Jornal Setembro | Santuario Sao Jose Operario

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Setembro | Santuario Sao Jose Operario

Popular Pages


p. 1

PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO S ãJoornaJl osé OperárioCAPÃOREDONDO-DIOCESEDECAMPOLIMPO ANO XIV - EDIÇÃO Nº 170 - 10.000 EXEMPLARES - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - SETEMBRO - 2017

[close]

p. 2

Página-2 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Setembro - 2017 EDITORIAL “Em atenção a tua palavra lançarei as redes” (Lc 5, 5). Queridos irmãos e irmãs, Neste mês dedicado a bíblia gostaria de meditar convosco a importância da Palavra de Deus em nossas vidas. Vivemos em um mundo de muitas palavras, muitas mensagens, muitas notícias, mas tão poucas serem de fundamento para nossas vidas. É impressionante a quantidade de pessoas que perderam o sentido da vida, o ideal da felicidade. Pessoas sem ter aonde alicerçar as suas vidas, suas decisões, seus projetos. São como folhas levadas ao vento. Mas por que tudo isso? Creio que uma das respostas mais claras é a ausência da Palavra de Deus como fundamento e alicerce da vida. Olhamos para a própria Escritura e vejamos o que ela diz de si mesma: “Pois a Palavra do Senhor é reta, e sua obra toda é verdade…” (Sl 33 (32), 4.6) “Seca-se a erva, murcha-se a flor, mas a Palavra de nosso Deus subsiste para sempre”. (Is 40, 8) “Como a chuva e a neve descem do céu e para lá não voltam sem terem regado a terra, tornando-a fecunda e fazendo-a germinar […], assim acontece com a Palavra que sai da minha boca: ela não volta a mim sem fruto… (Is 55, 10-11) “Pois a Palavra de Deus é viva, eficaz e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes; […] Tudo está nu e descoberto a seus olhos. É a ela que devemos prestar contas”. (Hb 4, 13-13) Mas como vamos prestar contas se nem a conhecemos? Lembremo-nos que a Palavra de Deus não é letra morta, mas viva e fala conosco, se comunica conosco num diálogo amoroso. Eu falo a ela e ela me fala ao coração, e muda minha vida! Que bela a cena do Evangelho de Lucas, onde Pedro está pescando com seus irmãos e amigos, creio que ela nos ensina a cerca da importância da Palavra. “Quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao lago e lançai as vossas redes para a pesca. Ao que disse Simão: Mestre, trabalhamos a noite toda, e nada apanhamos; mas em atenção à tua palavra, lançarei as redes” (Lc 5, 4-5). “Trabalhamos”, o termo em grego aqui usado, deriva de um vocábulo que significa “exaustão”. Isso quer dizer que eles trabalharam a noite toda e de maneira exaustiva e nada pescaram. Jesus, uma vez mais, contrariando toda lógica humana, manda que eles lancem as redes ao mar. Pedro era pescador, conhecia o mar e todas as artimanhas da pescaria, como o melhor local, a melhor hora, etc… Certamente era mais habilidoso na pescaria do que o carpinteiro Jesus. Mas ele que estava aprendendo a confiar em Jesus responde: “Mestre, em atenção à tua palavra lançarei as redes” (Lc 5,5). O que acontece para quem vive atento à Palavra de Deus: “Feito isso, apanharam uma grande quantidade de peixes, de modo que as redes se rompiam. Acenaram então aos companheiros que estavam em outro barco, para virem ajudá-los. Eles, pois vieram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique” (Lc 5, 6-7). Quem sabe ainda vivemos com nossos barcos vazios, porque não ouvimos (audere = obedecer) a Palavra do Senhor. Ainda estamos presos aos nossos conceitos, conhecimentos, artimanhas, e não deixamos o Pobre Carpinteiro de Nazaré nos falar ao coração. “… encheram ambos os barcos…”, a Palavra do Senhor muda a nossa vida e daqueles que estão perto de nós. Peçamos ao Senhor a graça da escuta humilde à Palavra do Divino Mestre, e deixemos que ela transforme as nossas vidas. EXPEDIENTE Diretor Geral Monsenhor João Batista Diretor de atendimento aos Benfeitores: Jurandi Nunes Jornalista Responsável: Mário de Freitas - MTB 36.907 Revisões e Correções Equipe de comunicaçãoSantuário São José Operário Diagramação José Andrade Alves Publicação mensal da Paróquia: Santuário São José Operário Rua Alfredo Ometecídio, 32 Cep.: 05869-170 Capão Redondo- SP www.santTuearli.o5sa8o7jo3s-e2o0pe0r9ario.org.br santuario@santuariosaojoseoperario.org.br O teor das matérias é de responsabilidade de seus autores. Todas as pessoas são voluntárias Jesus é a própria Palavra de Deus três vezes, a santa Palavra. Quando o tentador pediu que Ele transformasse as pedras em pães, para provar Sua filiação divina, Jesus lhe disse: “O ho- mem não vive só de pão, mas de tudo o que sai da boca do Senhor” (Dt 8,3c). Quando o tentador exigiu que Ele se jogasse do alto do templo, Jesus respondeu: “Não tentarás o Senhor; vosso Deus” (Dt 6,16a). E quando Satanás tentou fazer com que Ele o adorasse, ouviu mais uma vez a Pala- vra de Deus: “Adorarás o Senhor, teu Deus, e só a ele servirás” (Dt 6,13). O demônio não tem força dian- te da Palavra de Deus lançada em seu rosto; por isso, cada um de nós precisa conhecer o poder dela. Jesus morreu rezando todo o Salmo 21: “Meu Deus, meu Deus, “Quão saborosas são para mim por que me abandonaste?” (Sl 21,2). vossas palavras, mais doces que É preciso ler e estudar a Bíblia reguo mel à minha boca” (Sl 118, 103). larmente, todos os dias; aquecer a alma “Vossa palavra é um facho que com um trecho dela; e saber usá-la ilumina meus passos. E uma luz nos momentos de dor, dúvida, angús- em meu caminho” (Sl 118, 105). tia, medo, etc. Abra a Palavra, deixe A Igreja no Brasil dedica todo o Mês Deus falar a seu coração. E fale com de Setembro a Bíblia. Sem dúvida é Deus; é a maneira mais fácil de rezar. uma iniciativa muito salutar. A moti- O Espírito Santo nos ensina essa vação provém do fato da Igreja