JORNALCORREIOSCED800

 

Embed or link this publication

Description

JORNALCORREIOSCED800

Popular Pages


p. 1

www.correiosc.com.br / facebook.com/correiosc SEMANAL Tiragem: 5 mil exemplares São José, 15 de setembro de 2017 JORNAL DA REGIÃO METROPOLITANA DE FLORIANÓPOLIS Ano XVIII - Nº 800 INVASÕES EM SÃO JOSÉ Grande migração para a cidade resulta em ocupações irregulares em áreas de preservação e terrenos particulares, onde fiscais da prefeitura não conseguem trabalhar devido às ameaças das facções criminosas que se instalam. Executivo prepara força-tarefa para enfrentar o problema. PÁGINAS 8 E 9 Lucas Cervenka/CSC Fiscais da SUSP, com apoio de equipes de segurança, percorreram nesta quinta-feira (14/9) pontos críticos, como no morro do Loteamento Vila Formosa, que tem construções irregulares e podem ser demolidas Guarda Municipal de SJ recebe novos equipamentos Mutirão para reduzir fila na Saúde Henrique Santos da Silva/Divulgação/CSC PÁGINA 11 Prefeita Adeliana Dal Pont, presidente da Câmara Orvino Coelho de Ávila e secretária da Saúde Sinara Simioni (E): a busca de uma solução para atender 30 mil pacientes. PÁGINA 3

[close]

p. 2

2 PRIMEIRA LINHA São José, 15 de setembro de 2017 NA CÂMARA BELA VISTA PEDE SOCORRO Mais atenção da Prefeitura de São José com o bairro Bela Vista é o que pediu (6/9) o vereador Michel Schlemper (PMDB) da tribuna da Câmara de Vereadores de SJ. Problemas que apontou e comentou: 1 - Pavimentação asfáltica da Avenida Brasil e da Francisco Nappi precisam de reparos, além de outras ruas que sofreram intervenções da Casan. “Faltaram ações na obra na Avenida Brasil como a não remoção do meio-fio, calçadas para acessibilidade, entre outras melhorias. Já na Francisco Nappi, faltam placas informando nome da empresa contratada, valor, prazo de entrega. Será uma obra inaugurada sem placa, por isso farei uma representação no Divulgação/CSC Vereador Michel Schlemper: mais atenção do Executivo Tribunal de Contas. Quanto às intervenções da Casan, há ruas que até hoje não foram recapeadas pela companhia, após obras da instalação de esgoto”. 2 - O ginásio de esportes do bairro está sem refletores no seu entorno. 3 - O posto de saúde e o campo de futebol sofrem com problemas de manutenção. INTOLERÂNCIA A questão da intolerância foi (30/8) tema de debate na Câmara. O assunto, tratado inicialmente pelo vereador Caê Martins (PSD), gerou manifestação em plenário sobre a agressão de um jovem a uma professora em Indaial, além da dificuldade de aceitação de opiniões divergentes. “A cada dia, vemos mais intolerância nas re- lações”, lamentou o vereador Caê Martins, cujo discurso foi aparteado pelo vereador Antônio Lemos (PMDB). O peemedebista destacou a politização da violência. Uma criança nunca poderia erguer a voz e a mão para um professor e muito menos a sociedade aceitar uma desculpa ideológica ou política das partes”, reforçou. LIBRAS A vereadora Cristina de Sousa (PRB) confirmou (30/8) que o Centro Universitário Municipal de São José (USJ) oferecerá, em parceria com a UFSC, o Curso de Extensão em Libras. A parlamentar e o vereador Carlos Eduardo Martins (PSD), o Caê, enviaram a Indicação nº 259/2017, em fevereiro, à USJ e sua mantenedora, Fundação Municipal Educacional, solicitando a criação do curso em Libras. “Vamos fazer com que as pessoas sintam realmente vontade em aprender Libras e conhecer a cultura dos surdos. Vereadora Cristina de Sousa: cidade universal Assim a gente pode ter melhor comunicação com as pessoas e fazer esse desenho da cidade universal, tão sonhada, para todos. Agradeço a parceria do vereador Caê e do professor da UFSC, Deonísio Schmitt, que é surdo e correu atrás dessa realização”, destacou. Divulgação/CSC ENTREVISTA: Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB A diferença entre mensalão e petrolão O presidente nacional do PTB, ex-deputado Roberto Jefferson, circulou durante 48 horas em Florianópolis nesta semana. Veio a convite do também ex-deputado Renato Hinnig, que assumiu o comando da sigla no final de 2016, para “conspirarmos juntos em favor do partido”, como pontuou o líder trabalhista. Nessa entrevista ao Correio de Santa Catarina, o político que denunciou o mensalão na década passada, considera o atual petrolão um “dos maiores escândalos do mundo”. Correio - Qual a diferença do mensalão que o senhor denunciou, para esse petrolão? Roberto Jefferson Volume de dinheiro. Na denúncia que fiz do mensalão, os volumes já eram grandes, mas muito menores. Hoje tem malas de dinheiro, fortunas enormes, empréstimos concedidos de dinheiro transferido, é uma coisa enlouquecedora, a diferença é muito grande e o petróleo faz jus ao nome porque é o assalto praticado contra a maior empresa de petróleo da América Latina e uma das maiores do mundo que era a Petrobras. O buraco é do tamanho da Petrobras. E tem também o envolvimento de autoridades. É muito maior porque pega as autoridades do comando do país, a Presidência da República, ministros de Estado, presidente da Câmara dos Deputados, os maiores empresários do país, as maiores empreiteiras, que fazem obras em todo o mundo. Na época do mensalão era agência de publicidade, uma coisa muito menor. O vilão da história era o Marcos Valério, dono de uma agência de publicidade de grande Albano Aquino/CSC Roberto Jefferson com Renato Hinnig: “o partido está no caminho certo” porte em Minas Gerais. Correio – Se tivésse- mos parlamentarismo, o estrago seria menor? Roberto Jefferson Se houvesse parlamentarismo a crise política estaria solucionada, porque o voto de desconfiança desse parlamento já teria sido aprovado e nós teríamos convocado duas ou três vezes eleições para eleger um novo parlamento. Se houvesse parlamentarismo a situação política não seria crítica. Vejo que a investigação policial está fortalecendo a nossa democracia, as instituições democráticas são muito poderosas. Pode ser enorme o escândalo. Você toma um susto com aquilo que aparece nos jornais, mas você vai ver a democracia resiste, a justiça se faz, os poderosos estão sendo presos, processados, destituídos do seu patrimônio pessoal, multas pesadas, bloqueio e sequestro de bens. O povo tem assistido isso com muita maturidade. Não vi no mundo uma demonstração tão sólida de maturidade institucional como essa que o Brasil vem dando, nunca houve tantos homens importantes processados e presos como agora no Brasil. Correio - Qual o objetivo da sua vinda a Santa Catarina? Roberto Jefferson Eu vim convocado pelo Renato Hinnig (presidente do PTB-SC), para que nós pudéssemos conspirar juntos em favor do partido, trabalhando para trazer mais gente à nossa legenda, para poder fazer um belo quadro. Estabelecemos meta palpável, razoável, de uma nominata de 200 mil votos na próxima eleição, para fazer dois deputados estaduais e um federal na reconstrução do partido que ele lidera no estado. Correio - Como o sr. vê o partido em Santa Catarina e no Brasil? Roberto Jefferson Em Santa Catarina, vai crescer muito. Eu vejo que há comando, liderança, articulação. O partido está no caminho certo. No Brasil vamos fazer 35 deputados federais. Correio - E o Roberto Jefferson sai candidato a presidente da República, a governador do Rio, ao Senado, a deputado? Roberto Jefferson Não, essa de presidente da República tem que ter uma articulação partidária. Não sou candidato de mim mesmo, não posso usar a presidência do PTB para me lançar candidato. Preciso, se alguém deseja isso no partido, do trabalho dos companheiros do PTB indicando meu nome, para poder disputar essa eleição. Vamos disputar a eleição a deputado federal pelo Estado de São Paulo, onde tenho meu domicílio eleitoral. Correio – É possível que algum dia o PTB reencontre a força que tinha na época do Getúlio Vargas? Roberto Jefferson Penso que vai ser muito difícil. Foi um grande vulto da história do Brasil, seria difícil no presente buscarmos alguém à altura das suas qualidades e da sua força. Ele construiu o progresso do Brasil, a proteção social ao trabalhador, fez a previdência social, a CLT, um homem especial. Correio – Há possibilidade do PTB ter o Renato Hinnig como candidato a governador? Roberto Jefferson – Eu tentei, mas ele está quieto, ele é esperto, fica quieto. Eu falo, falo, falo e ele não responde nada, às vezes dá um sorriso mas não fala nada, ele ouve, ouve. Ele parece aquela coruja que o português comprou como papagaio. Conhece essa história? Chegou em Portugal e perguntaram: e o papagaio que você comprou está falando? E ele disse, falando não está não, mas presta uma atenção... Então nosso Renato está igual coruja, falando não está não, mas presta uma atenção, olhos e ouvidos abertos prestando atenção e guardando em silêncio o momento de sua decisão. Fundado em 19 de março de 2000. Diretor-editor Belmiro Sauthier Comercial Albano Aquino Edilton Maranhão Pedro Clasen Reportagem Lucas Cervenka Editoração e Arte Ronaldo de Moura Ferro ronaldoferro@gmail.com Tiragem semanal: 5 mil exemplares Circulação: Grande Florianópolis EXEMPLAR GRATUITO Artigos e colunas assinadas não refletem, necessariamente, a opinião do jornal. Correio de Santa Catarina é uma publicação da CSV Editores Associados Ltda. Endereço para correspondência: Rua Coletor Irineu Comelli, 225 Centro Histórico - São José - SC. CEP: 88103-050. Fone: (48) 3241-1252. e-mail: redacao@correiosc.com.br / comercial@correiosc.com.br

