JORNAL_CORREIOSC_EDI801

 

Embed or link this publication

Description

JORNAL_CORREIOSC_EDI801

Popular Pages


p. 1

www.correiosc.com.br / facebook.com/correiosc SEMANAL Tiragem: 5 mil exemplares São José, 22 de setembro de 2017 JORNAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE FLORIANÓPOLIS Casan/Divulgação/CSC Um poste por Ano XVIII - Nº 801 dia é derrubado na região Somente nos oito primeiros meses deste ano, foram registrados 298 abalroamentos nas cidades de Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu, de acordo com levantamento feito pela Celesc. PÁGINA 5 PRF/Divulgação/CSC Rio Pilões, em Santo Amaro da Imperatriz, que abastece a Grande Florianópolis está assim RIOS ESTÃO SECANDO EM SC Onze municípios já decretaram situação de emergência e Casan pede que população economize água. Página 3 Dia 5 passado, motorista distraído ao celular colidiu com um poste da BR-101, em São José, provocando enorme fila Linhas de ônibus estão disponíveis em mapa virtual Página 7 Prefeitura recolhe cavaletes das calçadas Página 3

[close]

p. 2

2 São José, 22 de setembro de 2017 PRIMEIRA LINHA RETIRADA DE DOCUMENTOS Mais de três mil documentos foram fornecidos pelo Balcão da Cidadania da Câmara de Vereadores de Florianópolis às pessoas que os solicitaram, no período de 90 dias, de maio a julho deste ano. O espaço oferece a isenção ao cidadão que não tem condições de pagar taxas por documentos como certidões de nascimento, casamento e óbito. O local abriga também o único Posto de Identificação do Instituto Geral de Perícias (IGP), em que é possível fazer a carteira de identidade na região central da cidade. Além de encaminhar solicitações de isenção de taxas para emissão de documentos aos cartórios de Florianópolis, o Balcão da Cidadania também realiza o trabalho para municípios de outros Estados. Basta o cidadão saber em qual cartório o seu documento está. A gratuidade é assegurada pela Lei Estadual 13.671 de 2005 para aqueles que comprovem situação de pobreza por meio de uma declaração assinada. SERVIÇO BALCÃO DA CIDADANIA Onde: Térreo do prédio da Câmara Municipal, Rua Anita Garibaldi nº 35, centro. Horário de Atendimento: De segunda a sextafeira das 13h30 às 19h30. IGP Distribuição de senhas para fazer identidade a partir do meio dia. São distribuídas 35 senhas gerais, mas não há limite para o atendimento prioritário. O atendimento ocorre das 13h às 17h. O QUE É PRECISO Certidão original de nascimento ou casamento, uma foto 3x4, comprovante de residência. Uma taxa de R$ 27,00 reais é cobrada, porém, o cidadão pode buscar a isenção. Não há cobranças de taxas caso seja a primeira via retirada em Santa Catarina. BENEFÍCIO AOS GARIS Por unanimidade entre os vereadores, o Projeto de Lei nº 37/2017 (conhecido como Lei dos Garis), de autoria do vereador Nardi Arruda (PSD), foi aprovado em primeira discussão na sessão desta quarta-feira (20/9). O projeto de lei autoriza o Poder Executivo a estabelecer padrões mínimos de conforto e segurança a serem ofertados aos trabalhadores da limpeza urbana no município, a exemplo do fornecimento de equipamentos, materiais, transporte e alimentação. Na mesma sessão também foram aprovados para serem encaminhados aos órgãos com- Divulgação/CSC Vereador Nardi Arruda petentes os requerimentos com pedidos de informações sobre as obras do Contorno Viário da Grande Florianópolis e projetos para melhorar o trânsito no trevo de Barreiros. FÓRUM MUNICIPAL LIXO ZERO A Câmara de Vereadores esteve representada no Fórum Lixo Zero promovido pela Câmara Socioambiental (CSA) da Aemflo e CDL de São José nesta terçafeira (19/9). Participaram do evento os vereadores André Guesser (PDT), Túlio Maciel (PSC) e Carlos Eduardo Martins (PSD). Durante as discussões, o painel sobre a importância das Políticas Públicas na promoção do lixo zero contou com a participação do vereador Carlos Eduardo Martins, o Caê. “O meio ambiente grita por socorro, está insustentável o que produzimos de li- xo em nossas casas, empresas, órgãos públicos. Não temos mais onde colocar tanto lixo. Resíduos orgânicos sendo desprezados em vez de estarem sendo reaproveitados”, alertou o parlamentar. Outros assuntos em pauta envolveram propostas da sociedade civil que têm chamado a atenção nacionalmente pelos resultados e eficiência no destino do lixo. Estas, apresentadas em diversos painéis comandados por renomados profissionais da área, além das falas dos presidentes do Instituto Lixo Zero Brasil, Rodrigo Sabatini e da Aemflo e CDL de SJ, Nadir Koerich. Para o vereador André Gues- ser (PDT), este Fórum apresentou um debate super importante e que precisa ser ecoado para toda a sociedade. “Precisamos avançar nas políticas públicas para que essa consciência ganhe força e para que o trabalho das associações dos catadores receba o apoio necessário”, afirmou. Ainda no evento, foram apresentadas práticas nas áreas de tendências ambientais, educação ambiental, redução, reuso, reciclagem, compostagem, hortas comunitárias, ações comunitárias e políticas públicas. Chance de emprego Divulgação/CSC O vereador Moacir da Silva (PSD) protocolou no início de setembro o Projeto de Lei ‘Empresa Acolhedora’ (PL 139 /2017) que oferece oportunidades empregatícias às pessoas em situação de rua. O desenvolvimento do projeto de lei começou logo após a ‘Audiência Pública – Saúde Mental, Drogas e Políticas Públicas’, que ocorreu no úl- timo 15 de agosto. As empresas cadas- tradas neste Programa de Incentivo devem separar uma cota de 2% das vagas de empregos às pessoas em situação de rua – conforme o Decreto Federal 7.053/ 2009 – e informar, na Secretaria de Assistência Social, o interesse em acolhe-las. Em seguida, as pessoas cadastradas, e devidamen- te aptas ao trabalho, serão encaminhadas às empresas acolhedoras. Como forma de retorno, as empresas inseridas no programa receberão o selo de Empresa Acolhedora e poderão ser assegurados mediante lei específica, benefícios tributários regulamentados pelo Poder Executivo. O programa é uma tentativa de oferecer oportunidades Moacir da Silva às pessoas vulneráveis que vivem em nossa cidade. COLOMBO CONGELA GASTOS POR DOIS ANOS O governador Raimundo Colombo (PSD) enviou à Assembleia Legislativa proposta que congela os gastos do governo por dois anos. A medida consta no Projeto de Lei (PL) 350/2017, que autoriza o governo catarinense a alongar a dívida com a União pelo prazo de 240 meses, com alteração do cálculo das parcelas das dívidas a serem pagas. A matéria está em análise na Comissão de Constituição e Justiça. O líder do PT, deputado Dirceu Dresch, afirma que a medida resultará na precarização dos serviços públicos. O congelamento das despesas é uma exigência do Governo Federal, autorizado pela Lei Com- Divulgação/CSC Governador Raimundo Colombo: exigências do Governo Federal plementar 156/2016, que estabeleceu o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal. Para aderir ao plano, Santa Catarina não poderá elevar o crescimento anual das despesas, além da inflação do ano anterior, pelo prazo de dois anos. GEDDEL SEM MEDALHA Criada em 1972, a Medalha Anita Garibaldi é a mais alta honraria concedida a pessoas e instituições que prestam relevantes serviços ou ações em favor de Santa Catarina. Em 2010, o ex-ministro da Secretaria de Governo, o baiano Geddel Vieira Lima, foi condecorado com a medalha, no governo de Luiz Henrique da Silveira. Suspeitas recentes de corrupção e a apreensão de mais de R$ 50 milhões ligadas à Geddel fizeram com que o deputado João Amin (PP) protocolasse projeto de lei revogando a outorga da medalha catarinense. O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou a proposta nesta quarta-feira (20/9). Divulgação/CSC Fundado em 19 de março de 2000. Diretor-editor Belmiro Sauthier Comercial Albano Aquino Edilton Maranhão Pedro Clasen Reportagem Lucas Cervenka Editoração e Arte Ronaldo de Moura Ferro ronaldoferro@gmail.com Tiragem semanal: 5 mil exemplares Circulação: Grande Florianópolis EXEMPLAR GRATUITO Artigos e colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do jornal. Correio de Santa Catarina é uma publicação da CSV Editores Associados Ltda. Endereço para correspondência: Rua Coletor Irineu Comelli, 225 Centro Histórico - São José - SC. CEP: 88103-050. Fone: (48) 3241-1252. e-mail: redacao@correiosc.com.br / comercial@correiosc.com.br

