Jornal Conecta Baixada - edição 43

 

Embed or link this publication

Description

Jornal Conecta Baixada - edição 43

Popular Pages


p. 1

Recicle informação. Passe este jornal para outro leitor. 995-75-4545 A INFORMAÇÃO VAI ATÉ VOCÊ www.conectabaixada.com.br BAIXADA FLUMINENSE 1 a 15 de Setembro ANO 3 N° 43 Arte Renato Ferreira/Luis Mendes Mantenha sua cidade limpa. Não jogue papel no chão.Olici pont. A violência atingiu gigantes proporções no Rio de Janeiro. Nos oito primeiros meses de 2017, 100 policiais militares foram assassinados, média de um morto a cada 53 horas. Não dá nem tempo para chorar a perda de um PM Página 7 NOVA IGUAÇU PROCURADORIA GANHA NOVOS MEMBROS DIVERSÃO CONHEÇA MAIS DO BRAZILIAN Alziro Xavier O POINT DE NOVA IGUAÇU Inaugurado em setembro de 2015, o bar com temá- tica esportiva oferece programações variadas para todos os públicos. Página 2 NOVIDADE PRIMEIRA GINÁSTICA DO CÉREBRO DA BAIXADA Divulgação Solenidade realizada no Tea- tro Sylvio Monteiro empossou quatro novos procuradores no município. Página 3 MAIS SAÚDE BELFORD ROXO REABRE UPA DESATIVADA HÁ QUASE UM ANO A Unidade de Pronto Atendimento do Bom Pastor, em Belford Roxo, foi reinaugurada. É a única do município que oferece aten- dimento de urgência e emergência para adultos. Página 9 A franquia chegou há dois meses em Nova Iguaçu e tem como proposta o desenvolvimento neuroeducacional através da metodologia cientifica. Página 8

[close]

p. 2

CULTURA E LAZER 2 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR ENTRETENIMENTO BRAZILIAN: MÚSICA, ESPORTE E COMIDA BOA EM UM SÓ LUGAR Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Éfácil se impressionar ao passar pela entrada do Brazilian Sport Bar. Luzes que saem do chão, do teto e das paredes iluminam o rosto de quem se acomoda nas mesas espalhadas pelo salão. A maioria das pessoas prefere ficar de pé, para aproveitar o show que costuma acontecer no palco que tem uma telão de led ao fundo, onde passam clipes, partidas de futebol, e outras transmissões. O Brazilian fica em Nova Iguaçu e é um bar noturno voltado para todas as idades, com a temática do esporte. “Nós percebemos que a cidade precisava de um bom lugar para assistir aos jogos no geral, principalmente às lutas”, contou Raphael Duarte, sócio do empreendimento. Inaugurado em setembro de 2015, o bar tem dois ambientes. O externo, mais abrasileirado, tem decoração tropical, com palmeiras, coqueiros e um clima mais quente. O interno é mais americanizado: “Foi inspirado naquelas lanchonetes dos Estados Unidos. Tem os sofás no lugar das cadeiras, e o local é climatizado, diferente da parte de fora”, explicou Raphael. O local tem vários pontos independentes de televisão espalhados, além do telão que fica atrás do palco principal. “A gente consegue passar seis jogos ao mesmo tempo, por exemplo. Basta o cliente pedir para o garçom mudar o canal da TV mais próxima a ele, e pronto”, comentou Raphael. Mas, nem só de esporte vive o Brazilian. Entretenimento é a palavra de ordem. Durante toda a semana, a programação musical agrada a todos os gostos. Aos domingos, o público pode curtir o evento ‘Vai rolar retrô’, que enche a casa há cinco meses. A banda Toda Forma de Amor é quem comanda a noite, com os maiores sucessos do pagode dos anos 90, como Soweto, Raça Negra, Exaltasamba, Rodriguinho e Os Travessos. Daniel Larusso é o cantor e fundador da banda, e só teceu elogios ao Brazilian: “De todos os lugares que Jefferson Elias Grupo Toda Forma de Amor é atração fixa nas noites de domingo, com evento 'Vai rolar retrô' a gente toca, esse é mais diferenciado. Tem muita gente bonita, animada, e o público aqui em Nova Iguaçu é muito quente. Aqui é sensacional”. Luciano Rosa, diretor musical e cavaquinista do Toda Forma de Amor, falou sobre a história do grupo: “O que a gente busca é a nostalgia dos anos 90, e algumas diferenciações musicais, como o poprock e referências da Bahia. No final dos shows nós temos uma surpresa, também. Trazemos um sertanejo com uma outra levada, puxando para o baiano, já para aquecer a galera para o carnaval de 2018, que está chegando”. A banda comanda um bloco no carnaval, e vem preparando o público para o evento. SERVIÇO Endereço: Avenida Dr. Mário Guimarães, 613, Nova Iguaçu Telefone: 3844-5573 Funcionamento: De segunda a sábado a partir das 18h, e domingo a partir das 16h DIVERSÃO SAMBA DA FEIRA ACONTECERÁ TODO DOMINGO EM MESQUITA Dia 3 de setembro é o lançamento do evento Samba da Feira, em Mesquita, e o comando dessa estreia fica por conta da banda ‘Nosso Brilho’ e convidados. O evento entra para a agenda cultural da cidade, já que é o primeiro de muitos: todo domingo, no mesmo local, a festa está garantida. A partir das 11h da manhã, o público poderá curtir o som na mega estrutura montada na Estrada Feliciano Sodré, Rua da Feira, próximo ao Mesquita Futebol Clube. O evento conta com o apoio da Prefeitura de Mesquita e promete agitar as tardes da cidade. Da segunda edição em diante, outra atração: transmissão ao vivo dos jogos do Brasileirão 2017.