cele- verdade, pela boca do profeta brar no dia 30 de setembro a memória Isaías; cuja boca tornou “semelhan- do grande santo e doutor da Igreja, te a uma espada afiada” (Is 49,2): São Jerônimo, que a pedido do Papa A palavra de Deus é transforma- Dâmaso (366-384) preparou uma dora, santificante. São Paulo ex- excelente tradução da Bíblia em la- plica isso a seu jovem discípu- tim, a partir do hebraico e do grego; lo Timóteo, com toda convicção: a chamada Vulgata. Foi um trabalho “Toda a Escritura é inspirada por Deus, gigantesco que demandou cerca de e útil para ensinar, para persuadir, para 35 anos nas grutas de Belém, onde ele corrigir e formar na justiça” (2Tm 3,16). realizava esse ofício, vivendo uma aus- Ela é, portanto um instrumento indis- tera vida de oração e penitência. São pensável para a nossa santificação. Jerônimo dizia que quem não conhe- Não conseguiremos ter “os mesmos ce os Evangelhos não conhece Jesus. sentimentos de Cristo” (Fil 2,5) sem São Jerônimo (347-420), chamado ouvir, ler, meditar, estudar e conhe- de “Doutor Bíblico”, nasceu na Dal- cer a sua santa palavra. São Jerônimácia e educou-se em Roma; é o mais mo, dizia que “quem não conhece o erudito dos Padres da Igreja latina; Evangelho não conhece Jesus Cristo”. sabia o grego, latim e hebraico. Viveu Jesus nos ensina que “a Escritura alguns anos na Palestina como ere- não pode ser desprezada” (Jo 10,34). mita. Em 379, foi ordenado sacerdote São Paulo recomendava a Timó- pelo bispo Paulino de Antioquia; foi teo”: “aplica-te à leitura da Palavra” ouvinte de São Gregório Nazianzeno e (1Tm 4,13). Ela não é palavra hu- amigo de São Gregório de Nissa. De mana, mas “palavra de Deus…! Que 382 a 385 foi secretário do Papa São age eficazmente em vós” (1Ts 2,13). Dâmaso. Pregava o ideal de santidade Jesus é a própria Palavra de Deus, entre as mulheres da nobreza roma- o Verbo de Deus que se fez carne na (Marcela, Paula e Eustochium) e (Jo 1, 1s). No livro do Apocalipse combatia os maus costumes do clero. São João viu o Filho do homem…” Na figura de São Jerônimo destacam- e de sua boca saia uma espada afia-se a austeridade, o temperamento da, de dois gumes” (Ap 1,16). É forte, o amor a Igreja e à Sé de Pedro. o símbolo tradicional da irresistíConhecer a Palavra de Deus é fun- vel penetração da palavra de Deus. damental para todo cristão. A Carta São Pedro diz que renasce- aos hebreus diz que “a Palavra de Deus mos pela força dessa palavra. é viva, eficaz, mais penetrante do que “Pois haveis renascidos, não duma uma espada de dois gumes, e atinge até semente corruptível, mas pela Palavra à divisão da alma e do corpo, das jun- de Deus, semente incorruptível, viva tas e medulas, e discerne os pensamen- e eterna”, (1 Pd 1,23) e, como disse tos e intenções do coração” (Hb 4,12). o profeta Isaías: “a palavra do Senhor Jesus conhecia profundamente a Bí- permanece eternamente” (Is 11,6-8). blia e a citava. Isso é o suficiente para Quando avisaram a Jesus que a Sua que todos nós façamos o mesmo. Na mãe e os seus irmãos queriam vê- tentação do deserto ele venceu o de- -lo, o Senhor disse: “Minha mãe e mônio lançando em seu rosto, por meus irmãos são estes que ouvem www.santuariosaojoseoperario.org.br a palavra de Deus e a observam” (Lc 8,21). “Antes bem-aventurados aqueles que ouvem a palavra de Deus e a observam!” (Lc 11,28). Pela boca do profeta Amós, o Espírito Santo disse: “Eis que vem os dias… em que enviarei fome sobre a terra, não uma fome de pão, nem uma sede de água, mas fome e sede de ouvir a palavra do Senhor” (Am 8,11). Graças a Deus esses dias chegaram! Quando Jesus explicava as Escrituras para os discípulos de Emaús, eles sentiam “que se lhes abrasava os corações” (Lc 24,32). Todos os santos, sem exceção, mergulharam fundo as suas vidas nas santas Escrituras e deixaram-se guiar  pelos ensinamento da Igreja. São Pedro disse: “Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal. Porque jamais uma profecia foi proferida por efeito de uma vontade humana. Homens inspirados pelo Espírito Santo falaram da parte de Deus” (2 Pd 1,20-21). Utilizando os mais diversos gêneros literários, ela narra acontecimentos da vida de um povo guiado por Deus, desde quatro mil anos atrás, atravessando os mais variados contextos sociais, políticos, econômicos, etc. Por isso, a Palavra de Deus não pode sempre ser tomada ao “pé da letra”, ou seja, literalmente, embora muitas vezes o deva ser. “Porque a letra mata, mas o Espírito vivifica” (2 Cor 3,6c). É por isso, que Jesus confiou sua interpretação a Igreja Católica, que a faz através do Sagrado Magistério, dirigido pela cátedra de Pedro (o Papa), e da Sagrada Tradição Apostólica, que constitui o acervo sagrado de todo o passado da Igreja e de tudo quanto o Espírito Santo lhe revelou no passado e continua fazendo no presente. (cf. Jo 14, 15.25; 16,12-13). A Igreja não erra na interpretação da Bíblia, e isso é dogma de fé. Jesus mesmo lhe garantiu isto: “Quando vier o Paráclito, o Espírito da verdade, ensinarvos-á toda a verdade” (Jo 16,13a). A Bíblia interpretada erroneamente pode levar a perdição; é o que diz São Pedro quando fala sobre as Cartas de São Paulo: “É o que ele faz em todas as suas cartas… Nelas há algumas passagens difíceis de entender, cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruína, como o fazem também com as demais Escrituras” (2Pd 3,16s). Em Jerusalém, por exemplo, está a Escola Bíblica que se dedica a estudar exegese, hermenêutica, línguas antigas, geologia, história antiga, paleontologia, arqueologia, e tantas outras ciências, a fim de que cada palavra, cada versículo e cada texto da Bíblia para interpretar corretamente a Revelação de Deus. Card. Dom Orani João Tempesta Arcebispo Metropolitano do Rio de Janeiro