[close]

p. 3

São José, 22 de setembro de 2017 Cidades 3 EM SANTA CATARINA Rios estão em níveis críticos Diante da estiagem prolongada, Casan pede economia de água Altas temperaturas e escassez de chuva estão atingindo todas as regiões de Santa Catarina, deixando diversos rios em níveis críticos. Onze municípios já decretaram situação de emergência em relação aosn rios que abastecem as cidades. Desde maio o volume de chuvas no Estado é considerado abaixo da média. Os dados mais recentes da Epagri/Ciram mostram que no mês de julho, por exemplo, choveu apenas 20% do esperado para todo o mês. Desde então a situação só se agravou, apesar de uma semana de chuva em agosto. Nos últimos 15 dias o cenário piorou devido às altas temperaturas, muitas vezes superio- Casan/Divulgação/CSC Últimos meses foram de pouca chuva na Grande Florianópolis. Um dos principais rios que abastece a região, o Pilões, está quase seco res a 30º C, que aumentam consideravelmente o consumo de água. Diante do quadro, a Casan tem feito solicitações à população catarinense para que use água tratada da forma mais parcimoniosa possível, evitando por exemplo a lavagem de calçadas e carros com mangueiras ou manter a torneira aberta durante a lavagem de louças ou ao escovar os dentes. Na Grande Florianópolis, os dois principais rios – o Cubatão e o Vargem do Braço (Pilões) – estão, de acordo com Epagri/Ciram, “em estado de atenção”, isto é, já abaixo da normalidade. Técnicos da Casan acreditam que a estiagem que atinge o Estado no momento é uma das maiores das últimas décadas. A companhia diz que investimentos recentes em reservatórios, estações de tratamento, poços e adutoras vêm permitindo suportar até o momento a falta de chuvas, mas a situação exige a colaboração de todos. Para o mês de outubro a previsão, segundo os meteorologistas, é com chuva normal, sem tempestades. EM SÃO JOSÉ RÁPIDAS • SC é o segundo estado mais competitivo no país. É o que mostra o Ranking de Competitividade dos Estados 2017, divulgado nesta quartafeira (20/9), em São Paulo, em evento com a presença do governador Raimundo Colombo. Neste ano, Santa Catarina subiu uma posição e ultrapassou o Paraná, garantido o segundo lugar geral, atrás apenas de São Paulo. O governador Raimundo Colombo destacou que esse avanço é um reconhecimento ao desenvolvimento catarinense. São analisados 64 indicadores de abrangência nacional separados em 10 pilares que servem para balizar os gestores públicos de cada estado para alcançarem a excelência na gestão. • Os primeiros lugares em segurança pública e sustentabilidade social e terceiro em educação, infraestrutura, capital humano e inovação foram os destaques catarinenses Colombo falou que o crescimento de Santa Catarina é resultado de ações realizadas em diversas áreas. Também no evento desta quarta-feira Santa Catarina venceu o Prêmio Excelência em Competitividade na categoria destaque Internacional. • A Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da caderneta de crianças e adolescentes termina nesta sexta-feira, 22. No total, 16 vacinas estão à disposição para completar a proteção de até 15 anos contra doenças como Sarampo, Caxumba, Varicela, Rubéola, Poliomielite, Tétano, Coqueluche, Meningite C e HPV. PREFEITURA RECOLHE CAVALETES DO COMÉRCIO Fiscais da SUSP (Secretaria Executiva de Urbanismo e Serviços Públicos) de São José iniciaram na semana passada a remoção de placas, cavaletes e letreiros irregularmente colocados pelo comércio da cidade, como por exemplo em calçadas e postes. Evandro, que administra um restaurante no Kobrasol há quatro anos, é um dos comerciantes que teve dois cavaletes recolhidos nesta quintafeira (21/9). Depois que retiraram, ele foi à SUSP para esclarecer a situação e foi recebido pelo subsecretário, que explicou que a lei orgânica é bem clara e não é possível haver nenhuma publicidade deste tipo nas calçadas da cidade. “Na semana passada dois carros de São Paulo acabaram parando no restaurante porque viram as placas. Mas agora, se não posso fazer essa publicidade, vai diminuir mais ainda o movimento, que já anda bem ruim”, diz Evandro. Segundo ele há na lei orgânica do município mais complicadores do que facilita- Lucas Cervenka/CSC Grande quantidade de placas está armazenada na garagem da prefeitura dores para o comércio em São José. “Esta é uma lei pela parte estética. É mais uma coisa contra os empresários”, desabafa. Por meio de nota, a SUSP informou que a “referida operação tem por objetivo deixar a cidade menos poluída visualmente, bem como manter o passeio público e os recuos destinados a estacionamento de veículos livres obstáculos fixos ou móveis, proporcionando significativa melhora na aparência visual da cidade, assim como a livre locomoção dos pedestres”. Segundo a Secretaria, foi realizada campanha explicativa com o objetivo de conscientização da população, com distribuição de folders e publicações em jornais locais. Atualmente, enquanto o novo Código de Posturas de São José não sai do papel, é o documento de 1966 que disciplina sobre esta matéria nos artigos 157 a 159 e 160 a 165. Ou seja, há pelo menos 51 anos a questão está regulamentada: “A exploração dos meios de publicidade nas vias e logradouros públicos, bem como nos lugares de acesso comum depende de licença da Prefeitura, sujeitando o contribuinte ao pagamento da taxa respectiva”, rege o artigo 157.

[close]

p. 4

4 Cidades São José, 22 de setembro de 2017 Vereador cobra fechamento de passagem para pedestres Divulgação/CSC Em sua fala na tribuna durante a sessão ordinária na Câmara de Vereadores de São José desta quarta-feira (20/9), o vereador Clonny Capistrano (PMDB) relatou o descontentamento da comunidade local com o fechamento da passagem para pedestres ao lado do Fórum de São José. Após conversa com comissão de moradores, o parlamentar apontou que a justificativa do Judiciário para tomar tal medida deveu-se por temor a possíveis ataques aos prédios públicos. “Com todo respeito que tenho ao diretor do Fórum, mas é preciso reverter esse fechamento”, pediu Clonny. A solicitação será atendida em breve, conforme manifestação do presidente da Câmara, Orvino Coelho de Ávila (PSD). “Em contato com o Judiciário e Prefeitura, acertamos na noite de terça-feira (19/9) que o acesso será reaberto e, posteriormente, o Executivo fará uma divisória de cerca de 1,5 metros”, explicou. O vereador peemede- Vereador Clonny Capistrano bista lembrou que anteriormente a passagem para veículos fora fechada, mas permaneceu a de pedestres. Sem esta, os moradores precisam percorrer um longo trajeto, contornando as ruas Gerôncio Thives e Domingos André Zanini, até que seja novamente reaberto o acesso ao lado do Fórum. “Uma travessia de poucos metros, aumentou para mais de um quilômetro”, alertou. Jeferson Regis/Secom/PMSJ/Divulgação/CSC Muita diversão para crianças, jovens e adultos BEIRA-MAR EM MOVIMENTO Neste domingo (24/9) tem Beira-Mar em Movimento em São José. Das 14h às 18h, serão realizadas várias atividades gratuitas para toda a família na Beira-Mar. Nesta edição, o evento contará com a participação de servidores da Secretaria de Saúde que farão ações de valorização à vida e prevenção do suicídio. Além disso, também será realizado o encerramento da Semana Inclusiva da Grande Florianópolis. Organizado pela Prefeitura de São José, por meio da Fundação Municipal de Esporte e Lazer, o Beira-Mar em Movimento promove atividades esportivas e de lazer gratuitas sempre no último domingo de cada mês. Entre as atrações, haverá tobogã inflável para as crianças, touro mecânico e torneio de vôlei de praia. A criançada poderá se divertir em diversas gincanas e uma praça de alimentação será montada no espaço. O Canil da Polícia Militar também participará do evento e fará uma presentação a partir das 14 horas. Quem passar pelo local poderá ainda fazer uma relaxante massagem ou um corte de cabelo com a equipe do Instituto Mix. Às 16 horas, o professor Marcone Moreno promete levantar o público no aulão de Body Dance. A Fundação Municipal de Esporte e Lazer ressalta que em caso de chuva o evento poderá ser cancelado. Se acontecer algum imprevisto, será feito um comunicado oficial por meio das redes sociais da Fundação.

[close]

p. 5

São José, 22 de setembro de 2017 Cidades 5 MOTORISTA, OLHA O POSTE Em média, um poste é derrubado por dia na Grande Florianópolis Trafegando pela marginal Norte da BR-101 em São José no último dia 5, um jovem motorista de 23 anos se distraiu com o celular e bateu em um poste em frente à DVA caminhões, ocasionando a queda da fiação. O condutor teve lesões leves, porém a pior consequência da batida foi um enorme engarrafamento que se formou em toda a região, além do bairro de Barreiros ter ficado cerca de 4 horas sem luz. O caso está longe de ser o único. Adriano Luz, chefe da Divisão Técnica da Agência Regional de Florianópolis (Arflo), da Celesc, informa que, em média, a Grande Florianópolis registra uma batida de automóvel em poste todos os dias. Somente nos oi- PRF/Divulgação/CSC Motorista admitiu ter se distraído no celular ao dirigir; acidente gerou quilômetros de filas no último dia 5 to primeiros meses deste ano, foram registrados 298 abalroamentos nas cidades de Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu. Luz diz que o tempo de recolocação de um poste varia, dependendo dos estragos causados na rede elétrica, podendo levar de uma até quatro horas. “Há a necessidade inicial de eliminar o risco, isolar o defeito através de manobras na rede elétrica para depois iniciar a atividade. A equipe é formada geralmente por seis eletricistas, com caminhão para transporte dos postes e guindau- to para implantar o poste e repor a fiação”, esclarece o técnico. MAIS PREJUÍZOS Segundo a Arflo, os custos deste tipo de serviço somam entre R$ 3 mil e R$ 6 mil, que vão desde a substituição do poste até troca de cabos condutores e componentes menores, como isoladores e ferragens. A Celesc busca sempre identificar o veículo envolvido no acidente e, assim, acionar administrativamente o proprietário pa- ra ressarcir estes danos. Do contrário, quando não identificado, a conta fica para o contribuinte. Fora as despesas com este serviço, a população sofre com as interrupções no trânsito e no fornecimento de energia. No último dia 15 foi o que aconteceu no Norte da Ilha, quando 4 mil residências ficaram sem luz devido a um acidente em Ponta das Canas. “Os nossos clientes são os mais afetados, pois ficam com o fornecimento interrompido durante a realização dos serviços. Cabe registrar que em 2016 na Grande Florianópolis, a causa abalroamento em poste representou 9% no tempo médio que os clientes ficaram sem energia elétrica”, finaliza Adriano Luz.

