda - Das 127 emendas, 123 são aditivas, que ge- ram aumento de despe- sas. Isso quer dizer que temos um orçamento, um planejamento que foi en- caminhado pelo Executi- vo e cabe a nós corrigir e emendar. A Constituição nos permite: o legislador pode propor emendas quando elas são supressi- vas, modificativas ou são para correção de erros. Neste caso, todas as adi- tivas aumentavam despe- sas e quando aumenta despesa tem que dizer de onde vai sair o dinheiro. Se pede a construção de uma nova creche prevista no PPA, você tem que di- zer de onde virá o dinhei- ro. E cabe aos técnicos que estudaram, que pla- nejaram o município pa- ra montar o PPA. Quem faz o diagnóstico, através Atual prédio da Câmara de Vereadores de São José é da prefeitura

[close]

p. 10

10 Negócios Aqui Tem PRODUTOS & SERVIÇOS São José, 24 de novembro de 2017

[close]

p. 11

São José, 24 de novembro de 2017 Cidades 11 Idosos da oficina de teatro do CATI SC TEM A MENOR se apresentam pela primeira vez TAXA DE DESEMPREGO DO BRASIL A oficina de teatro do Centro de Atenção a Terceira Idade (CATI) começou em agosto de 2017 para proporcionar mais uma oportunidade de convivência e socialização dos idosos através do aprendizado de técnicas teatrais, exercícios de expressão corporal, memorização e contação de histórias. Na última segundafeira (20/11), o elenco formado por 26 idosos se apresentou pela primeira vez e levou ao público, estimado em 70 pessoas, uma mensagem especial de amor, esperança e paz através da interpretação das peças “História de Amor” e “A Estrelinha Verde”. “A construção das relações de amizade e a socialização que a ofici- na proporcionou nestes últimos dias foi muito intensa, e esta cumplicidade fez com que eles atuassem com muita verdade e emoção”, contou a professora de teatro Mariângela Leite, responsável pela direção geral do espetáculo. De acordo com a supervisora Geral do CATI, Vanessa Silva Machado, o objetivo da atual gestão é sempre inovar a cada ano e trazer novas oficinas para o CATI. NOVAS VAGAS Neste mês foi aberto edital para informar como ocorrerá o processo de inscrições para sortear as 1718 vagas que serão ofertadas pelo CATI em 2018. Todas as pessoas Secom/PMSJ/Divulgação/CSC Elenco com 26 atores emocionou o público presente na sede do CATI na última segunda-feira (20/11) que tiverem no mínimo 60 anos de idade, completos até o dia 21 de dezembro de 2017, e residirem na cidade de São José poderão efetuar a inscrição. Também é necessário que o idoso seja atendido pela rede municipal de saúde. As inscrições para os sorteios deverão ser feitas exclusiva e pessoalmente nos Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) da cidade. EM PALHOÇA Novos abrigos de ônibus PMP/Divulgação/CSC Abrigos foram instalados na Barra do Aririu, Aririu e Pagani; já houve vandalismo em alguns pontos O município de Palhoça está recebendo novos abrigos para paradas de transporte coletivo. A Prefeitura atendeu solicitações de moradores e uma equipe técnica da secretaria de Infraestrutura definiu os locais que receberão os equipamentos: São Sebastião, Rio Grande, Alto Aririu, Aririu, Pontal, Praia de Fora e Ponte do Imaruim. Nos bairros Barra do Aririu, Aririu e Pagani alguns novos