Embed or link this publication

Popular Pages


p. 1

Ano II | N° 7 | Setembro/2017 Distribuição gratuita Excelência em saúde página 20

[close]

p. 2

2 Ao longo de sua história, o Colégio PM vem reforçando o comprometimento histórico de toda a comunidade escolar com os valores Saber, Honra e Disciplina, que se tornaram parte indissociável de sua identidade. Com O Líder em Mim, estes valores são reforçados dentro e fora da escola. Pais e alunos já sabem a diferença que o programa faz na convivência diária, havendo mais respeito entre as pessoas e suas diferenças. Além de tudo isso, em parceria com o programa, o Colégio PM também trabalha a liderança, incentivando crianças e adolescentes a serem proativos, responsáveis e com mais autoestima e confiança.

[close]

p. 3

3 O Líder em Mim está presente em cerca de 400 escolas no Brasil e em mais de 3 mil escolas ao redor do mundo, transformando a vida de alunos, pais e educadores com a vivência dos 7 hábitos, com foco em princípios, valores e a quebra de paradigmas. Os resultados se relacionam diretamente com o domínio de competências socioemocionais e com os valores que já são tradição no Colégio PM! Quer saber mais sobre O Líder em Mim, acesse www.olideremmim.com.br.

[close]

p. 4

4 Revista Cruz Azul Expediente Sumário Revista Cruz Azul é uma publicação trimestral da Associação Cruz Azul de São Paulo Corpo Diretivo: Superintendente Cel PM Julio Antonio de Freitas Gonçalves Coordenador de Saúde Cel PM Renato Aldarvis Coordenadora Clínica Dra. Joyce Mari Stocco Coordenador de Educação Cel PM Renato Penteado Perrenoud Coordenador de Logística Cel PM Marcos Roberto Chaves da Silva Coordenador de Finanças Cel PM Maximiano Cássio Soares Coordenador Cel PM Aguinaldo Nobre de Mello Chefe de Gabinete Cel PM Edson Teixeira Costa Publicação desenvolvida pela equipe da Comunicação Corporativa: Carla Cunha, Elisabeth Diniz, Fernanda Bigliatto, Mário Dias, Rosana Nóbrega e Sabrina Tono Diagramação e arte: Lucas Leandro Jornalista responsável: Bárbara Moraes - MTb.: 50.258/SP Banco de imagens: Acervo Cruz Azul e Shutterstock Tiragem: 30.000 exemplares Setembro/2017 comunicacao@craz.com.br www.cruzazulsp.com.br www.facebook.com.br/cruzazuldesaopaulo Certificações SISTEMA DE GESTÃO CERTIFICADO NBR ISO 14001:2004 5 Editorial Em prol da segurança 6 Eventos Recursos extras Terapia nutricional Cruz Azul em Bauru Youtubers do Colégio PM 10 Mensagem 112 anos de CBPM Gratidão e esperança 12 Saúde Humanizada Doação de órgãos e tecidos 14 Saúde Jovem Valorize a vida 16 Conexão Estudantil Língua e cultura 18 Saúde da Mulher Ovários policísticos 20 Capa Excelência em saúde 24 Saúde da Criança Juntos pela amamentação 26 Psicologia Atenção x Hiperatividade 28 Tecnologia Matemática dinâmica 29 Sustentabilidade TG-800, o guardião do lixo 30 Saúde do Homem Disfunções sexuais 34 Educação em Foco Clube de debates 36 Saúde na Melhor Idade Entendendo a osteoartrite 38 Esporte Gol de placa HOSPITAL SANTA MARIA CERTIFICADO nº 0309/003/079 VALIDADE: 23/06/2019 Link para edição online