[close]

p. 3

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 3 POLÍTICA CARGO NOVO NOVA IGUAÇU EMPOSSA QUATRO NOVOS PROCURADORES Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Na tarde da última terça-feira (29), a Prefeitura de Nova Iguaçu deu posse aos novos procuradores do município durante solenidade no Teatro Sylvio Monteiro, no Centro. Os advogados Bernardo Souza Barbosa, Vanessa Vieira Martins, Danielle Maglelly e Diogo Peixoto Dias assinaram o termo de posse e integram a equipe da Procuradoria Geral de Nova Iguaçu. Os novos membros fizeram o processo seletivo para entrar no cargo em 2014. O prefeito Rogério Lisboa marcou presença no teatro e, junto com parte do secretariado e autoridades de Nova Iguaçu, deu as boas vindas aos quatro novos procuradores. “É com grande satisfação que recebemos esse reforço para o trabalho. Uma procuradoria forte e respeitável é de suma importância no crescimento e desenvolvimento do município”, parabenizou. Contente com a escolha para ocupar um dos cargos na Procuradoria Geral do município, o advogado Diogo Peixoto Dias prometeu dedicação e trabalho duro em prol de Nova Iguaçu. “Hoje é um dia de extrema felicidade para nós. Durante o acirrado processo seletivo, podemos sentir o quanto a função de procurador é relevante para a cidade de Nova Iguaçu, e assumimos esse compromisso com muita dedicação e orgulho”, disse agradecido. Os procuradores começaram seus trabalhos no último dia 30. Eles chegam para integrar a equipe liderada pelo Procurador Geral Rafael Alves. “Todo o esforço que estamos tendo está valendo a pena e nós agradecemos com mais trabalho. Me sinto honrado em receber mais esses excelentes profissionais para potencializar o ser- Alziro Xavier O prefeito Rogério Lisboa e o procurador Rafael Alves receberam os quatro advogados que se unem a função no município viço da procuradoria”, concluiu Rafael. Alunos da rede municipal visitam a Prefeitura A quarta-feira(30) foi movimentada em Nova Iguaçu. Além do início das atividades dos novos procuradores, alunos da Escola Municipal Newton Gonçalves de Barros, em Jardim Nova Era, a diretora e três professores guiaram a visita ao prédio principal da Prefeitura e participaram de um divertido café da manhã com o prefeito Rogério Lisboa. Ao todo, 30 crianças participaram da atividade. Além de visitarem as estruturas da Prefeitura, as crianças aprenderam com os funcionários a função de cada setor e finalizaram o passeio conhecendo o gabinete do prefeito. Depois, os alunos foram guiados até a Câmara Municipal e conheceram o espaço. Durante a semana, em suas aulas, os alunos prepararam perguntas para fazer ao prefeito, e ao final do passeio esclareceram suas dúvidas sobre o trabalho da prefeitura. “É com muita alegria que recebo as crianças aqui. É muito importante fazê-los entender o que fazemos aqui e envolvê-los nas questões de nosso município”, disse o prefeito Rogerio Lisboa. LIMPEZA NILÓPOLIS PROMOVE MUTIRÃO EM VÁRIOS BAIRROS Um mutirão promovido pela prefeitura está limpando a cidade de Nilópolis. Há mais de três semanas, os bairros Nova Olinda e da Mina vem recebendo atividades de remoção de entulhos, capina, pintura, limpeza de ruas, ralos e galerias. No último sábado (26), as secretarias de Serviços Públicos, Defesa Civil, Meio Ambiente, Saúde e Transporte se reuni- ram para promover um novo conjunto de serviços à comunidade. Durante todo o dia, as equipes de Defesa Civil fizeram reparo em postes de luz, além de realizarem diversas podas, especialmente nas árvores da Praça Matheus Vieira do Amaral, local que estava prejudicado por conta dos galhos que cobriam a iluminação. Os moradores também puderam aprovei- tar atendimentos como aferição de pressão, teste de glicemia e vacinação contra febre amarela, meningite e HPV, promovidos pela Secretaria de Saúde. Outra ação foi o plantio de diversas mudas na Rua Nilo Peçanha, através do Projeto “Adote uma Árvore”, que transforma locais de sistemático despejo ilegal de lixos e entulhos em canteiros onde o morador passa a ser o principal cuidador. Divulgação Ação fez reparos nas ruas e ofereceu atendimento médico à população

[close]