[close]

p. 3

Setembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-3 Setembro, mês da Bíblia Setembro, mês da Bíblia, mês da Palavra e mês da esperança. Por isso são trinta dias que todos os cristãos devem dedicar um tempo maior de leitura e vivência da Palavra do Senhor. Porque, este é um mês dedicado especialmente a Jesus como Palavra viva: “e o verbo se fez carne e habitou entre nós”. Nossa Igreja sabiamente, em 1971, escolheu setembro para fortalecer em seus fiéis o alimento da Palavra geradora de vida eterna. É importante recordar que antes de 1971, apesar da Igreja, não ter este mês oficializado como mês da Bíblia, desde 1947, em honra a São Jerônimo, já se comemorava o Dia da Bíblia no último domingo de setembro. São Jerônimo nasceu na Dalmácia, hoje Croácia no ano 340 e morreu em 420 aC. Esse Santo homem tornou-se um grande biblista; e isso se confirmou quanto traduziu a Bíblia dos originais (hebraico e grego) para o latim. Ele foi doutor nas Sagradas Escrituras, teólogo, escritor, filósofo, historiador e secretário do Papa Damaso. A verdade é que São Jerônimo popularizou as Sagradas Escrituras. Pois naquela época, o latim era a língua falada no mundo e literalmente usada na liturgia da Igreja. Graças a inspiração de São Jerônimo, hoje a Bíblia é o único livro que está traduzido em praticamente todas as línguas. Possivelmente, este Livro Sagrado pode ser encontrado em todas as casas do mundo. Isto não significa que todos conhecem a Palavra, mas posso dizer que todos sabem da importância. A Bíblia também é o livro mais vendido, distribuído e impresso em toda a história da humanidade. São Jerônimo acreditava que ao conhecer os livros Sagrados, ele poderia transmitir com maior fidelidade e eficácia o conteúdo do cristia- nismo. Seu grande desejo era que um maior número de pessoas pudesse conhecer Cristo e assim poder viver uma maior fidelidade com Ele. Seu objetivo era compreender as Escrituras nas suas línguas originais para transmitir um ensinamento mais seguro para os fiéis. São Jerônimo é o Padroeiro dos estudio- sos da Bíblia. Antes de sua morte, ele escreveu que: Cristo é o poder de Deus e a sabedoria de Deus, e quem ignora as Escrituras, ignora o poder e a sabedoria de Deus; portanto, ignorar as Escrituras Sagradas é ignorar a Cristo. Da Bíblia recebemos todas as orientações que precisamos. Por isso, não podemos escolher a mensagem que queremos, que “AQUELE QUE SEMEIA POUCO, POUCO COLHERÁ. AQUELE QUE SEMEIA COM GENEROSIDADE, COM GENEROSIDADE COLHERÁ” (IICOR 9,6) www.santuariosaojoseoperario.org.br aprovamos. Mas receber e cumprir o que Deus nos manda fazer por meio da Palavra. Quero trazer aqui uma mensagem de Malaquias. O Profeta fala sobre o destinos dos fiéis e dos infiéis a Deus. Os infiéis são enganadores e por isso vivem debaixo de uma forte maldição que não vem de Deus, mas de sua própria busca do mundo. Para os fiéis, Deus abre as comportas dos Céus e derrama sobre ele tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las. As bênçãos são derramadas e multiplicadas quando as pessoas praticam a generosidade. Coração generoso dos fiéis é parecido com o coração de Deus. Em seguida Deus faz algumas perguntas referentes aos fiéis e infiéis. “Pode um homem enganar a Deus? Contudo vocês estão me enganando. E ainda perguntam: “como é que te enganamos?” vocês estão me enganando nos dízimos e nas ofertas. Tragam o dízimo completo e consagre no templo, para que haja alimento em minha casa. “ponham-me à prova”, diz o senhor dos exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.” (Malaquias 3, 8-10) SEJA FIEL NO DÍZIMO E NAS OFERTAS Monsenhor João Batista Pároco e Reitor do Santuário Dioc. São José Operário

