Cenário do Mercado Imobiliário de Campos - 2017

 

Embed or link this publication

Description

Publicações Secovi Rio

Popular Pages


p. 1

CENÁRIO 2017do Mercado Imobiliário de Campos

[close]

p. 2

CENÁRIO 2017do Mercado Imobiliário de Campos Campos foi a terceira cidade que mais perdeu receita no país em 2015 (cerca de R$ 1 bilhão), tendo fechado mais de 5 mil postos de trabalho formais, de acordo com dados do Caged, do Ministério do Trabalho, divulgados em janeiro do ano passado. A crise se arrasta desde o final de 2013 por conta da queda no preço do barril de petróleo, o que diminuiu em 54% a arrecadação de royal es e par cipações especiais, que representavam metade da receita do município. Ao longo de 2016, entretanto, o cenário vem parecendo mais animador para a economia da cidade, com a operação do Porto do Açu, a 40km de distância, que recebeu um total de 966 embarcações comerciais. As a vidades offshore estão gerando mais de mil postos de trabalho em terra, com previsão de expansão em curto prazo. Os efeitos para o mercado imobiliário campista são bastante posi vos. Empresas do Espírito Santo e de Macaé, que tendem a transferir suas a vidades para o Porto do Açu, estão comprando ou locando imóveis para seus execu vos em Campos. Já se observa na cidade a retomada de obras que estavam em ritmo reduzido no início de 2017 e agora seguem aceleradas. Neste Cenário do Mercado Imobiliário de Campos 2017 – pesquisa elaborada pelo Secovi Rio com dados sobre o mercado imobiliário local –, constata-se que as variações nos preços de apartamentos e casas para venda ultrapassam os 3% em diversos bairros, superando os índices do Rio de Janeiro, que, de agosto de 2016 a agosto de 2017, teve queda de 5% no valor do metro quadrado. No segmento de locação, os índices também são melhores que os apurados na capital fluminense. Trata-se da 11ª publicação com dados do interior do estado. Este po de pesquisa começou a ser divulgado regularmente em 2015. A Regional Noroeste Fluminense do Secovi Rio, que representa Campos, tem escritório em Macaé e atende também os municípios de Bom Jesus de Itabapoana, Cambuci, Cardoso Moreira, Italva, Itaperuna, Laje do Muriaé, Na vidade, Porciúncula, São Fidélis, São Francisco do Itabapoana, São João da Barra, São José de Ubá e Varre-Sai. Boa leitura!

[close]

p. 3

VENDA (apartamentos e casas) • Situada a 231 quilômetros do Rio, a cidade de Campos, fundada em 28 de março de 1835, tem 190 bairros e 15 distritos. Destes, o que mais se destacou no úl mo ano no mercado imobiliário foi o Parque Califórnia, um dos vários que se localizam às margens do Rio Paraíba do Sul, com variação de 4,4% no preço do metro quadrado de apartamentos e de 2,1% no de casas (agosto de 2016 a agosto de 2017). Na cidade de Campos, o valor médio do metro quadrado de apartamentos caiu 4,5% no período analisado. Já o de casas subiu 1%. • A variação no valor do metro quadrado para venda (apartamentos) no Parque Califórnia foi a maior entre os 11 bairros pesquisados, com o preço chegando a R$ 3.222 em agosto de 2017, próximo ao que se pra ca em Bangu (R$ 3.339), na Zona Oeste do Rio. Predominam as casas e condomínios ver cais de pequeno e médio porte, com poucos pavimentos. • O Parque Califórnia é um bairro com certa relevância para o município: nele está localizada a UENF (Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro), além de escolas técnicas como a Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica). Essa vocação universitária faz com que o local seja bastante procurado por estudantes de diversas regiões fluminenses e de outros estados, como Espírito Santo e Minas Gerais. • Cortado por uma das principais avenidas de Campos, a Alberto Lamego, o Parque Califórnia atrai compradores de imóveis também por conta do comércio pujante, com supermercados, farmácias, concessionárias e bares. Os preços dos apartamentos de dois quartos variam de R$ 150 mil a R$ 380 mil. • O Parque João Maria também está num momento promissor no que diz respeito ao segmento de vendas: os apartamentos valorizaram 4,3%. Famoso pelos pequenos comércios, o bairro fica muito próximo ao Centro e à Avenida 28 de Março, onde há maior concentração de estabelecimentos. Embora haja mais casas, o local passou a abrigar condomínios com poucas unidades nos úl mos anos. Os preços de unidades de 2 quartos podem variar de R$ 190 mil a R$ 270 mil, de acordo com o Zap. • O Parque Rodoviário, localizado no entorno da rodoviária de Campos, foi um dos quatro bairros que apresentaram valorização no preço do metro quadrado de venda de apartamentos de agosto de 2016 a agosto deste ano: 3,3%, com o valor de agosto de 2017 em R$ 3.172. • Com atra vos como o Boulevard Shopping Campos e uma unidade do Walmart, além do fácil acesso à Avenida 28 de Março, o Parque Rodoviário, localizado às margens da BR-101 (trecho entre RJ e ES), vem se valorizando nos úl mos anos e recebendo empreendimentos como os condomínios Parque Âmbar, Ônix e Água Marinha, da MRV, com infraestrutura de lazer que não deixa a desejar se comparada à dos condomínios-clube do Rio. Ainda assim, é possível adquirir unidades a preços mais acessíveis que os encontrados em áreas como o Centro ou o Parque São Caetano: apartamentos de 2 quartos em prédios de poucos andares custam entre R$ 140 mil e R$ 190 mil. 1

