Jornal Povo Cigano Online 06

 

Embed or link this publication

Description

Povo Cigano Edição 06

Popular Pages


p. 1



[close]

p. 2

O Jornal Povo Cigano não se responsabiliza por matérias assinadas e publicadas, respeitando a opinião de cada cronista, colunista e jornalista, que tem o ponto de vista e que são integralmente responsáveis por cada matéria, nota ou fatos por eles abordados.

[close]

p. 3

Horóscopo Cigano Novembro PUNHAL (Áries) 21/03 á 19/04 censo de acácia. questões. Banho de essência de ló- O ciumento passa a vida a procu- tus com jasmim, cor preto com bran- rar um segredo, cuja descoberta lhe SINO (Virgem) 23/08 á 22/09 co, nº 19, incenso de patchouli destruiria a felicidade. Julga, mas Se quer viver uma vida feliz, ama- não gosta de ser julgado, seja mais rre-se a uma meta, não às pessoas TAÇA (Aquário) 22/01 á 19/ 02 sensato em suas atitudes. Banho de nem às coisas. Banho de lavanda, As espécies que sobrevivem não são alecrim, cor marrom, nº 03, incenso cor amarelo ouro, nº 62, incenso de as mais fortes, nem as mais inteli- de arruda. ananda. gentes, e sim aquelas que se adap- tam melhor às mudanças. Adapte- COROA (Touro) 20/04 á 19/05 MOEDA (Libra) 23/09 á 22//10 se. Banho de sândalo, cor marrom, As montanhas da vida não existem Saber esperar é uma virtude! Aceit- nº 40, incenso de verbena. apenas para que você chegue no ar, sem questionar, que cada coisa topo, mas para que você aprenda o tem um tempo certo para aconte- CAPELA (Peixes) 20/02 á 20/03 valor da escalada. Dê mais valor a cer... é ter fé, aprenda a ter fé. Ban- É preciso saber... Que tudo tem um cada minuto que passa. Banho de ho de lírios, cor lilás, nº 77, incenso tempo certo para acontecer. O in- almíscar. Cor azul mesclado com de canela. sucesso é apenas uma oportunidade branco, nº 40, incenso de sândalo. para recomeçar de novo com mais ADAGA (Escorpião)23/10 á 21/11 inteligência. Banho de noz-moscada CANDEIAS (Gêmeos) com baunilha, cor verde bandeira 20/05 á 20/ 06 O mundo não está interessado nos com preto, nº 27, incenso de lavan- Sem sonhos, a vida não tem brilho. temporais que você encontrou. Ele da. Sem metas, os sonhos não tem al- quer saber se você trouxe o navio. icerces. Sem prioridades, os sonhos Evite falar de você, mostre a solução. Cartas ciganas: 21-964125857 não se tornam reais. Sonhe, trace Banho de louro com lavanda, cor vi- Apenas WhatsApp metas, estabeleça prioridades e cor- oleta, nº 92, incenso de almíscar. ra riscos para executar seus sonhos. (Agende uma consulta, é leitor do Melhor é errar por tentar do que errar MACHADO (Sagitário) Jornal Povo Cigano e terá um bom por omitir. Banho de flor de laranjei- 22/11 á 21/12 desconto). ras, cor verde, nº 40, incenso de ro- Amadurecer não é tomar decisões sas brancas. corretas sempre. Amadurecer é sa- ber lidar com as decisões tomadas. RODA (Câncer) 21/06 á 21/07 Pare de lamuriar, de reclamar e en- Evoluir é reconhecer nossos er- contre a solução para sua paz. Ban- ros. Mesmo que não dê para con- ho de cravo, cor azul caneta, nº 58, sertá-los. Mas pelo menos não repe- incenso de mirra. ti-los. Banho de alfavaca, cor branco mesclado de vermelho, nº 11, incen- FERRADURA (Capricórnio) so de rosa amarela. 22/12 á 20/01 É fácil trocar as palavras, Difícil é in- ESTRELA (Leão) 22/07 á 22/08 terpretar os silêncios! É fácil camin- Troque suas folhas, mas não perca har lado a lado, Difícil é saber como suas raízes. Mude suas opiniões, se encontrar! É fácil beijar o rosto, mas não perca seus princípios. Ban- Difícil é chegar ao coração. Só com ho de jasmim, cor verde, nº 37, in- sabedoria conseguirá resolver estas

