APP-Sindicato - Foz do Iguaçu

 

Embed or link this publication

Description

Informativo do Núcleo Sindical de Foz do Iguaçu. Edição número 7 Julho de 2011

Popular Pages


p. 1

informativo nÚcleo sindical iguaÇu de foz do iguaÇu clareza pelo que e para quem lutamos a escola não é uma ilha fora da sociedade partir do momento que uma direção sindical é eleita por sua base ela tem o dever de organizar a categoria para que seus direitos sejam respeitados e ao mesmo tempo buscar novas conquistas enquanto direção regional sempre procuramos de todas as formas levar os anseios dos trabalhadores/as em educação para as instâncias de deliberação da app-sindicato estadual conselhos estaduais da app assembléias estaduais congressos etc sendo ou não aceitas as nossas propostas este núcleo nunca deixa de encaminhar as decisões aprovadas pela categoria nas assembléias estaduais que é a instância maior e legítima do sindicato no processo democrático em todos os debates que participamos mantemos sempre a clareza pelo que lutamos e para quem lutamos o nosso trabalho demonstramos com nossa prática através das atividades que temos realizado no núcleo sindical organizamos o conselho regional edição 7 julho de 2011 pela emancipação dos trabalhadores a coletivo de funcionários/as coletivo de aposentados/as conferência de educação cursos de formação políticosindical além disso participamos ativamente de manifestações paralisações atos públicos assembléias regionais e estaduais cursos de formação políticosindical intensificamos as visitas nas escolas e o trabalho de conscientização junto aos trabalhadores em educação rede estadual e municipal acerca da importância da sindicalização para o fortalecimento do sindicato principal instrumento de fortalecimento da categoria também por intermédio dos nossos cursos de formação político-sindical sempre procuramos reafirmar nosso compromisso de classe trabalhadora porque queremos a emancipação de todos os trabalhadores condições de trabalho dignas saúde educação moradia e lazer com qualidade para todos isso porque entendemos que a escola não é uma ilha fora da sociedade e que nós trabalhadores da educação fazemos parte desta sociedade portanto precisamos melhorar as nossas condições enquanto trabalhadores da educação contudo a real melhoria darse-á no momento em que a escola e os educadores não precisarem mais suprir suas necessidades econômicas e sociais que estão para além da escola um sindicato classista classista é portanto aquele que consegue pensar as questões amplas que aparentemente distantes estão no dia a dia de todo educador da escola pública formação é uma prioridade em foz foto ns foz do iguaçu histórico em 2009 realizamos diversos cursos entre os quais curso para representantes de escola ­ organização por local de trabalho olt cursos de formação política e sindical curso sociedade estado e educação vi jornada de rememorização da internacional dos trabalhadores ait conferência o ensino público do estado do paraná uma análise crítica a partir do materialismo histórico-dialético esses cursos foram realizados em conjunto com cnte ufpr/unioeste turmas ­ foz do iguaçu e medianeira em 2010 também foram realizados cursos para representantes de escola ­ organização por local de trabalho olt cursos de formação política e sindical em conjunto com a ufpr turmas ­ foz do iguaçu medianeira e itaipulândia professora ligia klein no curso de formação político sindical sempre esteve entre as principais prioridades da direção regional do núcleo sindical de foz do iguaçu a preocupação com a formação e capacitação dos sindicalizados acreditamos que a formação político-sindical é o eixo fundante e norteador de um sindicato de classe por isso sempre temos procurado possibilitar a todos os trabalhadores em educação pública de foz do iguaçu e região inúmeros cursos de formação político-sindical o ns foz do iguaçu está organizando cursos de formação política e sindical com turmas em foz do iguaçu medianeira e itaipulândia e curso de igualdade e gênero a abertura da primeira etapa do curso de formação política e sindical foi realizada no mini-auditório da unioeste em foz do iguaçu com a participação das três turmas regionais a palestrante foi a professora lígia klein doutora em educação e professora da ufpr que trabalhou com o tema as concepções teóricas ideológicas e pedagógicas da sociedade e da escola e seus impactos na gestão do estado foto ao lado a segunda etapa acontece no dia 23 de julho em foz do iguaçu medianeira e itaipulândia e no dia 30 de julho em itaipulândia com a participação das três turmas regionais o palestrante será o professor doutor antonio fernando gouvêa da silva ufscar que trabalhará com o tema as elaborações e concepções teóricas e pedagógicas para a sociedade e escola no campo da tradição marxista a terceira etapa está com a data em agendamento também faz parte da etapa de formação o congresso regional que é a preparação para o congresso estadual da app que acontecerá em dezembro.