[close]

p. 6

6 Cidades A QUESTÃO FARROUPILHA EM SC Farrapos e Catarinas Paulo Ramos Derengoski (*) Mais uma vez derramaram rios de tintas por ocasião das comemorações da Revolução Farroupilha no Sul do Brasil. Mas pouco se escreve sobre a participação catarinense na gesta irridente. Pode-se dizer que a ideologia do gaúcho nasce com a sua Farrapa. Aquela Revolução expressou a consciência de classe dos estancieiros rio-grandenses, que para ela souberam cooptar as massas gaudérias. Os fazendeiros foram a vanguarda revolucionária, porque eram a única força republicana que podia se opor ao Império Central, para tentar reorganizar a sociedade. Essa ideia teve significado imenso na história posterior e chega até hoje. Mas a propagação da rebelião Farroupilha em Santa Catarina teve outras conotações. A invasão de Laguna se deu por absoluta necessidade dos insurgentes terem um porto, já que não poderiam ser abastecidos a não ser por mar. Perdida a saída para o mar, a ação militar estava condenada à morte. É bem verdade que quando a República Juliana foi proclamada, em julho de 1839, Lages já havia sido tomada pelos Divulgação/CSC Monumento a Anita Garibaldi em Laguna O Guahú-Che no traço de Derengoski gaúchos sob o comando do coronel Mariano de Mattos, ministro da Guerra dos Farrapos. Foi apoiado nessa ação estratégica pelas gentes do “coronel” lageano Serafim Muniz de Moura, que desceram a Serra para ajudar Giuseppe Garibaldi a arrastar pelas várzeas lamacentas do lito- ral o barco Seival. Desse episódio é que nasceu o apelido que se deu aqueles bravos: os “bois de botas”. A República em Lages foi proclamada em 10 de março de 1939 por Inácio de Oliveira. Os episódios farroupilhas nos campos da Serra Acima foram bastante tumultuados e até hoje não esclarecidos. A vitória de Garibaldi e dos Lanceiros Negros do capitão Guaião no antigo e histórico passo de Santa Vitória foi extremamente sangrenta, com o comandante de uma Divisão Imperial morto. No Capão da Mortandade, em Curitibanos, no dia 12 de janeiro de 1840, os rebeldes foram massacrados e Anita Garibaldi feita prisioneira. Eventos como esses diferenciam a longa luta dos gaúchos - durante 10 anos -, da passagem do furacão Farroupilha por Santa Catarina. Mas de qualquer forma, Lages foi a primeira República Catarinense e talvez por isso azaleias sejam mais vermelhas do que sangue de ambas as partes – imperiais e farroupilhas – derramados nas areias, matas, campos, itaibés e paraus ... (*) Paulo Ramos Derengoski é jornalista e escritor. São José, 22 de setembro de 2017 SEMANA FARROUPILHA A Semana Farroupilha foi celebrada com uma grande Festa Campeira nesta quarta-feira, 20 de setembro, no restaurante MeatShop, em Florianópolis. A festa teve cordeiro assado em fogo de chão, roda de chimarrão, pratos típicos da culinária gaúcha e música ao vivo. Tradicionalmente comemorada no Rio Grande do Sul, a Semana Farroupilha foi celebrada oficialmente em Santa Catarina pela primeira vez. O governador Raimundo Colombo sancionou, em agosto, o projeto de lei do deputado estadual Darci de Matos, que prevê a comemoração entre os dias 13 e 20 de setembro para valorizar a cultura e oficializar as festividades da Semana Farroupilha no Estado Catarinense. O MeatShop celebra as tradições gaúchas há mais de seis anos e, este ano, não foi diferente. Ao som da cantora Ana Negrello, o público pode participar da mateada ao redor do fogo de chão, enquanto o cordeiro inteiro era assado pela maestra assadora Beth Schreiner. Para a veterinária e maestra assadora Beth Schreiner, o dia 20 de setembro se comemora os ideais da Revolução Farroupilha e a reivindicação dos produtores rurais de proteger as riquezas do Sul do país. “Aproveitamos esta semana para homenagear os produtores que trabalham no campo cuidando dos animais, valorizando a cultura e as tradições do Rio Grande do Sul”, explica Beth Schreiner. A Festa Campeira celebra a Semana Farroupilha por meio da culinária e da música. Para animar o jantar, a cantora gaúcha Ana Negrello sobiu ao palco com um repertório especial para homenagear seus conterrâneos. Formada em música pela Universidade Federal de Santa Maria e radicada em Florianópolis há sete anos, Ana Negrello canta de MPB a música latino-americana. O jantar foi preparado com pratos típicos da culinária gaúcha, acompanhado de bons vinhos e cervejas artesanais. A entrada foi linguiça artesanal; bolinho de arroz e mandioca frita; os pratos principais são arroz de carreteiro; moranga caramelada; feijão mexido; vazio, bife de chorizo, frango e costelinha suína. Após o jantar, as sobremesas ambrosia, pudim de leite condensado, arroz de leite e sagu foram servidas.

[close]

p. 7

São José, 22 de setembro de 2017 Cidades 7 Reprodução/CSC EM SÃO JOSÉ Contratação de professores ACT e vestibular do USJ Mapa apresenta itinerários passando pela Ponte Hercílio Luz Mapa virtual mostra linhas de ônibus da nova rede metropolitana O Governo do Estado de Santa Catarina colocou no ar nesta quartafeira (20/9) um mapa virtual com todas as linhas de ônibus da nova rede metropolitana de transporte coletivo. O mapa está disponível nas plataformas Google e ArcGis. O trabalho divulgado é a proposta desenvolvida pela Superintendência de Desenvolvimento da região metropolitana da Grande Florianópolis (Suderf) com apoio técnico do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC. A rede integrada de transporte metropolitano abrange Águas Mornas, Antônio Carlos, Biguaçu, Governador Celso Ramos, Palhoça, São José, Santo Amaro da Imperatriz e São Pedro de Alcântara. Pelo Google Maps, o usuário pode acessar as linhas selecionando o município e, em seguida, aproximar o mapa para ver o traçado do itinerário proposto. Já na plataforma ArcGis, o mapa traz mais detalhes, como os limites geográficos dos municípios e a localização de terminais de integração propostos pelo projeto da Suderf/UFSC. VISUALIZAÇÃO Para visualizar as linhas de ônibus é necessário clicar em “conteúdo”, depois “rede integrada de transporte coletivo metropolitano” e, por fim, selecionar o trajeto que se deseja. Antes do nome das linhas, há uma sigla para o município de origem daquela linha de ônibus. “A integração das linhas municipais da região continental da Grande Florianópolis com as intermunicipais trará vantagens expressivas aos usuários, principalmente pela criação de múltiplas conexões entre origens e destinos das viagens. Ao ser apresentada na forma de mapa digital, a rede com as novas linhas revela visualmente essas possibilida- des de percursos criadas pela integração. Assim, o mapa serve para consultas da proposta da rede, sua abrangência e dos itinerários propostos, facilitando a avaliação dos usuários do transporte público. Comentários são muito bem-vindos, pois irão ajudar no aperfeiçoamento do sistema”, afirmou o coordenador do Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC, Werner Kraus Junior. A proposta de reestruturação do transporte coletivo metropolitano já foi apresentada nos municípios de São Pedro de Alcântara, Antônio Carlos, Santo Amaro da Imperatriz, Biguaçu, Águas Mornas, São José e Palhoça, com participação de moradores, gestores públicos, vereadores e empresários. As próximas apresentações ocorrerão em Governador Celso Ramos e Florianópolis na primeira quinzena de outubro. BRAILE NA REDE DE ENSINO Para promover a inclusão na rede municipal de ensino, a Secretaria de Educação de São José está promovendo o curso de formação do sistema Braille Juntos para Incluir. Desde o dia 18 de agosto, no Centro de Referência Educação Especial, no bairro Kobrasol, os professores estão recebendo formação para trabalhar aspectos de socialização da pessoa com deficiência no espaço escolar, além de mobilidade para a leitura do material em Braille utilizado em sala de aula. A capacitação dos professores acontece até o dia 6 de outubro. Atualmente, a Secre- taria de Educação possui 338 alunos nas unidades escolares que possuem deficiência. Entre eles, 18 utilizam o sistema de leitura e escrita em Braille que é pouco conhecido devido à complexidade do material. Estão abertas as inscrições para professores em caráter temporário (ACT) que desejam trabalhar na rede municipal de ensino de São José. Os interessados devem realizar a inscrição até 6 de outubro, através do site da Fepese. O processo seletivo com validade para o ano letivo de 2018 terá duas etapas: a prova escrita, que será realizada dia 22 de outubro, às 14h; e a prova de títulos. A lista dos aprovados no concurso será divulgada dia 10 de novembro. Além das informações básicas na inscrição, os candidatos terão de preencher um formulário de atualização de telefones para que a Secretaria Municipal de Educação consiga entrar em contato para convocação e escolha de vagas. VESTIBULAR USJ A Prefeitura também divulgou a abertura para o vestibular 2018 do Centro Universitário Municipal de São José (USJ), que tem os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Pedagogia e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Os interes- sados em concorrer a uma das 320 vagas oferecidas devem se inscrever pela internet, no site da Acafe, até 13 de outubro. Para solicitar a isenção da taxa de inscrição (R$ 90) o prazo vai até 29 de setembro. O candidato com deficiência que necessitar de prova especial ou precisar de tratamento diferenciado para a realização da prova deve fazer um requerimento até o dia 27 de outubro. Os locais da prova serão divulgados a partir do dia 6 de novembro no site da Acafe, na Central de Atendimento pelo telefone (48) 3224-8860. OFICINA REGIONAL DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL Representantes da Defesa Civil Municipal e secretarias de São José participaram da Oficina Regional de Proteção e Defesa Civil – Preparação para Desastres, realizada nos dias 18 e 19 de setembro, na sede da Granfpolis, na Capital. A capacitação, promovida pela Secretaria de Estado da Defesa Civil e Udesc, reuniu participantes de toda a Grande Florianópolis. A oficina teve como foco o Plano Municipal de Contingência, os Planos Comunitários de Gestão de Risco, NUPDEC (Núcleo de Proteção e Defesa Civil Comunitário), e Planos Familiares de Emergência, com discussões relacionadas à implantação desses processos nos municípios da região. Segundo o diretor de Defesa Civil de São José, Telson do Nascimento, o Secom/PMSJ/Divulgação/CSC A turma de São José na Oficina que discutiu operações de emergência em desastres naturais objetivo é padronizar os planos para a futura inclusão no Sistema de Integração da Defesa Civil. “São José já conta com um Plano Municipal de Contingência, mas a ideia é operacionalizar esse material para que, em uma situação de desastre, possa agilizar o tempo de resposta da Defesa Civil e secretarias relacionadas”, explica Telson. Representando São José na Oficina, além de Telson, estiveram presentes o secretário adjunto de Finanças, Gervásio Silva Júnior; o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Francisco Fernandes; além de representantes das secretarias de Educação, Saúde, Fundação Municipal do Meio Ambiente e Vigilância Sanitária. Concurso para o IGP A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) abriu nesta semana concurso público para o IGP (Instituto Geral de Perícias) com cargos destinados aos níveis iniciais das carreiras de perito oficial e técnico peri- cial. São 49 vagas para os cargos de perito criminal, perito criminal bioquímico, perito médico-legista e perito odontolegista. Outras duas vagas são para a função de papiloscopista. Os vencimentos chegam a R$ 15.820,84 na carreira de perito oficial. O processo de inscrição vai até o dia 20 de outubro através do site igpsc2017.ieses.org. As provas ocorrerão no dia 26 de novembro em diversas cidades.