[close]

p. 4



[close]

p. 5



[close]

p. 6

Trinta e três milhões de deuses. Só podia ser na Índia Se for certo que a religião cigana é monoteísta, para o homem comum das ruas e campos, existem nada menos que 33 milhões de deuses e deusas. Os livros que li na misteriosa Índia falam isto, mas não citam todos os nomes dessas divindades. E por certo seria impossível. Os Kakus, magos gitanos, dizem que há um só Deus e uma infinidade de manifestações com nomes e características diferentes. Os ciganos, logicamente, nascidos na Índia, creem neles. Eles possuem forma humana, mas os com aparência de animais ou mistura de animais com seres humanos. Há Deuses rios, montanhas, o sol e o planeta terra. Viviam bem! Aí chegaram os brancos, arianos e trouxeram suas crenças védicas. Criam-se mais deuses. E assim, surgem outras divindades. O criador de tudo, no entanto, foi Brahma, mas há quem diga que foi Ganesha, o elefante. Brahma tem quatro cabeças, significando a sabedoria. Há Vishnu, o deus mais popular, e sua esposa Lakshmi. A esposa de Brahma é Sarasvati. Também há Shiva, o destruídos, marido de Kali. Essa é a deusa negra, com a língua de fora, mãe de todos os ciganos. Ela tem quatro braços e usa um colar de caveiras. É a deusa da morte. Deusa antiquíssima adorada pelos aborígenes da Índia. Assim, Kali é a verdadeira deusa dos rons, sudras ou ciganos. Mas tendo sido afastados da Índia, começaram a cultuar outros deuses, como por exemplo, a Virgem de Macarenha, santa amada pelos ciganos na Espanha que acompanham sua procissão em carroças e cavalos enfeitados. Nossa senhora de Aparecida, deusa cigana no Brasil, nossa protetora. Ave! Nossa senhora da Conceição, cultuada pelos ciganos de Portugal. Santa Maria Madalena, dos ciganos de toda Europa. Otc ha! Bem, vemos que para cultuar ciganos, é preciso estudá-los e entende-los. O culto é AGRAFO, nada foi escrito. Assim, viajei o mundo, li, participei de ritos e magias. Mas tendo nascido no Catumbi, no Rio, nasci no meio de ciganos. Vi um bloco de carnaval cigano e participei da festa do divino, na igreja de N. Senhora da Conceição. Também tive uma bisavó gitana austríaca. Hoje, há 52 anos, jogo tarôs, faço trabalhos, ensino e sei que tudo estava escrito. Era uma jornalista fazendo entrevistas na T.E Mirim, quando Wladimir veio e com ele a sorte. Girando a Rosa do ano: Há sete rituais ciganos no ano. São a roda da vida. Arribá! A grande mãe há milhares de anos atrás era cultuada. Ela é a arte, a senhora da magia, que gera filhos. No inverno, o deus renasce. Fazemse festas, comidas e fogueiras. Em 21 de dezembro há a festa da regeneração da terra. Em 1º de fevereiro faz-se a festa de Pavarti e ora-se para o sol. Em 24 de maio faz-se a festa de Kali e do meu templo sai uma caminhada pelas ruas de Maria da Graça. Em 20 de maio faz-se a festa do amor, a da renovação. Em 9 de abril faz-se a festa de casamento dos deuses com as deusas. Invocação dos deuses e das deusas: “Em nome daquela que existe nas ondas, nos rios e mares, nas grutas escondidas e na ardente chama das paixões. Em nome do Deus que tudo sabe, que nos protege e guia. Nós, rons, o saudamos. Mãe antiga, Kali, mãe bondosa, Macarenha, mãe da luz, Madalena, mãe belíssima, Parvati, nós as saudamos. E com o longínquo brilho das estrelas guia-nos com amor maternal” Maria Helena Farelli

[close]

p. 7

Simpatia Cigana Para trazer de volta o seu amor meio do arroz em pé, pedindo que um incenso e então faça todos os (para quem tenha brigado com o cada grão daquele arroz seja um pedidos para que seu amor volte namorado ou marido) dia de felicidade para o casal. Em com a ajuda de mamãe Oxum 1 Taça de cristal seguida coloque açúcar em volta que o traga em seus br aços un- 1 caixa de incenso de rosas ou até o final da boca da taça ped- indo os anjos da guarda dos dois jasmim indo para adoçar o anjo da guar- para sempre. 1 foto 3x4 da da pessoa amada. Em frente Fazer esta magia durante 3 dias Açúcar coloque o pires e nele um papel seguidos sem pular um dia. Tem Arroz branco com os nomes do casal escrito à que ser feito direto. 1 pires lápis um nome em cima do outro e 3 velas azuis acenda as velas azul e rosa com Magias de Elizabeth da Ciga- 3 velas rosa o nome dele escrito com palito e na Núbia Tels. 21- 2482-1102 / 3 velas amarelas na vela rosa o nome dela. Junte 99607-1073 Os nomes as duas dizendo estar unindo os 9781-5001 Pegar a taça de cristal, lavar e anjos da guarda dos dois. Acenda incensa-la e depois colocar um as velas juntinhas e ao lado acen- Leiam os livros Magias e Encan- pouco de arroz. Pegue a foto do da a outra vela amarela oferecen- tamentos Ciganos - O Encanto casal 3x4 ou uma foto pequena do para mamãe Oxum pedindo a das Magias e Emantações Ciga- e coloque no centro da taça no união do casal. Ao lado acenda nas de Elizabeth da Cigana Núbia