[close]

p. 4

Página-4 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Setembro - 2017 Professo um só batismo para a remissão dos pecados Queridos irmãos e irmãs, No Credo, através do qual todo domingo fazemos a nossa profissão de fé, nós afirmamos: “Professo um só batismo para a remissão dos pecados”. Trata-se da única referência explícita a um Sacramento dentro do Credo. De fato, o Batismo é a “porta” da fé e da vida cristã. Jesus Ressuscitado deixou aos Apóstolos este mandato: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo” (Mc 16, 15-16). A missão da Igreja é evangelizar e redimir os pecados através do sacramen- to batismal. Mas retornemos às palavras do Credo. A expressão pode ser dividida em três pontos: “professo”, “um só batismo”, “para a remissão dos pecados”. 1. “Professo”. O que quer dizer isto? É um termo solene que indica a grande importância do objeto, isso é, do Batismo. De fato, pronunciando estas palavras, nós afirmamos a nossa verdadeira identidade de filhos de Deus. O Batismo é em certo sentido a carteira de identidade do cristão, o seu ato de nascimento, e ato de nascimento na Igreja.  Todos vocês conhecem o dia no qual nasceram e festejam o aniversário, não é verdade? Todos nós festejamos o aniversário. Faço uma pergunta a vocês, que fiz outras vezes, mas a faço ainda: quem de vocês se recorda do dia do seu Batismo? Levantem a mão: são poucos (e não pergunto aos bispos para não envergonhá-los…). Mas façamos uma coisa: hoje, quando voltarem pra casa, perguntem em qual dia foram batizados, procurem, porque este é o segundo aniversário. O primeiro aniversário é NAKA C. R. C. 104884 CONTABILIDADE Assuntos Fiscais Assistência Jurídica Serviços de Contabilidade Fones: 5872-1466 - Email: sen100@uol.com.br Rua Abílio César, 299 - CEP 05881-020 Capão Redondo - São Paulo / SP aquele do nascimento à vida e o segundo aniversário é o do nascimento na Igreja. Farão isto? É tarefa para fazer em casa: procurar o dia no qual nasceram na Igreja e agradecer ao Senhor porque o dia do Batismo nos abriu a porta da sua Igreja. Ao mesmo tempo, o Batismo está ligado à nossa fé na remissão dos pecados. O Sacramento da Penitência ou Confissão é, de fato, como um “segundo batismo”, que se refere sempre ao primeiro para consolidá-lo e renová-lo. Neste sentido, o dia do nosso Batismo é o ponto de partida de um caminho belíssimo, um caminho para Deus que dura toda a vida, um caminho de conversão que está continuamente apoiado pelo Sacramento da Penitência. Pensem nisto: quando nós vamos confessar as nossas fraquezas, os nossos pecados, vamos pedir perdão a Jesus, mas vamos também renovar o Batismo com este perdão. E isto é belo, é como festejar o dia do Batismo em cada Confissão. Portanto, a Confissão não é um sentar em uma sala de tortura, mas é uma festa. A Confissão é para os batizados! Para ter limpa a veste branca da nossa dignidade cristã! 2. Segundo elemento: “um só batismo”. Esta expressão retoma aquela de São Paulo: “Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo” (Efe 4, 5). A palavra “batismo” significa literalmente “imersão” e, de fato, este Sacramento constitui uma verdadeira imersão espiritual na morte de Cristo, da qual se ressurge com Ele como novas criaturas (cfr Rm 6, 4). Trata-se de uma lavagem de regeneração e de iluminação. Regeneração porque realiza aquele nascimento da água e do Espírito sem o qual ninguém pode entrar no reino dos céus (cfr Jo 3, 5). Iluminação porque, através do Batismo, a pessoa humana é preenchida com a graça de Cristo, “luz verdadeira que ilumina cada homem” (Jo 1, 9) e dissipa as trevas do pecado. Por isto, na cerimônia do Batismo, aos pais se dá uma vela acesa, para significar esta iluminação; o Batismo nos ilumina de dentro com a luz de Jesus. Em força deste dom, o batizado é chamado a tornar-se ele mesmo “luz” – a luz da fé que recebeu – para os irmãos, especialmente para aqueles que estão nas trevas e não encontram uma fresta para clarear o horizonte de suas vidas. Podemos nos perguntar: o Batismo, para mim, é um fato do passado, isolado em uma data, aquela que hoje vocês vão procurar, ou uma realidade viva, que diz respeito ao meu presente, em todo momento? Você se sente forte, com a força que te dá Cristo com a sua morte e a sua ressurreição? Ou você se sente abatido, sem força? O Batismo dá força e dá luz. Você se sente iluminado, com aquela luz que vem de Cristo? É homem e mulher de luz? Ou você é uma pessoa escura, sem a luz de Jesus? É preciso tomar a graça do Batismo, que é um presente, e tornar-se luz para todos! 3. Enfim, uma breve referência ao terceiro elemento: “para a remissão dos pecados”. No Sacramento do Batismo são redimidos todos os pecados, o pecado original e todos os pecados pessoais, bem como todas as penas do pecado. Com o Batismo, abre-se a porta a uma efetiva novidade de vida que não é oprimida pelo peso de um passado negativo, mas já sente o efeito da beleza e da bondade do Reino dos céus. Trata-se de uma intervenção poderosa da misericórdia de Deus na nossa vida, para salvar-nos. Esta intervenção salvífica não tira da nossa natureza humana a sua fragilidade – todos somos frágeis e todos somos pecadores – e não nos tira a responsabilidade de pedir perdão toda vez que erramos! Não posso me batizar várias vezes, mas posso confessar-me e renovar assim a graça do Batismo. É como se eu fizesse um segundo Batismo. O Senhor Jesus é tão bom e nunca se cansa de nos perdoar. Mesmo quando a porta que o Batismo nos abriu para entrar na Igreja se fecha um pouco, por causa das nossas fragilidades e pelos nossos pecados, a Confissão a reabre, propriamente porque é como um segundo Batismo que nos perdoa e nos ilumina para seguir adiante com a luz do Senhor. Vamos adiante assim, alegres, porque a vida é vivida com a alegria de Jesus Cristo; e esta é uma graça do Senhor. Papa Francisco Boletim da Santa Sé Realizamos serviços de reparos e reformas: Acabamento, Pintura, Hidráulica e Elétrica. Instalação de Porta Lisa ou Camarão, Pintura e Aplicação de Textura, Colocação de Papel de Parede e Recuperação de Móveis. Consulte-nos Tel.: 5873-3506 - Cel.: 99280-6409 Contato: rrreparos@outlook.com Ricardo ou Regina rrpradoreformas www.santuariosaojoseoperario.org.br ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário

[close]

p. 5

Setembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-5 A ovelhinha perdida segundo a Bíblia Querido amigo paroquiano, iniciamos o MÊS DA BÍBLIA. Estava meditando no silêncio da madrugada, quando me deparei com o texto Evangélico que falava de uma figura muito querida e empregada, Jesus e as primeiras Comunidades dos Cristãos, muitas vezes. Se trata daquela ovelhinha perdida que se separa do grupo e quer ser livre, ir por aí, sem rumo. Desejando novas aventuras longe das demais ovelhas que está pastando tranquilas e seguras nos vastos campos da Palestina. Nada melhor que partir do texto escrito por Lucas. Este texto se encontra no capítulo 15, versículo 4, diz assim. “Quem de vós que, tendo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa as noventa e nove no deserto (curral) e vai em busca da que se perdeu, até encontrá-la?” Que texto mais precioso, não é? Pois Jesus, o bom pastor, contou uma história imortal, e lembrada por todos, que nos fala sobre o pastor que foi buscar, como um louco, a centésima ovelha e, depois de achá-la, fez uma festança e convidou muitos amigos para celebrar este achado que para o pastor e os seus amigos, era muito importante para a sua sobrevivência. A ovelha perdeu-se porque se afastou do rebanho. Foi em busca de aventura ou boas pastagens. E como podemos imaginar, a ovelhinha é um animalzinho míope (que quase não vê), é um animalzinho inseguro, indefeso e também rebelde. Não pode ficar quieta… salta daqui… salta dali… e sobretudo, quando se encontra com outras ovelhas brincalhona… tem outro detalhe que é bom destacar, e que os pastores já conhecem quando do es- cair e ferir-se. A imagem da ovelhinha perdida é bem sugestiva na pregação de Jesus. Não por acaso, Jesus viu os homens aflitos com as ovelhas sem pastor. Desorientados e perdidos pelos campos do mundo. Devido a sua débil natureza, o homem não consegue pro- lados do rebanho (das pessoas). Precisamos da proteção do pastor e da companhia dos demais… Meus amigos, ao nosso redor há muitos perigos. Estamos rodeados de “lobos devoradores...” Há terrenos escorregadios. Há precipícios e declives cheios de ameaças… as tentações EAsmpaaçnohã - Cyber Café - Tai Chi Chuan - Acumpultura - Florais - Massoterapia BISCUIT - PROMOÇÃO: 1ª AULA GRÁTIS Telefone: 5873-2618 Av. Comendador Santana, nº 959 tão cuidando do rebanho: as teger a si mesmo. A inclina- ovelhas não conseguem pro- ção do seu coração o leva a teger-se dos seus predadores, afastar-se de Deus, ao invés dos seus inimigos – estou de buscar abrigo nos braços falando dos temíveis lobos. do nosso Pai Misericordio- As ovelhas não tem um bom so. Amigos paroquianos, senso de direção. Por isso se nenhuma religião é capaz perdem com facilidade pelos de nos proteger. Nenhum campos. Sua segurança é fi- recurso humano pode dar- car perto do pastor e junto do -nos segurança. Temos que rebanho. Sempre se desgarra reconhecer, com humildade, e se afasta da companhia das que somos vulneráveis como outras ovelhas, esta sujeita a ovelhas. Não podemos cami- nhar seguros confiando em Refrigeração Bom Clima nossa própria paróquia, força ou das nossas capacidades. Dependemos de Deus e uns Assistência Técnica Especializada dos outros. Nenhum homem Câmaras e Balcões Frigoríficos, Freezer, Geladeiras e Máquinas de Lavar é uma ilha. Não vivemos sós no mundo e na sociedade. Não podemos afastar-nos da nossa igreja católica e dos Tel. 5873-3032 / 9308-1486 - Sr. Augusto nossos princípios humanos R. Marco Basaiti, nº 8 - Capão Redondo e cristãos. Não é seguro nem recomendável vivermos iso- www.santuariosaojoseoperario.org.br estão sempre aí. Águas turbulentas podem nos levar ao naufrágio. Lobos vorazes nos ameaçam, vindos de todas as partes. Precisamos ter cautela. Precisamos buscar o abrigo do rebanho e dos braços amorosos do Pai Eterno que é nosso Bom Pastor e que nos leva pelos caminhos da salvação. Que a leitura assídua das Sagradas Escrituras nos ajudem a encontrar as respostas das nossas dúvidas e que sejamos esta ovelhinha que, por nada deste mundo, não desejam jamais se afastar do bom pastor, que é CRISTO. Um abraço do amigo, Pe. Nilson da Silva Vigário Paroquial

[close]

p. 6

Página-6 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Setembro - 2017 Mês Vovacional: Homenagem ao Dia dos Padres 06/08 Mês Vovacional: Homenagem ao Dia dos Pais 13/08 www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 7

Setembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-7 Mês Vocacional: Encerramento da Semana da Família 20/08 Santuário Nossa Senhora Aparecida www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 8

Página-8 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Setembro - 2017 PROGRAMAÇÃO DA PARÓQUIA SANTUÁRIO SÃO JOSÉ OPERÁRIO www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 9

Setembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-9 Bíblia, livro da Palavra de Deus Livro da Palavra de Deus, que traz para o homem informações que ele precisa para seu viver e até viver melhor. “A vossa palavra na minha boca é doce como o mel”. (Cf. Ez 3,3) Quando esta Palavra é lida com vontade de se ouvir Deus, Seu som ressoa no coração do leitor, no lugar em que Ele gosta de falar e nós gostamos de ouví-lo. Lugar do sentimento e do entendimento. mos na Sagrada Escritura que narra tanto o pedido de salvação, como Deus oferecendo a salvação para seus filhos. O que precisamos é reconhecer a salvação que vem do Senhor e aquela que nós mesmos podemos buscar com nossas forças. Ele quer muito que façamos a nossa parte. Que aprendamos a buscar o que precisamos com a inteligência que Ele nos deu. Aquilo que está sobre nossas forças, capacidade e inteligência, ai sim buscá-lo. Que resolvamos com sabedoria nossas dúvidas. E que não coloquemos em sua boca o que são palavras nossas. Muitos irmãos ainda leem trechos antigos com a compreensão e interpretando como se fosse para ser entendido como escrito para nós los ou milênios. Será necessário uma reinterpretação. Nossos irmãos do ano 4.200 serão confundidos com os termos e expressões que usamos atualmente. São muitas as palavras que usamos atualmente com um sentido que poderá não ser os mesmos naquela época futura, Exigirá tradutores ou interpretadores como na Bíblia tem os Exegetas. Assim como dizer de certas palavras como diabo, demônio, satanás, Babel, apocalipse, dorme. São palavras que tem seus significados num contexto. Assim, falar em línguas Ele escreve por tantas pessoas e em tantos tempos diferentes, períodos diversos. É preciso que tenhamos aten- ção para não ler uma leitura de um tempo com a compreensão do outro tempo. O escrito de um escritor como se fosse um outro escritor. Os estilos de linguagem diferem de um escritor para o outro, de um tempo para outro, sobre tudo livros do Antigo Testamento, quando os livros foram escri- hoje do século XXI. Preci- tos em datas diferentes, em- samos ter a compreensão de bora escritos sobre o mesmo que foi algo que aconteceu no tema: O amor de Deus que se tempo em que foi escrito. Tra- expressa de várias maneiras, duzamos com o entendimento de várias formas. de hoje. Por exemplo: Daqui a 2.000 anos quem ler nossas Uma das maneiras que expressões atuais, precisarão Alcoólicos Anônimos Deus se expressa, é na salva- de uma atualização ou expli- unidade serviço recuperação Fundada: 10/06/1935 ( Grupo Reconstrutores de Vida de A. A. ) Formado: 22/07/1973 Se alguém que você conhece estiver com problemas com bebidas Alcoólicas ‘ Procure-nos ’ Reuniões: 2ª, 3ª, 4ª, 6ª às 20h - Sábado às 19h Informações: 3315-0216 / 3315-0040 Rua Abílio César, 26 Sala 05 CEP: 05881-020 Jd. Soraia - Capão Redondo - SP DESDE JANEIRO /2016 ção de seu povo, daquele povo que sofre e pede sua ajuda. Não mediu e nem mede esforços para resgatar os que não têm voz e nem vez. Muitas são estas provas. O povo clama Sua salvação e Ele vem: Gn 49,18; Is 12,2; 33,2; 61,10; Lc 3,6; 19,9; Hb 5,9 e muitos outros trechos nós conhece- cação do sentido que usamos hoje certos trechos. Prestemos atenção “Aquela pessoa entrou pelo cano”; “Ela vive no mundo da lua”. Estas expressões que bem sabemos interpretá-las, hoje, elas não serão bem compreendidas daqui alguns sécu- www.santuariosaojoseoperario.org.br é fenômeno que aconteceu. Deus dá o dom a quem Ele quer, na hora que Ele quer e quando Ele quer, mas era para manifestar sua ação no mundo. No próximo comunicado falaremos um pouco mais sobre estas palavras. Continuamos acolhendo perguntas e dúvidas a respeito destes conceitos, que chamamos de fenômenos parapsicológicos. Um abraço Pe. Wagner Fernandes Vigario Paroquial

[close]

p. 10

Página-10 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário Setembro - 2017 MELLO FARMA DROGARIAS Medicamentos e Perfumaria em geral Telefone: 5872-6763 Rua Abílio Cesar, nº 3 Capão Redondo - SP LOJAS KENZO Enxoval para bebê e roupa infantil Tel.: 5873-2620 Av. Comendador Santana, nº 957 Capão Redondo - SP MELLO FARMA DROGARIAS MELLO - 2 MEDICAMENTOS E PERFUMARIA EM GERAL Disk-entrega grátis 5873-8309 5873-8094 9.4642-6669 R. Henrique Sam Mindlin, nº 39 Capão Redondo - SP ADVOCACIA * Civil * Trabalhista Arabela Santos (Advogada) * Família * Criminal e Empresarial * Aposentadoria E-mail: arabelasantos@uol.com.br RUA JOÃO ROBALO, 17 - JD SORAYA SÃO PAULO - CEP 05881-000 FONE/FAX 5873-4588 / 5873-2320 - CEL. 9136-9382 ANUNCIE AQUI Este espaço está reservado para você! 5873-2009 santuario@santuariosaojoseoperario.org.br Faça-nos uma visita na Secretaria do Santuário www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 11