[close]

p. 2

visite appfoz.com.br 45 3027-1893 calendário eleitoral regimento aprovado pelo conselho estadual de 10 de junho e referendado pela assembléia estadual de 11 de junho de 2011 10/6 conselho estadual em maringá 11/6 assembléia estadual extraordinária para eleição da comissão eleitoral e aprovação do regimento eleitoral 6 a 21/6 assembléias reg para comissão eleitoral regional 20/6 divulgação do regimento eleitoral impresso 22/6 edital de convocação das eleições 22/6 início da inscrição das chapas e candidaturas 24/6 prazo limite para novoa associadoa ter direito a voto 21/7 fim do período para inscrição das chapas e candidaturas 22/7 início do período de participação do representante de cada chapa na comissão eleitoral 23/7 prazo limite para comunicação das comissões regionais à comissão eleitoral estadual das chapas e candidaturas 25/7 divulgação nominal das chapas e nomes para eleição 29/7 prazo limite para impugnação de candidaturas 18 a 20/8 auditagem e lacração do sistema eleitoral eletrônico 2/9 fornecimento da lista de filiados para as chapas inscritas 2/9 prazo limite para indicação de mesários e coordenadores 7/9 divulgação dos locais das mesas coletoras de votas 14/9 convocação das assembléias regionais de apuração 22/9 eleição geral da app-sindicato 22/9 instalação das assembléias regionais de apuração até 30 dias após a proclamação dos resultados posse das diretorias estadual e regionais conselho fiscal e representantes de municípios eleitos eleitoral comissÃo eleitoral regional titulares agostinho josé ramos presidente da comissão colégio três fronteiras maria aparecida rice aposentada maria bernadeth tonetto colégio três fronteiras/licença eleitoral comissÃo eleitoral regional suplentes manoel batista p neto colégio ulysses guimarães manoel buento colégio barão do rio branco ivanir maria polla colégio barão do rio branco ns foz amplia atuação na defesa dos trabalhadores foto ns foz do iguaçu a app-sindicato é a entidade no estado que historicamente representa os trabalhadores em educação pública da rede estadual em alguns municípios onde não há uma organização sindical que represente os educadores sejam professores ou funcionários estes têm nos procurado para que os represente junto ao poder municipal o núcleo regional de foz do iguaçu tem desde 2010 feito este trabalho nos município de sua atuação em 2010 foram sindicalizados professores e funcionários de itaipulândia onde está em fase de aprovação na câmara municipal o novo plano de cargos carrei ra e vencimentos dos professores municipais em julho deste ano foram sindicalizados as professoras e funcionários de serranópolis do iguaçu iniciaremos os trabalhos de reformulação do plano de cargos do magistério municipal com a inclusão dos funcionários nesta reformulação outros municípios já têm nos procurado para efetuar a discussão sobre a possibilidade de sindicalização junto a app por meio deste núcleo sindical a defesa pela educação pública independe do nível de atuação bem vindos a luta trabalhadores municipais da educação 30 de agosto o que essa data representa para nós ronsani catia ronsani castro a memória guardará o que valer a pena a memória sabe de mim mais que eu e ela não perde o que merece ser salvo eduardo galeano uma data para relembrarmos à população das atrocidades cometidas por aqueles que administram o estado capitalista cuja lógica de funcionamento por não poder conciliar os interesses dos trabalhadores com os do patrão utiliza-se da repressão física e moral para silenciar as reivindicações desarticular a organização da categoria e impor o medo essa data representa também um dia de luta na medida em que os motivos que levaram nossa categoria à greve no ano de 1988 persistem entre nós os baixos salários as péssimas condições de trabalho e a precariedade do sistema educacional embora omitidas pelas grandes corporações midiáticas contrariando muitas vezes as direções sindicais que foram cooptadas pelos patrões as greves e protestos dos trabalhadores em educação fizeram parte deste primeiro semestre no brasil cerca de 7 estados e outros tantos municípios estiveram em greve por um período isso nos demonstra que os motivos que colocaram nossos colegas em luta há 23 anos continuam fazendo parte da nossa realidade e portanto exigindo da nossa organização uma resposta a altura para conquistar direitos e resistir aos ataques contra o que já conquistamos n opróximo dia 30 de agosto a nossa categoria com atos públicos passeatas paralisações relembrará o fatídico 30 de agosto de 1988 quando os trabalhadores em educação que encontravam-se em greve lutando por melhores condições salariais e uma educação pública de qualidade foram brutalmente reprimidos pelas tropas militares do estado do paraná que na época estavam sob o comando do governador Álvaro dias psdb mais que um dia de luto da educação paranaense em homenagem àqueles companheiros trabalhadores que pagaram com o próprio sangue o preço pelas ideias que defendiam e representavam é ronsani catia ronsani castro é secretária de imprensa e divulgação da app/foz e professora do colégio estadual barão do rio branco