p. 4

EDUCAÇÃO 4 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR OPORTUNIDADE REDE ESTADUAL TERÁ VAGAS GRATUITAS EM CURSO DE INGLÊS Da Redação redacao@conectabaixada.com.br ASecretaria de Estado de Educação (SEEDUC) e o YES! Idiomas firmaram uma parceria para contribuir no aprendizado de língua inglesa na vida dos alunos da rede estadual de ensino. Serão mais de 1300 estudantes que poderão desfrutar do novo convênio. A atitude faz parte do programa Movimento do Bem que a SEEDUC vem acrescentando visitar melhorar a prática e a qualidade pedagógica das escolas. O curso terá duração de 4 meses e será dividido em 3 fases: de Setembro a Novembro, de Fevereiro a Maio e de Junho a Setembro. As aulas ocorrerão todas as sextas-feiras com a duração de duas horas. No final do curso, os alunos terão oportunidades de ingressar no mercado de trabalho. A própria empresa Yes! Idiomas disponibilizará propostas de empregos assim como outros estabelecimentos que também fazem parte do projeto. O secretário de Estado de Educação, Wagner Victer, explica a importância desta parceria para os adolescentes e jovens escolhidos. “Esta parceria com o YES!, que não traz nenhum custo para o Estado, representa uma proposta de aprendizado rápido e prático. É um curso básico desenvolvido em turma exclusiva e especialmente para atender às necessidades de quem deseja trabalhar com atendimento ao público, como agentes de viagem, recepcionistas, taxistas, guias de turismo ou profissionais de hotéis.” Divulgação Cerca de 89 unidades do curso oferecerão as oportunidades aos alunos de diversas cidades, inclusive na Baixada Seleção dos alunos Para participar, é necessário estar estudando no Ensino Médio, ter entre 16 e 18 anos e receber indicação da diretora da escola. As vagas ofertadas são para escolas estaduais localizadas no entorno das 89 unidades do YES! Idiomas. Em Nilópolis e Mesquita, duas escolas já foram escolhidas: Cieps Manuel Malaquias Gurgel e Nelson Ramos. Mais sete municípios da Baixada Fluminense terão vagas distribuídas. São eles: Belford Roxo, Duque de Caxias, Magé, Nova Iguaçu, Queimados, Japeri e São João de Meriti. Além destes, Angra dos Reis, Araruama, Barra de São João, Cabo Frio, Macaé, Maricá, Niterói, Nova Friburgo, Petrópolis, Rio das Ostras, Rio de Janeiro, São Gonçalo e São Pedro da Aldeia também foram municípios selecionados. ATENDIMENTO QUEIMADOS PROMOVE AÇÃO MÉDICA EM ESCOLA Crianças e adolescentes de 14 escolas da rede pública municipal de Queimados vêm recebendo acompanhamento médico desde 2013, através do Programa Saúde na Escola (PSE). Na última semana, não foi diferente: agentes comunitários visitaram a Creche Municipal Iracema Garcia e a Escola Municipal Carlos Pereira Neto, coletaram dados de cada aluno, e encaminharam aqueles com necessidades de atenção para o centro de saúde mais próximo. Ao todo, 5,4 mil estudantes do município são atendidos. O objetivo do programa é promover a saúde na escola, por meio de uma avaliação constante. “O nosso sonho aqui é promover qualidade de vida, proporcionar uma cultura de saúde, de cuidado não só esporádico e episódico, mas sim permanente. Não vemos a campanha como um dia só, nós vemos isso como parte do calendário escolar, lado a lado dos professores, acompanhando cada caso e dando retorno às crianças”, expli- cou Ana Paula Ramos, coordenadora do PSE. Além de dar orientação nutricional, o programa também promove ações como a ‘Semana da Saúde na Escola’, com palestras educativas sobre doenças como a Dengue, Zika e Chikungunya. Outra preocupação é com a saúde mental das crianças: “É possível verificar quando um aluno tem problemas com vulnerabilidade familiar ou qualquer outro transtorno. Quando isso acontece, nós procuramos rapidamen- Divulgação Acompanhamento acontece para crianças e adolescentes desde 2013 te algum programa que possamos encaixar e atender a criança, porque nós sabemos como isso influencia no comportamento dentro de sala de aula", contou a coordenadora.

[close]