[close]

p. 8

8 Cidades São José, 22 de setembro de 2017 ENTREVISTA: EX-SENADOR PEDRO SIMON “Hoje temos condições de mudar o Brasil” Governou o Rio Grande do Sul, foi deputado estadual, senador por quatro vezes, vereador, líder estudantil, formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica em Porto Alegre, adorava discursar. Virou, rapidamente, uma liderança incontestável nos pampas e seu nome até foi falado para disputar a cadeira de presidente da República nos anos 80. No fundo sempre preferiu a tribuna, o seu palanque para disparar críticas pesadas contra quem julgava não ter estofo para viver na política. Pedro Jorge Simon, 65 anos nos palcos da vida, que foi do velho MDB e abandonou a vida pública no PMDB em 2014, esteve em São José a convite do vereador Antônio Lemos, do PMDB, onde proferiu uma palestra dia 14 de setembro sobre “Ética na política e as perspectivas para o futuro”, no programa Café de Ideias, promovido pelo gabinete do vereador Antônio Lemos em parceria com a Univali e o Fórum de Cidadania, em São José. Nesta entrevista ao Correio de Santa Catarina, com perguntas do vereador Antônio Lemos e dos jornalistas Uiara Zilli e Belmiro Sauthier, ele faz uma análise dos turbulentos dias que vivemos no cenário político e econômico do País. P - Falando com a experiência de alguém que tem 65 anos de mandatos e vida política, como o sr. analisa a conjuntura política nacional neste momento? Pedro Simon - Vivi várias crises, mas com toda a sinceridade eu digo que o momento que estamos vivendo é diferente de tudo o que já aconteceu. Falar em crise no Brasil, em golpe, em ditadura, em problemas sociais, é quase rotina. A diferença do que estamos vivendo agora, de tudo o que já vivemos, é que pela primeira vez o Brasil está sendo passado a limpo. Isso nunca tinha acontecido. Derrubaram o Getúlio, diziam horrores, nunca apuraram nada. Veio 64, a ditadura derrubou e disse horrores do presidente Jango, ficaram 21 anos, 6 presidentes nomeados, não aconteceu nada. Nós, das ‘Diretas, já’, derrubamos a ditadura, restabelecemos a democracia e estamos lá há 20 anos, mas não se apurou nada. Agora não. Agora as coisas estão acontecendo. Quando você ouviu falar que um general foi pra cadeia? Que um empresário foi pra cadeia? Que um senador foi pra cadeia? Um ministro da Fazenda foi pra cadeia? P - Alguns setores das maiores legendas, como PT, PSDB e PMDB, têm criticado a atuação do Judiciário e a condução da Operação Lava Jato. Como o sr. vê isso? Pedro Simon - Estão criticando porque a Operação Lava Jato está apurando. Nunca vi político A, B ou C criticar os juízes do tribunal, porque eles nunca foram pra cadeia. Estão criticando porque agora as coisas estão sendo apuradas. Hoje, uma grande mudança que aconteceu no Brasil é que condenado em segunda instância vai para a cadeia. No Brasil, ao contrário do mundo inteiro, o cidadão é processado, Justiça condena, ele recorre, fica em liberdade e recorre pro Tribunal, vai pra Junta, fica em liberdade quatro vezes, seis vezes, três ou quatro anos, recorre sempre e é solto. Hoje, condenado uma vez, recorre solto, condenado pela segunda vez, pode recorrer à vontade, vai pra cadeia. Nós hoje temos condições de mudar o Brasil. Só que tem pessoas de todos os partidos se reunindo para fazer um baita de um Divulgação/CSC Ex-senador Pedro Simon: “Agora as coisas estão acontecendo” acordão. Vamos perdoar todo mundo e não se fala mais nada. ‘Foi Caixa Dois, foi uma coisa sem querer, não tem importância’. O PMDB está liberado, o Lula está liberado, o Aécio está liberado, o presidente está liberado. Esse é o perigo que tem e é por isso que eu tenho andado pelo Brasil. Tenho falado com os jovens, dizendo: vocês têm que ir pra rua, vocês têm que acompanhar as coisas que estão acontecendo. P - O sr. citou esse possível acordo entre os partidos, se fala que estariam articulando um manifesto em crítica à condução do Judiciário. É possível um acordo entre PT, PMDB e PSDB em um momento como este? Pedro Simon - Possível é. E nós temos que ser radicalmente contra isso. Eu lembro na África do Sul, quando terminou o apartheid, o [Nelson] Mandela anistiou o presidente da República, os ingleses foram postos pra rua, ele fez um grande entendimento, uma espécie de perdão, mas foi o seguinte: todos foram condenados. Os que roubaram, que mataram, torturaram foram condenados. Se isso não acon- tecer no Brasil, não sei mais o que vai acontecer. Dizem que tem que refundar o PT, mas não é só isso. Tem que refundar o PMDB, tem que fazer uma nova vida partidária. PRESIDENTE TEMER P - Poucos dias antes da votação do impeachment na Câmara dos Deputados, o sr. deu uma entrevista dizendo que Temer deveria renunciar caso o afastamento de Dilma se concretizasse. Pedro Simon - Eu pensava isso. Sempre pensei que o Temer poderia dar um gesto de grande importância. O Dr. Getúlio Vargas era presidente da República e estava na iminência… Quer dizer, quando os militares se insurgiram ou ele ia para uma guerra civil ou aceitava ser derrotado. Ele disse que não queria ver um mar de sangue, como deixou na carta-testamento, e também não queria seus inimigos ocupando. Suicidou-se. Não quis renunciar. O Dr. João Goulart não se suicidou, mas saiu do governo porque não quis ter uma guerra. Eu acho que uma hora dessas é uma hora delicada, muito delicada. Agora, [Temer] estava na posição dele, não aceitou. A sensação que eu sinto é que essa é uma posição de responsabilidade pessoal. [Agora, com o processo de Temer] não existe essa questão voto partidário, do partido, é votar de acordo com sua consciência. Eu não posso dizer como é, como não é, porque ficou meio óbvio que o Procurador-Geral da República pegou uma questão pessoal com o presidente. Foi uma coisa muito estranha que o auxiliar dele (ex-procurador Marcelo Miller), que estava fazendo a delação desse grupo JBS, de repente renuncia um cargo vitalício e vai trabalhar com os caras que ele estava acusando. Ficou uma coisa muito estranha. P - Mas quando o sr. defendia a saída de Temer antes, era por uma questão de lealdade política? Pedro Simon - Estou dizendo que agora os deputados têm que votar de acordo com a consciência deles. Antes do impeachment ser concretizado poderiam partir para um grande entendimento e a Carmen Lúcia (presidente do STF) assumir o governo para fazer um grande entendimento. Essa era a tese que eu defendia. Agora, isso tinha que ser feito antes de entrar com a ação. P - Tendo em vista as gravações que vieram à tona em maio, o sr. acha que Temer deveria ter renunciado? Pedro Simon - Essa situação não estou sabendo bem como ela está. De repente aparece que o cidadão foi lá, pegou os R$ 500 mil e fizeram entendimento que são R$ 500 mil por semana, durante 20 anos! Isso não existe. Durante 20 anos, toda semana um cidadão pegar R$ 500 mil e entregar para o outro. Onde é que está isso? É novelesco. Por isso eu digo que cada deputado deve receber a denúncia e votar de acordo com sua consciência P - Uma das coisas que tem ajudado Temer é o fato de ter controle do Congresso através de acordos com deputados e senadores, em uma espécie de “balcão de negócios”. Vale a pena manter um governo dessa forma? Pedro Simon - Eu acho um absurdo, sou contra isso. Mas é isso que existe no Brasil desde os dias do (José) Sarney. Quer dizer, é uma política de resultado. Um governo onde o presidente é resultado da coligação, porque ele faz acordo com os deputados e “toma lá, dá cá”. Só te digo o seguinte: é o que está acontecendo? É. Mas no Lula era assim. No Fernando Henrique era assim. No Sarney era assim. Eu te dou o Ministério tal e tu vota comigo. Essa é a grande desgraça do Brasil. E vem sendo, é uma rotina. P - As investigações recentes mostram que as relações entre poder público e empreiteiras já vêm de muito tempo. Pedro Simon - Sempre foi por esse caminho. Tem uma coisa que ainda não apareceu, que é o problema do sistema financeiro do Brasil. Os grandes bancos, as grandes instituições, ainda não se chegou lá. P - O sr. percebia esse lobby das empreiteiras presentes dentro do Senado? Pedro Simon - Eu te digo que sim. Posso mostrar aqui (busca o livro Impunidade veste Colarinho Branco, de sua autoria, publicado pelo Senado Federal). Em todo esse livro eu falo sobre esse problema no Brasil de os caras