[close]

p. 3

São José, 15 de setembro de 2017 Cidades SAÚDE EM SÃO JOSÉ: 30 MIL NA FILA DE ESPERA 3 Henrique Santos da Silva/Divulgação/CSC Prefeita e Câmara de Vereadores defendem mutirão Em busca de soluções conjuntas para a Saúde em São José e atendendo a um pedido da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, a prefeita Adeliana Dal Pont e a secretária de Saúde, Sinara Landt Simioni, estiveram nesta quinta-feira (14/9) na sede do legislativo. A reunião foi motivada por ofício do presidente Orvino Coelho de Ávila (PSD), questionando a demanda reprimida nos exames médicos. “Nossa intenção é minimizar os problemas. Como legislativo da cidade queremos contribuir para solucionar e reduzir a quantidade de exames represados. Hoje, são quase 30 mil pedidos na fila de espera”, informou. Segundo a prefeita, os custos giram em torno de R$ 4,5 milhões, sendo R$ 3,4 milhões na área laboratorial e R$ 1,1 na de imagem. Para resolver parte do problema, o município deve realizar um mutirão. “Precisamos retirar cerca de R$ 2 milhões do orçamento de outras áreas para diminuir a fila na saúde, mas temos que economizar ainda mais”, contabilizou Adeliana. Parte desta verba pode ser disponibilizada pela Câmara de Vereadores, conforme ressaltou o vereador Orvino Coelho de Ávila. “Este é um problema de todos nós. Dessa forma vamos seguir realizando as economias no parlamento, como fizemos nos últimos anos, para auxiliar e para que a população não precise mais aguardar na fila de espera dos exames médicos. Vou consultar a equipe administrativa da Casa e, se estiverem ao nosso alcance os valores sinalizados pela prefeita, vamos ajudá-la.”, destacou. SOCORRO Presentes na reunião, diversos parlamentares destacaram a importância de fortalecer a Saúde do município. Para o vereador Caê Martins (PSD), os colegas precisam ter compreensão caso os recursos de outras áreas sejam alocados para a Saúde. Já o vereador André Guesser (PDT) reforçou a necessidade de investir cada vez mais na Saúde e Educação. Para o vereador Nardi Arruda (PSD), a crise do setor no estado respinga no município. “A dívida do governo estadual somente na área da Saúde é de R$ 506 milhões, sendo mais de R$ 200 milhões só com fornecedores. Dessa forma, o cidadão acaba procurando o serviço municipal”, ressaltou. Já o vereador Jair Costa (PSD) reforçou a importância de ter unidades abertas na região da Grande Flo- rianópolis como o Hos- pital Santa Teresa, em São Pedro de Alcântara, para não sobrecarregar ainda mais outras unida- des de São José e redon- dezas. Ainda estiveram pre- sentes os vereadores Roinoldo Neckel (DEM), Edilson Vieira (PSDB) e Alexandre Ro- sa (DEM). CAPACITAÇÃO DE SERVIDORES Questionada pela vereadora Cristina de Sousa (PRB) acerca da capacitação de profissionais para atender as pessoas surdas em Libras, a técnica da pasta, Fabrícia Martins, destacou que ainda nesse mês de setembro vários servidores serão instruídos. “Em parceria com a USJ, todas as unidades de Saúde do município terão profissionais treinados para se comunicar em Libras”, ressaltou. Também nesse quesito, a vereadora Gilmara Vieira Bastos (PSD) lembrou o grande número de especialistas aprovados em concurso. “São José tem em todas suas unidades profissionais de referência na Saúde da família, em áreas como pediatria e ginecologia”. A qualificação foi destacada pela prefeita Adeliana Dal Pont ao salientar a competência das técnicas da pasta e o fato de serem servidoras efetivas. “Precisamos fortalecer o SUS, bem como as Secretarias de Saúde do Estado e Município, pois hoje quem trabalha 12, 14 horas por dia com garra e determinação pode desanimar caso não tenha condições adequadas”. PROCEDIMENTOS JÁ COMEÇARAM Em sua fala durante o encontro, a secretária de Saúde, Sinara Landt Simioni, informou que as parcerias com clínicas já iniciaram. “Somente no Bairro Areias foram 400 pedidos de exames em um dia”, salientou. ORÇAMENTO PARA A SAÚDE Embora a lei determine 15% de investimento na área, São José aplica 24% na Saúde, conforme afirmação da prefeita Adeliana Dal Pont. Os custos, no entanto, sofrem com a judicialização no setor, haja vista que não estão previstos no orçamento. Outro problema levantado pela chefe do Executivo são os cerca de 30% de faltantes nas Presidente da Câmara, Orvino Coelho de Ávila e prefeita Adeliana Dal Pont: esforço conjunto para reduzir filas na Saúde consultas e exames. “Independente das pessoas irem ou não, o município paga o profissional de Saúde”, lamentou. Por fim, o presidente do Legislativo, Orvino Coelho de Ávila, agra- deceu a presença de todos, reconhecendo o esforço de toda a equipe da Saúde. “É muito ruim querer fazer e não poder. São profissionais exemplares que orgulham a cidade de São José”. TAXA DE LIXO ATRASADA Uma conta (muito) salgada Depois dos problemas surgidos com a concessão do lixo de São José em 2007, o então prefeito Fernando Elias contratou, de forma emergencial e por 180 dias, a empresa Proactiva para a coleta e destinação final do lixo, só que não pagou por esses serviços. Quase 10 anos depois e mesmo tendo o Município recorrido a todas as instâncias da Justiça, em 30 de junho de 2017 foi inscrito em precatório do Município a dívida desses contratos, no valor de R$ 17.206.978,95, que o São José tem que pagar até o final de 2020. Para lembrar: o valor originário da dívida, caso tivesse sido paga em dia lá em 2008, era de R$ 7.385.209,82, ou seja, o ex-prefeito Fernando Elias não pagou a conta e agora, dez anos depois, o Município de São José vai ter que pagar mais de 10 milhões só de juros e correção monetária. Segundo a Procuradoria-Geral do Município de São José, a taxa do lixo também está sendo cobrada da população porque o prefeito Fernando Elias cancelou a concessão, em 2007, via decreto de forma irregular, e a Justiça determinou que a empresa Proactiva tem o direito de cobrar essa conta. A reportagem do jornal Correio de Santa Catarina tentou localizar o ex-prefeito, mas os celulares estavam fora de área.