[close]

p. 8



[close]

p. 9



[close]

p. 10

A Força do Povo Cigano Olá queridos amigos, já conversamos por aqui a respeito de outras culturas que acabaram se mesclando com a cultura do povo cigano, o que não descaracteriza suas práticas e costumes, afinal, estamos falando de um povo nômade, que passou por muitos lugares e, por diversas vezes, até mesmo por questões de necessidade e sobrevivência, precisou inserir ao seu dia a dia a cultura de outros povos, mas nunca deixando a sua própria de lado. A vida dos ciganos sempre foi muito dura, não podemos deixar de lembrar que desde o fim das perseguições pelos nazistas, este povo sempre foi muito marginalizado e tiveram, desta forma, que aprender a lidar com as adversidades, sempre embalados pela força da natureza e do luar. Como não conseguiam empregos então tiveram que dedicar-se ao que sabiam fazer, alguns trabalhavam cuidando e domando cavalos, outros pintando e tocando pelas ruas, alguns eram grandes ferreiros e ainda o que melhor sabiam fazer, a arte da magia, a leitura do sorte na palma da mãos, nas folhas de chá, na borra do café ou nas cartas, desta maneira iam ganhando seu sustento, ainda que pouco, mas de maneira digna e com muito suor. Muitas lendas foram surgindo, sempre no intuito de colocar a população contra os ciganos, pois estes não eram aceitos pela classe alta da sociedade, pois eram livres e isto sempre causou inveja àqueles que vivem apenas para causar boas impressões aos outros sufocando muitas vezes suas vontades e sonhos, o modo de vida cigana sempre incomodou, então eles tinham que continuar sendo marginalizados e um dos mitos mais absurdos e que ainda ouço dizer até hoje é que são ladrões e roubam crianças. Os ciganos não roubam, muito menos crianças, este mito surgiu porque muitas mulheres da alta sociedade acabavam engravidando de outros homens ou sim plesmente aquelas que ainda não eram casadas e engravidavam e isto, para a época, era uma grande vergonha, então tinham que livrarse da criança e acabavam recorrendo aos ciganos que eram incapazes de abandonar uma vida e sempre acolhiam o bebê, criando-os como ciganos, como um dos seus. Portanto, muito se diz sobre os ciganos, mas muito do que é dito deve ser antes analisado, pois ainda existem muitos mitos e mistérios que cercam este povo, assim m conta uma bela amiga cigana chamada Maria Rosário, uma cigana já anciã de muito saber, que ainda não tive a oportunidade de ver ninguém que trabalhasse com ela, mas sempre me atende junto aos outros amigos ciganos quando preciso de auxílio e muito já aprendi com suas palavras. Maria Rosário possui em seu rosto as marcas do tempo e não pude deixar de notar seu olhar sereno e ao mesmo tempo firme, digno de uma grande chefe cigana, veste roupa de cores neutras, diferente das ciganas mais jovens sempre com cores bem vivas e sua cabeça é sempre coberta por um lenço. Ela me conta que viveu aqui mesmo, na América do Sul, andou por muitos lugares como Argentina e Chile, porém foi no Peru que permaneceu durante mais tempo. É uma grande cigana curandeira, trabalha com todas as ervas e em todas as fases da lua, sempre com uma magia destinada a cura dos males físicos e emocionais ela auxilia a todos que a ela recorrem. Maria Rosário ensina uma infusão para ser tomada sempre pela manhã para tratar infecções, processos inflamatórios, problemas de útero ou problemas de pele, basta em uma garrafa com água filtrada acrescentar folhas de algodão e deixar descansar por três dias, protegido do calor e do sol, após os três dia, coar e beber sempre pela manhã um pouco desta infusão, mas um ensinamento de uma grande vovó cigana. Até a próxima amigos, que a sabedoria dos nossos amigos ciganos possa sempre nos guiar por bons caminhos! Um grande e fraterno abraço. Optcha! Mayson d´Oxaguian Contato: (21) 31762665 / 964046134