[close]

p. 9

São José, 22 de setembro de 2017 Cidades 9 ENTREVISTA: EX-SENADOR PEDRO SIMON roubarem e não acontecer nada. Agora mudou tudo. E descobriram a delação premiada. O que é a delação premiada? É um absurdo, esse cara [Joesley] está se revelando um grande ladrão, um grande vigarista. Divulgação/CSC P - O que o sr. acha da delação premiada? Pedro Simon - Eu reconheço que é uma ar- ma usada no mundo in- teiro. Se não é esse cara contar tudo, quando é que tu ia saber? Nunca. Ele ia morrer com aqui- lo. Só que no Brasil está sendo meio exagerado, porque o cara está viran- Simon com vereadores e lideranças do PMDB em São José e o ex-governador Casildo Maldaner do herói. Mas está apa- recendo. Hoje, as coisas rubou ditadura, “Diretas, tuação são os salvadores cobre isso de todos os uma grande e ela pegou estão acontecendo. já”, uma maravilha e ele da pátria. Eu tenho me- caras. [A criminaliza- uma fama de extraordi- elege um Collor da vida. do. Se hoje você pergun- ção] faz parte do mo- nária. E ela não é. Ela é P - Como o sr. vê o Foi o maior erro da nos- tar que nome está aí, não mento que estamos vi- uma pessoa direita, não cenário para as eleições sa vida. Agora, o capitão tem ninguém. Um nome vendo. Há uma crimina- vejo nada dela, na atua- de 2018, a partir das aquele, o Bolsonaro que o povo olha… Está lização generalizada. ção dela, não vejo ela pesquisas que têm apa- (PSC), está crescendo a tudo igual. Vamos ter que parar e em nada dessas coisas recido? cada dia. Pedro Simon - Isso é dar tempo ao tempo. Por que aconteceram, mas P - Em 2014 o sr. exemplo, o Olívio Du- ao mesmo tempo rouba- piada. O que aconteceu P - O que o sr. acha apoiou a candidatura tra. É um cara do PT, ram, fizeram o diabo e na França. De repente, dessas figuras que se de Marina Silva. Acha mas é um cara simples, ela não fez nada. Ela era um jovem de 39 anos, vendem como anti-polí- que ela é uma possibili- temos que tirar o chapéu Presidente da República. que nunca foi nada, ticos? dade? Apoiaria nova- pra ele, é um cara digno, apresentou uma propos- Pedro Simon - São mente? correto, decente. Tarso P - O que o sr. acha ta, criou um partido um duas coisas diferentes. O Pedro Simon - Ela é Genro, a mesma coisa. da possibilidade de Lula ano antes, sem história, prefeito de São Paulo é um nome, um grande Agora, o governador de ser presidente outra sem biografia, sem no- um intelectual, um em- nome. Eu quis dizer no Minas Gerais [Fernando vez? me e ganhou, fez 60% presário, jovem, nunca sentido dos políticos que Pimentel] é do PT, mas é Pedro Simon - dos deputados. O Parti- esteve na política, mas estão aí, na crista da on- um ladrão, vigarista. Do Não… Eu vejo os gene- do Socialista que era o de repente se elege pre- da. Por duas vezes ela PMDB, o governador do rais que foram presidengrande, que vinha domi- feito e está fazendo uma quase chegou lá. A nossa Rio de Janeiro, [Luiz tes, foram uma piada. nando, perdeu de uma administração positiva. presidenta tinha 15 mi- Fernando Pezão] tam- Nunca fizeram nada. hora para outra. Agora, o Esse pode vir com uma nutos de televisão, a Ma- bém é um ladrão, viga- Depois nós tínhamos Brasil tem esse perigo, badalação e pode cres- rina tinha dois. Ela de- rista. como foi o Collor. Der- cer. O perigo dessa si- moliu com a Marina. Tu- Ulysses, Tancredo, Teotônio, Arraes, Brizola, do o que ela fez são coi- P - E em relação às nomes e mais nomes. sas que ela dizia que a reformas, como o sr. vo- Foi ganhar o Collor que Marina ia fazer. Com taria? era um zero à esquerda. muito carinho, apoiaria Pedro Simon - Eu Morreu Tancredo para ela. Quando eu falei que estaria em uma posição assumir o Sarney, que não tinha um grande no- de luta, quanto ao con- era um homem da dita- me é desses que estão na texto geral que nós esta- dura. Ganhou o Collor crista da onda. mos vivendo. É uma coi- numa eleição que tinha sa muito séria para votar Lula, Covas, Brizola. O P - Hoje também se nessa correria toda. De- Lula foi um cara bom. O fala em momento de veriam delimitar. Lula tinha tudo para criminalização da polí- acertar. Coisa impressio- tica. O que pode trazer P - E no impeach- nante. Perdeu uma elei- as pessoas de volta para ment, como teria vota- ção, duas, três eleições, ela? do? manteve a firmeza, a Pedro Simon - Por Pedro Simon - Não dignidade, a garra dele. isso que eu com os meus posso responder. Mas eu Foi ganhar a quarta, as- 87 anos, 65 de política, fiquei magoado com a sumiu, fez os programas sou político. O que eu Dilma. Ela demitiu mi- sociais. Quando está tenho hoje? Eu sou o Pe- nistros, mas daí disse- com tudo, esses emprei- dro Simon, mas tenho ram “fora, Dilma”, “che- teiros, esses caras aí, por menos do que tinha 60 ga da Dilma” e ela aca- um vinho de mil dólares anos atrás. Eu fui minis- bou caindo nesse troço a garrafa, avião a jato tro, senador, governador, que foi muito ruim. A para fazer uma palestra, deputado e hoje estou Dilma não foi traída. O o cara se levou por isso. Simon (E) ao com o vereador Antônio Lemos “Pessoas de todos os partidos querem um baita acordão” aqui. Tenho minha cons- Lula se enganou muito. Se levou por isso, rapaz! ciência tranquila. Agora, Ele vendeu ela como Que coisa fantástica, não dá pra acreditar. Não tem explicação. Quando está no auge, não precisava de nada. Que coisa, que coisa. Eu tenho ódio não é do Lula, um coitado. Tenho ódio desses caras que estavam em volta, esses caras… Eu fazia parte das reuniões. O Lula me convidou para ser ministro do primeiro governo dele. Jantou lá em casa, ele e o José Dirceu. Ficou um tempo lá e queria que eu fosse ministro. Eu disse pra ele que não. Disse que não tinha lógica, que eu não ia nem ajudar. Ia ajudar mais no Senado. Eu disse que no Senado podia fazer o que eu fiz com o Itamar [Franco]. Eu fui líder do governo do Itamar, ajudei uma barbaridade. E ele topou. P - Olhando para trás, toda a caminhada política que o sr. fez, acha que valeu a pena? Pedro Simon - Eu nunca me acovardei, nunca me apequenei. Peguei as posições políticas mais difíceis. Acho difícil alguém que tenha vivido uma época política tão ingrata, de tanta rispidez, como a que nós vivemos. Mas valeu a pena, sim. Vivemos quadros históricos. A época do MDB, a resistência democrática. Nós éramos um grupo quando o governo eram os militares, a Igreja fechado do lado do governo, a grande imprensa, os grandes empresários e nós éramos um punhadozinho. Quando dissemos não para o governo, para a luta armada que o Brizola queria fazer, dizíamos que íamos lutar com as nossas forças dentro da democracia e os caras riam de nós. Fomos devagarinho, povo na rua e diretas já, fomos indo, crescendo e o que ninguém acreditava aconteceu. Os militares voltaram para a caserna e nós fizemos a eleição, sem disparar um tiro. Isso eu vi. Para depois o Tancredo filho da mãe morrer e não levar o Sarney junto. Deixou o Sarney aí e ainda entra o Collor.

[close]

p. 10

10 Negócios Aqui Tem PRODUTOS & SERVIÇOS 2ª à 6ª BUFFET LIVRE R$ 15,00 DE 2ª À SÁBADO DAS 11 ÀS 13H30 BUFFET LIVRE E A QUILO + COPO DE SUCO (48) 3015-7462 / RUA ARTHUR MARIANO, 1054 - FORQUILHINHAS São José, 22 de setembro de 2017

[close]