[close]

p. 4

4 Cidades São José, 15 de setembro de 2017 ORÇAMENTO IMPOSITIVO Divulgação/CSC O vereador Clonny Capistrano (PMDB), na sessão de 6/9, condenou o que considera inércia do Poder Executivo em atender demandas dos parlamentares e afirmou que “é necessário que o governo dê prioridade os assuntos mais relevantes”, e destacou a importância da aprovação do “orçamento impositivo para o atendimento das demandas que os cidadãos encaminham aos vereadores, com a possi- bilidade, inclusive, de aplicação conjunta da verba destinada aos vereadores, pois projetos similares a este já foram aprovados pelos legislativos estaduais e federal”. O peemedebista encaminhou moção para reconhecer ato de bravura dos soldados da Polícia Militar Lucas Machado e Thiago Pacheco, que salvaram a vida de um homem, que enfartou no Supermercado Suprimi- Vereador Clonny Capistrano nas, no bairro Roçado, em São José. Ervino Klug caiu no supermercado, os soldados prestaram os primeiros socorros, foi levado ao Hospital de Caridade, passou por cirurgia e se recupera bem. VELHO PROBLEMA O vereador Edilson Vieira (PSDB) trouxe (4/9) à tona uma solicitação de empresários e moradores dos bairros Campinas e Kobrasol. Os cidadãos querem que a Prefeitura retire quem atua com papelão e ferro velho na região. O vereador lembrou da proposta apresentada em audiência pública pela Associação dos Condomínios, para que as empresas – ferro velho e papelão – mudem de local. “O objetivo é evitar o acúmulo de lixo, su- Divulgação/CSC Vereador Edilson Vieira jeira, transtorno no trânsito e nas ruas”, explicou o parlamentar, que já apresentou projeto de lei sobre o tema. PRIORIDADE ÀS CRIANÇAS Criança. É para ela Divulgação/CSC que o governo munici- pal deve focar. É o que defendeu (6/9) o verea- dor André Guesser (PDT). “Estive com o Promotor de Justiça, Gilberto Polli, conver- sando sobre as dificul- dades do Paefi (Serviço de Proteção e Atendi- mento Especializado a Famílias e Indivíduos) que possui 1.820 famí- Vereador André Guesser lias cadastradas, mas apenas 120 atendidas atualmente, por falta de pessoal”, lamentou o vereador e completou: “Priorizar esse atendimento deve ser o item número um da prefeitu- ra”. O pedetista destacou que o Legislativo precisa fazer um pacto com o Executivo para ampliação do Paefi a fim de coibir a violência doméstica às crianças e aos adolescentes. LIGUE E ANUNCIE (48) 3241-1252 comercial@correiosc.com.br contato@correiosc.com.br RÁPIDAS • Operação da Polícia Federal batizada de Ouvidos Moucos (que finge não ouvir) nesta quintafeira (14/9) na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), prendeu quaro professores e o reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, por supostas fraudes no sistema de Ensino a Distância. O chefe de gabinete do reitor, Áureo Mafra Moraes, disse que a operação foi uma grande surpresa. A vice-reitora Alacoque Lorenzini Erdmann deve chegar neste final de semana de uma missão oficial no México e vai assumir o cargo de Cancellier. • O CREA-SC decidiu: é contra a privatização a Eletrobras. • Foi suspenso por medida liminar o benefício concedido pelo Governo de Santa Catarina para empresas do setor de mercados e supermercados parcelarem débitos de ICMS sem aplicação de juros e multas. A liminar foi concedida em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), por ter sido concedido o benefício sem que haja previsão formal em lei específica.

[close]

p. 5

São José, 15 de setembro de 2017 5

[close]

p. 6

6 Cidades Jeferson Regis/Secom/PMSJ/Divulgação/CSC A Avenida Brasil, principal acesso à Avenida das Torres, no bairro Bela Vista: um novo visual Prefeita Adeliana visita obras de pavimentação Prefeitura de São José está investindo R$ 10 milhões nas ruas do município A prefeita Adeliana Dal Pont visitou (31/8) as obras de pavimentação que estão em andamento e em fase de finalização em SJ. A equipe percorreu obras nos bairros Real Parque, Bela Vista e Ipiranga, que integram o segundo lote de obras do convênio da Prefeitura com a Badesc (Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina). O convênio assinado com o Badesc, no total de R$ 10 milhões, contempla as ruas Luiz Emídio Silveira, no Loteamento Ceniro Martins; Zenaide Santos de Souza, no Loteamento Dona Zenaide, em Forquilhas; Joana D’arc, no Real Parque; Francisco Nappi e João Paulo Gaspar, no bairro Ipiranga; Avenida Brasil, no Bela Vista; Adulina Silva Schutz e a estrada antiga do bairro Colônia Santana. Para a prefeita Adeliana, as obras são importantes para que se honre com os compromissos assumidos com a população de São José. “Esta- mos a serviço dos cidadãos e essas obras representam o compromisso que assumimos com a comunidade, que reivindicava por asfalto nessas ruas há mais de 20 anos”, afirmou. A Rua Adulina Silva Schutz, a estrada antiga da Colônia Santana, e a Rua Luiz Emídio Silveira, no Ceniro Martins, já estão prontas, assim como as Ruas Zenaide Santos de Souza, no loteamento Dona Zenaide, e Rua João Paulo Gaspar, no bairro Ipiranga. OUTRA FASE Neste segundo lote de obras, a Secretaria de Infraestrutura conclui os trabalhos de pavimentação na Avenida Brasil, no Bela Vista, principal acesso à Avenida das Torres. A outra via que recebe novo asfalto em toda a extensão é a Francisco Nappi, no bairro Ipiranga. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Milton Bley Júnior, as obras são reivindicações antigas dos moradores. “A Rua Francisco Nappi é uma das ruas mais antigas do município e a Prefeitura ouviu a comunidade. A revitalização terá impactos na qualidade de vida dos moradores e também trará melhorias na mobilidade urbana”, ressalta o secretário. CALÇADAS Além das obras, a Secretaria Executiva de Urbanismo e Serviços Públicos (Susp) está orientando os moradores para regularizar as calçadas dos bairros onde os trabalhos estão sendo realizados. Para o secretário da Susp, Matson Cé, o trabalho em conjunto das secretarias é importante para a cidade. “É muito importante essa união para que os benefícios sejam para o bem-estar da população, que terá mobilidade e segurança na hora de utilizar as calçadas”, reforça. São José, 15 de setembro de 2017 VISTORIA E COBRANÇAS O novo recapeamento asfáltico da Avenida Brasil e as solicitações feitas à prefeita Adeliana Dal Pont e ao secretário de Projetos Especiais, Rodrigo Andrade foram (4/9) temas abordados na Câmara de Vereadores de São José pela vereadora Gilmara Vieira Bastos (PSD), a Gilmara da Saúde. “Aproveitamos que a prefeita estava junto na vistoria das obras do asfalto para solicitar outras melhorias como o conserto do abrigo de ônibus. Também obtivemos junto ao secretário de Projetos Especiais a notícia sobre a revitalização e iluminação pública da Praça das Orquídeas”, ressaltou a parlamentar. A vereadora pessedista, na vistoria às obras no Bela Vista, também quis Divulgação/CSC Vereadora Gilmara Vieira Bastos: é importante avaliar saber se havia fiscalização nas obras no CEI Nossa Senhora das Graças, localizado no final da Avenida Brasil, para que não aconteçam os problemas verificados no CEI do Jardim Zanellato”, que foi interditado pela Defesa Civil e deixou mais de 200 crianças sem creche. A parlamentar também reforçou a impor- tância das proposições de cada vereador para a sociedade josefense. “É importante avaliar o quanto nossas reivindicações e obras são positivas, para que a população seja atendida. Estamos monitorando e fazendo o nosso trabalho”. Por fim, a vereadora mencionou projeto de sua autoria para implementação do mês “julho verde” no município. A iniciativa visa o combate e prevenção aos cânceres de cabeça e pescoço. “A preocupação das equipes de saúde bucal deve-se a existência de muitos casos de câncer de boca. O diagnóstico precoce, com cuidados da saúde bucal, pode ser trabalhado pelo poder público a fim de diminuir a incidência da doença”, concluiu. USO DE DEPÓSITOS JUDICIAIS Um grupo de prefeitos, liderados pela presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Adeliana Dal Pont, prefeita de São José, foi (5/9) à Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) pedir a alteração do Projeto de Lei 0023.3/2017, de autoria do Tribunal de Justiça do Estado, que regulamenta o uso dos depósitos judiciais para compensar os precatórios devidos pelo Governo do Estado e pelos municípios catarinenses. A comitiva esteve no gabinete do presidente da Casa (Silvio Dreveck), em conversa com o chefe de gabinete, Joniardenson de Menezes, e posterior- mente trataram do assunto com os deputados Darci de Matos e Milton Hobus. Foi acordado que a apreciação da matéria será adiada e uma proposta de emenda será apresentada pela Fecam para análise nas comissões da Casa. A mobilização junto aos deputados foi definida durante reunião realizada previamente na sede da entidade municipalista, com a presença de gestores e procuradores municipais. Conforme a proposta em tramitação no legislativo estadual, para que os municípios possam se utilizar dos depósitos judiciais existentes para o pagamento de precatórios, o Tribunal de Justiça precisa antes regulamentar esse procedimento. Os prefeitos da região Sul são os mais mobilizados sobre o assunto. Clésio Salvaro, de Criciúma; Mariano Mazzuco, de Araranguá; e Juscelino da Silva Guimarães, de Balneário Arroio do Silva, acompanharam a agenda na Alesc. Roberto Biava, de Timbé do Sul; Valdionir Rocha, de Morro Grande; João Batista Mezzari, de Jacinto Machado; Roberto Molin de Almeida, de Ponte Alta do Norte; e Ronaldo Pereira da Silva, de Balneário Gaivota, participaram da reunião sobre o tema na Fecam. Comunicação Fecam/Divulgação/CSC Presidente da Fecam, Adeliana Dal Pont, com prefeitos: interesse geral