pontos já foram instalados. “Nós optamos por abrigos maiores, em locais estratégicos, com mais necessidade, para melhorar a qualidade dos serviços prestados à população”, declarou o prefeito Camilo Martins. Apesar das unidades serem novas, a prefeitura já constatou vandalismo. Alguns equipamentos foram pichados e depredados, gerando mais custos aos cofres públicos. Eduardo Freccia, secretário municipal de Infraestrutura, ressalta que os pontos de ônibus, assim como qualquer outro bem público, são facilidades e benefícios para a comunidade. “A população precisa ajudar a cuidar do que é seu”, disse o secretário. De acordo com o estudo divulgado (17/11) pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), realizada pelo IBGE, Santa Catarina tem a menor taxa de desemprego do Brasil. O índice de desemprego no Estado é de 6,7%. A pesquisa refere-se ao 3º trimestre de 2017. Em termos nacionais a taxa de desemprego ficou em 12,4%, indicando uma ligeira melhora na economia com a queda de 0,6 ponto percentual, se comparada com o 2º trimestre de 2017 (13,0%). Em outubro, Santa Catarina abriu 8.611 postos de trabalho formais, depois de ter criado 8.011 empregos em setembro, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado na segunda-feira (20/11) pelo Ministério do Trabalho. Alagoas (16.393 empregos), São Paulo (11.349) e Pernambuco (8.718) lideraram em números absolu- tos neste período. Segundo os dados do Caged, só cinco unidades da Federação tiveram retração no saldo de empregos em outubro. Foram eles o Rio de Janeiro (-0,11%), Goiás (0,14%), Acre (-0,26%) e Amapá (-0,07%) e Bahia, com redução de 36 vagas. Salários O Caged também mostrou que, no mês de outubro, o salário médio de admissão no País foi de R$ 1.463,12, enquanto o salário médio de demissão foi de R$ 1.675,95. No acumulado de 12 meses, os ganhos reais (descontada a inflação pelo INPC) do salário médio de admissão foram de R$ 53,12 (+3,8%), enquanto no salário de demissão, chegam a R$ 65,75 (+4,1%). Na pesquisa do PNAD Contínua, o rendimento médio estimado das pessoas ocupadas no Brasil é de R$ 2.115 para o 3º trimestre de 2017, item que apresentou estabilidade frente ao trimestre anterior. LIGUE E ANUNCIE (48) 3241-1252 comercial@correiosc.com.br PALHOÇA PAGA Os servidores de Palhoça já podem organizar as contas para o final do ano, isso porque a prefeitura divulgou o calendário de pagamentos da segunda parcela do 13º e salários dos meses de novembro e dezembro. Apesar de o decreto nº 2.099/2017 prever o pagamento do 13º salário até o final da primeira quinzena de dezembro, o prefeito Camilo Martins garante que até dia 12 os valores estarão na conta dos servidores. A primeira parcela foi paga dia 12 de abril para os efetivos e dia 13 de junho para os servidores comissionados. O salário de novembro está previsto para o dia 30 deste mês e o de dezembro deve ser pago até dia 20. Normalmente o pagamento é feito no último dia mês. “Nossa administração valoriza o servidor, por isso antecipar esses salários foi uma prioridade. Sabemos que a tranquilidade de passar as festas de fim de ano com recursos financeiros gera motivação e qualidade na prestação de serviços à comunidade”, ressalta o prefeito.