[close]

p. 11



[close]

p. 12



[close]

p. 13

2ª Festa Cigana Opre Roma A Festa Cigana Opre Roma 2017 produzida pelo casal “ Rom Andreas Romeno Monteiro e a Calin Cristine Hamuche Monteiro foi um grande sucesso! Contou com a presença da Banda Casa Nueva, participação especial do violonista Dino Guterres e como atração principal a banda Guardiões da Noite do Oriente vinda diretamente de São Paulo. Além dos shows a festa apresentou atrações de pirofagia, danças típicas, ciganas, ventre e flamenco. Contamos também com tendas de artesanato, oráculos, concurso de melhor dança Opre Roma e restaurante próprio. Pensando já na próxima festa uma coisa é garantida pelo “casal Rom Calin” ano que vem teremos pelo menos dois dias de Festa seguidos. Agradecemos pela participação e apoio do Edézio Paz com a rede Rva Jornal da Dança e o Jornal Povo Cigano (Diretor Marcelo Oliveira).

[close]

p. 14



[close]

p. 15

As Linhas das Mãos Quiromancia é o ramo da Quirologia que estuda as linhas das mãos, os sinais e o cálculo dos acontecimentos. As linhas das palmas das mãos e das plantas dos pés, juntamente com as impressões digitais, são formadas durante o desenvolvimento do embrião em feto. Contudo, é importante entender que esses processos independem do genoma do indivíduo, ou seja, não são características genéticas. Portanto, mesmo gêmeos idênticos, terão diferentes registros em suas mãos e consequentemente, um mapa diferenciado em suas palmas. As Linhas mostram um fiel reflexo de como pensamos, sentimos e agimos. Trazem o registro dos acontecimentos do passado, presente e possível futuro, pois as linhas podem mudar. São canais de energia e como tal, passíveis de sofrer colapsos ou ter seu potencial aumentado, transformado de acordo com o modo de viver, vindo a crescer, sulcar ou enfraquecer. Da mesma forma que seu percurso pode vir até a desaparecer, pode também ser fortalecido de forma que o indivíduo possa atenuar ou transformar dificuldades, conflitos, problemas de saúde, previamente, descobertos e cuidados, o que promoverá alterações psico-emocionais positivas. É importante perceber em que parte da mão a linha nasce, por onde atravessa e o local onde termina. Caso uma linha se una a alguma outra linha de valor, terá seu significado alterado. Como um personagem, terão o primeiro ou segundo papel dependendo do enfoque inicial da leitura. Sua composição traz informações importantes da saúde física e mental. Deve-se avaliar sua qualidade, levando em conta sua regularidade e profundidade; se é inteira, partida ou desaparece após um defeito, e, em que condições prossegue, se ultrapassado o sinal nefasto. Quanto maior a nitidez do seu traço e menor o número de interrupções, cortes, furos ou cruzes em seu percurso, maior força terá. Deve ser levada em consideração a uniformidade das linhas, pois caso todas tenham a mesma profundidade, regularidade e cor, levarão a um prognóstico diferenciado de uma mão, onde uma linha de maior nitidez se destaque mais das outras. Linhas de pouca profundidade, cor fraca, não são de boa qualidade e denotam, falta de empenho, fragilidades e até debilidade de caráter. Linhas que sulcam a mão, de cor intensa, sem barras ou outros defeitos, caracterizam temperamento equilibrado, mental forte, vitalidade e tendência a realizações bem sucedidas. As irregularidades no percurso da linha, com períodos de alternância, podem estar falando de mudanças na forma de agir, no respectivo período em que se apresenta. Pouco auspicioso se as variações se apresentam em todas as linhas. Pequenas linhas verticais, aparentemente sem grande significado, são benéficas, enquanto que as horizontais, em sua maioria, tendem a prognósticos negativos. Uma série de linhas superpostas horizontalmente, não são de bom prognóstico. Se estiverem sobre um monte, enfatizam suas características negativas, como por exemplo enfermidades, principalmente se forem profundas e de forte coloração. Questões que, com prévio conhecimento, poderão ser tratadas de acordo com a necessidade através de uma medicina preventiva, recursos terapêuticos, como Terapia Floral, Constelação Familiar, Cristais, Cromoterapia. Durante o curso de Quirologia, que será ministrado por Márcia Tavares, no Espaço cultural Samyama, várias técnicas serão introduzidas para otimizar o processo. MARCIA TAVARES Mestranda em Criatividade. Consteladora, Terapeuta Floral e Arteterapeuta. Contato: (021)97604-3523 / 99454-6965

[close]

Comments

no comments yet