[close]

p. 7

São José, 15 de setembro de 2017 7 Esporte e Lazer no caminho de todos

[close]

p. 8

8 Cidades OCUPAÇÕES EM SÃO JOSÉ São José, 15 de setembro de 2017 Fotos: Lucas Cervenka/CSC Prefeitura fiscaliza construções irregulares em áreas invadidas Dificuldade dos agentes é acessar comunidades controladas por traficantes O barulho de motosserras trabalhando dia e noite virou rotina no morro aos fundos da Paróquia São Miguel e Santa Rita de Cássia, no bairro Areias, em São José. O local, um terreno de propriedade da família Hammes, está passando nos últimos meses por constantes invasões de pessoas recém-chegadas à cidade, que constroem barracos em clareiras na mata em poucos dias. O fato ocorre em pelo menos quatro pontos críticos de São José – Morros da D. Wanda e da Caetana, Loteamentos Vila Formosa e Benjamin. A equipe da SUSP (Secretaria de Urbanismo e Serviços Públicos), chefiada pelo secretário Matson Cé, o vereador Nardi Arruda (PSD) e agentes da Guarda Municipal e Polícia Militar (equipe do Tático) percorreram esses pontos nesta quinta-feira (14/9), para averiguar a situação das moradias irregulares construídas em áreas invadidas. A presença dos agen- tes de segurança escoltando os fiscais da SUSP se deu por um motivo muito simples: os locais são pontos de tráfico de drogas. De acordo com o secretário Matson Cé, quando os fiscais tentam acessar estas áreas para fiscalizar, são ameaçados por traficantes de facções criminosas e acabam tendo que deixar as comunidades sem fazer os devidos levantamentos. “Temos monitorado essas questões das invasões e precisamos construir um mecanismo para impedir essa imigração e ocupação irregular. Mas só com a PM conseguimos fiscalizar in loco”, diz o secretário. AMEAÇAS AO PROPRIETÁRIO No morro atrás da paróquia em Areias, o primeiro local visitado, o vereador Nardi Arruda constatou três novos barracos e mais cinco em construção. Arruda esteve no local em 6 de julho deste ano com uma equi- pe da FMADS (Fundação Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) e desde então diz que tem procurado uma solução junto à prefeitura. Um dia após a primeira visita, em julho, a FMADS e a Secretaria de Infraestrutura realizaram a demolição de fundações de novas construções, que foram também atestadas como irregulares pela Defesa Civil por estar em área verde desmatada, correndo risco de desabar. O proprietário da área, Daniel Hammes, 86, estava no local na visita desta quinta. Ele diz que é constantemente ameaçado de morte por aqueles que querem construir novos barracos e que sua família está com ação na Justiça para reintegração de posse. “No último domingo (10/9) chegaram mais de vinte pessoas pra construir. Eu disse que aqui não tem área e que não adianta me ameaçar de morte, porque sou espírita e isso aqui é só um Na Vila Formosa, fiscais identificaram construções em Área de Preservação Permanente e que correm risco de desabar corpo”, conta o aposentado, que construiu uma casa na área, na tentativa de ocupar e demarcar o espaço. Ele já realizou levantamento topográfico do terreno e quer regularizar a propriedade da sua família, desmembrada sem permissão. Hammes também conta que todos os finais de semana é incomodado com o barulho de motosserras e de festas que duram dias. ACOLHIMENTO E OCUPAÇÕES De acordo com Matson Cé é a primeira vez que o poder público está tomando uma previdência para se regularizar as ocupações na cidade e que este trabalho deve envolver mais Secretarias e a Câmara de Vereadores. “Aquilo que for possível regularizar e acomodar pessoas de bem, o poder público estará do lado. Aquilo que for prejudicial à cidade, que incentive a criminalidade, o poder público vai tomar providências. Só que isso demanda um estudo, um trabalho, e quando for (para acontecer) vai ser uma ação enérgica”, diz Matson. Em seu entendimento a migração para São José, que resulta em mais ocupações e construções irregulares, é fruto do desenvolvimento econômico da cidade, que com novos empregos e oferta de assistencialismo público atrai muita gente do interior, principalmente do Paraná. Para Nardi Arruda, que já abordou o tema das ocupações em pronunciamentos na tribuna da Câmara de Vereadores de São José, o poder público precisa conter as invasões, mas também atender os que já estão instalados. “Precisamos cuidar das pessoas e das famílias que vieram morar em São José, que aí nós temos o Serviço Social, a Secretaria de Saú- de, de Educação, o atendimento social dessas famílias. Mas não ser um município permissivo para novas ocupações. Se nós deixarmos novas ocupações, não vamos ter condições no futuro de fazer frente a essas necessidades”, diz. Segundo o vereador, quanto mais ocupações irregulares acontecerem, mais a cidade vai crescer empobrecida e assim a prefeitura não conseguirá dar garantia básica de Saúde e Educação para a população. “É isso que hoje eu estou tentando: não permitir que São José cresça desordenadamente”, declara Arruda. FORMOSA SÓ NO NOME Para entrar nas ocupações da Vila Formosa nesta quinta-feira, a equipe de fiscalização primeiro teve de aguardar a entrada da equipe tática da Polícia Militar. Hamilton (ao centro) diz que mora há 20 anos no morro entre loteamentos D. Wanda e D. Adélia; local é pouco fiscalizado devido às ameaças que fiscais da prefeitura sofrem Daniel Hammes, proprietário de área invadida para construção de barracos, diz que é constantemente ameaçado de morte por traficantes; ele recorre à Justiça para reintegração de posse