[close]

p. 5

Em prol da segurança Revista Cruz Azul - Editorial 5 Cruz Azul adota medidas estratégicas para resguardar os pacientes e familiares atendidos pela instituição Em consonância com o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) instituído pelo Ministério da Saúde, a Cruz Azul empenha esforços para aprimorar a qualidade da assistência prestada àqueles que buscam nossos cuidados, ensejando no reconhecimento público destas iniciativas estratégicas. Além de figurar entre as melhores empresas do país no anuário da Revista Época (saiba mais na página 20), nossa entidade filantrópica também se destacou entre os hospitais que apresentam alta adesão às práticas de segurança do paciente em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), em termos de estrutura e processos, conforme listagem veiculada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Como referência na prevenção e promoção da saúde de forma ética, segura e sustentável, cabe salientar que nossa preocupação com a segurança está ligada a diversos fatores, inclusive alguns que estão fora do escopo de atuação. Por exemplo, coibir ações de estelionatários que tentam aplicar golpes contra familiares de pacientes internados em diversas instituições de saúde, solicitando depósitos bancários para remédios, exames e/ou procedimentos médicos urgentes e de alto custo. Em nota de repúdio às condutas criminosas, a Associação Cruz Azul de São Paulo esclarece que não realiza qualquer tipo de negociação financeira por telefone e/ou e-mail, visto que os trâmites necessários são efetivados pessoalmente, na Tesouraria do Complexo Hospitalar. Além disso, enfatizamos que os exames e procedimentos de emergência não requerem pagamento prévio. Ademais, ressaltamos ainda que, conforme as disposições do nosso Código de Ética e de Conduta, a quebra da confidencialidade ou o uso impróprio de informação confidencial são inaceitáveis, considerando quaisquer dados relevantes que não sejam de domínio público, que sejam notadamente sigilosos ou que estejam protegidos legalmente, incluindo prontuários médicos e documentos relacionados. Concomitante às normas e princípios que devem ser observados por todos os colaboradores, também reforçamos as orientações de segurança e divulgamos comunicados que alertam sobre o estelionato praticado por quadrilhas que aproveitam-se de um momento de fragilidade das famílias que estão preocupadas com os entes queridos internados, enganando-os para obter vantagens financeiras de forma inescrupulosa. Vale lembrar que, há 92 anos, a Cruz Azul está comprometida em prestar assistência à família policial-militar e à sociedade com excelência, humanização e elevados padrões de qualidade, sempre pautados pelos valores morais e cívicos que nos conectam à legião de idealistas da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Corpo Diretivo

[close]

p. 6

6 Revista Cruz Azul - Eventos Recursos extras Deputados Gil Lancaster e Cel PM Camilo contribuem para melhorias no Hospital Cruz Azul Cel PM Teixeira, Deputado Lancaster, Governador Alckmin, Cel PM Freitas, Dra. Joyce e Cel PM Aldarvis Em mais um lote de convênios com municípios paulistas e entidades, no dia 11 de maio, o Governador Geraldo Alckmin celebrou 59 acordos para investimento público, totalizando R$ 8,4 milhões. Na área de saúde, os recursos destinam-se à aquisição de equipamentos, ambulâncias, veículos de transporte, reforma e custeio de hospitais, além do que foi designado para a Secretaria da Casa Civil e para a pasta de Desenvolvimento Social. Sempre atuando em prol da melhoria contínua dos serviços dedicados à família policial-militar e à população paulista, o Superintendente da Associação Cruz Azul de São Paulo, Cel PM Julio Antonio de Freitas Gonçalves, assinou convênios com a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, em razão de duas emendas parlamentares de autoria dos Deputados Estaduais Gil Lancaster e Coronel PM Álvaro Batista Camilo. Na ocasião, o Governador Alckmin destacou que “não há parceria melhor do que com o governo local e entidades da sociedade civil, que não têm fim lucrativo e o objetivo é prestar serviço, além de melhorar a qualidade de vida da população”. Ao comemorar a cessão de verba pública, o parlamentar Lancaster ressaltou que tal liberação é uma grata satisfação, pois sabe que os recursos serão aplicados em uma área essencial, que é a saúde. Já o Cel PM Camilo frisou a seriedade e a qualidade dos serviços de saúde e de educação da Cruz Azul. “Como Comandante-geral por três anos, no período de 2009 a 2012, pude acompanhar a importância para o patrulheiro policial, que está na ponta da linha, saber que pode contar com esse apoio à sua família”, enfatizou o deputado. Durante o evento realizado no Palácio dos Bandeirantes, também estiveram presentes os representantes da Cruz Azul: o Coordenador de Saúde, Cel PM Renato Aldarvis; a Coordenadora Clínica, Dra. Joyce Mari Stocco e o Chefe de Gabinete, Cel PM Edson Teixeira Costa.