[close]

p. 4

CENÁRIO 2017do Mercado Imobiliário de Campos • Considerados áreas nobres de Campos, os Jardins Flamboyant I e II são arborizados, agradáveis e tranquilos, por isso mesmo bastante valorizados e disputados no mercado imobiliário local. Com apartamentos cujos preços ficam na faixa de R$ 250 mil (2 quartos), o bairro carece de um comércio mais abundante, fazendo com que seus moradores precisem se deslocar para o Centro ou Pelinca. Apesar da fama, Flamboyant I e II veram redução de quase 5% no preço médio do metro quadrado de venda (apartamentos) no úl mo ano. Ainda assim, o metro quadrado permanece um dos mais elevados da cidade: R$ 3.850. Veja as tabelas. Preço médio de venda do m² de casas na cidade Cidade Campos dos Goytacazes ago/16 R$ 2.826 ago/17 R$ 2.854 Preço de venda do m² de casas nos bairros Bairro Vivendas do Coqueiro I e II Parque Califórnia Flamboyant I e II Parque Jóquei Club Parque Tropical ago/16 R$ 2.730 R$ 3.265 R$ 3.431 R$ 2.839 R$ 2.413 ago/17 R$ 2.827 R$ 3.334 R$ 3.462 R$ 2.826 R$ 2.384 Var. (%) 1,0% Var. (%) 3,6% 2,1% 0,9% -0,5% -1,2% Alphaville I e II R$ 2.902 R$ 2.863 -1,3% Preço médio de venda do m² de apartamentos-padrão na cidade Parque Santo Antônio R$ 2.931 R$ 2.842 -3,0% Cidade Campos dos Goytacazes ago/16 R$ 4.514 ago/17 R$ 4.312 Var. (%) -4,5% ALUGUEL (apartamentos e salas) Preço de venda do m² de apartamentos-padrão nos bairros Bairro Parque Califórnia Parque João Maria Parque Rodoviário Parque Jóquei Club Parque São Caetano Alphaville I e II Parque Leopoldina Parque Tamandaré Centro Jardim Flamboyant I e II Parque Turf Club ago/16 R$ 3.085 R$ 3.560 R$ 3.071 R$ 3.008 R$ 4.359 R$ 3.547 R$ 3.468 R$ 5.978 R$ 5.185 R$ 4.037 R$ 3.877 ago/17 R$ 3.222 R$ 3.712 R$ 3.172 R$ 3.061 R$ 4.356 R$ 3.543 R$ 3.460 R$ 5.902 R$ 5.011 R$ 3.850 R$ 3.626 Var. (%) 4,4% 4,3% 3,3% 1,8% -0,1% -0,1% -0,2% -1,3% -3,4% -4,6% -6,5% • No que diz respeito a aluguel de apartamentos, o Parque Turf Club vem se destacando. O bairro, que respeita bem a arquitetura-padrão da cidade, acabou sofrendo influências do vizinho Flamboyant, compondo a paisagem com pequenos prédios ou casas. Possui o pico comércio de bairro, no qual é possível encontrar produtos diversificados, atendendo também o bairro vizinho que não conta com extensa área comercial. O metro quadrado variou 2,2% no local, com o preço em R$ 15,02, próximo ao que se pra ca no Méier (R$ 18,25), da Zona Norte do Rio. 2

[close]