p. 5

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 5 CONEXÃO GERAL GERAL Davi de Castro davi.castro@conectabaixada.com.br EMPRESÁRIO QUE SÓ OLHA O LUCRO TERÁ PREJUÍZO Oresultado da pesquisa encomendada pela Associação Comercial e Industrial de Nova Iguaçu (Acini), para saber porque as vendas despencaram nos últimos anos, foi uma grande paulada na classe empresarial e política. O documento mostrou que quase 50% dos consumidores que, antes faziam compras no centro, agora preferem comprar no bairro onde moram. E os motivos apontados pela pesquisa responsabilizam a demora para chegar de ônibus ou de carro, do seu bairro ao centro de Nova Iguaçu e também a dificuldade de trafegar de carro pelas ruas da cidade, por causa dos engarrafamentos e lentidão do trânsito. As classes que só pensam no lucro, agora recebem o troco. Não há nada para atrair o consumidor. A falta de segurança também apareceu na pesquisa. Trafegar pelas ruas do centro de Nova Iguaçu ou as margens da via Light, falando ao celular, é aguçar a investida do ladrão, apressar o ataque, ficar sem o aparelho e ver o bandido garoto, correndo entre carros, alegre e sorridente pelo sucesso do roubo. SEM CONTINUIDADE... Quando foi prefeito de Nova Iguaçu, João Lubanco projetou o parque metropolitano de múltiplo uso em Vila de Cava, um Centro Cívico, com órgãos federais, estaduais e municipais no bairro Botafogo e parque industrial sustentável em Adrianópolis. Ninguém deu continuidade. ...NÃO HÁ PROGRESSO Lubanco pretendeu remover o cemitério municipal do centro para fazer uma grande praça pública, ou urbanização do espaço para torná-lo local de visitação pública, com iluminação moderna e segurança. E o Patronato São Vicente, sede do governo. Ninguém deu continuidade. …E O POVO SOFRE Quando a cabeça do politico só pensa nos seus próprios interesses, no seu próprio bolso, o povo é quem paga a conta. Se no passado algumas medidas públicas fosse tomadas, a vida do povo e a mobilidade urbana das cidades não seriam esse desastre de todos os dias. Ainda tem tempo. PREFEITO DA BAIXADA PODE SER PRESO POR CRIME O Supremo Tribunal Federal (STF) deverá bater o martelo no dia 12 de setembro, tirar o mandato do prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (PMDB), manter a condenação de sete anos e dois meses de prisão e mandá-lo para a cadeia por crime ambiental. Ele já foi sentenciado pelo órgão, mas recorreu. Agora, a Corte Suprema irá julgar, votar e decidir sobre recurso, o álibi, apresentado por ele que, mesmo condenado, ficou enquadrado da lei da “Ficha Limpa” mas tomou posse no cargo de prefeito, o que a referida lei não permite. PÃO E ÁGUA Parte dos vereadores de Mesquita está de bolso seco e outra apenas com o próprio salário. Segundo a CBC (Central de Boatos da Cidade), uns se alimentavam 15 mil vezes por mês. Mas queiram comer 25 mil vezes e acabaram sem nada. A-cre-di-te se qui-ser. BIENAL DO LIVRO Acontecerá entre 31 de agosto e 10 de setembro a 18ª Bienal Internacional do Livro, no Rio Centro, na barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Serão 330 autores e convidados, 350 horas de atividades culturais e artísticas. Vale a pena ter contato com esse outro mundo. ENXUGANDO GELO Esse papo de colocar o Exército nas ruas para combater a violência é a mesma coisa que enxugar gelo. Os agentes afastam a malandragem por alguns dias. Eles mudam de região e modalidade de delito. Quando o Exército volta aos quarteis, os malandros voltam para as ruas. E ai? CHANCE UFRJ LIBERA EDITAL PARA CONCURSO TÉCNICO Da Redação redacao@conectabaixada.com.br A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) divulgou o edital para o concurso público nº 455/2017, destinado ao preenchimento de 153 vagas de cargos Técnico-Administrativo. Podem concorrer estudantes do nível fundamental, médio e superior. O vencimento varia entre R$ 1.945,07 a R$ 4.180,66 para o cumprimento de 25 a 40 horas por semana, além de benefícios como auxílio alimentação (R$ 458,00), pré-escolar (R$ 321,00) e saúde, na forma vigente em legislação. As inscrições vão até o dia 3 de setembro. As oportunidades estão distribuídas entre diversos cargos, como: assistente administrativo, auxiliar administrativo, técnico em contabilidade a assistente social, médico, jornalista, farmacêutico, contador e geólogo. O valor das provas varia conforme o cargo, podendo a inscrição mínima custar R$ 50 e a máxima R$ 200. O concurso será constituído de prova objetiva e prática, além da aferição de autodeclaração e prova de títulos, ambas de caráter eliminatório e classificatório. As provas objetivas serão aplicadas em datas diferenciadas, conforme os grupos de cargos. Os interessados podem acessar o site http:// c o n c u r s o s . p r 4 . u f r j . b r, escolher o edital nº 455 e se inscrever. Candidatos Divulgação As provas estão previstas para acontecer entre meados e fim de outubro que tiverem baixa renda poderão pedir isenção da taxa de inscrição, também até 3 de setembro. O concurso tem data de validade de um ano a contar a partir da data de publicação da homologação do resultado final em Diário Oficial da União, podendo ou não ser prorrogado uma vez.

[close]

p. 6

CIDADES 6 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR URBANISMO MOTORISTAS E PEDESTRES PODEM MELHORAR O TRÂNSITO JUNTOS Da Redação redacao@conectabaixada.com.br As cidades da Baixada Fluminense evoluíram muito em relação à sinalização das ruas. Hoje em dia, placas, semáforos e faixas são mais comuns e facilitam a organização do alto fluxo urbano nos municípios. Porém, o funcionamento dos mesmos depende do respeito e da atitude dos cidadãos em seu cotidiano. Segundo o artigo 70 da Lei nº 9503 de 23 de Setembro de 1997, os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica, onde deverão ser respeitadas as disposições do sinal. En- tretanto, muitas das ve- zes o que presenciamos nas cidades da Baixada é a falta de educação dos motoristas no trânsito e a petulância dos pedes- tres na travessia. Marise Alves, traba- lhadora de Mesquita, diz respeitar a faixa de pedestres, mas admite que não em todo mo- mento. “Às vezes a gen- te dá aquela fugidinha, aquela corridinha fora da faixa para aproveitar o sinal que é muito rápi- do”, declarou. Anibal Gonçalves, agente de trânsito de Nilópolis, mostrou-se contente com o novo se- máforo e a nova faixa posicionados no centro da cidade. “É uma contri- buição para muitos mora- dores e trabalhadores. A Pedestres atravessam na faixa de uma das principais ruas de Nova Iguaçu sinalização nova auxilia na hora de ir e voltar do trabalho e reduz o fluxo do trânsito”, declarou. A agente de trânsito de Nova Iguaçu, Luciana Pina, refutou a conduta dos pedestres e alertou acerca dos riscos que ela e os motoristas correm ao não respeitar a faixa delimitada. "Nem sempre eles (pedestres) respeitam. Muitas vezes é Reprodução necessário a gente estar próximo para eles respeitarem. A gente está aqui e pede a eles para esperar o sinal fechar porque com pressa querem atravessar correndo", concluiu. MESQUITA GRUPAMENTO FAZ PATRULHA CONTRA CRIME AMBIENTAL As queimadas são as principais causas de combate do grupo O Grupamento Ambiental da Prefeitura de Mesquita, disposto a combater os crimes ambientais, pede a ajuda da população para reduzir os focos de incêndio nas áreas de mata do município, principalmente na Área de Proteção Ambiental (APA). De acordo com o coordenador de Meio Ambiente e chefe do Grupamento Ambiental, Gilmar Jophilis, a iniciativa tem como prin- cipal objetivo orientar a população, principalmente em determinadas estações do ano, onde possíveis focos de incêndio se alastram com maior facilidade. “Queremos orientar a população sobre os riscos em atear fogo em resíduos”, explicou. Quem ver alguma irregularidade, pode ligar para 2696-1243 da Guarda Municipal, ou para a Ouvidoria, no 0800 282 9260.