[close]

p. 3

visite appfoz.com.br 45 3027-1893 fórum reforça debate sobre o plano nacional de educação 2011-2020 É preciso garantir que estas propostas sejam aprovadas e que a lei seja cumprida silvio borges da silva junior colhidos a gestão democrática e a valorização dos profissionais da educação entretanto o mec desconsiderou as propostas formuladas na conae chamada pelo próprio ministério o órgão apresentou outra proposta discutida apenas com governos municipais e estaduais e com a iniciativa privada ela não contempla as necessidades educacionais do país em especial no que diz respeito ao financiamento durante o fórum foram estudadas e aprofundadas as propostas de emendas ao projeto de lei do mec essas preposições foram construídas por entidades ligadas a educação e apresentadas ao relator do projeto para que fossem incorporadas ao novo plano nacional de educação contudo é importante ressaltar que os debates são importantes mas não garantem por si só a aprovação dessas propostas nem sua aplicação na prática exemplo disso é o fato do governo ter desconsiderado a proposta elaborada na conae É incerto o horizonte para o plano nacional de educação para período de 2011 a 2020 a razão é simples e para explicá-la precisamos recapitular alguns fatos o novo pne começou a ser discutido em 2009 nas conferências regionais de educação que antecederam a conae conferência nacional da educação promovida em 2010 em junho deste ano coube ao fórum estadual de educação debater e propor emendas ao projeto de lei que institui o plano nacional de educação o ns de foz participou da organização do fórum coordenado pela unioeste apesar da conae ser uma conferência governamental que apresentou muitos limites à discussão ainda assim podemos notar alguns avanços nas propostas para a elaboração do novo pne como o aumento do financiamento da educação investimento de 10 do pib e aumento do investimento dos municípios estados e união referentes a receita dos impostos re para garantir que estas propostas sejam aprovadas e que a lei seja cumprida é necessária a mobilização contínua da sociedade e principalmente dos trabalhadores em educação do contrário corre-se o risco de acontecer o mesmo que ocorreu com o pne atual 2001-2010 que além de ser um plano rebaixado não cumpriu nenhuma de suas metas vale lembrar também que no plano atual o artigo que previa o investimento de 7 do pib na educação até 2010 foi vetado pelo ex-presidente fernando henrique cardoso o veto foi mantido pelo ex-presidente lula precisamos nos organizar e cobrar dos sindicatos e demais organizações da sociedade civil uma maior mobilização em defesa de um plano nacional de educação que realmente universalize o acesso a educação dê condições aos alunos concluírem os estudos com qualidade e valorize os trabalhadores em educação professores e funcionários de escola silvio borges da silva junior é presidente da app/foz e professor do colégio estadual colégio estadual almiro sartori e da rede municipal de ensino mobilização em brasília cerca de 1.500 pessoas participaram da mobilização no dia da paralisação nacional da educação em frente ao congresso nacional realizada no dia 11 de maio em brasília o local abrigou uma tenda da cnte confederação nacional dos trabalhadores em educação e estava repleto de ônibus com as delegações de vários estados pirulitos em formatos de lápis com a frase a educação quer mais faixas bandeiras cartazes dominaram o espaço as mensagens reivindicam a valorização da carreira e o pagamento do piso salarial dos educadores aproveitando o encontro da marcha dos prefeitos que se faziam presentes naquele local representantes das delegações também puderam acompanhar a primeira audiência pública da comissão especial do plano nacional de educação pne app foz no 1º de maio foto carol miskalo atividades 2011 da secretaria de funcionários 18 e 19/3 coletivo estadual dos funcionários em curitiba 11/5 mobilização nacional em brasília em prol do piso 14/5 coletivo regional dos funcionários em medianeira 28/5 coletivo regional dos funcionários em foz do iguaçu 4 e 5/8 acontecerá o segundo coletivo estadual de funcionários lembrando que o número de vagas são disponibilizadas pela app estadual desde 2009 o núcleo de foz do iguaçu da app-sindicato tem participado ativamente nas mobilizações do 1º de maio na cidade em 2011 não foi diferente a ns foz em conjunto com demais sindicatos sindicato dos jornalistas sindicato dos trabalhadores em saúde sindicato dos trabalhadores em hotéis e movimentos sociais mst movimento fronteira zero centro de direitos humano e fronteira hip hop organizou um primeiro de maio da classe trabalhadora no bairro cidade nova a mobilização levou para a comunidade a história da data e denunciou a exploração capitalista apresentando reivindicações em falas e faixas apresentações de música e dança do movimento hip-hop completaram o dia de luta a data também foi marcada por distribuição de panfletos em várias regiões do município.