[close]

p. 7

Terapia nutricional Revista Cruz Azul - Eventos 7 Na véspera do Dia do Nutricionista, profissionais da saúde abordam os cuidados na assistência nutricional Em 30 de agosto, a Cruz Azul promoveu o 1º Simpósio de Terapia Nutricional, com a participação de cerca de 200 profissionais da área de saúde, em uma iniciativa da Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional (EMTN). Reforçando nosso comprometimento com a assistência integral à saúde, o evento abordou temas de extrema relevância sob a ótica nutricional, tais como: a otimização na recuperação do paciente cirúrgico, a visão do jejum intra-hospitalar pelas diretrizes do Projeto “ACERTO – Aceleração da Recuperação Total Pós-operatória”, as intervenções terapêuticas em casos de pacientes críticos e o gerenciamento do Protocolo de Prevenção de Jejum Prolongado. No Complexo Hospitalar Cambuci, o acompanhamento com terapia nutricional enteral e parenteral é realizado por meio da EMTN, uma Comissão composta por profissionais especializados na área: médico nutrólogo, nutricionistas, enfermeiros, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e farmacêuticos, que atuam de forma proativa para assistir os pacientes mais vulneráveis, os quais têm maior risco nutricional. A EMTN da Cruz Azul apresenta excelente desempenho, fato comprovado nos resultados dos indicadores de qualidade, como, por exemplo: Controle do Aporte Calórico e Proteico dos Pacientes com Nutrição Enteral e Parenteral, Eficácia do Protocolo de Controle e Trata- mento de Diarreia, Incidência de Saída Não Planejada de Sonda Enteral e Eficácia da Assistência Nutricional na Prevenção de Jejum Prolongado Pré e Pós Operatório. Além disso, também trabalhamos a sensibilização dos pacientes e seus familiares acerca da importância de medidas preventivas, inclusive as citadas no Protocolo de Broncoaspiração instituído para os casos de Disfagia, que é a dificuldade de engolir o alimento, o que pode gerar o risco de desnutrição, desidratação e/ou pneumonia aspirativa. Para a Gerente do Serviço de Nutrição e Dietética da Cruz Azul e Coordenadora da EMTN, Alexandra Lopes, “a atuação da equipe agrega muito valor na recuperação do paciente, sendo a terapia nutricional uma importante aliada para melhorar o desfecho clínico, porque a nutrição é um fator-chave para a qualidade da assistência e a segurança do paciente no âmbito hospitalar.” Consultas de Nutrição nos Ambulatórios Além do atendimento prestado no Complexo Hospitalar Cambuci, em breve, também será possível agendar consultas com Nutricionistas nos seguintes Ambulatórios Descentralizados da Cruz Azul: Água Fria (HPM), Itaquera e Guarulhos. Equipe de Nutrição com a palestrante Dra. Ana Paula Abate

[close]