[close]

p. 7

SEGURANÇA PÚBLICA 7 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR LUTO UM RETRATO DESESPERADOR DA VIOLÊNCIA NO RIO DE JANEIRO Da Redação redacao@conectabaixada.com.br No último sábado, 26 de agosto, o Rio de Janeiro atingiu mais uma triste estatística. O sargento Fábio Cavalcante de Sá foi baleado com um tiro de fuzil na cabeça, em São João de Meriti, e não resistiu. Esse foi o centésimo PM morto em 2017, gerando uma média de 12,5 policiais mortos por mês ou de um a cada 53 horas, números que assustam, principalmente por ser o maior registrado nos últimos dez anos no estado. Em comparação a São Paulo, a quantidade de policiais mortos é quatro vezes maior neste primeiro semestre. Isso se reflete no modelo de segurança imposto no Brasil, conforme explicou o antropólogo e especialista em segurança pública, Paulo Storani, durante entrevista dada ao portal de notícias G1. “A lei é extremamente permissiva. Nós temos um judiciário muito condescendente, nós temos uma Polícia Civil com baixa capacidade de elucidação de crimes, identificação dos criminosos, levando ao crime, e apostando sempre na prisão em flagrante que, muitas das vezes, na maior parte, é feita pela Polícia Militar. Mesmo assim, quando vai para uma audiência de custódia na prisão em flagrante, a tendência hoje do judiciário é manter esse criminoso respondendo em liberdade, talvez esperando que ele vá procurar um emprego com carteira assinada, mas na verdade, ele volta a delinguir. O sistema Ivan Teixeira Policiais choram a morte do companheiro Bruno dos Santos Leonardo, morto em julho na Mangueira, Zona Norte do Rio. O enterro aconteceu em Queimados acaba se retroalimentando. Mesmo a polícia trabalhando, esgotou-se o modelo”, disse. Baixada lidera ranking de mortos A violência na Baixada Fluminense ganhou tamanha proporção que a região representa mais de 25% dos casos registrados. No total foram 33 policiais mortos. Até o fechamento desta edição, no dia 31 de agosto, a cidade de Nova Iguaçu é a que liderava esse ranking, com sete PMs assassinados, seguido por Duque de Caxias (seis), São João de Meriti (quatro), Magé (quatro), Belford Roxo (três), Japeri (três), Nilópolis (três), Queimados (um), Guapimirim (um) e Itaguaí (um). A região, inclusive, foi palco de dois dos últimos três assassinatos de policiais. Na terça-feira, 22 de agosto, o cabo Thiago Silva foi encontrado morto dentro do seu carro no bairro Jardim Nova Era, em Nova Iguaçu. Essa foi a 98ª execução de PMs. Quatro dias depois, o sargento Fábio Cavalcanti de Sá foi baleado com um tiro de fuzil na cabeça, no Largo Guedes, em São João de Meriti. Ele chegou a ser socorrido na UPA de Duque de Caxias, mas não resistiu e veio a óbito, o centésimo assassinato. Número poderia ser maior De acordo com dados divulgados pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), a média de assassinatos, alta nos oito meses de 2017, é um problema crônico e vem de outros anos. Em 2015, por exemplo, foram registrados 91 óbitos de policiais. No ano seguinte, o número aumentou em 60%, registrando 146 óbitos. Até 31 de agosto de 2017, quase 60% desses PMs morreram durante suas folgas, foram 59. Outros 22 policias morreram em serviço e 19 reformados. Janeiro foi o mês com o mair número de mortes no ano. Ao todo foram 19 assassinatos. Já o mês de abril teve o segundo maior registro, com 16 óbitos. Mês passado, foram registrados oito assassinatos. O número poderia ser muito maior. Ainda de acordo com dados da Polícia Militar, 305 PMs ficaram feridos em diversas ações. Ao todo, 213 se machucaram em serviço, 86 na folga e outros seis reformados. Secretário pede mudança na legislação O secretário de Segurança do Rio, Roberto Sá, voltou a pedir a mudança na legislação criminal brasileira. Segundo ele, enquanto as penas para criminosos não forem modificadas, a sociedade vai continuar a ‘sangrar’. "Nós precisamos exigir reforma na política criminal. Eu vejo reforma tributária, reforma política, reforma econômica, cadê a reforma criminal? Essa legislação te atende como cidadão? Você acha que três anos [de pena] inicialmente, para quem porta um fuzil para sair em 6 meses, é razoável? Vocês acham que quem tira uma vida de uma pessoa pode progredir de uma pena de 15 [anos] e sair com cinco, seis anos? Não é razoável. O mundo não trata o crime assim. Sociedade que depende só da polícia para evitar isso é uma sociedade que vai sangrar”, declarou.