[close]

p. 9

São José, 15 de setembro de 2017 Cidades OCUPAÇÕES EM SÃO JOSÉ 9 Fotos: Lucas Cervenka/CSC Duas semanas atrás o local foi palco de tiroteio da PM com facção criminosa, ocasião em que foram apreendidas três armas, incluindo um calibre .12. Após liberado o acesso, os fiscais constataram novos barracos e aterramento de vala de esgoto. Em um morro, Área de Preservação Permanente (APP), a fiscalização apurou locais em que construções estão na encosta e locais que já tiveram barracos demolidos pela prefeitura, ação que não está descartada para as moradias do local. LOTEAMENTO BENJAMIN No Loteamento Benjamin são diversos problemas. Fora o tráfico e ocupações irregulares, a área é utilizada por empresas de papa entulho para despejar o conteúdo das caçambas, com frequente queima de lixo. Tudo isso às margens do Rio Forquilhas, ou seja, uma APP. Ao chegar no local, o secretário Matson logo identificou novas construções e disse que no mesmo dia mandaria derrubá-las. Segundo a SUSP, alguns embargos já foram feitos devido ao loteamento ter sido desmembrado de forma informal pelo próprio dono original na área, o que até hoje facilita as ocupações irregulares. Apenas uma parte do Benjamin tem escritura pública, outra é alvo das invasões. Praticamente todas as residências do local têm energia elétrica, o que levanta a suspeita dos fiscais da SUSP que sejam ligações elétricas irregulares. Em 2011 houve levantamento da população do local – cerca de 200 famílias – para que fossem realocadas para apartamentos em Forquilhas. Porém, o conjunto habitacional, que seria o destino, até hoje não foi concluído, e nestes anos triplicou a quantidade de pessoas no loteamento, segundo a SUSP. PRÓXIMOS PASSOS A prefeita de São José, Adeliana Dal Pont, como forma a dar prosseguimento aos dados levantados nestas visitas, convocou uma reunião com as secretarias de Segurança, Meio Ambiente, Infraestrutura e SUSP nesta sexta-feira (15/9). A pauta é para definir as ações que serão tomadas nestes locais de invasões e construções irregulares em todo o município. No último ponto visitado, o Morro da Caetana, em Alto Forquilhas, o vereador Nardi Arruda, que também deverá comparecer à reunião com a prefeita, diz que a principal preocupação é com o atendimento social à todas essas famílias. “Se essa população tiver um equilíbrio entre a nossa condição de for- Agentes de segurança da GMSJ e PM garantiram a fiscalização da SUSP nesta quinta; no Loteamento Benjamin há invasões, tráfico e despejo irregular de entulho às margens de rio necer acesso à Saúde e Educação, que são as necessidades básicas, e o fornecimento de água e energia elétrica, será tranquilo. Só que o que a gente verifica nessas áreas invadidas é que muitas famílias de bem são expulsas de suas casas, depois de uma ocupação desordenada. Então não podemos permitir que isso aconteça”, finaliza o parlamentar. Secretário da SUSP, Matson Cé (E), e o vereador Nardi Arruda percorrem os pontos críticos do município para levantamento

[close]

p. 10

10 Negócios Aqui Tem PRODUTOS & SERVIÇOS 2ª à 6ª BUFFET LIVRE R$ 15,00 DE 2ª À SÁBADO DAS 11 ÀS 13H30 BUFFET LIVRE E A QUILO + COPO DE SUCO (48) 3015-7462 / RUA ARTHUR MARIANO, 1054 - FORQUILHINHAS São José, 15 de setembro de 2017

[close]

p. 11

São José, 15 de setembro de 2017 Cidades 11 Guarda Municipal de SJ comemora 13 anos Criada em 2004, a GMSJ investe na modernização do atendimento ao cidadão A Guarda Municipal o trabalho operacional, mento às ocorrências, a Jeferson Regis/Secom/PMSJ/Divulgação/CSC de São José completa 13 porque hoje os veículos GMSJ está disponibili- anos de atuação com mais novos da Guarda zando os Boletins para uma série de novidades. são de 2012, o que para impressão após cinco A corporação aguarda uma viatura correspon- dias de registro. Os Bo- oito novas viaturas que de a bastante tempo de letins de Ocorrência de irão garantir melhores uso. Os novos veículos Acidente de Trânsito condições para o traba- são equipados com um sem vítimas (BOAT) po- lho dos guardas no aten- kit de tecnologia já ins- dem ser acessados pelo dimento à comunidade. talado, além do kit mo- usuário no site oficial da Além disso, a GMSJ se bile, com impressoras Prefeitura de São José prepara para ser a pri- térmicas conectadas via - www.saojose.sc.gov.br. meira Guarda Municipal Bluetooth para impres- de Santa Catarina a abo- são de documentos e lir o uso de papeis du- formulários obrigatórios HISTÓRIA rante o serviço. Para is- durante a ocorrência. so, aposta na tecnologia A tecnologia dará su- A Guarda Municipal mobile. porte ao GM mobile, de São José foi criada a novo sistema para o partir da lei municipal As novas viaturas es- atendimento de ocorrên- Nº 4.144, de 19 de abril tão sendo preparadas, cias que auxilia nas con- de 2004, na qual estabe- com serviço de plota- sultas de ruas, placas de lecia que o órgão seria gem, e devem começar a veículos e indivíduos. O parte da Secretaria de circular pelas ruas de serviço é efetuado por Segurança, Defesa So- São José ainda neste meio de tablets e cial e Trânsito, quando mês de setembro. Dos smartphones. O objetivo Vanildo Macedo era o Guarda Municipal vai receber oito novas viaturas equipadas para as atividades oito veículos, sete serão do GM Mobile é acabar prefeito (era o vice do utilizados no serviço com o consumo de pa- então prefeito Dário operacional e um ficará péis utilizados nas ocor- Berger, que renunciou DPCAMI ABERTA 24H à disposição da Corregedoria. Segundo o comandante da GMSJ, Marcelo Luiz de Souza, com as novas viaturas, a Guarda praticamente irá dobrar sua frota, que hoje conta com 11 carros. “Esses são os primeiros veículos da Guarda adquiridos com recursos próprios, através de convênios de trânsito. Todas as outras viaturas vieram de convênios com o Governo Federal”, explica o comandante. Para ele, essa aquisi- rências, assim como diminuir o tempo de atendimento dedicado aos envolvidos em acidentes sem vítimas. Hoje um Boletim de Ocorrência leva em torno de uma hora para ser finalizado, devido ao número de formulários que devem ser preenchidos. Com o novo equipamento, o atendimento ocorre em apenas 15 minutos. Os guardas já passaram por treinamento para atuar com a nova tecnologia. Além da moderniza- para se candidatar a prefeito de Florianópolis). Mas a primeira turma de guardas municipais foi nomeada no dia 27 de agosto de 2004, e o primeiro comandante foi o coronel Pacheco. Após 13 anos de fundação, a GMSJ possui 113 agentes. Os guardas realizam ronda patrimonial, fiscalização do trânsito, ronda escolar, além de auxiliar na vigilância dos bens públicos. Desde maio de 2016, os agentes possuem armas A DPCAMI – Delegacia de Proteção da Criança, Adolescente, Mulher e Idoso – de São José voltou a atender a população em período integral de 24h há cerca de um mês. Como o nome sugere, a delegacia atende preferencialmente casos de violência contra mulheres, crianças e idosos e casos de adolescentes infratores, porém é possível registrar qualquer tipo de Boletim de Ocorrência. Localizada na Rua Adhemar da Silva, 1.135, Kobrasol, a DPCAMI agora atende a uma reivindicação constante da comunidade por uma delegacia 24h nesta área de São José. Antes, qualquer BO que preci- sasse ser feito depois das 19h era somente possível na Central de Polícia, em Barreiros, e que também continua operando 24h (Rua Fúlvio Vieira da Rosa). “Na Central de Plantão em Barreiros, a preferência é para atendimento à Polícia Militar, então para se registrar um BO na madrugada, por exemplo, será mais rápido na DPCAMI”, informa o delegado regional da Polícia Civil Fabiano Rocha. Por enquanto o IGP de São José não está realizando exames de corpo de delito na cidade. Para este tipo de serviço o cidadão deve se deslocar para Palhoça ou Florianópolis. ção fará a diferença para ção no sistema de atendi- de fogo.