[close]

p. 12

12 Lazer CAÇA-PALAVRA www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL Procure e marque, no diagrama de letras, as palavras em destaque no texto. Abacaxi 0BCBDBYJÑPSJHJOÊSJPEB"NÑSJDBEP4VM NBTQPEFTFSFODPOUSBEPFNWÊSJPT países de clima TROPICAL. É uma planta HERBÁCEA, com cerca de um metro de altura, que faz parte da família das BROMÉLIAS. Os maiores PRODUTORES de ABACAXI no mundo são Estados Unidos, Brasil, Malásia, México, Formosa e Filipinas. Esse fruto é bastante ÁCIDO, porém, quando MADURO, torna-se doce e SUCULENTO. A melhor época para consumi-lo é entre os MESES de dezembro e janeiro, quando sua acidez NATURAL diminui. No Brasil, há diversas ESPÉCIES, sendo as mais apreciadas o abacaxi AMARELO e o PÉROLA. É consumido de várias maneiras: ao natural, em SUCOS, GELEIAS, doces e LICORES. O uso MEDICINAL do abacaxi está presente em chás e XAROPES. É rico em VITAMINAS C, B1 e B6, além de MAGNÉSIO, ferro e FIBRAS4FV suco é considerado um excelente DIURÉTICO, ajuda a DIGESTÃO e abre o APETITE. O B R OME L I A S NH E R B A C E AONO T O I S E NG AMS E T L MO R F E SMD E GGE L E I AS TAS E ROC I L F R I I R S I O S AN I MA T I VOHD EMF C F OH E E L T XAROP E S L B F T I CAR BDD I AATHTNCHTMF R RDSML SNF E C L R L FD I UR E T I COE E E SNGS T E L UN L I Y G F S R X T TMR DML Y O I PA TOF GTONTDA TNNO I NS E C T SCALOE I RLOFCSEATCAEPUE E I N E I S DU L E S A T LMU I H S E S P HPORC THDT CR B SUTDNHE RCA AO R A E Ã E A NG Y A C C DOA FMO S R O R F M B OMMN A HM R U D R L T R L T B F T Y A L A L O F I B R A S R P R NMAG I 21 Solução A F I BRAS P TA L U RL RMOM A C O A MO OAÃA PRTD EI N E S U SC A L E R PA T O G O X T RD I EL U D I URET I CO EE CR SM IA A E L XAROPES C S S AN I MA T I V I SEROC I L GELE I AS O I S E NGAM B ROME L I A S H E R B A C E A Edibar - Lucio Oliveira São José, 24 de novembro de 2017 C CINEMA Horários de sábado (25/11) THOR: RAGNAROK • Thor está preso do outro lado do universo. Ele precisa correr contra o tempo para voltar a Asgard e parar Ragnarok e a destruição de seu mundo e o fim da civilização asgardiana, que está nas mãos de uma nova ameaça todo-poderosa, a implacável Hela. Continente Park: 16:30 19:20 (3D, Dub) | 22:30 (3D, Leg) | 22:15 (Leg) Via Catarina: 16:30 19:00 21:30 (Dub) clientela ir para um novo “food truck” em frente ao seu estabelecimento. Para piorar, ele é obrigado a aceitar uma auditora do banco (Kéfera Buchmann) que quer promover uma verdadeira revolução no restaurante. O nervosismo é tanto que leva o chef a perder o seu paladar. Um novo cardápio parece ser a solução para recuperar o restaurante, mas como criá-lo sem sentir gosto algum? Continente Park: 14:15 16:15 18:30 20:40 UMA RAZÃO PARA VIVER • No ano de 1958, Robin Cavendish (Andrew Garfield), carismático e aventureiro comerciante britânico, sê ve de repente paralisado por poliomielite contraída em viagem de trabalho ao Quênia. Grávida do primeiro filho, sua esposa Diana Cavendish (Claire Foy) escuta dos médicos que ele jamais sairá da cama e não deverá viver muito mais tempo. Deprimido por não mover nada abaixo da cabeça, Robin inicialmente deseja morrer, mas o inabalável amor de Diana o faz olhar de outra maneira para a situação e desafiar os limites impostos. Baseado em fatos reais. Continente Park: 19:30 (Leg) LIGA DA JUSTIÇA • Impulsionado pela restauração de sua fé na humanidade e inspirado pelo ato altruísta do Superman (Henry Cavill), Bruce Wayne (Ben Affleck) convoca sua nova aliada Diana Prince (Gal Gadot) para o combate contra um inimigo ainda maior, recémdespertado. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha buscam e recrutam com agilidade um time de meta-humanos. Continente Park: 16:00 18:00 20:00 21:00 21:50 (3D, Leg) | 13:00 14:00 17:00 19:00 (3D, Dub) Via Catarina: 14:00 16:30 19:00 21:30 (3D, Dub) | 13:30 16:00 18:30 21:00 (Dub) PAI EM DOSE DUPLA 2 • Brad (Will Ferrell) é um pacífico executivo e padrasto dos dois filhos de Sarah (Linda Cardellini). Após enfrentar uma verdadeira batalha pelo carinho das crianças com o pai biológico delas, Dusty (Mark Wahlberg), ele precisará lidar com outro problema na sequência `Pai em Dose Dupla 2´: a rivalidade entre seu pai (John Lithgow) e o avô paterno dos enteados (Mel Gibson). Continente Park: 21:20 (Leg) | 13:15 15:45 18:45 (Dub) Via Catarina: 15:00 17:00 19:00 21:00 (Dub) DEPOIS DAQUELA MONTANHA • Perdidos após um trágico acidente de avião, dois estranhos precisam forjar uma conexão para sobreviver aos elementos extremos de uma remota montanha coberta