p. 5

• Embora o levantamento do Secovi Rio tenha apontado uma queda de quase 8% no valor do metro quadrado de apartamentos em Campos, uma rede formada por cinco das maiores imobiliárias locais aponta uma redução de quase 20% nos preços. De acordo com reportagem da Inter TV, afiliada da TV Globo no Norte Fluminense, 30% dos imóveis estão desocupados, e muitos inquilinos estão conseguindo negociar reduções de preços. Imóveis comerciais estão sendo alugados por 60% do valor. • O Parque Jóquei Club é o bairro com o menor preço do metro quadrado de locação entre os pesquisados (R$ 11,49), mas tem crescido bastante por conta do lançamento de dois condomínios da MRV Engenharia. Com o aumento da oferta, entretanto, registrou-se redução de quase 3% no valor médio. Apesar da proximidade com o Cepop (Centro de Eventos Populares Osório Peixoto), do como o maior centro de eventos populares da América La na – no bairro vizinho de Vila Rainha –, e com as vias de acesso a São João da Barra e consequentemente ao Complexo Portuário do Açu, o Parque Jóquei Club ainda sofre com alguns problemas, como falta de urbanização e calçamento. • Com um dos metros quadrados mais caros da cidade para locação de apartamentos (R$ 16,52), o Centro vem deixando de ser uma opção para inquilinos por conta da crise – eles acabam migrando para bairros mais baratos. Apesar disso, permanece como uma das melhores opções de moradia, por conta de sua infraestrutura, com comércio variado, jardins, praças, os tradicionais Mercado Municipal e Teatro Trianon, o Museu Histórico Municipal, sem falar nos inúmeros prédios históricos tombados e nos edi cios com design moderno e belas fachadas. Confira os números. Preço de aluguel do m² de apartamentos-padrão Bairro Parque Turf Club Parque Jóquei Club Flamboyant I e II Parque Tamandaré Centro mai/16 R$ 14,70 R$ 11,78 R$ 13,70 R$ 18,94 R$ 18,04 ago/17 R$ 15,02 R$ 11,49 R$ 13,11 R$ 17,64 R$ 16,52 Var. (%) 2,2% -2,5% -4,3% -6,9% -8,4% Preço de aluguel do m² de salas comerciais Centro Bairro mai/16 R$ 33,44 ago/17 R$ 34,04 VR(%) 1,8% DADOS SOCIOECONÔMICOS E O SETOR IMOBILIÁRIO • Campos é o maior município fluminense em extensão territorial e o sexto maior do Brasil, com área aproximada de 4.032km². A população é es mada em cerca de 490 mil habitantes, a mais populosa cidade do interior do estado. O mar de Campos detém as maiores reservas de gás natural e petróleo do país, onde a Bacia de Campos é a principal área petrolífera explorada no território brasileiro. Existem na cidade cerca de 600 condomínios, de acordo com o sistema de arrecadação do Secovi Rio. São 159 empresas do setor imobiliário. • A cidade detém a maior parte da indústria cerâmica fluminense. Concentra seis das sete usinas de açúcar e álcool do estado e, além disso, é referência na área universitária por abrigar ins tuições como a Universidade Estadual Norte Fluminense (UENF), o Ins tuto Federal Fluminense (IFF, an go CefetCampos), o Ins tuto de Ciências da Sociedade e Regional da Universidade Federal Fluminense (UFF), 3

[close]

p. 6

CENÁRIO 2017do Mercado Imobiliário de Campos a Faculdade de Medicina de Campos (FMC), a Universidade Salgado de Oliveira (Universo), a Estácio de Sá, a Universidade Candido Mendes (Ucam), os Ins tutos Superiores do Censa (Isecensa), o Centro Universitário Fluminense (Uniflu), a Faculdade Ba sta Fluminense e a Faculdade de Odontologia de Campos (FOC). • Segundo especialistas, apesar da crise na Região Norte Fluminense nos úl mos anos, por conta da queda na arrecadação dos royal es do petróleo, existe um quadro muito par cular que coloca Campos em um cenário de exceção. As projeções para os próximos quatro anos no município são de crescimento populacional devido aos inves mentos feitos no Porto do Açu, em São João da Barra, e também pela Petrobras. • De acordo com pesquisas do setor imobiliário, entre o final de 2015 e início de 2016, o percentual de pessoas que nham a intenção de adquirir imóveis e que classificavam os ofertados como caros ou muito caros recuou de 78% para 73%. Já entre quem comprou imóveis recentemente, 57% enxergavam os prédios como caros ou muito caros, mostrando queda em comparação com os 64% registrados no final de 2015. • Cobrindo uma área de 90km² e localizado estrategicamente no norte do Estado do Rio de Janeiro, o Porto do Açu está a cerca de 150km da Bacia de Campos. Atualmente em operação, o Porto possui 17km de cais e até 23m de profundidade, com capacidade para receber navios de grande porte, que transportam até 320 mil toneladas de carga. Tamanha movimentação tem contribuído para a recuperação da economia de Campos. Números do setor imobiliário Estabelecimentos Intermediação na compra, venda e aluguel de imóveis Gestão e administração da propriedade imobiliária Atividades imobiliárias de imóveis próprios Qtd. 48 28 83 Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego – MTE – RAIS 4

[close]

p. 7

EXPEDIENTE Cenário do Mercado Imobiliário de Campos - 2017 é uma publicação institucional do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Condomínios Residenciais e Comerciais em todo o Estado do Rio de Janeiro. Informações e esclarecimentos: cepai@secovirio.com.br Coordenador estatístico: Maurício Eiras Mesquita (mauricio@secovirio.com.br) Redação e edição: Gustavo Monteiro (gustavo@secovirio.com.br) Colaboração: Vanessa Moraes (Regional Norte Fluminense) Revisão: Sandra Paiva Projeto gráfico e diagramação: Daniel Santos de Abreu Fotos: J. Pimentel Distribuição gratuita. É proibida a reprodução total ou parcial deste material sem autorização.

[close]

p. 8

Realização Av. Almirante Barroso, 52 – 9º andar – Centro – CEP 20031-918 – Rio de Janeiro – RJ Tel.: (21) 2272-8000 – Fax: (21) 2272-8001 secovirio@secovirio.com.br www.secovirio.com.br

[close]

Comments

no comments yet