[close]

p. 12

12 Lazer PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL O atleta que sobe ao pódio Locais ocupados pelo Observe MTST Posição em que Filho do larga o piloto na namorado "pole position" Vãos em parede (?)-fi, drinque Esquema que inclui investigação do subsolo e refino de combustível Produto da olaria Objeto aéreo que interessa a ufólogos Cara-(?): o par perfeito Capital da Áustria Textos zombeteiros Órgão judicante de defesa econômica Grande festa popular e folclórica de SC Declarar a (?): falir Município mineiro Papo passado pelo donjuán Mofo O (?) do Brasil: Sílvio Caldas BANCO 2/hi — id. 3/ant — clã — hic. 4/cade. 6/enoque. 7/confins. 10/bancarrota. 16/cadeia do petróleo. Aqui, em latim Desse lugar Neste dia "101 (?)", animação da Disney Fonte da libido (Psican.) Machucado (inf.) Rato ou esquilo Rômulo e (?): fundaram Roma (Mit.) O pão que é de véspera (pop.) Marcha de carro usada na baliza Diversão da torcida no estádio Formação infantil Inspeção; fiscalização A organização de Arafat (sigla) Unidade social dos afares, no Djibuti Fernanda Andrade, atriz brasileira Apêndice do boné Veículos espaciais Rei britânico da espada Excalibur (Lit.) Moradia particular Babosa (Bot.) Tipo de penteado Formiga, em inglês O formato do mamão Dígrafo de "marra" (?)xFlu: o Clássico das Multidões (fut.) Personagem bíblico que andou com Deus 4 Solução MEDA LH I S T A OV N I H I C I D ME T ADE HO J E V I ENA DODO I S A T I R A S OL A C A D E O L RE D BO I D EMAMÃO A RODA OLP BA N C A R RO T A C E DO M ABA T CONF I NS LAR C AN T A D A A F R O DR OVAL TL B O LO R E N O Q U E SERESTE I RO Edibar - Lucio Oliveira São José, 15 de setembro de 2017 C CINEMA Horários de sábado (16/9) O QUE SERÁ DE NOZES 2 •A aventuras de Surly e seus amigos, Buddy, Andie e Precious continuam. Eles descobrem que o prefeito de Oakton está planejando construir um parque de diversões gigante no Liberty Park, o que vai acabar com o lugar onde eles moram. A turma agora precisa se unir para salvar sua casa e derrotar o prefeito. Itaguaçu: 14:00 15:50 17:40 (3D, Dub) Continente Park: 14:15 16:40 19:00 (Dub) Via Catarina: 14:00 15:50 17:40 (3D, Dub) POLÍCIA FEDERAL - A LEI É PARA TODOS • O filme conta a saga da maior e mais bem-sucedida operação de combate à corrupção da história do país – a Operação Lava Jato. Pelo ponto de vista do delegado Ivan (Antonio Calloni) e de sua equipe da Polícia Federal, em conjunto com a força-tarefa do Ministério Público Federal, o longa revela os esforços para desvendar o esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propinas a executivos da Petrobras, empreiteiras, partidos políticos e parlamentares. O thriller mostra ainda o papel decisivo da Justiça para que a investigação não fosse destruída pelas forças políticas envolvidas. Itaguaçu: 17:00 19:10 21:20 Continente Park: 13:40 16:30 19:30 22:00 Via Catarina: 17:00 21:20 EMOJI - O FILME • Textopolis é a cidade onde os Emojis favoritos dos usuários de smartphones vivem e trabalham. Lá, todos eles vivem em função de um sonho: serem usados nos textos dos humanos. Todos estão acostumados a ter somente uma expressão facial – com exceção de Gene, que nasceu com um bug em seu sistema, que o permite trocar de rosto através de um filtro especial. Determinado à se tornar um emoji normal como todos os outros, ele vai encarar uma jornada fantásticas através dos aplicativos de celular mais populares desta geração – e no meio do caminho, claro, fazer novos amigos. Itaguaçu: 19:30 21:20 (3D, Dub) Via Catarina: 19:30 21:30 (3D, Dub) IT - A COISA •Um grupo de sete adolescentes de Derry, uma cidade no Maine, formam o auto-intitulado `Losers Club´ – o clube dos perdedores. A pacata rotina da cidade é abalada quando crianças começam a desaparecer e tudo o que pode ser encontrado delas são partes de seus corpos. Logo, os integrantes do `Losers Club´ acabam ficando face a face com o responsável pelos crimes: o palhaço Pennywise. Itaguaçu: 14:00 16:30 19:00 21:30 (Dub) Continente Park: 17:45 19:15 21:00 (Leg) | 13:00 15:30 16:00 21:30 22:15 (Dub) Via Catarina: 14:00 16:30 19:00 21:30 (Dub) AMITYVILLE •Novo filme da franquia de terror Amityville. Desta vez, uma jovem jornalista decide fazer uma reportagem para revelar todos os acontecimentos de Amityville, desde 1976. Ela chega ao local acompanhada de padres, outros jornalistas e de investigadores de atividades paranormais, sem contar que os fenômenos de antigamente voltariam a acontecer. Itaguaçu: 17:20 19:10 21:00 (Dub) Continente Park: 20:15 22:45 (Dub) LINO • Lino é um animador de festas muito azarado que não aguenta mais vestir todos os dias uma horrorosa fantasia de um gato gigante e aguentar sempre a mesma rotina de maus tratos das crianças em seu emprego. Tentando livrar-se de seu azar, busca a ajuda de um suposto mago não muito talentoso que o transforma justamente em sua própria fantasia. Continente Park: 13:30 15:45 18:00 Via Catarina: 14:40) FEITO NA AMÉRICA •Durante a década de 1980, Barry Seal (Tom Cruise), um piloto oportunista da Trans World Airlines, é inesperadamente recrutado pela CIA para realizar uma das maiores operações secretas da história dos Estados Unidos. Itaguaçu: 14:40 16:50 19:00 21:10 (Dub) Continente Park: 13:45 19:45 21:15 (Dub) | 16:45 22:30 (Leg) Via Catarina: 14:40 16:50 19:00 21:10 (Dub) ANNABELLE 2 A CRIANÇA DO MAL • Anos após a trágica morte de sua filha, um habilidoso artesão de bonecas e sua esposa decidem, por caridade, acolher em sua casa uma freira e dezenas de meninas desalojadas de um orfanato. Atormentado pelas lembranças traumáticas, o casal ainda precisa lidar com um amedrontador demônio do passado: Annabelle, criação do artesão. Itaguaçu: 15:00 (Dub) Continente Park: 20:45 (Dub) Via Catarina: 19:10 (Dub) I IMAGEM DA SEMANA Marco Martins/FCC/Divulgação/CSC I ON C H HORÓSCOPO Aquário 21/01 a 19/02 - Semana mais harmoniosa e com forte alivio de tensões. Há perigo de má interpretação nas manifestações sentimentais. Risco de notícias desagradáveis. Tenha paciência. Peixes 20/02 a 20/03 - Faça a sua escolha evitando ferir. Plano econômico: risco de discórdia no seu círculo profissional, que poderá envolver questões financeiras. Cuidado com problemas de fígado ou rins. Áries 21/03 a 20/04 - Não insista em situações do passado, pois dar-se mal. Poderá iniciar uma valorização profissional. Vida econômica em fase confortável. Saúde: boa fase energética. Touro 21/04 a 20/05 - Favorecidas mudanças de residência ou estado civil. Plano econômico: estão especialmente favorecidas as viagens de negócios e novos contatos. Modere o seu nervosismo. Gêmeos 21/05 a 20/06 - A possibilidade de diálogo e superação de obstáculos está patente na conjuntura. Plano econômico: movimenta-se numa conjuntura instável. Pode surgir alguma instabilidade nervosa. Câncer 21/06 a 21/07 - É necessário abrandar o ritmo de vida e pensar nos próximos passos. Não se desligue totalmente de uma relação. Os bons resultados teimam em não chegar, não desanime. Cansaço. Leão 22/07 a 22/08 - Esteja atento a sinais para poder aproveitar a fundo todas as oportunidade. Passará por conflitos inesperados. Boa hora para apostar em trabalhos pessoais. Boa fase, embora apresente cansaço. Virgem 23/08 a 22/09 - Período assinalado por algumas críticas e possíveis divergências com outros. Boas perspectivas sentimentais. Modere um pouco o seu ritmo de trabalho. Pratique algum esporte. Libra 23/09 a 22/10 - Boas evoluções na vida sentimental. Econômico: poderá aceitar novas propostas ou responsabilidades, um desafio pode surgir feito à sua medida. Tendência para resultados rápidos. Escorpião 23/10 a 21/11 - A semana é globalmente positiva, pode consolidar algumas relações. Vai conseguir encontrar novas soluções para os problemas profissionais. Tente distrair-se, vá ao teatro ou cinema. Sagitário 22/11 a 21/12 - Sérios riscos, em particular no plano material. Tente não voltar atrás nas posições que assumir. Não conceda empréstimos, nem faça investimentos. Na saúde, dedique mais tempo ao lazer. Capricórnio 22/12 a 20/01 - Esta semana deve atuar com toda a rapidez, sentido de oportunidades e de ação são essenciais. Possibilidade de atingir os objetivos a que se propunha. Instabilidade e nervosismo. Mundo ovo: a semana começou (10/9) com a perda da multiartista Eli Heil, natural de Palhoça, que produziu mais de 3 mil obras inovadoras, encantadoras e expressivas