Setembro - 2017 Jornal São José Operário Com Jesus somos mais que vencedores Página-11 Os mais sinceros votos de Paz aos Dizimistas do mês de Setembro/2017 SANT. DIOC. SÃO JOSÉ OPERÁRIO FRANCISCO PEREIRA D OS SANTOS LUCIMARA C. M. DE JESUS MARIANA DA SILVA SOUZA WAGNER LUIZ DE MELO ADELICE FERREIRA E FAMÍLIA GABRIELA DA SILVA LUIZ ANTÔNIO DE ANDRADE MARIANA SILVA ALMEIDA DOS SANTOS WELTON DA SILVA REIS ADRIANA SILVA DO NASCIMENTO SANTOS GEISA DA APARECIDA DE ASSIS LURDES RODRIGUES FERREIRA MARIENE ROCHA CAMPOS WILSON PINTO FERREIRA AGNES ARGOLO LIMA GERALDO DOS SANTOS LUZIA DA SILVA MARILENE PATRÍCIO DA SILVA YEDA ARAGÃO DOS ANJOS ALAÍDE FERREIRA LACERDA GILBERTO LOPES DOS SANTOS LUZIA DOMINGUES DE FREITAS MARINA DIAS CORDEIRO ZULEIDE CARDOSO LAURENTINO ALEX MORAIS DE SOUSA GRAZIELA COSTA ALMEIDA Mª DO SOCORRO GOMES SOUZA MARLI PEREIRA LIMA ALEXANDRE ARRUDA CONCEIÇÃO HELENA MODESTA DA SILVA MAGDA SILVA DE LIMA MARTHA DE SOUZA SILVA CAPELA SÃO VICENTE AMANDA COSTA SILVA IRACI JÚLIA DA SILVA MAGNÓLIA DE OLIVEIRA FERRO MAURO G. NOVAES ANA GLÓRIA RAMOS DA SILVA AMANDA QUERINO COSTA ISABELLA FERNANDES DE BARROS MANOEL VALDEMAR C. GONÇALVES MELLYSSA QUERINO COSTA ANAILDE PEREIRA DOS ANJOS ANA MARIA DA CONCEIÇÃO S. FLORA IVAN DE SOUZA LIMA MANUEL ANTÔNIO PATRÍCIO CAVALHEIRO MIGUEL BAUERMANN FISCHER ARLENE SILVA DE ALMEIDA SOARES ANA ROSA DE JESUS IVANILDA SEVERINA DA SILVA MARCELINO ARRUDA VITORINO MIGUEL HENRIQUE OLIVEIRA TABOSA CAMILA ALVES ANA ROSA F. DE OLIVEIRA IVANILDE D. DE SOUSA MARCELO MACHADO RODRIGUES MIGUEL MACEDO EVERTON SOARES MIRANDA ANDERSON MOREIRA FREIRE IVANOR CARVALHO MARCIO JOSÉ DOS SANTOS MOACIR ISRAEL FABRÍCIO SALGADO MOREIRA ANDRÉ FERNANDO ARAÚJO IVONE MADALENA DOS SANTOS MARGARIDA MARIA VITAL SANTOS NANCI SANTOS FERNANDA DE FREITAS CAVALIERE ANDREIA SILVA SOARES IZAURA GOMES DE MOURA MARIA APARECIDA A. SANTOS NEIDE COSTA DA SILVA OLIVEIRA FLÁVIA CARDOSO MELO ANITA PEREIRA SILVA JADIR RICARDO DOS SANTOS MARIA APARECIDA DA SILVA I NELI MENDES MORAIS XAVIER GRACIELA RIBEIRO ALMEIDA ANTÔNIO JOSÉ DOS SANTOS JANETE ALVES DA SILVA MARIA APARECIDA DA SILVA II NIVALDO DA CRUZ LEAL HERALDO DO CARMO S. ALMEIDA ANTÔNIO LUIZ DE SÁ JENECI DE OLIVEIRA MARIA CÉCERA BARBOSA DA SILVA NORMA HELENA TEIXEIRA ILDA FREITAS DA SILVA TRINDADE APARECIDA MISSIOTO POLI JOANA SUELEN DE SOUZA BATISTA MARIA DA CRUZ P. DOS SANTOS ODAIR C. DA CRUZ IRACI DE ALMEIDA APRÍGIO RAMOS JOÃO BATISTA DA FONSECA MARIA DA GRAÇA V. OLIVEIRA ODINETE SANTOS DE FARIAS ISBEL ROSA SANTOS CAMILA VIEIRA MARQUES JOÃO FRAZÃO BEZERRA MARIA DAS DORES QUEIROZ PAMELA CARDOSO DE SOUZA JACQUELINE OLIVEIRA BRAGA CARMELITA ROSA B. RIBEIRO JOÃO PEIXOTO NETO MARIA DE FÁTIMA O. DAS CHAGAS PATRICIA FERREIRA LEITE JOSEFA TAVARES DA SILVA CECÍLIA MUNIZ DO CARMO JOAQUIM SEBASTIÃO D SILVA MARIA DE FÁTIMA S. ZANELATTO PAULO CESAR VITO SANTOS LUCIA SOARES PINTOR CÍCERA MÔNICA DO N. SILVA JOSÉ ANTÔNIO RODRIGUES I MARIA DE LOURDES A. DE LIMA PAULO ROBERTO DE OLIVEIRA MARIA DE LOURDES CRUZ DOS SANTOS CÍCERO MARQUES DE SANTANA JOSÉ APARECIDO LOPES MARIA DE LOURDES O. CAMPOS PEDRO DA CRUZ MONTEIRO MARIA ROSÁRIO MELO CAVALIERE CLAUDINEI SABINO COELHO