de neve. Quando percebem que a ajuda não está vindo, eles embarcam em uma terrível viagem através de centenas de quilômetros de deserto, empurrando um ao outro para suportar essas condições, e uma atração inesperada surge entre eles. O filme é dirigido pelo indicado ao Oscar Hany Abu-Asad e estrelado por Kate Winslet (vencedora do Oscar) e Idris Elba. Continente Park: 13:45 16:45 (Leg) GOSTO SE DISCUTE • O chef (Cassio Gabus Mendes) de um restaurante estrelado, mas um tanto ultrapassado, vê toda sua BIG PAI, BIG FILHO • Adam é um adolescente que sai em uma missão épica e ousada para tentar descobrir um mistério por trás de seu pai, que está sumido há muito tempo. Até que então ele descobre que seu pai não é ninguém mais, ninguém menos do que o lendário Pé Grande. Ele tem se escondido na floresta há anos para proteger a si mesmo e sua família de HairCo., uma grande corporação que quer fazer experimentos científicos com seu DNA especial. Enquanto pai e o filho começam a passar um tempojuntos, Adam logo descobre que ele também tem super poderes, além de sua imaginação. Via Catarina: 14:00 (Dub) NÃO DEVORE MEU CORAÇÃO • Joca, um menino brasileiro de 13 anos, e Basano La Tatuada, uma menina indígena paraguaia, vivem na fronteira entre os dois países. Joca está apaixonado por Basano e busca fazer de tudo para conquistar seu amor, mesmo que para isso ele tenha que enfrentar as violentas memórias da Guerra do Paraguai e os segredos de seu irmão mais velho, Fernando (Cauã Reymond), um misterioso agroboy envolvido com uma gangue de motociclistas da região. Inspirado em contos de Joca Reiners Terron. Continente Park: 14:30 17:20 19:40 22:00 (O shopping Itaguaçu ainda não havia publicado os horários até o fechamento desta edição) A N OI S CT C E TC EPUE A L U I SESP B U DN ER A D ST OI O E H HORÓSCOPO I IMAGEM DA SEMANA SMS/Divulgação/CSC Peixes de 20/02 a 20/03 - Esta semana a conjuntura não traz facilidades. Alguns encontros podem não correr exatamente como esperava. Não tente lidar com tudo apenas à sua maneira. Evite abusos alimentares. Escorpião de 23/10 a 21/11 - A conjuntura define uma semana em que se sentirá mais calmo. Semana é positiva. Alguns apoios inesperados podem surgir e não devem ser recusados. Organismo equilibrado. Câncer de 21/06 a 21/07 - Tente ganhar tempo antes de tomar decisões estruturais. Sentimental: não manifeste de forma agressiva o que quer de uma relação. Vai alcançar seus objetivos. Descanse mais. Aquário 21/01 a 19/02 - Esta semana vai se sentir inspirado e com iniciativa. O momento é favorável ao combate de saudosismo e pessimismo. Não são aconselháveis gestos autoritários. Procure descansa. Libra de 23/09 a 22/10 - Para estes nativos dificilmente serão colhidos de surpresa por acontecimentos negativos. Não guarde as conclusões só para si.Uma antiga promessa pode ser cumprida. Sente-se forte. Gêmeos de 21/05 a 20/06 - As suas ideias vão fluir em abundância o que facilitará a sua vida nos momentos cruciais. Não se isole, nem rejeite convites. Semana será conturbada. Atenção com objetos cortantes. Capricórnio de 22/12 a 20/01 - A conjuntura perspectiva vitórias pessoais. A vida sentimental evolui de forma favorável. A força das suas convicções será de mais-valia para atingir metas. Entorses ou luxações. Virgem de 23/08 a 22/09 - A conjuntura indica que deve agir com muita cautela. Pode tomar decisões que envolvam aspectos legais. Necessita ganhar tempo. Adquira conhecimentos sobre hábitos alimentares. Touro de 21/04 a 20/05 - A conjuntura traz amplas perspectivas de melhorias. Não é conveniente fomentar relacionamentos paralelos. Semana bastante positiva. Tenha mais cuidado com problemas orgânicos. Sagitário de 22/11 a 21/12 - A conjuntura para esta semana é positiva, embora muito forte e mesmo radical. A semana é de grandes definições e mudanças. Terá muitos desafios. Na saúde, semana instável. Leão de 22/07 a 22/08 - A semana corresponde a um período de preparação para tempos futuros. Tente combater alguma apatia ou acomodação. Não entre em despesas muito exageradas. Faça exercícios. Áries de 21/03 a 20/04 - Semana em que deve refletir antes de tomar atitudes. Algumas contrariedades. Boa hora para negociar créditos. Na saúde, risco de acidente em especial para o elemento feminino. Fatalidades: A ONG Rede Vida no Trânsito instalou nesta semana cruzes ao lado do semáforo da Av. Gustavo Richard, para marcar o Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito (19/11). Somente em Florianópolis foram 61 em 2016