[close]

p. 13

São José, 15 de setembro de 2017 13 gir um clube como o Flamengo e o Atlético Nacional. Inimaginável O futebol sempre nos prega uma peça. Sempre. O JEC, que já foi uma das maiores forças do futebol catarinense, precisava de uma goleada pra cima do agonizante Mogi Mirim e conseguiu. Só que não adiantou nada. Os 8 a 1 pra cima do time paulista não o classificou. Era preciso mais, muito mais. Coisas que só os deuses do futebol podem explicar. Vá entender isso.  Surpreendente Foi um resultado surpreendente. Um desfecho que ninguém esperava, nem mesmo os entendidos, e aconteceu na tarde de domingo (10/9) na Ilha do Retiros, em Recife/PE. O Avaí derrotou o Sport por 1 a 0, para o desespero de Luxemburgo e de muitas outras pessoas. Foi uma conquista ao gênero do Avaí, uma vitória árdua e suada. Foi a conquista de três pontos com afinco, principalmente da zaga avaiana, que jogou com muita precisão. Esse foi aquele tipo de conquista para mostrar ao seu torcedor que o time está numa reabilitação impressionante neste Brasileirão. Mais um Se tem uma profissão no Brasil que não dá garantia de emprego é a de treinador de futebol profissional. Vinícius Eutrópio substituiu Vagner Mancini na Chapecoense e depois de alguns percalços foi mandado embora. Eutrópio é boa gente, profissional de capacidade acurada, mas que nesta sua nova fase de treinador não consegue emplacar por onde passa. Foi assim no Santa Cruz, Ponte Preta, Figueirense e agora, mais uma vez, na Chapecoense.  Biodiversidade de ladrões O Brasil é uma biodiversidade de ladrões, principalmente na política, com exceções, é claro. Não dá para entender um Brasil como este, abundante de riquezas minerais, de terras produtivas, de belezas naturais concebido por Deus, mas miserável de princípios morais, de patriotismo e principalmente planejamento. São pouquíssimos a roubar quantidades estratosféricas que levam a população brasileira ao flagelo. Ver a mídia dar moral para estas pessoas efêmeras, gente sem valor, me causa nojo. Jogo truncado Depois de duas semanas devido a pausa referente às datas FIFA, o Figueirense foi a Varginha/MG, terra dos alienígenas, na busca de um resultado para sair da maldita zona e conquistou apenas um empate. Foi um jogo em estado puro, porque na falta de qualidade Boa Esporte e Figueirense jogaram pelo ideal. Um jogo como nos velhos tempos de amadorismo, truncado, jogadores batendo, e de vez em quando fazendo uma partida em que podemos considerar o empate como um resultado de dois tempos. Um Figueirense aguerrido no primeiro tempo e um outro time recuado na segunda etapa. Críticas precipitadas Chapecoense e Flamengo não saíram do 0 a 0 pela fase de quartas-definal da Copa Sul Americana. O colombiano Rueda não encontra facilidade no espaço e no tempo para encaixar as suas ideias. O Flamengo foi a Chapecó sem se preocupar em dar espetáculo, ainda é um time desajustado e sem harmonia. Se o Mengão continuar a jogar assim, Rueda irá conhecer a grande diferença que é diri- Drops da arquibancada • O Figueirense perdeu uma grande chance de sair da maldita zona. O zagueiro Marquinhos, herói na primeira etapa, acabou sendo vilão na etapa final. • O próximo desafio do Figueira é neste sábado (16/9) contra o Internacional no Beira-Rio. O técnico Milton Cruz está trabalhando a equipe para surpreender os colorados em Porto Alegre. Uma vitória por lá não será novidade. • A comissão técnica do Avaí vem realizando trabalhos intensivos desde terça-feira, visando a partida contra o Galo mineiro. O time da Ressacada ainda não sabe o que é uma derrota nesse segundo turno. Portanto, vamos torcer por mais uma vitória. • A situação do São Paulo é tão crítica que a diretoria tricolor resolveu abrir as portas do CCT Barra Funda para sócios, torcedores comuns e membros de organizadas para uma reunião com Dorival Junior e jogadores profissionais. • Um forte empresário, que reside em Palhoça, anda com a pulga atrás da orelha em virtude das constantes investidas da PF nas operações para apurar fraudes em licitações. O medo é tanto que o dito cujo anda com a sua pressão arterial a mil. • O Figueirense apresentou nesta quarta-feira (13/9) o atacante sul africano Ty Sandows, de 22 anos. Ele chega como reforço para a reta final da segundona brasileira. O jogador já passou por Grêmio e São Paulo. Os americanos cagando de medo do IRMA; eles nem tem ideia do que foi a DIRMA. PENSAMENTO DO BAMBI Divulgação/CSC BRASILEIRÃO - SÉRIE A 24ª RODADA 16/09 - SÁBADO - 19:00 Botafogo X Santos 16/09 - SÁBADO - 21:00 Ponte Preta X Atlético-GO 17/09 - DOMINGO - 11:00 Avaí X Atlético-MG 17/09 - DOMINGO - 16:00 Grêmio X Chapecoense Corinthians X Vasco Vitória X São Paulo Flamengo X Sport Atlético-PR X Fluminense 17/09 - DOMINGO - 19:00 Cruzeiro X Bahia 18/09 - SEGUNDA - 20:00 Palmeiras X Coritiba BRASILEIRÃO - SÉRIE A Clube 1º Corinthians PG J V E D GP GC SG 50 23 15 5 3 33 13 20 2º Grêmio 3º Santos 4º Palmeiras 5º Flamengo 6º Cruzeiro 7º Botafogo 8º Vasco 9º Atlético-PR 10º Fluminense 43 23 13 4 6 40 20 20 41 23 11 8 4 25 14 11 37 23 11 4 8 34 26 8 35 23 9 8 6 31 23 8 34 23 9 7 7 28 21 7 34 23 9 7 7 27 23 4 31 23 9 4 10 24 34 -10 31 23 8 7 8 26 26 0 31 23 7 10 6 33 31 2 11º Atlético-MG 12º Sport 13º Ponte Preta 14º Avaí 30 23 29 23 28 23 28 23 8 6 9 25 27 -2 8 5 10 30 34 -4 7 7 9 25 29 -4 7 7 9 14 26 -12 15º Bahia 16º Coritiba 17º Vitória 18º Chapecoense 19º São Paulo 20º Atlético-GO 27 23 27 23 26 23 25 23 24 23 19 23 7 6 10 30 31 -13 7 6 10 22 28 -6 7 5 11 25 33 -8 7 4 12 27 37 -10 6 6 11 30 35 -5 5 4 14 19 37 -18 Cartão Rosa Para o Centro Comunitário da Ponte do Imaruim, que não mediu esforços para realizar a 9ª Stammtisch, neste domingo (17/9) das 9hs às 17h, na rua 31 de Março. Venha você também para a melhor festa da Grande Florianópolis. Reúna sua turma e venha se divertir gratuitamente. Cartão Vermelho Para a maneira como foi a demissão do médico Sérgio Parucker do Figueirense. Um profissional extremamente profissional, que dedicou uma grande parte de sua vida ao clube Alvinegro. Dr. Parucker é um desses profissionais que estão acima de qualquer suspeita. Sua demissão me pegou de surpresa. A mim e a uma grande quantidade de torcedores alvinegros.