p. 8

8 Revista Cruz Azul - Eventos Cruz Azul em Bauru Novas Unidades de Saúde e Educação no interior: Ambulatório de especialidades médicas e futuro Colégio PM Em 4 de agosto, durante a solenidade do 116º aniversário do 4º BPM/I, que contou com a entrega da Medalha do Centenário do Batalhão, a Associação Cruz Azul de São Paulo inaugurou o Ambulatório Bauru para ampliar o atendimento de saúde no interior paulista. Na ocasião, também celebramos os 92 anos da nossa entidade filantrópica, assim como foi anunciado o futuro Colégio PM na cidade, em mais uma iniciativa que visa beneficiar a família policial-militar. Por meio do convênio de mútua cooperação firmado entre a Cruz Azul e a Corporação, a nova Unidade de Saúde está instalada nas dependências da Policlínica do CPI-4 da Polícia Militar, inicialmente com as especialidades: Clínica Geral, Ginecologia e Pediatria, além de exames básicos. Com ampla cobertura da mídia bauruense, estiveram presentes: o Prefeito, Clodoaldo Gazetta; o Secretário -adjunto de Segurança Pública, Dr. Sérgio Turra Sobrane; a Chefe da Casa Militar, Cel PM Helena dos Santos Reis; o Corregedor Geral do Tribunal de Justiça Militar, Juiz Cel PM Orlando Eduardo Geraldi; o Comandante do Policiamento do Interior-4, Cel PM Airton Iósimo Martinez; o Comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar do Interior, Ten Cel PM Flávio Jun Kitazume; o Delegado e Diretor da Polícia Judiciária do Interior-4, Dr. Marcos Buarraj Mourão; a Delegada Chefe da Polícia Federal de Bauru, Dra. Karen Cristina Dunder; os Deputados Estaduais, Cel PM Álvaro Camilo e Celso Nascimento e os Vereadores: Telma Gobbi, Cel PM Roberto Meira, Fábio Manfrinato, Mané Losila, Miltinho Sardin, Roger Barude, Serginho Brum e Yasmim Nascimento, entre outras autoridades civis e militares. Também marcaram presença na solenidade os representantes da Cruz Azul: o Presidente do Conselho de Administração, Cel PM Dimitrios Fyskatoris, o Conselheiro Patrimonial, Cel PM Celso Aparecido Monari; o Superintendente, Cel PM Julio Antonio de Freitas Gonçalves; o Coordenador de Saúde, Cel PM Renato Aldarvis; a Coordenadora Clínica, Dra. Joyce Mari Stocco e o Coordenador de Educação, Cel PM Renato Penteado Perrenoud, acompanhados de colaboradores da instituição. Ambulatório Cruz Azul em Bauru Agendamento: (14) 3102-8400 e (11) 3348-9900 Endereço: R. Maj. Fonseca Osório, 4-65, V. Antártica – Bauru Especialidades: Clínica Geral, Ginecologia e Pediatria Procedimentos: consulte os exames básicos disponíveis, inclusive os de inspeção anual de saúde dos policiais militares Em 2018: Colégio PM Bauru Reserva de Vagas: (11) 3348-4044 Cel Monari, Cel Airton, Cel Perrenoud, Cel Julio Freitas, Cel Aldarvis, Dep. Est. Cel Camilo

[close]