[close]

p. 13

São José, 24 de novembro de 2017 13 Largando na frente O Grêmio fez a lição de casa e largou na frente na disputa pelo título da Libertadores-2017. Como era de se esperar, ambos os times fizeram um jogo com muito equilíbrio, muita marcação e pouca ofensividade. Ao Grêmio, jogando em casa, só a vitória interessava. E no segundo tempo brilhou a estrela do técnico Renato Gaúcho, que não demorou pra trocar três jogadores de uma só vez, entre eles o meia Cícero. A estrela do meia apareceu aos 37 minutos, quando aproveitou uma bola levantada, tocou levemente com o pé direito marcando o único gol. Essa vitória dá uma certa vantagem ao Grêmio no jogo decisivo contra o Lanús, na próxima quarta-feira (29/11), na Grande Buenos Aires. Atenção voltada Restam apenas duas rodadas para consumar o Brasileirão 2017. Na parte de cima já está praticamente tudo definido com o Corinthians o grande campeão. A atenção agora é voltada para a maldita zona. O Atlético/GO é o único rebaixado. Neste momento, Avaí, Sport e Ponte Preta completam a lista dos possíveis avexados. Vitória e Coritiba também correm sérios riscos de queda. Com fé e esperança Foi um jogo daqueles que o torcedor avaiano precisou tomar alguns “Captopril” para aliviar a pressão. O quase acabrunhado Avaí fez o dever e casa e com muita garra derrotou o Palmeiras fazendo o seu torcedor acreditar que ainda existe fé e esperança nesta angustiante batalha. O milionário Palmeiras veio a Florianópolis, sem muita coisa a aspirar neste Brasileirão e mostrou um futebol chocho e estabanado, como fez em toda temporada. A escalação de três volantes – Tchê-Tchê, Moisés e Tiago Santos – já dava sinais que o Leão ia fritar o Porco. Ano funesto No próximo dia 29/11 irá fazer um ano que perdemos Delfim de Pádua Peixoto Filho, o nosso eterno presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF). Até o mais sério dos críticos que adoravam meter o pau em suas administrações admitem que o “homem” está fazendo falta ao nosso pobre futebol, principalmente quando o assunto é referente aos nossos clubes em campeonatos brasileiros. Delfim era o único presidente de Federação que batia de frente com a cacalhada que hoje comanda a CBF. Ele fez e está fazendo muita falta no comando do nosso futebol. O pior já passou 2017 foi um ano desastroso para o Figueirense. O seu fiel torcedor não precisava passar por tantas humilhações. Contra o Juventude, em Caxias do Sul, o Alvinegro do Estreito entrou em campo já inalando os ares da segundona brasileira para o próximo ano. Agora, faltando apenas um jogo para o Figueirense encerrar sua pífia campanha nesta Série B, o pior já Para a alegria dos filhos, marido, familiares e amigos, a josefense Renata Silva andou trocando de idade na última semana. passou, o time não cai mais. A diretoria deve agora juntar os cacos, montar um novo time para 2018, e que seja eficiente. Alguns jogadores merecem ir embora, contratar algumas peças chave e definir se Milton Cruz fica ou deixará o comando do time. De fora E o que dizer do Joinvile? É legitimamente octacampeão catarinense, conquistas consecutivas de 78 a 85. A fase atual do JEC é tão funesta que até o modesto Brusque entrou na Arena Joinville e, como visitante, meteu 3 a 0 ao natural, despachando um do grandes clubes do futebol catarinense da decisão da Copa Santa Catarina. Brusque e Tubarão irão decidir o título. Quem vencer fica com a quarta vaga na Copa do Brasil do ano que