[close]

p. 8

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR NEUROEDUCAÇÃO 8 EMPREENDEDORISMO GINÁSTICA DO CÉREBRO APLICA TÉCNICAS CONTRA O ALZHEIMER Da Redação redacao@conectabaixada.com.br Você sabia que o cérebro, assim como o corpo, também precisa de exercício? Essa é a proposta do ‘Ginástica do Cérebro’, franquia que tem uma unidade em Nova Iguaçu há dois meses e vem desenvolvendo um trabalho de neuroeducação através de exercícios que ajudam pessoas que queiram expandir seus neurônios, aumentar a concentração, estimular a memória, e até mesmo prorrogar os efeitos de patologias como o Alzheimer. Quem gerencia o empreendimento é Durval Pereira, de 32 anos, professor de administração e desenvolvimento pessoal. “Eu sempre tive na vida duas paixões: a primeira era empreender. A segunda era a educação. A partir disso, comecei a fazer uma série de pesquisas, sobre onde investir, até que descobrimos a franquia, onde pude aliar minhas duas paixões”, explicou. “Nosso curso tem como finalidade principal trabalhar os aspectos cognitivos. Então, as pessoas que têm problema com déficit de atenção, concentração, estresse e Alzheimer podem nos procurar para potencializar e trabalhar o hemisfério lógico e criativo, porém não se limita apenas a esse público, qualquer pessoa precisa de Ginástica do Cérebro.” Através de ferramentas como o soroban – um ábaco japonês criado originalmente para exercícios de cálculo –, apostilas, desafios e jogos inteligentes, o ‘Ginástica do Cérebro’ não “trata” pessoas. "Funcionamos em parceria com diversos profissionais: médicos, psicólogos, psicopedagogos, terapeutas ocupacionais, etc. A pessoa pode vir por indicação ou por conta própria, já que não desenvolvemos as atividades apenas para quem tem alguma patologia”, contou. Outro aspecto importante é a concentração. “Trabalhamos com pessoas que precisam de concentração para passar no vestibular ou em concursos públicos, usando métodos de expansão neural para aumentar a absorção de conhecimento, por exemplo. Nessa metodologia, ajudamos crianças a melhorar na escola, idosos na prevenção do Alzheimer ou aqueles que precisam desenvolver habilidades de liderança e trabalho em equipe. A Ginástica do Cérebro promove a qualidade de vida para as pessoas através dessa metodologia”, contou. Ao todo, são três profissionais que trabalham na unidade. Eles passaram por um treinamento e hoje são ‘neuroeducadores’ capazes de aplicar as metodologias de acordo com a necessidade de cada aluno. Quando chega na unidade, a pessoa passa por uma aula experimental de 40 minutos, onde são apresentados o escopo do trabalho e ferramentas do processo. Depois, é feita a matrícula e a avaliação inicial, para entender em qual estágio a pessoa se encontra e então estará habilitada a desenvolver o curso. O atendimento acontece uma vez por semana com duração de duas horas. O processo acontece gradualmente, mas os resultados podem ser vistos já nas primeiras aulas. “Teve gente chegando aqui na Unidade Nova Iguaçu sem conseguir lembrar onde tinha guardado as Divulgação Atividades que auxiliam na concentração e memória são o diferencial para auxiliar a saúde mental dos clientes chaves de casa e hoje consegue resolver os jogos mais complexos”, lembrou Durval. A neuroeducadora e gerente da unidade, Tatiana Lorena, conta que a maior satisfação é ver o re- sultado alcançado: “Com os jogos lúdicos, apostilas, e o soroban, a gente consegue estimular o cérebro de uma maneira prazerosa, fazendo com que as pessoas saiam daqui felizes", concluiu. SERVIÇO Endereço: Ed. Vitality Center, na Av. Dr. Mario Guimarães, 318, Sala 804 - Centro de Nova Iguaçu/RJ Telefone: (21) 38513828 / 969515370 E-mail: novaiguacu-centro@ ginasticadocerebro.com

[close]