p. 9

Revista Cruz Azul - Eventos 9 Youtubers do Colégio PM Em concurso estadual, nossas 11 Unidades de Educação homenageiam figuras históricas com vídeos em linguagem Youtuber Inovando nas políticas públicas da área educacional, no dia 4 de setembro, a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo lançou o projeto “Minha Escola é o Canal - Youtuber Escola SP”, na presença de diversas autoridades, incluindo o Cel PM Julio Antonio de Freitas Gonçalves, Superintendente da Cruz Azul, entidade filantrópica que é mantenedora do Colégio PM. Com o tema “o patrono da minha escola”, a primeira edição do concurso objetiva narrar a trajetória de personalidades que contribuíram para a história das instituições participantes e dos respectivos municípios. Nas 11 Unidades do Colégio PM, por exemplo, os homenageados são militares notáveis que têm conexão com os valores humanos enraizados em nosso projeto pedagógico desde 1979. Um dos idealizadores do projeto, o Secretário da Educação de São Paulo, José Renato Nalini, ressalta a importância de resgatar o sentimento de cidadania e promover a integração entre escola e sociedade, aproximando os alunos, familiares e professores na produção dos vídeos em linguagem Youtuber, que serão avaliados por um júri e também por votação via internet, saiba mais em: http:// minhaescolaeocanal.com.br/. Personalidades homenageadas pelas Unidades do Colégio PM: • Campinas – Coronel Antonio Batista da Luz, Comandante Geral na época da missão francesa em São Paulo. • Centro – Brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar, considerado o patro- no da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP). • Guarulhos – Capitão Alberto Mendes Junior, herói símbolo da PM, que foi um oficial da Força Pública durante o Regime Militar. • Itaquera – Sargento José Barbosa de Andrade, que deu a vida para salvar uma pessoa de afogamento, cujo martírio está em análise pela Igreja Católica para possível encaminhamento à causa de Santo pelo Vaticano. • Osasco – General Miguel Costa, que participou das Revoluções de 1924 e 1930, da Revolução Constitucionalista de 1932 e também comandou a Coluna Prestes. • Penha – General Júlio Marcondes Salgado, Comandante da PM na Revolução de 1932. • Santo Amaro – Coronel João Negrão, copiloto do hidroavião Jahú na travessia pioneira do Oceano Atlântico, o qual nomeia o Grupamento de Radiopatrulha Aérea da PM. • Santo André – Coronel José de Pina Figueiredo, Comandante do Grupo Especial de Polícia Rodoviária da então Força Pública, atuando na recém-inaugurada Rodovia Anchieta. • São Vicente – Tenente Coronel Pedro Arbues Rodrigues Xavier, herói de Cananéia em 1930: “um velho soldado da Força Pública morre, não se entrega”. • Sorocaba – Coronel Pedro Dias de Campos, fundador da Associação Cruz Azul de São Paulo, que foi Comandante Geral da PM e pioneiro do escotismo no Brasil. • Vila Talarico – Coronel Hilda Macedo, primeira mulher na PM e fundadora da Polícia Feminina de SP. Autoridades presentes no lançamento do projeto

[close]

p. 10

10 Revista Cruz Azul - Mensagem 112 anos de CBPM Espaço Memória expõe itens históricos que marcaram a trajetória da Caixa Beneficente Em 28 de setembro, comemoramos o 112º aniversário da Caixa Beneficente da Polícia Militar (CBPM), uma autarquia vinculada à Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo, que tem como missão principal gerir o regime de Assistência Médico-hospitalar e Odontológica (AMHO) em benefício dos familiares dos contribuintes. Nesta oportunidade, queremos compartilhar com a família policial-militar a reinauguração do nosso prédio histórico, que completou 100 anos de sua escrituração, sendo que as instalações foram restauradas, preservando a fundação e a pintura original da década de 20. Inicialmente, o casarão foi construído com o propósito de ser a “casa das pensionistas” e também já serviu de sede do Tribunal de Justiça Militar (TJM), em 1937. Para celebrar esse marco na trajetória da CBPM, nos meses de setembro e outubro, teremos a visitação ao Espaço Memória, uma exposição que trará itens históricos, inclusive a escritura do primeiro prédio da entidade e a pasta de personalidades célebres, contando com o apoio da viúva do Gal EB Miguel Costa Salgado, assim como os gabinetes de época da Procuradoria e do TJM. Além disso, buscando aprimorar a prestação de serviços aos contribuintes CBPM e seus beneficiários, também ressaltamos que o novo Posto de Atendimento Integrado (PAI) está em pleno funcionamento, com instalações modernas que viabilizam a atuação de diversos órgãos em conjunto: CBPM, SPPrev e Central de Serviços da Polícia Militar. Desde a inauguração deste Posto, em março de 2017, já foram atendidas mais de 17 mil pessoas, o que reforça nosso comprometimento com os policiais militares (ativos/inativos), as pensionistas e seus respectivos beneficiários, fomentando a essência mutualista da Caixa Beneficente, visto que a contribuição de cada um gera a receita que é a base de todo o sistema de seguridade social. Espaço Memória (prédio histórico) Período de visitação: setembro e outubro de 2017, em dias úteis, das 10h às 15h Posto de Atendimento Integrado (ao lado da sede histórica) Atendimento: dias úteis, das 8h às 17h A Caixa Beneficente é seu patrimônio! Saiba mais em: www.cbpm.sp.gov.br, @ caixabeneficente_sp e /caixabeneficentedapoliciamilitardoestado Por Cel PM Luis Henrique Falconi Superintendente da CBPM