vem. Pode ficar O presidente do Figueirense, Wilfredo Brilinger, não está convicto que o ideal neste final de ano é mandar o técnico embora. Mas alguns membros do Conselho e uma certa parte da torcida estão bastante impacientes com a qualidade do trabalho feito por Milton Cruz. O problema é que o treinador teria cometido alguns erros nas escalações e substituições em alguns jogos. Como o mercado não tem bons nomes a esta altura, não será nenhuma surpresa se assim que a Série B terminar, Milton Cruz possa ser mantido no comando em 2018. Drops da arquibancada • Maicon vestiu mais uma vez a camisa do Avaí e através de enorme pressão ao entrar em campo, o experiente lateral ajudou o Avaí a manter acesa a chama da esperança de permanecer na elite ajudando o Leão na vitória contra o Palmeiras. • A segundona brasileira também está chegando ao seu final. Falta apenas uma rodada para o encerramento deste importante certame. O América/MG poderá levantar a taça, para o desespero dos colorados. • A Chapecoense mais uma vez salvou a imagem do futebol catarinense a nível nacional, garantindo a sua permanência na elite do futebol brasileiro em 2018. • O Flamengo carimbou faixa de campeão do Corinthians e num tempo só de jogo meteu 3 a 0 para liquidar a fatura. • Rebaixamento é algo que assombra os clubes do futebol brasileiro. Se o Avaí bater o Atlético/PR na Ressacada, volta a brigar por sua permanência na Série A. É uma verdadeira decisão de campeonato para o Leão. BRASILEIRÃO - SÉRIE A 37ª RODADA 25/11 - SÁBADO - 17:00 Fluminense X Sport 26/11 - DOMINGO - 17:00 Corinthians X Atlético-MG Cruzeiro X Vasco Coritiba X São Paulo Grêmio X Atlético-GO Ponte Preta X Vitória Avaí X Atlético-PR 26/11 - DOMINGO - 19:00 Flamengo X Santos Bahia X Chapecoense 27/11 - SEGUNDA - 20:00 Palmeiras X Botafogo BRASILEIRÃO - SÉRIE A Clube 1º Corinthians 2º Grêmio 3º Palmeiras 4º Santos 5º Cruzeiro 6º Flamengo 7º Botafogo PG J V E D GP GC SG 71 36 21 8 7 48 27 21 61 36 18 7 11 51 31 20 60 36 18 6 12 59 42 17 59 36 16 11 9 39 30 9 56 36 15 11 10 45 36 9 53 36 14 11 11 46 35 11 52 36 14 10 12 43 38 5 8º Atlético-MG 9º Vasco 10ºBahia 11º Atlético-PR 12º Chapecoense 50 36 13 11 12 46 44 2 50 36 13 11 12 37 46 -9 49 36 13 10 13 49 46 3 48 36 13 9 14 42 42 0 48 36 13 9 14 44 48 -4 13º São Paulo 14º Fluminense 15º Coritiba 16º Vitória 46 36 12 10 14 45 47 -2 46 36 11 13 12 48 50 -2 43 36 11 10 15 40 47 -7 40 36 10 10 16 46 54 -8 17º Ponte Preta 18º Sport 19º Avaí 20º Atlético-GO 39 36 10 9 17 34 47 -13 39 36 10 9 17 43 57 -14 39 36 9 12 15 27 47 -20 34 36 9 7 20 36 54 -18 Cartão Rosa Para a Associação do Centro Histórico de São José da Terra Firme, que vai promover a 12ª Sopa de Siri, em março de 2018, com várias novidades. Uma delas não repetir as imensas filas no momento de comprar o tíquete para a sopa, que sempre foi e será novamente divina. Cartão Vermelho Para estes “sujismundos” que ficam descartando seus lixos em terrenos baldios emporcalhando ainda mais a nossa cidade. São moradores dos próprios bairros que não colaboram na luta por uma cidade mais decente. Não adianta só a prefeitura fazer a sua parte. Aplicar pesadas multas contra pessoas que adoram conviver com sujeira é uma boa alternativa. A comunidade tem que aprender a entrar nos eixos. Ou por bem ou por mal. Os “Sujis” estão espalhados por aí: São José, Palhoça, Biguaçu e outras áreas. Em homenagem ao Palmeiras, a Itália está fora do Mundial de 2018. PensAMentO DO BAMBI