p. 11

São José, 22 de setembro de 2017 Cidades EM FLORIANÓPOLIS Promessas para a Saúde começam a sair do papel Divulgação/CSC A Prefeitura de Florianópolis lançou nesta semana um edital de licitação para retomada das obras no Centro de Saúde do Pantanal, paralisadas há mais de um ano. A estimativa com o novo investimento – cerca de R$ 1,2 milhão – é que o trabalho se reinicie somente no final deste ano. A obra se soma a outros investimentos em Atenção Primária na Capital, que incluem a reforma e ampliação do Centro de Saúde da Ta- pera e retomada das obras na nova unidade do Campeche, totalmente degradado. Investimentos somam R$ 6 milhões. Estão previstas também, no pacote já anunciado pelo prefeito Gean Loureiro, obras no Centro de Saúde de Ingleses, além da publicação dos editais de licitação para retomada das reformas e ampliações nas unidades do Abraão e do Canto da Lagoa e construção de novas unidades no Alto Ribeirão e na Costeira. ALÔ, DOUTOR? Uma das grandes promessas de campanha de Gean Loureiro, entretanto, ainda está na teoria, o programa “Alô, Doutor”. O programa pretendia ser um sistema facilitado de marcação de consultas por telefone e internet, mas até hoje não foi implantado. A prefeitura diz que estimula suas unidades de Saúde a implantarem a marcação de consultas por celular, e-mail e whatsapp e que na Prefeito Gean Loureiro maioria dos centros de saúde as pessoas conseguem marcar consulta num prazo curto, entre 24h e 48 horas. Agora, a nova promessa da Prefeitura de Florianópolis é que o “Alô, Doutor” seja implementado de fato somente em 2018 como um atendimento pré-clínico. PROGRAMA DE INCENTIVO À BICICLETA NAS ESCOLAS Nesta quinta-feira (21/9), na véspera do Dia Mundial Sem Carro, a Prefeitura da Capital lançou o projeto Bicicleta na Escola Floripa. A ideia é tornar o uso da bicicleta, no ir e vir da escola, um hábito mais frequente entre os estudantes da rede municipal de ensino. O secretário de Educação, Maurício Fernandes Pereira, convidou Ana Destri, que é mentora do Bicicleta na Escola em nível nacional, para coordenar este projeto municipal. A professora de educação física já trabalha em algumas unidades de ensino o uso consciente e sustentável da bicicleta. Sobre o assunto, ela deu palestras em diversas cidades do país, assim como no Chile, no México e na Holanda. SC É 2º COLOCADO NA GERAÇÃO DE EMPREGO Com um saldo de 6,1 mil vagas criadas com carteira assinada, Santa Catarina ficou em 2º lugar no ranking da geração de emprego em agosto, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgados nesta quinta-feira (21/9). “São números que mostram a retomada da economia. Santa Catarina foi o último Estado a entrar na crise e está sendo o primeiro a sair. São mais de 6 mil catarinenses que passaram a ter carteira assinada, conquistando a independência pelo trabalho. Está valendo a pena lutar”, comemorou o governador Raimundo Colombo. E ECONOMIA • SC acaba de ser premiada como o segundo estado mais competitivo do Brasil de acordo com ranking divulgado nesta quarta-feira (20/9), pelo Centro de Liderança Pública (CLP) (ver pag. 3). Outra boa notícia é o aumento de 20% em voos charter (fretados) nos aeroportos Hercílio Luz, em Florianópolis, e Victor Konder, em Navegantes. Os dados da Infraero e Anac foram revelados nesta terça-feira (19/9), durante reunião dos membros do Conselho Estadual de Turismo, presidido por Rogério Siqueira, com o governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esportes, Leonel Pavan. • O Feirão de Empregos da Semana Inclusiva da Grande Florianópolis será realizado neste sábado (23/9), das 9h às 17h no IFSC de Florianópolis. O evento conta com a participação da Fundação Catarinense de Educação Especial, que vai fazer o acompanhamento dos candidatos do feirão. A Semana Inclusiva da Grande Florianópolis, segue até domingo (24/9), com diversos eventos. No domingo, a partir das 14h, acontece a festa de encerramento na BeiraMar de São José. A iniciativa é promovida pelo Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina e o Ministério do Trabalho e Emprego, em parceria com mais de 30 instituições governamentais e não-governamentais do estado. • Parte significativa dos brasileiros ainda não possui o hábito de pou- par. É o que revela o Indicador de Reserva Financeira, calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) que mostra que 75% dos entrevistados não conseguiram guardar recursos no mês de agosto. O percentual revela um crescimento 3,4 pontos percentuais em relação a julho. Apenas 19% dos consumidores pouparam parte de seus ganhos. O principal motivo citado pelos entrevistados para não poupar é a baixa renda. De acordo com a sondagem, 48% justificou dessa forma. A falta de renda, num cenário de alta do desemprego, também pesa, sendo mencionada por 16% desses entrevistados. Os imprevistos foram mencionados por 14%, enquanto a dificuldade para controlar os gastos e a falta de disciplina foram mencionados por 13%. • Em seu resultado comercial de agosto, a SCGÁS registrou o maior volume total de gás natural distribuído nesta época do ano desde 2013 – 1.865.902 m³/dia. Em relação ao consumo de 2015, pior volume registrado neste mês nos últimos sete anos, houve crescimento de 8,1%. Em relação ao combustível distribuído apenas para o segmento industrial, o volume registrado mais uma vez foi o melhor desde 2013. O total consumido pelas indústrias chegou a 1.573.256 m³/dia de gás natural, valor 8% maior que o registrado em 2015. 11 MELHORIAS NA ILUMINAÇÃO PÚBLICA Quase 300 pontos de iluminação pública serão modernizados em Palhoça neste mês de setembro. A SQE Luz, empresa contratada pela administração pública e que é responsável pelas obras, está em andamento com as melhorias que consistem em trocar as luminárias existentes, que já são obsoletas em relação à novas tecnologias de iluminação, por luminárias modernas com lâmpadas de multivapores metálicos. Mais eficientes e duráveis, estes modelos de lâmpadas reproduzem luminosidade mais clara. São as mesmas usadas em estádios de futebol, por exemplo. Os bairros do município de Palhoça que receberão esta nova e moderna iluminação são Barra do Aririú (183 luminárias), Enseada do Brito, (46 luminárias), Passa Vinte (39 luminárias), e Caminho Novo (26 luminárias). Segundo a prefeitura, oito ruas destas localidades passarão a contar com esta nova iluminação até outubro. LICENÇA AMBIENTAL DE OPERAÇÃO OLIVEIRA NOCETI EMPREENDIMENTOS E ADMINISTRAÇÃO DE BENS LTDA, CNPJ: 18.083.619/0001-72, torna público que requereu licença ambiental de operação para condomínio implantado na Rua Fúlvio Vieira da Rosa, s/n°, bairro Barreiros, junto a Fundação do Meio Ambiente de São José - FMADS. Rua Cauassú, Loteamento Jardim Botânico, Potecas - São José Santa Catarina. PUBLICAÇÃO LEGAL AQUI É MAIS BARATO ANUNCIE PARA TODA A GRANDE FLORIANÓPOLIS LIGUE (48) 3241-1252 comercial@correiosc.com.br contato@correiosc.com.br

[close]

p. 12

12 Lazer PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL Órgão (?) dedicado à hispânicas: igualdade mexicano de gênero e cubano Da cor do ouro É expelido pelo Vesúvio O teor da obra como o Alimento das "Diário de Anne Frank" crias das colmeias Apelido carinhoso Estilo de rock caracte- de "Lúcia" rizado pela melancolia "Me Chama", "Rádio Blá" e "Essa Noite Não" Edibar - Lucio Oliveira São José, 22 de setembro de 2017 Caranguejo acinzentado que habita manguezais O usuário do método braile Versáteis divisórias de ambientes Rio de PE, deságua no Atlántico Maior mamífero da América do Sul Altos dignitários dos xiitas Revezar Rumava Igor, para Victor Frankenstein (Lit.) Acolá Ação evitada pelo sovina Objeto que guarda o lanche do piquenique Queixa de idosos a- bandonados em asilos (?) Galli, atriz Estadual (abrev.) Órgão que emite a carteira do advogado Euclides da Cunha, escritor Roçar Lago norteamericano (?) Sharif, ator Marte, em inglês Terra natal Sua capital é Acra Disputa do turfe Grito de incentivo de torcedores (fut.) Velho, em inglês Inicia o telefonema Tempero que afasta bruxas más (Folcl.) Culminância; apogeu Honesto (?) Penn, ator de "21 Gramas" (?) facial, cosmético Almofada, em inglês Carlos Cachaça, sambista carioca Produto Interno Bruto (sigla) Elemento básico da mímica Cidade do interior da Bahia Santa (abrev.) Aranha, carrapato ou escorpião, por sua classe zoológica BANCO 3/old — pad — una. 4/mars. 5/gesto. 6/camacã — lacaio. 9/aracnídeo. 11/onu mulheres. Solução 3 ONUMU L H E R E S ARA T U MA L U CEGO EO EC E I R E B I OMBOS O A I ATOLAS UNA OB MARS ANAG PAREO ALTERNAR AS I A AL I OLD D GF SAL E LACA I O LEAL DESCASO PO GESTO E P I B S T A CAMACÃ ARACN I DEO C CINEMA Horários de sábado (23/9) IT - A COISA •Um grupo de sete adolescentes de Derry, uma cidade no Maine, formam o auto-intitulado `Losers Club´ – o clube dos perdedores. A pacata rotina da cidade é abalada quando crianças começam a desaparecer e tudo o que pode ser encontrado delas são partes de seus corpos. Logo, os integrantes do `Losers Club´ acabam ficando face a face com o responsável pelos crimes: o palhaço Pennywise. Itaguaçu: 14:00 16:30 19:00 21:30 (Dub) Continente Park: 12:30 15:30 18:30 (Dub) | 19:30 21:30 (Leg) Via Catarina: 14:00 16:30 19:00 21:30 (Dub) EMOJI - O FILME • Textopolis é a cidade onde os Emojis favoritos dos usuários de smartphones vivem e trabalham. Lá, todos eles vivem em função de um sonho: serem usados nos textos dos humanos. Todos estão acostumados a ter somente uma expressão facial – com exceção de Gene, que nasceu com um bug em seu sistema, que o permite trocar de rosto através de um filtro especial. Determinado à se tornar um emoji normal como todos os outros, ele vai encarar uma jornada fantásticas através dos aplicativos de celular mais populares desta geração – e no meio do caminho, claro, fazer novos amigos. Itaguaçu: 19:30 21:20 (3D, Dub) Continente Park: 12:45 14:45 17:00 (Dub) Via Catarina: 19:30 21:30 (3D, Dub) POLÍCIA FEDERAL - A LEI É PARA TODOS • O filme conta a saga da maior e mais bem-sucedida operação de combate à corrupção da história do país – a Operação Lava Jato. Pelo ponto de vista do delegado Ivan (Antonio Calloni) e de sua equipe da Polícia Federal, em conjunto com a for- ça-tarefa do Ministério Público Federal, o longa revela os esforços para desvendar o esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propinas a executivos da Petrobras, empreiteiras, partidos políticos e parlamentares. O thriller mostra ainda o papel decisivo da Justiça para que a investigação não fosse destruída pelas forças políticas envolvidas. Itaguaçu: 13:20 15:25 Continente Park: 17:45 20:45 Via Catarina: 16:40 19:00 FEITO NA AMÉRICA •Durante a década de 1980, Barry Seal (Tom Cruise), um piloto oportunista da Trans World Airlines, é inesperadamente recrutado pela CIA para realizar uma das maiores operações secretas da história dos Estados Unidos. Itaguaçu: 19:20 21:30 (Dub) Continente Park: 18:00 21:00 (Leg) | 15:00 (Dub) Via Catarina: 14:00 21:20 O SEQUESTRO •Karla Dyson (Halle Berry) trabalha como garçonete em uma lanchonete e tem a vida voltada para a criação do filho, o pequeno Frankie (Sage Correa). Um dia, ao atender o telefone em um parque, ela descobre que o garoto simplesmente desapareceu. Ao vê-lo sendo colocado dentro de um carro, Karla parte em se encalço em uma busca desesperada, perseguindo os sequestradores em seu próprio automóvel. Continente Park: 19:45 (Dub) | 22:15 (Leg) Via Catarina: 17:00 19:00 21:00 (Dub) MÃE! •MÃE! A relação de um casal é testada quando visitantes não esperados chegam à sua casa e atrapalham a tranquilidade da família. Itaguaçu: 14:20 16:40 19:00 21:20 (Dub) Continente Park: 19:00 22:00 (Leg) | 13:00 16:00 (Dub) O QUE SERÁ DE NOZES 2 • A aventuras de Surly e seus amigos, Buddy, Andie e Precious continuam. Eles descobrem que o prefeito de Oakton está planejando construir um parque de diversões gigante no Liberty Park, o que vai acabar com o lugar onde eles moram. A turma agora precisa se unir para salvar sua casa e derrotar o prefeito. Itaguaçu: 14:00 15:50 17:40 (3D, Dub) Via Catarina: 14:00 15:50 17:40 (3D, Dub) DIVÓRCIO • Noeli (Camila Morgado) e Júlio (Murilo Benício) são um casal humilde que enriquece quando cria o molho de tomate Juno, que se torna um sucesso nacional. Com o passar dos anos, já donos de uma grande empresa e com muito dinheiro, os dois se distanciam. E um incidente na estrada é a gota d´água para a separação. Enquanto buscam o melhor advogado para defender o patrimônio, o ex-casal se envolve em um processo de divórcio cheio de confusões e com cenas hilárias. Itaguaçu: 15:30 17:30 19:30 21:30 Continente Park: 13:45 16:15 18:45 21:15 O ASSASSINO: O PRIMEIRO ALVO • Stan Hurley (Michael Keaton), veterano da Guerra Fria, recebe sua tarefa mais complexa enquanto agente de treinamento da CIA quando o seu superior ordena que ele treine um ex-soldado das forças especiais, Mitch Rapp (Dylan O´Brien), cujo estado psicológico está devastado após a morte de sua noiva. Continente Park: 16:45 19:15 (Dub) | 21:45 (Leg) I IMAGEM DA SEMANA Marco Martins/FCC/Divulgação/CSC AA G H HORÓSCOPO Peixes de 20/02 a 20/03 - Saiba aproveitar da felicidade que estes dias podem trazer á sua vida. Seja firme, não desanime ao primeiro obstáculo. A saúde é boa em geral, porém não abuse das suas forças. Escorpião de 23/10 a 21/11 - Se pretende mudar de vida é hora de tomar decisões. Dias conflituosos em que será levado a tomar posições radicais. Sua autoconfiança estará exacerbada, procure o equilíbrio. Câncer de 21/06 a 21/07 - Preste mais atenção á sua intuição. Se gosta de jogar este é o momento para agarrar um golpe de sorte. Cuidado com as suas finanças, juros ou outros encargos. Procure ser realista. Aquário 21/01 a 19/02 - Se não está comprometido vá direto ao assunto. No plano profissional e material: toda a energia positiva que o cerca o levará a fazer algumas mudanças. Dedique mais tempo ao lazer. Libra de 23/09 a 22/10 - Maior satisfação em obter progresso a nível profissional que em termos afetivos. Vai se sentir com um forte poder de decisão. Na saúde: tenha atenção com o seu aparelho respiratório. Gêmeos de 21/05 a 20/06 - Poderá ter o anúncio de uma proposta associativa que o levará a projetar-se profissionalmente. Viagens de negócio estarão protegidas. Momentos de ansiedade. Yoga seria benéfico. Capricórnio de 22/12 a 20/01 - Os seus amigos mais chegados manifestarão grande simpatia e respeito pela sua pessoa. Prevê-se uma forte estabilidade financeira. Na saúde: pratique exercício físico regular. Virgem de 23/08 a 22/09 -Os seus relacionamentos pessoais serão envoltos em reações fogosas e apaixonadas. Não cultive a insatisfação. Apaixone-se de novo pelo seu trabalho. Atividades ao ar livre, relaxe. Touro de 21/04 a 20/05 - Para não correr o risco de ser manipulado, reflita um pouco antes de iniciar uma nova relação amorosa. Este é um período propício a ganhos extras. Tenha cuidado com a obesidade. Sagitário de 22/11 a 21/12 - Esteja atento. Poderá encontrar sinais que indicam uma traição por parte de algum familiar. Não hesite em pedir opinião a terceiros. O mau estar dificilmente será ultrapassado. Leão de 22/07 a 22/08 - Observe o que se passa na sua atividade profissional e tome as melhores decisões. Relaxe e aproveite os momentos bons. Não se afaste das linhas de conduta traçadas por você. Áries de 21/03 a 20/04 - A competência e experiência serão fundamentais para atingir o êxito profissional. Fortes paixões. Não tome por certo acordo firmado com base apenas verbal. Alguma instabilidade. Terremoto: Comemoração de agentes ao encontrar sobrevivente nos escombros do terremoto que atingiu o México nesta terça-feira (19/9), no mesmo dia do cismo histórico de 1985