[close]

p. 11

Gratidão e esperança Revista Cruz Azul - Mensagem 11 Mensagem do Comandante Geral da PMESP, Cel PM Nivaldo Restivo, para a família policial-militar Cel PM Nivaldo Cesar Restivo Comandante Geral da PMESP Tenho a honra de me dirigir a vocês, por meio da nossa Cruz Azul, para comemorar e dividir com as senhoras e senhores a alegria de completar seis meses à frente da maior força policial da América Latina. Precisamente no dia 17 de setembro, chegamos a esse marco tão importante na gestão de nossa instituição. Recebi o comando do meu antecessor, Coronel PM Gambaroni, uma Polícia Militar mais aperfeiçoada, preparada para os desafios dessa era da tecnologia e da informação. Uma Polícia Militar eficaz e eficiente da qual eu poderia me estender expondo todas as suas virtudes e bem-aventuranças. Mas não é o que pretendo. Nesse contato quero falar especialmente a você, policial militar e sua família, que a Cruz Azul atende bem: muito obrigado por tudo! Ao falar com você, eu também me dirijo à minha família. Como é importante, na carreira que abraçamos, o apoio de nossos entes queridos em nossos sucessos, em nossas perdas, em nossos percalços nesse caminho tão desafiador que é o de proteger o cidadão e fazer cumprir as leis. Noites sem dormir e tantas preocupações que eu sei que muitos dos senhores (quem dirá minha mãe Mafalda e esposa Soraia) passaram por conta de seus queridos parentes que são policial militares. Assim, volto a dizer, minha primeira palavra a vocês todos, que considero minha família, é de gratidão! Somente chegamos aos seis meses da minha gestão com o apoio dos meus subordinados e, indiretamente, de seus familiares. Agradeço, de forma especial, o apoio incondicional e fraternal do Coronel PM Mauro Ricciarelli, meu Subcomandante, na condução de nossa Polícia Militar. Quero também trazer uma mensagem de esperança e otimismo. Dentre nossas prioridades, uma das mais importantes é justamente a atividade operacional. Trabalhamos dia e noite pensando em melhorar as condições de trabalho dos senhores e proporcionar qualidade de vida. Não esquecemos da questão dos nossos salários e estamos em contato direto com o Governo para que os vencimentos sejam reajustados. Por fim, lembrem-se sempre que somos a malha protetora da sociedade e, independentemente de qualquer coisa, já temos nosso trabalho reconhecido por quem mais nos importa: nossa família. Contem com o Comando e com a Cruz Azul, uma de nossas parceiras mais leais e antigas no caminho de nossa história.

[close]

p. 12

12 Revista Cruz Azul - Saúde Humanizada Doação de órgãos e tecidos Cardiologista da Cruz Azul explica o processo de doação, no qual um doador pode salvar até dez vidas por meio de transplantes Por Dr. Fábio Zanerato Cardiologista da Cruz Azul, membro da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e Presidente da Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do Hospital Cruz Azul Por ocasião do Dia Nacional de Doação de Órgãos, 27 de setembro, este é um mês de incentivo e conscientização sobre a importância da doação de órgãos e tecidos, em que acontecem diversas ações dedicadas a fomentar uma postura proativa da sociedade, afinal, não há transplante se não houver a solidária participação dos doadores e de seus familiares. Vale ressaltar que podem ser doados: rins, coração, pulmões, fígado, pâncreas, córneas, pele, ossos, tendões e valva cardíaca. Com isso, um único doador pode salvar até dez vidas, sendo que tanto a doação quanto os princípios éticos e sociais são imprescindíveis para o sucesso do programa de captação, doação e transplantes de órgãos e tecidos, objetivando beneficiar pacientes inscritos no Cadastro Técnico Único, os quais estão aguardando por transplantes. O processo de doação e transplante refere-se a um conjunto de ações que possibilitam transformar um “potencial doador” em “doador efetivo” de órgãos e/ou tecidos, com a finalidade do transplante. Tem início na identificação de um possível doador na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou no Pronto-socorro (PS), considerando os pacientes internados por causas neurológicas, como: acidente vascular cerebral (AVC), traumatismo craniano, tumores cerebrais, meningites e encefalopatia anóxica, que apresentam grau três na escala de coma de Glasgow, sem resposta aos estímulos. No caso, deve-se atender aos critérios clínicos para morte encefálica estabelecidos na Resolução nº 1480/1997 do Conselho Federal de Medicina, visto que, quando identificado um paciente nesta condição, há a obrigatoriedade de notificar a Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos (CNCDO). Nesse contexto, a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do Hospital Cruz Azul, composta por equipe médica e multidisciplinar, tem como objetivo auxiliar na identificação de potenciais doadores, no processo de diagnóstico de morte encefálica e na manutenção do potencial doador, até a conclusão de todo o processo de doação e transplante.