p. 9

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 9 SAÚDE REINAUGURAÇÃO UPA DO BOM PASTOR VOLTA A FUNCIONAR APÓS QUASE UM ANO Da Redação redacao@conectabaixada.com.br AUnidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas do Bom Pastor, em Belford Roxo, reabriu na segunda-feira, 21 de agosto, depois de quase um ano fechada. A capacidade de atendimento da unidade é de 600 pessoas por dia, com especialidades em clínica médica e pediátrica, odontologia, atendimento laboratorial, raio-x e assistência social. A Secretaria de Estado de Saúde forneceu mobiliário, equipamentos e uniformes para garantir o bom funcionamento da unidade. Atualmente, a UPA conta com cinquenta leitos e aproximadamente cem pro- fissionais, entre médicos, enfermeiros, auxiliares e administrativos. A unidade é hoje o único local em Belford Roxo de urgência e emergência para adultos, já que o Hospital Municipal, conhecido como hospital do Joca, e a Unidade Mista do Lote Quinze ainda estão fechados. A dona de casa Irlete Souza Silva, de 54 anos, comemorou bastante a reinauguração da unidade. Para ela, a carência na saúde precisa ser suprida de qualquer forma. “Feliz pela reinauguração. Sem saúde a população não trabalha, não estuda e não prospera”, declarou. O secretário municipal de saúde, Silvano Ferreira, explica o porquê da reabertura não ocorrer em janei- Destaque Baixada Nova unidade está modernizada e conta com aproximadamente cem profissionais para atendimento médico ro, quando o atual governo assumiu. "Se tivéssemos reaberto lá atrás, ela hoje estaria fechada. Não havia planejamento para isso. Sem contar o processo burocrático, as licitações, para que retornássemos com o serviço agora. A UPA foi totalmente reformada e modernizada", expôs o secretário. Para evitar superlotação, nos casos de maior gravidade a UPA contará com uma ambulância que levará os pacientes para outras unidades maiores, como o Hospital Geral de Nova Iguaçu, o Hospital da Posse, ou o Hospital estadual Adão Pereira Nunes, o Hospital de Saracuruna, em Caxias. DESAFOGO LISBOA PEDE QUE MUNICÍPIOS REABRAM MATERNIDADES No dia em que recebia o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, no Hospital Geral de Nova Iguaçu, o prefeito Rogério Lisboa deparou-se com algumas mulheres, principalmente gestantes, com cartazes e placas que diziam “Queremos maternidade”. Esta classe feminina tem sido afetada pela superlotação encontrada na maternidade Mariana Bulhões, localizada no alto da Posse. Para muitas destas mulheres, a maternidade do Hospital da Posse havia sido fechada. Porém, o prefeito esclareceu que a maternidade do município funciona plenamente. Lisboa conta com a reabertura das demais maternidades para que o atendimento em Nova Iguaçu tenha mais qualidade e conforto, já que hoje 50% deste atendimento vem de outras regiões. De 90 leitos, acabam acolhendo até 150 mulheres. “O atendimento médico é de excelência, mas às vezes falta conforto. E esse conforto deixa a desejar por causa da superlotação da unidade. Mas a gente não fecha a porta para ninguém. E o que faço aqui é um apelo ”, frisou. Lúcia Machado Portugal, moradora de Nova Iguaçu, elogiou a qualidade da saúde de sua cidade. Ela diz sentir diferença no atendimento tanto da maternidade Mariana Bulhões, quanto do Hospital da Posse. “Eu estou sentindo muita diferença no Mariana Bulhões. Eu estou sentindo, com esse prefeito, muita diferença", declarou.

[close]

p. 10

GENTE DA BAIXADA 10 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR ESFORÇO Arquivo Pessoal ATCOAOSUNISMIQOMPUPMLILSIUTICCONIIDUDDAAOODDMEEUQQNUUDEEO CONQUIS- Com sonhos e força de vontade, Leonardo Oliveira saiu de Queimados para participar de diversos projetos internacionais. Aesperança é o pilar que sustenta os sonhos. Essa frase serve de inspiração para Leonardo de Oliveira, de 22 anos. Foi com a força de vontade, capacidade de aprender, espírito de mudança e determinação que o jovem deixou sua casa em Queimados e se tornou um dos representantes 'Jovens Embaixadores', em 2013. Hoje, ele gerencia uma agência startup chamada TODXS, que promove a inclusão e a defesa do povo LGBT+ na sociedade brasileira, estuda Direito na Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), da Gávea, e já visitou mais de 20 países. Tudo começou na infância, através de uma barraquinha que vendia limonada. Léo, como é carinhosamente chamado por seus amigos e familiares, sempre ia com o pai, vendedor de planos de saúde, até o local e, feliz da vida, tomava um bom suco. Ali decidiu: seria o diferencial na sociedade brasileira. “Se um dia eu quiser fazer alguma coisa, eu quero que ela tenha significado para os outros, e faça as pessoas felizes, assim como eu ficava indo à feira”. Junto com ele, seus sonhos também foram se desenvolvendo. Aos 14 anos, Léo ingressou no estudo técnico através do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, o CEFET, de Nova Iguaçu. Lá, alcançou outros objetivos. Foi monitor de sociologia e espanhol, se formou em eletromecânica e descobriu um amigo inseparável na jornada: as ciências sociais. Foi na unidade, inclusive, que Léo ouviu falar do programa ‘Jovens Embaixadores’, que oferece aos estudantes brasileiros de 15 a 18 anos da rede pública de ensino um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos. Foi ali que o seu passaporte começou a ganhar diversos carimbos para os locais mais importantes do mundo, mas não sem antes Léo superar um grande desafio. Um dos pré-requisitos para participar do programa era a fluência na língua inglesa. Até a data da realização da prova, Léo tinha apenas três meses para aprender o idioma, e assim o fez. “Eu sabia que tinha tudo para ser um jovem embaixador. Eu era otimista em relação a isso. Só não era capaz de falar nada disso em inglês. Sobre minha vida, minhas experiências, o que eu pensava, meus sonhos, sobre como era o Brasil. Então pensei: vou preparar um script e aprender tudo. Foi assim até a etapa final”, declarou. Em 2013, após a aprovação, o mundo virou a sua casa. Léo e outros 37 aprovados no programa ficaram três semanas nos Estados Unidos. De lá, se engajou em projetos de liderança global e visitou diversos outros países, como o Reino Unido, Alemanha, Espanha, República Tcheca, Finlândia, entre outros. “Seja lá onde eu estivesse, queria estar pesquisando, descobrindo coisas novas e produzindo conhecimento”, contou. Luta por LGBT + é o seu objetivo De volta ao Brasil, precisamente a Queimados, Léo se tornou o coordenador e líder da área de pesquisa da startup fins lucrativos TODXS, na criação de um projeto do censo LGBT+, um programa que pretende empoderar a classe e transformar o Brasil num país de total inclusão. O programa funciona como um grande acervo ao público LGBT+. Através dele, é possível levantar dados sobre a legislação do grupo, preparar denúncias e fornecer um histórico que ajude a pessoa a pesquisar e saber mais. “Hoje, eu sonho com um Brasil mais inclusivo e quero trabalhar para ver isso acontecer". concluiu.