[close]

p. 13

São José, 22 de setembro de 2017 13 Vadiando Nunca vi um Campeonato Brasileiro tão estranho como este. O Corinthians segue vadiando lá na frente da tabela de classificação, graças a gordura acumulada no primeiro turno e também pela pífia campanha de seus seguidores mais próximos neste segundo turno. Assim o Timão vai caminhando a passos largos em busca de mais um título de campeão brasileiro. Gol ilícito O torcedor vascaíno não se conforma com o gol irregular de Jô que deu a vitória ao Timão. Um gol ilícito que tem dado o que falar. Eu, que já estive lá dentro, posso garantir que a grande maioria dos jogadores não possuem moral alguma para julgar o Jô. São bem poucos que podem criticá-lo ou até mesmo condená-lo. Porque a grande maioria é pura hipocrisia. Não que o atacante seja um santinho, é que nesses casos o fair-play jamais irá acontecer nos gramados tupiniquins. Ou quem sabe um dia possa ocorrer? Geladeira de cozinha O Figueirense parece estar perdido. E não me refiro apenas pelo time, que ainda nem sequer encontrou seu padrão de jogo, ou pela mudança do corpo técnico há apenas algumas semanas. Falo de maneira geral. Ainda acredito que o time alcance o objetivo de permanecer na Série B. Mas dificilmente enxergarei algo mais além disso. A posição do Figueirense na maldita zona da segundona brasileira está igual à geladeira na cozinha: não precisa olhar para saber que está lá. Ponto proveitoso Nem tão bom, mas nem tão ruim. Assim podemos resumir o empate do Leão contra o Galo na manhã nebulosa de domingo na Ressacada. Avaí e Atlético/MG fizeram um jogo movimentado, levando os seu torcedores a roer as unhas. O time de Claudinei Oliveira saiu na frente, mas não conseguiu sustentar o resultado. Seguros, os zagueiros Betão e Alemão cortavam todas as bolas que chegavam na área. O Avaí não enfrentou um adversário qualquer, pois o Galo possui um elenco qualificado. Esse foi um ponto proveitoso. Árbitro de vídeo Essa tal da CBF não se emenda. Depois da lambança que a equipe de arbitragem fez no jogo do Timão e Vasco, a CBF anunciou que passará a usar o árbitro de vídeo, chamado de VAR (Video Assistant Referee). Ou seja, a CBF irá colocar em prática algo complicado sem ao menos já ter testado anteriormente. Algumas ligas, como a Bundesliga, Série A italiana e a primeirona de Portugal já adotaram esse sistema. Marco Polo Del Nero, presidente da CBF, que mal pode deixar o Brasil com medo de ser preso pelo FBI, mandou usar o sistema imediatamente. Como irá funcionar Não pensem que o jogo será paralisado em todas as dúvidas. São quatro tipos de lances definidos pela FIFA como passíveis de revisão pelo árbitro de vídeo: se houve alguma infração ou irregularidade no gol; se houve ou não erro claro na marcação de pênalti; se houve ou não houve erro claro na expulsão de jogador e caso o árbitro aplique o cartão amarelo ou vermelho a um jogador errado. Somente o árbitro poderá acionar o árbitro de vídeo ou vice-versa. Nenhuma outra pessoa do jogo poderá pedir o VAR. Um grande jogador A grande Florianópolis perdeu uma grande figura do nosso futebol. O ex-jogador Capota que fez história nas décadas de 70 e 80 morreu nesta quarta-feira. Longe do futebol a alguns anos, Capota era figura estimada por todos que o conheceram. Jogava muito, e inclusive chegou a ser sondado por muitos clubes profissionais de SC e alguns até mesmo do Brasil. Pimenta no dos outros Os jogadores do Corinthians deixaram o gramado do Cilindro de Avellaneda, cuspindo marimbondos contra o árbitro uruguaio Leodan Gonzâles, depois que o timão foi eliminado das quartas-de-final da Copa Sul-Americana. É...pimenta nos olhos dos outros não arde neh!!!!! O Corinthians reclamando da arbitragem é o que? Pro gasto O Flamengo ainda não é um time par ser definido como um "bicho papão". Longe da Arena Urubu parece uma andorinha, e em casa costuma jogar como gente grande. A Chapecoense na cidade maravilhosa parecia estar jogando com o pensamento no brasileirão da série A. Foi atropelada por um Flamengo que oscila entre a eficácia e a maleabilidade. Drops da arquibancada • Na fria e chuvosa tarde de sábado em Porto Alegre, o Internacional fez 3 a 0 ao natural no Figueirense para retomar a liderança da segundona brasileira. • A vitória da Chapecoense diante do Grêmio dentro da Arena em Porto Alegre foi a surpresa da rodada. • A cada rodada a situação do Figueirense fica complicada. A sua permanência na Série B não depende somente de si. Contra o ABC, é vitória ou vitória. Lula quer fechar todos os centros espíritas para que dona Marisa não faça delação premiada. PENSAMENTO DO BAMBI BRASILEIRÃO - SÉRIE A 25ª RODADA 23/09 - SÁBADO - 19:00 Flamengo X Avaí 23/09 - SÁBADO - 21:00 Santos X Atlético-PR 24/09 - DOMINGO - 11:00 São Paulo X Corinthians 24/09 - DOMINGO - 16:00 Fluminense X Palmeiras Coritiba X Botafogo Atlético-GO X Cruzeiro Chapecoense X Ponte Preta 24/09 - DOMINGO - 19:00 Atlético-MG X Vitória Bahia X Grêmio 25/09 - SEGUNDA - 20:00 Sport X Vasco BRASILEIRÃO - SÉRIE A Clube 1º Corinthians 2º Grêmio 3º Santos 4º Palmeiras 5º Flamengo 6º Cruzeiro 7º Botafogo 8º Atlético-PR 9º Vasco 10º Atlético-MG 11º Fluminense 12º Sport 13º Avaí 14º Chapecoense 15º Ponte Preta 16º Bahia 17º São Paulo 18º Coritiba 19º Vitória 20º Atlético-GO PG J V E D GP GC SG 53 24 16 5 3 34 13 21 43 24 13 4 7 40 21 19 41 24 11 8 5 25 16 9 40 24 12 4 8 35 26 9 38 24 10 8 6 33 23 10 37 24 10 7 7 29 21 8 37 24 10 7 7 29 23 6 34 24 9 7 8 29 27 2 31 24 9 4 11 24 35 -11 31 24 8 7 9 26 28 -2 31 24 7 10 7 34 34 0 29 24 8 5 11 30 36 -6 29 24 7 8 9 15 27 -12 28 24 8 4 12 28 37 -9 28 24 7 7 10 26 32 -6 27 24 7 6 11 30 32 -2 27 24 7 6 11 32 36 -4 27 24 7 6 11 22 29 -7 26 24 7 5 12 26 35 -9 22 24 6 4 14 22 38 -16 Cartão Rosa Para o torcedor avaiano, que apoiou o time diante do Atlético/MG ao longo dos 90 minutos. Essa sintonia entre o torcedores e jogadores é o reconhecimento de um bom trabalho no time. Cartão Vermelho Para a equipe de arbitragem que protagonizou uma grande lambança no Brasileirão ao validar um gol de Jô com o uso do braço. Foi comprovado que aquelas pessoas que ficam atrás das goleiras não servem para nada, a não ser receber suas taxas.