[close]

p. 13

Esta Comissão tem também um caráter educativo, que visa orientar e sensibilizar os profissionais e os cidadãos sobre a relevância desse gesto de doação de órgãos e tecidos, de modo que declarem para seus familiares sua intenção de ser um possível doador. É importante salientar que, para se tornar um doador de órgãos, basta comunicar a família, pois a doação somente é realizada com a autorização dos parentes mais próximos. Sendo assim, ressalta-se a necessidade de conversar sobre o tema, expressando o desejo de ser um doador após a morte, pois, atualmente, a negativa familiar é o principal motivo para a não doação. Para ser doador, o que é necessário? Basta expressar para a família seu desejo em ser um doador, quando falecer, pois a doação somente acontece com autorização de um familiar ou responsável. Como é constatada a morte encefálica? Para atestar a morte encefálica, é necessária avaliação especializada e realização de exames complementares que atestem que o cérebro não tem atividade elétrica ou que não há mais circulação de sangue para este órgão, sendo que tal condição é irreversível. Quem pode doar órgãos e tecidos? Segundo o Ministério da Saúde (MS), qualquer pessoa pode ser doadora de órgãos e tecidos, desde que concorde com a doação e que isso não prejudique sua saúde. O doador vivo pode doar um dos rins, parte do fígado e da medula óssea ou parte do pulmão, sendo que parentes até o 4º grau podem ser doadores e os demais devem ter autorização judicial. Já para doadores falecidos, é preciso constatar a morte encefálica e obter o consentimento da família. Como está a situação dos transplantes no Brasil? De acordo com o MS, os seguintes transplantes aumentaram de 2015 para 2016: coração 13%, rim 18%, fígado 34%, medula óssea 39% e pulmão 53%. Além disso, em dezembro do ano passado, havia 41.042 pessoas na fila de espera aguardando por um transplante e a taxa de aceitação familiar chegou a 57%. Revista Cruz Azul - Saúde Humanizada 13

[close]