[close]

p. 11

BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR 11 PASSATEMPO EXPEDIENTE: Presidente: Ricardo Lucena Projeto Gráfico: Renato Ferreira Diagramação: Renato Ferreira Edição Quinzenal Impressão: InfoGlobo O Jornal Conecta Baixada não se responsabiliza pelas opiniões emitidas por colunistas e colaboradores. Redação: Rua Dr. Mário Guimarães . Nº 428, SL. 308 . Centro, CEP: 26255-230, Nova Iguaçu, RJ. Tel: (21) 3765-3423 Comercial: (21) 3765 3423 WhatsApp: 995-75-4545 Email: contato@conectabaixada.com.br WhatsApp 995-75-4545

[close]

p. 12

ESPORTES 12 BAIXADA FLUMINENSE, 1 a 15 de Setembro WWW.CONECTABAIXADA.COM.BR NOVOS TALENTOS PROJETO SOCIAL EM NOVA IGUAÇU FORMAM ATLETAS DO VÔLEI DE PRAIA Da redação redacao@conectabaixada.com.br Quem foi que disse que a Baixada Fluminense não tem praia? Ipanema, Copacabana e Leblon ficam ‘no chinelo’ perto da quadra de areia que foi criada para o projeto gratuito de vôlei de praia do ex-jogador e agora professor, Carlão Silva. De grão em grão, o lugar, que era considerado perigoso por moradores da região, cresceu com um único objetivo: transformar a vida das pessoas através do esporte. Prestes a completar 15 anos, a iniciativa de Carlão teve início em 2002, com o apoio da empresa de cartórios Anoreg. O investimento serviu para que Nova Iguaçu “ganhasse” sua própria praia e, dessa forma, o professor comandasse o projeto social. Desde então, crianças de cinco anos a adultos de até 23 aproveitam para conhecer um pouco mais dos fundamentos do vôlei de praia e, os que mais se desta- cam, são levados para fora de Nova Iguaçu para disputarem torneios. Carlão revela que o projeto está mudando tanto a vida dos seus alunos que o assédio de clubes referência do vôlei de praia no Rio de Janeiro está crescendo.Estão mandando olheiros ou entrando em contato para contar com alguns atletas. “Alguns jogadores já atuam em outras equipes. Tem gente no Flamengo, no Botafogo, no Fluminense", revelou. E foi nesse embalo que novas promessas surgiram no esporte, como Davi Franca, de 17 anos. O jovem, que teve uma passagem pelo Botafogo e atualmente joga na base no Fluminense, destacou a importância no projeto em sua educação esportiva e para a vida. “Foi importante. Assim que eu entrei aqui, eu estudava em escola pública e vim para cá treinar. Eu jogo vôlei há um tempo, passei por grandes equipes como o Botafogo e o Divulgação/Facebook Há 15 anos comandando o projeto, Carlão Silva ensina os fundamentos básicos do esporte Fluminense e lá completei meu lado esportista, aprendi a ter disciplina, fiz bastante amizade e ganhei maturidade. Tudo graças ao vôlei”. Atleta do Flamengo, Matheus Souza, também de 16 anos, é apontado como um dos futuros do vôlei pelo professor Carlão. Apesar de seguir o esporte, ele contou que quase foi parar nos gramados. “Jogava futebol quando era pequeno, não me imaginei como jogador de vôlei e vim para o projeto através de um amigo. Aqui, aprendi a ter disciplina e fui para o Fluminense. Por problemas de saúde na família, acabei me transferindo do Fluminense para o Flamengo e pretendo seguir jogando e me tornar um profissional”, declarou. Carlão Silva aproveita os tempos vagos entre os treinamentos para palestrar sobre a importância do esporte em diversos locais da Baixada Fluminense e em diversas escolas municipais e estaduais. Para ele, o objetivo principal não é formar jogadores, mas sim o caráter de uma pessoa. “Minha meta é trabalhar isso pra vida. Se vão jogar, é com eles, mas eu quero trabalhar com a vida. Tirar as crianças e os jovens das drogas. Dar um objetivo à vida”, concluiu. COMPETIÇÃO MESQUITA DESLANCHA NAS OLIMPÍADAS ESPECIAIS Da redação redacao@conectabaixada.com.br O time de futsal da Escola Municipal Professor Marcos Gil, em Mesquita, mostrou mais uma vez sua força numa série invicta das Olimpíadas Especiais Brasil 2017. Em jogo realizado no último sábado de agosto (26), a equipe venceu o time do Belford Roxo por 6 a 2. No mesmo dia, os estudantes da mesma unidade participaram de uma prova de atletismo. O evento aconteceu na Vila Olímpica do município. Os jogadores foram acompanhados pelos professores e treinadores Ronald Drumond e Leonardo Araujo, além da coordenadora de Educação Física, Waleska Rangel. Ambos estão ansiosos e contentes com o andamento da equipe de futsal no torneio. “Faltam apenas três rodadas para a final e estamos confiantes. Os alunos estão adorando. O próximo jogo será dia 23 de setembro”, anuncia Waleska. Já no atletismo, onde em cada etapa há competição por medalhas e desqualificação de participantes, a equipe de Mesquita participou nas modalidades salto parado (adaptação do salto à distância), arremesso de pelota (adaptação do arremesso de peso) e nas Maicon Ferraz Atletismo foi uma das categorias que teve mais destaque corridas de 25, 50, 100 e 200 metros, além do revezamento. Os alunos foram acompanhados pela professora de educação física Miriam Zaparolli e pela diretora da unidade, Daiane Ximenes.

[close]

Comments

no comments yet