JOSÉ DAMASCENO MARIA DO SOCORRO MELO E SILVA PEDRO ARAÚJO RAMOS MARILZA ALVES PEREIRA CLEIA MARIA PINTO JOSÉ GERALDO DUARTE MARIA HELENA DE BONFIM PEDRO SANTIAGO DE SOUZA MARLENE AZEVEDO CONCEIÇÃO MARTINS RAMOS JOSÉ INDEPIO MARCIEL BEZERRA MARIA FCª SOUSA NASCIMENTO RAFAEL JOAQUIM DE MATOS VIEIRA TEREZINHA BARROS DA SILVA COSME ROCHA CARVALHO JOSÉ JOÃO EUGÊNIO MARIA FIRMINO MEIRELES RAFAELA FERNANDES DA SILVA COSMO VIEIRA DA SILVA JOSÉ MARIA E LINDAURA C. RAMALDES MARIA FRANCISCA E VALMIR RAQUEL LOPES DE SOUZA CAPELA SÃO PEDRO DINÁ PEREIRA LEAL JOSÉ RENATO PINHEIRO MARIA GABRIELLE S. FARIAS REGINALDO R. DOS SANTOS ANA SOFIA DE OLIVEIRA DIRCE APARECIDA RODRIGUES JOSEFINA DA SILVA MARIA GORETE VIEIRA RENATA ALVES DOS SANTOS DIVINO NORBERTO DE OLIVEIRA EDEMILSON SILVA SANTOS JUDITE DE SOUZA COSTA MARIA GORETTI DA SILVA RICARDO MOREIRA GOMES ELIZABETH AP. A. SILVA EDILSON MOURA DOS SANTOS KÁTIA RÉGIA RAMOS MARIA INES MARIANO UHOA RONALDO BATISTA DA SILVA ELZA FERREIRA DA SILVA EDITH TEREZA RAIMUNDA DA CRUZ KATIA REGINA CHMIELEWCZ MARIA IVONE MOTA RONEIL LIMA DOS SANTOS JIVAL ANÍSIO DOS SANTOS EDONIA SVIENTAL DE LIMA KATIA SILMARA DA SILVA MARIA IZABEL DE OLIVEIRA ROSÂNGELA NUNES DA COSTA JOSÉ LUIZ SOUZA DE OLIVEIRA ELENICE DE FREITAS E SOUZA KELLY CRISTÊNIA FERREIRA DA SILVA MARIA JOSÉ DA CUNHA MONTEIRO ROSEMERE VITORIO MAGESTE JOSUÉ LIMA BARROS ELIAS DAVID CATÃO KENZO MORI MARIA JOSÉ DE LIMA SOUZA SÉRGIO DE OLIVEIRA FRANCISCO JUSSARA ELIAS DOS SANTOS ELIENE VITÓRIA DO SACRAMENTO KIMIKO ITODA MARIA JOSÉ DIAS SALMEIRO SEVERINA DA SILVA ARAÚJO JUSSARA SANTANA DE JESUS ELIZABETH ALVES DOS SANTOS LEANDRA M. R. OLIVEIRA MARIA MARTA DA SILVA BUENO SIMONE DE PAULA PIRES LUCAS SILVA DOS SANTOS ELIZABETH RODRIGUES DOS SANTOS LEANDRO GOMES DOS SANTOS MARIA MERCES PEREIRA DA SILVA SOLANGE ISABEL DE ASSIS DA SILVA LUCIA MARIA CONEGUNDES ELOINA JESUS SILVA LEONICE NAZARÉ DE SIQUEIRA MARIA NILZA DOS SANTOS SONIA SANTOS MOREIRA MARIA ALVES DA CONCEIÇÃO ELZA PEREIRA DE ARAÚJO TEIXEIRA LILIANE DOS ANJOS SANTOS MARIA RITA DO NASCIMENTO TATIANE GOMES DO CARMO MARIA JOSEFA SILVA COELHO ELZI OLIVEIRA CRUZ LINDINALVA DINIS DA SILVA MARIA ROSA BRUMANN TEREZINHA LUCIA GERALDO MARIA LUCIA SILVA FERMINO PEREIRA ROCHA LOURA RODRIGUES MARIA ROSA DE FREITAS THALITA SILVA DE LIMA MARIA NATIVIDADE DAS CH. ROSA FERNANDO SILVA REIS LOURDES ESTEVÃO DAMASCENO MARIA SEVERINA DE OLIVEIRA VALDEMIRO PEDRO MACHADO NEUZA GONÇALVES DE ANDRADE FIRMINO A. DE FARIAS LOURIVALDO BATISTA MOREIRA MARIA SIONEIDE DA SILVA VALDEREZ PROCÓPIO DOS SANTOS RAIMUNDA VITIRINO FRANCISCO ANTÔNIO DE SENA LUANA DOS SANTOS FRANÇA MARIA TEREZA N. SOUSA VALTER CONCEIÇÃO DA SILVA TERESINHA DE JESUS R. SANTOS FRANCISCO HÉLIO LUCAS SANTANA DOS SANTOS MARIA VANDETE DE ALMEIDA VANESSA APARECIDA MAGALHÃES VALDOMIRO VAGNER VIANA FRANCISCO JOSÉ DA SILVA LUCAS SANTOS FRANCISCO MARIANA DA SILVA CHAVES VERA LUCIA DE SOUZA BARBOSA “Pagai integralmente os dízimos ao tesouro do templo, para que haja alimento em minha casa” (Malaquias 3, 10) www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

p. 12

www.santuariosaojoseoperario.org.br

[close]

Comments

no comments yet