p. 14

14 Revista Cruz Azul - Saúde Jovem Valorize a vida Campanha Setembro Amarelo conscientiza sobre a prevenção do suicídio, uma das principais causas de morte na adolescência No Brasil e no mundo, o suicídio é considerado um grave problema de saúde pública, em especial, entre os jovens, o que reforça a importância de sensibilizar a sociedade por meio de campanhas, como o Setembro Amarelo, para que, juntos, possamos prevenir tais ocorrências, detectar precocemente os comportamentos suicidas e acolher as pessoas que sofrem em silêncio. O Mapa da Violência 2017, um estudo embasado nos dados oficiais do Ministério da Saúde, demonstra um preocupante aumento na taxa de suicídios na faixa etária de 15 a 29 anos. Em geral, os fatores estão associados a: depressão, abuso de drogas e álcool, violência sexual e doméstica, abusos e bullying e a intimidação sistemática. Segundo o Psiquiatra e Psicoterapeuta da Cruz Azul, Dr. Rauflin Azevedo Calazans, “em nosso imaginário, a ideia de morte como ceifadora, indesejada, traiçoeira, também convive com a ideia de paz, descanso, cessação de conflitos, serenidade e até possibilidade de encontro com entes que se foram. Em estados de muita pressão, perdas importantes e conflitos pessoais intensos, é comum ter o pensamento de que seria melhor morrer, pois isso traria alívio a esse momento indesejado e que está exigindo nossa capacidade de aceitação e alguma ação”. Especializado em terapia cognitivocomportamental, o médico ressalta que “é preciso examinar a frequência, a intensidade e a duração do desconforto psíquico, pois havendo qualquer sinal de descontrole e perseverança dessas ideias, deve-se procurar ajuda. Falar é a melhor solução, logo, ao compartilhar estes pensamentos com um amigo, familiar, cônjuge, líder religioso, ou seja, alguém que lhe ouça, estará facilitando a procura por um profissional da saúde mental, que está preparado para acolher e ajudar a compreender tais sentimentos, tratando um provável transtorno psiquiátrico”. Especificamente no caso do bullying, entá em vigor a Lei 13.185/15, para combater a “violência física ou psicológica, intencional e repetitiva que ocorre sem motivação evidente, praticada por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas, com o objetivo de intimidá-la ou agredi-la,

[close]

p. 15

Revista Cruz Azul - Saúde Jovem 15 causando dor e angústia à vítima, em uma relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas”, o que pode ocasionar exclusão social intensa, fobia escolar, depressão, transtornos alimentares e/ou do pânico, por exemplo. Desde 2004, o Colégio PM desenvolve o projeto Neutralizando o Bullying, sob a coordenação da Psicologia Escolar, com um conjunto de ações que estimulam os valores positivos e rejeitam as atitudes agressivas, prevenindo conflitos com orientações, diálogos, debates e reflexões, em que ressaltamos o respeito às pessoas e suas diferenças. Para preservar a integridade dos alunos e integrantes da comunidade escolar, buscamos conscientizá-los sobre diversos tipos de violência, incluindo as que acontecem no ambiente virtual, o chamado cyberbullying: calúnia, injúria, difamação, ameaça, constrangimento ilegal, falsa identidade e perturbação da tranquilidade, além das “brincadeiras” agressivas que colocam vidas em risco, como o jogo “Baleia azul” e o desafio de sufocamento “Choking game”. Para o Psicólogo Escolar Alex Cares Moura, “a internet é uma rica ferramenta de comunicação e exposição de ideias. Porém, este vasto cenário de inovadoras tecnologias pode colocar em risco a saúde mental de crianças e adolescentes, quando usadas de forma inapropriada. Como o espaço virtual é ilimitado, os comentários depreciativos se alastram rapidamente, tornando o bullying cada vez mais cruel”. O profissional do Colégio PM - Unidade Santo André destaca ainda que “se faz necessário promover intervenções constantes e significativas que levem os alunos a uma importante reflexão acerca de temas como: igualdade, respeito mútuo e senso crítico”. Em suma, a principal mensagem do Setembro Amarelo é a valorização da vida. Portanto, quando alguém sente que está sofrendo ou percebe que isso está acontecendo com outros, é importante buscar ajuda, bem como rejeitar comportamentos nocivos, que podem prejudicar a própria pessoa ou terceiros, tanto fisica quanto emocionalmente. Centro de Valorização da Vida (CVV) Serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que desejam e precisam conversar, sob total sigilo. Contato via telefone, e-mail, chat e skype, 24 horas por dia. Telefone: 141 Site: www.cvv.org.br Disque Denúncia - Secretaria de Segurança Pública Denúncias anônimas sobre delitos e formas de violência em geral, inclusive ameaças e divulgação de jogos que promovem a morte, como “Baleia azul” e “Choking game”. Telefone: 181 Site: www.ssp.sp.gov.br/servicos/denuncias

[close]

Comments

no comments yet