[close]

p. 14

14 São José, 24 de novembro de 2017 Alex Ribeiro/Belladasemana/divulgação/CSC Andrezinho andrezinhofco@gmail.com tudo isso? O Observatório Social de São José pediu a suspensão do Pregão para locação de 52 veículos da Prefeitura de São José. O Tribunal de Contas do Estado está analisando a medida cautelar que questiona a alteração inesperada e imotivada do critério de julgamento do certame de menor preço por item para menor preço global. O pregão seria aberto dia 30 de outubro último, mas foi suspenso pela Prefeitura em virtude da necessidade de análise de retificação do Edital. Pelo menos cinco empresas já haviam protocoladas propostas, interessadas em locar determinados veículos individualmente. Patriota Após muitos meses de namoro, finalmente o deputado e précandidato à Presidência da República, Jair Bolsanaro (ex PSC) assinou sua pré-filiação com o Patriota, antigo PEN (Partido Ecológico Nacional). O documento é um termo de compromisso, mas a filiação só deverá acontecer em março de 2018, quando for aberta a janela eleitoral. Cromossomo 21 Estreia dia 30/11 nas capitais do País o filme Cromossomo 21 que é protagonizado por uma jovem com Síndrome de Down. O filme conta a história de uma jovem com Síndrome de Down, Vitória (Adriele Lopes), que se apaixona por Afonso (Luís Fernando Irgang), sem síndrome. O envolvimento desperta na menina uma independência e sexualidade, e na sociedade um questionamento sobre o envolvimento deste casal para os padrões. A ideia do filme surgiu quando o diretor Alex Duarte, então estagiário de um jornal de São Luiz Gonzaga (Rio Grande do Sul), foi cobrir a aprovação de Adriele no vestibular. “Eu fui cheio de dedos, não sabia como interagir. Fiquei com medo. Quando cheguei lá, ela me virou do avesso. Me questionou: Alex, será que um dia vou amar nessa vida? Ninguém me convida para sair. Você acha que eu tenho amigos de verdade?”, lembra o cineasta, que já havia dirigido o documentário Haiti – A missão de nossas vidas. O filme já recebeu as seguintes premiações: Mensão Honrosa no Festival de Cinema de Gramado, Filme em Destaque do 9º Festival de Cinema de Los Angeles em Hollywood, Melhor filme popular no Festival de Cinema Internacional. Na Grande Florianópolis, o filme estreia dia 7/12 no Continente Park Shopping, em São José. O elenco: Adriele Pelentir, Luís Fernando Irgang, Marisol Ribeiro, Deborah Finochiaro, Susy Ayres, Fernando Barbosa, Fernanda Ávila, Nêmora Cavalheiro, Saulo Meneguetti, Patrícia Marques Fernanda Honorato e Tatiana Monteiro. APAes O XI Festival Regional Nossa Arte das APAEs da Grande Florianópolis acontecerá nesta sexta-feira (24/11) das 13h às 17h no Teatro do Centro Multiuso de São José. Neste evento, os alunos/artistas participarão de 7 categorias de Arte, com apresentações de espetáculos de Dança, Dança Folclórica, Música e Teatro, bem como exposição de obras em Artes Visuais, Artesanato e Artes Literárias. Serão 10 apresentações de palco e mais de 30 obras em exposição. Um evento belíssimo, os alunos/artistas têm a oportunidade de apresentar ao público sua arte e suas habilidades artísticas. Divulgação/CSC Duas peças raras e da melhor qualidade: amigos Carlos Schmidt e Manoel Porto do Lago, curtindo às férias em Miami, durante esse mês. Mas não foram sozinhos, as esposas estavam juntas Nossa Bella da Semana é a paulista Beatriz Fida, moradora de Florianópolis. A nova modelo é charmosa, espontânea e divertida. Beatriz é estudante universitária e viaja sempre que pode, curte o verão na praia, e adora sair com as amigas e diz que não consegue se imaginar morando em algum lugar que não tenha praia. Quer ver mais da Beatriz, vai, acesse o belladasemana.com.br e confira. Du Piru No feriado de 15 de novembro, a galera do melhor clássico da cidade, o Cachorro Quente Du Piru, se reuniu no Sítio das Figueiras, em Biguaçu, para a Festa de Confraternização Anual. Um dia de muita diversão, pois depois de um ano intenso de trabalho essa galera merece uma festança. Parabéns Concurso Dia 21 de novembro de 2017, a Defensoria Pública de Santa Catarina divulgou no Diário Oficial do Estado de Santa Catarina o Edital de Abertura do II Concurso Público para o preenchimento de vagas e cadastro de reserva para os cargos de Analista Técnico e Técnico Administrativo, sendo 6 vagas para Analista Técnico e 6 vagas para Técnico Administrativo. As provas serão dia 27 e 28 de janeiro de 2018. Pensamento da semana “A amizade nunca foi e nunca será uma questão de presença física. Porque amigo não precisa estar. Amigo precisa ser.” Cobrir a quadra Quando a Prefeitura de São José anunciou a revitalização da orla do Centro Histórico, uma dúvida ficou no ar: vão mesmo demolir o ginásio Carlos Varela? No projeto apresentado, duas novas quadras, descobertas, tomarão o lugar do ginásio. Apesar de ser um belo projeto, alguns moradores não aprovaram este ponto específico. A Associação do Centro Histórico está se movendo para arrumar uma solução alternativa de quadra coberta no bairro. É a quadra do Colégio Estadual Francisco Tolentino. Em conversa com o deputado estadual Mauro de Nadal, o diretor do colégio, Cláudio, e Zé Ricardo, membro da Associação, ficaram sabendo nesta semana que a divisão de infraestrutura da Secretaria Estadual de Educação aprovou a cobertura da quadra do colégio. O problema é que pelo Código de Obras do município de São José, a quadra não poderá ser totalmente coberta, é necessário um recuo mínimo. O que pode ser feito, neste caso, é uma emenda ao Código na Câmara de Vereadores, que está em tramitação naquela Casa, para ajustar o recuo específico e poder contemplar esta obra para o colégio. Divulgação/CSC Funcionário e patrão, mas também super amigos, Max Marques – Diretor de Marketing – com Jorge Guarezi, da Guarezi Materiais de Construção, após receber o mimo que é a cara do Jorge. Ficou show! sem explicação Essa semana, durante encontro de amigos jornalistas, um fato chamou atenção: hoje existe Assessoria de Comunicação na Câmara de Vereadores de São José. Muitos não sabiam, inclusive esse aqui, que não recebe nenhuma informação da Casa. E a única prefeitura que não manda nada para seu criado é de São José, que também foi questionada. Mas tem gente que recebe.