[close]

p. 14

14 Andrezinho contato@correiosc.com.br - 3241-1252 Daniel Pereira/Divulgação/CSC Sem dim dim E as máscaras começam a cair no governo do Estado. Um balanço apresentado ao governador Colombo mostra que em dezembro poderá faltar dinheiro para pagar a folha e 13º dos funcionários públicos. Portanto, você que pensa que está garantido, comece a poupar agora pra não ficar sem o Peru do Natal. A coisa realmente não é boa. Vai faltar cadeia Está ficando difícil de assistir os telejornais, pois só o que temos de informações é sobre a Lava Jato, e que foi preso mais um ligado a este ou aquele político ou empresário. Os amigos com conhecimento da matéria dizem que agora é que vamos ficar assustados, pois novas delações irão chegar forte no Judiciário. Se isso realmente acontecer, coisa que espero não ser verdade, estaremos arruinados. Fim das pesquisas Está para ser votado o projeto de lei que proíbe divulgação de pesquisa eleitoral nos últimos 15 dias antes de qualquer eleição. As empresas e os meios de comunicação discordam desse projeto, mas eles estão provando do próprio veneno, pois muitas vezes vimos pesquisas mentirosas e fraudulentas, com o intuito de enganar a população. Nosso amigo Richard Oliveira (C), fez aniversário dia 02/08, lá no Diga’s Bar, no Kobrasol, e os amigos Juliano Botega e esse seu escravo foram lhe parabenizar, com mais de 300 amigos. Parabéns, guerreiro, você é dos nossos. A verdade à frente do nosso nariz Nós já esquecemos completamente o axioma de que a verdade é a coisa mais poética no mundo, especialmente no seu estado puro. Mais do que isso: é ainda mais fantástica que aquilo que a mente humana é capaz de fabricar ou conceber... De fato, os homens conseguiram finalmente ser bem sucedidos em converter tudo o que a mente humana é capaz de mentir e acreditar em algo mais compreensível que a verdade, e é isso que prevalece por todo o mundo. Durante séculos, a verdade irá continuar à frente do nariz das pessoas, mas estas não a tomarão: irão persegui-la através da fabricação, precisamente porque procuram algo fantástico e utópico. Vai ou não vai? E parece certo a não candidatura da prefeita de São José, Adeliana Dal Pont (PSD), à deputada federal nas próximas eleições. Uma fonte nos confidenciou que esteve conversando com seu padrinho político e foi confirmada que ela irá apoiar a candidata a deputada estadual do Oeste do Estado, Marlene Fengler, do seu partido. Mas como diz um ditado popular recorrente nos meios políticos: o que se diz hoje, não vale pra amanhã. Os bingos voltam E conseguiram o dinheiro para financiar os partidos políticos do nosso riquíssimo país. Na última terça-feira a comissão especial da reforma política, em Brasília, aprovou a exploração de bingos para arrecadar os recursos para as eleições. O relator da matéria é o deputado federal Vicente Cândido, do PT. Na próxima semana deve ir à votação em plenário. Quando eles querem, não adianta. Esse merece Quero parabenizar o professor e suplente de vereador Marcos Canetta pelo brilhante evento esportivo em sua 27ª edição, a Olimprocasa, realizado em São José. Mesmo sem apoio da Prefeitura, de órgãos públicos, e só com ajuda de colaboradores, está fazendo sua parte e ajudando muitos jovens a ser cidadão de bem, mostrando cidadania e formando o caráter, mostrando que o caminho do crime não compensa. Estás de parabéns, amigo! Alarme Crescem depoimentos de amigos que ao voltarem para seus carros depararam com ele aberto e sem os seus pertences. Um dos casos mais recentes: o proprietário do carro chegou quase na hora que os marginais levaram seus pertences, e conseguiu pegar a placa. Infelizmente era clonada. Tomem muito cuidado, pois isso está se tornando corriqueiro. Só da ele Enquete feita pelo site político Diário do Poder, site esse com muitos acessos diários, mostra que o preferido da maioria para ser presidente em 2018 é o fenômeno da internet, deputado federal Bolsonaro, com 24%, e o segundo é João Dória, com 19%. Mas o que chama atenção, principalmente pelos leitores do site, é o sapo barbudo aparecer com 11%, mesmo com todas essas denúncias contra ele. São José, 15 de setembro de 2017 Roberto Salgado/Bella da Semana/Divulgação/CSC Nossa modelo da semana é a brasiliense Beatriz Aguiar, 18 anos, Miss bumbum 2016, que está deixando muita gente de boca aberta na cidade, pois além de linda, é uma simpatia só... Tem mais no Bella da Semana. Daniel Pereira/Divulgação/CSC E como não dá para falar de todos os amigos que estavam na festa, vai uma foto com um pouco deles com o aniversariante, Richard Oliveira, e turma do samba

[close]

p. 15

São José, 15 de setembro de 2017 Gente redacao@correiosc.com.br 15 Fotos: Daniel Pereira/Divulgação/CSC Tete com a esposa Elaine Bovee Tete com as ex-colegas na Câmara de Vereadores de São José, Elenir e Cristiane FEIJOADA DO TETE Ex-vereador em São José, Wallace Avanir de Souza, mais conhecido como Tete, promoveu a sua 2ª Feijoada em Governador Celso Ramos. O evento, no Rancho Holandês, reuniu mais de 300 pessoas em dia festivo – o 7 de Setembro. Tete com o prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Duarte Campos, a primeira dama Hellen Prim e o filho Tete com o vereador em São José, Roinoldo Neckel, e o prefeito Juliano (D) DIA FELIZ Charles Macário, o Chai, comemora mais um aniversário nesta sexta feira (15/9) e recebe parentes e amigos para brindar. Parabéns.

[close]

Comments

no comments yet