[close]

p. 4

visite appfoz.com.br 45 3027-1893 núcleo adquire nova sede a direção regional da app-sindicato de foz do iguaçu definiu em seu planejamento anual de 2010 a aquisição de uma nova sede para o núcleo sindical mais ampla e mais confortável para melhor atender ao sindicalizado para isso foi adquirida uma sala maior no valor de r 50 mil no quarto andar do mesmo prédio no centro de foz do iguaçu para a aquisição da nova sala foi repassada a antiga sede no valor de r 25 mil e mais r 25 mil em dinheiro além disso foram investidos cerca de r 30 mil na reforma da nova sede contabilizando um total de r 80 mil no novo espaço o núcleo sindical contou ainda com um subsídio de r 30 mil da direção estadual da app a nova sede da app/foz conta com recepção sala de reuniões cozinha banheiro e sala para 25 pessoas onde ocorrem cursos reuniões de conselhos etc foto ns foz do iguaçu foto marcos laba venha conhecer nossa nova travessa werich sede na travessa cristiano werich andar 91 sala 407 4º andar edifício foz metrópole em foz do iguaçu xi congresso estadual em dezembro o sindicato realizará o seu xi congresso estadual nos dias 2 3 e 4 de dezembro o congresso é uma atividade realizada a cada três anos e envolve os 29 núcleos sindicais do estado ele tem por finalidade principal debater e definir os rumos políticos e organizativos da nossa entidade foi em congressos que a categoria decidiu coletivamente questões fundamentais para nossa organização como a unificação com os funcionários a app deixou de ser um sindicato que representava apenas o seguimento de professores para representar os educadores professores e funcionários além de debater pontos da nossa pauta reivindicatória durante o congresso avaliamos questões mais amplas como a conjuntura política nacional e internacional as políticas educacionais do país e do paraná também avaliamos e definimos como serão as nossas ações as nossas lutas para exigir dos governantes os nossos direitos etapa regional será em outubro para participar do congresso estadual da app é necessário que o sindicalizado tenha sido indicado como delegado pela etapa regional do congresso que em foz do iguaçu ocorrerá em outubro convidamos todos os professores e funcionários do núcleo sindical para participar e debater coletivamente os rumos do nosso sindicato equiparação salarial no dia 30 de abril deste ano foi realizada a assembleia estadual extraordinária para discutir a proposta salarial apresentada pelo governo a mobilização nacional em defesa do piso salarial nacional do magistério entre outros assuntos o governo do estado apresentou uma proposta de parcelamento dos 25,97 em quatro anos os representantes do núcleo foz sindical de foz do iguaçu defenderam que fosse apresentada ao governo uma proposta de parcelamento em 2 vezes regional proposta retirada no conselho regional app/foz da app/foz incluindo os funcionários essa proposta foi elaborada tendo em vista que o economista do dieese em entrevista ao jornal 30 de agosto afirmou que o governo poderia pagar a equiparação salarial em duas três ou quatro parcelas no entanto a proposta aprovada em assembléia foi a apresentada pelo governo e defendida pela direção estadual da app ou seja o parcelamento professores em quatro anos apenas para professores para justificar a exclusão dos funcionários assembleia estadual acata proposta salarial do governo parcelamento dos 25,97 em quatro anos defendeu apenas aulas de 30 minutos e debates nas escolas o núcleo sindical foz de foz do iguaçu defendeu a manutenção paralisação aralisação da paralisação uma vez que o valor do piso estabelecido pelo mec está abaixo do que havia sido estabelecido no ato da aprovação da lei bem como a questão da hora-atividade que ainda gera dúvidas além da nossa pauta estadual a qual apresenta muitos itens fundamentais que não tiveram avanços como a questão do atendimento à saúde dos trabalhadores a redução do número de alunos por turma o pagamento de auxílio transporte a todos os funcionários hora-aula para professores pedagogos e professores da educação especial melhoria nos planos de carreira de professores e funcionários entre muitos outros no entanto a proposta aprovada foi a realização apenas de aulas de 30 minutos o que foi defendido pela direção estadual do sindicato da proposta apresentada o governo alegou que a esta era de equiparação salarial para os que fizeram concurso público com exigência de ensino superior contudo a reivindicação era da aplicação do mesmo índice de reajuste aos funcionários o que já havia sido discutido em assembleia e constava da nossa pauta de reivindicação para amenizar a discussão a direção estadual se comprometeu em buscar alterações na carreira dos agentes educacionais i e ii como reconhecimento de graduação e pós-graduação entretanto em nossa avaliação esses itens já estavam na pauta e deveriam ser defendidos independentemente do reajuste salarial estendido aos funcionários sobre a paralisação nacional do dia 11 de maio chamada pela cnte em defesa da lei do piso e que havia sido aprovada na assembleia estadual do dia 26 de março a direção estadual da app silvio borges da silva junior é presidente da app/foz e professor do colégio estadual almiro sartori e da rede municipal de ensino

[close]

Comments

no comments yet