[close]

p. 15

São José, 24 de novembro de 2017 Gente redacao@correiosc.com.br DIVeRsãO Equipe da Max Oil, de Forquilhinhas, sob o comando do Max, comemorando o sucesso da promoção realizada no último final de semana, onde cada cliente pode curtir o simulador e sentir a emoção de pilotar um carro de Fórmula 1. Um sucesso. 15 AnOs   Livia Fontoura Berger, filha do casal Dilmo e Cristine Berger, e irmã da especialista em mercado de luxo Manu Berger, já em contagem regressiva para a sua festa de 15 anos, que será em grande estilo na Milk, em Jurerê Internacional, dia 7 de dezembro. Divulgação/CSC Lucas Cervenka/CSC ALUnA KUMOn Lauren Tezoto é aluna concluinte de Português da escola Kumon. Ela está dois anos adiantada em Matemática e um em Inglês. Lauren recebeu premiação do coordenador Edinaldo Ribeiro na última Expo Kumon, em (11/11) FORte AOs 87 AnOs Ela é uma simpatia, um exemplo de garra e esbanja energia e disposição. Hiltrudes Pereira, mais conhecida como a “Dona Trude”, é a matriarca do Grupo Pereira, que controla o Fort Atacadista. Ela prestigiou a inauguração de mais uma das lojas comandadas pela família, desta vez no município de Porto Belo. Somente aqui no estado são, hoje, 17 lojas do Fort Atacadista; no Brasil atualmente a rede já conta com 28 lojas. Aos 87 anos, Trude, que reside em Balneário Camboriú, ainda faz questão de visitar, diariamente, algumas unidades. Divulgação/CSC 15 Fabiano Ribeiro/Divulgação/CSC Chan/WeArt/Divulgação/CSC Lucas Cervenka/CSC MORAR BeM Tomou posse a nova diretoria da Associação dos Moradores do bairro Morar Bem, em São José, comandada por Luiz dos Santos. Ele destacou os maiores problemas da região: desemprego, lixo jogado a céu aberto e os animais doentes circulando nas ruas do bairro, principalmente cachorros e cavalos. A diretoria está fazendo parceria com a Prefeitura de São José e empresários locais por mais melhorias para a comunidade. A primeira medida será a construção de uma Horta Comunitária. A vereadora Sandra Martins prestigiou o evento.   enCOntRO + sAMBA André Luiz Machado e Vanessa Thives no 2º Encontro Mais Samba que aconteceu no domingo (19/11) no Grêmio Municipal de São José, com um excelente buffet de massas acompanhado de muitos bambas bons de samba. Parabéns, André.

[close]

Comments

no comments yet