[close]

p. 14

14 São José, 22 de setembro de 2017 Andrezinho contato@correiosc.com.br - 3241-1252 Daniel Pereira/Divulgação/CSC Amigos do Bar do Diga`s, no Kobrasol, prestigiando um grande evento do amigo Richard Oliveira: Sérgio, Beto, Tita, Andrezinho, Belo, Beto Martiny, Siri, Jorge, Helinho e Dante, como sempre os últimos a sair Figura folclore Quem não se lembra do homem que andava com um chifre pelas ruas de Florianópolis e região, com um megafone fazendo propagandas e falando o nome dos conhecidos, de ‘otoridades’ quando passavam por ele? Figura folclórica, conhecido por Carlos Alberto, faleceu na última quarta-feira, aos 74 anos, na cidade de Barra Velha, onde estava internado em uma clínica geriátrica, vítima de câncer de pulmão. Grande Capota! Outra figura muito conhecida na região e morador do Centro Histórico de São José nos deixou essa semana. Wilson dos Santos, o Capota, funcionário da prefeitura de São José, teve uma parada respiratória e veio a falecer. Mais um cara do bem que deixa de fazer parte do nosso dia a dia. LIGUE E ANUNCIE (48) 3241-1252 comercial@correiosc.com.br NOVOS FATOS PELA CORRIDA ELEITORAL A coisa não anda boa dentro do PSD de SC, partido do governador, Raimundo Colombo. Fontes nos revelaram que o atual presidente, deputado Gelson Merisio, e o conselheiro e ex-deputado Júlio Garcia, não sentam mais na mesma mesa. Júlio, que deixa o TCE em poucas semanas, já prepara sua volta à Assembleia em 2018, e costura para que o deputado federal João Rodrigues seja o candidato a governador ou vice-governador com Mauro Mariani, do PMDB. A delação feita pelos donos da JBS irá pegar o ex-secretário de Fazenda, já citado na Lava Jato, Antônio Gavazzoni, que é cunhado do deputado Gelson Merisio. A JBS foi favorecida em Santa Catarina com melhor regime especial – cobrança diferenciada em impostos. Outro que andava bem nas pesquisas eleitorais para concorrer a governador é o senador Paulo Bauer (PSDB), mas também foi citado na Lava Jato, o que pode manchar esse seu projeto. Vamos aguardar as próximas cenas dessa novela. Tudo é difícil A empresa que assumiu recentemente a administração do aeroporto Hercílio Luz, a Zurich Airports, da Suíça, acostumada a trabalhar totalmente dentro da legalidade, pois vem de um país onde a corrupção é quase zero, começa a encontrar dificuldades burocráticas, aquela famosa maneira de criar dificuldade para vender facilidade, na construção do novo acesso ao aeroporto ao custo de R$ 500 milhões. E o mais grave é saber que isso pode fazer com que a empresa abandone essa administração, como já aconteceu em outros aeroportos, o de Viracopos, em Campinas (SP), por exemplo. Autoridades municipais e estaduais devem entrar no circuito para não ficarmos mais uma vez só com a conta. Cada um na sua Como está em pauta, nada contra quem é ou tem preferência por esse ou por aquele, mas não podemos aceitar que homossexualidade é doença. Se isso virar um meio mais fácil de introduzir na sociedade, estão totalmente errados. Não, eles não são doentes, não são portadores de distúrbios psíquicos e não padecem de nenhum mal. Portanto, não venham com esse papo furado, e penso que os homossexuais não deveriam deixar que os tratem assim, e assumam o que são. Selvageria Essa semana circulou um vídeo nas redes sociais onde um grupo de taxistas corre atrás de um motorista de táxi executivo no aeroporto Hercílio Luz, e quase lincham ele com chutes e socos. Muita gente ficou indignada pela atitude dos taxistas covardes. Até agora não circulou nenhum vídeo explicando o porquê da agressão, mas ficou claro que alguém precisa dar um jeito nessa bagunça, principalmente com a entrada do Uber na cidade. Isso revela inclusive o nível de alguns profissionais autorizados pela prefeitura. Os vereadores da Capital precisam, urgentemente, legalizar esse tipo de transporte, antes que alguém morra. Do céu ao inferno O ex-deputado estadual, Nilson Nelson Machado, o Duduco, foi condenado a 31 anos de prisão por estupro de vulnerável, em regime fechado, por ter abusado sexualmente de dois jovens, 11 e 13 anos. Como é de primeira instância, ele pode recorrer em liberdade. Duduco foi o deputado que levou para o plenário da Assembleia uma cobra e fez referência à ex-prefeita Angela Amim. Imagine quem está sorrindo, agora! Alex Ribeiro/Bella da Semana/Divulgação/CSC Nossa modelo da semana é a mineira Patrícia Jordane, 23 anos, de lábios carnudos e olhar sensual, está entre as tops mais visualizadas no site do Bella, e não poderia ser diferente, pois é um mulherão. Festa em Biguaçu Neste final de semana acontece na praça central de Biguaçu o Evento Semana Cultural, com diversas atrações. Carros de Food Truck, som ao vivo, apresentações, vendas de produtos artesanais e shows, com a participação da APAE, entidade que será a beneficiadora do evento, que também estará expondo. Vale a pena dar uma voltinha na nossa querida cidade de Biguaçu. Essa eu assino embaixo Em uma recente pesquisa realizada por aplicativo e respondida on-line, por uma agência de estudos políticos, revelou que a deputada estadual Dirce Heiderscheidt (PMDB) é uma das mais atuantes e lembradas pelo brilhante trabalho na Assembleia Legislativa. E realmente é, pois está sempre atendendo prefeitos, vereadores, empresários e associações por esse Estado a fora. Hoje é umas das deputadas que mais circula na Grande Florianópolis – e também por outras regiões - na busca de melhorias para o povo catarinense. Pensamento da semana Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados Daniel Pereira/Divulgação/CSC Raça da Napoli, também são figuras marcantes no Diga`s Bar: Botega, Tel, Roger, Figui, Paloma, Vitor, Marquinho, Patão e Heros. Essa turma é top

[close]

p. 15

São José, 22 de setembro de 2017 Gente redacao@correiosc.com.br QUE BELEZA Célia Hinkel, a Celinha, assessora do vereador Túlio Maciel, na Câmara em São José, formou-se em Serviço Social, turma 2017 pela UNIASSELVI  FADESC dia 16 de setembro no Centro de Eventos Petry, em Biguaçu. Parabéns por mais esta conquista. Daniel Pereira/Divulgação/CSC Divulgação/CSC 15 Divulgação/CSC VAMOS LÁ Cláudio Peiri faz um convite ao suplente de vereador em São José, Érico Koenig, para prestigiar seu evento cultural na praça central de Biguaçu, que acontece neste final de semana, em prol da APAE da cidade AMIGOS NA FEIJOADA Prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Duarte Campos, vereador em São José Roinoldo Neckel, advogado Fernando Anselmo com a esposa Carol Folster e a primeira dama de Governador Celso Ramos, Ellen Prim, participando da Feijoada do Décio, em Biguaçu, no último domingo, 17 de setembro. Divulgação/CSC AMIGOS NO DIGA´S BAR Daniel Pereira/Divulgação/CSC Empresários da região, sempre marcando presença no Diga`s Bar, antigo Senadinho, n Central do Kobrasol, em São José, pra botar o papo em dia: Valério, Cláudio, Evaristo, Jader, Fabiano e Daniel FESTANÇA Valdenésio das Crianças, que faz a festa das crianças todos os anos, a 35ª será dia 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil) no campo do Amizade, na Avenida das Torres, em São José. Serão distribuídos mais de 4 mil cachorros quentes com refrigerantes, pipocas, roupas, calçados, brinquedos e sorteio de bicicletas. Será uma quintafeira, com diversas atrações como Boi-de-mamão do colégio Santa Cruz, show de calouros, concurso de danças, show ao vivo com o cantor mirim Leonardo Sidiney entre outros. Venha participar a partir das 15 horas. Tudo grátis. Dessa turma junto só sai coisa boa... Amigos de longa data, já fizeram algumas boas. Geovani, Cláudio, Ademir, Dirceu, Zaga e Osni

[close]

Comments

no comments yet